17845
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 2º ano > A comunidade e seus registros

Plano de aula - A criança em diferentes lugares do mundo

Plano de aula de História com atividades para 2º ano do EF sobre A criança em diferentes lugares do mundo

Plano 10 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Helena Cristina Cintra Eher

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 100 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF02HI02 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Cartolina (ou outro papel de sua preferência) para cartaz. Data show ou quadro.

Material complementar:

25 FOTOS DE CRIANÇAS AO REDOR DO MUNDO. Casa Vogue. Disponível em: https://casavogue.globo.com/LazerCultura/Fotografia/noticia/2014/07/25-fotos-de-criancas-ao-redor-do-mundo.html. Acesso em 10 de abril de 2019.

Atividade da problematização -

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xdjeqdYKSEjEZ7GmDP2uFRZKeFZGPx66vmSXm9E4UVnQCnMugK8nUAHM6cTj/his2-02und10-atividade-da-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

KINDERSLEY, Anabel; KINDERSLEY, Barnabas. Crianças como você: Uma emocionante celebração da infância do mundo. 8. ed. Editora Ática. 2016.

DE CASTRO, Michele Guedes Bredel. Noção de criança e infância: diálogos, reflexões, interlocuções. Disponível em: http://alb.com.br/arquivo-morto/edicoes_anteriores/anais16/sem13pdf/sm13ss04_02.pdf. Acesso em: 11 de abril de 2019.

LUSTIG, Andréa Lemes; CARLOS, Rinalda Bezerra; MENDES, Rosane Penha; DE OLIVEIRA, Maria Izete. Criança e Infância: Contexto Histórico Social. Disponível em: http://www.grupeci.fe.ufg.br/up/693/o/TR18.1.pdf. Acesso em: 11 de abril de 2019.

XAVIER, Erica da Silva. Ensino e História: O uso das fontes históricas como ferramentas na produção de conhecimento histórico. Disponível em: http://www.uel.br/eventos/sepech/sumarios/temas/ensino_e_historia_o_uso_das_fontes_historicas_como_ferramentas_na_producao_de_conhecimento_historico.pdf. Acesso em: 12 de abril de 2019.

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo da aula para os alunos.

“Os estudos contemporâneos, nos quais podemos citar os realizados pela sociologia da infância, trazem como tese principal o fato de que as crianças participam coletivamente na sociedade e são dela sujeitos ativos e não meramente passivos. Ou seja, trazem uma proposta de estudar a infância por si própria, rompendo com o adultocentrismo, entendendo a criança como um ser social e histórico, produtora de cultura.

E ainda, tem buscado evidenciar a presença de uma diversidade de infâncias, recusando uma concepção uniformizadora desta: 'as crianças são também seres sociais e, como tais, distribuem-se pelos diversos modos de estratificação social: a classe social, a etnia a que pertencem, a raça, o gênero, a região do globo onde vivem. Os diferentes espaços estruturais diferenciam profundamente as crianças' (SARMENTO, 2004, p.10).”

Fonte: DE CASTRO, Michele Guedes Bredel. Noção de criança e infância: diálogos, reflexões, interlocuções. Disponível em: http://alb.com.br/arquivo-morto/edicoes_anteriores/anais16/sem13pdf/sm13ss04_02.pdf. Acesso em: 11 de abril de 2019.

Para você saber mais:

DE CASTRO, Michele Guedes Bredel. Noção de criança e infância: diálogos, reflexões, interlocuções. Disponível em: http://alb.com.br/arquivo-morto/edicoes_anteriores/anais16/sem13pdf/sm13ss04_02.pdf. Acesso em: 11 de abril de 2019.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos.

Orientações: Pergunte aos alunos o que significa “ser criança”. Estimule que expressem suas opiniões e ideias, que compartilhem suas vivências, que deem exemplos e explicações. Faça questionamentos para ampliar suas reflexões sobre o assunto:

  • O que diferencia as crianças dos adultos?
  • Será que existe crianças no mundo inteiro? Por quê?
  • Será que todas as crianças do mundo vivem da mesma forma?
  • Como vocês acham que vivem as crianças de um lugar bem frio?
  • Será que todas as crianças têm os mesmos brinquedos?
  • Do que será que crianças indígenas brincam? E as crianças que moram em um lugar que neva muito?
  • Será que todas as crianças vão para a escola?
  • Será que todas ajudam nas tarefas de casa?

Por meio da discussão, permita que os alunos percebam que existem crianças vivendo no mundo todo e que apesar de haver semelhanças entre elas, também há muitas diferenças no modo de vida, nas brincadeiras, nas obrigações, nos modos de se relacionar entre elas e com os adultos, etc.

Fonte das imagens: Getty Images. Acesso em 10 de abril de 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 40 minutos

Orientações: Divida os alunos em trios. Procure reunir crianças em diferentes estágios de alfabetização e com diferentes personalidades e habilidades a fim de enriquecer o trabalho.

Imprima as imagens do link abaixo.

25 FOTOS DE CRIANÇAS AO REDOR DO MUNDO. Casa Vogue. Disponível em: https://casavogue.globo.com/LazerCultura/Fotografia/noticia/2014/07/25-fotos-de-criancas-ao-redor-do-mundo.html. Acesso em 10 de abril de 2019.

Se não puder imprimir, retire de livros, revistas ou jornais outras imagens de crianças em diferentes lugares do mundo em situações variadas.

Entregue uma imagem para cada trio. Peça que observem a figura atentamente, que identifiquem o que as crianças estão fazendo, como é o lugar em que elas moram, como é a roupa que vestem, etc.

Depois entregue uma folha da atividade por trio. Se não puder imprimi-la, projete os enunciados, ou escreva-os no quadro, e peça que os alunos escrevam as respostas em uma folha sulfite ou em uma folha pautada.

Atividade da problematização -

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xdjeqdYKSEjEZ7GmDP2uFRZKeFZGPx66vmSXm9E4UVnQCnMugK8nUAHM6cTj/his2-02und10-atividade-da-problematizacao.pdf

Leia e, se necessário, explique as perguntas. Circule pela sala observando e orientando quando necessário. Auxilie os trios que precisarem de ajuda para escrever. Oriente a turma a observar detalhes da imagem. Estimule sua curiosidade, diga para imaginarem como deve ser a vida daquelas crianças se baseando nas informações apresentadas na fotografia.

"As fontes enquanto ferramentas psicopedagógicas assumem uma posição favorável no imaginário histórico do aluno. Elas demonstram as evidências do passado e como os grupos que a forjaram idealizavam a sociedade em que viviam. Essa possibilidade de aproximação com o fazer do historiador permitiu o desenvolvimento de uma nova postura frente ao conhecimento histórico, o qual deixa de ser um saber pronto, acabado e cristalizado, e passa a ser compreendido como fruto de uma construção social (DUTRA, 2005, p.785)."

Fonte: XAVIER, Erica da Silva. Ensino e História: O uso das fontes históricas como ferramentas na produção de conhecimento histórico. Disponível em: http://www.uel.br/eventos/sepech/sumarios/temas/ensino_e_historia_o_uso_das_fontes_historicas_como_ferramentas_na_producao_de_conhecimento_historico.pdf. Acesso em: 12 de abril de 2019.

Depois que os grupos tiverem respondido as perguntas, convide-os a apresentarem suas imagens e suas respostas para a turma. Fixe no quadro, em um painel ou em um cartaz, as imagens e as respostas de cada grupo.

Ao final da apresentação de cada trio, abra espaço para toda a turma participar da discussão e contribuir com novos olhares e interpretações na análise daquela imagem.

Fonte da imagem: PX Here. Acesso em 10 de abril de 2019.

Para você saber mais:

XAVIER, Erica da Silva. Ensino e História: O uso das fontes históricas como ferramentas na produção de conhecimento histórico. Disponível em: http://www.uel.br/eventos/sepech/sumarios/temas/ensino_e_historia_o_uso_das_fontes_historicas_como_ferramentas_na_producao_de_conhecimento_historico.pdf. Acesso em: 12 de abril de 2019.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações: Prepare em uma cartolina (ou em outro papel de sua preferência) uma tabela com o título "CRIANÇAS PELO MUNDO" e duas colunas: SEMELHANÇAS e DIFERENÇAS.

Convide os alunos a preencherem a tabela a partir do que observaram nas imagens e no que conversaram a respeito delas. Seja o escriba da turma e anote suas observações na coluna correspondente da tabela.

Faça questionamentos que auxiliem os alunos a pensarem em diferentes aspectos sobre o que é ser criança e o papel ocupado por ela na sociedade:

  • O que toda criança precisa ter para ser considerada criança onde vive?
  • Quais os direitos que todas as crianças têm?
  • O que muda nas atividades realizadas pelas crianças nos diferentes lugares?
  • Será que a forma que as crianças se relacionam com os pais é igual ou diferente? Por quê?
  • Será que todas precisam ir para a escola? Será que todas aprendem a mesma coisa na escola?

Alguns exemplos de respostas que podem ser anotadas na tabela.

SEMELHANÇAS:

  • Todas têm menos de 12 anos
  • Vão à escola
  • Gostam de brincar
  • Precisam de ajuda e cuidado dos adultos
  • Todas têm nome
  • Têm amigos

DIFERENÇAS:

  • Aprendem coisas diferentes na escola
  • Têm brinquedos diferentes
  • Têm gostos, aparências e personalidades diferentes
  • As responsabilidades mudam (por exemplo: algumas têm de ajudar os pais na fazenda, outras têm de ajudar a limpar a neve, outras têm que guardar os brinquedos, etc)
  • Umas sabem fazer coisas que outras não sabem

Os papéis sociais estão ligados aos grupos sociais dos quais fazemos parte, por isso variam conforme o contexto e as sociedades. Entretanto, alguns deles carregam características semelhantes dentro de diversas sociedades, com algumas diferenças culturais. Isso acontece, por exemplo, quando pensamos nas crianças. Há um sentido amplo, assumido por grande parte do mundo, ligado a esse papel e as funções desempenhadas por ele, mas há também particularidades que variam de acordo com cada povo, com cada cultura, com o contexto social onde aquela criança está inserida.

É importante que os alunos percebam a presença dessas semelhanças e diferenças. As diferenças mostram que existem muitas maneiras de viver, de se relacionar com os outros e de enxergar a realidade que são diferentes das deles. As semelhanças os aproximam de todas as crianças do mundo, mostram que, apesar das diferenças, todas, de certa forma, fazem parte de um mesmo grupo. Por meio dessa discussão, possibilita-se também que os alunos compreendam melhor o outro e desenvolvam atitudes de aceitação e respeito às diferenças.

Fonte das imagens: Getty Images. Acesso em 10 de abril de 2019.

Para você saber mais:

KINDERSLEY, Anabel; KINDERSLEY, Barnabas. Crianças como você: Uma emocionante celebração da infância do mundo. 8. ed. Editora Ática. 2016.

LUSTIG, Andréa Lemes; CARLOS, Rinalda Bezerra; MENDES, Rosane Penha; DE OLIVEIRA, Maria Izete. Criança e Infância: Contexto Histórico Social. Disponível em: http://www.grupeci.fe.ufg.br/up/693/o/TR18.1.pdf. Acesso em: 11 de abril de 2019.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 100 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF02HI02 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Cartolina (ou outro papel de sua preferência) para cartaz. Data show ou quadro.

Material complementar:

25 FOTOS DE CRIANÇAS AO REDOR DO MUNDO. Casa Vogue. Disponível em: https://casavogue.globo.com/LazerCultura/Fotografia/noticia/2014/07/25-fotos-de-criancas-ao-redor-do-mundo.html. Acesso em 10 de abril de 2019.

Atividade da problematização -

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xdjeqdYKSEjEZ7GmDP2uFRZKeFZGPx66vmSXm9E4UVnQCnMugK8nUAHM6cTj/his2-02und10-atividade-da-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

KINDERSLEY, Anabel; KINDERSLEY, Barnabas. Crianças como você: Uma emocionante celebração da infância do mundo. 8. ed. Editora Ática. 2016.

DE CASTRO, Michele Guedes Bredel. Noção de criança e infância: diálogos, reflexões, interlocuções. Disponível em: http://alb.com.br/arquivo-morto/edicoes_anteriores/anais16/sem13pdf/sm13ss04_02.pdf. Acesso em: 11 de abril de 2019.

LUSTIG, Andréa Lemes; CARLOS, Rinalda Bezerra; MENDES, Rosane Penha; DE OLIVEIRA, Maria Izete. Criança e Infância: Contexto Histórico Social. Disponível em: http://www.grupeci.fe.ufg.br/up/693/o/TR18.1.pdf. Acesso em: 11 de abril de 2019.

XAVIER, Erica da Silva. Ensino e História: O uso das fontes históricas como ferramentas na produção de conhecimento histórico. Disponível em: http://www.uel.br/eventos/sepech/sumarios/temas/ensino_e_historia_o_uso_das_fontes_historicas_como_ferramentas_na_producao_de_conhecimento_historico.pdf. Acesso em: 12 de abril de 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo da aula para os alunos.

“Os estudos contemporâneos, nos quais podemos citar os realizados pela sociologia da infância, trazem como tese principal o fato de que as crianças participam coletivamente na sociedade e são dela sujeitos ativos e não meramente passivos. Ou seja, trazem uma proposta de estudar a infância por si própria, rompendo com o adultocentrismo, entendendo a criança como um ser social e histórico, produtora de cultura.

E ainda, tem buscado evidenciar a presença de uma diversidade de infâncias, recusando uma concepção uniformizadora desta: 'as crianças são também seres sociais e, como tais, distribuem-se pelos diversos modos de estratificação social: a classe social, a etnia a que pertencem, a raça, o gênero, a região do globo onde vivem. Os diferentes espaços estruturais diferenciam profundamente as crianças' (SARMENTO, 2004, p.10).”

Fonte: DE CASTRO, Michele Guedes Bredel. Noção de criança e infância: diálogos, reflexões, interlocuções. Disponível em: http://alb.com.br/arquivo-morto/edicoes_anteriores/anais16/sem13pdf/sm13ss04_02.pdf. Acesso em: 11 de abril de 2019.

Para você saber mais:

DE CASTRO, Michele Guedes Bredel. Noção de criança e infância: diálogos, reflexões, interlocuções. Disponível em: http://alb.com.br/arquivo-morto/edicoes_anteriores/anais16/sem13pdf/sm13ss04_02.pdf. Acesso em: 11 de abril de 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos.

Orientações: Pergunte aos alunos o que significa “ser criança”. Estimule que expressem suas opiniões e ideias, que compartilhem suas vivências, que deem exemplos e explicações. Faça questionamentos para ampliar suas reflexões sobre o assunto:

  • O que diferencia as crianças dos adultos?
  • Será que existe crianças no mundo inteiro? Por quê?
  • Será que todas as crianças do mundo vivem da mesma forma?
  • Como vocês acham que vivem as crianças de um lugar bem frio?
  • Será que todas as crianças têm os mesmos brinquedos?
  • Do que será que crianças indígenas brincam? E as crianças que moram em um lugar que neva muito?
  • Será que todas as crianças vão para a escola?
  • Será que todas ajudam nas tarefas de casa?

Por meio da discussão, permita que os alunos percebam que existem crianças vivendo no mundo todo e que apesar de haver semelhanças entre elas, também há muitas diferenças no modo de vida, nas brincadeiras, nas obrigações, nos modos de se relacionar entre elas e com os adultos, etc.

Fonte das imagens: Getty Images. Acesso em 10 de abril de 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 40 minutos

Orientações: Divida os alunos em trios. Procure reunir crianças em diferentes estágios de alfabetização e com diferentes personalidades e habilidades a fim de enriquecer o trabalho.

Imprima as imagens do link abaixo.

25 FOTOS DE CRIANÇAS AO REDOR DO MUNDO. Casa Vogue. Disponível em: https://casavogue.globo.com/LazerCultura/Fotografia/noticia/2014/07/25-fotos-de-criancas-ao-redor-do-mundo.html. Acesso em 10 de abril de 2019.

Se não puder imprimir, retire de livros, revistas ou jornais outras imagens de crianças em diferentes lugares do mundo em situações variadas.

Entregue uma imagem para cada trio. Peça que observem a figura atentamente, que identifiquem o que as crianças estão fazendo, como é o lugar em que elas moram, como é a roupa que vestem, etc.

Depois entregue uma folha da atividade por trio. Se não puder imprimi-la, projete os enunciados, ou escreva-os no quadro, e peça que os alunos escrevam as respostas em uma folha sulfite ou em uma folha pautada.

Atividade da problematização -

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xdjeqdYKSEjEZ7GmDP2uFRZKeFZGPx66vmSXm9E4UVnQCnMugK8nUAHM6cTj/his2-02und10-atividade-da-problematizacao.pdf

Leia e, se necessário, explique as perguntas. Circule pela sala observando e orientando quando necessário. Auxilie os trios que precisarem de ajuda para escrever. Oriente a turma a observar detalhes da imagem. Estimule sua curiosidade, diga para imaginarem como deve ser a vida daquelas crianças se baseando nas informações apresentadas na fotografia.

"As fontes enquanto ferramentas psicopedagógicas assumem uma posição favorável no imaginário histórico do aluno. Elas demonstram as evidências do passado e como os grupos que a forjaram idealizavam a sociedade em que viviam. Essa possibilidade de aproximação com o fazer do historiador permitiu o desenvolvimento de uma nova postura frente ao conhecimento histórico, o qual deixa de ser um saber pronto, acabado e cristalizado, e passa a ser compreendido como fruto de uma construção social (DUTRA, 2005, p.785)."

Fonte: XAVIER, Erica da Silva. Ensino e História: O uso das fontes históricas como ferramentas na produção de conhecimento histórico. Disponível em: http://www.uel.br/eventos/sepech/sumarios/temas/ensino_e_historia_o_uso_das_fontes_historicas_como_ferramentas_na_producao_de_conhecimento_historico.pdf. Acesso em: 12 de abril de 2019.

Depois que os grupos tiverem respondido as perguntas, convide-os a apresentarem suas imagens e suas respostas para a turma. Fixe no quadro, em um painel ou em um cartaz, as imagens e as respostas de cada grupo.

Ao final da apresentação de cada trio, abra espaço para toda a turma participar da discussão e contribuir com novos olhares e interpretações na análise daquela imagem.

Fonte da imagem: PX Here. Acesso em 10 de abril de 2019.

Para você saber mais:

XAVIER, Erica da Silva. Ensino e História: O uso das fontes históricas como ferramentas na produção de conhecimento histórico. Disponível em: http://www.uel.br/eventos/sepech/sumarios/temas/ensino_e_historia_o_uso_das_fontes_historicas_como_ferramentas_na_producao_de_conhecimento_historico.pdf. Acesso em: 12 de abril de 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações: Prepare em uma cartolina (ou em outro papel de sua preferência) uma tabela com o título "CRIANÇAS PELO MUNDO" e duas colunas: SEMELHANÇAS e DIFERENÇAS.

Convide os alunos a preencherem a tabela a partir do que observaram nas imagens e no que conversaram a respeito delas. Seja o escriba da turma e anote suas observações na coluna correspondente da tabela.

Faça questionamentos que auxiliem os alunos a pensarem em diferentes aspectos sobre o que é ser criança e o papel ocupado por ela na sociedade:

  • O que toda criança precisa ter para ser considerada criança onde vive?
  • Quais os direitos que todas as crianças têm?
  • O que muda nas atividades realizadas pelas crianças nos diferentes lugares?
  • Será que a forma que as crianças se relacionam com os pais é igual ou diferente? Por quê?
  • Será que todas precisam ir para a escola? Será que todas aprendem a mesma coisa na escola?

Alguns exemplos de respostas que podem ser anotadas na tabela.

SEMELHANÇAS:

  • Todas têm menos de 12 anos
  • Vão à escola
  • Gostam de brincar
  • Precisam de ajuda e cuidado dos adultos
  • Todas têm nome
  • Têm amigos

DIFERENÇAS:

  • Aprendem coisas diferentes na escola
  • Têm brinquedos diferentes
  • Têm gostos, aparências e personalidades diferentes
  • As responsabilidades mudam (por exemplo: algumas têm de ajudar os pais na fazenda, outras têm de ajudar a limpar a neve, outras têm que guardar os brinquedos, etc)
  • Umas sabem fazer coisas que outras não sabem

Os papéis sociais estão ligados aos grupos sociais dos quais fazemos parte, por isso variam conforme o contexto e as sociedades. Entretanto, alguns deles carregam características semelhantes dentro de diversas sociedades, com algumas diferenças culturais. Isso acontece, por exemplo, quando pensamos nas crianças. Há um sentido amplo, assumido por grande parte do mundo, ligado a esse papel e as funções desempenhadas por ele, mas há também particularidades que variam de acordo com cada povo, com cada cultura, com o contexto social onde aquela criança está inserida.

É importante que os alunos percebam a presença dessas semelhanças e diferenças. As diferenças mostram que existem muitas maneiras de viver, de se relacionar com os outros e de enxergar a realidade que são diferentes das deles. As semelhanças os aproximam de todas as crianças do mundo, mostram que, apesar das diferenças, todas, de certa forma, fazem parte de um mesmo grupo. Por meio dessa discussão, possibilita-se também que os alunos compreendam melhor o outro e desenvolvam atitudes de aceitação e respeito às diferenças.

Fonte das imagens: Getty Images. Acesso em 10 de abril de 2019.

Para você saber mais:

KINDERSLEY, Anabel; KINDERSLEY, Barnabas. Crianças como você: Uma emocionante celebração da infância do mundo. 8. ed. Editora Ática. 2016.

LUSTIG, Andréa Lemes; CARLOS, Rinalda Bezerra; MENDES, Rosane Penha; DE OLIVEIRA, Maria Izete. Criança e Infância: Contexto Histórico Social. Disponível em: http://www.grupeci.fe.ufg.br/up/693/o/TR18.1.pdf. Acesso em: 11 de abril de 2019.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE A comunidade e seus registros do 2º ano :

MAIS AULAS DE História do 2º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF02HI02 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano