17823
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Geografia > 8º ano > O sujeito e seu lugar no mundo

Plano de aula - Os refugiados na África

Plano de aula de Geografia com atividades para 8º ano do Fundamental sobre identificar os motivos que levam um grande número de africanos a se refugiarem em outros países dentro e fora do continente.

Plano 03 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Viviane Lousada Cracel

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF08GE03 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Pretende-se com esta aula que os alunos identifiquem os motivos que levam um grande número de africanos a se refugiarem em outros países dentro e fora do continente.

Materiais necessários: Projeção ou impressão dos slides, impressão da atividade da Ação Propositiva (uma cópia para o professor).

Material complementar:

Imagem Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/uG2Z8BKTa5V57YrF7M8U7D5fXebc2SvTARWceMKbAukvrhpKyrE5cbtcVqfc/geo8-03und03-imagem-contextualizacao.pdf

Material Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/C9uuSsZp3d8Y6ZUSRrHP2Jk6j25ryP63zch7zkRfhMryTsh9WYrxGJSV5SRS/geo8-03und03-material-problematizacao.pdf

Modelo tabela: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/MXEnhZT8RnQ8Zqthmmtvg9EVPUdcBejg9jbtSbpDDpUVKrbpJXGwAMdne3c8/geo8-03und03-acao-propositiva-modelo-tabela.pdf

Corrida intelectual gamificada - Afirmações: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/aVtaSZmjxfjAvXVMNfkjbEJ9ZTkHbjNmMUZgd96uyUZwzzwDaCNzrTRTyZfa/geo8-03und03-acao-propositiva-corrida-intelectual-gamificada.pdf

Para você saber mais:

HIERRO, Lola. A maioria dos africanos não emigra para onde você (possivelmente) pensa. El País. 18 jan. 2018. Disponível em: <https://brasil.elpais.com/brasil/2018/01/11/internacional/1515674435_555866.html> Acesso em 30 mar. 2019.

CHARLEAUX, João Paulo. Qual a diferença entre refugiado, asilado e migrante. Nexo Jornal. 21 dez. 2015. Disponível em <https://www.nexojornal.com.br/expresso/2015/12/21/Qual-a-diferen%C3%A7a-entre-refugiado-asilado-e-migrante> Acesso em 03 abr. 2019.

UNHCR. Global Trends - Forced Displacement in 2017. Disponível em: <https://www.unhcr.org/5b27be547.pdf> Acesso em 06 abr. 2019.

MIRANDA, Giuliana. Uganda recebe onda de refugiados do Sudão do Sul. Folha de São Paulo. 18 out. 2016. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2016/10/1823837-uganda-recebe-onda-de-refugiados-do-sudao-do-sul.shtml> Acesso em 06 abr. 2019.

TIUSSU, Bruna. Refugiados transformam campo em cidade de 300 mil pessoas em Uganda. Folha de São Paulo. 13 dez. 2017. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2017/12/1940137-refugiados-transformam-campo-em-cidade-de-300-mil-pessoas-em-uganda.shtml> Acesso em 06 abr. 2019.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete o tema da aula, escreva-o no quadro ou apenas fale-o para os alunos. Explique que nesta aula vocês irão identificar motivos que levam um grande número de africanos a se refugiarem em outros países dentro e fora do continente. É importante questionar se os alunos sabem o significado do termo refugiado, que é diferente de imigrante. De acordo com a Agência da ONU para refugiados, em 2017 o número de pessoas deslocadas à força de suas casas em todo o mundo chegou ao número recorde de 44.000 por dia. Há no mundo 25,4 milhões de refugiados (até final de 2017), sendo que 55% deles tem origem na Síria, Afeganistão e Sudão do Sul.

Como adequar à sua realidade: Caso a escola tenha pessoas refugiadas ou o município tem recebido alguns é possível traçar paralelos com essa realidade vivida.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Projete ou imprima o slide para os alunos e peça que observem a imagem e descrevam suas percepções. Trata-se de um campo de refugiados no Chade, na África. Os campos de refugiados são locais construídos provisoriamente por organizações internacionais para receber os refugiados, providenciando o básico para sua sobrevivência. Nem todos os refugiados vão necessariamente para esses campos. Em seguida, questione-os:

  • Quem são os refugiados?
  • Por que buscam refúgio em outro lugar?

É possível que os alunos respondam que refugiado é aquele que saiu de seu local de origem e foi buscar abrigo em outro país buscando condições melhores ou fugindo de guerras. É importante neste momento esclarecer a diferença entre refugiado e imigrante, pois não são sinônimos. Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), refugiados são pessoas que se veem obrigadas a abandonar seu país por motivo de perseguições políticas, étnicas, religiosas e ideológicas ou ainda aqueles que foram obrigados a deixar seus países devido a conflitos armados, violência generalizada e graves violações dos direitos humanos. Já o termo imigrante refere-se àquela pessoa que se desloca para outro país de forma voluntária.

Material complementar

Imagem Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/uG2Z8BKTa5V57YrF7M8U7D5fXebc2SvTARWceMKbAukvrhpKyrE5cbtcVqfc/geo8-03und03-imagem-contextualizacao.pdf

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Antes de projetar o slide com as manchetes, questione os alunos:

  • Vocês sabem para onde se deslocam os refugiados africanos?
  • Quais as dificuldades enfrentadas por essas pessoas?

É possível que muitos respondam que eles vão para países europeus, talvez por já terem visto reportagens mostrando perigosas travessias até a Europa. Podem falar ainda sobre a dificuldade do deslocamento em si, falta de dinheiro, dificuldade de aceitação no novo país etc. Projete então o slide com as manchetes ou caso não seja possível, escreva-as no quadro ou apenas leia para os alunos. Comente que diferentemente do que imaginamos, a grande maioria dos refugiados africanos permanecem no próprio continente, buscando abrigo em países vizinhos. Claro que alguns se deslocam para a Europa e para a América, sendo que o Brasil é um dos principais destinos dos refugiados. Mostre então o gráfico presente no relatório de 2017 da UNHCR sobre as tendências globais dos deslocamentos forçados para que observem que os fluxos permanecem no continente. Caso não possa projetar, imprima o gráfico para os alunos. Importante discutir também que dos 15 conflitos que se iniciaram ou foram retomados nos últimos anos e que intensificaram os deslocamentos forçados, oito estão na África: Costa do Marfim, República Centro Africana, Líbia, Mali, Nigéria, República Democrática do Congo, Sudão do Sul e Burundi. Até pouco tempo atrás também tinha o maior campo de refugiados do mundo em Dadaab, no Quênia, próximo à fronteira com a Somália. Esses campos que deveriam ser provisórios, têm permanecido cada vez por mais tempo e em situações cada vez mais precárias, gerando desafios políticos aos países anfitriões e se transformando em uma crise humanitária mundial com difícil resolução.

Em seguida, projete o slide com o mapa "Distribuição dos refugiados na África - 2017" ou então providencie sua impressão para os alunos. Peça para que observem onde estão as maiores concentrações de refugiados. É provável que mencionem Uganda como o maior e países como República Democrática do Congo, Etiópia e Somália. Comente que boa parte dessas concentrações são originárias do Sudão do Sul, cujo conflito gerou uma grave crise de refugiados na África. Segundo dados da UNHCR, de todos os refugiados do mundo, 2,4 milhões vieram do Sudão do Sul. Além disso, em 2017 a África Subsaariana abrigou 31% dos refugiados globais, superando a Europa em 2016.

Material complementar

Material Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/C9uuSsZp3d8Y6ZUSRrHP2Jk6j25ryP63zch7zkRfhMryTsh9WYrxGJSV5SRS/geo8-03und03-material-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

FREIRE, Simone. A grande maioria dos refugiados da África fica na África, afirma representante da ONU. Brasil de Fato. 01 set. 2015. Disponível em: <https://www.brasildefato.com.br/node/32816/> Acesso em 03 abr. 2019.

O GLOBO. Na África, maior campo de refugiados do mundo sofre com superlotação, falta de comida e água. O Globo. 14 jul. 2011. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/mundo/na-africa-maior-campo-de-refugiados-do-mundo-sofre-com-superlotacao-falta-de-comida-agua-2716780> Acesso em 03 abr. 2019.

UNHCR. Global Trends - Forced Displacement in 2017. Disponível em: <https://www.unhcr.org/5b27be547.pdf> Acesso em 06 abr. 2019.

MIRANDA, Giuliana. Uganda recebe onda de refugiados do Sudão do Sul. Folha de São Paulo. 18 out. 2016. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2016/10/1823837-uganda-recebe-onda-de-refugiados-do-sudao-do-sul.shtml> Acesso em 06 abr. 2019.

TIUSSU, Bruna. Refugiados transformam campo em cidade de 300 mil pessoas em Uganda. Folha de São Paulo. 13 dez. 2017. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2017/12/1940137-refugiados-transformam-campo-em-cidade-de-300-mil-pessoas-em-uganda.shtml> Acesso em 06 abr. 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Antes de projetar o slide com as manchetes, questione os alunos:

  • Vocês sabem para onde se deslocam os refugiados africanos?
  • Quais as dificuldades enfrentadas por essas pessoas?

É possível que muitos respondam que eles vão para países europeus, talvez por já terem visto reportagens mostrando perigosas travessias até a Europa. Podem falar ainda sobre a dificuldade do deslocamento em si, falta de dinheiro, dificuldade de aceitação no novo país etc. Projete então o slide com as manchetes ou caso não seja possível, escreva-as no quadro ou apenas leia para os alunos. Comente que diferentemente do que imaginamos, a grande maioria dos refugiados africanos permanecem no próprio continente, buscando abrigo em países vizinhos. Claro que alguns se deslocam para a Europa e para a América, sendo que o Brasil é um dos principais destinos dos refugiados. Mostre então o gráfico presente no relatório de 2017 da UNHCR sobre as tendências globais dos deslocamentos forçados para que observem que os fluxos permanecem no continente. Caso não possa projetar, imprima o gráfico para os alunos. Importante discutir também que dos 15 conflitos que se iniciaram ou foram retomados nos últimos anos e que intensificaram os deslocamentos forçados, oito estão na África: Costa do Marfim, República Centro Africana, Líbia, Mali, Nigéria, República Democrática do Congo, Sudão do Sul e Burundi. Até pouco tempo atrás também tinha o maior campo de refugiados do mundo em Dadaab, no Quênia, próximo à fronteira com a Somália. Esses campos que deveriam ser provisórios, têm permanecido cada vez por mais tempo e em situações cada vez mais precárias, gerando desafios políticos aos países anfitriões e se transformando em uma crise humanitária mundial com difícil resolução.

Em seguida, projete o slide com o mapa "Distribuição dos refugiados na África - 2017" ou então providencie sua impressão para os alunos. Peça para que observem onde estão as maiores concentrações de refugiados. É provável que mencionem Uganda como o maior e países como República Democrática do Congo, Etiópia e Somália. Comente que boa parte dessas concentrações são originárias do Sudão do Sul, cujo conflito gerou uma grave crise de refugiados na África. Segundo dados da UNHCR, de todos os refugiados do mundo, 2,4 milhões vieram do Sudão do Sul. Além disso, em 2017 a África Subsaariana abrigou 31% dos refugiados globais, superando a Europa em 2016.

Material complementar

Material Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/C9uuSsZp3d8Y6ZUSRrHP2Jk6j25ryP63zch7zkRfhMryTsh9WYrxGJSV5SRS/geo8-03und03-material-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

FREIRE, Simone. A grande maioria dos refugiados da África fica na África, afirma representante da ONU. Brasil de Fato. 01 set. 2015. Disponível em: <https://www.brasildefato.com.br/node/32816/> Acesso em 03 abr. 2019.

O GLOBO. Na África, maior campo de refugiados do mundo sofre com superlotação, falta de comida e água. O Globo. 14 jul. 2011. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/mundo/na-africa-maior-campo-de-refugiados-do-mundo-sofre-com-superlotacao-falta-de-comida-agua-2716780> Acesso em 03 abr. 2019.

UNHCR. Global Trends - Forced Displacement in 2017. Disponível em: <https://www.unhcr.org/5b27be547.pdf> Acesso em 06 abr. 2019.

MIRANDA, Giuliana. Uganda recebe onda de refugiados do Sudão do Sul. Folha de São Paulo. 18 out. 2016. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2016/10/1823837-uganda-recebe-onda-de-refugiados-do-sudao-do-sul.shtml> Acesso em 06 abr. 2019.

TIUSSU, Bruna. Refugiados transformam campo em cidade de 300 mil pessoas em Uganda. Folha de São Paulo. 13 dez. 2017. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2017/12/1940137-refugiados-transformam-campo-em-cidade-de-300-mil-pessoas-em-uganda.shtml> Acesso em 06 abr. 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Antes de projetar o slide com as manchetes, questione os alunos:

  • Vocês sabem para onde se deslocam os refugiados africanos?
  • Quais as dificuldades enfrentadas por essas pessoas?

É possível que muitos respondam que eles vão para países europeus, talvez por já terem visto reportagens mostrando perigosas travessias até a Europa. Podem falar ainda sobre a dificuldade do deslocamento em si, falta de dinheiro, dificuldade de aceitação no novo país etc. Projete então o slide com as manchetes ou caso não seja possível, escreva-as no quadro ou apenas leia para os alunos. Comente que diferentemente do que imaginamos, a grande maioria dos refugiados africanos permanecem no próprio continente, buscando abrigo em países vizinhos. Claro que alguns se deslocam para a Europa e para a América, sendo que o Brasil é um dos principais destinos dos refugiados. Mostre então o gráfico presente no relatório de 2017 da UNHCR sobre as tendências globais dos deslocamentos forçados para que observem que os fluxos permanecem no continente. Caso não possa projetar, imprima o gráfico para os alunos. Importante discutir também que dos 15 conflitos que se iniciaram ou foram retomados nos últimos anos e que intensificaram os deslocamentos forçados, oito estão na África: Costa do Marfim, República Centro Africana, Líbia, Mali, Nigéria, República Democrática do Congo, Sudão do Sul e Burundi. Até pouco tempo atrás também tinha o maior campo de refugiados do mundo em Dadaab, no Quênia, próximo à fronteira com a Somália. Esses campos que deveriam ser provisórios, têm permanecido cada vez por mais tempo e em situações cada vez mais precárias, gerando desafios políticos aos países anfitriões e se transformando em uma crise humanitária mundial com difícil resolução.

Em seguida, projete o slide com o mapa "Distribuição dos refugiados na África - 2017" ou então providencie sua impressão para os alunos. Peça para que observem onde estão as maiores concentrações de refugiados. É provável que mencionem Uganda como o maior e países como República Democrática do Congo, Etiópia e Somália. Comente que boa parte dessas concentrações são originárias do Sudão do Sul, cujo conflito gerou uma grave crise de refugiados na África. Segundo dados da UNHCR, de todos os refugiados do mundo, 2,4 milhões vieram do Sudão do Sul. Além disso, em 2017 a África Subsaariana abrigou 31% dos refugiados globais, superando a Europa em 2016.

Material complementar

Material Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/C9uuSsZp3d8Y6ZUSRrHP2Jk6j25ryP63zch7zkRfhMryTsh9WYrxGJSV5SRS/geo8-03und03-material-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

FREIRE, Simone. A grande maioria dos refugiados da África fica na África, afirma representante da ONU. Brasil de Fato. 01 set. 2015. Disponível em: <https://www.brasildefato.com.br/node/32816/> Acesso em 03 abr. 2019.

O GLOBO. Na África, maior campo de refugiados do mundo sofre com superlotação, falta de comida e água. O Globo. 14 jul. 2011. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/mundo/na-africa-maior-campo-de-refugiados-do-mundo-sofre-com-superlotacao-falta-de-comida-agua-2716780> Acesso em 03 abr. 2019.

UNHCR. Global Trends - Forced Displacement in 2017. Disponível em: <https://www.unhcr.org/5b27be547.pdf> Acesso em 06 abr. 2019.

MIRANDA, Giuliana. Uganda recebe onda de refugiados do Sudão do Sul. Folha de São Paulo. 18 out. 2016. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2016/10/1823837-uganda-recebe-onda-de-refugiados-do-sudao-do-sul.shtml> Acesso em 06 abr. 2019.

TIUSSU, Bruna. Refugiados transformam campo em cidade de 300 mil pessoas em Uganda. Folha de São Paulo. 13 dez. 2017. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2017/12/1940137-refugiados-transformam-campo-em-cidade-de-300-mil-pessoas-em-uganda.shtml> Acesso em 06 abr. 2019.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 23 minutos

Orientações: A atividade proposta chama-se corrida intelectual gamificada (CAMARGO; DAROS, 2018), que busca desenvolver competências como a comunicação e o trabalho em grupo. Inicialmente, divida a sala em grupos de quatro a seis alunos conforme achar conveniente. Sugerimos que essa divisão seja feita pelo professor a fim de garantir grupos heterogêneos no que se refere à aprendizagem, entretanto, é possível utilizar outro critério ou até mesmo deixar que os alunos escolham e organizem os grupos. Após a divisão, os alunos devem escolher um nome para representar a equipe e a cada membro será atribuída uma letra do alfabeto. Assim, todas as equipes deverão ter um membro com a letra A, B, C, D e assim por diante de acordo com o total de integrantes. Em seguida, monte uma tabela no quadro ou em formato de cartaz com o nome das equipes conforme o exemplo presente no slide. Entregue também uma folha por equipe para que possam colocar as respostas.

Ao iniciar a atividade, anuncie a sequência de membros que deverão responder (por exemplo, a primeira questão todos os alunos "A" responderão, depois todos os alunos "B" e assim por diante) e, então, faça a questão por meio da leitura ou projeção via equipamento multimídia. No link abaixo é possível acessar um conjunto de dez afirmações que poderão ser utilizadas: três consideradas como fáceis, quatro médias e três difíceis e a cada tipo é atribuída pontuação diferenciada. Todas elas constituem afirmativas verdadeiras ou falsas sobre os refugiados no continente africano. As ideias são do tipo falsa-falsa (F-F), verdadeira-falsa (V-F), falsa-verdadeira (F-V) e verdadeira-verdadeira (V-V).

A cada rodada, cada membro deverá escrever na folha distribuída a resposta das questões, que poderão ser debatidas pelos membros conforme o tempo proposto. A sugestão é de 30 segundos a 1 minuto conforme o grau de dificuldade. Neste momento não será feito nenhum tipo de correção, que ocorrerá apenas ao final da atividade, na sistematização.

Material complementar

Modelo tabela: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/MXEnhZT8RnQ8Zqthmmtvg9EVPUdcBejg9jbtSbpDDpUVKrbpJXGwAMdne3c8/geo8-03und03-acao-propositiva-modelo-tabela.pdf

Corrida intelectual gamificada - Afirmações: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/aVtaSZmjxfjAvXVMNfkjbEJ9ZTkHbjNmMUZgd96uyUZwzzwDaCNzrTRTyZfa/geo8-03und03-acao-propositiva-corrida-intelectual-gamificada.pdf

Para você saber mais:

CAMARGO, Fausto; DAROS, Thuinie. A sala de aula inovadora: estratégias pedagógicas para fomentar o aprendizado ativo. Porto Alegre: Penso, 2018.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Orientações: A atividade proposta chama-se corrida intelectual gamificada (CAMARGO; DAROS, 2018), que busca desenvolver competências como a comunicação e o trabalho em grupo. Inicialmente, divida a sala em grupos de quatro a seis alunos conforme achar conveniente. Sugerimos que essa divisão seja feita pelo professor a fim de garantir grupos heterogêneos no que se refere à aprendizagem, entretanto, é possível utilizar outro critério ou até mesmo deixar que os alunos escolham e organizem os grupos. Após a divisão, os alunos devem escolher um nome para representar a equipe e a cada membro será atribuída uma letra do alfabeto. Assim, todas as equipes deverão ter um membro com a letra A, B, C, D e assim por diante de acordo com o total de integrantes. Em seguida, monte uma tabela no quadro ou em formato de cartaz com o nome das equipes conforme o exemplo presente no slide. Entregue também uma folha por equipe para que possam colocar as respostas.

Ao iniciar a atividade, anuncie a sequência de membros que deverão responder (por exemplo, a primeira questão todos os alunos "A" responderão, depois todos os alunos "B" e assim por diante) e, então, faça a questão por meio da leitura ou projeção via equipamento multimídia. No link abaixo é possível acessar um conjunto de dez afirmações que poderão ser utilizadas: três consideradas como fáceis, quatro médias e três difíceis e a cada tipo é atribuída pontuação diferenciada. Todas elas constituem afirmativas verdadeiras ou falsas sobre os refugiados no continente africano. As ideias são do tipo falsa-falsa (F-F), verdadeira-falsa (V-F), falsa-verdadeira (F-V) e verdadeira-verdadeira (V-V).

A cada rodada, cada membro deverá escrever na folha distribuída a resposta das questões, que poderão ser debatidas pelos membros conforme o tempo proposto. A sugestão é de 30 segundos a 1 minuto conforme o grau de dificuldade. Neste momento não será feito nenhum tipo de correção, que ocorrerá apenas ao final da atividade, na sistematização.

Material complementar

Modelo tabela: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/MXEnhZT8RnQ8Zqthmmtvg9EVPUdcBejg9jbtSbpDDpUVKrbpJXGwAMdne3c8/geo8-03und03-acao-propositiva-modelo-tabela.pdf

Corrida intelectual gamificada - Afirmações: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/aVtaSZmjxfjAvXVMNfkjbEJ9ZTkHbjNmMUZgd96uyUZwzzwDaCNzrTRTyZfa/geo8-03und03-acao-propositiva-corrida-intelectual-gamificada.pdf

Para você saber mais:

CAMARGO, Fausto; DAROS, Thuinie. A sala de aula inovadora: estratégias pedagógicas para fomentar o aprendizado ativo. Porto Alegre: Penso, 2018.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Finalizado o game, neste momento de sistematização é feita a correção das respostas dadas por cada grupo. Inicialmente, recolha as folhas com as respostas e preenche o quadro com os acertos de cada equipe. A cada questão, é possível verificar a compreensão dos alunos sobre o tema estudado e ainda fazer as correções e comentários, explicando onde estava o erro nas afirmações falsas. Ao término, somam-se os pontos e ganha o grupo que conquistar maior pontuação. Por fim, avalie com os alunos como foi realizar essa atividade.

Caso tenha disponibilidade, sugerimos finalizar esta etapa com um vídeo (opcional) que mostra um pouco das condições de vida no campo de refugiados, assim como relatos dos motivos e dificuldades do deslocamento. O vídeo pode ser acessado pelo link: http://g1.globo.com/videos/v/maior-campo-de-refugiados-do-mundo-completa-20-anos-em-meio-a-crise-humanitaria/1594278/. Se optar pela exibição do vídeo, é preciso reduzir o tempo do cálculo dos pontos e correção já que ele possui 5:08 minutos de duração.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF08GE03 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Pretende-se com esta aula que os alunos identifiquem os motivos que levam um grande número de africanos a se refugiarem em outros países dentro e fora do continente.

Materiais necessários: Projeção ou impressão dos slides, impressão da atividade da Ação Propositiva (uma cópia para o professor).

Material complementar:

Imagem Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/uG2Z8BKTa5V57YrF7M8U7D5fXebc2SvTARWceMKbAukvrhpKyrE5cbtcVqfc/geo8-03und03-imagem-contextualizacao.pdf

Material Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/C9uuSsZp3d8Y6ZUSRrHP2Jk6j25ryP63zch7zkRfhMryTsh9WYrxGJSV5SRS/geo8-03und03-material-problematizacao.pdf

Modelo tabela: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/MXEnhZT8RnQ8Zqthmmtvg9EVPUdcBejg9jbtSbpDDpUVKrbpJXGwAMdne3c8/geo8-03und03-acao-propositiva-modelo-tabela.pdf

Corrida intelectual gamificada - Afirmações: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/aVtaSZmjxfjAvXVMNfkjbEJ9ZTkHbjNmMUZgd96uyUZwzzwDaCNzrTRTyZfa/geo8-03und03-acao-propositiva-corrida-intelectual-gamificada.pdf

Para você saber mais:

HIERRO, Lola. A maioria dos africanos não emigra para onde você (possivelmente) pensa. El País. 18 jan. 2018. Disponível em: <https://brasil.elpais.com/brasil/2018/01/11/internacional/1515674435_555866.html> Acesso em 30 mar. 2019.

CHARLEAUX, João Paulo. Qual a diferença entre refugiado, asilado e migrante. Nexo Jornal. 21 dez. 2015. Disponível em <https://www.nexojornal.com.br/expresso/2015/12/21/Qual-a-diferen%C3%A7a-entre-refugiado-asilado-e-migrante> Acesso em 03 abr. 2019.

UNHCR. Global Trends - Forced Displacement in 2017. Disponível em: <https://www.unhcr.org/5b27be547.pdf> Acesso em 06 abr. 2019.

MIRANDA, Giuliana. Uganda recebe onda de refugiados do Sudão do Sul. Folha de São Paulo. 18 out. 2016. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2016/10/1823837-uganda-recebe-onda-de-refugiados-do-sudao-do-sul.shtml> Acesso em 06 abr. 2019.

TIUSSU, Bruna. Refugiados transformam campo em cidade de 300 mil pessoas em Uganda. Folha de São Paulo. 13 dez. 2017. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2017/12/1940137-refugiados-transformam-campo-em-cidade-de-300-mil-pessoas-em-uganda.shtml> Acesso em 06 abr. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete o tema da aula, escreva-o no quadro ou apenas fale-o para os alunos. Explique que nesta aula vocês irão identificar motivos que levam um grande número de africanos a se refugiarem em outros países dentro e fora do continente. É importante questionar se os alunos sabem o significado do termo refugiado, que é diferente de imigrante. De acordo com a Agência da ONU para refugiados, em 2017 o número de pessoas deslocadas à força de suas casas em todo o mundo chegou ao número recorde de 44.000 por dia. Há no mundo 25,4 milhões de refugiados (até final de 2017), sendo que 55% deles tem origem na Síria, Afeganistão e Sudão do Sul.

Como adequar à sua realidade: Caso a escola tenha pessoas refugiadas ou o município tem recebido alguns é possível traçar paralelos com essa realidade vivida.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Projete ou imprima o slide para os alunos e peça que observem a imagem e descrevam suas percepções. Trata-se de um campo de refugiados no Chade, na África. Os campos de refugiados são locais construídos provisoriamente por organizações internacionais para receber os refugiados, providenciando o básico para sua sobrevivência. Nem todos os refugiados vão necessariamente para esses campos. Em seguida, questione-os:

  • Quem são os refugiados?
  • Por que buscam refúgio em outro lugar?

É possível que os alunos respondam que refugiado é aquele que saiu de seu local de origem e foi buscar abrigo em outro país buscando condições melhores ou fugindo de guerras. É importante neste momento esclarecer a diferença entre refugiado e imigrante, pois não são sinônimos. Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), refugiados são pessoas que se veem obrigadas a abandonar seu país por motivo de perseguições políticas, étnicas, religiosas e ideológicas ou ainda aqueles que foram obrigados a deixar seus países devido a conflitos armados, violência generalizada e graves violações dos direitos humanos. Já o termo imigrante refere-se àquela pessoa que se desloca para outro país de forma voluntária.

Material complementar

Imagem Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/uG2Z8BKTa5V57YrF7M8U7D5fXebc2SvTARWceMKbAukvrhpKyrE5cbtcVqfc/geo8-03und03-imagem-contextualizacao.pdf

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Antes de projetar o slide com as manchetes, questione os alunos:

  • Vocês sabem para onde se deslocam os refugiados africanos?
  • Quais as dificuldades enfrentadas por essas pessoas?

É possível que muitos respondam que eles vão para países europeus, talvez por já terem visto reportagens mostrando perigosas travessias até a Europa. Podem falar ainda sobre a dificuldade do deslocamento em si, falta de dinheiro, dificuldade de aceitação no novo país etc. Projete então o slide com as manchetes ou caso não seja possível, escreva-as no quadro ou apenas leia para os alunos. Comente que diferentemente do que imaginamos, a grande maioria dos refugiados africanos permanecem no próprio continente, buscando abrigo em países vizinhos. Claro que alguns se deslocam para a Europa e para a América, sendo que o Brasil é um dos principais destinos dos refugiados. Mostre então o gráfico presente no relatório de 2017 da UNHCR sobre as tendências globais dos deslocamentos forçados para que observem que os fluxos permanecem no continente. Caso não possa projetar, imprima o gráfico para os alunos. Importante discutir também que dos 15 conflitos que se iniciaram ou foram retomados nos últimos anos e que intensificaram os deslocamentos forçados, oito estão na África: Costa do Marfim, República Centro Africana, Líbia, Mali, Nigéria, República Democrática do Congo, Sudão do Sul e Burundi. Até pouco tempo atrás também tinha o maior campo de refugiados do mundo em Dadaab, no Quênia, próximo à fronteira com a Somália. Esses campos que deveriam ser provisórios, têm permanecido cada vez por mais tempo e em situações cada vez mais precárias, gerando desafios políticos aos países anfitriões e se transformando em uma crise humanitária mundial com difícil resolução.

Em seguida, projete o slide com o mapa "Distribuição dos refugiados na África - 2017" ou então providencie sua impressão para os alunos. Peça para que observem onde estão as maiores concentrações de refugiados. É provável que mencionem Uganda como o maior e países como República Democrática do Congo, Etiópia e Somália. Comente que boa parte dessas concentrações são originárias do Sudão do Sul, cujo conflito gerou uma grave crise de refugiados na África. Segundo dados da UNHCR, de todos os refugiados do mundo, 2,4 milhões vieram do Sudão do Sul. Além disso, em 2017 a África Subsaariana abrigou 31% dos refugiados globais, superando a Europa em 2016.

Material complementar

Material Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/C9uuSsZp3d8Y6ZUSRrHP2Jk6j25ryP63zch7zkRfhMryTsh9WYrxGJSV5SRS/geo8-03und03-material-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

FREIRE, Simone. A grande maioria dos refugiados da África fica na África, afirma representante da ONU. Brasil de Fato. 01 set. 2015. Disponível em: <https://www.brasildefato.com.br/node/32816/> Acesso em 03 abr. 2019.

O GLOBO. Na África, maior campo de refugiados do mundo sofre com superlotação, falta de comida e água. O Globo. 14 jul. 2011. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/mundo/na-africa-maior-campo-de-refugiados-do-mundo-sofre-com-superlotacao-falta-de-comida-agua-2716780> Acesso em 03 abr. 2019.

UNHCR. Global Trends - Forced Displacement in 2017. Disponível em: <https://www.unhcr.org/5b27be547.pdf> Acesso em 06 abr. 2019.

MIRANDA, Giuliana. Uganda recebe onda de refugiados do Sudão do Sul. Folha de São Paulo. 18 out. 2016. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2016/10/1823837-uganda-recebe-onda-de-refugiados-do-sudao-do-sul.shtml> Acesso em 06 abr. 2019.

TIUSSU, Bruna. Refugiados transformam campo em cidade de 300 mil pessoas em Uganda. Folha de São Paulo. 13 dez. 2017. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2017/12/1940137-refugiados-transformam-campo-em-cidade-de-300-mil-pessoas-em-uganda.shtml> Acesso em 06 abr. 2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Antes de projetar o slide com as manchetes, questione os alunos:

  • Vocês sabem para onde se deslocam os refugiados africanos?
  • Quais as dificuldades enfrentadas por essas pessoas?

É possível que muitos respondam que eles vão para países europeus, talvez por já terem visto reportagens mostrando perigosas travessias até a Europa. Podem falar ainda sobre a dificuldade do deslocamento em si, falta de dinheiro, dificuldade de aceitação no novo país etc. Projete então o slide com as manchetes ou caso não seja possível, escreva-as no quadro ou apenas leia para os alunos. Comente que diferentemente do que imaginamos, a grande maioria dos refugiados africanos permanecem no próprio continente, buscando abrigo em países vizinhos. Claro que alguns se deslocam para a Europa e para a América, sendo que o Brasil é um dos principais destinos dos refugiados. Mostre então o gráfico presente no relatório de 2017 da UNHCR sobre as tendências globais dos deslocamentos forçados para que observem que os fluxos permanecem no continente. Caso não possa projetar, imprima o gráfico para os alunos. Importante discutir também que dos 15 conflitos que se iniciaram ou foram retomados nos últimos anos e que intensificaram os deslocamentos forçados, oito estão na África: Costa do Marfim, República Centro Africana, Líbia, Mali, Nigéria, República Democrática do Congo, Sudão do Sul e Burundi. Até pouco tempo atrás também tinha o maior campo de refugiados do mundo em Dadaab, no Quênia, próximo à fronteira com a Somália. Esses campos que deveriam ser provisórios, têm permanecido cada vez por mais tempo e em situações cada vez mais precárias, gerando desafios políticos aos países anfitriões e se transformando em uma crise humanitária mundial com difícil resolução.

Em seguida, projete o slide com o mapa "Distribuição dos refugiados na África - 2017" ou então providencie sua impressão para os alunos. Peça para que observem onde estão as maiores concentrações de refugiados. É provável que mencionem Uganda como o maior e países como República Democrática do Congo, Etiópia e Somália. Comente que boa parte dessas concentrações são originárias do Sudão do Sul, cujo conflito gerou uma grave crise de refugiados na África. Segundo dados da UNHCR, de todos os refugiados do mundo, 2,4 milhões vieram do Sudão do Sul. Além disso, em 2017 a África Subsaariana abrigou 31% dos refugiados globais, superando a Europa em 2016.

Material complementar

Material Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/C9uuSsZp3d8Y6ZUSRrHP2Jk6j25ryP63zch7zkRfhMryTsh9WYrxGJSV5SRS/geo8-03und03-material-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

FREIRE, Simone. A grande maioria dos refugiados da África fica na África, afirma representante da ONU. Brasil de Fato. 01 set. 2015. Disponível em: <https://www.brasildefato.com.br/node/32816/> Acesso em 03 abr. 2019.

O GLOBO. Na África, maior campo de refugiados do mundo sofre com superlotação, falta de comida e água. O Globo. 14 jul. 2011. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/mundo/na-africa-maior-campo-de-refugiados-do-mundo-sofre-com-superlotacao-falta-de-comida-agua-2716780> Acesso em 03 abr. 2019.

UNHCR. Global Trends - Forced Displacement in 2017. Disponível em: <https://www.unhcr.org/5b27be547.pdf> Acesso em 06 abr. 2019.

MIRANDA, Giuliana. Uganda recebe onda de refugiados do Sudão do Sul. Folha de São Paulo. 18 out. 2016. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2016/10/1823837-uganda-recebe-onda-de-refugiados-do-sudao-do-sul.shtml> Acesso em 06 abr. 2019.

TIUSSU, Bruna. Refugiados transformam campo em cidade de 300 mil pessoas em Uganda. Folha de São Paulo. 13 dez. 2017. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2017/12/1940137-refugiados-transformam-campo-em-cidade-de-300-mil-pessoas-em-uganda.shtml> Acesso em 06 abr. 2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Antes de projetar o slide com as manchetes, questione os alunos:

  • Vocês sabem para onde se deslocam os refugiados africanos?
  • Quais as dificuldades enfrentadas por essas pessoas?

É possível que muitos respondam que eles vão para países europeus, talvez por já terem visto reportagens mostrando perigosas travessias até a Europa. Podem falar ainda sobre a dificuldade do deslocamento em si, falta de dinheiro, dificuldade de aceitação no novo país etc. Projete então o slide com as manchetes ou caso não seja possível, escreva-as no quadro ou apenas leia para os alunos. Comente que diferentemente do que imaginamos, a grande maioria dos refugiados africanos permanecem no próprio continente, buscando abrigo em países vizinhos. Claro que alguns se deslocam para a Europa e para a América, sendo que o Brasil é um dos principais destinos dos refugiados. Mostre então o gráfico presente no relatório de 2017 da UNHCR sobre as tendências globais dos deslocamentos forçados para que observem que os fluxos permanecem no continente. Caso não possa projetar, imprima o gráfico para os alunos. Importante discutir também que dos 15 conflitos que se iniciaram ou foram retomados nos últimos anos e que intensificaram os deslocamentos forçados, oito estão na África: Costa do Marfim, República Centro Africana, Líbia, Mali, Nigéria, República Democrática do Congo, Sudão do Sul e Burundi. Até pouco tempo atrás também tinha o maior campo de refugiados do mundo em Dadaab, no Quênia, próximo à fronteira com a Somália. Esses campos que deveriam ser provisórios, têm permanecido cada vez por mais tempo e em situações cada vez mais precárias, gerando desafios políticos aos países anfitriões e se transformando em uma crise humanitária mundial com difícil resolução.

Em seguida, projete o slide com o mapa "Distribuição dos refugiados na África - 2017" ou então providencie sua impressão para os alunos. Peça para que observem onde estão as maiores concentrações de refugiados. É provável que mencionem Uganda como o maior e países como República Democrática do Congo, Etiópia e Somália. Comente que boa parte dessas concentrações são originárias do Sudão do Sul, cujo conflito gerou uma grave crise de refugiados na África. Segundo dados da UNHCR, de todos os refugiados do mundo, 2,4 milhões vieram do Sudão do Sul. Além disso, em 2017 a África Subsaariana abrigou 31% dos refugiados globais, superando a Europa em 2016.

Material complementar

Material Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/C9uuSsZp3d8Y6ZUSRrHP2Jk6j25ryP63zch7zkRfhMryTsh9WYrxGJSV5SRS/geo8-03und03-material-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

FREIRE, Simone. A grande maioria dos refugiados da África fica na África, afirma representante da ONU. Brasil de Fato. 01 set. 2015. Disponível em: <https://www.brasildefato.com.br/node/32816/> Acesso em 03 abr. 2019.

O GLOBO. Na África, maior campo de refugiados do mundo sofre com superlotação, falta de comida e água. O Globo. 14 jul. 2011. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/mundo/na-africa-maior-campo-de-refugiados-do-mundo-sofre-com-superlotacao-falta-de-comida-agua-2716780> Acesso em 03 abr. 2019.

UNHCR. Global Trends - Forced Displacement in 2017. Disponível em: <https://www.unhcr.org/5b27be547.pdf> Acesso em 06 abr. 2019.

MIRANDA, Giuliana. Uganda recebe onda de refugiados do Sudão do Sul. Folha de São Paulo. 18 out. 2016. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2016/10/1823837-uganda-recebe-onda-de-refugiados-do-sudao-do-sul.shtml> Acesso em 06 abr. 2019.

TIUSSU, Bruna. Refugiados transformam campo em cidade de 300 mil pessoas em Uganda. Folha de São Paulo. 13 dez. 2017. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2017/12/1940137-refugiados-transformam-campo-em-cidade-de-300-mil-pessoas-em-uganda.shtml> Acesso em 06 abr. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 23 minutos

Orientações: A atividade proposta chama-se corrida intelectual gamificada (CAMARGO; DAROS, 2018), que busca desenvolver competências como a comunicação e o trabalho em grupo. Inicialmente, divida a sala em grupos de quatro a seis alunos conforme achar conveniente. Sugerimos que essa divisão seja feita pelo professor a fim de garantir grupos heterogêneos no que se refere à aprendizagem, entretanto, é possível utilizar outro critério ou até mesmo deixar que os alunos escolham e organizem os grupos. Após a divisão, os alunos devem escolher um nome para representar a equipe e a cada membro será atribuída uma letra do alfabeto. Assim, todas as equipes deverão ter um membro com a letra A, B, C, D e assim por diante de acordo com o total de integrantes. Em seguida, monte uma tabela no quadro ou em formato de cartaz com o nome das equipes conforme o exemplo presente no slide. Entregue também uma folha por equipe para que possam colocar as respostas.

Ao iniciar a atividade, anuncie a sequência de membros que deverão responder (por exemplo, a primeira questão todos os alunos "A" responderão, depois todos os alunos "B" e assim por diante) e, então, faça a questão por meio da leitura ou projeção via equipamento multimídia. No link abaixo é possível acessar um conjunto de dez afirmações que poderão ser utilizadas: três consideradas como fáceis, quatro médias e três difíceis e a cada tipo é atribuída pontuação diferenciada. Todas elas constituem afirmativas verdadeiras ou falsas sobre os refugiados no continente africano. As ideias são do tipo falsa-falsa (F-F), verdadeira-falsa (V-F), falsa-verdadeira (F-V) e verdadeira-verdadeira (V-V).

A cada rodada, cada membro deverá escrever na folha distribuída a resposta das questões, que poderão ser debatidas pelos membros conforme o tempo proposto. A sugestão é de 30 segundos a 1 minuto conforme o grau de dificuldade. Neste momento não será feito nenhum tipo de correção, que ocorrerá apenas ao final da atividade, na sistematização.

Material complementar

Modelo tabela: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/MXEnhZT8RnQ8Zqthmmtvg9EVPUdcBejg9jbtSbpDDpUVKrbpJXGwAMdne3c8/geo8-03und03-acao-propositiva-modelo-tabela.pdf

Corrida intelectual gamificada - Afirmações: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/aVtaSZmjxfjAvXVMNfkjbEJ9ZTkHbjNmMUZgd96uyUZwzzwDaCNzrTRTyZfa/geo8-03und03-acao-propositiva-corrida-intelectual-gamificada.pdf

Para você saber mais:

CAMARGO, Fausto; DAROS, Thuinie. A sala de aula inovadora: estratégias pedagógicas para fomentar o aprendizado ativo. Porto Alegre: Penso, 2018.

Slide Plano Aula

Orientações: A atividade proposta chama-se corrida intelectual gamificada (CAMARGO; DAROS, 2018), que busca desenvolver competências como a comunicação e o trabalho em grupo. Inicialmente, divida a sala em grupos de quatro a seis alunos conforme achar conveniente. Sugerimos que essa divisão seja feita pelo professor a fim de garantir grupos heterogêneos no que se refere à aprendizagem, entretanto, é possível utilizar outro critério ou até mesmo deixar que os alunos escolham e organizem os grupos. Após a divisão, os alunos devem escolher um nome para representar a equipe e a cada membro será atribuída uma letra do alfabeto. Assim, todas as equipes deverão ter um membro com a letra A, B, C, D e assim por diante de acordo com o total de integrantes. Em seguida, monte uma tabela no quadro ou em formato de cartaz com o nome das equipes conforme o exemplo presente no slide. Entregue também uma folha por equipe para que possam colocar as respostas.

Ao iniciar a atividade, anuncie a sequência de membros que deverão responder (por exemplo, a primeira questão todos os alunos "A" responderão, depois todos os alunos "B" e assim por diante) e, então, faça a questão por meio da leitura ou projeção via equipamento multimídia. No link abaixo é possível acessar um conjunto de dez afirmações que poderão ser utilizadas: três consideradas como fáceis, quatro médias e três difíceis e a cada tipo é atribuída pontuação diferenciada. Todas elas constituem afirmativas verdadeiras ou falsas sobre os refugiados no continente africano. As ideias são do tipo falsa-falsa (F-F), verdadeira-falsa (V-F), falsa-verdadeira (F-V) e verdadeira-verdadeira (V-V).

A cada rodada, cada membro deverá escrever na folha distribuída a resposta das questões, que poderão ser debatidas pelos membros conforme o tempo proposto. A sugestão é de 30 segundos a 1 minuto conforme o grau de dificuldade. Neste momento não será feito nenhum tipo de correção, que ocorrerá apenas ao final da atividade, na sistematização.

Material complementar

Modelo tabela: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/MXEnhZT8RnQ8Zqthmmtvg9EVPUdcBejg9jbtSbpDDpUVKrbpJXGwAMdne3c8/geo8-03und03-acao-propositiva-modelo-tabela.pdf

Corrida intelectual gamificada - Afirmações: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/aVtaSZmjxfjAvXVMNfkjbEJ9ZTkHbjNmMUZgd96uyUZwzzwDaCNzrTRTyZfa/geo8-03und03-acao-propositiva-corrida-intelectual-gamificada.pdf

Para você saber mais:

CAMARGO, Fausto; DAROS, Thuinie. A sala de aula inovadora: estratégias pedagógicas para fomentar o aprendizado ativo. Porto Alegre: Penso, 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Finalizado o game, neste momento de sistematização é feita a correção das respostas dadas por cada grupo. Inicialmente, recolha as folhas com as respostas e preenche o quadro com os acertos de cada equipe. A cada questão, é possível verificar a compreensão dos alunos sobre o tema estudado e ainda fazer as correções e comentários, explicando onde estava o erro nas afirmações falsas. Ao término, somam-se os pontos e ganha o grupo que conquistar maior pontuação. Por fim, avalie com os alunos como foi realizar essa atividade.

Caso tenha disponibilidade, sugerimos finalizar esta etapa com um vídeo (opcional) que mostra um pouco das condições de vida no campo de refugiados, assim como relatos dos motivos e dificuldades do deslocamento. O vídeo pode ser acessado pelo link: http://g1.globo.com/videos/v/maior-campo-de-refugiados-do-mundo-completa-20-anos-em-meio-a-crise-humanitaria/1594278/. Se optar pela exibição do vídeo, é preciso reduzir o tempo do cálculo dos pontos e correção já que ele possui 5:08 minutos de duração.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE O sujeito e seu lugar no mundo do 8º ano :

MAIS AULAS DE Geografia do 8º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF08GE03 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Geografia

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano