17807
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Geografia > 7º ano > Conexões e escalas

Plano de aula - As desigualdades sociais no Brasil

Plano de aula de Geografia com atividades para 7º ano do Fundamental sobre estabelecer relação entre os dados estatísticos de renda e as desigualdades presentes na sociedade brasileira.

Plano 04 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Guilherme Theobaldo Yamaguti

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF07GE04 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Neste plano serão analisados os aspectos referentes às desigualdades sociais na população brasileira. Como se trata de um tema com múltiplas facetas, tais como: cor, gênero, escolaridade e outros; utilizaremos a técnica conhecida como “The World Café”, na qual os estudantes pesquisam sobre um tema e depois ‘viajam’ para as estações de cada grupo onde conhecem os outros temas por meio do estudante porta-voz (único aluno que continua na estação enquanto os outros se deslocam). Os textos e mapas referentes ao problema da desigualdade foram extraídos das produções do IBGE: Atlas escolar e especial “Constituição cidadã: 30 anos depois”.

Materiais necessários:

Cartolinas (quantidade de acordo com o número de grupos e temas explorados).

Canetas hidrocor, lápis de cor ou canetas esferográficas.

Material complementar:

Mapas e gráficos para Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/3zb42Cm92Z5hX2JMtwVNbVK8c4X99gPrM2B7c63F59umfxZkdg2MspJYqQ5e/geo7-04und04-contextualizacao-mapas-e-graficos.pdf

Ação propositiva - links para direcionamento das pesquisas: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/WtZDt2jZRJybecNEvnrfy8sQugECXxcnQtERMSZW9PnStsYc5kwFUX98YUUQ/geo7-07und04-acao-propositiva-orientacao.pdf

Para você saber mais:

A desigualdade social é estabelecida como a diferença econômica existente em determinados grupos de pessoas em uma mesma sociedade. As mulheres e os negros (população que se declara preta e parda no censo demográfico) são dois exemplos de grupos que historicamente foram distanciados daqueles com maiores rendimentos e poder econômico.

Essa diferença manifesta-se espacialmente, em diferentes escalas, na cidade e no campo, sobretudo no acesso aos direitos e serviços como educação, saúde, moradia e saneamento básico.

“World Café” é uma técnica semelhante a rotação por estações, ao invés de desafios ou atividades com perguntas e respostas, cada mesa tem uma temática que será compartilhada com os participantes que “viajam” pelas mesas. No final, ocorre uma exposição dos temas realizado pelos porta-vozes de cada grupo.

IBGE. Séries Especiais. Constituição Cidadã: 30 anos depois. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/series-especiais.html?serie=2906 . Acessado em fev. de 2019.

IBGE. Revista Retratos. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/21206-ibge-mostra-as-cores-da-desigualdade . Acessado em fev. de 2019.

NEXO Jornal. O que faz a desigualdade ser tão persistente no Brasil. Disponível em: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/09/25/O-que-faz-a-desigualdade-ser-t%C3%A3o-persistente-no-Brasil . Acessado em fev. de 2019.

IBGE. Atlas escolar. Disponível em: https://atlasescolar.ibge.gov.br/en/mapas-atlas/mapas-do-brasil/desigualdade-socioeconomica.html . Acessado em fev. de 2019

CoCRIAR. World Café. Disponível em: https://cocriar.com.br/biblioteca/metodologias/world-Café/ . Acessado em fev. de 2019

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete ou escreva o tema da aula no quadro, e dê exemplo de um tipo de desigualdade existente no país. Os próximos slides farão referência a desigualdade de renda, se quiser, utilize essa desigualdade como exemplo.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos

Orientações: Nessa etapa é importante ilustrar a desigualdade de rendimentos e como essa questão está distribuída pelo território, tanto na comparação da escala nacional, quanto nos espaços rural e urbano.

Aproveite para fazer a leitura atenta dos mapas, destaque o título e as legendas. Para engajar os estudantes, convide alguns estudantes (dois a três) para realizar essa leitura cartográfica.

No mapa com o título “Domicílios com rendimento domiciliar médio mensal maior que 10 salários mínimos”, comente sobre o valor do salário mínimo (em 2019, R$998,00), permita que façam o cálculo do que seriam dez salários mínimos em valores.

Aspectos que podem ser explorados: quantidades de estados em cada faixa de legenda, distribuição desses dados por macrorregiões, e apontamento dos extremos (DF como unidade federativa com maior número de domicílios; e PA, MA, PI, CE, PE, AL e SE com a menor quantidade de domicílios com rendimento mensal maior que dez salários).

Utilize o mapa “Rendimento médio mensal domiciliar” para mostrar a distribuição de rendimentos médios por quantidade de salários mínimos em seu estado ou região. Como se trata de um mapa com mais informações, apoie-se na quantidade de domicílios por faixa da legenda.

Já o gráfico sobre “Valor do rendimento médio mensal das pessoas de 15 anos ou mais de idade (Reais)” faça as comparações entre homens e mulheres de domicílios urbanos e rurais, e analise também a distribuição dessa diferença por macrorregião.

Caso não disponha de meios para apresentação dos mapas e gráficos, realize uma exposição dialógica. Utilize a questão das paisagens presentes em sua região como forma de estimular a compreensão sobre a existência da desigualdade social. Na questão referente às diferenças de rendimento de homens e mulheres na zona rural e urbana, pergunte aos alunos sobre a presença dessa desigualdade nas próprias famílias.

Material complementar

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/3zb42Cm92Z5hX2JMtwVNbVK8c4X99gPrM2B7c63F59umfxZkdg2MspJYqQ5e/geo7-04und04-contextualizacao-mapas-e-graficos.pdf - Mapas e gráficos para Contextualização

Como adequar à sua realidade: Utilize questões inerentes a temática relacionadas a sua cidade/região, incluindo mapas, gráficos e manchetes da mídia local.

Para você saber mais:

A desigualdade social é estabelecida como a diferença econômica existente em determinados grupos de pessoas em uma mesma sociedade. As mulheres e os negros (população que se declara preta e parda no censo demográfico) são dois exemplos de grupos que historicamente foram distanciados daqueles com maiores rendimentos e poder econômico.

Essa diferença manifesta-se espacialmente, em diferentes escalas, na cidade e no campo, sobretudo no acesso aos direitos e serviços como educação, saúde, moradia e saneamento básico.

“World Café” é uma técnica semelhante a rotação por estações, ao invés de desafios ou atividades com perguntas e respostas, cada mesa tem uma temática que será compartilhada com os participantes que “viajam” pelas mesas. No final, ocorre uma exposição dos temas realizado pelos porta-vozes de cada grupo.

IBGE. Séries Especiais. Constituição Cidadã: 30 anos depois. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/series-especiais.html?serie=2906 . Acessado em fev. de 2019.

IBGE. Revista Retratos. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/21206-ibge-mostra-as-cores-da-desigualdade . Acessado em fev. de 2019.

NEXO Jornal. O que faz a desigualdade ser tão persistente no Brasil. Disponível em: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/09/25/O-que-faz-a-desigualdade-ser-t%C3%A3o-persistente-no-Brasil . Acessado em fev. de 2019.

IBGE. Atlas escolar. Disponível em: https://atlasescolar.ibge.gov.br/en/mapas-atlas/mapas-do-brasil/desigualdade-socioeconomica.html . Acessado em fev. de 2019

CoCRIAR. World Café. Disponível em: https://cocriar.com.br/biblioteca/metodologias/world-Café/ . Acessado em fev. de 2019

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Nessa etapa é importante ilustrar a desigualdade de rendimentos e como essa questão está distribuída pelo território, tanto na comparação da escala nacional, quanto nos espaços rural e urbano.

Aproveite para fazer a leitura atenta dos mapas, destaque o título e as legendas. Para engajar os estudantes, convide alguns estudantes (dois a três) para realizar essa leitura cartográfica.

No mapa com o título “Domicílios com rendimento domiciliar médio mensal maior que 10 salários mínimos”, comente sobre o valor do salário mínimo (em 2019, R$998,00), permita que façam o cálculo do que seriam dez salários mínimos em valores.

Aspectos que podem ser explorados: quantidades de estados em cada faixa de legenda, distribuição desses dados por macrorregiões, e apontamento dos extremos (DF como unidade federativa com maior número de domicílios; e PA, MA, PI, CE, PE, AL e SE com a menor quantidade de domicílios com rendimento mensal maior que dez salários).

Utilize o mapa “Rendimento médio mensal domiciliar” para mostrar a distribuição de rendimentos médios por quantidade de salários mínimos em seu estado ou região. Como se trata de um mapa com mais informações, apoie-se na quantidade de domicílios por faixa da legenda.

Já o gráfico sobre “Valor do rendimento médio mensal das pessoas de 15 anos ou mais de idade (Reais)” faça as comparações entre homens e mulheres de domicílios urbanos e rurais, e analise também a distribuição dessa diferença por macrorregião.

Caso não disponha de meios para apresentação dos mapas e gráficos, realize uma exposição dialógica. Utilize a questão das paisagens presentes em sua região como forma de estimular a compreensão sobre a existência da desigualdade social. Na questão referente às diferenças de rendimento de homens e mulheres na zona rural e urbana, pergunte aos alunos sobre a presença dessa desigualdade nas próprias famílias.

Material complementar

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/3zb42Cm92Z5hX2JMtwVNbVK8c4X99gPrM2B7c63F59umfxZkdg2MspJYqQ5e/geo7-04und04-contextualizacao-mapas-e-graficos.pdf - Mapas e gráficos para Contextualização

Como adequar à sua realidade: Utilize questões inerentes a temática relacionadas a sua cidade/região, incluindo mapas, gráficos e manchetes da mídia local.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Nessa etapa é importante ilustrar a desigualdade de rendimentos e como essa questão está distribuída pelo território, tanto na comparação da escala nacional, quanto nos espaços rural e urbano.

Aproveite para fazer a leitura atenta dos mapas, destaque o título e as legendas. Para engajar os estudantes, convide alguns estudantes (dois a três) para realizar essa leitura cartográfica.

No mapa com o título “Domicílios com rendimento domiciliar médio mensal maior que 10 salários mínimos”, comente sobre o valor do salário mínimo (em 2019, R$998,00), permita que façam o cálculo do que seriam dez salários mínimos em valores.

Aspectos que podem ser explorados: quantidades de estados em cada faixa de legenda, distribuição desses dados por macrorregiões, e apontamento dos extremos (DF como unidade federativa com maior número de domicílios; e PA, MA, PI, CE, PE, AL e SE com a menor quantidade de domicílios com rendimento mensal maior que dez salários).

Utilize o mapa “Rendimento médio mensal domiciliar” para mostrar a distribuição de rendimentos médios por quantidade de salários mínimos em seu estado ou região. Como se trata de um mapa com mais informações, apoie-se na quantidade de domicílios por faixa da legenda.

Já o gráfico sobre “Valor do rendimento médio mensal das pessoas de 15 anos ou mais de idade (Reais)” faça as comparações entre homens e mulheres de domicílios urbanos e rurais, e analise também a distribuição dessa diferença por macrorregião.

Caso não disponha de meios para apresentação dos mapas e gráficos, realize uma exposição dialógica. Utilize a questão das paisagens presentes em sua região como forma de estimular a compreensão sobre a existência da desigualdade social. Na questão referente às diferenças de rendimento de homens e mulheres na zona rural e urbana, pergunte aos alunos sobre a presença dessa desigualdade nas próprias famílias.

Material complementar

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/3zb42Cm92Z5hX2JMtwVNbVK8c4X99gPrM2B7c63F59umfxZkdg2MspJYqQ5e/geo7-04und04-contextualizacao-mapas-e-graficos.pdf - Mapas e gráficos para Contextualização

Como adequar à sua realidade: Utilize questões inerentes a temática relacionadas a sua cidade/região, incluindo mapas, gráficos e manchetes da mídia local.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: A questão disparadora não exige a resposta imediata dos estudantes. É importante comentar que as desigualdades apresentam muitas faces, e é sobre essas faces que cada grupo irá trabalhar. A imagem do slide ilustra a desigualdade de condição de moradia, no entanto, pergunte aos alunos, sobre as desigualdades que estão presentes para além daquilo que vemos na paisagem, ou seja, no interior delas.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 18 minutos

Orientações: A atividade será desenvolvida em etapas, a técnica é conhecida como “World Café”:

  • Forme grupos de estudantes, distribua uma cartolina para cada grupo e determine o tema que serão responsáveis (Questão étnico racial; Trabalho infantil, Moradia e saneamento básico; Educação; Segurança pública; Alimentação e Emprego).
  • Cada grupo deve realizar pesquisa (utilizando livros didáticos, internet ou o texto sugerido no material complementar). As informações e ideias principais devem ser anotadas na cartolina. Ao final dessa etapa, o grupo deve definir um porta-voz.
  • O porta-voz ficará na mesa do próprio grupo, enquanto os outros integrantes devem se deslocar para a mesa ao lado (é importante que exista um sentido de deslocamento para todos os grupos) que vão conhecer os temas pesquisados e estruturados pelo grupo receptor.
  • O estudante porta-voz deve explicar para cada grupo visitante, o tema desenvolvido pelo seu grupo. Nesse momento, ele pode anotar e receber as contribuições dos grupos visitantes.

O objetivo da utilização dessa técnica (World Café) é estimular a interação dos estudantes com os diversos temas que permeiam a desigualdade, permitindo que eles façam colaborações a partir de suas próprias percepções sobre o assunto. Os objetivos da pesquisa, assim como orientações mais específicas para a atividade se encontram no Material Complementar. Caso não tenha acesso a computadores e internet em sua escola, imprima os textos previamente e distribua aos grupos.

Material complementar

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/WtZDt2jZRJybecNEvnrfy8sQugECXxcnQtERMSZW9PnStsYc5kwFUX98YUUQ/geo7-07und04-acao-propositiva-orientacao.pdf - Ação propositiva - links para direcionamento das pesquisas.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: A finalização pode ocorrer com uma roda de conversa envolvendo os estudantes que tiveram a função de porta-voz. Nesse momento, o professor/mediador, permite que cada aluno faça uma devolutiva das contribuições e pesquisa efetuada pelo seu grupo. E por fim, os estudantes podem fazer apontamentos sobre como reduzir a desigualdade.

Uma outra sugestão é a propor, como tarefa, a produção de um texto ou outra forma de expressão (como desenhos) com as ideias para redução da desigualdade no Brasil.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF07GE04 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Neste plano serão analisados os aspectos referentes às desigualdades sociais na população brasileira. Como se trata de um tema com múltiplas facetas, tais como: cor, gênero, escolaridade e outros; utilizaremos a técnica conhecida como “The World Café”, na qual os estudantes pesquisam sobre um tema e depois ‘viajam’ para as estações de cada grupo onde conhecem os outros temas por meio do estudante porta-voz (único aluno que continua na estação enquanto os outros se deslocam). Os textos e mapas referentes ao problema da desigualdade foram extraídos das produções do IBGE: Atlas escolar e especial “Constituição cidadã: 30 anos depois”.

Materiais necessários:

Cartolinas (quantidade de acordo com o número de grupos e temas explorados).

Canetas hidrocor, lápis de cor ou canetas esferográficas.

Material complementar:

Mapas e gráficos para Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/3zb42Cm92Z5hX2JMtwVNbVK8c4X99gPrM2B7c63F59umfxZkdg2MspJYqQ5e/geo7-04und04-contextualizacao-mapas-e-graficos.pdf

Ação propositiva - links para direcionamento das pesquisas: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/WtZDt2jZRJybecNEvnrfy8sQugECXxcnQtERMSZW9PnStsYc5kwFUX98YUUQ/geo7-07und04-acao-propositiva-orientacao.pdf

Para você saber mais:

A desigualdade social é estabelecida como a diferença econômica existente em determinados grupos de pessoas em uma mesma sociedade. As mulheres e os negros (população que se declara preta e parda no censo demográfico) são dois exemplos de grupos que historicamente foram distanciados daqueles com maiores rendimentos e poder econômico.

Essa diferença manifesta-se espacialmente, em diferentes escalas, na cidade e no campo, sobretudo no acesso aos direitos e serviços como educação, saúde, moradia e saneamento básico.

“World Café” é uma técnica semelhante a rotação por estações, ao invés de desafios ou atividades com perguntas e respostas, cada mesa tem uma temática que será compartilhada com os participantes que “viajam” pelas mesas. No final, ocorre uma exposição dos temas realizado pelos porta-vozes de cada grupo.

IBGE. Séries Especiais. Constituição Cidadã: 30 anos depois. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/series-especiais.html?serie=2906 . Acessado em fev. de 2019.

IBGE. Revista Retratos. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/21206-ibge-mostra-as-cores-da-desigualdade . Acessado em fev. de 2019.

NEXO Jornal. O que faz a desigualdade ser tão persistente no Brasil. Disponível em: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/09/25/O-que-faz-a-desigualdade-ser-t%C3%A3o-persistente-no-Brasil . Acessado em fev. de 2019.

IBGE. Atlas escolar. Disponível em: https://atlasescolar.ibge.gov.br/en/mapas-atlas/mapas-do-brasil/desigualdade-socioeconomica.html . Acessado em fev. de 2019

CoCRIAR. World Café. Disponível em: https://cocriar.com.br/biblioteca/metodologias/world-Café/ . Acessado em fev. de 2019

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete ou escreva o tema da aula no quadro, e dê exemplo de um tipo de desigualdade existente no país. Os próximos slides farão referência a desigualdade de renda, se quiser, utilize essa desigualdade como exemplo.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos

Orientações: Nessa etapa é importante ilustrar a desigualdade de rendimentos e como essa questão está distribuída pelo território, tanto na comparação da escala nacional, quanto nos espaços rural e urbano.

Aproveite para fazer a leitura atenta dos mapas, destaque o título e as legendas. Para engajar os estudantes, convide alguns estudantes (dois a três) para realizar essa leitura cartográfica.

No mapa com o título “Domicílios com rendimento domiciliar médio mensal maior que 10 salários mínimos”, comente sobre o valor do salário mínimo (em 2019, R$998,00), permita que façam o cálculo do que seriam dez salários mínimos em valores.

Aspectos que podem ser explorados: quantidades de estados em cada faixa de legenda, distribuição desses dados por macrorregiões, e apontamento dos extremos (DF como unidade federativa com maior número de domicílios; e PA, MA, PI, CE, PE, AL e SE com a menor quantidade de domicílios com rendimento mensal maior que dez salários).

Utilize o mapa “Rendimento médio mensal domiciliar” para mostrar a distribuição de rendimentos médios por quantidade de salários mínimos em seu estado ou região. Como se trata de um mapa com mais informações, apoie-se na quantidade de domicílios por faixa da legenda.

Já o gráfico sobre “Valor do rendimento médio mensal das pessoas de 15 anos ou mais de idade (Reais)” faça as comparações entre homens e mulheres de domicílios urbanos e rurais, e analise também a distribuição dessa diferença por macrorregião.

Caso não disponha de meios para apresentação dos mapas e gráficos, realize uma exposição dialógica. Utilize a questão das paisagens presentes em sua região como forma de estimular a compreensão sobre a existência da desigualdade social. Na questão referente às diferenças de rendimento de homens e mulheres na zona rural e urbana, pergunte aos alunos sobre a presença dessa desigualdade nas próprias famílias.

Material complementar

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/3zb42Cm92Z5hX2JMtwVNbVK8c4X99gPrM2B7c63F59umfxZkdg2MspJYqQ5e/geo7-04und04-contextualizacao-mapas-e-graficos.pdf - Mapas e gráficos para Contextualização

Como adequar à sua realidade: Utilize questões inerentes a temática relacionadas a sua cidade/região, incluindo mapas, gráficos e manchetes da mídia local.

Para você saber mais:

A desigualdade social é estabelecida como a diferença econômica existente em determinados grupos de pessoas em uma mesma sociedade. As mulheres e os negros (população que se declara preta e parda no censo demográfico) são dois exemplos de grupos que historicamente foram distanciados daqueles com maiores rendimentos e poder econômico.

Essa diferença manifesta-se espacialmente, em diferentes escalas, na cidade e no campo, sobretudo no acesso aos direitos e serviços como educação, saúde, moradia e saneamento básico.

“World Café” é uma técnica semelhante a rotação por estações, ao invés de desafios ou atividades com perguntas e respostas, cada mesa tem uma temática que será compartilhada com os participantes que “viajam” pelas mesas. No final, ocorre uma exposição dos temas realizado pelos porta-vozes de cada grupo.

IBGE. Séries Especiais. Constituição Cidadã: 30 anos depois. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/series-especiais.html?serie=2906 . Acessado em fev. de 2019.

IBGE. Revista Retratos. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/21206-ibge-mostra-as-cores-da-desigualdade . Acessado em fev. de 2019.

NEXO Jornal. O que faz a desigualdade ser tão persistente no Brasil. Disponível em: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/09/25/O-que-faz-a-desigualdade-ser-t%C3%A3o-persistente-no-Brasil . Acessado em fev. de 2019.

IBGE. Atlas escolar. Disponível em: https://atlasescolar.ibge.gov.br/en/mapas-atlas/mapas-do-brasil/desigualdade-socioeconomica.html . Acessado em fev. de 2019

CoCRIAR. World Café. Disponível em: https://cocriar.com.br/biblioteca/metodologias/world-Café/ . Acessado em fev. de 2019

Slide Plano Aula

Orientações: Nessa etapa é importante ilustrar a desigualdade de rendimentos e como essa questão está distribuída pelo território, tanto na comparação da escala nacional, quanto nos espaços rural e urbano.

Aproveite para fazer a leitura atenta dos mapas, destaque o título e as legendas. Para engajar os estudantes, convide alguns estudantes (dois a três) para realizar essa leitura cartográfica.

No mapa com o título “Domicílios com rendimento domiciliar médio mensal maior que 10 salários mínimos”, comente sobre o valor do salário mínimo (em 2019, R$998,00), permita que façam o cálculo do que seriam dez salários mínimos em valores.

Aspectos que podem ser explorados: quantidades de estados em cada faixa de legenda, distribuição desses dados por macrorregiões, e apontamento dos extremos (DF como unidade federativa com maior número de domicílios; e PA, MA, PI, CE, PE, AL e SE com a menor quantidade de domicílios com rendimento mensal maior que dez salários).

Utilize o mapa “Rendimento médio mensal domiciliar” para mostrar a distribuição de rendimentos médios por quantidade de salários mínimos em seu estado ou região. Como se trata de um mapa com mais informações, apoie-se na quantidade de domicílios por faixa da legenda.

Já o gráfico sobre “Valor do rendimento médio mensal das pessoas de 15 anos ou mais de idade (Reais)” faça as comparações entre homens e mulheres de domicílios urbanos e rurais, e analise também a distribuição dessa diferença por macrorregião.

Caso não disponha de meios para apresentação dos mapas e gráficos, realize uma exposição dialógica. Utilize a questão das paisagens presentes em sua região como forma de estimular a compreensão sobre a existência da desigualdade social. Na questão referente às diferenças de rendimento de homens e mulheres na zona rural e urbana, pergunte aos alunos sobre a presença dessa desigualdade nas próprias famílias.

Material complementar

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/3zb42Cm92Z5hX2JMtwVNbVK8c4X99gPrM2B7c63F59umfxZkdg2MspJYqQ5e/geo7-04und04-contextualizacao-mapas-e-graficos.pdf - Mapas e gráficos para Contextualização

Como adequar à sua realidade: Utilize questões inerentes a temática relacionadas a sua cidade/região, incluindo mapas, gráficos e manchetes da mídia local.

Slide Plano Aula

Orientações: Nessa etapa é importante ilustrar a desigualdade de rendimentos e como essa questão está distribuída pelo território, tanto na comparação da escala nacional, quanto nos espaços rural e urbano.

Aproveite para fazer a leitura atenta dos mapas, destaque o título e as legendas. Para engajar os estudantes, convide alguns estudantes (dois a três) para realizar essa leitura cartográfica.

No mapa com o título “Domicílios com rendimento domiciliar médio mensal maior que 10 salários mínimos”, comente sobre o valor do salário mínimo (em 2019, R$998,00), permita que façam o cálculo do que seriam dez salários mínimos em valores.

Aspectos que podem ser explorados: quantidades de estados em cada faixa de legenda, distribuição desses dados por macrorregiões, e apontamento dos extremos (DF como unidade federativa com maior número de domicílios; e PA, MA, PI, CE, PE, AL e SE com a menor quantidade de domicílios com rendimento mensal maior que dez salários).

Utilize o mapa “Rendimento médio mensal domiciliar” para mostrar a distribuição de rendimentos médios por quantidade de salários mínimos em seu estado ou região. Como se trata de um mapa com mais informações, apoie-se na quantidade de domicílios por faixa da legenda.

Já o gráfico sobre “Valor do rendimento médio mensal das pessoas de 15 anos ou mais de idade (Reais)” faça as comparações entre homens e mulheres de domicílios urbanos e rurais, e analise também a distribuição dessa diferença por macrorregião.

Caso não disponha de meios para apresentação dos mapas e gráficos, realize uma exposição dialógica. Utilize a questão das paisagens presentes em sua região como forma de estimular a compreensão sobre a existência da desigualdade social. Na questão referente às diferenças de rendimento de homens e mulheres na zona rural e urbana, pergunte aos alunos sobre a presença dessa desigualdade nas próprias famílias.

Material complementar

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/3zb42Cm92Z5hX2JMtwVNbVK8c4X99gPrM2B7c63F59umfxZkdg2MspJYqQ5e/geo7-04und04-contextualizacao-mapas-e-graficos.pdf - Mapas e gráficos para Contextualização

Como adequar à sua realidade: Utilize questões inerentes a temática relacionadas a sua cidade/região, incluindo mapas, gráficos e manchetes da mídia local.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: A questão disparadora não exige a resposta imediata dos estudantes. É importante comentar que as desigualdades apresentam muitas faces, e é sobre essas faces que cada grupo irá trabalhar. A imagem do slide ilustra a desigualdade de condição de moradia, no entanto, pergunte aos alunos, sobre as desigualdades que estão presentes para além daquilo que vemos na paisagem, ou seja, no interior delas.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 18 minutos

Orientações: A atividade será desenvolvida em etapas, a técnica é conhecida como “World Café”:

  • Forme grupos de estudantes, distribua uma cartolina para cada grupo e determine o tema que serão responsáveis (Questão étnico racial; Trabalho infantil, Moradia e saneamento básico; Educação; Segurança pública; Alimentação e Emprego).
  • Cada grupo deve realizar pesquisa (utilizando livros didáticos, internet ou o texto sugerido no material complementar). As informações e ideias principais devem ser anotadas na cartolina. Ao final dessa etapa, o grupo deve definir um porta-voz.
  • O porta-voz ficará na mesa do próprio grupo, enquanto os outros integrantes devem se deslocar para a mesa ao lado (é importante que exista um sentido de deslocamento para todos os grupos) que vão conhecer os temas pesquisados e estruturados pelo grupo receptor.
  • O estudante porta-voz deve explicar para cada grupo visitante, o tema desenvolvido pelo seu grupo. Nesse momento, ele pode anotar e receber as contribuições dos grupos visitantes.

O objetivo da utilização dessa técnica (World Café) é estimular a interação dos estudantes com os diversos temas que permeiam a desigualdade, permitindo que eles façam colaborações a partir de suas próprias percepções sobre o assunto. Os objetivos da pesquisa, assim como orientações mais específicas para a atividade se encontram no Material Complementar. Caso não tenha acesso a computadores e internet em sua escola, imprima os textos previamente e distribua aos grupos.

Material complementar

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/WtZDt2jZRJybecNEvnrfy8sQugECXxcnQtERMSZW9PnStsYc5kwFUX98YUUQ/geo7-07und04-acao-propositiva-orientacao.pdf - Ação propositiva - links para direcionamento das pesquisas.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: A finalização pode ocorrer com uma roda de conversa envolvendo os estudantes que tiveram a função de porta-voz. Nesse momento, o professor/mediador, permite que cada aluno faça uma devolutiva das contribuições e pesquisa efetuada pelo seu grupo. E por fim, os estudantes podem fazer apontamentos sobre como reduzir a desigualdade.

Uma outra sugestão é a propor, como tarefa, a produção de um texto ou outra forma de expressão (como desenhos) com as ideias para redução da desigualdade no Brasil.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Conexões e escalas do 7º ano :

MAIS AULAS DE Geografia do 7º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF07GE04 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Geografia

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano