10363
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Plano de aula - Estimando comprimentos

Plano de aula de Matemática com atividades para 1º ano do Fundamental sobre estimativa de medidas de comprimento.

Plano 06 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Priscila Paes Inacio Melies

ESTE É UM CONTEÚDO PARA O SAEB Ver Mais >
 

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Priscila Paes Inácio Melies

Mentor: Reginaldo de Sousa Venâncio

Especialista de área: Fernando Barnabé



Habilidade da BNCC

(EF01MA15) Comparar comprimentos, capacidades ou massas, utilizando termos como mais alto, mais baixo, mais comprido, mais curto, mais grosso, mais fino, mais largo, mais pesado, mais leve, cabe mais, cabe menos, entre outros, para ordenar objetos de uso cotidiano.




Objetivos específicos

Estimar medidas de comprimento a partir de diferentes meios não padronizados.

Conceito-chave

Estimativa de medidas de comprimento.

Recursos necessários

  • Folha de papel A4 branca;
  • Atividades impressas em folhas, coladas no caderno ou não.
  • 1 corda com cerca de 1,5m a 2 metros de comprimento.
  • 4 a 6 barbantes de tamanhos diferenciados. (sugestão: 10 cm, 20 cm, 40 cm, 60 cm, 80 cm)

Tempo sugerido:1minuto.
Orientações: Projete ou leia o objetivo para a turma.

Propósito: Compartilhar o objetivo da aula.

Retomada select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientação: Faça a pergunta da projeção para as crianças e retome com eles a aula de estimativa que já foi trabalhada. Relembre as atividades e após a discussão diga que nesta aula as crianças farão estimativas utilizando as diferentes maneiras de medir e comparar altura e comprimento que aprenderam.

Discuta com a turma:

- Como fazemos para estimar uma medida?

- Precisamos encontrar as medidas exatas?

- Depois de estimar, é possível saber se nossas estimativas estão aproximadas?

- O que pensamos na hora de estimar alguma medida?

- Existe alguma diferença entre altura e comprimento? Qual é?

Propósito: Retomar os conceitos de estimativa e de altura e comprimento.

Atividade Principal select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientação: Organize a turma em grupos de 4 a 6 crianças. Entregue para cada grupo um barbante de tamanho diferente. Leve uma corda (sugestão de medida no material “sobre o plano”) que ficará com você. Peça que as crianças observem o comprimento da corda (que deverá ficar esticada na frente da sala) e o comprimento do seu barbante. Depois, discutam com seu grupo e cheguem numa estimativa coletiva de quantas vezes o barbante cabe no comprimento da corda, ou em outras palavras, qual é o comprimento da corda em barbantes. Não mencione às crianças que os barbantes são de tamanhos diferentes. Possivelmente eles perceberão isso por conta própria, se não neste primeiro momento, no momento da discussão das soluções ou no encerramento da aula certamente, já que serão levados a refletir sobre os comprimentos dos barbantes. Como esta atividade vai solicitar uma estimativa, deixe claro para as crianças que no primeiro momento elas não poderão levar o barbante até a corda, porém, autorize-os a manipular a corda caso achem necessário. Enquanto os grupos discutem entre si para chegar num acordo, circule pela sala para observar as discussões e mediá-las caso necessário (conforme o tópico “discuta com a turma”). Aproveite este momento para tomar conhecimento das estratégias que os grupos estão usando para estimar e já ir pensando no momento seguinte que será a discussão das soluções. As constatações das estimativas serão feitas somente após a discussão das soluções, no momento do encerramento da aula. Só aí permita que as crianças levem os barbantes até a corda para medi-la.

Propósito: Levar as crianças a estimarem sobre medidas de comprimento através de um meio não padronizado, o barbante.

Discuta com a turma: (Nos grupos conforme a necessidade)

  • Vocês lembram como se faz uma estimativa?
  • O que vocês podem fazer para chegar nesta estimativa?
  • Quantos barbantes são necessários para alcançar o comprimento da corda?

Possíveis Estratégias de resolução: Os grupos poderão:

- Medir o barbante com o palmo, e depois fazer o mesmo com a corda e relacionar, ou seja, se o barbante mede 2 palmos, a cada 2 palmos que o aluno der na corda ele marca um barbante. Pode-se fazer isso até o final da corda (neste caso sua estimativa tende a ficar mais próxima do real) ou então marcar o barbante apenas uma vez e depois ir dobrando a corda pra ver quantos barbantes caberiam no seu comprimento. Ou ainda fazer sua estimativa sem dobrar, apenas marcar o primeiro barbante e depois calcular mentalmente a quantidade de barbantes que caberiam na corda.

- Usar algum outro material, como um lápis, ou os próprios braços abertos para medir o comprimento do barbante e depois proceder como descrito acima.

Não direcione as crianças a nenhuma delas, mas deixe-os livre para usar a estratégia a que melhor se adaptarem. Essas são possibilidades de estratégias, podem aparecer outras de acordo com a criatividades das crianças. Neste momento você não vai oferecer nenhuma estratégia, apenas vai questioná-los sobre a estratégia que eles próprios buscaram para resolver a questão.

Materiais complementares para impressão:

Atividade Principal

Resolução da Atividade Principal

Guia de Intervenção

Discussão das Soluções select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientação:Escolha algumas estratégias mais interessantes para serem compartilhadas com a turma e eleja um aluno do grupo para fazê-lo (dê preferência para alunos que ainda não se manifestaram durante estes momentos nas aulas anteriores). É interessante que após cada estratégia discutida. Peça que o grupo que apresentou já faça a constatação da sua estimativa e, caso ela seja muito alta ou muito baixa, você já pode prosseguir a discussão para fazer o ajuste da estimativa, conforme orientações no Guia de intervenções. As equipes que não participarem expondo suas estratégias farão suas constatações no momento posterior da aula.

Discuta com a turma: Faça as seguintes questões para cada criança que for participar do momento da discussão das soluções. Ao responderem, peça que se direcionem para a turma e não para o professor.

  • Explique para os colegas como vocês fizeram para estimar o comprimento da corda usando o barbante de vocês.
  • Conseguiram pensar em outra alternativa? Se sim, porque então escolheram esta?
  • Após cada estratégia discutida, valide-a com a turma perguntando o seguinte: Vocês consideram que esta estratégia ajudou o grupo a chegar numa resposta adequada? Por quê?
  • Concordam com a maneira como eles fizeram? Ou fariam algo diferente?

Obs: É possível que apareçam várias respostas diferentes, já que estamos trabalhando com estimativas. Depois de todas as estratégias que você solicitou forem compartilhadas (é recomendável que durante a discussão seja feito o registro de cada estratégia no quadro para que fique visível para todos ao final da discussão). Se aparecerem estimativas altas ou baixas demais, não diga que está errado, considere que uma estimativa é algo relativo. Peça apenas para que o grupo se atente no momento posterior onde serão feitas as constatações.

Propósito: Compartilhar com a turma as diversas estratégias encontradas pelos grupos para estabelecer uma estimativa.

Encerramento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos.

Orientação: Após a discussão das soluções, peça aos grupos que ainda não fizeram suas constatações que leve o barbante até a corda e façam a medição. Caso as crianças ainda não tenham percebido a diferença no tamanho dos barbante, certamente ao fazer as medições eles perceberão que alguns barbantes cabem mais que os outros no comprimento da corda. Lance a pergunta: “ Qual grupo tem o barbante que cabe mais vezes na corda”? Direcione uma discussão que leve-os a concluir que os barbantes menores cabem mais na corda, já os maiores cabem menos, justamente por conta do seu comprimento. Por isso, é importante que durante as constatações de um grupo, todo o restante da turma esteja atento. Após esta rápida discussão, finalize dizendo que dependendo do tamanho do que usamos para medir o resultado final pode ser diferente então na hora de calcular uma estimativa é preciso ter claro qual é o padrão (comprimento) que vai ser usado.

Propósito: Levar as crianças a perceberem que quando a unidade utilizada para medir varia no seu tamanho, isso faz variar também o resultado final. Além disso, é importante que eles notem que, quanto maior a unidade de medida, menor será o resultado.

Discuta com a turma:

  • Perceberam alguma diferença na hora em que os grupos foram medir a corda usando o seu barbante?
  • Por que será que ouve esta diferença?
  • Por que o barbante deste grupo coube mais vezes na corda?
  • Qual foi o barbante que coube menos vezes na corda? Por que isso aconteceu?
  • O que faz o barbante caber mais ou menos vezes na corda?
  • E se todos os barbantes fosse do mesmo tamanho, como ficariam as medidas?

Sugestão: para facilitar esta análise você pode pedir que um integrante de cada grupo segure o barbante na vertical na frente da sala (segure na ponta e deixe ele pendurado) e também peça que as crianças se organizem por ordem de tamanho do barbante começando à esquerda pelo maior barbante. Ou então cole os barbantes no quadro (também na vertical e por ordem de tamanho) com fita adesiva e acima de cada barbante faça um registro que identifique o grupo ao qual ele pertence (nomeie os grupos por letra ou número).

Raio X select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Entregue a atividade do Raio X para as crianças leia e dê um tempo para realizarem a tarefa individualmente. Enquanto fazem isso, vá circulando pela sala e já questionando as crianças sobre o porquê das suas respostas. Certifique-se de que todos compreenderam o que foi trabalhado na aula de hoje. É possível que haja várias respostas diferentes e aceitáveis já que as crianças vão fazer as estimativas baseadas no tamanho do próprio palmo.

Propósito: Avaliar a aprendizagem da aula.

Materiais complementares para impressão:

Atividade de Raio X

Resolução do Raio X

Atividade Complementar

Resolução da Atividade Complementar

Resumo da aula

download Baixar plano

Tempo sugerido:1minuto.
Orientações: Projete ou leia o objetivo para a turma.

Propósito: Compartilhar o objetivo da aula.


Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Priscila Paes Inácio Melies

Mentor: Reginaldo de Sousa Venâncio

Especialista de área: Fernando Barnabé



Habilidade da BNCC

(EF01MA15) Comparar comprimentos, capacidades ou massas, utilizando termos como mais alto, mais baixo, mais comprido, mais curto, mais grosso, mais fino, mais largo, mais pesado, mais leve, cabe mais, cabe menos, entre outros, para ordenar objetos de uso cotidiano.




Objetivos específicos

Estimar medidas de comprimento a partir de diferentes meios não padronizados.

Conceito-chave

Estimativa de medidas de comprimento.

Recursos necessários

  • Folha de papel A4 branca;
  • Atividades impressas em folhas, coladas no caderno ou não.
  • 1 corda com cerca de 1,5m a 2 metros de comprimento.
  • 4 a 6 barbantes de tamanhos diferenciados. (sugestão: 10 cm, 20 cm, 40 cm, 60 cm, 80 cm)
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientação: Faça a pergunta da projeção para as crianças e retome com eles a aula de estimativa que já foi trabalhada. Relembre as atividades e após a discussão diga que nesta aula as crianças farão estimativas utilizando as diferentes maneiras de medir e comparar altura e comprimento que aprenderam.

Discuta com a turma:

- Como fazemos para estimar uma medida?

- Precisamos encontrar as medidas exatas?

- Depois de estimar, é possível saber se nossas estimativas estão aproximadas?

- O que pensamos na hora de estimar alguma medida?

- Existe alguma diferença entre altura e comprimento? Qual é?

Propósito: Retomar os conceitos de estimativa e de altura e comprimento.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientação: Organize a turma em grupos de 4 a 6 crianças. Entregue para cada grupo um barbante de tamanho diferente. Leve uma corda (sugestão de medida no material “sobre o plano”) que ficará com você. Peça que as crianças observem o comprimento da corda (que deverá ficar esticada na frente da sala) e o comprimento do seu barbante. Depois, discutam com seu grupo e cheguem numa estimativa coletiva de quantas vezes o barbante cabe no comprimento da corda, ou em outras palavras, qual é o comprimento da corda em barbantes. Não mencione às crianças que os barbantes são de tamanhos diferentes. Possivelmente eles perceberão isso por conta própria, se não neste primeiro momento, no momento da discussão das soluções ou no encerramento da aula certamente, já que serão levados a refletir sobre os comprimentos dos barbantes. Como esta atividade vai solicitar uma estimativa, deixe claro para as crianças que no primeiro momento elas não poderão levar o barbante até a corda, porém, autorize-os a manipular a corda caso achem necessário. Enquanto os grupos discutem entre si para chegar num acordo, circule pela sala para observar as discussões e mediá-las caso necessário (conforme o tópico “discuta com a turma”). Aproveite este momento para tomar conhecimento das estratégias que os grupos estão usando para estimar e já ir pensando no momento seguinte que será a discussão das soluções. As constatações das estimativas serão feitas somente após a discussão das soluções, no momento do encerramento da aula. Só aí permita que as crianças levem os barbantes até a corda para medi-la.

Propósito: Levar as crianças a estimarem sobre medidas de comprimento através de um meio não padronizado, o barbante.

Discuta com a turma: (Nos grupos conforme a necessidade)

  • Vocês lembram como se faz uma estimativa?
  • O que vocês podem fazer para chegar nesta estimativa?
  • Quantos barbantes são necessários para alcançar o comprimento da corda?

Possíveis Estratégias de resolução: Os grupos poderão:

- Medir o barbante com o palmo, e depois fazer o mesmo com a corda e relacionar, ou seja, se o barbante mede 2 palmos, a cada 2 palmos que o aluno der na corda ele marca um barbante. Pode-se fazer isso até o final da corda (neste caso sua estimativa tende a ficar mais próxima do real) ou então marcar o barbante apenas uma vez e depois ir dobrando a corda pra ver quantos barbantes caberiam no seu comprimento. Ou ainda fazer sua estimativa sem dobrar, apenas marcar o primeiro barbante e depois calcular mentalmente a quantidade de barbantes que caberiam na corda.

- Usar algum outro material, como um lápis, ou os próprios braços abertos para medir o comprimento do barbante e depois proceder como descrito acima.

Não direcione as crianças a nenhuma delas, mas deixe-os livre para usar a estratégia a que melhor se adaptarem. Essas são possibilidades de estratégias, podem aparecer outras de acordo com a criatividades das crianças. Neste momento você não vai oferecer nenhuma estratégia, apenas vai questioná-los sobre a estratégia que eles próprios buscaram para resolver a questão.

Materiais complementares para impressão:

Atividade Principal

Resolução da Atividade Principal

Guia de Intervenção

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientação:Escolha algumas estratégias mais interessantes para serem compartilhadas com a turma e eleja um aluno do grupo para fazê-lo (dê preferência para alunos que ainda não se manifestaram durante estes momentos nas aulas anteriores). É interessante que após cada estratégia discutida. Peça que o grupo que apresentou já faça a constatação da sua estimativa e, caso ela seja muito alta ou muito baixa, você já pode prosseguir a discussão para fazer o ajuste da estimativa, conforme orientações no Guia de intervenções. As equipes que não participarem expondo suas estratégias farão suas constatações no momento posterior da aula.

Discuta com a turma: Faça as seguintes questões para cada criança que for participar do momento da discussão das soluções. Ao responderem, peça que se direcionem para a turma e não para o professor.

  • Explique para os colegas como vocês fizeram para estimar o comprimento da corda usando o barbante de vocês.
  • Conseguiram pensar em outra alternativa? Se sim, porque então escolheram esta?
  • Após cada estratégia discutida, valide-a com a turma perguntando o seguinte: Vocês consideram que esta estratégia ajudou o grupo a chegar numa resposta adequada? Por quê?
  • Concordam com a maneira como eles fizeram? Ou fariam algo diferente?

Obs: É possível que apareçam várias respostas diferentes, já que estamos trabalhando com estimativas. Depois de todas as estratégias que você solicitou forem compartilhadas (é recomendável que durante a discussão seja feito o registro de cada estratégia no quadro para que fique visível para todos ao final da discussão). Se aparecerem estimativas altas ou baixas demais, não diga que está errado, considere que uma estimativa é algo relativo. Peça apenas para que o grupo se atente no momento posterior onde serão feitas as constatações.

Propósito: Compartilhar com a turma as diversas estratégias encontradas pelos grupos para estabelecer uma estimativa.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos.

Orientação: Após a discussão das soluções, peça aos grupos que ainda não fizeram suas constatações que leve o barbante até a corda e façam a medição. Caso as crianças ainda não tenham percebido a diferença no tamanho dos barbante, certamente ao fazer as medições eles perceberão que alguns barbantes cabem mais que os outros no comprimento da corda. Lance a pergunta: “ Qual grupo tem o barbante que cabe mais vezes na corda”? Direcione uma discussão que leve-os a concluir que os barbantes menores cabem mais na corda, já os maiores cabem menos, justamente por conta do seu comprimento. Por isso, é importante que durante as constatações de um grupo, todo o restante da turma esteja atento. Após esta rápida discussão, finalize dizendo que dependendo do tamanho do que usamos para medir o resultado final pode ser diferente então na hora de calcular uma estimativa é preciso ter claro qual é o padrão (comprimento) que vai ser usado.

Propósito: Levar as crianças a perceberem que quando a unidade utilizada para medir varia no seu tamanho, isso faz variar também o resultado final. Além disso, é importante que eles notem que, quanto maior a unidade de medida, menor será o resultado.

Discuta com a turma:

  • Perceberam alguma diferença na hora em que os grupos foram medir a corda usando o seu barbante?
  • Por que será que ouve esta diferença?
  • Por que o barbante deste grupo coube mais vezes na corda?
  • Qual foi o barbante que coube menos vezes na corda? Por que isso aconteceu?
  • O que faz o barbante caber mais ou menos vezes na corda?
  • E se todos os barbantes fosse do mesmo tamanho, como ficariam as medidas?

Sugestão: para facilitar esta análise você pode pedir que um integrante de cada grupo segure o barbante na vertical na frente da sala (segure na ponta e deixe ele pendurado) e também peça que as crianças se organizem por ordem de tamanho do barbante começando à esquerda pelo maior barbante. Ou então cole os barbantes no quadro (também na vertical e por ordem de tamanho) com fita adesiva e acima de cada barbante faça um registro que identifique o grupo ao qual ele pertence (nomeie os grupos por letra ou número).

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Entregue a atividade do Raio X para as crianças leia e dê um tempo para realizarem a tarefa individualmente. Enquanto fazem isso, vá circulando pela sala e já questionando as crianças sobre o porquê das suas respostas. Certifique-se de que todos compreenderam o que foi trabalhado na aula de hoje. É possível que haja várias respostas diferentes e aceitáveis já que as crianças vão fazer as estimativas baseadas no tamanho do próprio palmo.

Propósito: Avaliar a aprendizagem da aula.

Materiais complementares para impressão:

Atividade de Raio X

Resolução do Raio X

Atividade Complementar

Resolução da Atividade Complementar

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Grandezas e Medidas do 1º ano :

Com o plano de aula sobre grandezas e medidas, os estudantes aprendem medidas de comprimentos, massa, tempo e capacidade com unidades não padronizadas e conhecem o sistema monetário brasileiro.

MAIS AULAS DE Matemática do 1º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF01MA15 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Curso relacionado ao Plano

Resolução de Problemas em Matemática com Esforço Produtivo

Neste curso, Kátia Smole ensina como estimular o raciocínio matemático dos alunos, por meio de sugestões de atividade, textos com dicas e a realização de uma prática de sala de aula.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Matemática

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano