17679
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 6º ano > A invenção do mundo clássico e o contraponto com outras sociedades

Plano de aula - O Conceito de Civilização e a Desconstrução de Paradigmas

Plano de aula de História com atividades para 6º ano do EF sobre O Conceito de Civilização e a Desconstrução de Paradigmas

Plano 04 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Maiko Menassa 

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF06HI09 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: cópias das imagens, formas, tabela e textos; projetor.

Material complementar:

Tempestade de Ideias (brainstorming)

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ruzuX47kBeKVcFWQFztcPdVVvgjn6paMVHHbf9JGF5aHhQ8AD85pJhsfSY4Q/his6-09und04-tempestade-de-ideias-brainstorming.pdf

Imagem 1 - Escola de Atenas

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Evrnyg6AtvJ9q54m7MWxXMQ27H6rsQfkWa5FPr2tMTjDYk4XmE84bhVpBwdf/his6-09und04-imagem-1-a-escola-de-atenas.pdf

Imagem 2 - Caboclo

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Q4PAUaGj9HhfpqD7SHrMaA8AY6ytaFSV5z2tgU3y4U53NDkfy6V9HPJf7RAr/his6-09und04-imagem-2-caboclo.pdf

Textos sobre Civilização e Cultura

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/AHDEhHgpaA3w5jgFHZdKYxpdP67ZBxUQ5usHcjBYPsujreasUXFCbaJpZt3n/his6-09und04-textos-sobre-civilizacao-e-cultura.pdf

Caixa de Mensagem aos Colegas

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nDDBn8rMahkxj3uez5BGQnAaVBnZjtmwK9gpeVFAQVvUXV43maXUzp7jqjHH/his6-09und04-caixa-de-mensagem-aos-colegas.pdf

Tabela de Palavras-chave

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/r6zgftFDn3KjYHrMwx4uzjnrr9NuuvQNPDZQhBWjrr757hZkKrvG26zBGsjX/his6-09und04-tabela-de-palavras-chave.pdf

Por muito tempo a historiografia tradicional descriminou grupos humanos, utilizando-se do conceito de “civilização”. Nesta perspectiva excludente, ganhou força a ideia de que algumas culturas são superiores a outras. Este plano de aula vai de encontro com o entendimento de cultura superior ao propor uma desconstrução de paradigmas. Portanto, evite antecipar informações e permita que os alunos desconstruam essa ideia aos poucos, por meio de uma postura crítica e investigativa.

Para você saber mais:

Sobre o conceito de civilização na obra de Norbert Elias:

AQUINO, Silvia Lima. Considerações sobre o Conceito de Civilização em Norbert Elias. Revista Espaço Acadêmico, nº 138, nov. de 2012. Disponível em: http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/EspacoAcademico/article/view/17872/9961. Acesso em 05 abr. 2019.

Análise da obra “Escola de Atenas”:

SUPRANZETTI, Bernardo. Análise de Pintura - Escola de Atenas. Descontexto. Disponível em: https://descontexto.com.br/analise-de-pintura-a-escola-de-atenas/#comment-154. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre as sociedades indígenas na pintura de Debret:

ALMEIDA, Maria Regina Celestino. Índios Mestiços e Selvagens Civilizados de Debret: reflexões sobre relações interétnicas e mestiçagens. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/vh/v25n41/v25n41a05.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre técnicas de brainstorming (tempestade de ideias):

Brainstorming: o que é e como fazer. Notícias. SOS Tecnologia e Educação. Disponível em: https://www.sos.com.br/noticias/mercado-de-trabalho/brainstorming-o-que-e-e-como-fazer. Acesso em: 06 dez 2018.

Reflexão sobre “cultura superior”:

DEROSA, Cristian. Existe Cultura Superior ou Tudo é Cultura? Estudos Nacionais. Disponível em: http://estudosnacionais.com/cultura/existe-cultura-superior-ou-tudo-e-cultura/. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre os conceitos de cultura e educação:

VEIGA NETO, Alfredo. Cultura, Culturas e Educação. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n23/n23a01.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre o entendimento de superioridade cultural:

LIMA, Fabiano Albuquerque. A Pretensão de uma Superioridade Cultural. O Povo online. Disponível em: https://www20.opovo.com.br/app/jornaldoleitor/noticiassecundarias/artigos/2013/09/17/noticiajornaldoleitorartigos,3131118/a-pretensao-de-uma-superioridade-cultural.shtml. Acesso em: 07 abr. 2019.

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo para a turma. É importante que você destaque que, ao final da aula, espera que os alunos consigam compreender a problemática em torno do conceito de civilização, reconhecendo o equívoco que permeia o entendimento de cultura superior.

Para você saber mais:

Sobre o conceito de civilização na obra de Norbert Elias:

AQUINO, Silvia Lima. Considerações sobre o Conceito de Civilização em Norbert Elias. Revista Espaço Acadêmico, nº 138, nov. de 2012. Disponível em: http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/EspacoAcademico/article/view/17872/9961. Acesso em 05 abr. 2019.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 17 minutos

Orientações:

Para começar, solicite aos alunos que se reúnam em trios. Em seguida, a fim de envolver os alunos na temática da aula, levantar conhecimentos prévios e estabelecer suposições, proponha uma atividade no formato de tempestade de ideias (brainstorming). O modelo está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ruzuX47kBeKVcFWQFztcPdVVvgjn6paMVHHbf9JGF5aHhQ8AD85pJhsfSY4Q/his6-09und04-tempestade-de-ideias-brainstorming.pdf

Projete ou desenhe no quadro uma forma geométrica com a palavra “civilização” em seu interior e peça para que os alunos, aleatoriamente, falem tudo o que sabem e pensam a respeito daquele conceito. Permita que os alunos se expressem livremente e anote em volta da palavra as ideias que forem surgindo. Mantenha o conteúdo no quadro durante toda a aula, para que os estudantes percebam sua evolução e comparem suas conclusões.

Em seguida, projete ou distribua aos grupos duas imagens: imagem 1 - Escola de Atenas, disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Evrnyg6AtvJ9q54m7MWxXMQ27H6rsQfkWa5FPr2tMTjDYk4XmE84bhVpBwdf/his6-09und04-imagem-1-a-escola-de-atenas.pdf e imagem 2 - Caboclo, disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Q4PAUaGj9HhfpqD7SHrMaA8AY6ytaFSV5z2tgU3y4U53NDkfy6V9HPJf7RAr/his6-09und04-imagem-2-caboclo.pdf

Peça para que os estudantes observem as imagens com atenção, conversem entre si e respondam às questões propostas.

A expectativa, durante a resolução da primeira questão, é que os alunos consigam desenvolver a ideia de que as duas imagens retratam grupos humanos de diferentes culturas e que ambas as sociedades representadas podem ser consideradas civilizações, apesar de suas características distintas. É bastante provável que alguns alunos indiquem o tipo de sociedade retratada na imagem 1 - Escola de Atenas como aquele que consideram inerente ao conceito de civilização. Neste caso, pergunte aos alunos sobre os aspectos da imagem que os levaram a esta conclusão. Questione-os se a cor da pele, a roupa e a arquitetura retratada na imagem 1 influenciou sua opinião. Questione-os, ainda, se as diferenças no modo de vida dos indígenas, como aqueles retratados na imagem 2, são suficientes para considerá-los inferiores e não civilizados.

Espera-se que, durante a resolução da segunda questão, os alunos consigam criar uma opinião, estabelecendo o entendimento de que não existe uma superioridade cultural no tipo de sociedade retratada na imagem 1 em relação àquela retratada na imagem 2, embora sejam grupos humanos com características diversas. Para estimular este raciocínio entre os estudantes, pergunte se a técnica de caça utilizada pelos indígenas retratados na imagem 2 é algo simples que qualquer um de nós poderia fazer sem preparo ou estudo.

Pergunte, também, sobre outras características conhecidas dos indígenas, como seu conhecimento acerca da vida em proximidade com a natureza e sobre sua organização social. Em seguida, questione-os sobre o que é ser superior e pergunte se acreditam que pessoas da Grécia antiga, como alguns retratados na imagem 1, estariam aptos ao modo de vida dos indígenas retratados na imagem 2 e vice-versa.

Em seguida, escolha dois alunos de diferentes grupos para que, respectivamente, apresentem à turma suas resoluções para as duas questões propostas.

Para você saber mais:

Análise da obra “Escola de Atenas”:

SUPRANZETTI, Bernardo. Análise de Pintura - Escola de Atenas. Descontexto. Disponível em: https://descontexto.com.br/analise-de-pintura-a-escola-de-atenas/#comment-154. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre as sociedades indígenas na pintura de Debret:

ALMEIDA, Maria Regina Celestino. Índios Mestiços e Selvagens Civilizados de Debret: reflexões sobre relações interétnicas e mestiçagens. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/vh/v25n41/v25n41a05.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre técnicas de brainstorming (tempestade de ideias):

Brainstorming: o que é e como fazer. Notícias. SOS Tecnologia e Educação. Disponível em: https://www.sos.com.br/noticias/mercado-de-trabalho/brainstorming-o-que-e-e-como-fazer. Acesso em: 06 dez 2018.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

Para começar, solicite aos alunos que se reúnam em trios. Em seguida, a fim de envolver os alunos na temática da aula, levantar conhecimentos prévios e estabelecer suposições, proponha uma atividade no formato de tempestade de ideias (brainstorming). O modelo está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ruzuX47kBeKVcFWQFztcPdVVvgjn6paMVHHbf9JGF5aHhQ8AD85pJhsfSY4Q/his6-09und04-tempestade-de-ideias-brainstorming.pdf

Projete ou desenhe no quadro uma forma geométrica com a palavra “civilização” em seu interior e peça para que os alunos, aleatoriamente, falem tudo o que sabem e pensam a respeito daquele conceito. Permita que os alunos se expressem livremente e anote em volta da palavra as ideias que forem surgindo. Mantenha o conteúdo no quadro durante toda a aula, para que os estudantes percebam sua evolução e comparem suas conclusões.

Em seguida, projete ou distribua aos grupos duas imagens: imagem 1 - Escola de Atenas, disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Evrnyg6AtvJ9q54m7MWxXMQ27H6rsQfkWa5FPr2tMTjDYk4XmE84bhVpBwdf/his6-09und04-imagem-1-a-escola-de-atenas.pdf e imagem 2 - Caboclo, disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Q4PAUaGj9HhfpqD7SHrMaA8AY6ytaFSV5z2tgU3y4U53NDkfy6V9HPJf7RAr/his6-09und04-imagem-2-caboclo.pdf

Peça para que os estudantes observem as imagens com atenção, conversem entre si e respondam às questões propostas.

A expectativa, durante a resolução da primeira questão, é que os alunos consigam desenvolver a ideia de que as duas imagens retratam grupos humanos de diferentes culturas e que ambas as sociedades representadas podem ser consideradas civilizações, apesar de suas características distintas. É bastante provável que alguns alunos indiquem o tipo de sociedade retratada na imagem 1 - Escola de Atenas como aquele que consideram inerente ao conceito de civilização. Neste caso, pergunte aos alunos sobre os aspectos da imagem que os levaram a esta conclusão. Questione-os se a cor da pele, a roupa e a arquitetura retratada na imagem 1 influenciou sua opinião. Questione-os, ainda, se as diferenças no modo de vida dos indígenas, como aqueles retratados na imagem 2, são suficientes para considerá-los inferiores e não civilizados.

Espera-se que, durante a resolução da segunda questão, os alunos consigam criar uma opinião, estabelecendo o entendimento de que não existe uma superioridade cultural no tipo de sociedade retratada na imagem 1 em relação àquela retratada na imagem 2, embora sejam grupos humanos com características diversas. Para estimular este raciocínio entre os estudantes, pergunte se a técnica de caça utilizada pelos indígenas retratados na imagem 2 é algo simples que qualquer um de nós poderia fazer sem preparo ou estudo.

Pergunte, também, sobre outras características conhecidas dos indígenas, como seu conhecimento acerca da vida em proximidade com a natureza e sobre sua organização social. Em seguida, questione-os sobre o que é ser superior e pergunte se acreditam que pessoas da Grécia antiga, como alguns retratados na imagem 1, estariam aptos ao modo de vida dos indígenas retratados na imagem 2 e vice-versa.

Em seguida, escolha dois alunos de diferentes grupos para que, respectivamente, apresentem à turma suas resoluções para as duas questões propostas.

Para você saber mais:

Análise da obra “Escola de Atenas”:

SUPRANZETTI, Bernardo. Análise de Pintura - Escola de Atenas. Descontexto. Disponível em: https://descontexto.com.br/analise-de-pintura-a-escola-de-atenas/#comment-154. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre as sociedades indígenas na pintura de Debret:

ALMEIDA, Maria Regina Celestino. Índios Mestiços e Selvagens Civilizados de Debret: reflexões sobre relações interétnicas e mestiçagens. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/vh/v25n41/v25n41a05.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre técnicas de brainstorming (tempestade de ideias):

Brainstorming: o que é e como fazer. Notícias. SOS Tecnologia e Educação. Disponível em: https://www.sos.com.br/noticias/mercado-de-trabalho/brainstorming-o-que-e-e-como-fazer. Acesso em: 06 dez 2018.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

Para começar, solicite aos alunos que se reúnam em trios. Em seguida, a fim de envolver os alunos na temática da aula, levantar conhecimentos prévios e estabelecer suposições, proponha uma atividade no formato de tempestade de ideias (brainstorming). O modelo está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ruzuX47kBeKVcFWQFztcPdVVvgjn6paMVHHbf9JGF5aHhQ8AD85pJhsfSY4Q/his6-09und04-tempestade-de-ideias-brainstorming.pdf

Projete ou desenhe no quadro uma forma geométrica com a palavra “civilização” em seu interior e peça para que os alunos, aleatoriamente, falem tudo o que sabem e pensam a respeito daquele conceito. Permita que os alunos se expressem livremente e anote em volta da palavra as ideias que forem surgindo. Mantenha o conteúdo no quadro durante toda a aula, para que os estudantes percebam sua evolução e comparem suas conclusões.

Em seguida, projete ou distribua aos grupos duas imagens: imagem 1 - Escola de Atenas, disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Evrnyg6AtvJ9q54m7MWxXMQ27H6rsQfkWa5FPr2tMTjDYk4XmE84bhVpBwdf/his6-09und04-imagem-1-a-escola-de-atenas.pdf e imagem 2 - Caboclo, disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Q4PAUaGj9HhfpqD7SHrMaA8AY6ytaFSV5z2tgU3y4U53NDkfy6V9HPJf7RAr/his6-09und04-imagem-2-caboclo.pdf

Peça para que os estudantes observem as imagens com atenção, conversem entre si e respondam às questões propostas.

A expectativa, durante a resolução da primeira questão, é que os alunos consigam desenvolver a ideia de que as duas imagens retratam grupos humanos de diferentes culturas e que ambas as sociedades representadas podem ser consideradas civilizações, apesar de suas características distintas. É bastante provável que alguns alunos indiquem o tipo de sociedade retratada na imagem 1 - Escola de Atenas como aquele que consideram inerente ao conceito de civilização. Neste caso, pergunte aos alunos sobre os aspectos da imagem que os levaram a esta conclusão. Questione-os se a cor da pele, a roupa e a arquitetura retratada na imagem 1 influenciou sua opinião. Questione-os, ainda, se as diferenças no modo de vida dos indígenas, como aqueles retratados na imagem 2, são suficientes para considerá-los inferiores e não civilizados.

Espera-se que, durante a resolução da segunda questão, os alunos consigam criar uma opinião, estabelecendo o entendimento de que não existe uma superioridade cultural no tipo de sociedade retratada na imagem 1 em relação àquela retratada na imagem 2, embora sejam grupos humanos com características diversas. Para estimular este raciocínio entre os estudantes, pergunte se a técnica de caça utilizada pelos indígenas retratados na imagem 2 é algo simples que qualquer um de nós poderia fazer sem preparo ou estudo.

Pergunte, também, sobre outras características conhecidas dos indígenas, como seu conhecimento acerca da vida em proximidade com a natureza e sobre sua organização social. Em seguida, questione-os sobre o que é ser superior e pergunte se acreditam que pessoas da Grécia antiga, como alguns retratados na imagem 1, estariam aptos ao modo de vida dos indígenas retratados na imagem 2 e vice-versa.

Em seguida, escolha dois alunos de diferentes grupos para que, respectivamente, apresentem à turma suas resoluções para as duas questões propostas.

Para você saber mais:

Análise da obra “Escola de Atenas”:

SUPRANZETTI, Bernardo. Análise de Pintura - Escola de Atenas. Descontexto. Disponível em: https://descontexto.com.br/analise-de-pintura-a-escola-de-atenas/#comment-154. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre as sociedades indígenas na pintura de Debret:

ALMEIDA, Maria Regina Celestino. Índios Mestiços e Selvagens Civilizados de Debret: reflexões sobre relações interétnicas e mestiçagens. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/vh/v25n41/v25n41a05.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre técnicas de brainstorming (tempestade de ideias):

Brainstorming: o que é e como fazer. Notícias. SOS Tecnologia e Educação. Disponível em: https://www.sos.com.br/noticias/mercado-de-trabalho/brainstorming-o-que-e-e-como-fazer. Acesso em: 06 dez 2018.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

Para começar, solicite aos alunos que se reúnam em trios. Em seguida, a fim de envolver os alunos na temática da aula, levantar conhecimentos prévios e estabelecer suposições, proponha uma atividade no formato de tempestade de ideias (brainstorming). O modelo está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ruzuX47kBeKVcFWQFztcPdVVvgjn6paMVHHbf9JGF5aHhQ8AD85pJhsfSY4Q/his6-09und04-tempestade-de-ideias-brainstorming.pdf

Projete ou desenhe no quadro uma forma geométrica com a palavra “civilização” em seu interior e peça para que os alunos, aleatoriamente, falem tudo o que sabem e pensam a respeito daquele conceito. Permita que os alunos se expressem livremente e anote em volta da palavra as ideias que forem surgindo. Mantenha o conteúdo no quadro durante toda a aula, para que os estudantes percebam sua evolução e comparem suas conclusões.

Em seguida, projete ou distribua aos grupos duas imagens: imagem 1 - Escola de Atenas, disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Evrnyg6AtvJ9q54m7MWxXMQ27H6rsQfkWa5FPr2tMTjDYk4XmE84bhVpBwdf/his6-09und04-imagem-1-a-escola-de-atenas.pdf e imagem 2 - Caboclo, disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Q4PAUaGj9HhfpqD7SHrMaA8AY6ytaFSV5z2tgU3y4U53NDkfy6V9HPJf7RAr/his6-09und04-imagem-2-caboclo.pdf

Peça para que os estudantes observem as imagens com atenção, conversem entre si e respondam às questões propostas.

A expectativa, durante a resolução da primeira questão, é que os alunos consigam desenvolver a ideia de que as duas imagens retratam grupos humanos de diferentes culturas e que ambas as sociedades representadas podem ser consideradas civilizações, apesar de suas características distintas. É bastante provável que alguns alunos indiquem o tipo de sociedade retratada na imagem 1 - Escola de Atenas como aquele que consideram inerente ao conceito de civilização. Neste caso, pergunte aos alunos sobre os aspectos da imagem que os levaram a esta conclusão. Questione-os se a cor da pele, a roupa e a arquitetura retratada na imagem 1 influenciou sua opinião. Questione-os, ainda, se as diferenças no modo de vida dos indígenas, como aqueles retratados na imagem 2, são suficientes para considerá-los inferiores e não civilizados.

Espera-se que, durante a resolução da segunda questão, os alunos consigam criar uma opinião, estabelecendo o entendimento de que não existe uma superioridade cultural no tipo de sociedade retratada na imagem 1 em relação àquela retratada na imagem 2, embora sejam grupos humanos com características diversas. Para estimular este raciocínio entre os estudantes, pergunte se a técnica de caça utilizada pelos indígenas retratados na imagem 2 é algo simples que qualquer um de nós poderia fazer sem preparo ou estudo.

Pergunte, também, sobre outras características conhecidas dos indígenas, como seu conhecimento acerca da vida em proximidade com a natureza e sobre sua organização social. Em seguida, questione-os sobre o que é ser superior e pergunte se acreditam que pessoas da Grécia antiga, como alguns retratados na imagem 1, estariam aptos ao modo de vida dos indígenas retratados na imagem 2 e vice-versa.

Em seguida, escolha dois alunos de diferentes grupos para que, respectivamente, apresentem à turma suas resoluções para as duas questões propostas.

Para você saber mais:

Análise da obra “Escola de Atenas”:

SUPRANZETTI, Bernardo. Análise de Pintura - Escola de Atenas. Descontexto. Disponível em: https://descontexto.com.br/analise-de-pintura-a-escola-de-atenas/#comment-154. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre as sociedades indígenas na pintura de Debret:

ALMEIDA, Maria Regina Celestino. Índios Mestiços e Selvagens Civilizados de Debret: reflexões sobre relações interétnicas e mestiçagens. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/vh/v25n41/v25n41a05.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre técnicas de brainstorming (tempestade de ideias):

Brainstorming: o que é e como fazer. Notícias. SOS Tecnologia e Educação. Disponível em: https://www.sos.com.br/noticias/mercado-de-trabalho/brainstorming-o-que-e-e-como-fazer. Acesso em: 06 dez 2018.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 18 minutos

Orientações:

Com os alunos ainda reunidos em trios, projete ou distribua aos grupos cópias dos “Textos sobre Civilização e Cultura”. Os textos estão disponíveis aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/AHDEhHgpaA3w5jgFHZdKYxpdP67ZBxUQ5usHcjBYPsujreasUXFCbaJpZt3n/his6-09und04-textos-sobre-civilizacao-e-cultura.pdf. Em seguida, peça para que leiam os textos, conversem com os colegas e procurem responder às duas questões propostas, registrando-as no caderno.

Proponha, também, que elaborem, numa tira de papel, uma terceira questão sobre os conteúdos tratados nos textos, a fim de desafiar um outro grupo da turma.

A expectativa para a primeira questão é que os alunos consigam perceber que, numa perspectiva tradicional, o conceito de civilização esteve sempre ligado a uma ideia de cultura superior ou alta cultura, e que, neste entendimento, uma sociedade civilizada teria como características comuns a urbanização, a divisão social do trabalho, o desenvolvimentos das ciências, entre outros aspectos. Para estimular as discussões na resolução desta questão, proponha aos alunos que leiam novamente o texto 1 - Os Domínios da História - e destaquem as palavras que, segundo o autor, caracterizam o conceito tradicional de civilização. Peça, em seguida, para que reflitam se podemos concluir que todo o tipo de sociedade tem estas palavras em destaque como seus aspectos característicos.

Para a resolução da terceira questão, espera-se que os alunos consigam compreender que a ideia de civilização, com sentido de superioridade, sempre alimentou conflitos entre os grupos sociais diferentes e que, para criar uma situação de tolerância entre estes grupos, é preciso desconstruir o paradigma que os hierarquiza culturalmente, ou seja, superar o conceito tradicional de civilização. Para que os alunos cheguem a esta conclusão, pergunte se conhecem exemplos de pessoas que acreditavam estar certas em algum assunto e, na intenção de convencer os outros a mudarem de opinião, entraram em conflito devido às ideias diferentes. Questione-os, ainda, dizendo que se o termo “civilização”, numa perspectiva tradicional, abre possibilidades para conflitos, qual seria, então, na opinião do grupo, uma definição adequada para este conceito a partir de um entendimento de respeito e tolerância.

Ao final das discussões e registros, escolha três alunos de diferentes grupos para que, respectivamente, apresentem à turma a resolução das duas questões propostas pelo professor e da terceira questão proposta pelos colegas do outro grupo.

Para você saber mais:

Reflexão sobre “cultura superior”:

DEROSA, Cristian. Existe Cultura Superior ou Tudo é Cultura? Estudos Nacionais. Disponível em: http://estudosnacionais.com/cultura/existe-cultura-superior-ou-tudo-e-cultura/. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre os conceitos de cultura e educação:

VEIGA NETO, Alfredo. Cultura, Culturas e Educação. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n23/n23a01.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre o entendimento de superioridade cultural:

LIMA, Fabiano Albuquerque. A Pretensão de uma Superioridade Cultural. O Povo online. Disponível em: https://www20.opovo.com.br/app/jornaldoleitor/noticiassecundarias/artigos/2013/09/17/noticiajornaldoleitorartigos,3131118/a-pretensao-de-uma-superioridade-cultural.shtml. Acesso em: 07 abr. 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Com os alunos ainda reunidos em trios, projete ou distribua aos grupos cópias dos “Textos sobre Civilização e Cultura”. Os textos estão disponíveis aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/AHDEhHgpaA3w5jgFHZdKYxpdP67ZBxUQ5usHcjBYPsujreasUXFCbaJpZt3n/his6-09und04-textos-sobre-civilizacao-e-cultura.pdf. Em seguida, peça para que leiam os textos, conversem com os colegas e procurem responder às duas questões propostas, registrando-as no caderno. Proponha, também, que elaborem, numa tira de papel, uma terceira questão sobre os conteúdos tratados nos textos, a fim de desafiar um outro grupo da turma.

A expectativa para a primeira questão é que os alunos consigam perceber que, numa perspectiva tradicional, o conceito de civilização esteve sempre ligado a uma ideia de cultura superior ou alta cultura, e que, neste entendimento, uma sociedade civilizada teria como características comuns a urbanização, a divisão social do trabalho, o desenvolvimentos das ciências, entre outros aspectos. Para estimular as discussões na resolução desta questão, proponha aos alunos que leiam novamente o texto 1 - Os Domínios da História - e destaquem as palavras que, segundo o autor, caracterizam o conceito tradicional de civilização. Peça, em seguida, para que reflitam se podemos concluir que todo o tipo de sociedade tem estas palavras em destaque como seus aspectos característicos.

Para a resolução da terceira questão, espera-se que os alunos consigam compreender que a ideia de civilização, com sentido de superioridade, sempre alimentou conflitos entre os grupos sociais diferentes e que, para criar uma situação de tolerância entre estes grupos, é preciso desconstruir o paradigma que os hierarquiza culturalmente, ou seja, superar o conceito tradicional de civilização. Para que os alunos cheguem a esta conclusão, pergunte se conhecem exemplos de pessoas que acreditavam estar certas em algum assunto e, na intenção de convencer os outros a mudarem de opinião, entraram em conflito devido às ideias diferentes. Questione-os, ainda, dizendo que se o termo “civilização”, numa perspectiva tradicional, abre possibilidades para conflitos, qual seria, então, na opinião do grupo, uma definição adequada para este conceito a partir de um entendimento de respeito e tolerância.

Ao final das discussões e registros, escolha três alunos de diferentes grupos para que, respectivamente, apresentem à turma a resolução das duas questões propostas pelo professor e da terceira questão proposta pelos colegas do outro grupo.

Para você saber mais:

Reflexão sobre “cultura superior”:

DEROSA, Cristian. Existe Cultura Superior ou Tudo é Cultura? Estudos Nacionais. Disponível em: http://estudosnacionais.com/cultura/existe-cultura-superior-ou-tudo-e-cultura/. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre os conceitos de cultura e educação:

VEIGA NETO, Alfredo. Cultura, Culturas e Educação. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n23/n23a01.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre o entendimento de superioridade cultural:

LIMA, Fabiano Albuquerque. A Pretensão de uma Superioridade Cultural. O Povo online. Disponível em: https://www20.opovo.com.br/app/jornaldoleitor/noticiassecundarias/artigos/2013/09/17/noticiajornaldoleitorartigos,3131118/a-pretensao-de-uma-superioridade-cultural.shtml. Acesso em: 07 abr. 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Com os alunos ainda reunidos em trios, projete ou distribua aos grupos cópias dos “Textos sobre Civilização e Cultura”. Os textos estão disponíveis aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/AHDEhHgpaA3w5jgFHZdKYxpdP67ZBxUQ5usHcjBYPsujreasUXFCbaJpZt3n/his6-09und04-textos-sobre-civilizacao-e-cultura.pdf. Em seguida, peça para que leiam os textos, conversem com os colegas e procurem responder às duas questões propostas, registrando-as no caderno. Proponha, também, que elaborem, numa tira de papel, uma terceira questão sobre os conteúdos tratados nos textos, a fim de desafiar um outro grupo da turma.

A expectativa para a primeira questão é que os alunos consigam perceber que, numa perspectiva tradicional, o conceito de civilização esteve sempre ligado a uma ideia de cultura superior ou alta cultura, e que, neste entendimento, uma sociedade civilizada teria como características comuns a urbanização, a divisão social do trabalho, o desenvolvimentos das ciências, entre outros aspectos. Para estimular as discussões na resolução desta questão, proponha aos alunos que leiam novamente o texto 1 - Os Domínios da História - e destaquem as palavras que, segundo o autor, caracterizam o conceito tradicional de civilização. Peça, em seguida, para que reflitam se podemos concluir que todo o tipo de sociedade tem estas palavras em destaque como seus aspectos característicos.

Para a resolução da terceira questão, espera-se que os alunos consigam compreender que a ideia de civilização, com sentido de superioridade, sempre alimentou conflitos entre os grupos sociais diferentes e que, para criar uma situação de tolerância entre estes grupos, é preciso desconstruir o paradigma que os hierarquiza culturalmente, ou seja, superar o conceito tradicional de civilização. Para que os alunos cheguem a esta conclusão, pergunte se conhecem exemplos de pessoas que acreditavam estar certas em algum assunto e, na intenção de convencer os outros a mudarem de opinião, entraram em conflito devido às ideias diferentes. Questione-os, ainda, dizendo que se o termo “civilização”, numa perspectiva tradicional, abre possibilidades para conflitos, qual seria, então, na opinião do grupo, uma definição adequada para este conceito a partir de um entendimento de respeito e tolerância.

Ao final das discussões e registros, escolha três alunos de diferentes grupos para que, respectivamente, apresentem à turma a resolução das duas questões propostas pelo professor e da terceira questão proposta pelos colegas do outro grupo.

Para você saber mais:

Reflexão sobre “cultura superior”:

DEROSA, Cristian. Existe Cultura Superior ou Tudo é Cultura? Estudos Nacionais. Disponível em: http://estudosnacionais.com/cultura/existe-cultura-superior-ou-tudo-e-cultura/. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre os conceitos de cultura e educação:

VEIGA NETO, Alfredo. Cultura, Culturas e Educação. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n23/n23a01.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre o entendimento de superioridade cultural:

LIMA, Fabiano Albuquerque. A Pretensão de uma Superioridade Cultural. O Povo online. Disponível em: https://www20.opovo.com.br/app/jornaldoleitor/noticiassecundarias/artigos/2013/09/17/noticiajornaldoleitorartigos,3131118/a-pretensao-de-uma-superioridade-cultural.shtml. Acesso em: 07 abr. 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Com os alunos ainda reunidos em trios, projete ou distribua aos grupos cópias dos “Textos sobre Civilização e Cultura”. Os textos estão disponíveis aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/AHDEhHgpaA3w5jgFHZdKYxpdP67ZBxUQ5usHcjBYPsujreasUXFCbaJpZt3n/his6-09und04-textos-sobre-civilizacao-e-cultura.pdf. Em seguida, peça para que leiam os textos, conversem com os colegas e procurem responder às duas questões propostas, registrando-as no caderno. Proponha, também, que elaborem, numa tira de papel, uma terceira questão sobre os conteúdos tratados nos textos, a fim de desafiar um outro grupo da turma.

A expectativa para a primeira questão é que os alunos consigam perceber que, numa perspectiva tradicional, o conceito de civilização esteve sempre ligado a uma ideia de cultura superior ou alta cultura, e que, neste entendimento, uma sociedade civilizada teria como características comuns a urbanização, a divisão social do trabalho, o desenvolvimentos das ciências, entre outros aspectos. Para estimular as discussões na resolução desta questão, proponha aos alunos que leiam novamente o texto 1 - Os Domínios da História - e destaquem as palavras que, segundo o autor, caracterizam o conceito tradicional de civilização. Peça, em seguida, para que reflitam se podemos concluir que todo o tipo de sociedade tem estas palavras em destaque como seus aspectos característicos.

Para a resolução da terceira questão, espera-se que os alunos consigam compreender que a ideia de civilização, com sentido de superioridade, sempre alimentou conflitos entre os grupos sociais diferentes e que, para criar uma situação de tolerância entre estes grupos, é preciso desconstruir o paradigma que os hierarquiza culturalmente, ou seja, superar o conceito tradicional de civilização. Para que os alunos cheguem a esta conclusão, pergunte se conhecem exemplos de pessoas que acreditavam estar certas em algum assunto e, na intenção de convencer os outros a mudarem de opinião, entraram em conflito devido às ideias diferentes. Questione-os, ainda, dizendo que se o termo “civilização”, numa perspectiva tradicional, abre possibilidades para conflitos, qual seria, então, na opinião do grupo, uma definição adequada para este conceito a partir de um entendimento de respeito e tolerância.

Ao final das discussões e registros, escolha três alunos de diferentes grupos para que, respectivamente, apresentem à turma a resolução das duas questões propostas pelo professor e da terceira questão proposta pelos colegas do outro grupo.

Para você saber mais:

Reflexão sobre “cultura superior”:

DEROSA, Cristian. Existe Cultura Superior ou Tudo é Cultura? Estudos Nacionais. Disponível em: http://estudosnacionais.com/cultura/existe-cultura-superior-ou-tudo-e-cultura/. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre os conceitos de cultura e educação:

VEIGA NETO, Alfredo. Cultura, Culturas e Educação. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n23/n23a01.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre o entendimento de superioridade cultural:

LIMA, Fabiano Albuquerque. A Pretensão de uma Superioridade Cultural. O Povo online. Disponível em: https://www20.opovo.com.br/app/jornaldoleitor/noticiassecundarias/artigos/2013/09/17/noticiajornaldoleitorartigos,3131118/a-pretensao-de-uma-superioridade-cultural.shtml. Acesso em: 07 abr. 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Com os alunos ainda reunidos em trios, projete ou distribua aos grupos cópias dos “Textos sobre Civilização e Cultura”. Os textos estão disponíveis aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/AHDEhHgpaA3w5jgFHZdKYxpdP67ZBxUQ5usHcjBYPsujreasUXFCbaJpZt3n/his6-09und04-textos-sobre-civilizacao-e-cultura.pdf. Em seguida, peça para que leiam os textos, conversem com os colegas e procurem responder às duas questões propostas, registrando-as no caderno. Proponha, também, que elaborem, numa tira de papel, uma terceira questão sobre os conteúdos tratados nos textos, a fim de desafiar um outro grupo da turma.

A expectativa para a primeira questão é que os alunos consigam perceber que, numa perspectiva tradicional, o conceito de civilização esteve sempre ligado a uma ideia de cultura superior ou alta cultura, e que, neste entendimento, uma sociedade civilizada teria como características comuns a urbanização, a divisão social do trabalho, o desenvolvimentos das ciências, entre outros aspectos. Para estimular as discussões na resolução desta questão, proponha aos alunos que leiam novamente o texto 1 - Os Domínios da História - e destaquem as palavras que, segundo o autor, caracterizam o conceito tradicional de civilização. Peça, em seguida, para que reflitam se podemos concluir que todo o tipo de sociedade tem estas palavras em destaque como seus aspectos característicos.

Para a resolução da terceira questão, espera-se que os alunos consigam compreender que a ideia de civilização, com sentido de superioridade, sempre alimentou conflitos entre os grupos sociais diferentes e que, para criar uma situação de tolerância entre estes grupos, é preciso desconstruir o paradigma que os hierarquiza culturalmente, ou seja, superar o conceito tradicional de civilização. Para que os alunos cheguem a esta conclusão, pergunte se conhecem exemplos de pessoas que acreditavam estar certas em algum assunto e, na intenção de convencer os outros a mudarem de opinião, entraram em conflito devido às ideias diferentes. Questione-os, ainda, dizendo que se o termo “civilização”, numa perspectiva tradicional, abre possibilidades para conflitos, qual seria, então, na opinião do grupo, uma definição adequada para este conceito a partir de um entendimento de respeito e tolerância.

Ao final das discussões e registros, escolha três alunos de diferentes grupos para que, respectivamente, apresentem à turma a resolução das duas questões propostas pelo professor e da terceira questão proposta pelos colegas do outro grupo.

Para você saber mais:

Reflexão sobre “cultura superior”:

DEROSA, Cristian. Existe Cultura Superior ou Tudo é Cultura? Estudos Nacionais. Disponível em: http://estudosnacionais.com/cultura/existe-cultura-superior-ou-tudo-e-cultura/. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre os conceitos de cultura e educação:

VEIGA NETO, Alfredo. Cultura, Culturas e Educação. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n23/n23a01.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre o entendimento de superioridade cultural:

LIMA, Fabiano Albuquerque. A Pretensão de uma Superioridade Cultural. O Povo online. Disponível em: https://www20.opovo.com.br/app/jornaldoleitor/noticiassecundarias/artigos/2013/09/17/noticiajornaldoleitorartigos,3131118/a-pretensao-de-uma-superioridade-cultural.shtml. Acesso em: 07 abr. 2019.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações:

Com os alunos ainda reunidos em trios, projete, desenhe no quadro ou imprima cópias e distribua aos grupos a “Caixa de Mensagem aos Colegas”. O modelo está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nDDBn8rMahkxj3uez5BGQnAaVBnZjtmwK9gpeVFAQVvUXV43maXUzp7jqjHH/his6-09und04-caixa-de-mensagem-aos-colegas.pdf

Proponha aos estudantes que conversem entre si e procurem elaborar uma mensagem convincente endereçada para outro grupo da sala, tentando persuadi-los a desconstruir o entendimento de “civilização” como ideia de “cultura superior”. Oriente-os a elaborar uma mensagem com argumentos retirados de todo o aprendizado construído desde o início da aula. Peça para que a mensagem contenha uma explicação detalhada e convincente. A fim de estimulá-los a envolver conceitos importantes sobre o tema, solicite que utilizem, ao menos, três termos (ou derivações deles) da Tabela de Palavras-chave. A tabela está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/r6zgftFDn3KjYHrMwx4uzjnrr9NuuvQNPDZQhBWjrr757hZkKrvG26zBGsjX/his6-09und04-tabela-de-palavras-chave.pdf

A expectativa é que os alunos consigam escrever uma mensagem onde expliquem o porquê da necessidade de superação do conceito tradicional de civilização. Espera-se que justifiquem a ideia com o argumento de que não existe uma cultura superior a outra, embora existam culturas diferentes, que se encontram em estágios de desenvolvimento diversos. Oriente os alunos a se utilizarem de exemplos, caso acreditem que a mensagem ficará ainda mais convincente. Peça, também, para que preencham todos os campos da caixa de mensagem, colocando os nomes dos colegas que serão os destinatários e um título para o assunto.

Como sugestão para uma aula posterior, a fim de estimular o ensino híbrido, proponha o envio de uma mensagem eletrônica, caso a escola disponha de laboratório de informática com acesso à internet. Nesta aula, você poderá orientar os alunos sobre os procedimentos para encaminhar uma mensagem a partir de uma conta de e-mail e poderá propor a elaboração de uma mensagem mais detalhada, inclusive com imagens e citação de trechos dos textos utilizados durante a aula.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

Com os alunos ainda reunidos em trios, projete, desenhe no quadro ou imprima cópias e distribua aos grupos a “Caixa de Mensagem aos Colegas”. O modelo está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nDDBn8rMahkxj3uez5BGQnAaVBnZjtmwK9gpeVFAQVvUXV43maXUzp7jqjHH/his6-09und04-caixa-de-mensagem-aos-colegas.pdf. Proponha aos estudantes que conversem entre si e procurem elaborar uma mensagem convincente endereçada para outro grupo da sala, tentando persuadi-los a desconstruir o entendimento de “civilização” como ideia de “cultura superior”. Oriente-os a elaborar uma mensagem com argumentos retirados de todo o aprendizado construído desde o início da aula. Peça para que a mensagem contenha uma explicação detalhada e convincente. A fim de estimulá-los a envolver conceitos importantes sobre o tema, solicite que utilizem, ao menos, três termos (ou derivações deles) da Tabela de Palavras-chave. A tabela está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/r6zgftFDn3KjYHrMwx4uzjnrr9NuuvQNPDZQhBWjrr757hZkKrvG26zBGsjX/his6-09und04-tabela-de-palavras-chave.pdf

A expectativa é que os alunos consigam escrever uma mensagem onde expliquem o porquê da necessidade de superação do conceito tradicional de civilização. Espera-se que justifiquem a ideia com o argumento de que não existe uma cultura superior a outra, embora existam culturas diferentes, que se encontram em estágios de desenvolvimento diversos. Oriente os alunos a se utilizarem de exemplos, caso acreditem que a mensagem ficará ainda mais convincente. Peça, também, para que preencham todos os campos da caixa de mensagem, colocando os nomes dos colegas que serão os destinatários e um título para o assunto.

Como sugestão para uma aula posterior, a fim de estimular o ensino híbrido, proponha o envio de uma mensagem eletrônica, caso a escola disponha de laboratório de informática com acesso à internet. Nesta aula, você poderá orientar os alunos sobre os procedimentos para encaminhar uma mensagem a partir de uma conta de e-mail e poderá propor a elaboração de uma mensagem mais detalhada, inclusive com imagens e citação de trechos dos textos utilizados durante a aula.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

Com os alunos ainda reunidos em trios, projete, desenhe no quadro ou imprima cópias e distribua aos grupos a “Caixa de Mensagem aos Colegas”. O modelo está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nDDBn8rMahkxj3uez5BGQnAaVBnZjtmwK9gpeVFAQVvUXV43maXUzp7jqjHH/his6-09und04-caixa-de-mensagem-aos-colegas.pdf. Proponha aos estudantes que conversem entre si e procurem elaborar uma mensagem convincente endereçada para outro grupo da sala, tentando persuadi-los a desconstruir o entendimento de “civilização” como ideia de “cultura superior”. Oriente-os a elaborar uma mensagem com argumentos retirados de todo o aprendizado construído desde o início da aula. Peça para que a mensagem contenha uma explicação detalhada e convincente. A fim de estimulá-los a envolver conceitos importantes sobre o tema, solicite que utilizem, ao menos, três termos (ou derivações deles) da Tabela de Palavras-chave. A tabela está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/r6zgftFDn3KjYHrMwx4uzjnrr9NuuvQNPDZQhBWjrr757hZkKrvG26zBGsjX/his6-09und04-tabela-de-palavras-chave.pdf

A expectativa é que os alunos consigam escrever uma mensagem onde expliquem o porquê da necessidade de superação do conceito tradicional de civilização. Espera-se que justifiquem a ideia com o argumento de que não existe uma cultura superior a outra, embora existam culturas diferentes, que se encontram em estágios de desenvolvimento diversos. Oriente os alunos a se utilizarem de exemplos, caso acreditem que a mensagem ficará ainda mais convincente. Peça, também, para que preencham todos os campos da caixa de mensagem, colocando os nomes dos colegas que serão os destinatários e um título para o assunto.

Como sugestão para uma aula posterior, a fim de estimular o ensino híbrido, proponha o envio de uma mensagem eletrônica, caso a escola disponha de laboratório de informática com acesso à internet. Nesta aula, você poderá orientar os alunos sobre os procedimentos para encaminhar uma mensagem a partir de uma conta de e-mail e poderá propor a elaboração de uma mensagem mais detalhada, inclusive com imagens e citação de trechos dos textos utilizados durante a aula.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF06HI09 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: cópias das imagens, formas, tabela e textos; projetor.

Material complementar:

Tempestade de Ideias (brainstorming)

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ruzuX47kBeKVcFWQFztcPdVVvgjn6paMVHHbf9JGF5aHhQ8AD85pJhsfSY4Q/his6-09und04-tempestade-de-ideias-brainstorming.pdf

Imagem 1 - Escola de Atenas

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Evrnyg6AtvJ9q54m7MWxXMQ27H6rsQfkWa5FPr2tMTjDYk4XmE84bhVpBwdf/his6-09und04-imagem-1-a-escola-de-atenas.pdf

Imagem 2 - Caboclo

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Q4PAUaGj9HhfpqD7SHrMaA8AY6ytaFSV5z2tgU3y4U53NDkfy6V9HPJf7RAr/his6-09und04-imagem-2-caboclo.pdf

Textos sobre Civilização e Cultura

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/AHDEhHgpaA3w5jgFHZdKYxpdP67ZBxUQ5usHcjBYPsujreasUXFCbaJpZt3n/his6-09und04-textos-sobre-civilizacao-e-cultura.pdf

Caixa de Mensagem aos Colegas

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nDDBn8rMahkxj3uez5BGQnAaVBnZjtmwK9gpeVFAQVvUXV43maXUzp7jqjHH/his6-09und04-caixa-de-mensagem-aos-colegas.pdf

Tabela de Palavras-chave

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/r6zgftFDn3KjYHrMwx4uzjnrr9NuuvQNPDZQhBWjrr757hZkKrvG26zBGsjX/his6-09und04-tabela-de-palavras-chave.pdf

Por muito tempo a historiografia tradicional descriminou grupos humanos, utilizando-se do conceito de “civilização”. Nesta perspectiva excludente, ganhou força a ideia de que algumas culturas são superiores a outras. Este plano de aula vai de encontro com o entendimento de cultura superior ao propor uma desconstrução de paradigmas. Portanto, evite antecipar informações e permita que os alunos desconstruam essa ideia aos poucos, por meio de uma postura crítica e investigativa.

Para você saber mais:

Sobre o conceito de civilização na obra de Norbert Elias:

AQUINO, Silvia Lima. Considerações sobre o Conceito de Civilização em Norbert Elias. Revista Espaço Acadêmico, nº 138, nov. de 2012. Disponível em: http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/EspacoAcademico/article/view/17872/9961. Acesso em 05 abr. 2019.

Análise da obra “Escola de Atenas”:

SUPRANZETTI, Bernardo. Análise de Pintura - Escola de Atenas. Descontexto. Disponível em: https://descontexto.com.br/analise-de-pintura-a-escola-de-atenas/#comment-154. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre as sociedades indígenas na pintura de Debret:

ALMEIDA, Maria Regina Celestino. Índios Mestiços e Selvagens Civilizados de Debret: reflexões sobre relações interétnicas e mestiçagens. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/vh/v25n41/v25n41a05.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre técnicas de brainstorming (tempestade de ideias):

Brainstorming: o que é e como fazer. Notícias. SOS Tecnologia e Educação. Disponível em: https://www.sos.com.br/noticias/mercado-de-trabalho/brainstorming-o-que-e-e-como-fazer. Acesso em: 06 dez 2018.

Reflexão sobre “cultura superior”:

DEROSA, Cristian. Existe Cultura Superior ou Tudo é Cultura? Estudos Nacionais. Disponível em: http://estudosnacionais.com/cultura/existe-cultura-superior-ou-tudo-e-cultura/. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre os conceitos de cultura e educação:

VEIGA NETO, Alfredo. Cultura, Culturas e Educação. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n23/n23a01.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre o entendimento de superioridade cultural:

LIMA, Fabiano Albuquerque. A Pretensão de uma Superioridade Cultural. O Povo online. Disponível em: https://www20.opovo.com.br/app/jornaldoleitor/noticiassecundarias/artigos/2013/09/17/noticiajornaldoleitorartigos,3131118/a-pretensao-de-uma-superioridade-cultural.shtml. Acesso em: 07 abr. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo para a turma. É importante que você destaque que, ao final da aula, espera que os alunos consigam compreender a problemática em torno do conceito de civilização, reconhecendo o equívoco que permeia o entendimento de cultura superior.

Para você saber mais:

Sobre o conceito de civilização na obra de Norbert Elias:

AQUINO, Silvia Lima. Considerações sobre o Conceito de Civilização em Norbert Elias. Revista Espaço Acadêmico, nº 138, nov. de 2012. Disponível em: http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/EspacoAcademico/article/view/17872/9961. Acesso em 05 abr. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 17 minutos

Orientações:

Para começar, solicite aos alunos que se reúnam em trios. Em seguida, a fim de envolver os alunos na temática da aula, levantar conhecimentos prévios e estabelecer suposições, proponha uma atividade no formato de tempestade de ideias (brainstorming). O modelo está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ruzuX47kBeKVcFWQFztcPdVVvgjn6paMVHHbf9JGF5aHhQ8AD85pJhsfSY4Q/his6-09und04-tempestade-de-ideias-brainstorming.pdf

Projete ou desenhe no quadro uma forma geométrica com a palavra “civilização” em seu interior e peça para que os alunos, aleatoriamente, falem tudo o que sabem e pensam a respeito daquele conceito. Permita que os alunos se expressem livremente e anote em volta da palavra as ideias que forem surgindo. Mantenha o conteúdo no quadro durante toda a aula, para que os estudantes percebam sua evolução e comparem suas conclusões.

Em seguida, projete ou distribua aos grupos duas imagens: imagem 1 - Escola de Atenas, disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Evrnyg6AtvJ9q54m7MWxXMQ27H6rsQfkWa5FPr2tMTjDYk4XmE84bhVpBwdf/his6-09und04-imagem-1-a-escola-de-atenas.pdf e imagem 2 - Caboclo, disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Q4PAUaGj9HhfpqD7SHrMaA8AY6ytaFSV5z2tgU3y4U53NDkfy6V9HPJf7RAr/his6-09und04-imagem-2-caboclo.pdf

Peça para que os estudantes observem as imagens com atenção, conversem entre si e respondam às questões propostas.

A expectativa, durante a resolução da primeira questão, é que os alunos consigam desenvolver a ideia de que as duas imagens retratam grupos humanos de diferentes culturas e que ambas as sociedades representadas podem ser consideradas civilizações, apesar de suas características distintas. É bastante provável que alguns alunos indiquem o tipo de sociedade retratada na imagem 1 - Escola de Atenas como aquele que consideram inerente ao conceito de civilização. Neste caso, pergunte aos alunos sobre os aspectos da imagem que os levaram a esta conclusão. Questione-os se a cor da pele, a roupa e a arquitetura retratada na imagem 1 influenciou sua opinião. Questione-os, ainda, se as diferenças no modo de vida dos indígenas, como aqueles retratados na imagem 2, são suficientes para considerá-los inferiores e não civilizados.

Espera-se que, durante a resolução da segunda questão, os alunos consigam criar uma opinião, estabelecendo o entendimento de que não existe uma superioridade cultural no tipo de sociedade retratada na imagem 1 em relação àquela retratada na imagem 2, embora sejam grupos humanos com características diversas. Para estimular este raciocínio entre os estudantes, pergunte se a técnica de caça utilizada pelos indígenas retratados na imagem 2 é algo simples que qualquer um de nós poderia fazer sem preparo ou estudo.

Pergunte, também, sobre outras características conhecidas dos indígenas, como seu conhecimento acerca da vida em proximidade com a natureza e sobre sua organização social. Em seguida, questione-os sobre o que é ser superior e pergunte se acreditam que pessoas da Grécia antiga, como alguns retratados na imagem 1, estariam aptos ao modo de vida dos indígenas retratados na imagem 2 e vice-versa.

Em seguida, escolha dois alunos de diferentes grupos para que, respectivamente, apresentem à turma suas resoluções para as duas questões propostas.

Para você saber mais:

Análise da obra “Escola de Atenas”:

SUPRANZETTI, Bernardo. Análise de Pintura - Escola de Atenas. Descontexto. Disponível em: https://descontexto.com.br/analise-de-pintura-a-escola-de-atenas/#comment-154. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre as sociedades indígenas na pintura de Debret:

ALMEIDA, Maria Regina Celestino. Índios Mestiços e Selvagens Civilizados de Debret: reflexões sobre relações interétnicas e mestiçagens. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/vh/v25n41/v25n41a05.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre técnicas de brainstorming (tempestade de ideias):

Brainstorming: o que é e como fazer. Notícias. SOS Tecnologia e Educação. Disponível em: https://www.sos.com.br/noticias/mercado-de-trabalho/brainstorming-o-que-e-e-como-fazer. Acesso em: 06 dez 2018.

Slide Plano Aula

Orientações:

Para começar, solicite aos alunos que se reúnam em trios. Em seguida, a fim de envolver os alunos na temática da aula, levantar conhecimentos prévios e estabelecer suposições, proponha uma atividade no formato de tempestade de ideias (brainstorming). O modelo está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ruzuX47kBeKVcFWQFztcPdVVvgjn6paMVHHbf9JGF5aHhQ8AD85pJhsfSY4Q/his6-09und04-tempestade-de-ideias-brainstorming.pdf

Projete ou desenhe no quadro uma forma geométrica com a palavra “civilização” em seu interior e peça para que os alunos, aleatoriamente, falem tudo o que sabem e pensam a respeito daquele conceito. Permita que os alunos se expressem livremente e anote em volta da palavra as ideias que forem surgindo. Mantenha o conteúdo no quadro durante toda a aula, para que os estudantes percebam sua evolução e comparem suas conclusões.

Em seguida, projete ou distribua aos grupos duas imagens: imagem 1 - Escola de Atenas, disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Evrnyg6AtvJ9q54m7MWxXMQ27H6rsQfkWa5FPr2tMTjDYk4XmE84bhVpBwdf/his6-09und04-imagem-1-a-escola-de-atenas.pdf e imagem 2 - Caboclo, disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Q4PAUaGj9HhfpqD7SHrMaA8AY6ytaFSV5z2tgU3y4U53NDkfy6V9HPJf7RAr/his6-09und04-imagem-2-caboclo.pdf

Peça para que os estudantes observem as imagens com atenção, conversem entre si e respondam às questões propostas.

A expectativa, durante a resolução da primeira questão, é que os alunos consigam desenvolver a ideia de que as duas imagens retratam grupos humanos de diferentes culturas e que ambas as sociedades representadas podem ser consideradas civilizações, apesar de suas características distintas. É bastante provável que alguns alunos indiquem o tipo de sociedade retratada na imagem 1 - Escola de Atenas como aquele que consideram inerente ao conceito de civilização. Neste caso, pergunte aos alunos sobre os aspectos da imagem que os levaram a esta conclusão. Questione-os se a cor da pele, a roupa e a arquitetura retratada na imagem 1 influenciou sua opinião. Questione-os, ainda, se as diferenças no modo de vida dos indígenas, como aqueles retratados na imagem 2, são suficientes para considerá-los inferiores e não civilizados.

Espera-se que, durante a resolução da segunda questão, os alunos consigam criar uma opinião, estabelecendo o entendimento de que não existe uma superioridade cultural no tipo de sociedade retratada na imagem 1 em relação àquela retratada na imagem 2, embora sejam grupos humanos com características diversas. Para estimular este raciocínio entre os estudantes, pergunte se a técnica de caça utilizada pelos indígenas retratados na imagem 2 é algo simples que qualquer um de nós poderia fazer sem preparo ou estudo.

Pergunte, também, sobre outras características conhecidas dos indígenas, como seu conhecimento acerca da vida em proximidade com a natureza e sobre sua organização social. Em seguida, questione-os sobre o que é ser superior e pergunte se acreditam que pessoas da Grécia antiga, como alguns retratados na imagem 1, estariam aptos ao modo de vida dos indígenas retratados na imagem 2 e vice-versa.

Em seguida, escolha dois alunos de diferentes grupos para que, respectivamente, apresentem à turma suas resoluções para as duas questões propostas.

Para você saber mais:

Análise da obra “Escola de Atenas”:

SUPRANZETTI, Bernardo. Análise de Pintura - Escola de Atenas. Descontexto. Disponível em: https://descontexto.com.br/analise-de-pintura-a-escola-de-atenas/#comment-154. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre as sociedades indígenas na pintura de Debret:

ALMEIDA, Maria Regina Celestino. Índios Mestiços e Selvagens Civilizados de Debret: reflexões sobre relações interétnicas e mestiçagens. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/vh/v25n41/v25n41a05.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre técnicas de brainstorming (tempestade de ideias):

Brainstorming: o que é e como fazer. Notícias. SOS Tecnologia e Educação. Disponível em: https://www.sos.com.br/noticias/mercado-de-trabalho/brainstorming-o-que-e-e-como-fazer. Acesso em: 06 dez 2018.

Slide Plano Aula

Orientações:

Para começar, solicite aos alunos que se reúnam em trios. Em seguida, a fim de envolver os alunos na temática da aula, levantar conhecimentos prévios e estabelecer suposições, proponha uma atividade no formato de tempestade de ideias (brainstorming). O modelo está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ruzuX47kBeKVcFWQFztcPdVVvgjn6paMVHHbf9JGF5aHhQ8AD85pJhsfSY4Q/his6-09und04-tempestade-de-ideias-brainstorming.pdf

Projete ou desenhe no quadro uma forma geométrica com a palavra “civilização” em seu interior e peça para que os alunos, aleatoriamente, falem tudo o que sabem e pensam a respeito daquele conceito. Permita que os alunos se expressem livremente e anote em volta da palavra as ideias que forem surgindo. Mantenha o conteúdo no quadro durante toda a aula, para que os estudantes percebam sua evolução e comparem suas conclusões.

Em seguida, projete ou distribua aos grupos duas imagens: imagem 1 - Escola de Atenas, disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Evrnyg6AtvJ9q54m7MWxXMQ27H6rsQfkWa5FPr2tMTjDYk4XmE84bhVpBwdf/his6-09und04-imagem-1-a-escola-de-atenas.pdf e imagem 2 - Caboclo, disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Q4PAUaGj9HhfpqD7SHrMaA8AY6ytaFSV5z2tgU3y4U53NDkfy6V9HPJf7RAr/his6-09und04-imagem-2-caboclo.pdf

Peça para que os estudantes observem as imagens com atenção, conversem entre si e respondam às questões propostas.

A expectativa, durante a resolução da primeira questão, é que os alunos consigam desenvolver a ideia de que as duas imagens retratam grupos humanos de diferentes culturas e que ambas as sociedades representadas podem ser consideradas civilizações, apesar de suas características distintas. É bastante provável que alguns alunos indiquem o tipo de sociedade retratada na imagem 1 - Escola de Atenas como aquele que consideram inerente ao conceito de civilização. Neste caso, pergunte aos alunos sobre os aspectos da imagem que os levaram a esta conclusão. Questione-os se a cor da pele, a roupa e a arquitetura retratada na imagem 1 influenciou sua opinião. Questione-os, ainda, se as diferenças no modo de vida dos indígenas, como aqueles retratados na imagem 2, são suficientes para considerá-los inferiores e não civilizados.

Espera-se que, durante a resolução da segunda questão, os alunos consigam criar uma opinião, estabelecendo o entendimento de que não existe uma superioridade cultural no tipo de sociedade retratada na imagem 1 em relação àquela retratada na imagem 2, embora sejam grupos humanos com características diversas. Para estimular este raciocínio entre os estudantes, pergunte se a técnica de caça utilizada pelos indígenas retratados na imagem 2 é algo simples que qualquer um de nós poderia fazer sem preparo ou estudo.

Pergunte, também, sobre outras características conhecidas dos indígenas, como seu conhecimento acerca da vida em proximidade com a natureza e sobre sua organização social. Em seguida, questione-os sobre o que é ser superior e pergunte se acreditam que pessoas da Grécia antiga, como alguns retratados na imagem 1, estariam aptos ao modo de vida dos indígenas retratados na imagem 2 e vice-versa.

Em seguida, escolha dois alunos de diferentes grupos para que, respectivamente, apresentem à turma suas resoluções para as duas questões propostas.

Para você saber mais:

Análise da obra “Escola de Atenas”:

SUPRANZETTI, Bernardo. Análise de Pintura - Escola de Atenas. Descontexto. Disponível em: https://descontexto.com.br/analise-de-pintura-a-escola-de-atenas/#comment-154. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre as sociedades indígenas na pintura de Debret:

ALMEIDA, Maria Regina Celestino. Índios Mestiços e Selvagens Civilizados de Debret: reflexões sobre relações interétnicas e mestiçagens. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/vh/v25n41/v25n41a05.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre técnicas de brainstorming (tempestade de ideias):

Brainstorming: o que é e como fazer. Notícias. SOS Tecnologia e Educação. Disponível em: https://www.sos.com.br/noticias/mercado-de-trabalho/brainstorming-o-que-e-e-como-fazer. Acesso em: 06 dez 2018.

Slide Plano Aula

Orientações:

Para começar, solicite aos alunos que se reúnam em trios. Em seguida, a fim de envolver os alunos na temática da aula, levantar conhecimentos prévios e estabelecer suposições, proponha uma atividade no formato de tempestade de ideias (brainstorming). O modelo está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ruzuX47kBeKVcFWQFztcPdVVvgjn6paMVHHbf9JGF5aHhQ8AD85pJhsfSY4Q/his6-09und04-tempestade-de-ideias-brainstorming.pdf

Projete ou desenhe no quadro uma forma geométrica com a palavra “civilização” em seu interior e peça para que os alunos, aleatoriamente, falem tudo o que sabem e pensam a respeito daquele conceito. Permita que os alunos se expressem livremente e anote em volta da palavra as ideias que forem surgindo. Mantenha o conteúdo no quadro durante toda a aula, para que os estudantes percebam sua evolução e comparem suas conclusões.

Em seguida, projete ou distribua aos grupos duas imagens: imagem 1 - Escola de Atenas, disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Evrnyg6AtvJ9q54m7MWxXMQ27H6rsQfkWa5FPr2tMTjDYk4XmE84bhVpBwdf/his6-09und04-imagem-1-a-escola-de-atenas.pdf e imagem 2 - Caboclo, disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Q4PAUaGj9HhfpqD7SHrMaA8AY6ytaFSV5z2tgU3y4U53NDkfy6V9HPJf7RAr/his6-09und04-imagem-2-caboclo.pdf

Peça para que os estudantes observem as imagens com atenção, conversem entre si e respondam às questões propostas.

A expectativa, durante a resolução da primeira questão, é que os alunos consigam desenvolver a ideia de que as duas imagens retratam grupos humanos de diferentes culturas e que ambas as sociedades representadas podem ser consideradas civilizações, apesar de suas características distintas. É bastante provável que alguns alunos indiquem o tipo de sociedade retratada na imagem 1 - Escola de Atenas como aquele que consideram inerente ao conceito de civilização. Neste caso, pergunte aos alunos sobre os aspectos da imagem que os levaram a esta conclusão. Questione-os se a cor da pele, a roupa e a arquitetura retratada na imagem 1 influenciou sua opinião. Questione-os, ainda, se as diferenças no modo de vida dos indígenas, como aqueles retratados na imagem 2, são suficientes para considerá-los inferiores e não civilizados.

Espera-se que, durante a resolução da segunda questão, os alunos consigam criar uma opinião, estabelecendo o entendimento de que não existe uma superioridade cultural no tipo de sociedade retratada na imagem 1 em relação àquela retratada na imagem 2, embora sejam grupos humanos com características diversas. Para estimular este raciocínio entre os estudantes, pergunte se a técnica de caça utilizada pelos indígenas retratados na imagem 2 é algo simples que qualquer um de nós poderia fazer sem preparo ou estudo.

Pergunte, também, sobre outras características conhecidas dos indígenas, como seu conhecimento acerca da vida em proximidade com a natureza e sobre sua organização social. Em seguida, questione-os sobre o que é ser superior e pergunte se acreditam que pessoas da Grécia antiga, como alguns retratados na imagem 1, estariam aptos ao modo de vida dos indígenas retratados na imagem 2 e vice-versa.

Em seguida, escolha dois alunos de diferentes grupos para que, respectivamente, apresentem à turma suas resoluções para as duas questões propostas.

Para você saber mais:

Análise da obra “Escola de Atenas”:

SUPRANZETTI, Bernardo. Análise de Pintura - Escola de Atenas. Descontexto. Disponível em: https://descontexto.com.br/analise-de-pintura-a-escola-de-atenas/#comment-154. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre as sociedades indígenas na pintura de Debret:

ALMEIDA, Maria Regina Celestino. Índios Mestiços e Selvagens Civilizados de Debret: reflexões sobre relações interétnicas e mestiçagens. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/vh/v25n41/v25n41a05.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre técnicas de brainstorming (tempestade de ideias):

Brainstorming: o que é e como fazer. Notícias. SOS Tecnologia e Educação. Disponível em: https://www.sos.com.br/noticias/mercado-de-trabalho/brainstorming-o-que-e-e-como-fazer. Acesso em: 06 dez 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 18 minutos

Orientações:

Com os alunos ainda reunidos em trios, projete ou distribua aos grupos cópias dos “Textos sobre Civilização e Cultura”. Os textos estão disponíveis aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/AHDEhHgpaA3w5jgFHZdKYxpdP67ZBxUQ5usHcjBYPsujreasUXFCbaJpZt3n/his6-09und04-textos-sobre-civilizacao-e-cultura.pdf. Em seguida, peça para que leiam os textos, conversem com os colegas e procurem responder às duas questões propostas, registrando-as no caderno.

Proponha, também, que elaborem, numa tira de papel, uma terceira questão sobre os conteúdos tratados nos textos, a fim de desafiar um outro grupo da turma.

A expectativa para a primeira questão é que os alunos consigam perceber que, numa perspectiva tradicional, o conceito de civilização esteve sempre ligado a uma ideia de cultura superior ou alta cultura, e que, neste entendimento, uma sociedade civilizada teria como características comuns a urbanização, a divisão social do trabalho, o desenvolvimentos das ciências, entre outros aspectos. Para estimular as discussões na resolução desta questão, proponha aos alunos que leiam novamente o texto 1 - Os Domínios da História - e destaquem as palavras que, segundo o autor, caracterizam o conceito tradicional de civilização. Peça, em seguida, para que reflitam se podemos concluir que todo o tipo de sociedade tem estas palavras em destaque como seus aspectos característicos.

Para a resolução da terceira questão, espera-se que os alunos consigam compreender que a ideia de civilização, com sentido de superioridade, sempre alimentou conflitos entre os grupos sociais diferentes e que, para criar uma situação de tolerância entre estes grupos, é preciso desconstruir o paradigma que os hierarquiza culturalmente, ou seja, superar o conceito tradicional de civilização. Para que os alunos cheguem a esta conclusão, pergunte se conhecem exemplos de pessoas que acreditavam estar certas em algum assunto e, na intenção de convencer os outros a mudarem de opinião, entraram em conflito devido às ideias diferentes. Questione-os, ainda, dizendo que se o termo “civilização”, numa perspectiva tradicional, abre possibilidades para conflitos, qual seria, então, na opinião do grupo, uma definição adequada para este conceito a partir de um entendimento de respeito e tolerância.

Ao final das discussões e registros, escolha três alunos de diferentes grupos para que, respectivamente, apresentem à turma a resolução das duas questões propostas pelo professor e da terceira questão proposta pelos colegas do outro grupo.

Para você saber mais:

Reflexão sobre “cultura superior”:

DEROSA, Cristian. Existe Cultura Superior ou Tudo é Cultura? Estudos Nacionais. Disponível em: http://estudosnacionais.com/cultura/existe-cultura-superior-ou-tudo-e-cultura/. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre os conceitos de cultura e educação:

VEIGA NETO, Alfredo. Cultura, Culturas e Educação. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n23/n23a01.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre o entendimento de superioridade cultural:

LIMA, Fabiano Albuquerque. A Pretensão de uma Superioridade Cultural. O Povo online. Disponível em: https://www20.opovo.com.br/app/jornaldoleitor/noticiassecundarias/artigos/2013/09/17/noticiajornaldoleitorartigos,3131118/a-pretensao-de-uma-superioridade-cultural.shtml. Acesso em: 07 abr. 2019.

Slide Plano Aula

Com os alunos ainda reunidos em trios, projete ou distribua aos grupos cópias dos “Textos sobre Civilização e Cultura”. Os textos estão disponíveis aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/AHDEhHgpaA3w5jgFHZdKYxpdP67ZBxUQ5usHcjBYPsujreasUXFCbaJpZt3n/his6-09und04-textos-sobre-civilizacao-e-cultura.pdf. Em seguida, peça para que leiam os textos, conversem com os colegas e procurem responder às duas questões propostas, registrando-as no caderno. Proponha, também, que elaborem, numa tira de papel, uma terceira questão sobre os conteúdos tratados nos textos, a fim de desafiar um outro grupo da turma.

A expectativa para a primeira questão é que os alunos consigam perceber que, numa perspectiva tradicional, o conceito de civilização esteve sempre ligado a uma ideia de cultura superior ou alta cultura, e que, neste entendimento, uma sociedade civilizada teria como características comuns a urbanização, a divisão social do trabalho, o desenvolvimentos das ciências, entre outros aspectos. Para estimular as discussões na resolução desta questão, proponha aos alunos que leiam novamente o texto 1 - Os Domínios da História - e destaquem as palavras que, segundo o autor, caracterizam o conceito tradicional de civilização. Peça, em seguida, para que reflitam se podemos concluir que todo o tipo de sociedade tem estas palavras em destaque como seus aspectos característicos.

Para a resolução da terceira questão, espera-se que os alunos consigam compreender que a ideia de civilização, com sentido de superioridade, sempre alimentou conflitos entre os grupos sociais diferentes e que, para criar uma situação de tolerância entre estes grupos, é preciso desconstruir o paradigma que os hierarquiza culturalmente, ou seja, superar o conceito tradicional de civilização. Para que os alunos cheguem a esta conclusão, pergunte se conhecem exemplos de pessoas que acreditavam estar certas em algum assunto e, na intenção de convencer os outros a mudarem de opinião, entraram em conflito devido às ideias diferentes. Questione-os, ainda, dizendo que se o termo “civilização”, numa perspectiva tradicional, abre possibilidades para conflitos, qual seria, então, na opinião do grupo, uma definição adequada para este conceito a partir de um entendimento de respeito e tolerância.

Ao final das discussões e registros, escolha três alunos de diferentes grupos para que, respectivamente, apresentem à turma a resolução das duas questões propostas pelo professor e da terceira questão proposta pelos colegas do outro grupo.

Para você saber mais:

Reflexão sobre “cultura superior”:

DEROSA, Cristian. Existe Cultura Superior ou Tudo é Cultura? Estudos Nacionais. Disponível em: http://estudosnacionais.com/cultura/existe-cultura-superior-ou-tudo-e-cultura/. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre os conceitos de cultura e educação:

VEIGA NETO, Alfredo. Cultura, Culturas e Educação. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n23/n23a01.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre o entendimento de superioridade cultural:

LIMA, Fabiano Albuquerque. A Pretensão de uma Superioridade Cultural. O Povo online. Disponível em: https://www20.opovo.com.br/app/jornaldoleitor/noticiassecundarias/artigos/2013/09/17/noticiajornaldoleitorartigos,3131118/a-pretensao-de-uma-superioridade-cultural.shtml. Acesso em: 07 abr. 2019.

Slide Plano Aula

Com os alunos ainda reunidos em trios, projete ou distribua aos grupos cópias dos “Textos sobre Civilização e Cultura”. Os textos estão disponíveis aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/AHDEhHgpaA3w5jgFHZdKYxpdP67ZBxUQ5usHcjBYPsujreasUXFCbaJpZt3n/his6-09und04-textos-sobre-civilizacao-e-cultura.pdf. Em seguida, peça para que leiam os textos, conversem com os colegas e procurem responder às duas questões propostas, registrando-as no caderno. Proponha, também, que elaborem, numa tira de papel, uma terceira questão sobre os conteúdos tratados nos textos, a fim de desafiar um outro grupo da turma.

A expectativa para a primeira questão é que os alunos consigam perceber que, numa perspectiva tradicional, o conceito de civilização esteve sempre ligado a uma ideia de cultura superior ou alta cultura, e que, neste entendimento, uma sociedade civilizada teria como características comuns a urbanização, a divisão social do trabalho, o desenvolvimentos das ciências, entre outros aspectos. Para estimular as discussões na resolução desta questão, proponha aos alunos que leiam novamente o texto 1 - Os Domínios da História - e destaquem as palavras que, segundo o autor, caracterizam o conceito tradicional de civilização. Peça, em seguida, para que reflitam se podemos concluir que todo o tipo de sociedade tem estas palavras em destaque como seus aspectos característicos.

Para a resolução da terceira questão, espera-se que os alunos consigam compreender que a ideia de civilização, com sentido de superioridade, sempre alimentou conflitos entre os grupos sociais diferentes e que, para criar uma situação de tolerância entre estes grupos, é preciso desconstruir o paradigma que os hierarquiza culturalmente, ou seja, superar o conceito tradicional de civilização. Para que os alunos cheguem a esta conclusão, pergunte se conhecem exemplos de pessoas que acreditavam estar certas em algum assunto e, na intenção de convencer os outros a mudarem de opinião, entraram em conflito devido às ideias diferentes. Questione-os, ainda, dizendo que se o termo “civilização”, numa perspectiva tradicional, abre possibilidades para conflitos, qual seria, então, na opinião do grupo, uma definição adequada para este conceito a partir de um entendimento de respeito e tolerância.

Ao final das discussões e registros, escolha três alunos de diferentes grupos para que, respectivamente, apresentem à turma a resolução das duas questões propostas pelo professor e da terceira questão proposta pelos colegas do outro grupo.

Para você saber mais:

Reflexão sobre “cultura superior”:

DEROSA, Cristian. Existe Cultura Superior ou Tudo é Cultura? Estudos Nacionais. Disponível em: http://estudosnacionais.com/cultura/existe-cultura-superior-ou-tudo-e-cultura/. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre os conceitos de cultura e educação:

VEIGA NETO, Alfredo. Cultura, Culturas e Educação. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n23/n23a01.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre o entendimento de superioridade cultural:

LIMA, Fabiano Albuquerque. A Pretensão de uma Superioridade Cultural. O Povo online. Disponível em: https://www20.opovo.com.br/app/jornaldoleitor/noticiassecundarias/artigos/2013/09/17/noticiajornaldoleitorartigos,3131118/a-pretensao-de-uma-superioridade-cultural.shtml. Acesso em: 07 abr. 2019.

Slide Plano Aula

Com os alunos ainda reunidos em trios, projete ou distribua aos grupos cópias dos “Textos sobre Civilização e Cultura”. Os textos estão disponíveis aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/AHDEhHgpaA3w5jgFHZdKYxpdP67ZBxUQ5usHcjBYPsujreasUXFCbaJpZt3n/his6-09und04-textos-sobre-civilizacao-e-cultura.pdf. Em seguida, peça para que leiam os textos, conversem com os colegas e procurem responder às duas questões propostas, registrando-as no caderno. Proponha, também, que elaborem, numa tira de papel, uma terceira questão sobre os conteúdos tratados nos textos, a fim de desafiar um outro grupo da turma.

A expectativa para a primeira questão é que os alunos consigam perceber que, numa perspectiva tradicional, o conceito de civilização esteve sempre ligado a uma ideia de cultura superior ou alta cultura, e que, neste entendimento, uma sociedade civilizada teria como características comuns a urbanização, a divisão social do trabalho, o desenvolvimentos das ciências, entre outros aspectos. Para estimular as discussões na resolução desta questão, proponha aos alunos que leiam novamente o texto 1 - Os Domínios da História - e destaquem as palavras que, segundo o autor, caracterizam o conceito tradicional de civilização. Peça, em seguida, para que reflitam se podemos concluir que todo o tipo de sociedade tem estas palavras em destaque como seus aspectos característicos.

Para a resolução da terceira questão, espera-se que os alunos consigam compreender que a ideia de civilização, com sentido de superioridade, sempre alimentou conflitos entre os grupos sociais diferentes e que, para criar uma situação de tolerância entre estes grupos, é preciso desconstruir o paradigma que os hierarquiza culturalmente, ou seja, superar o conceito tradicional de civilização. Para que os alunos cheguem a esta conclusão, pergunte se conhecem exemplos de pessoas que acreditavam estar certas em algum assunto e, na intenção de convencer os outros a mudarem de opinião, entraram em conflito devido às ideias diferentes. Questione-os, ainda, dizendo que se o termo “civilização”, numa perspectiva tradicional, abre possibilidades para conflitos, qual seria, então, na opinião do grupo, uma definição adequada para este conceito a partir de um entendimento de respeito e tolerância.

Ao final das discussões e registros, escolha três alunos de diferentes grupos para que, respectivamente, apresentem à turma a resolução das duas questões propostas pelo professor e da terceira questão proposta pelos colegas do outro grupo.

Para você saber mais:

Reflexão sobre “cultura superior”:

DEROSA, Cristian. Existe Cultura Superior ou Tudo é Cultura? Estudos Nacionais. Disponível em: http://estudosnacionais.com/cultura/existe-cultura-superior-ou-tudo-e-cultura/. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre os conceitos de cultura e educação:

VEIGA NETO, Alfredo. Cultura, Culturas e Educação. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n23/n23a01.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre o entendimento de superioridade cultural:

LIMA, Fabiano Albuquerque. A Pretensão de uma Superioridade Cultural. O Povo online. Disponível em: https://www20.opovo.com.br/app/jornaldoleitor/noticiassecundarias/artigos/2013/09/17/noticiajornaldoleitorartigos,3131118/a-pretensao-de-uma-superioridade-cultural.shtml. Acesso em: 07 abr. 2019.

Slide Plano Aula

Com os alunos ainda reunidos em trios, projete ou distribua aos grupos cópias dos “Textos sobre Civilização e Cultura”. Os textos estão disponíveis aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/AHDEhHgpaA3w5jgFHZdKYxpdP67ZBxUQ5usHcjBYPsujreasUXFCbaJpZt3n/his6-09und04-textos-sobre-civilizacao-e-cultura.pdf. Em seguida, peça para que leiam os textos, conversem com os colegas e procurem responder às duas questões propostas, registrando-as no caderno. Proponha, também, que elaborem, numa tira de papel, uma terceira questão sobre os conteúdos tratados nos textos, a fim de desafiar um outro grupo da turma.

A expectativa para a primeira questão é que os alunos consigam perceber que, numa perspectiva tradicional, o conceito de civilização esteve sempre ligado a uma ideia de cultura superior ou alta cultura, e que, neste entendimento, uma sociedade civilizada teria como características comuns a urbanização, a divisão social do trabalho, o desenvolvimentos das ciências, entre outros aspectos. Para estimular as discussões na resolução desta questão, proponha aos alunos que leiam novamente o texto 1 - Os Domínios da História - e destaquem as palavras que, segundo o autor, caracterizam o conceito tradicional de civilização. Peça, em seguida, para que reflitam se podemos concluir que todo o tipo de sociedade tem estas palavras em destaque como seus aspectos característicos.

Para a resolução da terceira questão, espera-se que os alunos consigam compreender que a ideia de civilização, com sentido de superioridade, sempre alimentou conflitos entre os grupos sociais diferentes e que, para criar uma situação de tolerância entre estes grupos, é preciso desconstruir o paradigma que os hierarquiza culturalmente, ou seja, superar o conceito tradicional de civilização. Para que os alunos cheguem a esta conclusão, pergunte se conhecem exemplos de pessoas que acreditavam estar certas em algum assunto e, na intenção de convencer os outros a mudarem de opinião, entraram em conflito devido às ideias diferentes. Questione-os, ainda, dizendo que se o termo “civilização”, numa perspectiva tradicional, abre possibilidades para conflitos, qual seria, então, na opinião do grupo, uma definição adequada para este conceito a partir de um entendimento de respeito e tolerância.

Ao final das discussões e registros, escolha três alunos de diferentes grupos para que, respectivamente, apresentem à turma a resolução das duas questões propostas pelo professor e da terceira questão proposta pelos colegas do outro grupo.

Para você saber mais:

Reflexão sobre “cultura superior”:

DEROSA, Cristian. Existe Cultura Superior ou Tudo é Cultura? Estudos Nacionais. Disponível em: http://estudosnacionais.com/cultura/existe-cultura-superior-ou-tudo-e-cultura/. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre os conceitos de cultura e educação:

VEIGA NETO, Alfredo. Cultura, Culturas e Educação. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n23/n23a01.pdf. Acesso em: 05 abr. 2019.

Sobre o entendimento de superioridade cultural:

LIMA, Fabiano Albuquerque. A Pretensão de uma Superioridade Cultural. O Povo online. Disponível em: https://www20.opovo.com.br/app/jornaldoleitor/noticiassecundarias/artigos/2013/09/17/noticiajornaldoleitorartigos,3131118/a-pretensao-de-uma-superioridade-cultural.shtml. Acesso em: 07 abr. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações:

Com os alunos ainda reunidos em trios, projete, desenhe no quadro ou imprima cópias e distribua aos grupos a “Caixa de Mensagem aos Colegas”. O modelo está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nDDBn8rMahkxj3uez5BGQnAaVBnZjtmwK9gpeVFAQVvUXV43maXUzp7jqjHH/his6-09und04-caixa-de-mensagem-aos-colegas.pdf

Proponha aos estudantes que conversem entre si e procurem elaborar uma mensagem convincente endereçada para outro grupo da sala, tentando persuadi-los a desconstruir o entendimento de “civilização” como ideia de “cultura superior”. Oriente-os a elaborar uma mensagem com argumentos retirados de todo o aprendizado construído desde o início da aula. Peça para que a mensagem contenha uma explicação detalhada e convincente. A fim de estimulá-los a envolver conceitos importantes sobre o tema, solicite que utilizem, ao menos, três termos (ou derivações deles) da Tabela de Palavras-chave. A tabela está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/r6zgftFDn3KjYHrMwx4uzjnrr9NuuvQNPDZQhBWjrr757hZkKrvG26zBGsjX/his6-09und04-tabela-de-palavras-chave.pdf

A expectativa é que os alunos consigam escrever uma mensagem onde expliquem o porquê da necessidade de superação do conceito tradicional de civilização. Espera-se que justifiquem a ideia com o argumento de que não existe uma cultura superior a outra, embora existam culturas diferentes, que se encontram em estágios de desenvolvimento diversos. Oriente os alunos a se utilizarem de exemplos, caso acreditem que a mensagem ficará ainda mais convincente. Peça, também, para que preencham todos os campos da caixa de mensagem, colocando os nomes dos colegas que serão os destinatários e um título para o assunto.

Como sugestão para uma aula posterior, a fim de estimular o ensino híbrido, proponha o envio de uma mensagem eletrônica, caso a escola disponha de laboratório de informática com acesso à internet. Nesta aula, você poderá orientar os alunos sobre os procedimentos para encaminhar uma mensagem a partir de uma conta de e-mail e poderá propor a elaboração de uma mensagem mais detalhada, inclusive com imagens e citação de trechos dos textos utilizados durante a aula.

Slide Plano Aula

Orientações:

Com os alunos ainda reunidos em trios, projete, desenhe no quadro ou imprima cópias e distribua aos grupos a “Caixa de Mensagem aos Colegas”. O modelo está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nDDBn8rMahkxj3uez5BGQnAaVBnZjtmwK9gpeVFAQVvUXV43maXUzp7jqjHH/his6-09und04-caixa-de-mensagem-aos-colegas.pdf. Proponha aos estudantes que conversem entre si e procurem elaborar uma mensagem convincente endereçada para outro grupo da sala, tentando persuadi-los a desconstruir o entendimento de “civilização” como ideia de “cultura superior”. Oriente-os a elaborar uma mensagem com argumentos retirados de todo o aprendizado construído desde o início da aula. Peça para que a mensagem contenha uma explicação detalhada e convincente. A fim de estimulá-los a envolver conceitos importantes sobre o tema, solicite que utilizem, ao menos, três termos (ou derivações deles) da Tabela de Palavras-chave. A tabela está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/r6zgftFDn3KjYHrMwx4uzjnrr9NuuvQNPDZQhBWjrr757hZkKrvG26zBGsjX/his6-09und04-tabela-de-palavras-chave.pdf

A expectativa é que os alunos consigam escrever uma mensagem onde expliquem o porquê da necessidade de superação do conceito tradicional de civilização. Espera-se que justifiquem a ideia com o argumento de que não existe uma cultura superior a outra, embora existam culturas diferentes, que se encontram em estágios de desenvolvimento diversos. Oriente os alunos a se utilizarem de exemplos, caso acreditem que a mensagem ficará ainda mais convincente. Peça, também, para que preencham todos os campos da caixa de mensagem, colocando os nomes dos colegas que serão os destinatários e um título para o assunto.

Como sugestão para uma aula posterior, a fim de estimular o ensino híbrido, proponha o envio de uma mensagem eletrônica, caso a escola disponha de laboratório de informática com acesso à internet. Nesta aula, você poderá orientar os alunos sobre os procedimentos para encaminhar uma mensagem a partir de uma conta de e-mail e poderá propor a elaboração de uma mensagem mais detalhada, inclusive com imagens e citação de trechos dos textos utilizados durante a aula.

Slide Plano Aula

Orientações:

Com os alunos ainda reunidos em trios, projete, desenhe no quadro ou imprima cópias e distribua aos grupos a “Caixa de Mensagem aos Colegas”. O modelo está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/nDDBn8rMahkxj3uez5BGQnAaVBnZjtmwK9gpeVFAQVvUXV43maXUzp7jqjHH/his6-09und04-caixa-de-mensagem-aos-colegas.pdf. Proponha aos estudantes que conversem entre si e procurem elaborar uma mensagem convincente endereçada para outro grupo da sala, tentando persuadi-los a desconstruir o entendimento de “civilização” como ideia de “cultura superior”. Oriente-os a elaborar uma mensagem com argumentos retirados de todo o aprendizado construído desde o início da aula. Peça para que a mensagem contenha uma explicação detalhada e convincente. A fim de estimulá-los a envolver conceitos importantes sobre o tema, solicite que utilizem, ao menos, três termos (ou derivações deles) da Tabela de Palavras-chave. A tabela está disponível aqui: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/r6zgftFDn3KjYHrMwx4uzjnrr9NuuvQNPDZQhBWjrr757hZkKrvG26zBGsjX/his6-09und04-tabela-de-palavras-chave.pdf

A expectativa é que os alunos consigam escrever uma mensagem onde expliquem o porquê da necessidade de superação do conceito tradicional de civilização. Espera-se que justifiquem a ideia com o argumento de que não existe uma cultura superior a outra, embora existam culturas diferentes, que se encontram em estágios de desenvolvimento diversos. Oriente os alunos a se utilizarem de exemplos, caso acreditem que a mensagem ficará ainda mais convincente. Peça, também, para que preencham todos os campos da caixa de mensagem, colocando os nomes dos colegas que serão os destinatários e um título para o assunto.

Como sugestão para uma aula posterior, a fim de estimular o ensino híbrido, proponha o envio de uma mensagem eletrônica, caso a escola disponha de laboratório de informática com acesso à internet. Nesta aula, você poderá orientar os alunos sobre os procedimentos para encaminhar uma mensagem a partir de uma conta de e-mail e poderá propor a elaboração de uma mensagem mais detalhada, inclusive com imagens e citação de trechos dos textos utilizados durante a aula.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE A invenção do mundo clássico e o contraponto com outras sociedades do 6º ano :

6º ano / História / A invenção do mundo clássico e o contraponto com outras sociedades

6º ano / História / A invenção do mundo clássico e o contraponto com outras sociedades

6º ano / História / A invenção do mundo clássico e o contraponto com outras sociedades

6º ano / História / A invenção do mundo clássico e o contraponto com outras sociedades

MAIS AULAS DE História do 6º ano:

6º ano / História / História: tempo, espaço e formas de registros

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF06HI09 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano