17674
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 5º ano > Povos e culturas: meu lugar no mundo e meu grupo social

Plano de aula - Sincretismo religioso

Plano de aula de História com atividades para 5º ano do EF sobre Sincretismo religioso

Plano 08 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Gabriela Ferreira Bustamante Fonseca

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos. Ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos . Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF05HI03 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Nesse plano os alunos irão analisar como o sincretismo religioso foi importante para a formação religiosa de alguns povos.

Materiais necessários: Material para desenho, como papel, canetas e lápis.

Material complementar:

Para você saber mais:

  • BANON, Patrick Para conhecer melhor as religiões. Claro Enigma, 2010.
  • PRANDI, Reginaldo: Xangô, o Trovão. Cia das Letrinhas, 2003; Ifá, o Adivinho. Cia das Letrinhas, 2002; Oxumarê, o Arco-Íris, Cia das Letrinhas, 2004; Mitologia dos Orixás, Cia das Letras, 2000.
  • Artigo do professor Sérgio E. Ferretti Universidade Federal do Maranhão – Brasil que aborda o sincretismo como forma de resistência: http://www.scielo.br/pdf/ha/v4n8/0104-7183-ha-4-8-0182.pdf acesso em 01/05/2019

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Apresente a aula para os alunos dizendo que vocês irão analisar quais as influências das religiões.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações: Diga para os alunos que eles irão ouvir a música “São Jorge” do grupo Metá Metá, disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=3sXU2YqUKOY acesso em 27/04/2019.

Conte que São Jorge é uma figura relacionada com o catolicismo, e que ele foi um soldado cristão romano que viveu no século IV. Nesse período, os católicos eram perseguidos por conta de sua religião, e por isso São Jorge foi morto pelos romanos. Uma das histórias desse santo, conta que ele teria derrotado um dragão para salvar uma princesa na cidade de Selen, na Líbia. Leia com os alunos o texto sobre Ogum, e explique que ele é um orixá do Candomblé. Pergunte para os alunos se podemos observar características em comum entre Ogum e São Jorge.

Destaque o papel de Ogum como um guerreiro e explore a música, conversando sobre algumas referências que aparecem na letra, como o cigarro (guimba significa bituca) e a cachaça que são utilizados algumas vezes nos cultos a Ogum. Chame a atenção para o ritmo e para os instrumentos utilizados, informando os alunos que no candomblé os tambores são parte essencial dos momentos de culto.

Você pode fazer um registro no quadro destacando o que se relaciona com Ogum e o que se relaciona com São Jorge na música, relacionando os dois com o candomblé e o catolicismo. Conte que o candomblé tem origem no Brasil com a vinda dos negros escravizados da África, em específico do povo iorubá. De acordo com as estatísticas, cerca de 4 milhões de escravizados foram retirados do continente africano e trazidos para o Brasil durante o período do tráfico negreiro. Junto com esses negros escravizados vieram suas tradições e sua religião, que sofreram algumas alterações e influências de outras crenças que aqui existiam, como o cristianismo.

Como adequar à sua realidade: Você pode também trabalhar na mesma temática outros santos que tem relações com as religiões de matriz africana, como São João e Xangô, através da música São João, Xangô menino, de autoria de Gilberto Gil e Caetano Veloso.

Para você saber mais:

No site do grupo Metá Metá você pode encontrar o disco para dowload: http://metametaoficial.com.br/index.html#disco_novo acesso em 24/05/2019

Para saber mais sobre a biografia de São Jorge: http://g1.globo.com/rj/sul-do-rio-costa-verde/rjtv-1edicao/videos/t/edicoes/v/conheca-a-historia-de-sao-jorge-um-dos-mais-importantes-simbolos-do-sincretismo-religioso/6683731/ acesso em 24/05/2019

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações: Diga para os alunos que eles irão ouvir a música “São Jorge” do grupo Metá Metá, disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=3sXU2YqUKOY acesso em 27/04/2019.

Conte que São Jorge é uma figura relacionada com o catolicismo, e que ele foi um soldado cristão romano que viveu no século IV. Nesse período, os católicos eram perseguidos por conta de sua religião, e por isso São Jorge foi morto pelos romanos. Uma das histórias desse santo, conta que ele teria derrotado um dragão para salvar uma princesa na cidade de Selen, na Líbia. Leia com os alunos o texto sobre Ogum, e explique que ele é um orixá do Candomblé. Pergunte para os alunos se podemos observar características em comum entre Ogum e São Jorge.

Destaque o papel de Ogum como um guerreiro e explore a música, conversando sobre algumas referências que aparecem na letra, como o cigarro (guimba significa bituca) e a cachaça que são utilizados algumas vezes nos cultos a Ogum. Chame a atenção para o ritmo e para os instrumentos utilizados, informando os alunos que no candomblé os tambores são parte essencial dos momentos de culto.

Você pode fazer um registro no quadro destacando o que se relaciona com Ogum e o que se relaciona com São Jorge na música, relacionando os dois com o candomblé e o catolicismo. Conte que o candomblé tem origem no Brasil com a vinda dos negros escravizados da África, em específico do povo iorubá. De acordo com as estatísticas, cerca de 4 milhões de escravizados foram retirados do continente africano e trazidos para o Brasil durante o período do tráfico negreiro. Junto com esses negros escravizados vieram suas tradições e sua religião, que sofreram algumas alterações e influências de outras crenças que aqui existiam, como o cristianismo.

Como adequar à sua realidade: Você pode também trabalhar na mesma temática outros santos que tem relações com as religiões de matriz africana, como São João e Xangô, através da música São João, Xangô menino, de autoria de Gilberto Gil e Caetano Veloso.

Para você saber mais:

No site do grupo Metá Metá você pode encontrar o disco para dowload: http://metametaoficial.com.br/index.html#disco_novo acesso em 24/05/2019

Para saber mais sobre a biografia de São Jorge: http://g1.globo.com/rj/sul-do-rio-costa-verde/rjtv-1edicao/videos/t/edicoes/v/conheca-a-historia-de-sao-jorge-um-dos-mais-importantes-simbolos-do-sincretismo-religioso/6683731/ acesso em 24/05/2019

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

Orientações: Diga para os alunos que o cristianismo também sofreu modificações e alterações ao longo do tempo. Mostre para os alunos o mapa onde estão destacados os territórios que eram parte do Império Português. Diga que a partir do século XV, Portugal expandiu seus limites territoriais a partir das grandes navegações. Nesse processo, eles colonizaram não só o território da América, que mais tarde seria o Brasil, mas também territórios na África e na Ásia.

A religião oficial dos portugueses era o catolicismo, o que fez com que as regiões coloniais também fossem praticantes dessa crença. Na verdade, nesse momento da história, o único culto permitido nas terras portuguesas era o católico, sendo proibidas outras práticas religiosas. Diga que os alunos irão analisar como se deu o surgimento do cristianismo e alguns momentos em que ele sofreu alterações.

Divida os textos entre os alunos de forma equitativa (cada texto deve ser lido pela mesma quantidade de alunos) e dê alguns minutos para que eles leiam e compreendam as informações. Os textos estão disponíveis em:

Em seguida diga que vocês irão organizar temporalmente esses eventos. Peça para que eles prestem atenção se acreditam que seu texto pode trazer informações mais antigas e porque. Discuta apontando que o cristianismo surgiu a partir dos seguidores de Jesus Cristo, e que foi se expandindo por toda a região do Império Romano. Diga que a conversão de Roma ao cristianismo se deu no mesmo momento em que podemos encontrar a presença dos judeus cristãos e helenistas. Explique que o judaísmo e o cristianismo tem a mesma origem, mas que os judeus não acreditam que Jesus seja o messias prometido pela Torá.

Os cristãos ortodoxos se separam da Igreja católica no momento em que passam a divergir dos dogmas da igreja católica, assim como os reformadores como Lutero, Calvino ou Henrique VI.

Apresente a linha do tempo, e conte para os alunos que o cristianismo teve diversas influências e desdobramentos ao longo do tempo. Da mesma forma, muitas religiões que existem hoje também tiveram origem ou foram influenciadas por ele. Por muito tempo a Igreja Católica tinha uma relação muito próxima na organização política dos Reinos, e isso fez com que essa religião se espalhasse pelo mundo e se misturasse com outras. Pergunte aos alunos como candomblé e o catolicismo se relacionam, retomando a contextualização.

Exiba o slide com a manchete do site do Terreiro Axé Ilu Obá, localizado na cidade de São Paulo, e leia com eles o trecho retirado do site. Pergunte qual a função da religião dos indígenas para os seguidores do candomblé. Explique que tanto as religiões dos indígenas quanto as dos negros escravizados sofreram perseguições durante o período colonial, já que eram proibidas de serem exercidas. Por isso, muitas relações foram estabelecidas entre os orixás e os santos. Essa foi uma forma que os escravizados encontraram de manter sua cultura religiosa viva. Além de incorporar elementos do catolicismo, o candomblé também se relacionou com as religiões indígenas. Dentro dos cultos, a figura do caboclo é um representação da importância dos povos indígenas. Ela também está presente na umbanda, outra manifestação religiosa que contém influências de religiões africanas e do espiritismo.

As misturas religiosas que fazem com que as crenças se aproximem recebe o nome de sincretismo. No Brasil, o encontro entre diferentes culturas, que acontecem desde o período colonial, faz com que as crenças religiosas se misturem com frequência, o que podemos perceber em cultos e festas populares de expressão sincrética. Algumas festas populares importantes no Brasil que misturam as heranças dos negros escravizados e dos indígenas são a lavagem da escadaria do Bonfim, as homenagens ao Negrinho do Pastoreiro e a as oferendas feitas para Iemanjá na virada do ano.

Caso ache interessante componha grupos pequenos para trabalhar os textos das fontes e dê algum tempo para que cada grupo discuta internamente. Isso colabora com a interpretação dos fatos desses textos e enriquece a discussão coletiva.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

Orientações: Diga para os alunos que o cristianismo também sofreu modificações e alterações ao longo do tempo. Mostre para os alunos o mapa onde estão destacados os territórios que eram parte do Império Português. Diga que a partir do século XV, Portugal expandiu seus limites territoriais a partir das grandes navegações. Nesse processo, eles colonizaram não só o território da América, que mais tarde seria o Brasil, mas também territórios na África e na Ásia.

A religião oficial dos portugueses era o catolicismo, o que fez com que as regiões coloniais também fossem praticantes dessa crença. Na verdade, nesse momento da história, o único culto permitido nas terras portuguesas era o católico, sendo proibidas outras práticas religiosas. Diga que os alunos irão analisar como se deu o surgimento do cristianismo e alguns momentos em que ele sofreu alterações.

Divida os textos entre os alunos de forma equitativa (cada texto deve ser lido pela mesma quantidade de alunos) e dê alguns minutos para que eles leiam e compreendam as informações. Os textos estão disponíveis em:

Em seguida diga que vocês irão organizar temporalmente esses eventos. Peça para que eles prestem atenção se acreditam que seu texto pode trazer informações mais antigas e porque. Discuta apontando que o cristianismo surgiu a partir dos seguidores de Jesus Cristo, e que foi se expandindo por toda a região do Império Romano. Diga que a conversão de Roma ao cristianismo se deu no mesmo momento em que podemos encontrar a presença dos judeus cristãos e helenistas. Explique que o judaísmo e o cristianismo tem a mesma origem, mas que os judeus não acreditam que Jesus seja o messias prometido pela Torá.

Os cristãos ortodoxos se separam da Igreja católica no momento em que passam a divergir dos dogmas da igreja católica, assim como os reformadores como Lutero, Calvino ou Henrique VI.

Apresente a linha do tempo, e conte para os alunos que o cristianismo teve diversas influências e desdobramentos ao longo do tempo. Da mesma forma, muitas religiões que existem hoje também tiveram origem ou foram influenciadas por ele. Por muito tempo a Igreja Católica tinha uma relação muito próxima na organização política dos Reinos, e isso fez com que essa religião se espalhasse pelo mundo e se misturasse com outras. Pergunte aos alunos como candomblé e o catolicismo se relacionam, retomando a contextualização.

Exiba o slide com a manchete do site do Terreiro Axé Ilu Obá, localizado na cidade de São Paulo, e leia com eles o trecho retirado do site. Pergunte qual a função da religião dos indígenas para os seguidores do candomblé. Explique que tanto as religiões dos indígenas quanto as dos negros escravizados sofreram perseguições durante o período colonial, já que eram proibidas de serem exercidas. Por isso, muitas relações foram estabelecidas entre os orixás e os santos. Essa foi uma forma que os escravizados encontraram de manter sua cultura religiosa viva. Além de incorporar elementos do catolicismo, o candomblé também se relacionou com as religiões indígenas. Dentro dos cultos, a figura do caboclo é um representação da importância dos povos indígenas. Ela também está presente na umbanda, outra manifestação religiosa que contém influências de religiões africanas e do espiritismo.

As misturas religiosas que fazem com que as crenças se aproximem recebe o nome de sincretismo. No Brasil, o encontro entre diferentes culturas, que acontecem desde o período colonial, faz com que as crenças religiosas se misturem com frequência, o que podemos perceber em cultos e festas populares de expressão sincrética. Algumas festas populares importantes no Brasil que misturam as heranças dos negros escravizados e dos indígenas são a lavagem da escadaria do Bonfim, as homenagens ao Negrinho do Pastoreiro e a as oferendas feitas para Iemanjá na virada do ano.

Caso ache interessante componha grupos pequenos para trabalhar os textos das fontes e dê algum tempo para que cada grupo discuta internamente. Isso colabora com a interpretação dos fatos desses textos e enriquece a discussão coletiva.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

Orientações: Diga para os alunos que o cristianismo também sofreu modificações e alterações ao longo do tempo. Mostre para os alunos o mapa onde estão destacados os territórios que eram parte do Império Português. Diga que a partir do século XV, Portugal expandiu seus limites territoriais a partir das grandes navegações. Nesse processo, eles colonizaram não só o território da América, que mais tarde seria o Brasil, mas também territórios na África e na Ásia.

A religião oficial dos portugueses era o catolicismo, o que fez com que as regiões coloniais também fossem praticantes dessa crença. Na verdade, nesse momento da história, o único culto permitido nas terras portuguesas era o católico, sendo proibidas outras práticas religiosas. Diga que os alunos irão analisar como se deu o surgimento do cristianismo e alguns momentos em que ele sofreu alterações.

Divida os textos entre os alunos de forma equitativa (cada texto deve ser lido pela mesma quantidade de alunos) e dê alguns minutos para que eles leiam e compreendam as informações. Os textos estão disponíveis em:

Em seguida diga que vocês irão organizar temporalmente esses eventos. Peça para que eles prestem atenção se acreditam que seu texto pode trazer informações mais antigas e porque. Discuta apontando que o cristianismo surgiu a partir dos seguidores de Jesus Cristo, e que foi se expandindo por toda a região do Império Romano. Diga que a conversão de Roma ao cristianismo se deu no mesmo momento em que podemos encontrar a presença dos judeus cristãos e helenistas. Explique que o judaísmo e o cristianismo tem a mesma origem, mas que os judeus não acreditam que Jesus seja o messias prometido pela Torá.

Os cristãos ortodoxos se separam da Igreja católica no momento em que passam a divergir dos dogmas da igreja católica, assim como os reformadores como Lutero, Calvino ou Henrique VI.

Apresente a linha do tempo, e conte para os alunos que o cristianismo teve diversas influências e desdobramentos ao longo do tempo. Da mesma forma, muitas religiões que existem hoje também tiveram origem ou foram influenciadas por ele. Por muito tempo a Igreja Católica tinha uma relação muito próxima na organização política dos Reinos, e isso fez com que essa religião se espalhasse pelo mundo e se misturasse com outras. Pergunte aos alunos como candomblé e o catolicismo se relacionam, retomando a contextualização.

Exiba o slide com a manchete do site do Terreiro Axé Ilu Obá, localizado na cidade de São Paulo, e leia com eles o trecho retirado do site. Pergunte qual a função da religião dos indígenas para os seguidores do candomblé. Explique que tanto as religiões dos indígenas quanto as dos negros escravizados sofreram perseguições durante o período colonial, já que eram proibidas de serem exercidas. Por isso, muitas relações foram estabelecidas entre os orixás e os santos. Essa foi uma forma que os escravizados encontraram de manter sua cultura religiosa viva. Além de incorporar elementos do catolicismo, o candomblé também se relacionou com as religiões indígenas. Dentro dos cultos, a figura do caboclo é um representação da importância dos povos indígenas. Ela também está presente na umbanda, outra manifestação religiosa que contém influências de religiões africanas e do espiritismo.

As misturas religiosas que fazem com que as crenças se aproximem recebe o nome de sincretismo. No Brasil, o encontro entre diferentes culturas, que acontecem desde o período colonial, faz com que as crenças religiosas se misturem com frequência, o que podemos perceber em cultos e festas populares de expressão sincrética. Algumas festas populares importantes no Brasil que misturam as heranças dos negros escravizados e dos indígenas são a lavagem da escadaria do Bonfim, as homenagens ao Negrinho do Pastoreiro e a as oferendas feitas para Iemanjá na virada do ano.

Caso ache interessante componha grupos pequenos para trabalhar os textos das fontes e dê algum tempo para que cada grupo discuta internamente. Isso colabora com a interpretação dos fatos desses textos e enriquece a discussão coletiva.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

Orientações: Diga para os alunos que o cristianismo também sofreu modificações e alterações ao longo do tempo. Mostre para os alunos o mapa onde estão destacados os territórios que eram parte do Império Português. Diga que a partir do século XV, Portugal expandiu seus limites territoriais a partir das grandes navegações. Nesse processo, eles colonizaram não só o território da América, que mais tarde seria o Brasil, mas também territórios na África e na Ásia.

A religião oficial dos portugueses era o catolicismo, o que fez com que as regiões coloniais também fossem praticantes dessa crença. Na verdade, nesse momento da história, o único culto permitido nas terras portuguesas era o católico, sendo proibidas outras práticas religiosas. Diga que os alunos irão analisar como se deu o surgimento do cristianismo e alguns momentos em que ele sofreu alterações.

Divida os textos entre os alunos de forma equitativa (cada texto deve ser lido pela mesma quantidade de alunos) e dê alguns minutos para que eles leiam e compreendam as informações. Os textos estão disponíveis em:

Em seguida diga que vocês irão organizar temporalmente esses eventos. Peça para que eles prestem atenção se acreditam que seu texto pode trazer informações mais antigas e porque. Discuta apontando que o cristianismo surgiu a partir dos seguidores de Jesus Cristo, e que foi se expandindo por toda a região do Império Romano. Diga que a conversão de Roma ao cristianismo se deu no mesmo momento em que podemos encontrar a presença dos judeus cristãos e helenistas. Explique que o judaísmo e o cristianismo tem a mesma origem, mas que os judeus não acreditam que Jesus seja o messias prometido pela Torá.

Os cristãos ortodoxos se separam da Igreja católica no momento em que passam a divergir dos dogmas da igreja católica, assim como os reformadores como Lutero, Calvino ou Henrique VI.

Apresente a linha do tempo, e conte para os alunos que o cristianismo teve diversas influências e desdobramentos ao longo do tempo. Da mesma forma, muitas religiões que existem hoje também tiveram origem ou foram influenciadas por ele. Por muito tempo a Igreja Católica tinha uma relação muito próxima na organização política dos Reinos, e isso fez com que essa religião se espalhasse pelo mundo e se misturasse com outras. Pergunte aos alunos como candomblé e o catolicismo se relacionam, retomando a contextualização.

Exiba o slide com a manchete do site do Terreiro Axé Ilu Obá, localizado na cidade de São Paulo, e leia com eles o trecho retirado do site. Pergunte qual a função da religião dos indígenas para os seguidores do candomblé. Explique que tanto as religiões dos indígenas quanto as dos negros escravizados sofreram perseguições durante o período colonial, já que eram proibidas de serem exercidas. Por isso, muitas relações foram estabelecidas entre os orixás e os santos. Essa foi uma forma que os escravizados encontraram de manter sua cultura religiosa viva. Além de incorporar elementos do catolicismo, o candomblé também se relacionou com as religiões indígenas. Dentro dos cultos, a figura do caboclo é um representação da importância dos povos indígenas. Ela também está presente na umbanda, outra manifestação religiosa que contém influências de religiões africanas e do espiritismo.

As misturas religiosas que fazem com que as crenças se aproximem recebe o nome de sincretismo. No Brasil, o encontro entre diferentes culturas, que acontecem desde o período colonial, faz com que as crenças religiosas se misturem com frequência, o que podemos perceber em cultos e festas populares de expressão sincrética. Algumas festas populares importantes no Brasil que misturam as heranças dos negros escravizados e dos indígenas são a lavagem da escadaria do Bonfim, as homenagens ao Negrinho do Pastoreiro e a as oferendas feitas para Iemanjá na virada do ano.

Caso ache interessante componha grupos pequenos para trabalhar os textos das fontes e dê algum tempo para que cada grupo discuta internamente. Isso colabora com a interpretação dos fatos desses textos e enriquece a discussão coletiva.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Diga para os alunos que eles devem criar ilustrações a partir dos cartões com informações sobre os Orixás do Candomblé. Os cartões estão disponíveis em: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Rg8qnnMpGTWH4WsSgmkaY7nh43depWpYEgN8Gd9pznYJ9RC7tFUnwH4r54v7/his5-03und08-orixas.pdf

Apresente as imagens do slide, que são parte de um mural produzido pelo artista plástico Caribé. Aponte para os elementos relacionados aos orixás, como suas comidas de devoção e os objetos sagrados que cada um traz consigo. Diga que os alunos devem escolher um orixá para ilustrar.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos. Ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos . Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF05HI03 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Nesse plano os alunos irão analisar como o sincretismo religioso foi importante para a formação religiosa de alguns povos.

Materiais necessários: Material para desenho, como papel, canetas e lápis.

Material complementar:

Para você saber mais:

  • BANON, Patrick Para conhecer melhor as religiões. Claro Enigma, 2010.
  • PRANDI, Reginaldo: Xangô, o Trovão. Cia das Letrinhas, 2003; Ifá, o Adivinho. Cia das Letrinhas, 2002; Oxumarê, o Arco-Íris, Cia das Letrinhas, 2004; Mitologia dos Orixás, Cia das Letras, 2000.
  • Artigo do professor Sérgio E. Ferretti Universidade Federal do Maranhão – Brasil que aborda o sincretismo como forma de resistência: http://www.scielo.br/pdf/ha/v4n8/0104-7183-ha-4-8-0182.pdf acesso em 01/05/2019

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Apresente a aula para os alunos dizendo que vocês irão analisar quais as influências das religiões.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações: Diga para os alunos que eles irão ouvir a música “São Jorge” do grupo Metá Metá, disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=3sXU2YqUKOY acesso em 27/04/2019.

Conte que São Jorge é uma figura relacionada com o catolicismo, e que ele foi um soldado cristão romano que viveu no século IV. Nesse período, os católicos eram perseguidos por conta de sua religião, e por isso São Jorge foi morto pelos romanos. Uma das histórias desse santo, conta que ele teria derrotado um dragão para salvar uma princesa na cidade de Selen, na Líbia. Leia com os alunos o texto sobre Ogum, e explique que ele é um orixá do Candomblé. Pergunte para os alunos se podemos observar características em comum entre Ogum e São Jorge.

Destaque o papel de Ogum como um guerreiro e explore a música, conversando sobre algumas referências que aparecem na letra, como o cigarro (guimba significa bituca) e a cachaça que são utilizados algumas vezes nos cultos a Ogum. Chame a atenção para o ritmo e para os instrumentos utilizados, informando os alunos que no candomblé os tambores são parte essencial dos momentos de culto.

Você pode fazer um registro no quadro destacando o que se relaciona com Ogum e o que se relaciona com São Jorge na música, relacionando os dois com o candomblé e o catolicismo. Conte que o candomblé tem origem no Brasil com a vinda dos negros escravizados da África, em específico do povo iorubá. De acordo com as estatísticas, cerca de 4 milhões de escravizados foram retirados do continente africano e trazidos para o Brasil durante o período do tráfico negreiro. Junto com esses negros escravizados vieram suas tradições e sua religião, que sofreram algumas alterações e influências de outras crenças que aqui existiam, como o cristianismo.

Como adequar à sua realidade: Você pode também trabalhar na mesma temática outros santos que tem relações com as religiões de matriz africana, como São João e Xangô, através da música São João, Xangô menino, de autoria de Gilberto Gil e Caetano Veloso.

Para você saber mais:

No site do grupo Metá Metá você pode encontrar o disco para dowload: http://metametaoficial.com.br/index.html#disco_novo acesso em 24/05/2019

Para saber mais sobre a biografia de São Jorge: http://g1.globo.com/rj/sul-do-rio-costa-verde/rjtv-1edicao/videos/t/edicoes/v/conheca-a-historia-de-sao-jorge-um-dos-mais-importantes-simbolos-do-sincretismo-religioso/6683731/ acesso em 24/05/2019

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações: Diga para os alunos que eles irão ouvir a música “São Jorge” do grupo Metá Metá, disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=3sXU2YqUKOY acesso em 27/04/2019.

Conte que São Jorge é uma figura relacionada com o catolicismo, e que ele foi um soldado cristão romano que viveu no século IV. Nesse período, os católicos eram perseguidos por conta de sua religião, e por isso São Jorge foi morto pelos romanos. Uma das histórias desse santo, conta que ele teria derrotado um dragão para salvar uma princesa na cidade de Selen, na Líbia. Leia com os alunos o texto sobre Ogum, e explique que ele é um orixá do Candomblé. Pergunte para os alunos se podemos observar características em comum entre Ogum e São Jorge.

Destaque o papel de Ogum como um guerreiro e explore a música, conversando sobre algumas referências que aparecem na letra, como o cigarro (guimba significa bituca) e a cachaça que são utilizados algumas vezes nos cultos a Ogum. Chame a atenção para o ritmo e para os instrumentos utilizados, informando os alunos que no candomblé os tambores são parte essencial dos momentos de culto.

Você pode fazer um registro no quadro destacando o que se relaciona com Ogum e o que se relaciona com São Jorge na música, relacionando os dois com o candomblé e o catolicismo. Conte que o candomblé tem origem no Brasil com a vinda dos negros escravizados da África, em específico do povo iorubá. De acordo com as estatísticas, cerca de 4 milhões de escravizados foram retirados do continente africano e trazidos para o Brasil durante o período do tráfico negreiro. Junto com esses negros escravizados vieram suas tradições e sua religião, que sofreram algumas alterações e influências de outras crenças que aqui existiam, como o cristianismo.

Como adequar à sua realidade: Você pode também trabalhar na mesma temática outros santos que tem relações com as religiões de matriz africana, como São João e Xangô, através da música São João, Xangô menino, de autoria de Gilberto Gil e Caetano Veloso.

Para você saber mais:

No site do grupo Metá Metá você pode encontrar o disco para dowload: http://metametaoficial.com.br/index.html#disco_novo acesso em 24/05/2019

Para saber mais sobre a biografia de São Jorge: http://g1.globo.com/rj/sul-do-rio-costa-verde/rjtv-1edicao/videos/t/edicoes/v/conheca-a-historia-de-sao-jorge-um-dos-mais-importantes-simbolos-do-sincretismo-religioso/6683731/ acesso em 24/05/2019

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

Orientações: Diga para os alunos que o cristianismo também sofreu modificações e alterações ao longo do tempo. Mostre para os alunos o mapa onde estão destacados os territórios que eram parte do Império Português. Diga que a partir do século XV, Portugal expandiu seus limites territoriais a partir das grandes navegações. Nesse processo, eles colonizaram não só o território da América, que mais tarde seria o Brasil, mas também territórios na África e na Ásia.

A religião oficial dos portugueses era o catolicismo, o que fez com que as regiões coloniais também fossem praticantes dessa crença. Na verdade, nesse momento da história, o único culto permitido nas terras portuguesas era o católico, sendo proibidas outras práticas religiosas. Diga que os alunos irão analisar como se deu o surgimento do cristianismo e alguns momentos em que ele sofreu alterações.

Divida os textos entre os alunos de forma equitativa (cada texto deve ser lido pela mesma quantidade de alunos) e dê alguns minutos para que eles leiam e compreendam as informações. Os textos estão disponíveis em:

Em seguida diga que vocês irão organizar temporalmente esses eventos. Peça para que eles prestem atenção se acreditam que seu texto pode trazer informações mais antigas e porque. Discuta apontando que o cristianismo surgiu a partir dos seguidores de Jesus Cristo, e que foi se expandindo por toda a região do Império Romano. Diga que a conversão de Roma ao cristianismo se deu no mesmo momento em que podemos encontrar a presença dos judeus cristãos e helenistas. Explique que o judaísmo e o cristianismo tem a mesma origem, mas que os judeus não acreditam que Jesus seja o messias prometido pela Torá.

Os cristãos ortodoxos se separam da Igreja católica no momento em que passam a divergir dos dogmas da igreja católica, assim como os reformadores como Lutero, Calvino ou Henrique VI.

Apresente a linha do tempo, e conte para os alunos que o cristianismo teve diversas influências e desdobramentos ao longo do tempo. Da mesma forma, muitas religiões que existem hoje também tiveram origem ou foram influenciadas por ele. Por muito tempo a Igreja Católica tinha uma relação muito próxima na organização política dos Reinos, e isso fez com que essa religião se espalhasse pelo mundo e se misturasse com outras. Pergunte aos alunos como candomblé e o catolicismo se relacionam, retomando a contextualização.

Exiba o slide com a manchete do site do Terreiro Axé Ilu Obá, localizado na cidade de São Paulo, e leia com eles o trecho retirado do site. Pergunte qual a função da religião dos indígenas para os seguidores do candomblé. Explique que tanto as religiões dos indígenas quanto as dos negros escravizados sofreram perseguições durante o período colonial, já que eram proibidas de serem exercidas. Por isso, muitas relações foram estabelecidas entre os orixás e os santos. Essa foi uma forma que os escravizados encontraram de manter sua cultura religiosa viva. Além de incorporar elementos do catolicismo, o candomblé também se relacionou com as religiões indígenas. Dentro dos cultos, a figura do caboclo é um representação da importância dos povos indígenas. Ela também está presente na umbanda, outra manifestação religiosa que contém influências de religiões africanas e do espiritismo.

As misturas religiosas que fazem com que as crenças se aproximem recebe o nome de sincretismo. No Brasil, o encontro entre diferentes culturas, que acontecem desde o período colonial, faz com que as crenças religiosas se misturem com frequência, o que podemos perceber em cultos e festas populares de expressão sincrética. Algumas festas populares importantes no Brasil que misturam as heranças dos negros escravizados e dos indígenas são a lavagem da escadaria do Bonfim, as homenagens ao Negrinho do Pastoreiro e a as oferendas feitas para Iemanjá na virada do ano.

Caso ache interessante componha grupos pequenos para trabalhar os textos das fontes e dê algum tempo para que cada grupo discuta internamente. Isso colabora com a interpretação dos fatos desses textos e enriquece a discussão coletiva.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

Orientações: Diga para os alunos que o cristianismo também sofreu modificações e alterações ao longo do tempo. Mostre para os alunos o mapa onde estão destacados os territórios que eram parte do Império Português. Diga que a partir do século XV, Portugal expandiu seus limites territoriais a partir das grandes navegações. Nesse processo, eles colonizaram não só o território da América, que mais tarde seria o Brasil, mas também territórios na África e na Ásia.

A religião oficial dos portugueses era o catolicismo, o que fez com que as regiões coloniais também fossem praticantes dessa crença. Na verdade, nesse momento da história, o único culto permitido nas terras portuguesas era o católico, sendo proibidas outras práticas religiosas. Diga que os alunos irão analisar como se deu o surgimento do cristianismo e alguns momentos em que ele sofreu alterações.

Divida os textos entre os alunos de forma equitativa (cada texto deve ser lido pela mesma quantidade de alunos) e dê alguns minutos para que eles leiam e compreendam as informações. Os textos estão disponíveis em:

Em seguida diga que vocês irão organizar temporalmente esses eventos. Peça para que eles prestem atenção se acreditam que seu texto pode trazer informações mais antigas e porque. Discuta apontando que o cristianismo surgiu a partir dos seguidores de Jesus Cristo, e que foi se expandindo por toda a região do Império Romano. Diga que a conversão de Roma ao cristianismo se deu no mesmo momento em que podemos encontrar a presença dos judeus cristãos e helenistas. Explique que o judaísmo e o cristianismo tem a mesma origem, mas que os judeus não acreditam que Jesus seja o messias prometido pela Torá.

Os cristãos ortodoxos se separam da Igreja católica no momento em que passam a divergir dos dogmas da igreja católica, assim como os reformadores como Lutero, Calvino ou Henrique VI.

Apresente a linha do tempo, e conte para os alunos que o cristianismo teve diversas influências e desdobramentos ao longo do tempo. Da mesma forma, muitas religiões que existem hoje também tiveram origem ou foram influenciadas por ele. Por muito tempo a Igreja Católica tinha uma relação muito próxima na organização política dos Reinos, e isso fez com que essa religião se espalhasse pelo mundo e se misturasse com outras. Pergunte aos alunos como candomblé e o catolicismo se relacionam, retomando a contextualização.

Exiba o slide com a manchete do site do Terreiro Axé Ilu Obá, localizado na cidade de São Paulo, e leia com eles o trecho retirado do site. Pergunte qual a função da religião dos indígenas para os seguidores do candomblé. Explique que tanto as religiões dos indígenas quanto as dos negros escravizados sofreram perseguições durante o período colonial, já que eram proibidas de serem exercidas. Por isso, muitas relações foram estabelecidas entre os orixás e os santos. Essa foi uma forma que os escravizados encontraram de manter sua cultura religiosa viva. Além de incorporar elementos do catolicismo, o candomblé também se relacionou com as religiões indígenas. Dentro dos cultos, a figura do caboclo é um representação da importância dos povos indígenas. Ela também está presente na umbanda, outra manifestação religiosa que contém influências de religiões africanas e do espiritismo.

As misturas religiosas que fazem com que as crenças se aproximem recebe o nome de sincretismo. No Brasil, o encontro entre diferentes culturas, que acontecem desde o período colonial, faz com que as crenças religiosas se misturem com frequência, o que podemos perceber em cultos e festas populares de expressão sincrética. Algumas festas populares importantes no Brasil que misturam as heranças dos negros escravizados e dos indígenas são a lavagem da escadaria do Bonfim, as homenagens ao Negrinho do Pastoreiro e a as oferendas feitas para Iemanjá na virada do ano.

Caso ache interessante componha grupos pequenos para trabalhar os textos das fontes e dê algum tempo para que cada grupo discuta internamente. Isso colabora com a interpretação dos fatos desses textos e enriquece a discussão coletiva.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

Orientações: Diga para os alunos que o cristianismo também sofreu modificações e alterações ao longo do tempo. Mostre para os alunos o mapa onde estão destacados os territórios que eram parte do Império Português. Diga que a partir do século XV, Portugal expandiu seus limites territoriais a partir das grandes navegações. Nesse processo, eles colonizaram não só o território da América, que mais tarde seria o Brasil, mas também territórios na África e na Ásia.

A religião oficial dos portugueses era o catolicismo, o que fez com que as regiões coloniais também fossem praticantes dessa crença. Na verdade, nesse momento da história, o único culto permitido nas terras portuguesas era o católico, sendo proibidas outras práticas religiosas. Diga que os alunos irão analisar como se deu o surgimento do cristianismo e alguns momentos em que ele sofreu alterações.

Divida os textos entre os alunos de forma equitativa (cada texto deve ser lido pela mesma quantidade de alunos) e dê alguns minutos para que eles leiam e compreendam as informações. Os textos estão disponíveis em:

Em seguida diga que vocês irão organizar temporalmente esses eventos. Peça para que eles prestem atenção se acreditam que seu texto pode trazer informações mais antigas e porque. Discuta apontando que o cristianismo surgiu a partir dos seguidores de Jesus Cristo, e que foi se expandindo por toda a região do Império Romano. Diga que a conversão de Roma ao cristianismo se deu no mesmo momento em que podemos encontrar a presença dos judeus cristãos e helenistas. Explique que o judaísmo e o cristianismo tem a mesma origem, mas que os judeus não acreditam que Jesus seja o messias prometido pela Torá.

Os cristãos ortodoxos se separam da Igreja católica no momento em que passam a divergir dos dogmas da igreja católica, assim como os reformadores como Lutero, Calvino ou Henrique VI.

Apresente a linha do tempo, e conte para os alunos que o cristianismo teve diversas influências e desdobramentos ao longo do tempo. Da mesma forma, muitas religiões que existem hoje também tiveram origem ou foram influenciadas por ele. Por muito tempo a Igreja Católica tinha uma relação muito próxima na organização política dos Reinos, e isso fez com que essa religião se espalhasse pelo mundo e se misturasse com outras. Pergunte aos alunos como candomblé e o catolicismo se relacionam, retomando a contextualização.

Exiba o slide com a manchete do site do Terreiro Axé Ilu Obá, localizado na cidade de São Paulo, e leia com eles o trecho retirado do site. Pergunte qual a função da religião dos indígenas para os seguidores do candomblé. Explique que tanto as religiões dos indígenas quanto as dos negros escravizados sofreram perseguições durante o período colonial, já que eram proibidas de serem exercidas. Por isso, muitas relações foram estabelecidas entre os orixás e os santos. Essa foi uma forma que os escravizados encontraram de manter sua cultura religiosa viva. Além de incorporar elementos do catolicismo, o candomblé também se relacionou com as religiões indígenas. Dentro dos cultos, a figura do caboclo é um representação da importância dos povos indígenas. Ela também está presente na umbanda, outra manifestação religiosa que contém influências de religiões africanas e do espiritismo.

As misturas religiosas que fazem com que as crenças se aproximem recebe o nome de sincretismo. No Brasil, o encontro entre diferentes culturas, que acontecem desde o período colonial, faz com que as crenças religiosas se misturem com frequência, o que podemos perceber em cultos e festas populares de expressão sincrética. Algumas festas populares importantes no Brasil que misturam as heranças dos negros escravizados e dos indígenas são a lavagem da escadaria do Bonfim, as homenagens ao Negrinho do Pastoreiro e a as oferendas feitas para Iemanjá na virada do ano.

Caso ache interessante componha grupos pequenos para trabalhar os textos das fontes e dê algum tempo para que cada grupo discuta internamente. Isso colabora com a interpretação dos fatos desses textos e enriquece a discussão coletiva.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

Orientações: Diga para os alunos que o cristianismo também sofreu modificações e alterações ao longo do tempo. Mostre para os alunos o mapa onde estão destacados os territórios que eram parte do Império Português. Diga que a partir do século XV, Portugal expandiu seus limites territoriais a partir das grandes navegações. Nesse processo, eles colonizaram não só o território da América, que mais tarde seria o Brasil, mas também territórios na África e na Ásia.

A religião oficial dos portugueses era o catolicismo, o que fez com que as regiões coloniais também fossem praticantes dessa crença. Na verdade, nesse momento da história, o único culto permitido nas terras portuguesas era o católico, sendo proibidas outras práticas religiosas. Diga que os alunos irão analisar como se deu o surgimento do cristianismo e alguns momentos em que ele sofreu alterações.

Divida os textos entre os alunos de forma equitativa (cada texto deve ser lido pela mesma quantidade de alunos) e dê alguns minutos para que eles leiam e compreendam as informações. Os textos estão disponíveis em:

Em seguida diga que vocês irão organizar temporalmente esses eventos. Peça para que eles prestem atenção se acreditam que seu texto pode trazer informações mais antigas e porque. Discuta apontando que o cristianismo surgiu a partir dos seguidores de Jesus Cristo, e que foi se expandindo por toda a região do Império Romano. Diga que a conversão de Roma ao cristianismo se deu no mesmo momento em que podemos encontrar a presença dos judeus cristãos e helenistas. Explique que o judaísmo e o cristianismo tem a mesma origem, mas que os judeus não acreditam que Jesus seja o messias prometido pela Torá.

Os cristãos ortodoxos se separam da Igreja católica no momento em que passam a divergir dos dogmas da igreja católica, assim como os reformadores como Lutero, Calvino ou Henrique VI.

Apresente a linha do tempo, e conte para os alunos que o cristianismo teve diversas influências e desdobramentos ao longo do tempo. Da mesma forma, muitas religiões que existem hoje também tiveram origem ou foram influenciadas por ele. Por muito tempo a Igreja Católica tinha uma relação muito próxima na organização política dos Reinos, e isso fez com que essa religião se espalhasse pelo mundo e se misturasse com outras. Pergunte aos alunos como candomblé e o catolicismo se relacionam, retomando a contextualização.

Exiba o slide com a manchete do site do Terreiro Axé Ilu Obá, localizado na cidade de São Paulo, e leia com eles o trecho retirado do site. Pergunte qual a função da religião dos indígenas para os seguidores do candomblé. Explique que tanto as religiões dos indígenas quanto as dos negros escravizados sofreram perseguições durante o período colonial, já que eram proibidas de serem exercidas. Por isso, muitas relações foram estabelecidas entre os orixás e os santos. Essa foi uma forma que os escravizados encontraram de manter sua cultura religiosa viva. Além de incorporar elementos do catolicismo, o candomblé também se relacionou com as religiões indígenas. Dentro dos cultos, a figura do caboclo é um representação da importância dos povos indígenas. Ela também está presente na umbanda, outra manifestação religiosa que contém influências de religiões africanas e do espiritismo.

As misturas religiosas que fazem com que as crenças se aproximem recebe o nome de sincretismo. No Brasil, o encontro entre diferentes culturas, que acontecem desde o período colonial, faz com que as crenças religiosas se misturem com frequência, o que podemos perceber em cultos e festas populares de expressão sincrética. Algumas festas populares importantes no Brasil que misturam as heranças dos negros escravizados e dos indígenas são a lavagem da escadaria do Bonfim, as homenagens ao Negrinho do Pastoreiro e a as oferendas feitas para Iemanjá na virada do ano.

Caso ache interessante componha grupos pequenos para trabalhar os textos das fontes e dê algum tempo para que cada grupo discuta internamente. Isso colabora com a interpretação dos fatos desses textos e enriquece a discussão coletiva.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Diga para os alunos que eles devem criar ilustrações a partir dos cartões com informações sobre os Orixás do Candomblé. Os cartões estão disponíveis em: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Rg8qnnMpGTWH4WsSgmkaY7nh43depWpYEgN8Gd9pznYJ9RC7tFUnwH4r54v7/his5-03und08-orixas.pdf

Apresente as imagens do slide, que são parte de um mural produzido pelo artista plástico Caribé. Aponte para os elementos relacionados aos orixás, como suas comidas de devoção e os objetos sagrados que cada um traz consigo. Diga que os alunos devem escolher um orixá para ilustrar.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Povos e culturas: meu lugar no mundo e meu grupo social do 5º ano :

5º ano / História / Povos e culturas: meu lugar no mundo e meu grupo social

5º ano / História / Povos e culturas: meu lugar no mundo e meu grupo social

MAIS AULAS DE História do 5º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF05HI03 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano