17503
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 7º ano > Lógicas comerciais e mercantis da modernidade

Plano de aula - Crise, contradições e revoltas: a situação do Brasil no fim do século XVIII

Plano de aula de História com atividades para 7º ano do EF sobre Crise, contradições e revoltas: a situação do Brasil no fim do século XVIII

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Paulo Henrique Silva Pacheco

Sugestão de adaptação para ensino remoto

Ferramentas sugeridas
- Essenciais: fontes históricas (em PDF, print ou link), Whatsapp, E-mail ou Google sala de aula.
- Optativas: Hangouts, Mentimeter, Padlet.

Contexto
O objetivo desta aula é analisar as contradições na colônia portuguesa com base na crise do capitalismo comercial no fim do século XVIII.

Para desenvolvê-la com os seus alunos, você poderá trabalhar de forma:
- Assíncrona, disponibilizando por meio do Whatsapp, e-mail ou Google sala de aula (veja como usá-lo aqui), os materiais e orientações necessários. As devolutivas dos alunos podem ocorrer da mesma forma ou com agendamento de um momento síncrono.
- Síncrona, apresentando os materiais (projetando-os na tela) e orientações enquanto realiza uma videoconferência por meio do Hangouts (veja aqui como criar uma reunião online).

Inicie estimulando os alunos a respeito do tema da aula:
- O que vem a sua cabeça ao pensar em termos como “crise” e “revolta”?
- Você já se sentiu desse modo em algum momento?
- Por quais razões isso pode acontecer?

Se disponibilizarem de internet, solicite que construam uma nuvem de palavras para mapear as percepções da turma sobre estes conceitos. Ela pode ser feita utilizando o Mentimeter (veja como aqui - ative a tradução da página).

Problematização
Nesta etapa, o objetivo é a compreensão da crise no Brasil colonial (XVIII) e consequências, como as revoltas. Os alunos poderão se organizar em duplas, via Whatsapp, para discutirem a respeito das fontes e trocarem percepções. Cada membro pode assumir um dos pontos de vista para estudar e responder:

Ponto de vista da Metrópole: deve ler o Texto 1 e 2 e identificar:
- Quais eram as dificuldades enfrentadas por Portugal?
- Até quando sua situação era favorável? Quando e por que mudou?
- O que as rebeliões contestavam?

Ponto de vista da Colônia: deve ler o Texto 2 e 3 e identificar:
- Quais eram os obstáculos enfrentados pelos povos das colônias? O que eles queriam?
- O que as rebeliões contestavam, geralmente?
- O que causou a revolta do povo baiano especialmente? O que eles queriam?

Oriente-os a elaborarem uma conclusão para discutirem com os colegas em um momento de videoconferência ou em uma enquete:
- O que motivou as revoltas no Brasil contra a dominação portuguesa no século XVIII?

Sistematização
Vamos jogar RPG a distância? Proponha que mantenham as duplas e que cada um retome o ponto de vista que estudou (Metrópole ou Colônia).

Elas deverão desenvolver um diálogo, no qual expressem os posicionamentos sobre a crise que acontecia no Brasil e o que pensavam sobre as revoltas. Essa dinâmica de interpretação poderá ser feita por meio de trocas de mensagem de texto, via Whatsapp (neste caso, devem tirar Prints da conversa para compartilhar entre a turma e com você), ou utilizando um mural virtual colaborativo, como o Padlet (veja aqui como usá-lo).

Convite às famílias
Para que reflitam juntos sobre as revoltas nativistas ocorridas no Brasil Colonial no século XVIII, podem acessar a interessante série: Revoltas nativistas. Se liga nessa História. YouTube. Disponível aqui. Acesso em: 22/06/2020.

Sugestão Enviada Por: Profa Bianca


Código: HIS7_17UND05

(EF07HI17) Discutir as razões da passagem do mercantilismo para o capitalismo.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Lógicas comerciais e mercantis da modernidade do 7º ano:

MAIS AULAS DE História do 7º ano:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas