17454
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 5º ano > Povos e culturas: meu lugar no mundo e meu grupo social

Plano de aula - Diásporas e intolerância religiosa

Plano de aula de História com atividades para 5º ano do EF sobre Diásporas e intolerância religiosa

Plano 03 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Gabriela Ferreira Bustamante Fonseca

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos. Ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF05HI03 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Nesse plano os alunos irão entrar em contato com o conceito de diáspora e das migrações por perseguição religiosa. Nesse contexto, os alunos irão analisar a canção para perceber quais as implicações desses movimentos migratórios para a cultura e a religião.

Materiais necessários: Papel e material para desenhar.

Para você saber mais:

  • Judeus: Os judeus são um povo baseado em uma crença religiosa. De acordo com a sua tradição, todos aqueles que nascem de uma mãe judia são considerados como parte desse povo. Sua origem remonta ao período da antiguidade e está explicada no Antigo Testamento, ou Torá, como é considerada pelos Judeus. Eles reconhecessem Jacó, filho de Isaac, como o seu antepassado. De seu casamento com diferentes mulheres nasceram 12 filhos. Para o judaísmo, esses 12 filhos de Jacó são os antepassados das 12 tribos de Israel e, portanto, todos os seus descendentes são considerados judeus.
  • Para saber mais sobre o judaísmo sugerimos o capítulo “O nascimento do monoteísmo: o judaísmo” do livro Para conhecer melhor as religiões. Nesse livro você vai encontrar informações sobre a formação dessa religião, além de informações sobre os rituais e mitos fundantes para os judeus e para outras religiões. BANON, Patrick Para conhecer melhor as religiões. Claro Enigma, 2010.
  • Para saber mais sobre o judaísmo também pode ser consultado o capítulo “Religiões surgidas no Oriente Médio: monoteísmo” de O livro das religiões. GAARDNER, Jostein HELLERN, Victor e NOTAKER, Henry O livro das religiões. Companhia das letras, 2005.
  • Sugerimos também o site do Centro de Estudos Judaicos da USP: http://cej.fflch.usp.br/ acesso em 26/04/2019

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Apresente o objetivo da aula. Diga para os alunos que eles irão refletir sobre as diásporas e como elas afetaram a vida de diferentes povos.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: Ouça com os alunos a canção “diáspora” do grupo Tribalistas, disponível neste link: http://www.marisamonte.com.br/pt/musica/tribalistas-2/video-lyrics/diaspora

Discuta qual o significado do título através do verbete com a definição do que é uma diáspora. Reúna os alunos em trios ou quartetos e peça para que eles escrevam uma explicação para esse termo. Não faça nenhum tipo de exposição ou discussão coletiva, deixe que os alunos analisem as fontes apresentadas, para depois abrir para um momento coletivo. Peça para que os grupos exponham o registro que fizeram, explicando que as diásporas aconteceram em diferente momentos e espaços da história, e que elas se fundamentam em uma separação de um povo que passa a morar em diferentes locais do mundo, mas que preserva sua cultura.

Faça uma reflexão sobre a letra da música, discutindo como a diáspora afeta a vida das pessoas e quais são as consequências de ter de mudar de um lugar com toda a sua família por estar sendo perseguido. Isso é fácil? Quais são as dificuldades de abandonar sua terra natal, de eles mais sentiriam falta se estivessem no lugar dessas pessoas? Deixe claro que essa mudança não é uma escolha dessa família, e que ela acontece para que essas pessoas possam salvar suas vidas.

Exiba o slide sobre a imigração de sírios para o Brasil, e converse sobre a existência de migrações na atualidade. Explique que a guerra na síria mobilizou uma emigração em massa desse país, depois de um conflito civil. A guerra, que começou por motivos políticos, acabou se expandindo e hoje envolve questões religiosas.

Caso tenha a possibilidade, exiba o vídeo da matéria relacionada à manchete do slide. Ele pode servir como ferramenta para sensibilizar os alunos para os problemas relacionados com o refúgio e a migração https://g1.globo.com/economia/concursos-e-emprego/noticia/conheca-os-refugiados-sirios-que-recomecaram-no-brasil-como-repositores-de-estoque-e-viraram-chefes-em-atacadista-de-sp.ghtml acesso em 26/04/2019

Para você saber mais:

  • Matéria sobre refúgio de Sírios no Brasil:

https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/09/150904_brasil_refugiados_sirios_comparacao_internacional_lgb acesso em 26/04/2019

  • Resumo sobre a crise na Síria:

https://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,a-crise-na-siria-explicada,70002266915 acesso em 26/04/2019

  • Dados sobre refúgio no Brasil:

https://nacoesunidas.org/guerra-na-siria-aumentou-numero-de-solicitacoes-de-refugio-no-brasil-diz-estudo-do-ipea/ acesso em 26/04/2019

  • Site da Acnur, agência da ONU que protege pessoas refugiadas:

https://nacoesunidas.org/agencia/acnur/ acesso em 26/04/2019

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: Ouça com os alunos a canção “diáspora” do grupo Tribalistas, disponível neste link: http://www.marisamonte.com.br/pt/musica/tribalistas-2/video-lyrics/diaspora

Discuta qual o significado do título através do verbete com a definição do que é uma diáspora. Reúna os alunos em trios ou quartetos e peça para que eles escrevam uma explicação para esse termo. Não faça nenhum tipo de exposição ou discussão coletiva, deixe que os alunos analisem as fontes apresentadas, para depois abrir para um momento coletivo. Peça para que os grupos exponham o registro que fizeram, explicando que as diásporas aconteceram em diferente momentos e espaços da história, e que elas se fundamentam em uma separação de um povo que passa a morar em diferentes locais do mundo, mas que preserva sua cultura.

Faça uma reflexão sobre a letra da música, discutindo como a diáspora afeta a vida das pessoas e quais são as consequências de ter de mudar de um lugar com toda a sua família por estar sendo perseguido. Isso é fácil? Quais são as dificuldades de abandonar sua terra natal, de eles mais sentiriam falta se estivessem no lugar dessas pessoas? Deixe claro que essa mudança não é uma escolha dessa família, e que ela acontece para que essas pessoas possam salvar suas vidas.

Exiba o slide sobre a imigração de sírios para o Brasil, e converse sobre a existência de migrações na atualidade. Explique que a guerra na síria mobilizou uma emigração em massa desse país, depois de um conflito civil. A guerra, que começou por motivos políticos, acabou se expandindo e hoje envolve questões religiosas.

Caso tenha a possibilidade, exiba o vídeo da matéria relacionada à manchete do slide. Ele pode servir como ferramenta para sensibilizar os alunos para os problemas relacionados com o refúgio e a migração https://g1.globo.com/economia/concursos-e-emprego/noticia/conheca-os-refugiados-sirios-que-recomecaram-no-brasil-como-repositores-de-estoque-e-viraram-chefes-em-atacadista-de-sp.ghtml acesso em 26/04/2019

Para você saber mais:

  • Matéria sobre refúgio de Sírios no Brasil:

https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/09/150904_brasil_refugiados_sirios_comparacao_internacional_lgb acesso em 26/04/2019

  • Resumo sobre a crise na Síria:

https://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,a-crise-na-siria-explicada,70002266915 acesso em 26/04/2019

  • Dados sobre refúgio no Brasil:

https://nacoesunidas.org/guerra-na-siria-aumentou-numero-de-solicitacoes-de-refugio-no-brasil-diz-estudo-do-ipea/ acesso em 26/04/2019

  • Site da Acnur, agência da ONU que protege pessoas refugiadas:

https://nacoesunidas.org/agencia/acnur/ acesso em 26/04/2019

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Inicie a problematização lendo a história de Salome Gluecksohn-Waelsch. Diga que ela era alemã e que fugiu da Alemanha no período em que os judeus foram perseguidos e mortos pelo nazismo. Pergunte o que os alunos já ouviram falar sobre nazismo, e explique que ele foi uma ideologia defendida pelo governo alemão entre 1933 e 1945. Essa ideologia acreditava que existia uma raça pura, composta por pessoas arianas. Por isso eles perseguiam os judeus, negros e outros grupos sociais, configurando um Estado antissemita e racista. Reflita com os alunos sobre quais as implicações do nazismo na vida de Salome. No caso de Salome, a perseguição aconteceu por conta de sua fé e de seu nascimento, e nem mesmo o fato dela ter sido uma brilhante cientista pouparia sua vida na Alemanha. Por isso ela fugiu para os EUA. Pergunte como foi a vida de Salome quando ela chegou ao novo país. Quais foram seus desafios?

Explique para os alunos, através da linha do tempo, que os judeus foram perseguidos durante toda a sua história. Os judeus consideram que são descendentes de Jacó, e sua história está registrada em seu livro sagrado, a Torá. Peça para que eles identifiquem qual o momento histórico vivido por Salome na linha do tempo.

Conte para os alunos que os judeus são um dos povos que passou por diásporas. Relembre que a diáspora pode acontecer por vários motivos, entre eles, motivos religiosos como no caso dos judeus. Outras diásporas estão ligadas a aspectos políticos e econômicos, como a diáspora africana.

  • Caso queira aprofundar o estudo da cultura judaica no Brasil, sugerimos a biografia de Luiz Schwarcz para crianças, da coleção História e Memória SCHWARCZ, Luiz Minha vida de goleiro Cia das Letrinhas, 1999. Esse livro pode ser indicado para alunos que queiram saber mais sobre a questão da perseguição e da mudança para outros países.
  • Para aprofundar a proposta de análise de diásporas pelo mundo, você pode analisar com os alunos os movimentos migratórios causados pela escravidão negra. Mapas e recursos que mobilizem os alunos a perceberem o fluxo de migração podem dar início à discussão. Partindo disso, você pode explorar as heranças da religiosidade africana no Candomblé e na Umbanda, ou analisar de que forma a religião serve como resistência no momento da Revolta dos Malês. Caso escolha fazer esse desdobramento, trabalhe com os alunos ressaltando que a diáspora africana não se caracteriza por uma perseguição religiosa, e sim por uma migração forçada, onde os negros escravizados levaram suas culturas para outras partes do mundo. Algumas fontes para a pesquisa desse conteúdo podem ser o site: http://www.slate.com/ acesso em 27/04/2019 que traz muitas informações e mapas sobre o fluxo de comercialização de negros escravizados. Além do mapa, para aprofundar os estudos sobre as relações entre as religiões de matriz africana, sugerimos o documentário Pedra da Memória, disponível no link: http://pedradamemoria.maraca.art.br/filme/ acesso em 27/04/2019. Nesse filme os alunos poderão perceber as relações entre as manifestações do Benin e do Maranhão, presente nas indumentárias, danças e expressões das diferentes festas e religiões, e a proximidade entre elas. Além disso, caso queira explorar o conteúdo da Revolta dos Malês, você pode jogar com os alunos o jogo digital “Sociedade Nagô - O resgate”: http://www.labrasoft.ifba.edu.br/sociedade-nago acesso em 27/04/2019

Para você saber mais:

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Inicie a problematização lendo a história de Salome Gluecksohn-Waelsch. Diga que ela era alemã e que fugiu da Alemanha no período em que os judeus foram perseguidos e mortos pelo nazismo. Pergunte o que os alunos já ouviram falar sobre nazismo, e explique que ele foi uma ideologia defendida pelo governo alemão entre 1933 e 1945. Essa ideologia acreditava que existia uma raça pura, composta por pessoas arianas. Por isso eles perseguiam os judeus, negros e outros grupos sociais, configurando um Estado antissemita e racista. Reflita com os alunos sobre quais as implicações do nazismo na vida de Salome. No caso de Salome, a perseguição aconteceu por conta de sua fé e de seu nascimento, e nem mesmo o fato dela ter sido uma brilhante cientista pouparia sua vida na Alemanha. Por isso ela fugiu para os EUA. Pergunte como foi a vida de Salome quando ela chegou ao novo país. Quais foram seus desafios?

Explique para os alunos, através da linha do tempo, que os judeus foram perseguidos durante toda a sua história. Os judeus consideram que são descendentes de Jacó, e sua história está registrada em seu livro sagrado, a Torá. Peça para que eles identifiquem qual o momento histórico vivido por Salome na linha do tempo.

Conte para os alunos que os judeus são um dos povos que passou por diásporas. Relembre que a diáspora pode acontecer por vários motivos, entre eles, motivos religiosos como no caso dos judeus. Outras diásporas estão ligadas a aspectos políticos e econômicos, como a diáspora africana.

  • Caso queira aprofundar o estudo da cultura judaica no Brasil, sugerimos a biografia de Luiz Schwarcz para crianças, da coleção História e Memória SCHWARCZ, Luiz Minha vida de goleiro Cia das Letrinhas, 1999. Esse livro pode ser indicado para alunos que queiram saber mais sobre a questão da perseguição e da mudança para outros países.
  • Para aprofundar a proposta de análise de diásporas pelo mundo, você pode analisar com os alunos os movimentos migratórios causados pela escravidão negra. Mapas e recursos que mobilizem os alunos a perceberem o fluxo de migração podem dar início à discussão. Partindo disso, você pode explorar as heranças da religiosidade africana no Candomblé e na Umbanda, ou analisar de que forma a religião serve como resistência no momento da Revolta dos Malês. Caso escolha fazer esse desdobramento, trabalhe com os alunos ressaltando que a diáspora africana não se caracteriza por uma perseguição religiosa, e sim por uma migração forçada, onde os negros escravizados levaram suas culturas para outras partes do mundo. Algumas fontes para a pesquisa desse conteúdo podem ser o site: http://www.slate.com/ acesso em 27/04/2019 que traz muitas informações e mapas sobre o fluxo de comercialização de negros escravizados. Além do mapa, para aprofundar os estudos sobre as relações entre as religiões de matriz africana, sugerimos o documentário Pedra da Memória, disponível no link: http://pedradamemoria.maraca.art.br/filme/ acesso em 27/04/2019. Nesse filme os alunos poderão perceber as relações entre as manifestações do Benin e do Maranhão, presente nas indumentárias, danças e expressões das diferentes festas e religiões, e a proximidade entre elas. Além disso, caso queira explorar o conteúdo da Revolta dos Malês, você pode jogar com os alunos o jogo digital “Sociedade Nagô - O resgate”: http://www.labrasoft.ifba.edu.br/sociedade-nago acesso em 27/04/2019

Para você saber mais:

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Inicie a problematização lendo a história de Salome Gluecksohn-Waelsch. Diga que ela era alemã e que fugiu da Alemanha no período em que os judeus foram perseguidos e mortos pelo nazismo. Pergunte o que os alunos já ouviram falar sobre nazismo, e explique que ele foi uma ideologia defendida pelo governo alemão entre 1933 e 1945. Essa ideologia acreditava que existia uma raça pura, composta por pessoas arianas. Por isso eles perseguiam os judeus, negros e outros grupos sociais, configurando um Estado antissemita e racista. Reflita com os alunos sobre quais as implicações do nazismo na vida de Salome. No caso de Salome, a perseguição aconteceu por conta de sua fé e de seu nascimento, e nem mesmo o fato dela ter sido uma brilhante cientista pouparia sua vida na Alemanha. Por isso ela fugiu para os EUA. Pergunte como foi a vida de Salome quando ela chegou ao novo país. Quais foram seus desafios?

Explique para os alunos, através da linha do tempo, que os judeus foram perseguidos durante toda a sua história. Os judeus consideram que são descendentes de Jacó, e sua história está registrada em seu livro sagrado, a Torá. Peça para que eles identifiquem qual o momento histórico vivido por Salome na linha do tempo.

Conte para os alunos que os judeus são um dos povos que passou por diásporas. Relembre que a diáspora pode acontecer por vários motivos, entre eles, motivos religiosos como no caso dos judeus. Outras diásporas estão ligadas a aspectos políticos e econômicos, como a diáspora africana.

  • Caso queira aprofundar o estudo da cultura judaica no Brasil, sugerimos a biografia de Luiz Schwarcz para crianças, da coleção História e Memória SCHWARCZ, Luiz Minha vida de goleiro Cia das Letrinhas, 1999. Esse livro pode ser indicado para alunos que queiram saber mais sobre a questão da perseguição e da mudança para outros países.
  • Para aprofundar a proposta de análise de diásporas pelo mundo, você pode analisar com os alunos os movimentos migratórios causados pela escravidão negra. Mapas e recursos que mobilizem os alunos a perceberem o fluxo de migração podem dar início à discussão. Partindo disso, você pode explorar as heranças da religiosidade africana no Candomblé e na Umbanda, ou analisar de que forma a religião serve como resistência no momento da Revolta dos Malês. Caso escolha fazer esse desdobramento, trabalhe com os alunos ressaltando que a diáspora africana não se caracteriza por uma perseguição religiosa, e sim por uma migração forçada, onde os negros escravizados levaram suas culturas para outras partes do mundo. Algumas fontes para a pesquisa desse conteúdo podem ser o site: http://www.slate.com/ acesso em 27/04/2019 que traz muitas informações e mapas sobre o fluxo de comercialização de negros escravizados. Além do mapa, para aprofundar os estudos sobre as relações entre as religiões de matriz africana, sugerimos o documentário Pedra da Memória, disponível no link: http://pedradamemoria.maraca.art.br/filme/ acesso em 27/04/2019. Nesse filme os alunos poderão perceber as relações entre as manifestações do Benin e do Maranhão, presente nas indumentárias, danças e expressões das diferentes festas e religiões, e a proximidade entre elas. Além disso, caso queira explorar o conteúdo da Revolta dos Malês, você pode jogar com os alunos o jogo digital “Sociedade Nagô - O resgate”: http://www.labrasoft.ifba.edu.br/sociedade-nago acesso em 27/04/2019

Para você saber mais:

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações: Para finalizar essa aula dê para os alunos uma folha, e leia com eles a descrição desse evento, retirado do Facebook. Explique que se trata de uma festa organizada nesse espaço para ajudar aos refugiados sírios, que vendem nela sua comida típica. Retome a matéria e as formas de trabalho que os sírios encontraram no Brasil, e retome a dificuldade de se restabelecer no novo país. Reflita junto com eles o que acontece em uma diáspora, e entregue uma folha de papel para cada um. Diga que você vai tocar novamente a música Diáspora, dos Tribalistas, e que inspirados pela canção e pelo o que foi estudado nessa aula, eles devem pensar em uma ilustração para responder a questão: o que fica para as pessoas que vão embora?

Aponte para a religião dos judeus, que mesmo longe de seu espaço original ainda a mantém como componente cultural forte. Instigue os alunos refletindo sobre a coragem para buscar novas condições de vida e abandonar sua família e cultura em sua terra natal. O que motiva essas pessoas a partir? Ao final, você pode organizar uma roda para que eles expliquem seus desenhos e expô-los em um mural.

Você pode também ler com os alunos sobre o restaurante Al Janiah, que fica em São Paulo e emprega somente emigrantes em seu serviço e cozinha. O site do restaurante pode trazer mais informações: https://www.aljaniah.com.br/sobre1 acesso em 26/04/2019.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos. Ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF05HI03 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Nesse plano os alunos irão entrar em contato com o conceito de diáspora e das migrações por perseguição religiosa. Nesse contexto, os alunos irão analisar a canção para perceber quais as implicações desses movimentos migratórios para a cultura e a religião.

Materiais necessários: Papel e material para desenhar.

Para você saber mais:

  • Judeus: Os judeus são um povo baseado em uma crença religiosa. De acordo com a sua tradição, todos aqueles que nascem de uma mãe judia são considerados como parte desse povo. Sua origem remonta ao período da antiguidade e está explicada no Antigo Testamento, ou Torá, como é considerada pelos Judeus. Eles reconhecessem Jacó, filho de Isaac, como o seu antepassado. De seu casamento com diferentes mulheres nasceram 12 filhos. Para o judaísmo, esses 12 filhos de Jacó são os antepassados das 12 tribos de Israel e, portanto, todos os seus descendentes são considerados judeus.
  • Para saber mais sobre o judaísmo sugerimos o capítulo “O nascimento do monoteísmo: o judaísmo” do livro Para conhecer melhor as religiões. Nesse livro você vai encontrar informações sobre a formação dessa religião, além de informações sobre os rituais e mitos fundantes para os judeus e para outras religiões. BANON, Patrick Para conhecer melhor as religiões. Claro Enigma, 2010.
  • Para saber mais sobre o judaísmo também pode ser consultado o capítulo “Religiões surgidas no Oriente Médio: monoteísmo” de O livro das religiões. GAARDNER, Jostein HELLERN, Victor e NOTAKER, Henry O livro das religiões. Companhia das letras, 2005.
  • Sugerimos também o site do Centro de Estudos Judaicos da USP: http://cej.fflch.usp.br/ acesso em 26/04/2019

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Apresente o objetivo da aula. Diga para os alunos que eles irão refletir sobre as diásporas e como elas afetaram a vida de diferentes povos.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: Ouça com os alunos a canção “diáspora” do grupo Tribalistas, disponível neste link: http://www.marisamonte.com.br/pt/musica/tribalistas-2/video-lyrics/diaspora

Discuta qual o significado do título através do verbete com a definição do que é uma diáspora. Reúna os alunos em trios ou quartetos e peça para que eles escrevam uma explicação para esse termo. Não faça nenhum tipo de exposição ou discussão coletiva, deixe que os alunos analisem as fontes apresentadas, para depois abrir para um momento coletivo. Peça para que os grupos exponham o registro que fizeram, explicando que as diásporas aconteceram em diferente momentos e espaços da história, e que elas se fundamentam em uma separação de um povo que passa a morar em diferentes locais do mundo, mas que preserva sua cultura.

Faça uma reflexão sobre a letra da música, discutindo como a diáspora afeta a vida das pessoas e quais são as consequências de ter de mudar de um lugar com toda a sua família por estar sendo perseguido. Isso é fácil? Quais são as dificuldades de abandonar sua terra natal, de eles mais sentiriam falta se estivessem no lugar dessas pessoas? Deixe claro que essa mudança não é uma escolha dessa família, e que ela acontece para que essas pessoas possam salvar suas vidas.

Exiba o slide sobre a imigração de sírios para o Brasil, e converse sobre a existência de migrações na atualidade. Explique que a guerra na síria mobilizou uma emigração em massa desse país, depois de um conflito civil. A guerra, que começou por motivos políticos, acabou se expandindo e hoje envolve questões religiosas.

Caso tenha a possibilidade, exiba o vídeo da matéria relacionada à manchete do slide. Ele pode servir como ferramenta para sensibilizar os alunos para os problemas relacionados com o refúgio e a migração https://g1.globo.com/economia/concursos-e-emprego/noticia/conheca-os-refugiados-sirios-que-recomecaram-no-brasil-como-repositores-de-estoque-e-viraram-chefes-em-atacadista-de-sp.ghtml acesso em 26/04/2019

Para você saber mais:

  • Matéria sobre refúgio de Sírios no Brasil:

https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/09/150904_brasil_refugiados_sirios_comparacao_internacional_lgb acesso em 26/04/2019

  • Resumo sobre a crise na Síria:

https://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,a-crise-na-siria-explicada,70002266915 acesso em 26/04/2019

  • Dados sobre refúgio no Brasil:

https://nacoesunidas.org/guerra-na-siria-aumentou-numero-de-solicitacoes-de-refugio-no-brasil-diz-estudo-do-ipea/ acesso em 26/04/2019

  • Site da Acnur, agência da ONU que protege pessoas refugiadas:

https://nacoesunidas.org/agencia/acnur/ acesso em 26/04/2019

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: Ouça com os alunos a canção “diáspora” do grupo Tribalistas, disponível neste link: http://www.marisamonte.com.br/pt/musica/tribalistas-2/video-lyrics/diaspora

Discuta qual o significado do título através do verbete com a definição do que é uma diáspora. Reúna os alunos em trios ou quartetos e peça para que eles escrevam uma explicação para esse termo. Não faça nenhum tipo de exposição ou discussão coletiva, deixe que os alunos analisem as fontes apresentadas, para depois abrir para um momento coletivo. Peça para que os grupos exponham o registro que fizeram, explicando que as diásporas aconteceram em diferente momentos e espaços da história, e que elas se fundamentam em uma separação de um povo que passa a morar em diferentes locais do mundo, mas que preserva sua cultura.

Faça uma reflexão sobre a letra da música, discutindo como a diáspora afeta a vida das pessoas e quais são as consequências de ter de mudar de um lugar com toda a sua família por estar sendo perseguido. Isso é fácil? Quais são as dificuldades de abandonar sua terra natal, de eles mais sentiriam falta se estivessem no lugar dessas pessoas? Deixe claro que essa mudança não é uma escolha dessa família, e que ela acontece para que essas pessoas possam salvar suas vidas.

Exiba o slide sobre a imigração de sírios para o Brasil, e converse sobre a existência de migrações na atualidade. Explique que a guerra na síria mobilizou uma emigração em massa desse país, depois de um conflito civil. A guerra, que começou por motivos políticos, acabou se expandindo e hoje envolve questões religiosas.

Caso tenha a possibilidade, exiba o vídeo da matéria relacionada à manchete do slide. Ele pode servir como ferramenta para sensibilizar os alunos para os problemas relacionados com o refúgio e a migração https://g1.globo.com/economia/concursos-e-emprego/noticia/conheca-os-refugiados-sirios-que-recomecaram-no-brasil-como-repositores-de-estoque-e-viraram-chefes-em-atacadista-de-sp.ghtml acesso em 26/04/2019

Para você saber mais:

  • Matéria sobre refúgio de Sírios no Brasil:

https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/09/150904_brasil_refugiados_sirios_comparacao_internacional_lgb acesso em 26/04/2019

  • Resumo sobre a crise na Síria:

https://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,a-crise-na-siria-explicada,70002266915 acesso em 26/04/2019

  • Dados sobre refúgio no Brasil:

https://nacoesunidas.org/guerra-na-siria-aumentou-numero-de-solicitacoes-de-refugio-no-brasil-diz-estudo-do-ipea/ acesso em 26/04/2019

  • Site da Acnur, agência da ONU que protege pessoas refugiadas:

https://nacoesunidas.org/agencia/acnur/ acesso em 26/04/2019

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Inicie a problematização lendo a história de Salome Gluecksohn-Waelsch. Diga que ela era alemã e que fugiu da Alemanha no período em que os judeus foram perseguidos e mortos pelo nazismo. Pergunte o que os alunos já ouviram falar sobre nazismo, e explique que ele foi uma ideologia defendida pelo governo alemão entre 1933 e 1945. Essa ideologia acreditava que existia uma raça pura, composta por pessoas arianas. Por isso eles perseguiam os judeus, negros e outros grupos sociais, configurando um Estado antissemita e racista. Reflita com os alunos sobre quais as implicações do nazismo na vida de Salome. No caso de Salome, a perseguição aconteceu por conta de sua fé e de seu nascimento, e nem mesmo o fato dela ter sido uma brilhante cientista pouparia sua vida na Alemanha. Por isso ela fugiu para os EUA. Pergunte como foi a vida de Salome quando ela chegou ao novo país. Quais foram seus desafios?

Explique para os alunos, através da linha do tempo, que os judeus foram perseguidos durante toda a sua história. Os judeus consideram que são descendentes de Jacó, e sua história está registrada em seu livro sagrado, a Torá. Peça para que eles identifiquem qual o momento histórico vivido por Salome na linha do tempo.

Conte para os alunos que os judeus são um dos povos que passou por diásporas. Relembre que a diáspora pode acontecer por vários motivos, entre eles, motivos religiosos como no caso dos judeus. Outras diásporas estão ligadas a aspectos políticos e econômicos, como a diáspora africana.

  • Caso queira aprofundar o estudo da cultura judaica no Brasil, sugerimos a biografia de Luiz Schwarcz para crianças, da coleção História e Memória SCHWARCZ, Luiz Minha vida de goleiro Cia das Letrinhas, 1999. Esse livro pode ser indicado para alunos que queiram saber mais sobre a questão da perseguição e da mudança para outros países.
  • Para aprofundar a proposta de análise de diásporas pelo mundo, você pode analisar com os alunos os movimentos migratórios causados pela escravidão negra. Mapas e recursos que mobilizem os alunos a perceberem o fluxo de migração podem dar início à discussão. Partindo disso, você pode explorar as heranças da religiosidade africana no Candomblé e na Umbanda, ou analisar de que forma a religião serve como resistência no momento da Revolta dos Malês. Caso escolha fazer esse desdobramento, trabalhe com os alunos ressaltando que a diáspora africana não se caracteriza por uma perseguição religiosa, e sim por uma migração forçada, onde os negros escravizados levaram suas culturas para outras partes do mundo. Algumas fontes para a pesquisa desse conteúdo podem ser o site: http://www.slate.com/ acesso em 27/04/2019 que traz muitas informações e mapas sobre o fluxo de comercialização de negros escravizados. Além do mapa, para aprofundar os estudos sobre as relações entre as religiões de matriz africana, sugerimos o documentário Pedra da Memória, disponível no link: http://pedradamemoria.maraca.art.br/filme/ acesso em 27/04/2019. Nesse filme os alunos poderão perceber as relações entre as manifestações do Benin e do Maranhão, presente nas indumentárias, danças e expressões das diferentes festas e religiões, e a proximidade entre elas. Além disso, caso queira explorar o conteúdo da Revolta dos Malês, você pode jogar com os alunos o jogo digital “Sociedade Nagô - O resgate”: http://www.labrasoft.ifba.edu.br/sociedade-nago acesso em 27/04/2019

Para você saber mais:

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Inicie a problematização lendo a história de Salome Gluecksohn-Waelsch. Diga que ela era alemã e que fugiu da Alemanha no período em que os judeus foram perseguidos e mortos pelo nazismo. Pergunte o que os alunos já ouviram falar sobre nazismo, e explique que ele foi uma ideologia defendida pelo governo alemão entre 1933 e 1945. Essa ideologia acreditava que existia uma raça pura, composta por pessoas arianas. Por isso eles perseguiam os judeus, negros e outros grupos sociais, configurando um Estado antissemita e racista. Reflita com os alunos sobre quais as implicações do nazismo na vida de Salome. No caso de Salome, a perseguição aconteceu por conta de sua fé e de seu nascimento, e nem mesmo o fato dela ter sido uma brilhante cientista pouparia sua vida na Alemanha. Por isso ela fugiu para os EUA. Pergunte como foi a vida de Salome quando ela chegou ao novo país. Quais foram seus desafios?

Explique para os alunos, através da linha do tempo, que os judeus foram perseguidos durante toda a sua história. Os judeus consideram que são descendentes de Jacó, e sua história está registrada em seu livro sagrado, a Torá. Peça para que eles identifiquem qual o momento histórico vivido por Salome na linha do tempo.

Conte para os alunos que os judeus são um dos povos que passou por diásporas. Relembre que a diáspora pode acontecer por vários motivos, entre eles, motivos religiosos como no caso dos judeus. Outras diásporas estão ligadas a aspectos políticos e econômicos, como a diáspora africana.

  • Caso queira aprofundar o estudo da cultura judaica no Brasil, sugerimos a biografia de Luiz Schwarcz para crianças, da coleção História e Memória SCHWARCZ, Luiz Minha vida de goleiro Cia das Letrinhas, 1999. Esse livro pode ser indicado para alunos que queiram saber mais sobre a questão da perseguição e da mudança para outros países.
  • Para aprofundar a proposta de análise de diásporas pelo mundo, você pode analisar com os alunos os movimentos migratórios causados pela escravidão negra. Mapas e recursos que mobilizem os alunos a perceberem o fluxo de migração podem dar início à discussão. Partindo disso, você pode explorar as heranças da religiosidade africana no Candomblé e na Umbanda, ou analisar de que forma a religião serve como resistência no momento da Revolta dos Malês. Caso escolha fazer esse desdobramento, trabalhe com os alunos ressaltando que a diáspora africana não se caracteriza por uma perseguição religiosa, e sim por uma migração forçada, onde os negros escravizados levaram suas culturas para outras partes do mundo. Algumas fontes para a pesquisa desse conteúdo podem ser o site: http://www.slate.com/ acesso em 27/04/2019 que traz muitas informações e mapas sobre o fluxo de comercialização de negros escravizados. Além do mapa, para aprofundar os estudos sobre as relações entre as religiões de matriz africana, sugerimos o documentário Pedra da Memória, disponível no link: http://pedradamemoria.maraca.art.br/filme/ acesso em 27/04/2019. Nesse filme os alunos poderão perceber as relações entre as manifestações do Benin e do Maranhão, presente nas indumentárias, danças e expressões das diferentes festas e religiões, e a proximidade entre elas. Além disso, caso queira explorar o conteúdo da Revolta dos Malês, você pode jogar com os alunos o jogo digital “Sociedade Nagô - O resgate”: http://www.labrasoft.ifba.edu.br/sociedade-nago acesso em 27/04/2019

Para você saber mais:

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Inicie a problematização lendo a história de Salome Gluecksohn-Waelsch. Diga que ela era alemã e que fugiu da Alemanha no período em que os judeus foram perseguidos e mortos pelo nazismo. Pergunte o que os alunos já ouviram falar sobre nazismo, e explique que ele foi uma ideologia defendida pelo governo alemão entre 1933 e 1945. Essa ideologia acreditava que existia uma raça pura, composta por pessoas arianas. Por isso eles perseguiam os judeus, negros e outros grupos sociais, configurando um Estado antissemita e racista. Reflita com os alunos sobre quais as implicações do nazismo na vida de Salome. No caso de Salome, a perseguição aconteceu por conta de sua fé e de seu nascimento, e nem mesmo o fato dela ter sido uma brilhante cientista pouparia sua vida na Alemanha. Por isso ela fugiu para os EUA. Pergunte como foi a vida de Salome quando ela chegou ao novo país. Quais foram seus desafios?

Explique para os alunos, através da linha do tempo, que os judeus foram perseguidos durante toda a sua história. Os judeus consideram que são descendentes de Jacó, e sua história está registrada em seu livro sagrado, a Torá. Peça para que eles identifiquem qual o momento histórico vivido por Salome na linha do tempo.

Conte para os alunos que os judeus são um dos povos que passou por diásporas. Relembre que a diáspora pode acontecer por vários motivos, entre eles, motivos religiosos como no caso dos judeus. Outras diásporas estão ligadas a aspectos políticos e econômicos, como a diáspora africana.

  • Caso queira aprofundar o estudo da cultura judaica no Brasil, sugerimos a biografia de Luiz Schwarcz para crianças, da coleção História e Memória SCHWARCZ, Luiz Minha vida de goleiro Cia das Letrinhas, 1999. Esse livro pode ser indicado para alunos que queiram saber mais sobre a questão da perseguição e da mudança para outros países.
  • Para aprofundar a proposta de análise de diásporas pelo mundo, você pode analisar com os alunos os movimentos migratórios causados pela escravidão negra. Mapas e recursos que mobilizem os alunos a perceberem o fluxo de migração podem dar início à discussão. Partindo disso, você pode explorar as heranças da religiosidade africana no Candomblé e na Umbanda, ou analisar de que forma a religião serve como resistência no momento da Revolta dos Malês. Caso escolha fazer esse desdobramento, trabalhe com os alunos ressaltando que a diáspora africana não se caracteriza por uma perseguição religiosa, e sim por uma migração forçada, onde os negros escravizados levaram suas culturas para outras partes do mundo. Algumas fontes para a pesquisa desse conteúdo podem ser o site: http://www.slate.com/ acesso em 27/04/2019 que traz muitas informações e mapas sobre o fluxo de comercialização de negros escravizados. Além do mapa, para aprofundar os estudos sobre as relações entre as religiões de matriz africana, sugerimos o documentário Pedra da Memória, disponível no link: http://pedradamemoria.maraca.art.br/filme/ acesso em 27/04/2019. Nesse filme os alunos poderão perceber as relações entre as manifestações do Benin e do Maranhão, presente nas indumentárias, danças e expressões das diferentes festas e religiões, e a proximidade entre elas. Além disso, caso queira explorar o conteúdo da Revolta dos Malês, você pode jogar com os alunos o jogo digital “Sociedade Nagô - O resgate”: http://www.labrasoft.ifba.edu.br/sociedade-nago acesso em 27/04/2019

Para você saber mais:

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações: Para finalizar essa aula dê para os alunos uma folha, e leia com eles a descrição desse evento, retirado do Facebook. Explique que se trata de uma festa organizada nesse espaço para ajudar aos refugiados sírios, que vendem nela sua comida típica. Retome a matéria e as formas de trabalho que os sírios encontraram no Brasil, e retome a dificuldade de se restabelecer no novo país. Reflita junto com eles o que acontece em uma diáspora, e entregue uma folha de papel para cada um. Diga que você vai tocar novamente a música Diáspora, dos Tribalistas, e que inspirados pela canção e pelo o que foi estudado nessa aula, eles devem pensar em uma ilustração para responder a questão: o que fica para as pessoas que vão embora?

Aponte para a religião dos judeus, que mesmo longe de seu espaço original ainda a mantém como componente cultural forte. Instigue os alunos refletindo sobre a coragem para buscar novas condições de vida e abandonar sua família e cultura em sua terra natal. O que motiva essas pessoas a partir? Ao final, você pode organizar uma roda para que eles expliquem seus desenhos e expô-los em um mural.

Você pode também ler com os alunos sobre o restaurante Al Janiah, que fica em São Paulo e emprega somente emigrantes em seu serviço e cozinha. O site do restaurante pode trazer mais informações: https://www.aljaniah.com.br/sobre1 acesso em 26/04/2019.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Povos e culturas: meu lugar no mundo e meu grupo social do 5º ano :

5º ano / História / Povos e culturas: meu lugar no mundo e meu grupo social

5º ano / História / Povos e culturas: meu lugar no mundo e meu grupo social

MAIS AULAS DE História do 5º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF05HI03 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano