17443
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Geografia > 7º ano > Unidade

Plano de aula - A Caatinga, biodiversidade e sociedade

Plano de aula de Geografia com atividades para 7° ano do Fundamental sobre Compreender a adaptação da vida e das atividades humanas na caatinga

Plano 08 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Rafael Martins da Costa

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF07GE11 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Para este plano, pretende-se aprofundar a habilidade no que diz respeito à caracterização da biodiversidade da caatinga, compreendendo as estratégias de sobrevivência de alguns exemplos de fauna e flora bem como das comunidades humanas que aí vivem e buscam seu sustento em conformidade com as características do bioma.

Materiais necessários: Projetor, cópias da atividade, caderno e lápis.

Material complementar:

Imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ZE2UCFRKHWqbewCk6PMEsmRWPeMPgg8xzaUFXTbC33xYUagV8YQR4bwECvn9/geo7-11und08-imagens.pdf

Texto de auxílio: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/psDQnyc7qXPvmyRHNh7yx8sMjgqhvUcBPYkVB7y65J77YdzQWU6J98BmNA3b/geo7-11und08-texto-de-auxilio.pdf

Jogo: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/DJevF2rYQG4ey4t7N2fZtPA476dru5dAPfRh8HsBVmXSJNy6nxZpBnkkkFem/geo7-11und08-jogo.pdf

Para você saber mais:

A caatinga, um bioma que ocorre, principalmente, no chamado sertão nordestino, é o ambiente semiárido de maior biodiversidade do mundo, além de ser um bioma único, apenas encontrado no Brasil. Apesar da sua aparente falta de vida, ali se encontra inúmeras formas de vida vegetal e animal, cada qual com suas estratégias de adaptação aos períodos de seca. Esse ambiente também é o lugar de morada de muitas comunidades tradicionais, conhecidos por caatingueiros, são vaqueiros, indígenas, quilombolas, comunidades de fundo de pasto, entre outros, que aprenderam a conviver com a caatinga e as suas particularidades.

A caatinga é um dos biomas mais fragilizados do Brasil, com 50% de sua área devastada. Os efeitos da seca são agravados pelo mau manejo da terra na pecuária extensiva, a apropriação dos cursos de água pelos latifundiários e a ação das carvoarias clandestinas.

Documentário sobre a biodiversidade da caatinga:

CAATINGA, vegetação/adaptação - Caatinga [#02]. 2018 (22min03seg). Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=KlU9zuJ3L6w >. Acesso em: 10 fev. 2019.

Artigos sobre impactos na Caatinga:

SAMPAIO, Yoni; BATISTA, José Edmilson. Desenvolvimento regional e pressões antrópicas no bioma caatinga. Ministério do Meio Ambiente. Disponível em <http://www.mma.gov.br/estruturas/chm/_arquivos/parte4_2caa.pdf >. Acesso em: 10 fev. 2019.

SUZUKI, Natália. Caatinga é um dos biomas mais ameaçados do planeta. Repórter Brasil, 28/04/2006. Disponível em: <https://reporterbrasil.org.br/2006/04/caatinga-e-um-dos-biomas-mais-ameacados-do-planeta/ >. Acesso em: 10 fev. 2019.

Contextos prévios: É recomendável que os alunos tenham estudado o plano GEO7_11UND05.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete o tema para os alunos, informe que nesta aula, vocês aprofundarão o estudo sobre as características da vida na caatinga, como as plantas e os animais conseguem viver nesse ambiente, que é o ambiente semiárido mais biodiverso do planeta. Pergunte se os alunos conhecem algum povo que vive em um ambiente seco, explique que na caatinga também vivem pessoas.

Como adequar à sua realidade: Se você vive em área de caatinga, peça para os alunos descreverem a paisagem do lugar onde vivem, como é a vegetação, que animais eles conhecem, como vivem as pessoas, que atividades elas desempenham para sobreviver, e que dificuldades enfrentam. Caso não possa projetar os slides, use o quadro e imprima as imagens, você ainda pode usar imagens similares disponíveis no livro didático que você usa.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Projete as imagens. Explique que os alunos conhecerão dois exemplos de espécimes vegetais típicas da caatinga. A da esquerda se trata de um umbuzeiro, ou imbuzeiro, árvore de médio porte, - cujos frutos são usados na produção de polpas e geleias - apresenta, nas suas raízes, uma adaptação aos períodos de seca prolongados. Conhecidos como xilopódios, essas raízes possuem a capacidade de armazenar água, formando “batatas” que servem como reservatórios.

A imagem da direita é uma representação de um mandacaru, uma espécie de cacto, que possui folhas convertidas em espinhos, dessa forma evaporando menos água para o ambiente, pois é a partir das folhas que a planta faz suas trocas gasosas. Diferente do umbuzeiro, o mandacaru armazena água não nas raízes, mas no seu caule, verde e suculento.

Link para as imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ZE2UCFRKHWqbewCk6PMEsmRWPeMPgg8xzaUFXTbC33xYUagV8YQR4bwECvn9/geo7-11und08-imagens.pdf

Como adequar à sua realidade: Se você vive em área de caatinga, pergunte se os alunos já viram essas plantas, pergunte também que outras eles conhecem.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Projete as imagens. Explique que os alunos conhecerão dois exemplos de espécimes animais típicos da caatinga. A da esquerda se trata de um tatu-bola, animal em extinção devido à caça e à destruição do seu habitat. Possui hábitos noturnos a fim de evitar o calor durante o dia, no período de seca, sua alimentação se resume à insetos.

O sapo cururu, da mesma forma, tem hábitos noturnos, pelo mesmo motivo que o tatu-bola. Diferente tem outros anfíbios, ele possui a pele seca e está adaptado ao ambiente terrestre, não possuindo aquelas membranas entre os dedos, que facilitam o movimento na água.

Link para as imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ZE2UCFRKHWqbewCk6PMEsmRWPeMPgg8xzaUFXTbC33xYUagV8YQR4bwECvn9/geo7-11und08-imagens.pdf

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Projete as imagens. Explique que os alunos conhecerão dois exemplos de atividades econômicas que são melhor adaptadas à caatinga, provocando impactos menores que outras atividades. A primeira, da parte de cima do slide, diz respeito à produção de mel. Neste caso, as abelhas extraem o néctar de flores nativas da caatinga, ou seja, uma prática produtiva que necessita da vegetação original em pé, desmatamento, aqui, significa o fim da produção.

A imagem de baixo representa a produção de maracujá nativo da caatinga, também de uma cooperativa, que usa essa fruta na produção de doces e geleias. Pergunte aos alunos porque essa produção também seria adequada à conservação da caatinga. Se não souberem responder, faça uma comparação com a pecuária extensiva, atividade que necessita de áreas de pasto. A presença de árvores na área atrapalharia qual das duas atividades?

Link para os vídeos:

MACIEL, Raimundo. Produtividade de mel na caatinga. 2013 (5min50seg). Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=s0c5a56XO9k> Acesso em: 10 fev. 2019.

INSTITUTO SOCIEDADE, POPULAÇÃO E NATUREZA. Maracujá da Caatinga-Cerratinga. 2013 (5min01seg). Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=ANSKHJZ1fQQ&t=119s> Acesso em: 10 fev. 2019.

Ainda existe a atividade carvoeira, assim como no cerrado, que vem prejudicando a vegetação da caatinga à medida que é transformada em carvão para abastecer fornos de olarias e siderurgia, clandestinamente.

Sobre as carvoarias:

Carvoarias degradam as pessoas e o meio ambiente. EcoDebate, 2009. Disponível em: <https://www.ecodebate.com.br/2009/08/08/carvoarias-degradam-as-pessoas-e-o-meio-ambiente/>. Acesso em: 10 fev. 2019.

Link para as imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ZE2UCFRKHWqbewCk6PMEsmRWPeMPgg8xzaUFXTbC33xYUagV8YQR4bwECvn9/geo7-11und08-imagens.pdf

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete a pergunta aos alunos ou a faça oralmente.

  • O que vocês acham disso?
  • Depois do que viram na aula, é possível?
  • Vocês conseguiriam viver na caatinga? Conhecem quem vive em ambiente seco?

Explique que apesar de ter uma baixa densidade populacional, as áreas de caatinga abrigam um número considerável de pessoas, nem todas vivendo nas melhores condições.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 27 minutos

Orientações: Nesta etapa, a proposta é que os alunos joguem um jogo chamado “ Desbravando a Caatinga”. O jogo consiste de um tabuleiro com uma trilha, duas pilhas de cartões - cartões de pergunta e cartões de seca ou chuva - quatro peões com formas geométricas diferente e um dado para montar.

Para jogar, o jogador deve lançar os dados e avança as “casas” correspondentes aos números do dado. Existem “casas” em que o jogador deverá responder uma pergunta, essas estão marcadas com um ponto de interrogação. Ao cair aí, o jogador deve pegar um cartão de pergunta da pilha. Em outras “casas”, temos “seca ou chuva”, ao cair aí, o jogador deve pegar um cartão de seca ou chuva. Os cartões devem ser empilhados sobre os locais marcados no tabuleiro e com o lado em branco para cima.

Podem jogar até quatro jogadores e “vence” aquele que terminar a trilha primeiro.

O jogo e suas peças se encontram no link abaixo, imprima as quantidades necessárias para sua turma.

Link para o jogo: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/DJevF2rYQG4ey4t7N2fZtPA476dru5dAPfRh8HsBVmXSJNy6nxZpBnkkkFem/geo7-11und08-jogo.pdf

Como adequar à sua realidade: Você pode também, em outro momento, elaborar seu próprio jogo com a turma.

Para você saber mais:

Os jogos em educação e a ludicidade é uma questão cada vez mais trabalhada atualmente. Existem diversas propostas: jogos de trilha, como é o proposto aqui, mas também temos dominós temáticos, jogo da memória, palavras cruzadas, etc. e nas mais diversas áreas do conhecimento. Conheça mais:

CUSTÓDIO, Amanda A. F.; VIEIRA, José Neto. Trilha Geográfica: uso de atividades lúdicas no ensino de geografia. In: VII Encontro Nacional de Ensino de Geografia, 8, 2015, Catalão, GO. Disponível em: <http://www.falaprofessor2015.agb.org.br/resources/anais/5/1441730502_ARQUIVO_TRILHAGEOGRAFICA.pdf>. Acesso em: 10 fev. 2019.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Peça para os alunos escreverem um pequeno parágrafo contando o que aprendeu na aula. Qual ponto chamou-lhe mais a atenção ou algo que ficou em dúvida. Depois de escrito, leia para os colegas. Aproveite para aprofundar os pontos levantados pelos alunos.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF07GE11 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Para este plano, pretende-se aprofundar a habilidade no que diz respeito à caracterização da biodiversidade da caatinga, compreendendo as estratégias de sobrevivência de alguns exemplos de fauna e flora bem como das comunidades humanas que aí vivem e buscam seu sustento em conformidade com as características do bioma.

Materiais necessários: Projetor, cópias da atividade, caderno e lápis.

Material complementar:

Imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ZE2UCFRKHWqbewCk6PMEsmRWPeMPgg8xzaUFXTbC33xYUagV8YQR4bwECvn9/geo7-11und08-imagens.pdf

Texto de auxílio: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/psDQnyc7qXPvmyRHNh7yx8sMjgqhvUcBPYkVB7y65J77YdzQWU6J98BmNA3b/geo7-11und08-texto-de-auxilio.pdf

Jogo: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/DJevF2rYQG4ey4t7N2fZtPA476dru5dAPfRh8HsBVmXSJNy6nxZpBnkkkFem/geo7-11und08-jogo.pdf

Para você saber mais:

A caatinga, um bioma que ocorre, principalmente, no chamado sertão nordestino, é o ambiente semiárido de maior biodiversidade do mundo, além de ser um bioma único, apenas encontrado no Brasil. Apesar da sua aparente falta de vida, ali se encontra inúmeras formas de vida vegetal e animal, cada qual com suas estratégias de adaptação aos períodos de seca. Esse ambiente também é o lugar de morada de muitas comunidades tradicionais, conhecidos por caatingueiros, são vaqueiros, indígenas, quilombolas, comunidades de fundo de pasto, entre outros, que aprenderam a conviver com a caatinga e as suas particularidades.

A caatinga é um dos biomas mais fragilizados do Brasil, com 50% de sua área devastada. Os efeitos da seca são agravados pelo mau manejo da terra na pecuária extensiva, a apropriação dos cursos de água pelos latifundiários e a ação das carvoarias clandestinas.

Documentário sobre a biodiversidade da caatinga:

CAATINGA, vegetação/adaptação - Caatinga [#02]. 2018 (22min03seg). Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=KlU9zuJ3L6w >. Acesso em: 10 fev. 2019.

Artigos sobre impactos na Caatinga:

SAMPAIO, Yoni; BATISTA, José Edmilson. Desenvolvimento regional e pressões antrópicas no bioma caatinga. Ministério do Meio Ambiente. Disponível em <http://www.mma.gov.br/estruturas/chm/_arquivos/parte4_2caa.pdf >. Acesso em: 10 fev. 2019.

SUZUKI, Natália. Caatinga é um dos biomas mais ameaçados do planeta. Repórter Brasil, 28/04/2006. Disponível em: <https://reporterbrasil.org.br/2006/04/caatinga-e-um-dos-biomas-mais-ameacados-do-planeta/ >. Acesso em: 10 fev. 2019.

Contextos prévios: É recomendável que os alunos tenham estudado o plano GEO7_11UND05.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete o tema para os alunos, informe que nesta aula, vocês aprofundarão o estudo sobre as características da vida na caatinga, como as plantas e os animais conseguem viver nesse ambiente, que é o ambiente semiárido mais biodiverso do planeta. Pergunte se os alunos conhecem algum povo que vive em um ambiente seco, explique que na caatinga também vivem pessoas.

Como adequar à sua realidade: Se você vive em área de caatinga, peça para os alunos descreverem a paisagem do lugar onde vivem, como é a vegetação, que animais eles conhecem, como vivem as pessoas, que atividades elas desempenham para sobreviver, e que dificuldades enfrentam. Caso não possa projetar os slides, use o quadro e imprima as imagens, você ainda pode usar imagens similares disponíveis no livro didático que você usa.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Projete as imagens. Explique que os alunos conhecerão dois exemplos de espécimes vegetais típicas da caatinga. A da esquerda se trata de um umbuzeiro, ou imbuzeiro, árvore de médio porte, - cujos frutos são usados na produção de polpas e geleias - apresenta, nas suas raízes, uma adaptação aos períodos de seca prolongados. Conhecidos como xilopódios, essas raízes possuem a capacidade de armazenar água, formando “batatas” que servem como reservatórios.

A imagem da direita é uma representação de um mandacaru, uma espécie de cacto, que possui folhas convertidas em espinhos, dessa forma evaporando menos água para o ambiente, pois é a partir das folhas que a planta faz suas trocas gasosas. Diferente do umbuzeiro, o mandacaru armazena água não nas raízes, mas no seu caule, verde e suculento.

Link para as imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ZE2UCFRKHWqbewCk6PMEsmRWPeMPgg8xzaUFXTbC33xYUagV8YQR4bwECvn9/geo7-11und08-imagens.pdf

Como adequar à sua realidade: Se você vive em área de caatinga, pergunte se os alunos já viram essas plantas, pergunte também que outras eles conhecem.

Slide Plano Aula

Orientações: Projete as imagens. Explique que os alunos conhecerão dois exemplos de espécimes animais típicos da caatinga. A da esquerda se trata de um tatu-bola, animal em extinção devido à caça e à destruição do seu habitat. Possui hábitos noturnos a fim de evitar o calor durante o dia, no período de seca, sua alimentação se resume à insetos.

O sapo cururu, da mesma forma, tem hábitos noturnos, pelo mesmo motivo que o tatu-bola. Diferente tem outros anfíbios, ele possui a pele seca e está adaptado ao ambiente terrestre, não possuindo aquelas membranas entre os dedos, que facilitam o movimento na água.

Link para as imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ZE2UCFRKHWqbewCk6PMEsmRWPeMPgg8xzaUFXTbC33xYUagV8YQR4bwECvn9/geo7-11und08-imagens.pdf

Slide Plano Aula

Orientações: Projete as imagens. Explique que os alunos conhecerão dois exemplos de atividades econômicas que são melhor adaptadas à caatinga, provocando impactos menores que outras atividades. A primeira, da parte de cima do slide, diz respeito à produção de mel. Neste caso, as abelhas extraem o néctar de flores nativas da caatinga, ou seja, uma prática produtiva que necessita da vegetação original em pé, desmatamento, aqui, significa o fim da produção.

A imagem de baixo representa a produção de maracujá nativo da caatinga, também de uma cooperativa, que usa essa fruta na produção de doces e geleias. Pergunte aos alunos porque essa produção também seria adequada à conservação da caatinga. Se não souberem responder, faça uma comparação com a pecuária extensiva, atividade que necessita de áreas de pasto. A presença de árvores na área atrapalharia qual das duas atividades?

Link para os vídeos:

MACIEL, Raimundo. Produtividade de mel na caatinga. 2013 (5min50seg). Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=s0c5a56XO9k> Acesso em: 10 fev. 2019.

INSTITUTO SOCIEDADE, POPULAÇÃO E NATUREZA. Maracujá da Caatinga-Cerratinga. 2013 (5min01seg). Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=ANSKHJZ1fQQ&t=119s> Acesso em: 10 fev. 2019.

Ainda existe a atividade carvoeira, assim como no cerrado, que vem prejudicando a vegetação da caatinga à medida que é transformada em carvão para abastecer fornos de olarias e siderurgia, clandestinamente.

Sobre as carvoarias:

Carvoarias degradam as pessoas e o meio ambiente. EcoDebate, 2009. Disponível em: <https://www.ecodebate.com.br/2009/08/08/carvoarias-degradam-as-pessoas-e-o-meio-ambiente/>. Acesso em: 10 fev. 2019.

Link para as imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ZE2UCFRKHWqbewCk6PMEsmRWPeMPgg8xzaUFXTbC33xYUagV8YQR4bwECvn9/geo7-11und08-imagens.pdf

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete a pergunta aos alunos ou a faça oralmente.

  • O que vocês acham disso?
  • Depois do que viram na aula, é possível?
  • Vocês conseguiriam viver na caatinga? Conhecem quem vive em ambiente seco?

Explique que apesar de ter uma baixa densidade populacional, as áreas de caatinga abrigam um número considerável de pessoas, nem todas vivendo nas melhores condições.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 27 minutos

Orientações: Nesta etapa, a proposta é que os alunos joguem um jogo chamado “ Desbravando a Caatinga”. O jogo consiste de um tabuleiro com uma trilha, duas pilhas de cartões - cartões de pergunta e cartões de seca ou chuva - quatro peões com formas geométricas diferente e um dado para montar.

Para jogar, o jogador deve lançar os dados e avança as “casas” correspondentes aos números do dado. Existem “casas” em que o jogador deverá responder uma pergunta, essas estão marcadas com um ponto de interrogação. Ao cair aí, o jogador deve pegar um cartão de pergunta da pilha. Em outras “casas”, temos “seca ou chuva”, ao cair aí, o jogador deve pegar um cartão de seca ou chuva. Os cartões devem ser empilhados sobre os locais marcados no tabuleiro e com o lado em branco para cima.

Podem jogar até quatro jogadores e “vence” aquele que terminar a trilha primeiro.

O jogo e suas peças se encontram no link abaixo, imprima as quantidades necessárias para sua turma.

Link para o jogo: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/DJevF2rYQG4ey4t7N2fZtPA476dru5dAPfRh8HsBVmXSJNy6nxZpBnkkkFem/geo7-11und08-jogo.pdf

Como adequar à sua realidade: Você pode também, em outro momento, elaborar seu próprio jogo com a turma.

Para você saber mais:

Os jogos em educação e a ludicidade é uma questão cada vez mais trabalhada atualmente. Existem diversas propostas: jogos de trilha, como é o proposto aqui, mas também temos dominós temáticos, jogo da memória, palavras cruzadas, etc. e nas mais diversas áreas do conhecimento. Conheça mais:

CUSTÓDIO, Amanda A. F.; VIEIRA, José Neto. Trilha Geográfica: uso de atividades lúdicas no ensino de geografia. In: VII Encontro Nacional de Ensino de Geografia, 8, 2015, Catalão, GO. Disponível em: <http://www.falaprofessor2015.agb.org.br/resources/anais/5/1441730502_ARQUIVO_TRILHAGEOGRAFICA.pdf>. Acesso em: 10 fev. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Peça para os alunos escreverem um pequeno parágrafo contando o que aprendeu na aula. Qual ponto chamou-lhe mais a atenção ou algo que ficou em dúvida. Depois de escrito, leia para os colegas. Aproveite para aprofundar os pontos levantados pelos alunos.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Unidade do 7º ano :

MAIS AULAS DE Geografia do 7º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF07GE11 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Geografia

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano