17412
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 9º ano > A história recente

Plano de aula - Autodeterminação, resistência e independência do Timor-Leste

Plano de aula de História com atividades para 9º ano do EF sobre Autodeterminação, resistência e independência do Timor-Leste

Plano 02 de 2 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Isis Fernanda Ferrari

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos (troque 50 por 100 se esse plano for de 1º ou 2º anos). Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade (EF09HI31) de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Cópias impressas do texto e da imagem e/ou projetor (se tiver disponível).

Contexto:

Link do texto: Timor e um grito por independência:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/MH2PXMQy6pSxqcNFaYhKVB9wSpCvSP6TdHvFWWqV6kdbBVA2ETbgGFzu76yy/timor-e-um-grito-por-independencia.pdf

Dicio: Dicionário Online de Português. Autodeterminação. Disponível em: https://www.dicio.com.br/autodeterminacao/ acesso em 31 de março de 2019.

Dicio: Dicionário Online de Português. Genocídio. Disponível em: https://www.dicio.com.br/genocidio/ acesso em 31 de março de 2019.

Para você saber mais:

SAKAMOTO, Leonardo. Brasil, Timor e um grito por independência. Disponível em: https://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2010/09/07/brasil-timor-e-um-grito-por-independencia/?cmpid=copiaecola acesso em: 29 de março de 2019.

Problematização:

Link para Orientações para o Professor:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ePfaUfYJTt5MQYKsEaHNwMzSG4qFPGadabxMXuxD3z7pd2DvxRwBW9hjZ9Cy/orientacoes-para-o-professor.pdf

Para você saber mais:

PACHECO, Roberto da Costa. A Impunidade das Violações de Direitos Humanos em Timor Leste durante a Ocupação Indonésia (1975-1999). Trabalho efetuado sob a orientação da Professora Doutora Patrícia Jerónimo. Dissertação de Mestrado. Mestrado em Direitos Humanos. Universidade do Minho. 2017. Disponível em: https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/50651/1/Roberto%20da%20Costa%20Pacheco.pdf acesso em 30 de março de 2019.

Sistematização:

Para você saber mais:

GUIMARÃES, Diana. NUNES, Geisiane. PEREIRA Regina. Esquema: um gênero facilitador na recepção e construção textual na universidade. Leia Escola, Campina Grande, v. 17, n. 2, 2017. p. 42 a 52. Disponível em: http://revistas.ufcg.edu.br/ch/index.php/Leia/article/download/980/571 acesso em 11 de março de 2019.

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações para o professor : Escreva na lousa ou projete o objetivo da aula e leia em voz alta para os alunos. Esta ação é importante para apresentar o tema ou conteúdo da aula aos alunos.

Para você saber mais

PACHECO, Roberto da Costa. A Impunidade das Violações de Direitos Humanos em Timor Leste durante a Ocupação Indonésia (1975-1999). Trabalho efetuado sob a orientação da Professora Doutora Patrícia Jerónimo. Dissertação de Mestrado. Mestrado em Direitos Humanos. Universidade do Minho. 2017. Disponível em: https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/50651/1/Roberto%20da%20Costa%20Pacheco.pdf acesso em 30 de março de 2019.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos

Orientações:

Antes de iniciar a aula, solicite aos alunos que formem grupos com 3 ou 4 integrantes.

O Contexto possui um tempo total de 12 minutos, porém está dividido em duas partes. Destine 4 minutos para este slide inicial.

Este primeiro momento da aula tem a função de preparar os alunos para o tema (o slide pode ser projetado ou, seu conteúdo, reproduzido na lousa).

Neste momento, os alunos poderão apresentar respostas desencontradas, relacionando diferentes localizações, línguas e/ou atribuindo distintas práticas religiosas aos timorenses.

Esta etapa da aula é justamente para perceber o nível de conhecimento dos alunos sobre o país e instigá-los a saber mais sobre ele.

Para você saber mais:

SAKAMOTO, Leonardo. Brasil, Timor e um grito por independência. Disponível em: https://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2010/09/07/brasil-timor-e-um-grito-por-independencia/?cmpid=copiaecola acesso em: 29 de março de 2019.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido:

Orientações: Para esta etapa do Contexto, recomenda-se um tempo de 8 minutos.

Apresente aos alunos o mapa do slide (projetando ou entregando cópias impressas - link para o mapa: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/yvcavXa82G7CAV3u8mht6k5HbV63czcx6Y2WGyfGwCjzkCHp35Tkgx5nJZKb/timor-leste-mapa.jpg) e entregue aos grupos cópias impressas (ou projete no data show) o texto disponível no endereço eletrônico http://timor-leste.gov.tl/?p=547.

Solicite que cada grupo localize nas informações sobre o Timor Leste, as respostas das questões anteriores. Retome as perguntas solicite que algum aluno as responda para a sala.

É esperado que os alunos indiquem que o Timor Leste localiza-se na Ásia, próximo da Austrália e da Indonésia; que sua língua oficial é o português, mas que a população também fala outras línguas e que a maioria professa a religião católica.

Para você saber mais:

SAKAMOTO, Leonardo. Brasil, Timor e um grito por independência. Disponível em: https://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2010/09/07/brasil-timor-e-um-grito-por-independencia/?cmpid=copiaecola acesso em: 29 de março de 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

Orientações:

Ainda com base na leitura do texto informativo, peça que os alunos identifiquem as datas de declaração de independência e de restauração da independência do país.

A partir desse momento, apresente aos grupos (projetando esse slide, entregando impresso ou escrevendo na lousa) a questão de investigação.

Peça que os alunos levantem hipóteses para ela e que anotem no caderno estas hipóteses.

Neste momento, esta questão de investigação ainda não será respondida. Informe aos alunos que ela será retomada ao final dessa etapa, depois do estudo a ser realizado.

Para você saber mais:

PACHECO, Roberto da Costa. A Impunidade das Violações de Direitos Humanos em Timor Leste durante a Ocupação Indonésia (1975-1999). Trabalho efetuado sob a orientação da Professora Doutora Patrícia Jerónimo. Dissertação de Mestrado. Mestrado em Direitos Humanos. Universidade do Minho. 2017. Disponível em: https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/50651/1/Roberto%20da%20Costa%20Pacheco.pdf acesso em 30 de março de 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido:

Orientações: Nesse momento da aula, entregue aos alunos cópias do texto presente no endereço eletrônico http://timor-leste.gov.tl/?p=29.

Apresente aos grupos as questões presentes neste slide (cópias impressas, projetando no data show ou escrevendo na lousa). Solicite que, a partir da leitura do texto, respondam as questões e anotem as respostas no caderno.

Ao final desta etapa, peça a um dos grupos que leia suas respostas.

É esperado que as respostas indiquem que:

1 - A Indonésia invadiu o Timor Leste a partir do momento em que este declarou sua independência, sob pretexto de proteger seus cidadãos que viviam naquele país.

2 - Foram organizados pela população timorense diversos meios de resistência: Comitês, Conselhos, Frentes, entre outros, que pela ação política e luta armada buscavam libertar o país.

3 - A partir da luta armada, da mobilização política e do apoio de organismos internacionais, como a ONU, o país conseguiu realizar um referendo, em 1999, onde a maioria da população votou pela independência. Após isso, houve resistência por parte da Indonésia em aceitar o resultado do referendo, promovendo, assim, assassinatos, invasões e perseguições a líderes políticos e religiosos timorenses. Somente em 2002 o Timor Leste conseguiu realizar eleições para eleger seus governantes e efetivar sua libertação da Indonésia.

Professor, é importante ressaltar que o período em que a Indonésia ocupou o Timor Leste foi extremamente violento, onde houve um extermínio de cerca de um terço da população, um verdadeiro genocídio. A indonésia impôs uma repressão violenta àqueles que se opunham a sua presença no Timor, perseguindo, assassinando os membros da resistência e censurando a quem denunciasse as atrocidades e violações dos direitos humanos cometidas no Timor Leste pelo governo da Indonésia.

Para você saber mais:

PACHECO, Roberto da Costa. A Impunidade das Violações de Direitos Humanos em Timor Leste durante a Ocupação Indonésia (1975-1999). Trabalho efetuado sob a orientação da Professora Doutora Patrícia Jerónimo. Dissertação de Mestrado. Mestrado em Direitos Humanos. Universidade do Minho. 2017. Disponível em: https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/50651/1/Roberto%20da%20Costa%20Pacheco.pdf acesso em 30 de março de 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

Neste momento da aula, apresente aos alunos o conceito de autodeterminação presente em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/QCkXEAkGDxbWjU4kvQMNqv2GuZhACmSkUPGY69A6gc9wqVvvm7FbsSc6gHaX/autodeterminacao.pdf

Caso ache pertinente, disponibilize também o texto “Brasil, Timor e um grito de independência” do jornalista Leonardo Sakamoto, onde o autor relata sua experiência no Timor-Leste durante o processo de autodeterminação desse país.

O texto está disponível no link https://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2010/09/07/brasil-timor-e-um-grito-por-independencia/

Peça aos grupos que retomem a questão de investigação e que relacionem esta questão ao conceito de autodeterminação e ao que ocorreu no Timor Leste entre 1975 e 2002.

Solicite que os grupos anotem suas respostas e em seguida, indique ou sorteie um dos grupos para ler sua resposta.

É esperado que os alunos entendam que o que ocorreu no Timor Leste entre 1975 e 2002 foi uma luta do país pela sua autodeterminação, ou seja, pelo direito de que a população tivesse autonomia para decidir seus rumos políticos e, assim, se libertassem da ocupação da Indonésia.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Nesta etapa da aula o objetivo é sistematizar o conhecimento construído pelos alunos.

O esperado é que os alunos expressem, por meio dos cartazes, o entendimento sobre o processo de luta pela autodeterminação do Timor Leste, entre 1975 e 2002. Assim, a luta dos movimentos organizados, políticos ou de resistência armada, contra a ocupação promovida pela Indonésia, a mobilização da comunidade internacional e a violência ocorrida nesse processo podem ser mencionadas como elementos dos cartazes, em frases e/ou desenhos.

Ao final, exponha os cartazes na sala de aula ou em murais na escola.

Para você saber mais:

GUIMARÃES, Diana. NUNES, Geisiane. PEREIRA Regina. Esquema: um gênero facilitador na recepção e construção textual na universidade. Leia Escola, Campina Grande, v. 17, n. 2, 2017. p. 42 a 52. Disponível em: http://revistas.ufcg.edu.br/ch/index.php/Leia/article/download/980/571 acesso em 11 de março de 2019.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos (troque 50 por 100 se esse plano for de 1º ou 2º anos). Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade (EF09HI31) de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Cópias impressas do texto e da imagem e/ou projetor (se tiver disponível).

Contexto:

Link do texto: Timor e um grito por independência:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/MH2PXMQy6pSxqcNFaYhKVB9wSpCvSP6TdHvFWWqV6kdbBVA2ETbgGFzu76yy/timor-e-um-grito-por-independencia.pdf

Dicio: Dicionário Online de Português. Autodeterminação. Disponível em: https://www.dicio.com.br/autodeterminacao/ acesso em 31 de março de 2019.

Dicio: Dicionário Online de Português. Genocídio. Disponível em: https://www.dicio.com.br/genocidio/ acesso em 31 de março de 2019.

Para você saber mais:

SAKAMOTO, Leonardo. Brasil, Timor e um grito por independência. Disponível em: https://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2010/09/07/brasil-timor-e-um-grito-por-independencia/?cmpid=copiaecola acesso em: 29 de março de 2019.

Problematização:

Link para Orientações para o Professor:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ePfaUfYJTt5MQYKsEaHNwMzSG4qFPGadabxMXuxD3z7pd2DvxRwBW9hjZ9Cy/orientacoes-para-o-professor.pdf

Para você saber mais:

PACHECO, Roberto da Costa. A Impunidade das Violações de Direitos Humanos em Timor Leste durante a Ocupação Indonésia (1975-1999). Trabalho efetuado sob a orientação da Professora Doutora Patrícia Jerónimo. Dissertação de Mestrado. Mestrado em Direitos Humanos. Universidade do Minho. 2017. Disponível em: https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/50651/1/Roberto%20da%20Costa%20Pacheco.pdf acesso em 30 de março de 2019.

Sistematização:

Para você saber mais:

GUIMARÃES, Diana. NUNES, Geisiane. PEREIRA Regina. Esquema: um gênero facilitador na recepção e construção textual na universidade. Leia Escola, Campina Grande, v. 17, n. 2, 2017. p. 42 a 52. Disponível em: http://revistas.ufcg.edu.br/ch/index.php/Leia/article/download/980/571 acesso em 11 de março de 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações para o professor : Escreva na lousa ou projete o objetivo da aula e leia em voz alta para os alunos. Esta ação é importante para apresentar o tema ou conteúdo da aula aos alunos.

Para você saber mais

PACHECO, Roberto da Costa. A Impunidade das Violações de Direitos Humanos em Timor Leste durante a Ocupação Indonésia (1975-1999). Trabalho efetuado sob a orientação da Professora Doutora Patrícia Jerónimo. Dissertação de Mestrado. Mestrado em Direitos Humanos. Universidade do Minho. 2017. Disponível em: https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/50651/1/Roberto%20da%20Costa%20Pacheco.pdf acesso em 30 de março de 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos

Orientações:

Antes de iniciar a aula, solicite aos alunos que formem grupos com 3 ou 4 integrantes.

O Contexto possui um tempo total de 12 minutos, porém está dividido em duas partes. Destine 4 minutos para este slide inicial.

Este primeiro momento da aula tem a função de preparar os alunos para o tema (o slide pode ser projetado ou, seu conteúdo, reproduzido na lousa).

Neste momento, os alunos poderão apresentar respostas desencontradas, relacionando diferentes localizações, línguas e/ou atribuindo distintas práticas religiosas aos timorenses.

Esta etapa da aula é justamente para perceber o nível de conhecimento dos alunos sobre o país e instigá-los a saber mais sobre ele.

Para você saber mais:

SAKAMOTO, Leonardo. Brasil, Timor e um grito por independência. Disponível em: https://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2010/09/07/brasil-timor-e-um-grito-por-independencia/?cmpid=copiaecola acesso em: 29 de março de 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido:

Orientações: Para esta etapa do Contexto, recomenda-se um tempo de 8 minutos.

Apresente aos alunos o mapa do slide (projetando ou entregando cópias impressas - link para o mapa: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/yvcavXa82G7CAV3u8mht6k5HbV63czcx6Y2WGyfGwCjzkCHp35Tkgx5nJZKb/timor-leste-mapa.jpg) e entregue aos grupos cópias impressas (ou projete no data show) o texto disponível no endereço eletrônico http://timor-leste.gov.tl/?p=547.

Solicite que cada grupo localize nas informações sobre o Timor Leste, as respostas das questões anteriores. Retome as perguntas solicite que algum aluno as responda para a sala.

É esperado que os alunos indiquem que o Timor Leste localiza-se na Ásia, próximo da Austrália e da Indonésia; que sua língua oficial é o português, mas que a população também fala outras línguas e que a maioria professa a religião católica.

Para você saber mais:

SAKAMOTO, Leonardo. Brasil, Timor e um grito por independência. Disponível em: https://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2010/09/07/brasil-timor-e-um-grito-por-independencia/?cmpid=copiaecola acesso em: 29 de março de 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

Orientações:

Ainda com base na leitura do texto informativo, peça que os alunos identifiquem as datas de declaração de independência e de restauração da independência do país.

A partir desse momento, apresente aos grupos (projetando esse slide, entregando impresso ou escrevendo na lousa) a questão de investigação.

Peça que os alunos levantem hipóteses para ela e que anotem no caderno estas hipóteses.

Neste momento, esta questão de investigação ainda não será respondida. Informe aos alunos que ela será retomada ao final dessa etapa, depois do estudo a ser realizado.

Para você saber mais:

PACHECO, Roberto da Costa. A Impunidade das Violações de Direitos Humanos em Timor Leste durante a Ocupação Indonésia (1975-1999). Trabalho efetuado sob a orientação da Professora Doutora Patrícia Jerónimo. Dissertação de Mestrado. Mestrado em Direitos Humanos. Universidade do Minho. 2017. Disponível em: https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/50651/1/Roberto%20da%20Costa%20Pacheco.pdf acesso em 30 de março de 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido:

Orientações: Nesse momento da aula, entregue aos alunos cópias do texto presente no endereço eletrônico http://timor-leste.gov.tl/?p=29.

Apresente aos grupos as questões presentes neste slide (cópias impressas, projetando no data show ou escrevendo na lousa). Solicite que, a partir da leitura do texto, respondam as questões e anotem as respostas no caderno.

Ao final desta etapa, peça a um dos grupos que leia suas respostas.

É esperado que as respostas indiquem que:

1 - A Indonésia invadiu o Timor Leste a partir do momento em que este declarou sua independência, sob pretexto de proteger seus cidadãos que viviam naquele país.

2 - Foram organizados pela população timorense diversos meios de resistência: Comitês, Conselhos, Frentes, entre outros, que pela ação política e luta armada buscavam libertar o país.

3 - A partir da luta armada, da mobilização política e do apoio de organismos internacionais, como a ONU, o país conseguiu realizar um referendo, em 1999, onde a maioria da população votou pela independência. Após isso, houve resistência por parte da Indonésia em aceitar o resultado do referendo, promovendo, assim, assassinatos, invasões e perseguições a líderes políticos e religiosos timorenses. Somente em 2002 o Timor Leste conseguiu realizar eleições para eleger seus governantes e efetivar sua libertação da Indonésia.

Professor, é importante ressaltar que o período em que a Indonésia ocupou o Timor Leste foi extremamente violento, onde houve um extermínio de cerca de um terço da população, um verdadeiro genocídio. A indonésia impôs uma repressão violenta àqueles que se opunham a sua presença no Timor, perseguindo, assassinando os membros da resistência e censurando a quem denunciasse as atrocidades e violações dos direitos humanos cometidas no Timor Leste pelo governo da Indonésia.

Para você saber mais:

PACHECO, Roberto da Costa. A Impunidade das Violações de Direitos Humanos em Timor Leste durante a Ocupação Indonésia (1975-1999). Trabalho efetuado sob a orientação da Professora Doutora Patrícia Jerónimo. Dissertação de Mestrado. Mestrado em Direitos Humanos. Universidade do Minho. 2017. Disponível em: https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/50651/1/Roberto%20da%20Costa%20Pacheco.pdf acesso em 30 de março de 2019.

Slide Plano Aula

Orientações:

Neste momento da aula, apresente aos alunos o conceito de autodeterminação presente em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/QCkXEAkGDxbWjU4kvQMNqv2GuZhACmSkUPGY69A6gc9wqVvvm7FbsSc6gHaX/autodeterminacao.pdf

Caso ache pertinente, disponibilize também o texto “Brasil, Timor e um grito de independência” do jornalista Leonardo Sakamoto, onde o autor relata sua experiência no Timor-Leste durante o processo de autodeterminação desse país.

O texto está disponível no link https://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2010/09/07/brasil-timor-e-um-grito-por-independencia/

Peça aos grupos que retomem a questão de investigação e que relacionem esta questão ao conceito de autodeterminação e ao que ocorreu no Timor Leste entre 1975 e 2002.

Solicite que os grupos anotem suas respostas e em seguida, indique ou sorteie um dos grupos para ler sua resposta.

É esperado que os alunos entendam que o que ocorreu no Timor Leste entre 1975 e 2002 foi uma luta do país pela sua autodeterminação, ou seja, pelo direito de que a população tivesse autonomia para decidir seus rumos políticos e, assim, se libertassem da ocupação da Indonésia.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Nesta etapa da aula o objetivo é sistematizar o conhecimento construído pelos alunos.

O esperado é que os alunos expressem, por meio dos cartazes, o entendimento sobre o processo de luta pela autodeterminação do Timor Leste, entre 1975 e 2002. Assim, a luta dos movimentos organizados, políticos ou de resistência armada, contra a ocupação promovida pela Indonésia, a mobilização da comunidade internacional e a violência ocorrida nesse processo podem ser mencionadas como elementos dos cartazes, em frases e/ou desenhos.

Ao final, exponha os cartazes na sala de aula ou em murais na escola.

Para você saber mais:

GUIMARÃES, Diana. NUNES, Geisiane. PEREIRA Regina. Esquema: um gênero facilitador na recepção e construção textual na universidade. Leia Escola, Campina Grande, v. 17, n. 2, 2017. p. 42 a 52. Disponível em: http://revistas.ufcg.edu.br/ch/index.php/Leia/article/download/980/571 acesso em 11 de março de 2019.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE A história recente do 9º ano :

MAIS AULAS DE História do 9º ano:

9º ano / História / Modernização, ditadura civil-militar e redemocratização: o Brasil após 1946

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF09HI31 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano