17401
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Geografia > 6º ano > Mundo do trabalho

Plano de aula - Impactos socioambientais associados à transformação da paisagem rural e urbano-industrial

Plano de aula de Geografia com atividades para 6º ano do Fundamental sobre identificar impactos socioambientais associados às transformações na paisagem rural e urbano-industrial pelas técnicas e trabalho humano.

Plano 03 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Juliana Santiago De Freitas

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF06GE06 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada aqui em sua totalidade, mas as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Esta habilidade contempla a identificação de impactos socioambientais surgidos em função das transformações da paisagem por meio do desenvolvimento agropecuário e do processo de industrialização, possibilitados a partir de técnicas e do trabalho humano. A habilidade permite trabalhar a temática por meio de imagens que retratrem os impactos socioambientais, bem como análise de notícias para que os alunos possam relacionar as transformações da paisagem e o desenvolvimento agropecuário e da industrialização aos impactos socioambientais. Esta habilidade pode ser associada a outras habilidades da BNCC, tais como EF06GE01, EF06GE02 e EF06GE07.

Materiais necessários:

Caderno do aluno. Lápis grafite e/ou caneta esferográfica e borracha. Folha almaço para cada quatro alunos. Cola branca.

Material complementar:

Arquivo com as imagens dos slides da contextualização. Disponível em: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bjYEs3j7e2YG5fpuZDwpUaUw9DfEaxmGtndvWJaRHVUsEzE3jmfubB9KNPH3/geo6-06und03-contextualizacao-imagens.pdf

Arquivo com orientações para a problematização. Disponível em: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/amYKRYtCR7YGVNxxBT5Sh9FfdZ4vxs2CqyqRbWt2fQyvzUcJjFBJNXGqXhGW/geo6-06und03-problematizacao-atividade.pdf

Arquivo com a manchete na ação propositiva. Disponível em: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/G3DwPkkPFbqcP6y22bjptnPgMbg86vPKNUQWQt4jWP8sJJ5RcttJWsG4bAcc/geo6-06und03-acao-propositiva-manchete.pdf

Arquivo com a tabela, atividade da ação propositiva. Disponível em: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Wz4MbM5CAmc2qVjy8PBtmxvgG7t6uV4dE6V7Ua2WUbW5Vgvz4JUB6kZqAPW7/geo6-06und03-acao-propositiva-tabela.pdf

Arquivo com as imagens e orientações para a atividade da sistematização. Disponível em: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YQxvhX2JR4B8a5KCb7RUMtryzRCXW5egBXWQG2FVAyZ8ZsWHGgzRJvVfE5TH/geo6-06und03-sistematizacao-orientacoes-e-imagens.pdf

Link para as imagens:

Imagem 1: Mar de aral, na Ásia Central, em 1989 e 2018. Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/9/95/Aral_Sea_1989-2008.jpg. Acesso em: 10 de dezembro de 2018.

Imagem 3: Favela em Caracas, Venezuela. Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/2/24/Barrio_de_Caracas.jpg. Acesso em: 10 de dezembro de 2018.

Imagem 4: Catador de latinhas no espaço urbano. Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/4/41/Catador_de_papel.jpg. Acesso em: 10 de dezembro de 2018.

Imagem 5: Unidade industrial chinesa. Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/4/47/Factory_in_China.jpg. Acesso em 19 de dezembro de 2018.

Imagem 6: Favela da Rocinha e São Conrado, Rio de Janeiro. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Urbaniza%C3%A7%C3%A3o_excludente#/media/File:Rocinha_Favela_Brazil_Slums.jpg. Acesso em: 19 de dezembro de 2018.

Link para a manchete:

Manchete 1. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2018/11/tres-anos-apos-tragedia-vitimas-de-mariana-enfim-projetam-suas-novas-casas.shtml.Acesso em: 19 de dezembro de 2018.

Para você saber mais: Tendo como base a habilidade contemplada neste plano, pode-se colocar a paisagem como um conjunto de formas e funções em constante transformações. Essas formas se dão pelos elementos na paisagem contidos, podendo ser naturais ou culturais. Os elementos naturais são aqueles que ainda não sofreram atuação humana (morros, florestas, rios). Já os elementos culturais representam as paisagens que foram transformadas pelo homem (casas, prédios, carros). Na paisagem cultural ressalta-se a importância do desenvolvimento do trabalho humano e de técnicas os quais impulsionam a interferência humana no espaço. Por isso, para este plano é importante também compreender o conceito de técnica e trabalho. A partir de Lima (2014), acredita-se que o homem tem a necessidade de intervir na natureza para se reproduzir e para isso o faz a partir do trabalho e do desenvolvimento de instrumentos técnicos, que são processos inerentes à existência do homem. Para que o homem se aproprie da natureza, necessita criar instrumentos, decidir que técnicas utilizar para tal e como intervir no meio natural para satisfazer suas necessidades. O homem cria constantemente novas necessidades e isso impulsiona o desenvolvimento do trabalho, que sempre é transformado, assim como as técnicas utilizadas para essa finalidade, levando a uma evolução técnica cada vez mais especializada e precisa (tecnologia), evoluindo de cultura à cultura e de momentos históricos à momentos históricos. E é a partir de todo esse processo que o homem transformou o meio natural (sem a interferência do homem) em meio humanizado, onde estel foi transformado pelo trabalho e pelas técnicas do homem, transformando-se em um meio técnico-científico e informacional, como o é nos dias atuais (SANTOS, 2006).

Assim, o desenvolvimento das técnicas torna a paisagem dinâmica, estando em constante transformação e em diferentes tempos, sendo possível acumular formas, funções e sentidos ao longo do espaço e tempo. É importante ressaltar que é a partir dessa apropriação do espaço pelo homem que surgem os impactos socioambientais, a partir exploração do espaço, interferindo consideravelmente na paisagem, em constante transformação.

Abaixo seguem algumas sugestões de leitura.

LIMA, Átila de Menezes. Geografia: filosofia das técnicas? Reflexões para se pensar uma Geografia do trabalho. Revista Pegada, v. 15, n. 2. p. 19-48. 2014. Disponível em: http://revista.fct.unesp.br/index.php/pegada/article/viewFile/3054/2808. Acesso em: 18 de dezembro de 2018.

SANTOS, Milton. A Natureza do Espaço: técnica e tempo, razão e emoção. 4. ed. 2. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2006. Disponível em: http://files.leadt-ufal.webnode.com.br/200000026-4d5134e4ca/Milton_Santos_A_Natureza_do_Espaco.pdf. Acesso em: 04 de novembro de 2018.

SOUTO, Raquel Dezidério. O papel da Geografia em face da crise ambiental. Estudo avançados, v. 30, n. 87. p. 197-212. 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ea/v30n87/0103-4014-ea-30-87-00197.pdf. Acesso em: 18 de dezembro de 2018.

Contextos prévios: É interessante que os alunos já tenham sistematizado o conhecimento sobre o conceito de paisagem, sabendo diferenciar seus elementos naturais e culturais, assim como os espaços urbano e rural.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Apresente aos alunos o tema a ser abordado na aula, que consiste na discussão de como o desenvolvimento agropecuário e a industrialização interferem nas transformações da paisagem, assim como geram impactos socioambientais por meio do desenvolvimento das técnicas e do trabalho humano. Comente também que alguns desses impactos serão discutidos e analisados pelos alunos em atividades no decorrer da aula, a partir de imagens e notícias.

Como adequar à sua realidade: Caso a escola seja próxima de um local que tenha sofrido significativas transformações e/ou apresente impactos socioambientais, é interessante que utilize-as como exemplo para embasar a aula, remetendo os alunos à realidade vivida ou algo que seja próximo a eles. É possível também que alguns alunos tragam essas vivências para a aula, e assim sendo, é importante que reserve um espaço para que possam compartilhar esses momentos, enriquecendo a aula.

Contextos prévios: É interessante que os alunos já tenham sistematizado o conhecimento sobre o conceito de paisagem, sabendo diferenciar seus elementos naturais e culturais, assim como os espaços urbano e rural.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 14 minutos

Orientações: Inicie esta etapa investigando os conhecimentos prévios dos alunos acerca do conceito de paisagem, os elementos que a compõem (elementos naturais e culturais) e se conseguem diferenciar paisagens rurais de urbanas. Essa investigação pode ser realizada oralmente e os elementos citados pelos alunos podem ser registrados concomitantemente no quadro. Caso seja necessário, retome com os alunos a diferença entre os espaços rural e urbano, colocando os principais elementos característicos desses espaços. Comente que as transformações da paisagem se dão por meio do trabalho humano e do desenvolvimento de suas técnicas. Explique que, por meio dessas técnicas, como o desenvolvimento de maquinários cada vez mais modernos, foi possível desenvolver o setor agrícola e a industrialização. Na sequência, coloque aos alunos que as transformações na paisagem, tanto urbana quanto rural, nem sempre trazem apenas benefícios para a sociedade, como conforto, facilidades de locomoção, proteção etc., mas que alguns impactos socioambientais podem ser observados quando essas transformações ocorrem de forma não consciente socioambientalmente. Neste momento, apresente as imagens dos slides 3, 4, 5 e 6. Os impactos socioambientais são descritos no tópico “Para você saber mais”, abaixo. Caso não seja possível projetá-las, você poderá organizar os alunos em grupos de quatro pessoas aproximadamente e imprimir uma cópia para cada grupo. O documento com as imagens pode ser encontrado no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bjYEs3j7e2YG5fpuZDwpUaUw9DfEaxmGtndvWJaRHVUsEzE3jmfubB9KNPH3/geo6-06und03-contextualizacao-imagens.pdf. Caso as opções não sejam possíveis, imagens semelhantes poderão ser encontradas em livros didáticos ou revistas.

Ao apresentar cada imagem, solicite aos alunos que descrevam a paisagem, as transformações pelas quais passaram e identifiquem o impacto ambiental e/ou social representado. Auxilie os alunos neste momento.

Comente um pouco de cada impacto representado e sua relação com as transformações na paisagem.

Como adequar à sua realidade: Caso a escola seja próxima de um local que tenha sofrido significativas transformações e/ou apresente impactos socioambientais, é interessante que utilize-as como exemplo para embasar a aula, remetendo os alunos à realidade vivida ou algo que seja próximo a eles, como por exemplo uma favela ou de desmatamento.

É possível também que alguns alunos tragam essas vivências para a aula, e assim sendo, é importante que reserve um espaço para que os alunos possam compartilhar esses momentos, enriquecendo a aula. Caso seja possível, realize um comparativo histórico da própria escola, descrevendo o que era aquele determinado espaço no passado e o que é hoje. Imagens históricas podem ser apresentadas aos alunos. Essas informações podem ser encontradas em acervos históricos ou em sites oficiais.

É interessante que complemente as imagens disponibilizadas nos slides com possíveis impactos socioambientais percebidos no entorno da escola, do bairro ou da cidade onde os alunos vivem.

Caso a escola seja do campo, remeta aos malefícios da modernização do campo, como por exemplo o uso de agrotóxicos em grandes lavouras, de soja, e o desmatamento, por exemplo.

Para você saber mais:

Na imagem do slide 3, do Mar de Aral, por exemplo, comente que a paisagem rural foi transformada a partir da exploração da água do Mar de Aral pelo homem já no final do século XIX, utilizando-a para a produção de alimentos na região, como arroz e algodão e, posteriormente para o desenvolvimento da técnica de irrigação.

No slide 4, o qual representa o desmatamento no Brasil, comente que esse é um impacto que transforma a paisagem rural desde o início da colonização do nosso país, utilizando sua madeira em para construir casas, barcos e se aquecer, por exemplo. Chame a atenção para o fato desse impacto ainda ser muito recorrente e é agravado se somado à queimadas, para facilitar o processo de retirada das florestas. O desmatamento muitas vezes é justificado para a utilização e comercialização da madeira ou para o desenvolvimento urbano-industrial, por exemplo, mas pode ser realizado também para a expansão agrícola.

O slide 5 representa uma favela em Caracas, na Venezuela. As favelas representam um impacto social e expressam paisagens semelhantes, com casas que são construídas de forma irregular, geralmente amontoadas e com pouco ou sem saneamento básico para a população. Os morros, que há séculos representava um espaço natural com muitas florestas, hoje predominam as ocupações irregulares. O processo de favelização representa a desigualdade social e o descaso por parte do setor público e transforma paulatinamente a paisagem urbana.

No slide 6 temos a imagem de um catador de lixo (trabalhador urbano ambulante que recolhe materiais recicláveis), o qual também representa a desigualdade social, sendo um elemento cada vez mais constante na paisagem urbana devido ao processo de urbanização e industrialização, transformando um espaço rural onde as pessoas têm a possibilidade de plantio para consumo, mas um espaço urbano, onde muitas pessoas são marginalizadas. Além da desigualdade social, a imagem pode ser associada também aos impactos ambientais que decorrem da não separação correta de lixo, os quais são transportados para grandes lixões, que também transformam a paisagem urbana e rural.

Outros impactos socioambientais podem ser representados, tais como o processo de colheita da cana-de-açúcar, a qual pode ser associada ao impacto social da exploração dos bóias-frias e ao impacto ambiental relacionado ao processo de queima da cana-de-açúcar para facilitar sua colheita.

Seguem abaixo algumas sugestões de leitura.

BROIETTI, Marcos Henrique. Os assalariados rurais temporários em tempos de globalização. Faz ciência, v. 5, n. 1, p. 147-157. 2003. Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/7687/5667. Acesso em: 11 de dezembro de 2018.

MUNDO ESTRANHO. O mar de Aral está mesmo encolhendo? Por quê? Superinteressante. 2011. Disponível em: https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-mar-de-aral-esta-mesmo-encolhendo-por-que/. Acesso em: 10 de dezembro de 2010.

PEQUENO, Renato. Políticas habitacionais, favelização e desigualdades sócio-espaciais nas cidades brasileiras: transformações e tendências. Diez años de cambios en el Mundo, en la Geografía y en las Ciencias Sociales, 1999-2008. Actas del X Coloquio Internacional de Geocrítica, Universidad de Barcelona, 26-30 de mayo de 2008. Disponível em: http://www.ub.edu/geocrit/-xcol/275.htm. Acesso em: 11 de dezembro de 2018.

QOBILOV,Rustam. A plantação de algodão que fez Mar de Aral virar deserto. BBC Uzbequistão. 2015. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/02/150226_mar_aral_gch_lab. Acesso em: 10 de dezembro de 2018.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Inicie esta etapa investigando os conhecimentos prévios dos alunos acerca do conceito de paisagem, os elementos que a compõem (elementos naturais e culturais) e se conseguem diferenciar paisagens rurais de urbanas. Essa investigação pode ser realizada oralmente e os elementos citados pelos alunos podem ser registrados concomitantemente no quadro. Caso seja necessário, retome com os alunos a diferença entre os espaços rural e urbano, colocando os principais elementos característicos desses espaços. Comente que as transformações da paisagem se dão por meio do trabalho humano e do desenvolvimento de suas técnicas. Explique que, por meio dessas técnicas, como o desenvolvimento de maquinários cada vez mais modernos, foi possível desenvolver o setor agrícola e a industrialização. Na sequência, coloque aos alunos que as transformações na paisagem, tanto urbana quanto rural, nem sempre trazem apenas benefícios para a sociedade, como conforto, facilidades de locomoção, proteção etc., mas que alguns impactos socioambientais podem ser observados quando essas transformações ocorrem de forma não consciente socioambientalmente. Neste momento, apresente as imagens dos slides 3, 4, 5 e 6. Os impactos socioambientais são descritos no tópico “Para você saber mais”, abaixo. Caso não seja possível projetá-las, você poderá organizar os alunos em grupos de quatro pessoas aproximadamente e imprimir um exemplar para cada grupo. O documento com as imagens pode ser encontrado no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bjYEs3j7e2YG5fpuZDwpUaUw9DfEaxmGtndvWJaRHVUsEzE3jmfubB9KNPH3/geo6-06und03-contextualizacao-imagens.pdf. Caso as opções não sejam possíveis, imagens semelhantes poderão ser encontradas no livro didático ou em revistas.

Ao apresentar cada imagem, solicite aos alunos que descrevam a paisagem, as transformações pelas quais passaram e identifiquem o impacto ambiental e/ou social representado. Auxilie os alunos neste momento.

Comente um pouco de cada impacto representado e sua relação com as transformações na paisagem.

Como adequar à sua realidade: Caso a escola seja próxima de um local que tenha sofrido significativas transformações e/ou apresente impactos socioambientais, é interessante que utilize-as como exemplo para embasar a aula, remetendo os alunos à realidade vivida ou algo que seja próximo a eles, como por exemplo uma favela ou de desmatamento.

É possível também que alguns alunos tragam essas vivências para a aula, e assim sendo, é importante que reserve um espaço para que os alunos possam compartilhar esses momentos, enriquecendo a aula. Caso seja possível, realize um comparativo histórico da própria escola, descrevendo o que era aquele determinado espaço no passado e o que é hoje. Imagens históricas podem ser apresentadas aos alunos. Essas informações podem ser encontradas em acervos históricos ou em sites oficiais.

É interessante que complemente as imagens disponibilizadas nos slides com possíveis impactos socioambientais percebidos no entorno da escola, do bairro ou da cidade onde os alunos vivem.

Caso a escola seja do campo, remeta aos malefícios da modernização do campo, como por exemplo o uso de agrotóxicos em grandes lavouras, de soja, e o desmatamento, por exemplo.

Para você saber mais:

Na imagem do slide 3, do Mar de Aral, por exemplo, comente que a paisagem rural foi transformada a partir da exploração da água do Mar de Aral pelo homem já no final do século XIX, utilizando-a para a produção de alimentos na região, como arroz e algodão e, posteriormente para o desenvolvimento da técnica de irrigação.

No slide 4, o qual representa o desmatamento no Brasil, comente que esse é um impacto que transforma a paisagem rural desde o início da colonização do nosso país, retirando grandes florestas, por exemplo, em função do desenvolvimento urbano ou rural, e que ainda é muito recorrente. Esse impacto ainda é agravado se somado à queimadas, para facilitar o processo de retirada das florestas. O desmatamento muitas vezes é justificado para a utilização e comercialização da madeira ou para o desenvolvimento urbano-industrial, por exemplo. Mas pode ser realizado também para a expansão agrícola.

O slide 5 representa uma favela em Caracas, na Venezuela. As favelas representam um impacto social e expressam paisagens semelhantes, com casas que são construídas de forma irregular, geralmente amontoadas e com pouco ou sem saneamento básico para a população. Os morros, que há séculos representava um espaço natural com muitas florestas, hoje é ocupado pelas ocupações irregulares. O processo de favelização representa a desigualdade social e o descaso por parte do setor público e transforma paulatinamente a paisagem urbana.

No slide 6 temos a imagem de um catador de lixo (trabalhador urbano ambulante que recolhe materiais recicláveis), o qual também representa a desigualdade social, sendo um elemento cada vez mais constante na paisagem urbana devido ao processo de urbanização e industrialização, transformando um espaço rural onde as pessoas tem a possibilidade de plantio para consumo, mas um espaço urbano, onde muitas pessoas são marginalizadas. Além da desigualdade social, a imagem pode ser associada também aos impactos ambientais que decorrem da não separação correta de lixo, os quais são transportados para grandes lixões, que também transformam a paisagem urbana e rural.

Outros impactos socioambientais podem ser representados, tais como o processo de colheita da cana-de-açúcar, a qual pode ser associada ao impacto social da exploração dos bóias-frias e ao impacto ambiental relacionado ao processo de queima da cana-de-açúcar para facilitar sua colheita.

Seguem abaixo algumas sugestões de leitura.

BROIETTI, Marcos Henrique. Os assalariados rurais temporários em tempos de globalização. Faz ciência, v. 5, n. 1, p. 147-157. 2003. Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/7687/5667. Acesso em: 11 de dezembro de 2018.

MUNDO ESTRANHO. O mar de Aral está mesmo encolhendo? Por quê? Superinteressante. 2011. Disponível em: https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-mar-de-aral-esta-mesmo-encolhendo-por-que/. Acesso em: 10 de dezembro de 2010.

PEQUENO, Renato. Políticas habitacionais, favelização e desigualdades sócio-espaciais nas cidades brasileiras: transformações e tendências. Diez años de cambios en el Mundo, en la Geografía y en las Ciencias Sociales, 1999-2008. Actas del X Coloquio Internacional de Geocrítica, Universidad de Barcelona, 26-30 de mayo de 2008. Disponível em: http://www.ub.edu/geocrit/-xcol/275.htm. Acesso em: 11 de dezembro de 2018.

QOBILOV,Rustam. A plantação de algodão que fez Mar de Aral virar deserto. BBC Uzbequistão. 2015. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/02/150226_mar_aral_gch_lab. Acesso em: 10 de dezembro de 2018.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Inicie esta etapa investigando os conhecimentos prévios dos alunos acerca do conceito de paisagem, os elementos que a compõem (elementos naturais e culturais) e se conseguem diferenciar paisagens rurais de urbanas. Essa investigação pode ser realizada oralmente e os elementos citados pelos alunos podem ser registrados concomitantemente no quadro. Caso seja necessário, retome com os alunos a diferença entre os espaços rural e urbano, colocando os principais elementos característicos desses espaços. Comente que as transformações da paisagem se dão por meio do trabalho humano e do desenvolvimento de suas técnicas. Explique que, por meio dessas técnicas, como o desenvolvimento de maquinários cada vez mais modernos, foi possível desenvolver o setor agrícola e a industrialização. Na sequência, coloque aos alunos que as transformações na paisagem, tanto urbana quanto rural, nem sempre trazem apenas benefícios para a sociedade, como conforto, facilidades de locomoção, proteção etc., mas que alguns impactos socioambientais podem ser observados quando essas transformações ocorrem de forma não consciente socioambientalmente. Neste momento, apresente as imagens dos slides 3, 4, 5 e 6. Os impactos socioambientais são descritos no tópico “Para você saber mais”, abaixo. Caso não seja possível projetá-las, você poderá organizar os alunos em grupos de quatro pessoas aproximadamente e imprimir um exemplar para cada grupo. O documento com as imagens pode ser encontrado no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bjYEs3j7e2YG5fpuZDwpUaUw9DfEaxmGtndvWJaRHVUsEzE3jmfubB9KNPH3/geo6-06und03-contextualizacao-imagens.pdf. Caso as opções não sejam possíveis, imagens semelhantes poderão ser encontradas no livro didático ou em revistas.

Ao apresentar cada imagem, solicite aos alunos que descrevam a paisagem, as transformações pelas quais passaram e identifiquem o impacto ambiental e/ou social representado. Auxilie os alunos neste momento.

Comente um pouco de cada impacto representado e sua relação com as transformações na paisagem.

Como adequar à sua realidade: Caso a escola seja próxima de um local que tenha sofrido significativas transformações e/ou apresente impactos socioambientais, é interessante que utilize-as como exemplo para embasar a aula, remetendo os alunos à realidade vivida ou algo que seja próximo a eles, como por exemplo uma favela ou de desmatamento.

É possível também que alguns alunos tragam essas vivências para a aula, e assim sendo, é importante que reserve um espaço para que os alunos possam compartilhar esses momentos, enriquecendo a aula. Caso seja possível, realize um comparativo histórico da própria escola, descrevendo o que era aquele determinado espaço no passado e o que é hoje. Imagens históricas podem ser apresentadas aos alunos. Essas informações podem ser encontradas em acervos históricos ou em sites oficiais.

É interessante que complemente as imagens disponibilizadas nos slides com possíveis impactos socioambientais percebidos no entorno da escola, do bairro ou da cidade onde os alunos vivem.

Caso a escola seja do campo, remeta aos malefícios da modernização do campo, como por exemplo o uso de agrotóxicos em grandes lavouras, de soja, e o desmatamento, por exemplo.

Para você saber mais:

Na imagem do slide 3, do Mar de Aral, por exemplo, comente que a paisagem rural foi transformada a partir da exploração da água do Mar de Aral pelo homem já no final do século XIX, utilizando-a para a produção de alimentos na região, como arroz e algodão e, posteriormente para o desenvolvimento da técnica de irrigação.

No slide 4, o qual representa o desmatamento no Brasil, comente que esse é um impacto que transforma a paisagem rural desde o início da colonização do nosso país, retirando grandes florestas, por exemplo, em função do desenvolvimento urbano ou rural, e que ainda é muito recorrente. Esse impacto ainda é agravado se somado à queimadas, para facilitar o processo de retirada das florestas. O desmatamento muitas vezes é justificado para a utilização e comercialização da madeira ou para o desenvolvimento urbano-industrial, por exemplo. Mas pode ser realizado também para a expansão agrícola.

O slide 5 representa uma favela em Caracas, na Venezuela. As favelas representam um impacto social e expressam paisagens semelhantes, com casas que são construídas de forma irregular, geralmente amontoadas e com pouco ou sem saneamento básico para a população. Os morros, que há séculos representava um espaço natural com muitas florestas, hoje é ocupado pelas ocupações irregulares. O processo de favelização representa a desigualdade social e o descaso por parte do setor público e transforma paulatinamente a paisagem urbana.

No slide 6 temos a imagem de um catador de lixo (trabalhador urbano ambulante que recolhe materiais recicláveis), o qual também representa a desigualdade social, sendo um elemento cada vez mais constante na paisagem urbana devido ao processo de urbanização e industrialização, transformando um espaço rural onde as pessoas tem a possibilidade de plantio para consumo, mas um espaço urbano, onde muitas pessoas são marginalizadas. Além da desigualdade social, a imagem pode ser associada também aos impactos ambientais que decorrem da não separação correta de lixo, os quais são transportados para grandes lixões, que também transformam a paisagem urbana e rural.

Outros impactos socioambientais podem ser representados, tais como o processo de colheita da cana-de-açúcar, a qual pode ser associada ao impacto social da exploração dos bóias-frias e ao impacto ambiental relacionado ao processo de queima da cana-de-açúcar para facilitar sua colheita.

Seguem abaixo algumas sugestões de leitura.

BROIETTI, Marcos Henrique. Os assalariados rurais temporários em tempos de globalização. Faz ciência, v. 5, n. 1, p. 147-157. 2003. Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/7687/5667. Acesso em: 11 de dezembro de 2018.

MUNDO ESTRANHO. O mar de Aral está mesmo encolhendo? Por quê? Superinteressante. 2011. Disponível em: https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-mar-de-aral-esta-mesmo-encolhendo-por-que/. Acesso em: 10 de dezembro de 2010.

PEQUENO, Renato. Políticas habitacionais, favelização e desigualdades sócio-espaciais nas cidades brasileiras: transformações e tendências. Diez años de cambios en el Mundo, en la Geografía y en las Ciencias Sociales, 1999-2008. Actas del X Coloquio Internacional de Geocrítica, Universidad de Barcelona, 26-30 de mayo de 2008. Disponível em: http://www.ub.edu/geocrit/-xcol/275.htm. Acesso em: 11 de dezembro de 2018.

QOBILOV,Rustam. A plantação de algodão que fez Mar de Aral virar deserto. BBC Uzbequistão. 2015. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/02/150226_mar_aral_gch_lab. Acesso em: 10 de dezembro de 2018.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Inicie esta etapa investigando os conhecimentos prévios dos alunos acerca do conceito de paisagem, os elementos que a compõem (elementos naturais e culturais) e se conseguem diferenciar paisagens rurais de urbanas. Essa investigação pode ser realizada oralmente e os elementos citados pelos alunos podem ser registrados concomitantemente no quadro. Caso seja necessário, retome com os alunos a diferença entre os espaços rural e urbano, colocando os principais elementos característicos desses espaços. Comente que as transformações da paisagem se dão por meio do trabalho humano e do desenvolvimento de suas técnicas. Explique que, por meio dessas técnicas, como o desenvolvimento de maquinários cada vez mais modernos, foi possível desenvolver o setor agrícola e a industrialização. Na sequência, coloque aos alunos que as transformações na paisagem, tanto urbana quanto rural, nem sempre trazem apenas benefícios para a sociedade, como conforto, facilidades de locomoção, proteção etc., mas que alguns impactos socioambientais podem ser observados quando essas transformações ocorrem de forma não consciente socioambientalmente. Neste momento, apresente as imagens dos slides 3, 4, 5 e 6. Os impactos socioambientais são descritos no tópico “Para você saber mais”, abaixo. Caso não seja possível projetá-las, você poderá organizar os alunos em grupos de quatro pessoas aproximadamente e imprimir um exemplar para cada grupo. O documento com as imagens pode ser encontrado no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bjYEs3j7e2YG5fpuZDwpUaUw9DfEaxmGtndvWJaRHVUsEzE3jmfubB9KNPH3/geo6-06und03-contextualizacao-imagens.pdf. Caso as opções não sejam possíveis, imagens semelhantes poderão ser encontradas no livro didático ou em revistas.

Ao apresentar cada imagem, solicite aos alunos que descrevam a paisagem, as transformações pelas quais passaram e identifiquem o impacto ambiental e/ou social representado. Auxilie os alunos neste momento.

Comente um pouco de cada impacto representado e sua relação com as transformações na paisagem.

Como adequar à sua realidade: Caso a escola seja próxima de um local que tenha sofrido significativas transformações e/ou apresente impactos socioambientais, é interessante que utilize-as como exemplo para embasar a aula, remetendo os alunos à realidade vivida ou algo que seja próximo a eles, como por exemplo uma favela ou de desmatamento.

É possível também que alguns alunos tragam essas vivências para a aula, e assim sendo, é importante que reserve um espaço para que os alunos possam compartilhar esses momentos, enriquecendo a aula. Caso seja possível, realize um comparativo histórico da própria escola, descrevendo o que era aquele determinado espaço no passado e o que é hoje. Imagens históricas podem ser apresentadas aos alunos. Essas informações podem ser encontradas em acervos históricos ou em sites oficiais.

É interessante que complemente as imagens disponibilizadas nos slides com possíveis impactos socioambientais percebidos no entorno da escola, do bairro ou da cidade onde os alunos vivem.

Caso a escola seja do campo, remeta aos malefícios da modernização do campo, como por exemplo o uso de agrotóxicos em grandes lavouras, de soja, e o desmatamento, por exemplo.

Para você saber mais:

Na imagem do slide 3, do Mar de Aral, por exemplo, comente que a paisagem rural foi transformada a partir da exploração da água do Mar de Aral pelo homem já no final do século XIX, utilizando-a para a produção de alimentos na região, como arroz e algodão e, posteriormente para o desenvolvimento da técnica de irrigação.

No slide 4, o qual representa o desmatamento no Brasil, comente que esse é um impacto que transforma a paisagem rural desde o início da colonização do nosso país, retirando grandes florestas, por exemplo, em função do desenvolvimento urbano ou rural, e que ainda é muito recorrente. Esse impacto ainda é agravado se somado à queimadas, para facilitar o processo de retirada das florestas. O desmatamento muitas vezes é justificado para a utilização e comercialização da madeira ou para o desenvolvimento urbano-industrial, por exemplo. Mas pode ser realizado também para a expansão agrícola.

O slide 5 representa uma favela em Caracas, na Venezuela. As favelas representam um impacto social e expressam paisagens semelhantes, com casas que são construídas de forma irregular, geralmente amontoadas e com pouco ou sem saneamento básico para a população. Os morros, que há séculos representava um espaço natural com muitas florestas, hoje é ocupado pelas ocupações irregulares. O processo de favelização representa a desigualdade social e o descaso por parte do setor público e transforma paulatinamente a paisagem urbana.

No slide 6 temos a imagem de um catador de lixo (trabalhador urbano ambulante que recolhe materiais recicláveis), o qual também representa a desigualdade social, sendo um elemento cada vez mais constante na paisagem urbana devido ao processo de urbanização e industrialização, transformando um espaço rural onde as pessoas tem a possibilidade de plantio para consumo, mas um espaço urbano, onde muitas pessoas são marginalizadas. Além da desigualdade social, a imagem pode ser associada também aos impactos ambientais que decorrem da não separação correta de lixo, os quais são transportados para grandes lixões, que também transformam a paisagem urbana e rural.

Outros impactos socioambientais podem ser representados, tais como o processo de colheita da cana-de-açúcar, a qual pode ser associada ao impacto social da exploração dos bóias-frias e ao impacto ambiental relacionado ao processo de queima da cana-de-açúcar para facilitar sua colheita.

Seguem abaixo algumas sugestões de leitura.

BROIETTI, Marcos Henrique. Os assalariados rurais temporários em tempos de globalização. Faz ciência, v. 5, n. 1, p. 147-157. 2003. Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/7687/5667. Acesso em: 11 de dezembro de 2018.

MUNDO ESTRANHO. O mar de Aral está mesmo encolhendo? Por quê? Superinteressante. 2011. Disponível em: https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-mar-de-aral-esta-mesmo-encolhendo-por-que/. Acesso em: 10 de dezembro de 2010.

PEQUENO, Renato. Políticas habitacionais, favelização e desigualdades sócio-espaciais nas cidades brasileiras: transformações e tendências. Diez años de cambios en el Mundo, en la Geografía y en las Ciencias Sociales, 1999-2008. Actas del X Coloquio Internacional de Geocrítica, Universidad de Barcelona, 26-30 de mayo de 2008. Disponível em: http://www.ub.edu/geocrit/-xcol/275.htm. Acesso em: 11 de dezembro de 2018.

QOBILOV,Rustam. A plantação de algodão que fez Mar de Aral virar deserto. BBC Uzbequistão. 2015. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/02/150226_mar_aral_gch_lab. Acesso em: 10 de dezembro de 2018.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos

Orientações: Nesta etapa, organize os alunos em grupos de quatro pessoas aproximadamente e entregue a cada grupo um papel almaço. Organize os alunos de modo que consigam trabalhar em equipe. A partir do que foi discutido anteriormente e dos impactos representados, os alunos deverão elaborar um texto de sete linhas aproximadamente tendo como base as questões disponíveis no slide. Caso não seja possível projetar o slide, registre as perguntas no quadro ou é possível imprimir as orientações para cada grupo. As questões e orientações estão disponíveis no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/amYKRYtCR7YGVNxxBT5Sh9FfdZ4vxs2CqyqRbWt2fQyvzUcJjFBJNXGqXhGW/geo6-06und03-problematizacao-atividade.pdf. Ao passo que os alunos realizam a atividade proposta, circule entre os grupos verificando possíveis dificuldades.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: Nesta etapa, os impactos socioambientais serão analisados a partir de uma manchete que é sugerida no slide 9. A manchete versa sobre a tragédia ocorrida em Mariana/MG por meio do rompimento da barragem de rejeitos de mineração, em 2015, gerando um dos maiores desastres ambientais no Brasil, com sérios impactos socioambientais. Jornais locais ou regionais que tenham publicado manchetes acerca de impactos socioambientais ocorridos próximos à vivência dos alunos poderão também ser utilizados para direcionar essa etapa. Assim, inicie a ação propositiva apresentando aos alunos a manchete sugerida. Leia com os alunos a manchete e o trecho do texto disponibilizado. Caso seja necessário, contextualize a manchete com as informações disponibilizadas no item “Para você saber mais”. Caso não seja possível projetá-la, ela poderá ser impressa em tamanho grande para ser apresentada aos alunos, ou então mantenha os grupos formados anteriormente e imprima uma cópia para cada grupo. A manchete está disponibilizada para impressão no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/G3DwPkkPFbqcP6y22bjptnPgMbg86vPKNUQWQt4jWP8sJJ5RcttJWsG4bAcc/geo6-06und03-acao-propositiva-manchete.pdf. Em seguida, apresente e explique aos alunos a tabela do slide 10, a qual representa um modelo de como os alunos deverão realizar a atividade da ação propositiva. A tabela poderá ser projetada ou registrada em quadro para que os alunos a copiem na folha almaço, já disponibilizada na etapa anterior, ou impressa para cada grupo, a qual deverão colar na folha almaço. A tabela está disponibilizada no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Wz4MbM5CAmc2qVjy8PBtmxvgG7t6uV4dE6V7Ua2WUbW5Vgvz4JUB6kZqAPW7/geo6-06und03-acao-propositiva-tabela.pdf. Circule pelos grupos e faça a mediação do processo de realização da atividade sanando possíveis dúvidas e avaliando o processo de aprendizagem dos alunos. No slide 11 consta o gabarito daquilo que é esperado dos alunos como resposta.

Como adequar à sua realidade: Caso haja algum impacto ambiental ou social em sua cidade, investigue manchetes desses impactos e apresente aos alunos em sala de aula.

Para você saber mais: Reportagem acerca da tragédia ocorrida em Mariana/MG, em 2015, após o rompimento de barragem. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=uJJ6PBKNekI. Acesso em: 20 de dezembro de 2018.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Nesta etapa, os impactos socioambientais serão analisados a partir de uma manchete que é sugerida no slide 9. A manchete versa sobre a tragédia ocorrida em Mariana/MG por meio do rompimento da barragem de rejeitos de mineração, em 2015, gerando um dos maiores desastres ambientais no Brasil, com sérios impactos socioambientais. Jornais locais ou regionais que tenham publicado manchetes acerca de impactos socioambientais ocorridos próximos à vivência dos alunos poderão também ser utilizados para direcionar essa etapa. Assim, inicie a ação propositiva apresentando aos alunos a manchete sugerida. Leia com os alunos a manchete e o trecho do texto disponibilizado. Caso seja necessário, contextualize a manchete com as informações disponibilizadas no item “Para você saber mais”. Caso não seja possível projetar a manchete, ela poderá ser impressa em tamanho grande para ser apresentada aos alunos, ou então mantenha os grupos formados anteriormente e imprima um exemplar da manchete para cada grupo. A manchete está disponibilizada para impressão no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/G3DwPkkPFbqcP6y22bjptnPgMbg86vPKNUQWQt4jWP8sJJ5RcttJWsG4bAcc/geo6-06und03-acao-propositiva-manchete.pdf. Em seguida, apresente e explique aos alunos a tabela do slide 10, a qual representa um modelo de como os alunos deverão realizar a atividade da ação propositiva. A tabela poderá ser projetada ou registrada em quadro para que os alunos a copiem na folha almaço, já disponibilizada na etapa anterior, ou impressa para cada grupo, a qual deverão colar na folha almaço. A tabela está disponibilizada no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Wz4MbM5CAmc2qVjy8PBtmxvgG7t6uV4dE6V7Ua2WUbW5Vgvz4JUB6kZqAPW7/geo6-06und03-acao-propositiva-tabela.pdf. Circule pelos grupos e faça a mediação do processo de realização da atividade sanando possíveis dúvidas e avaliando o processo de aprendizagem dos alunos. No slide 11 consta o gabarito daquilo que é esperado dos alunos como resposta.

Como adequar à sua realidade: Caso haja algum impacto ambiental ou social em sua cidade, investigue manchetes desses impactos e apresente aos alunos em sala de aula.

Para você saber mais: Reportagem acerca da tragédia ocorrida em Mariana/MG, em 2015, após o rompimento de barragem. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=uJJ6PBKNekI. Acesso em: 20 de dezembro de 2018.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Nesta etapa, os impactos socioambientais serão analisados a partir de uma manchete que é sugerida no slide 9. A manchete versa sobre a tragédia ocorrida em Mariana/MG por meio do rompimento da barragem de rejeitos de mineração, em 2015, gerando um dos maiores desastres ambientais no Brasil, com sérios impactos socioambientais. Jornais locais ou regionais que tenham publicado manchetes acerca de impactos socioambientais ocorridos próximos à vivência dos alunos poderão também ser utilizados para direcionar essa etapa. Assim, inicie a ação propositiva apresentando aos alunos a manchete sugerida. Leia com os alunos a manchete e o trecho do texto disponibilizado. Caso seja necessário, contextualize a manchete com as informações disponibilizadas no item “Para você saber mais”. Caso não seja possível projetar a manchete, ela poderá ser impressa em tamanho grande para ser apresentada aos alunos, ou então mantenha os grupos formados anteriormente e imprima um exemplar da manchete para cada grupo. A manchete está disponibilizada para impressão no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/G3DwPkkPFbqcP6y22bjptnPgMbg86vPKNUQWQt4jWP8sJJ5RcttJWsG4bAcc/geo6-06und03-acao-propositiva-manchete.pdf. Em seguida, apresente e explique aos alunos a tabela do slide 10, a qual representa um modelo de como os alunos deverão realizar a atividade da ação propositiva. A tabela poderá ser projetada ou registrada em quadro para que os alunos a copiem na folha almaço, já disponibilizada na etapa anterior, ou impressa para cada grupo, a qual deverão colar na folha almaço. A tabela está disponibilizada no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Wz4MbM5CAmc2qVjy8PBtmxvgG7t6uV4dE6V7Ua2WUbW5Vgvz4JUB6kZqAPW7/geo6-06und03-acao-propositiva-tabela.pdf. Circule pelos grupos e faça a mediação do processo de realização da atividade sanando possíveis dúvidas e avaliando o processo de aprendizagem dos alunos. No slide 11 consta o gabarito daquilo que é esperado dos alunos como resposta.

Como adequar à sua realidade: Caso haja algum impacto ambiental ou social em sua cidade, investigue manchetes desses impactos e apresente aos alunos em sala de aula.

Para você saber mais: Reportagem acerca da tragédia ocorrida em Mariana/MG, em 2015, após o rompimento de barragem. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=uJJ6PBKNekI. Acesso em: 20 de dezembro de 2018.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Nesta etapa, os impactos socioambientais serão analisados a partir de uma manchete que é sugerida no slide 9. A manchete versa sobre a tragédia ocorrida em Mariana/MG por meio do rompimento da barragem de rejeitos de mineração, em 2015, gerando um dos maiores desastres ambientais no Brasil, com sérios impactos socioambientais. Jornais locais ou regionais que tenham publicado manchetes acerca de impactos socioambientais ocorridos próximos à vivência dos alunos poderão também ser utilizados para direcionar essa etapa. Assim, inicie a ação propositiva apresentando aos alunos a manchete sugerida. Leia com os alunos a manchete e o trecho do texto disponibilizado. Caso seja necessário, contextualize a manchete com as informações disponibilizadas no item “Para você saber mais”. Caso não seja possível projetar a manchete, ela poderá ser impressa em tamanho grande para ser apresentada aos alunos, ou então mantenha os grupos formados anteriormente e imprima um exemplar da manchete para cada grupo. A manchete está disponibilizada para impressão no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/G3DwPkkPFbqcP6y22bjptnPgMbg86vPKNUQWQt4jWP8sJJ5RcttJWsG4bAcc/geo6-06und03-acao-propositiva-manchete.pdf. Em seguida, apresente e explique aos alunos a tabela do slide 10, a qual representa um modelo de como os alunos deverão realizar a atividade da ação propositiva. A tabela poderá ser projetada ou registrada em quadro para que os alunos a copiem na folha almaço, já disponibilizada na etapa anterior, ou impressa para cada grupo, a qual deverão colar na folha almaço. A tabela está disponibilizada no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Wz4MbM5CAmc2qVjy8PBtmxvgG7t6uV4dE6V7Ua2WUbW5Vgvz4JUB6kZqAPW7/geo6-06und03-acao-propositiva-tabela.pdf. Circule pelos grupos e faça a mediação do processo de realização da atividade sanando possíveis dúvidas e avaliando o processo de aprendizagem dos alunos. No slide 11 consta o gabarito daquilo que é esperado dos alunos como resposta.

Como adequar à sua realidade: Caso haja algum impacto ambiental ou social em sua cidade, investigue manchetes desses impactos e apresente aos alunos em sala de aula.

Para você saber mais: Reportagem acerca da tragédia ocorrida em Mariana/MG, em 2015, após o rompimento de barragem. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=uJJ6PBKNekI. Acesso em: 20 de dezembro de 2018.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Mantenha os mesmos grupos formados nas etapas anteriores. Tendo em vista as atividades realizadas até o momento oriente os alunos a elaborarem uma manchete a partir das imagens disponíveis nos slides 11 e 12. Algumas perguntas poderão orientar os alunos, tais quais: quais impactos socioambientais as imagens representam? Que tipo de notícia poderia estar relacionada a ela? A elaboração da manchete deve ser realizada na folha almaço, utilizada nas outras etapas, e a qual poderá ser utilizada como instrumento de avaliação. Ao longo da realização das atividades, circule pelos grupos identificando possíveis dificuldades e para avaliar a atividade. Caso não seja possível projetar as imagens e as orientações, elas poderão ser encontradas no link a seguir para serem impressas individualmente ou para entregar aos grupos: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YQxvhX2JR4B8a5KCb7RUMtryzRCXW5egBXWQG2FVAyZ8ZsWHGgzRJvVfE5TH/geo6-06und03-sistematizacao-orientacoes-e-imagens.pdf. As orientações aos alunos também podem ser projetadas, mas caso não seja possível, poderão ser registradas no quadro ou impressas a partir do documento anterior. Em um momento posterior à aula, sugere-se solicitar que os alunos apresentem as manchetes elaboradas. Sugere-se também que a atividade seja realizada em conjunto com o componente curricular de Língua Portuguesa, para que os alunos compreendam a estrutura de uma manchete.

Como adequar à sua realidade: Caso haja algum impacto ambiental ou social em sua cidade, os alunos poderão adequar a atividade aos problemas locais, sugerindo sugestões e até mesmo meios de intervenção possíveis do município. É possível lapidar as sugestões, construir uma carta por meio da escola e organizar uma atividade de extensão em que os alunos possam encaminhar pessoalmente essa carta aos órgãos públicos.

Para você saber mais:

NERY, Alfredina. Redação - notícia - a estrutura do texto jornalístico. Disponível em: https://educacao.uol.com.br/disciplinas/portugues/redacao---noticia-a-estrutura-do-texto-jornalistico.htm. Acesso em: 13 de dezembro de 2018.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Mantenha os mesmos grupos formados nas etapas anteriores. Tendo em vista as atividades realizadas até o momento oriente os alunos a elaborarem uma manchete a partir das imagens disponíveis nos slides 11 e 12. Algumas perguntas poderão orientar os alunos, tais quais: quais impactos socioambientais as imagens representam? Que tipo de notícia poderia estar relacionada a ela? A elaboração da manchete deve ser realizada na folha almaço, utilizada nas outras etapas, e a qual poderá ser utilizada como instrumento de avaliação. Ao longo da realização das atividades, circule pelos grupos identificando possíveis dificuldades e para avaliar a atividade. Caso não seja possível projetar as imagens e as orientações, elas poderão ser encontradas no link a seguir para serem impressas individualmente ou para entregar aos grupos: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YQxvhX2JR4B8a5KCb7RUMtryzRCXW5egBXWQG2FVAyZ8ZsWHGgzRJvVfE5TH/geo6-06und03-sistematizacao-orientacoes-e-imagens.pdf. As orientações aos alunos também podem ser projetadas, mas caso não seja possível, poderão ser registradas no quadro ou impressas a partir do documento anterior. Em um momento posterior à aula, sugere-se solicitar que os alunos apresentem as manchetes elaboradas. Sugere-se também que a atividade seja realizada em conjunto com o componente curricular de Língua Portuguesa, para que os alunos compreendam a estrutura de uma manchete.

Como adequar à sua realidade: Caso haja algum impacto ambiental ou social em sua cidade, os alunos poderão adequar a atividade aos problemas locais, sugerindo sugestões e até mesmo meios de intervenção possíveis do município. É possível lapidar as sugestões, construir uma carta por meio da escola e organizar uma atividade de extensão em que os alunos possam encaminhar pessoalmente essa carta aos órgãos públicos.

Para você saber mais:

NERY, Alfredina. Redação - notícia - a estrutura do texto jornalístico. Disponível em: https://educacao.uol.com.br/disciplinas/portugues/redacao---noticia-a-estrutura-do-texto-jornalistico.htm. Acesso em: 13 de dezembro de 2018.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF06GE06 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada aqui em sua totalidade, mas as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Esta habilidade contempla a identificação de impactos socioambientais surgidos em função das transformações da paisagem por meio do desenvolvimento agropecuário e do processo de industrialização, possibilitados a partir de técnicas e do trabalho humano. A habilidade permite trabalhar a temática por meio de imagens que retratrem os impactos socioambientais, bem como análise de notícias para que os alunos possam relacionar as transformações da paisagem e o desenvolvimento agropecuário e da industrialização aos impactos socioambientais. Esta habilidade pode ser associada a outras habilidades da BNCC, tais como EF06GE01, EF06GE02 e EF06GE07.

Materiais necessários:

Caderno do aluno. Lápis grafite e/ou caneta esferográfica e borracha. Folha almaço para cada quatro alunos. Cola branca.

Material complementar:

Arquivo com as imagens dos slides da contextualização. Disponível em: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bjYEs3j7e2YG5fpuZDwpUaUw9DfEaxmGtndvWJaRHVUsEzE3jmfubB9KNPH3/geo6-06und03-contextualizacao-imagens.pdf

Arquivo com orientações para a problematização. Disponível em: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/amYKRYtCR7YGVNxxBT5Sh9FfdZ4vxs2CqyqRbWt2fQyvzUcJjFBJNXGqXhGW/geo6-06und03-problematizacao-atividade.pdf

Arquivo com a manchete na ação propositiva. Disponível em: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/G3DwPkkPFbqcP6y22bjptnPgMbg86vPKNUQWQt4jWP8sJJ5RcttJWsG4bAcc/geo6-06und03-acao-propositiva-manchete.pdf

Arquivo com a tabela, atividade da ação propositiva. Disponível em: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Wz4MbM5CAmc2qVjy8PBtmxvgG7t6uV4dE6V7Ua2WUbW5Vgvz4JUB6kZqAPW7/geo6-06und03-acao-propositiva-tabela.pdf

Arquivo com as imagens e orientações para a atividade da sistematização. Disponível em: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YQxvhX2JR4B8a5KCb7RUMtryzRCXW5egBXWQG2FVAyZ8ZsWHGgzRJvVfE5TH/geo6-06und03-sistematizacao-orientacoes-e-imagens.pdf

Link para as imagens:

Imagem 1: Mar de aral, na Ásia Central, em 1989 e 2018. Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/9/95/Aral_Sea_1989-2008.jpg. Acesso em: 10 de dezembro de 2018.

Imagem 3: Favela em Caracas, Venezuela. Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/2/24/Barrio_de_Caracas.jpg. Acesso em: 10 de dezembro de 2018.

Imagem 4: Catador de latinhas no espaço urbano. Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/4/41/Catador_de_papel.jpg. Acesso em: 10 de dezembro de 2018.

Imagem 5: Unidade industrial chinesa. Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/4/47/Factory_in_China.jpg. Acesso em 19 de dezembro de 2018.

Imagem 6: Favela da Rocinha e São Conrado, Rio de Janeiro. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Urbaniza%C3%A7%C3%A3o_excludente#/media/File:Rocinha_Favela_Brazil_Slums.jpg. Acesso em: 19 de dezembro de 2018.

Link para a manchete:

Manchete 1. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2018/11/tres-anos-apos-tragedia-vitimas-de-mariana-enfim-projetam-suas-novas-casas.shtml.Acesso em: 19 de dezembro de 2018.

Para você saber mais: Tendo como base a habilidade contemplada neste plano, pode-se colocar a paisagem como um conjunto de formas e funções em constante transformações. Essas formas se dão pelos elementos na paisagem contidos, podendo ser naturais ou culturais. Os elementos naturais são aqueles que ainda não sofreram atuação humana (morros, florestas, rios). Já os elementos culturais representam as paisagens que foram transformadas pelo homem (casas, prédios, carros). Na paisagem cultural ressalta-se a importância do desenvolvimento do trabalho humano e de técnicas os quais impulsionam a interferência humana no espaço. Por isso, para este plano é importante também compreender o conceito de técnica e trabalho. A partir de Lima (2014), acredita-se que o homem tem a necessidade de intervir na natureza para se reproduzir e para isso o faz a partir do trabalho e do desenvolvimento de instrumentos técnicos, que são processos inerentes à existência do homem. Para que o homem se aproprie da natureza, necessita criar instrumentos, decidir que técnicas utilizar para tal e como intervir no meio natural para satisfazer suas necessidades. O homem cria constantemente novas necessidades e isso impulsiona o desenvolvimento do trabalho, que sempre é transformado, assim como as técnicas utilizadas para essa finalidade, levando a uma evolução técnica cada vez mais especializada e precisa (tecnologia), evoluindo de cultura à cultura e de momentos históricos à momentos históricos. E é a partir de todo esse processo que o homem transformou o meio natural (sem a interferência do homem) em meio humanizado, onde estel foi transformado pelo trabalho e pelas técnicas do homem, transformando-se em um meio técnico-científico e informacional, como o é nos dias atuais (SANTOS, 2006).

Assim, o desenvolvimento das técnicas torna a paisagem dinâmica, estando em constante transformação e em diferentes tempos, sendo possível acumular formas, funções e sentidos ao longo do espaço e tempo. É importante ressaltar que é a partir dessa apropriação do espaço pelo homem que surgem os impactos socioambientais, a partir exploração do espaço, interferindo consideravelmente na paisagem, em constante transformação.

Abaixo seguem algumas sugestões de leitura.

LIMA, Átila de Menezes. Geografia: filosofia das técnicas? Reflexões para se pensar uma Geografia do trabalho. Revista Pegada, v. 15, n. 2. p. 19-48. 2014. Disponível em: http://revista.fct.unesp.br/index.php/pegada/article/viewFile/3054/2808. Acesso em: 18 de dezembro de 2018.

SANTOS, Milton. A Natureza do Espaço: técnica e tempo, razão e emoção. 4. ed. 2. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2006. Disponível em: http://files.leadt-ufal.webnode.com.br/200000026-4d5134e4ca/Milton_Santos_A_Natureza_do_Espaco.pdf. Acesso em: 04 de novembro de 2018.

SOUTO, Raquel Dezidério. O papel da Geografia em face da crise ambiental. Estudo avançados, v. 30, n. 87. p. 197-212. 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ea/v30n87/0103-4014-ea-30-87-00197.pdf. Acesso em: 18 de dezembro de 2018.

Contextos prévios: É interessante que os alunos já tenham sistematizado o conhecimento sobre o conceito de paisagem, sabendo diferenciar seus elementos naturais e culturais, assim como os espaços urbano e rural.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Apresente aos alunos o tema a ser abordado na aula, que consiste na discussão de como o desenvolvimento agropecuário e a industrialização interferem nas transformações da paisagem, assim como geram impactos socioambientais por meio do desenvolvimento das técnicas e do trabalho humano. Comente também que alguns desses impactos serão discutidos e analisados pelos alunos em atividades no decorrer da aula, a partir de imagens e notícias.

Como adequar à sua realidade: Caso a escola seja próxima de um local que tenha sofrido significativas transformações e/ou apresente impactos socioambientais, é interessante que utilize-as como exemplo para embasar a aula, remetendo os alunos à realidade vivida ou algo que seja próximo a eles. É possível também que alguns alunos tragam essas vivências para a aula, e assim sendo, é importante que reserve um espaço para que possam compartilhar esses momentos, enriquecendo a aula.

Contextos prévios: É interessante que os alunos já tenham sistematizado o conhecimento sobre o conceito de paisagem, sabendo diferenciar seus elementos naturais e culturais, assim como os espaços urbano e rural.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 14 minutos

Orientações: Inicie esta etapa investigando os conhecimentos prévios dos alunos acerca do conceito de paisagem, os elementos que a compõem (elementos naturais e culturais) e se conseguem diferenciar paisagens rurais de urbanas. Essa investigação pode ser realizada oralmente e os elementos citados pelos alunos podem ser registrados concomitantemente no quadro. Caso seja necessário, retome com os alunos a diferença entre os espaços rural e urbano, colocando os principais elementos característicos desses espaços. Comente que as transformações da paisagem se dão por meio do trabalho humano e do desenvolvimento de suas técnicas. Explique que, por meio dessas técnicas, como o desenvolvimento de maquinários cada vez mais modernos, foi possível desenvolver o setor agrícola e a industrialização. Na sequência, coloque aos alunos que as transformações na paisagem, tanto urbana quanto rural, nem sempre trazem apenas benefícios para a sociedade, como conforto, facilidades de locomoção, proteção etc., mas que alguns impactos socioambientais podem ser observados quando essas transformações ocorrem de forma não consciente socioambientalmente. Neste momento, apresente as imagens dos slides 3, 4, 5 e 6. Os impactos socioambientais são descritos no tópico “Para você saber mais”, abaixo. Caso não seja possível projetá-las, você poderá organizar os alunos em grupos de quatro pessoas aproximadamente e imprimir uma cópia para cada grupo. O documento com as imagens pode ser encontrado no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bjYEs3j7e2YG5fpuZDwpUaUw9DfEaxmGtndvWJaRHVUsEzE3jmfubB9KNPH3/geo6-06und03-contextualizacao-imagens.pdf. Caso as opções não sejam possíveis, imagens semelhantes poderão ser encontradas em livros didáticos ou revistas.

Ao apresentar cada imagem, solicite aos alunos que descrevam a paisagem, as transformações pelas quais passaram e identifiquem o impacto ambiental e/ou social representado. Auxilie os alunos neste momento.

Comente um pouco de cada impacto representado e sua relação com as transformações na paisagem.

Como adequar à sua realidade: Caso a escola seja próxima de um local que tenha sofrido significativas transformações e/ou apresente impactos socioambientais, é interessante que utilize-as como exemplo para embasar a aula, remetendo os alunos à realidade vivida ou algo que seja próximo a eles, como por exemplo uma favela ou de desmatamento.

É possível também que alguns alunos tragam essas vivências para a aula, e assim sendo, é importante que reserve um espaço para que os alunos possam compartilhar esses momentos, enriquecendo a aula. Caso seja possível, realize um comparativo histórico da própria escola, descrevendo o que era aquele determinado espaço no passado e o que é hoje. Imagens históricas podem ser apresentadas aos alunos. Essas informações podem ser encontradas em acervos históricos ou em sites oficiais.

É interessante que complemente as imagens disponibilizadas nos slides com possíveis impactos socioambientais percebidos no entorno da escola, do bairro ou da cidade onde os alunos vivem.

Caso a escola seja do campo, remeta aos malefícios da modernização do campo, como por exemplo o uso de agrotóxicos em grandes lavouras, de soja, e o desmatamento, por exemplo.

Para você saber mais:

Na imagem do slide 3, do Mar de Aral, por exemplo, comente que a paisagem rural foi transformada a partir da exploração da água do Mar de Aral pelo homem já no final do século XIX, utilizando-a para a produção de alimentos na região, como arroz e algodão e, posteriormente para o desenvolvimento da técnica de irrigação.

No slide 4, o qual representa o desmatamento no Brasil, comente que esse é um impacto que transforma a paisagem rural desde o início da colonização do nosso país, utilizando sua madeira em para construir casas, barcos e se aquecer, por exemplo. Chame a atenção para o fato desse impacto ainda ser muito recorrente e é agravado se somado à queimadas, para facilitar o processo de retirada das florestas. O desmatamento muitas vezes é justificado para a utilização e comercialização da madeira ou para o desenvolvimento urbano-industrial, por exemplo, mas pode ser realizado também para a expansão agrícola.

O slide 5 representa uma favela em Caracas, na Venezuela. As favelas representam um impacto social e expressam paisagens semelhantes, com casas que são construídas de forma irregular, geralmente amontoadas e com pouco ou sem saneamento básico para a população. Os morros, que há séculos representava um espaço natural com muitas florestas, hoje predominam as ocupações irregulares. O processo de favelização representa a desigualdade social e o descaso por parte do setor público e transforma paulatinamente a paisagem urbana.

No slide 6 temos a imagem de um catador de lixo (trabalhador urbano ambulante que recolhe materiais recicláveis), o qual também representa a desigualdade social, sendo um elemento cada vez mais constante na paisagem urbana devido ao processo de urbanização e industrialização, transformando um espaço rural onde as pessoas têm a possibilidade de plantio para consumo, mas um espaço urbano, onde muitas pessoas são marginalizadas. Além da desigualdade social, a imagem pode ser associada também aos impactos ambientais que decorrem da não separação correta de lixo, os quais são transportados para grandes lixões, que também transformam a paisagem urbana e rural.

Outros impactos socioambientais podem ser representados, tais como o processo de colheita da cana-de-açúcar, a qual pode ser associada ao impacto social da exploração dos bóias-frias e ao impacto ambiental relacionado ao processo de queima da cana-de-açúcar para facilitar sua colheita.

Seguem abaixo algumas sugestões de leitura.

BROIETTI, Marcos Henrique. Os assalariados rurais temporários em tempos de globalização. Faz ciência, v. 5, n. 1, p. 147-157. 2003. Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/7687/5667. Acesso em: 11 de dezembro de 2018.

MUNDO ESTRANHO. O mar de Aral está mesmo encolhendo? Por quê? Superinteressante. 2011. Disponível em: https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-mar-de-aral-esta-mesmo-encolhendo-por-que/. Acesso em: 10 de dezembro de 2010.

PEQUENO, Renato. Políticas habitacionais, favelização e desigualdades sócio-espaciais nas cidades brasileiras: transformações e tendências. Diez años de cambios en el Mundo, en la Geografía y en las Ciencias Sociales, 1999-2008. Actas del X Coloquio Internacional de Geocrítica, Universidad de Barcelona, 26-30 de mayo de 2008. Disponível em: http://www.ub.edu/geocrit/-xcol/275.htm. Acesso em: 11 de dezembro de 2018.

QOBILOV,Rustam. A plantação de algodão que fez Mar de Aral virar deserto. BBC Uzbequistão. 2015. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/02/150226_mar_aral_gch_lab. Acesso em: 10 de dezembro de 2018.

Slide Plano Aula

Orientações: Inicie esta etapa investigando os conhecimentos prévios dos alunos acerca do conceito de paisagem, os elementos que a compõem (elementos naturais e culturais) e se conseguem diferenciar paisagens rurais de urbanas. Essa investigação pode ser realizada oralmente e os elementos citados pelos alunos podem ser registrados concomitantemente no quadro. Caso seja necessário, retome com os alunos a diferença entre os espaços rural e urbano, colocando os principais elementos característicos desses espaços. Comente que as transformações da paisagem se dão por meio do trabalho humano e do desenvolvimento de suas técnicas. Explique que, por meio dessas técnicas, como o desenvolvimento de maquinários cada vez mais modernos, foi possível desenvolver o setor agrícola e a industrialização. Na sequência, coloque aos alunos que as transformações na paisagem, tanto urbana quanto rural, nem sempre trazem apenas benefícios para a sociedade, como conforto, facilidades de locomoção, proteção etc., mas que alguns impactos socioambientais podem ser observados quando essas transformações ocorrem de forma não consciente socioambientalmente. Neste momento, apresente as imagens dos slides 3, 4, 5 e 6. Os impactos socioambientais são descritos no tópico “Para você saber mais”, abaixo. Caso não seja possível projetá-las, você poderá organizar os alunos em grupos de quatro pessoas aproximadamente e imprimir um exemplar para cada grupo. O documento com as imagens pode ser encontrado no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bjYEs3j7e2YG5fpuZDwpUaUw9DfEaxmGtndvWJaRHVUsEzE3jmfubB9KNPH3/geo6-06und03-contextualizacao-imagens.pdf. Caso as opções não sejam possíveis, imagens semelhantes poderão ser encontradas no livro didático ou em revistas.

Ao apresentar cada imagem, solicite aos alunos que descrevam a paisagem, as transformações pelas quais passaram e identifiquem o impacto ambiental e/ou social representado. Auxilie os alunos neste momento.

Comente um pouco de cada impacto representado e sua relação com as transformações na paisagem.

Como adequar à sua realidade: Caso a escola seja próxima de um local que tenha sofrido significativas transformações e/ou apresente impactos socioambientais, é interessante que utilize-as como exemplo para embasar a aula, remetendo os alunos à realidade vivida ou algo que seja próximo a eles, como por exemplo uma favela ou de desmatamento.

É possível também que alguns alunos tragam essas vivências para a aula, e assim sendo, é importante que reserve um espaço para que os alunos possam compartilhar esses momentos, enriquecendo a aula. Caso seja possível, realize um comparativo histórico da própria escola, descrevendo o que era aquele determinado espaço no passado e o que é hoje. Imagens históricas podem ser apresentadas aos alunos. Essas informações podem ser encontradas em acervos históricos ou em sites oficiais.

É interessante que complemente as imagens disponibilizadas nos slides com possíveis impactos socioambientais percebidos no entorno da escola, do bairro ou da cidade onde os alunos vivem.

Caso a escola seja do campo, remeta aos malefícios da modernização do campo, como por exemplo o uso de agrotóxicos em grandes lavouras, de soja, e o desmatamento, por exemplo.

Para você saber mais:

Na imagem do slide 3, do Mar de Aral, por exemplo, comente que a paisagem rural foi transformada a partir da exploração da água do Mar de Aral pelo homem já no final do século XIX, utilizando-a para a produção de alimentos na região, como arroz e algodão e, posteriormente para o desenvolvimento da técnica de irrigação.

No slide 4, o qual representa o desmatamento no Brasil, comente que esse é um impacto que transforma a paisagem rural desde o início da colonização do nosso país, retirando grandes florestas, por exemplo, em função do desenvolvimento urbano ou rural, e que ainda é muito recorrente. Esse impacto ainda é agravado se somado à queimadas, para facilitar o processo de retirada das florestas. O desmatamento muitas vezes é justificado para a utilização e comercialização da madeira ou para o desenvolvimento urbano-industrial, por exemplo. Mas pode ser realizado também para a expansão agrícola.

O slide 5 representa uma favela em Caracas, na Venezuela. As favelas representam um impacto social e expressam paisagens semelhantes, com casas que são construídas de forma irregular, geralmente amontoadas e com pouco ou sem saneamento básico para a população. Os morros, que há séculos representava um espaço natural com muitas florestas, hoje é ocupado pelas ocupações irregulares. O processo de favelização representa a desigualdade social e o descaso por parte do setor público e transforma paulatinamente a paisagem urbana.

No slide 6 temos a imagem de um catador de lixo (trabalhador urbano ambulante que recolhe materiais recicláveis), o qual também representa a desigualdade social, sendo um elemento cada vez mais constante na paisagem urbana devido ao processo de urbanização e industrialização, transformando um espaço rural onde as pessoas tem a possibilidade de plantio para consumo, mas um espaço urbano, onde muitas pessoas são marginalizadas. Além da desigualdade social, a imagem pode ser associada também aos impactos ambientais que decorrem da não separação correta de lixo, os quais são transportados para grandes lixões, que também transformam a paisagem urbana e rural.

Outros impactos socioambientais podem ser representados, tais como o processo de colheita da cana-de-açúcar, a qual pode ser associada ao impacto social da exploração dos bóias-frias e ao impacto ambiental relacionado ao processo de queima da cana-de-açúcar para facilitar sua colheita.

Seguem abaixo algumas sugestões de leitura.

BROIETTI, Marcos Henrique. Os assalariados rurais temporários em tempos de globalização. Faz ciência, v. 5, n. 1, p. 147-157. 2003. Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/7687/5667. Acesso em: 11 de dezembro de 2018.

MUNDO ESTRANHO. O mar de Aral está mesmo encolhendo? Por quê? Superinteressante. 2011. Disponível em: https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-mar-de-aral-esta-mesmo-encolhendo-por-que/. Acesso em: 10 de dezembro de 2010.

PEQUENO, Renato. Políticas habitacionais, favelização e desigualdades sócio-espaciais nas cidades brasileiras: transformações e tendências. Diez años de cambios en el Mundo, en la Geografía y en las Ciencias Sociales, 1999-2008. Actas del X Coloquio Internacional de Geocrítica, Universidad de Barcelona, 26-30 de mayo de 2008. Disponível em: http://www.ub.edu/geocrit/-xcol/275.htm. Acesso em: 11 de dezembro de 2018.

QOBILOV,Rustam. A plantação de algodão que fez Mar de Aral virar deserto. BBC Uzbequistão. 2015. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/02/150226_mar_aral_gch_lab. Acesso em: 10 de dezembro de 2018.

Slide Plano Aula

Orientações: Inicie esta etapa investigando os conhecimentos prévios dos alunos acerca do conceito de paisagem, os elementos que a compõem (elementos naturais e culturais) e se conseguem diferenciar paisagens rurais de urbanas. Essa investigação pode ser realizada oralmente e os elementos citados pelos alunos podem ser registrados concomitantemente no quadro. Caso seja necessário, retome com os alunos a diferença entre os espaços rural e urbano, colocando os principais elementos característicos desses espaços. Comente que as transformações da paisagem se dão por meio do trabalho humano e do desenvolvimento de suas técnicas. Explique que, por meio dessas técnicas, como o desenvolvimento de maquinários cada vez mais modernos, foi possível desenvolver o setor agrícola e a industrialização. Na sequência, coloque aos alunos que as transformações na paisagem, tanto urbana quanto rural, nem sempre trazem apenas benefícios para a sociedade, como conforto, facilidades de locomoção, proteção etc., mas que alguns impactos socioambientais podem ser observados quando essas transformações ocorrem de forma não consciente socioambientalmente. Neste momento, apresente as imagens dos slides 3, 4, 5 e 6. Os impactos socioambientais são descritos no tópico “Para você saber mais”, abaixo. Caso não seja possível projetá-las, você poderá organizar os alunos em grupos de quatro pessoas aproximadamente e imprimir um exemplar para cada grupo. O documento com as imagens pode ser encontrado no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bjYEs3j7e2YG5fpuZDwpUaUw9DfEaxmGtndvWJaRHVUsEzE3jmfubB9KNPH3/geo6-06und03-contextualizacao-imagens.pdf. Caso as opções não sejam possíveis, imagens semelhantes poderão ser encontradas no livro didático ou em revistas.

Ao apresentar cada imagem, solicite aos alunos que descrevam a paisagem, as transformações pelas quais passaram e identifiquem o impacto ambiental e/ou social representado. Auxilie os alunos neste momento.

Comente um pouco de cada impacto representado e sua relação com as transformações na paisagem.

Como adequar à sua realidade: Caso a escola seja próxima de um local que tenha sofrido significativas transformações e/ou apresente impactos socioambientais, é interessante que utilize-as como exemplo para embasar a aula, remetendo os alunos à realidade vivida ou algo que seja próximo a eles, como por exemplo uma favela ou de desmatamento.

É possível também que alguns alunos tragam essas vivências para a aula, e assim sendo, é importante que reserve um espaço para que os alunos possam compartilhar esses momentos, enriquecendo a aula. Caso seja possível, realize um comparativo histórico da própria escola, descrevendo o que era aquele determinado espaço no passado e o que é hoje. Imagens históricas podem ser apresentadas aos alunos. Essas informações podem ser encontradas em acervos históricos ou em sites oficiais.

É interessante que complemente as imagens disponibilizadas nos slides com possíveis impactos socioambientais percebidos no entorno da escola, do bairro ou da cidade onde os alunos vivem.

Caso a escola seja do campo, remeta aos malefícios da modernização do campo, como por exemplo o uso de agrotóxicos em grandes lavouras, de soja, e o desmatamento, por exemplo.

Para você saber mais:

Na imagem do slide 3, do Mar de Aral, por exemplo, comente que a paisagem rural foi transformada a partir da exploração da água do Mar de Aral pelo homem já no final do século XIX, utilizando-a para a produção de alimentos na região, como arroz e algodão e, posteriormente para o desenvolvimento da técnica de irrigação.

No slide 4, o qual representa o desmatamento no Brasil, comente que esse é um impacto que transforma a paisagem rural desde o início da colonização do nosso país, retirando grandes florestas, por exemplo, em função do desenvolvimento urbano ou rural, e que ainda é muito recorrente. Esse impacto ainda é agravado se somado à queimadas, para facilitar o processo de retirada das florestas. O desmatamento muitas vezes é justificado para a utilização e comercialização da madeira ou para o desenvolvimento urbano-industrial, por exemplo. Mas pode ser realizado também para a expansão agrícola.

O slide 5 representa uma favela em Caracas, na Venezuela. As favelas representam um impacto social e expressam paisagens semelhantes, com casas que são construídas de forma irregular, geralmente amontoadas e com pouco ou sem saneamento básico para a população. Os morros, que há séculos representava um espaço natural com muitas florestas, hoje é ocupado pelas ocupações irregulares. O processo de favelização representa a desigualdade social e o descaso por parte do setor público e transforma paulatinamente a paisagem urbana.

No slide 6 temos a imagem de um catador de lixo (trabalhador urbano ambulante que recolhe materiais recicláveis), o qual também representa a desigualdade social, sendo um elemento cada vez mais constante na paisagem urbana devido ao processo de urbanização e industrialização, transformando um espaço rural onde as pessoas tem a possibilidade de plantio para consumo, mas um espaço urbano, onde muitas pessoas são marginalizadas. Além da desigualdade social, a imagem pode ser associada também aos impactos ambientais que decorrem da não separação correta de lixo, os quais são transportados para grandes lixões, que também transformam a paisagem urbana e rural.

Outros impactos socioambientais podem ser representados, tais como o processo de colheita da cana-de-açúcar, a qual pode ser associada ao impacto social da exploração dos bóias-frias e ao impacto ambiental relacionado ao processo de queima da cana-de-açúcar para facilitar sua colheita.

Seguem abaixo algumas sugestões de leitura.

BROIETTI, Marcos Henrique. Os assalariados rurais temporários em tempos de globalização. Faz ciência, v. 5, n. 1, p. 147-157. 2003. Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/7687/5667. Acesso em: 11 de dezembro de 2018.

MUNDO ESTRANHO. O mar de Aral está mesmo encolhendo? Por quê? Superinteressante. 2011. Disponível em: https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-mar-de-aral-esta-mesmo-encolhendo-por-que/. Acesso em: 10 de dezembro de 2010.

PEQUENO, Renato. Políticas habitacionais, favelização e desigualdades sócio-espaciais nas cidades brasileiras: transformações e tendências. Diez años de cambios en el Mundo, en la Geografía y en las Ciencias Sociales, 1999-2008. Actas del X Coloquio Internacional de Geocrítica, Universidad de Barcelona, 26-30 de mayo de 2008. Disponível em: http://www.ub.edu/geocrit/-xcol/275.htm. Acesso em: 11 de dezembro de 2018.

QOBILOV,Rustam. A plantação de algodão que fez Mar de Aral virar deserto. BBC Uzbequistão. 2015. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/02/150226_mar_aral_gch_lab. Acesso em: 10 de dezembro de 2018.

Slide Plano Aula

Orientações: Inicie esta etapa investigando os conhecimentos prévios dos alunos acerca do conceito de paisagem, os elementos que a compõem (elementos naturais e culturais) e se conseguem diferenciar paisagens rurais de urbanas. Essa investigação pode ser realizada oralmente e os elementos citados pelos alunos podem ser registrados concomitantemente no quadro. Caso seja necessário, retome com os alunos a diferença entre os espaços rural e urbano, colocando os principais elementos característicos desses espaços. Comente que as transformações da paisagem se dão por meio do trabalho humano e do desenvolvimento de suas técnicas. Explique que, por meio dessas técnicas, como o desenvolvimento de maquinários cada vez mais modernos, foi possível desenvolver o setor agrícola e a industrialização. Na sequência, coloque aos alunos que as transformações na paisagem, tanto urbana quanto rural, nem sempre trazem apenas benefícios para a sociedade, como conforto, facilidades de locomoção, proteção etc., mas que alguns impactos socioambientais podem ser observados quando essas transformações ocorrem de forma não consciente socioambientalmente. Neste momento, apresente as imagens dos slides 3, 4, 5 e 6. Os impactos socioambientais são descritos no tópico “Para você saber mais”, abaixo. Caso não seja possível projetá-las, você poderá organizar os alunos em grupos de quatro pessoas aproximadamente e imprimir um exemplar para cada grupo. O documento com as imagens pode ser encontrado no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bjYEs3j7e2YG5fpuZDwpUaUw9DfEaxmGtndvWJaRHVUsEzE3jmfubB9KNPH3/geo6-06und03-contextualizacao-imagens.pdf. Caso as opções não sejam possíveis, imagens semelhantes poderão ser encontradas no livro didático ou em revistas.

Ao apresentar cada imagem, solicite aos alunos que descrevam a paisagem, as transformações pelas quais passaram e identifiquem o impacto ambiental e/ou social representado. Auxilie os alunos neste momento.

Comente um pouco de cada impacto representado e sua relação com as transformações na paisagem.

Como adequar à sua realidade: Caso a escola seja próxima de um local que tenha sofrido significativas transformações e/ou apresente impactos socioambientais, é interessante que utilize-as como exemplo para embasar a aula, remetendo os alunos à realidade vivida ou algo que seja próximo a eles, como por exemplo uma favela ou de desmatamento.

É possível também que alguns alunos tragam essas vivências para a aula, e assim sendo, é importante que reserve um espaço para que os alunos possam compartilhar esses momentos, enriquecendo a aula. Caso seja possível, realize um comparativo histórico da própria escola, descrevendo o que era aquele determinado espaço no passado e o que é hoje. Imagens históricas podem ser apresentadas aos alunos. Essas informações podem ser encontradas em acervos históricos ou em sites oficiais.

É interessante que complemente as imagens disponibilizadas nos slides com possíveis impactos socioambientais percebidos no entorno da escola, do bairro ou da cidade onde os alunos vivem.

Caso a escola seja do campo, remeta aos malefícios da modernização do campo, como por exemplo o uso de agrotóxicos em grandes lavouras, de soja, e o desmatamento, por exemplo.

Para você saber mais:

Na imagem do slide 3, do Mar de Aral, por exemplo, comente que a paisagem rural foi transformada a partir da exploração da água do Mar de Aral pelo homem já no final do século XIX, utilizando-a para a produção de alimentos na região, como arroz e algodão e, posteriormente para o desenvolvimento da técnica de irrigação.

No slide 4, o qual representa o desmatamento no Brasil, comente que esse é um impacto que transforma a paisagem rural desde o início da colonização do nosso país, retirando grandes florestas, por exemplo, em função do desenvolvimento urbano ou rural, e que ainda é muito recorrente. Esse impacto ainda é agravado se somado à queimadas, para facilitar o processo de retirada das florestas. O desmatamento muitas vezes é justificado para a utilização e comercialização da madeira ou para o desenvolvimento urbano-industrial, por exemplo. Mas pode ser realizado também para a expansão agrícola.

O slide 5 representa uma favela em Caracas, na Venezuela. As favelas representam um impacto social e expressam paisagens semelhantes, com casas que são construídas de forma irregular, geralmente amontoadas e com pouco ou sem saneamento básico para a população. Os morros, que há séculos representava um espaço natural com muitas florestas, hoje é ocupado pelas ocupações irregulares. O processo de favelização representa a desigualdade social e o descaso por parte do setor público e transforma paulatinamente a paisagem urbana.

No slide 6 temos a imagem de um catador de lixo (trabalhador urbano ambulante que recolhe materiais recicláveis), o qual também representa a desigualdade social, sendo um elemento cada vez mais constante na paisagem urbana devido ao processo de urbanização e industrialização, transformando um espaço rural onde as pessoas tem a possibilidade de plantio para consumo, mas um espaço urbano, onde muitas pessoas são marginalizadas. Além da desigualdade social, a imagem pode ser associada também aos impactos ambientais que decorrem da não separação correta de lixo, os quais são transportados para grandes lixões, que também transformam a paisagem urbana e rural.

Outros impactos socioambientais podem ser representados, tais como o processo de colheita da cana-de-açúcar, a qual pode ser associada ao impacto social da exploração dos bóias-frias e ao impacto ambiental relacionado ao processo de queima da cana-de-açúcar para facilitar sua colheita.

Seguem abaixo algumas sugestões de leitura.

BROIETTI, Marcos Henrique. Os assalariados rurais temporários em tempos de globalização. Faz ciência, v. 5, n. 1, p. 147-157. 2003. Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/7687/5667. Acesso em: 11 de dezembro de 2018.

MUNDO ESTRANHO. O mar de Aral está mesmo encolhendo? Por quê? Superinteressante. 2011. Disponível em: https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-mar-de-aral-esta-mesmo-encolhendo-por-que/. Acesso em: 10 de dezembro de 2010.

PEQUENO, Renato. Políticas habitacionais, favelização e desigualdades sócio-espaciais nas cidades brasileiras: transformações e tendências. Diez años de cambios en el Mundo, en la Geografía y en las Ciencias Sociales, 1999-2008. Actas del X Coloquio Internacional de Geocrítica, Universidad de Barcelona, 26-30 de mayo de 2008. Disponível em: http://www.ub.edu/geocrit/-xcol/275.htm. Acesso em: 11 de dezembro de 2018.

QOBILOV,Rustam. A plantação de algodão que fez Mar de Aral virar deserto. BBC Uzbequistão. 2015. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/02/150226_mar_aral_gch_lab. Acesso em: 10 de dezembro de 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos

Orientações: Nesta etapa, organize os alunos em grupos de quatro pessoas aproximadamente e entregue a cada grupo um papel almaço. Organize os alunos de modo que consigam trabalhar em equipe. A partir do que foi discutido anteriormente e dos impactos representados, os alunos deverão elaborar um texto de sete linhas aproximadamente tendo como base as questões disponíveis no slide. Caso não seja possível projetar o slide, registre as perguntas no quadro ou é possível imprimir as orientações para cada grupo. As questões e orientações estão disponíveis no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/amYKRYtCR7YGVNxxBT5Sh9FfdZ4vxs2CqyqRbWt2fQyvzUcJjFBJNXGqXhGW/geo6-06und03-problematizacao-atividade.pdf. Ao passo que os alunos realizam a atividade proposta, circule entre os grupos verificando possíveis dificuldades.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: Nesta etapa, os impactos socioambientais serão analisados a partir de uma manchete que é sugerida no slide 9. A manchete versa sobre a tragédia ocorrida em Mariana/MG por meio do rompimento da barragem de rejeitos de mineração, em 2015, gerando um dos maiores desastres ambientais no Brasil, com sérios impactos socioambientais. Jornais locais ou regionais que tenham publicado manchetes acerca de impactos socioambientais ocorridos próximos à vivência dos alunos poderão também ser utilizados para direcionar essa etapa. Assim, inicie a ação propositiva apresentando aos alunos a manchete sugerida. Leia com os alunos a manchete e o trecho do texto disponibilizado. Caso seja necessário, contextualize a manchete com as informações disponibilizadas no item “Para você saber mais”. Caso não seja possível projetá-la, ela poderá ser impressa em tamanho grande para ser apresentada aos alunos, ou então mantenha os grupos formados anteriormente e imprima uma cópia para cada grupo. A manchete está disponibilizada para impressão no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/G3DwPkkPFbqcP6y22bjptnPgMbg86vPKNUQWQt4jWP8sJJ5RcttJWsG4bAcc/geo6-06und03-acao-propositiva-manchete.pdf. Em seguida, apresente e explique aos alunos a tabela do slide 10, a qual representa um modelo de como os alunos deverão realizar a atividade da ação propositiva. A tabela poderá ser projetada ou registrada em quadro para que os alunos a copiem na folha almaço, já disponibilizada na etapa anterior, ou impressa para cada grupo, a qual deverão colar na folha almaço. A tabela está disponibilizada no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Wz4MbM5CAmc2qVjy8PBtmxvgG7t6uV4dE6V7Ua2WUbW5Vgvz4JUB6kZqAPW7/geo6-06und03-acao-propositiva-tabela.pdf. Circule pelos grupos e faça a mediação do processo de realização da atividade sanando possíveis dúvidas e avaliando o processo de aprendizagem dos alunos. No slide 11 consta o gabarito daquilo que é esperado dos alunos como resposta.

Como adequar à sua realidade: Caso haja algum impacto ambiental ou social em sua cidade, investigue manchetes desses impactos e apresente aos alunos em sala de aula.

Para você saber mais: Reportagem acerca da tragédia ocorrida em Mariana/MG, em 2015, após o rompimento de barragem. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=uJJ6PBKNekI. Acesso em: 20 de dezembro de 2018.

Slide Plano Aula

Orientações: Nesta etapa, os impactos socioambientais serão analisados a partir de uma manchete que é sugerida no slide 9. A manchete versa sobre a tragédia ocorrida em Mariana/MG por meio do rompimento da barragem de rejeitos de mineração, em 2015, gerando um dos maiores desastres ambientais no Brasil, com sérios impactos socioambientais. Jornais locais ou regionais que tenham publicado manchetes acerca de impactos socioambientais ocorridos próximos à vivência dos alunos poderão também ser utilizados para direcionar essa etapa. Assim, inicie a ação propositiva apresentando aos alunos a manchete sugerida. Leia com os alunos a manchete e o trecho do texto disponibilizado. Caso seja necessário, contextualize a manchete com as informações disponibilizadas no item “Para você saber mais”. Caso não seja possível projetar a manchete, ela poderá ser impressa em tamanho grande para ser apresentada aos alunos, ou então mantenha os grupos formados anteriormente e imprima um exemplar da manchete para cada grupo. A manchete está disponibilizada para impressão no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/G3DwPkkPFbqcP6y22bjptnPgMbg86vPKNUQWQt4jWP8sJJ5RcttJWsG4bAcc/geo6-06und03-acao-propositiva-manchete.pdf. Em seguida, apresente e explique aos alunos a tabela do slide 10, a qual representa um modelo de como os alunos deverão realizar a atividade da ação propositiva. A tabela poderá ser projetada ou registrada em quadro para que os alunos a copiem na folha almaço, já disponibilizada na etapa anterior, ou impressa para cada grupo, a qual deverão colar na folha almaço. A tabela está disponibilizada no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Wz4MbM5CAmc2qVjy8PBtmxvgG7t6uV4dE6V7Ua2WUbW5Vgvz4JUB6kZqAPW7/geo6-06und03-acao-propositiva-tabela.pdf. Circule pelos grupos e faça a mediação do processo de realização da atividade sanando possíveis dúvidas e avaliando o processo de aprendizagem dos alunos. No slide 11 consta o gabarito daquilo que é esperado dos alunos como resposta.

Como adequar à sua realidade: Caso haja algum impacto ambiental ou social em sua cidade, investigue manchetes desses impactos e apresente aos alunos em sala de aula.

Para você saber mais: Reportagem acerca da tragédia ocorrida em Mariana/MG, em 2015, após o rompimento de barragem. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=uJJ6PBKNekI. Acesso em: 20 de dezembro de 2018.

Slide Plano Aula

Orientações: Nesta etapa, os impactos socioambientais serão analisados a partir de uma manchete que é sugerida no slide 9. A manchete versa sobre a tragédia ocorrida em Mariana/MG por meio do rompimento da barragem de rejeitos de mineração, em 2015, gerando um dos maiores desastres ambientais no Brasil, com sérios impactos socioambientais. Jornais locais ou regionais que tenham publicado manchetes acerca de impactos socioambientais ocorridos próximos à vivência dos alunos poderão também ser utilizados para direcionar essa etapa. Assim, inicie a ação propositiva apresentando aos alunos a manchete sugerida. Leia com os alunos a manchete e o trecho do texto disponibilizado. Caso seja necessário, contextualize a manchete com as informações disponibilizadas no item “Para você saber mais”. Caso não seja possível projetar a manchete, ela poderá ser impressa em tamanho grande para ser apresentada aos alunos, ou então mantenha os grupos formados anteriormente e imprima um exemplar da manchete para cada grupo. A manchete está disponibilizada para impressão no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/G3DwPkkPFbqcP6y22bjptnPgMbg86vPKNUQWQt4jWP8sJJ5RcttJWsG4bAcc/geo6-06und03-acao-propositiva-manchete.pdf. Em seguida, apresente e explique aos alunos a tabela do slide 10, a qual representa um modelo de como os alunos deverão realizar a atividade da ação propositiva. A tabela poderá ser projetada ou registrada em quadro para que os alunos a copiem na folha almaço, já disponibilizada na etapa anterior, ou impressa para cada grupo, a qual deverão colar na folha almaço. A tabela está disponibilizada no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Wz4MbM5CAmc2qVjy8PBtmxvgG7t6uV4dE6V7Ua2WUbW5Vgvz4JUB6kZqAPW7/geo6-06und03-acao-propositiva-tabela.pdf. Circule pelos grupos e faça a mediação do processo de realização da atividade sanando possíveis dúvidas e avaliando o processo de aprendizagem dos alunos. No slide 11 consta o gabarito daquilo que é esperado dos alunos como resposta.

Como adequar à sua realidade: Caso haja algum impacto ambiental ou social em sua cidade, investigue manchetes desses impactos e apresente aos alunos em sala de aula.

Para você saber mais: Reportagem acerca da tragédia ocorrida em Mariana/MG, em 2015, após o rompimento de barragem. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=uJJ6PBKNekI. Acesso em: 20 de dezembro de 2018.

Slide Plano Aula

Orientações: Nesta etapa, os impactos socioambientais serão analisados a partir de uma manchete que é sugerida no slide 9. A manchete versa sobre a tragédia ocorrida em Mariana/MG por meio do rompimento da barragem de rejeitos de mineração, em 2015, gerando um dos maiores desastres ambientais no Brasil, com sérios impactos socioambientais. Jornais locais ou regionais que tenham publicado manchetes acerca de impactos socioambientais ocorridos próximos à vivência dos alunos poderão também ser utilizados para direcionar essa etapa. Assim, inicie a ação propositiva apresentando aos alunos a manchete sugerida. Leia com os alunos a manchete e o trecho do texto disponibilizado. Caso seja necessário, contextualize a manchete com as informações disponibilizadas no item “Para você saber mais”. Caso não seja possível projetar a manchete, ela poderá ser impressa em tamanho grande para ser apresentada aos alunos, ou então mantenha os grupos formados anteriormente e imprima um exemplar da manchete para cada grupo. A manchete está disponibilizada para impressão no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/G3DwPkkPFbqcP6y22bjptnPgMbg86vPKNUQWQt4jWP8sJJ5RcttJWsG4bAcc/geo6-06und03-acao-propositiva-manchete.pdf. Em seguida, apresente e explique aos alunos a tabela do slide 10, a qual representa um modelo de como os alunos deverão realizar a atividade da ação propositiva. A tabela poderá ser projetada ou registrada em quadro para que os alunos a copiem na folha almaço, já disponibilizada na etapa anterior, ou impressa para cada grupo, a qual deverão colar na folha almaço. A tabela está disponibilizada no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Wz4MbM5CAmc2qVjy8PBtmxvgG7t6uV4dE6V7Ua2WUbW5Vgvz4JUB6kZqAPW7/geo6-06und03-acao-propositiva-tabela.pdf. Circule pelos grupos e faça a mediação do processo de realização da atividade sanando possíveis dúvidas e avaliando o processo de aprendizagem dos alunos. No slide 11 consta o gabarito daquilo que é esperado dos alunos como resposta.

Como adequar à sua realidade: Caso haja algum impacto ambiental ou social em sua cidade, investigue manchetes desses impactos e apresente aos alunos em sala de aula.

Para você saber mais: Reportagem acerca da tragédia ocorrida em Mariana/MG, em 2015, após o rompimento de barragem. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=uJJ6PBKNekI. Acesso em: 20 de dezembro de 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Mantenha os mesmos grupos formados nas etapas anteriores. Tendo em vista as atividades realizadas até o momento oriente os alunos a elaborarem uma manchete a partir das imagens disponíveis nos slides 11 e 12. Algumas perguntas poderão orientar os alunos, tais quais: quais impactos socioambientais as imagens representam? Que tipo de notícia poderia estar relacionada a ela? A elaboração da manchete deve ser realizada na folha almaço, utilizada nas outras etapas, e a qual poderá ser utilizada como instrumento de avaliação. Ao longo da realização das atividades, circule pelos grupos identificando possíveis dificuldades e para avaliar a atividade. Caso não seja possível projetar as imagens e as orientações, elas poderão ser encontradas no link a seguir para serem impressas individualmente ou para entregar aos grupos: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YQxvhX2JR4B8a5KCb7RUMtryzRCXW5egBXWQG2FVAyZ8ZsWHGgzRJvVfE5TH/geo6-06und03-sistematizacao-orientacoes-e-imagens.pdf. As orientações aos alunos também podem ser projetadas, mas caso não seja possível, poderão ser registradas no quadro ou impressas a partir do documento anterior. Em um momento posterior à aula, sugere-se solicitar que os alunos apresentem as manchetes elaboradas. Sugere-se também que a atividade seja realizada em conjunto com o componente curricular de Língua Portuguesa, para que os alunos compreendam a estrutura de uma manchete.

Como adequar à sua realidade: Caso haja algum impacto ambiental ou social em sua cidade, os alunos poderão adequar a atividade aos problemas locais, sugerindo sugestões e até mesmo meios de intervenção possíveis do município. É possível lapidar as sugestões, construir uma carta por meio da escola e organizar uma atividade de extensão em que os alunos possam encaminhar pessoalmente essa carta aos órgãos públicos.

Para você saber mais:

NERY, Alfredina. Redação - notícia - a estrutura do texto jornalístico. Disponível em: https://educacao.uol.com.br/disciplinas/portugues/redacao---noticia-a-estrutura-do-texto-jornalistico.htm. Acesso em: 13 de dezembro de 2018.

Slide Plano Aula

Orientações: Mantenha os mesmos grupos formados nas etapas anteriores. Tendo em vista as atividades realizadas até o momento oriente os alunos a elaborarem uma manchete a partir das imagens disponíveis nos slides 11 e 12. Algumas perguntas poderão orientar os alunos, tais quais: quais impactos socioambientais as imagens representam? Que tipo de notícia poderia estar relacionada a ela? A elaboração da manchete deve ser realizada na folha almaço, utilizada nas outras etapas, e a qual poderá ser utilizada como instrumento de avaliação. Ao longo da realização das atividades, circule pelos grupos identificando possíveis dificuldades e para avaliar a atividade. Caso não seja possível projetar as imagens e as orientações, elas poderão ser encontradas no link a seguir para serem impressas individualmente ou para entregar aos grupos: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YQxvhX2JR4B8a5KCb7RUMtryzRCXW5egBXWQG2FVAyZ8ZsWHGgzRJvVfE5TH/geo6-06und03-sistematizacao-orientacoes-e-imagens.pdf. As orientações aos alunos também podem ser projetadas, mas caso não seja possível, poderão ser registradas no quadro ou impressas a partir do documento anterior. Em um momento posterior à aula, sugere-se solicitar que os alunos apresentem as manchetes elaboradas. Sugere-se também que a atividade seja realizada em conjunto com o componente curricular de Língua Portuguesa, para que os alunos compreendam a estrutura de uma manchete.

Como adequar à sua realidade: Caso haja algum impacto ambiental ou social em sua cidade, os alunos poderão adequar a atividade aos problemas locais, sugerindo sugestões e até mesmo meios de intervenção possíveis do município. É possível lapidar as sugestões, construir uma carta por meio da escola e organizar uma atividade de extensão em que os alunos possam encaminhar pessoalmente essa carta aos órgãos públicos.

Para você saber mais:

NERY, Alfredina. Redação - notícia - a estrutura do texto jornalístico. Disponível em: https://educacao.uol.com.br/disciplinas/portugues/redacao---noticia-a-estrutura-do-texto-jornalistico.htm. Acesso em: 13 de dezembro de 2018.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Mundo do trabalho do 6º ano :

MAIS AULAS DE Geografia do 6º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF06GE06 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Geografia

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano