17377
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Geografia > 8º ano > Conexões e escalas

Plano de aula - Conflitos entre Sudão e Sudão do Sul

Plano de aula de Geografia com atividades para 8° ano do Fundamental sobre Compreender os fatores que contribuíram para fomentar animosidades entre o norte e sul que culminaram no processo de independência.

Plano 10 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Viviane Lousada Cracel

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF08GE05 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Pretende-se com esta aula compreender os fatores que contribuíram para fomentar animosidades entre o norte e o sul do Sudão que culminaram no processo de independência do Sudão do Sul em 2011. Além disso, discutir que apesar da independência, muitos problemas ainda permanecem.

Materiais necessários: Projeção ou impressão dos slides, folha de papel A3 (ou caso não tenha pode ser A4), lápis preto, borracha, fita adesiva e post-it (opcional).

Material complementar:

Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YTqQhQFnxnu6EUP2BgWbgAFSTS6u4jzCWQW5TYqgPaw4gxGbGVr43BSx5hqY/geo8-05und10-contextualizacao.pdf

Mapas da Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/hchUcBaruhHQSvCEPW4dGMA6KJw6Baw672aT3P7UypsYNxV4xpdjUxBH6PPs/geo8-05und10-mapas-problematizacao.pdf

Modelo Árvore de Problemas: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/XydsTDaYwXBgqSryAaShjpkxekBE7rPwaS3JuPETrq9CUKUyeSJqSqM3Qvjb/geo8-05und10-modelo-arvore-de-problemas.pdf

Sistematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/7VT8SVscKAet9ZuQ4VzfR5NE6uGnTbR3tKv9pmqXUYT2HnMNx2gPTBFHVRRw/geo8-05und10-sistematizacao.pdf

Para você saber mais:

Entenda os fatores que envolvidos na independência do Sudão do Sul. BBC News Brasil. 08 jul. 2011. Disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2011/07/110708_sudaosul_q-a_pai> Acesso em 01 mar. 2019.

O difícil aniversário de um ano de independência do Sudão do Sul. G1. 06 jul. 2012. Disponível em: <http://g1.globo.com/mundo/noticia/2012/07/o-dificil-aniversario-de-um-ano-de-independencia-do-sudao-do-sul.html> Acesso em 01 mar. 2019.

Contextos prévios: É interessante que os alunos conheçam como ocorreu a partilha da África no período da colonização europeia.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Projete o tema da aula, escreva-o no quadro ou apenas fale-o para os alunos. Explique que nesta aula vocês irão compreender como se deu o processo de independência do Sudão do Sul.

Como adequar à sua realidade: É possível comentar que no Brasil também há grupos que desejam separar o país. Para outras informações, ver a reportagem no item "Para você saber mais".

Para você saber mais:

MELLO, Alessandra. Além do Sul, São Paulo e outros estados têm movimentos para se separar do Brasil. EM, 09 out. 2017. Disponível em: <https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2017/10/09/interna_politica,907066/alem-do-sul-sao-paulo-e-estados-movimentos-para-se-separar-brasil.shtml> Acesso em 11 mar. 2019.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Antes de projetar as imagens, pergunte aos alunos como um país consegue sua independência. É esperado que eles comentem que pode ser por conflitos armados ou acordos. Projete ou imprima os slides para os alunos. Caso não seja possível, outra imagem que retrate o contexto do referendo sobre a independência do Sudão do Sul pode ser utilizada. Peça inicialmente que observem a primeira imagem e descrevam suas percepções. Espera-se que os alunos comentem que há uma intenção da população que mora ao sul se separar do norte do país.

Na sequência, peça para que observem a segunda imagem. É provável que comentem que trata-se de uma consulta que foi feita à população. Explique que entre os dias 09 e 15 de janeiro de 2011 foi realizado um referendo para decidir o destino do Sudão do Sul: tornar-se independente ou permanecer como parte do Sudão. Ele foi estabelecido no Tratado de Naivasha (2005), que colocou fim a guerra civil sudanesa que durou mais de duas décadas. No momento da votação, havia duas opções: unidade, representada por duas mão entrelaçadas; e separação, representada por uma palma da mão em sinal de parada, conforme mostra a segunda imagem. No círculo ao lado, a pessoa colocava sua digital. Era necessário que ao menos 60% dos eleitores votassem para que o referendo fosse válido e quase 99% deles decidiram pela separação. Houve um período de seis meses de transição e por isso a independência ocorreu em 09 de julho de 2011 tornando-se, então, o país mais novo do mundo.

Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YTqQhQFnxnu6EUP2BgWbgAFSTS6u4jzCWQW5TYqgPaw4gxGbGVr43BSx5hqY/geo8-05und10-contextualizacao.pdf

Para você saber mais:

Tratado de Naivasha. Wikipédia. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Tratado_de_Naivasha> Acesso em 06 mar. 2019.

Referendo sobre a independência do Sudão do Sul em 2011. Wikipédia. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Referendo_sobre_a_independ%C3%AAncia_do_Sud%C3%A3o_do_Sul_em_2011> Acesso em 06 mar. 2019.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Antes de projetar as imagens, pergunte aos alunos como um país consegue sua independência. É esperado que eles comentem que pode ser por conflitos armados ou acordos. Projete ou imprima os slides para os alunos. Caso não seja possível, outra imagem que retrate o contexto do referendo sobre a independência do Sudão do Sul pode ser utilizada. Peça inicialmente que observem a primeira imagem e descrevam suas percepções. Espera-se que os alunos comentem que há uma intenção da população que mora ao sul se separar do norte do país. Na sequência, peça para que observem a segunda imagem. É provável que comentem que trata-se de uma consulta que foi feita à população. Explique que entre os dias 09 e 15 de janeiro de 2011 foi realizado um referendo para decidir o destino do Sudão do Sul: tornar-se independente ou permanecer como parte do Sudão. Ele foi estabelecido no Tratado de Naivasha (2005), que colocou fim a guerra civil sudanesa que durou mais de duas décadas. No momento da votação, havia duas opções: unidade, representada por duas mão entrelaçadas; e separação, representada por uma palma da mão em sinal de parada, conforme mostra a segunda imagem. No círculo ao lado, a pessoa colocava sua digital. Era necessário que ao menos 60% dos eleitores votassem para que o referendo fosse válido e quase 99% deles decidiram pela separação. Houve um período de seis meses de transição e por isso a independência ocorreu em 09 de julho de 2011 tornando-se, então, o país mais novo do mundo.

Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YTqQhQFnxnu6EUP2BgWbgAFSTS6u4jzCWQW5TYqgPaw4gxGbGVr43BSx5hqY/geo8-05und10-contextualizacao.pdf

Para você saber mais:

Tratado de Naivasha. Wikipédia. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Tratado_de_Naivasha> Acesso em 06 mar. 2019.

Referendo sobre a independência do Sudão do Sul em 2011. Wikipédia. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Referendo_sobre_a_independ%C3%AAncia_do_Sud%C3%A3o_do_Sul_em_2011> Acesso em 06 mar. 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: A sequência de slides a seguir mostra um conjunto de informações do Sudão e Sudão do Sul com o objetivo de refletir as diferenças entre eles. Projete os slides ou imprima-os para os alunos. Peça para que os alunos observem inicialmente a imagem de satélite e questione o que observam. Espera-se que os alunos comentem que quase o total do território do Sudão faz parte do deserto do Saara, enquanto o Sudão do Sul não. Ele é recoberto por pântanos, pradarias e florestas tropicais. A ideia desta imagem é que os alunos percebam que inclusive fisicamente eles eram diferentes.

Na sequência, peça para analisarem o mapa "Sudão e Sudão do Sul: religião" e descreverem o que observam. Novamente espera-se que ressaltem as diferenças entre os dois: o Sudão com maioria islâmica e o Sudão do Sul com predomínio do catolicismo e animismo. Caso os alunos não saibam o conceito de animismo, explique o que significa.

Depois, peça para que observem o segundo mapa "Sudão e Sudão do Sul: petróleo" e comentem quais informações podem ser retiradas. Espera-se que percebam que as reservas de petróleo estão localizadas nos limites entre essas duas regiões e as refinarias na porção norte. Além disso, grande parte dos oleodutos passa pelo norte, bem como a saída para o mar. Isso por sua vez traz uma série de interesses internacionais além dos conflitos internos pela exploração desta matéria-prima. Por fim, projete a pergunta:

  • De que maneira a inexistência de identidade cultural entre o norte e o sul contribuiu para rivalidades entre as duas regiões?
  • Além deste, há outros fatores?

Espera-se que com base na sequência mostrada os alunos comentem que as diferenças existentes entre o norte e o sul foi um fator chave para o conflito, tendo como principal fator o fato de o governo da maioria muçulmana tentar impor a Xaria, código de conduta islâmico, à população cristã, que era minoria. Além disso, por trás da luta religiosa, há a disputa pelas reservas de petróleo do território, visto que cerca de 75% das reservas está no Sudão do Sul, mas as refinarias e a infraestrutura necessárias estão no Sudão, demandando ações conjuntas desses países. Ao final, é interessante comentar que este é um exemplo único de mudança nas fronteiras traçadas durante a colonização europeia.

Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/hchUcBaruhHQSvCEPW4dGMA6KJw6Baw672aT3P7UypsYNxV4xpdjUxBH6PPs/geo8-05und10-mapas-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

- Animismo: crenças segundo as quais os elementos da natureza como plantas e animais possuem alma e são animados por um espírito.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: A sequência de slides a seguir mostra um conjunto de informações do Sudão e Sudão do Sul com o objetivo de refletir as diferenças entre eles. Projete os slides ou imprima-os para os alunos. Peça para que os alunos observem inicialmente a imagem de satélite e questione o que observam. Espera-se que os alunos comentem que quase o total do território do Sudão faz parte do deserto do Saara, enquanto o Sudão do Sul não. Ele é recoberto por pântanos, pradarias e florestas tropicais. A ideia desta imagem é que os alunos percebam que inclusive fisicamente eles eram diferentes.

Na sequência, peça para analisarem o mapa "Sudão e Sudão do Sul: religião" e descreverem o que observam. Novamente espera-se que ressaltem as diferenças entre os dois: o Sudão com maioria islâmica e o Sudão do Sul com predomínio do catolicismo e animismo. Caso os alunos não saibam o conceito de animismo, explique o que significa.

Depois, peça para que observem o segundo mapa "Sudão e Sudão do Sul: petróleo" e comentem quais informações podem ser retiradas. Espera-se que percebam que as reservas de petróleo estão localizadas nos limites entre essas duas regiões e as refinarias na porção norte. Além disso, grande parte dos oleodutos passa pelo norte, bem como a saída para o mar. Isso por sua vez traz uma série de interesses internacionais além dos conflitos internos pela exploração desta matéria-prima. Por fim, projete a pergunta:

  • De que maneira a inexistência de identidade cultural entre o norte e o sul contribuiu para rivalidades entre as duas regiões?
  • Além deste, há outros fatores?

Espera-se que com base na sequência mostrada os alunos comentem que as diferenças existentes entre o norte e o sul foi um fator chave para o conflito, tendo como principal fator o fato de o governo da maioria muçulmana tentar impor a Xaria, código de conduta islâmico, à população cristã, que era minoria. Além disso, por trás da luta religiosa, há a disputa pelas reservas de petróleo do território, visto que cerca de 75% das reservas está no Sudão do Sul, mas as refinarias e a infraestrutura necessárias estão no Sudão, demandando ações conjuntas desses países. Ao final, é interessante comentar que este é um exemplo único de mudança nas fronteiras traçadas durante a colonização europeia.

Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/hchUcBaruhHQSvCEPW4dGMA6KJw6Baw672aT3P7UypsYNxV4xpdjUxBH6PPs/geo8-05und10-mapas-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

- Animismo: crenças segundo as quais os elementos da natureza como plantas e animais possuem alma e são animados por um espírito.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: A sequência de slides a seguir mostra um conjunto de informações do Sudão e Sudão do Sul com o objetivo de refletir as diferenças entre eles. Projete os slides ou imprima-os para os alunos. Peça para que os alunos observem inicialmente a imagem de satélite e questione o que observam. Espera-se que os alunos comentem que quase o total do território do Sudão faz parte do deserto do Saara, enquanto o Sudão do Sul não. Ele é recoberto por pântanos, pradarias e florestas tropicais. A ideia desta imagem é que os alunos percebam que inclusive fisicamente eles eram diferentes.

Na sequência, peça para analisarem o mapa "Sudão e Sudão do Sul: religião" e descreverem o que observam. Novamente espera-se que ressaltem as diferenças entre os dois: o Sudão com maioria islâmica e o Sudão do Sul com predomínio do catolicismo e animismo. Caso os alunos não saibam o conceito de animismo, explique o que significa.

Depois, peça para que observem o segundo mapa "Sudão e Sudão do Sul: petróleo" e comentem quais informações podem ser retiradas. Espera-se que percebam que as reservas de petróleo estão localizadas nos limites entre essas duas regiões e as refinarias na porção norte. Além disso, grande parte dos oleodutos passa pelo norte, bem como a saída para o mar. Isso por sua vez traz uma série de interesses internacionais além dos conflitos internos pela exploração desta matéria-prima. Por fim, projete a pergunta:

  • De que maneira a inexistência de identidade cultural entre o norte e o sul contribuiu para rivalidades entre as duas regiões?
  • Além deste, há outros fatores?

Espera-se que com base na sequência mostrada os alunos comentem que as diferenças existentes entre o norte e o sul foi um fator chave para o conflito, tendo como principal fator o fato de o governo da maioria muçulmana tentar impor a Xaria, código de conduta islâmico, à população cristã, que era minoria. Além disso, por trás da luta religiosa, há a disputa pelas reservas de petróleo do território, visto que cerca de 75% das reservas está no Sudão do Sul, mas as refinarias e a infraestrutura necessárias estão no Sudão, demandando ações conjuntas desses países. Ao final, é interessante comentar que este é um exemplo único de mudança nas fronteiras traçadas durante a colonização europeia.

Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/hchUcBaruhHQSvCEPW4dGMA6KJw6Baw672aT3P7UypsYNxV4xpdjUxBH6PPs/geo8-05und10-mapas-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

- Animismo: crenças segundo as quais os elementos da natureza como plantas e animais possuem alma e são animados por um espírito.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: A sequência de slides a seguir mostra um conjunto de informações do Sudão e Sudão do Sul com o objetivo de refletir as diferenças entre eles. Projete os slides ou imprima-os para os alunos. Peça para que os alunos observem inicialmente a imagem de satélite e questione o que observam. Espera-se que os alunos comentem que quase o total do território do Sudão faz parte do deserto do Saara, enquanto o Sudão do Sul não. Ele é recoberto por pântanos, pradarias e florestas tropicais. A ideia desta imagem é que os alunos percebam que inclusive fisicamente eles eram diferentes.

Na sequência, peça para analisarem o mapa "Sudão e Sudão do Sul: religião" e descreverem o que observam. Novamente espera-se que ressaltem as diferenças entre os dois: o Sudão com maioria islâmica e o Sudão do Sul com predomínio do catolicismo e animismo. Caso os alunos não saibam o conceito de animismo, explique o que significa.

Depois, peça para que observem o segundo mapa "Sudão e Sudão do Sul: petróleo" e comentem quais informações podem ser retiradas. Espera-se que percebam que as reservas de petróleo estão localizadas nos limites entre essas duas regiões e as refinarias na porção norte. Além disso, grande parte dos oleodutos passa pelo norte, bem como a saída para o mar. Isso por sua vez traz uma série de interesses internacionais além dos conflitos internos pela exploração desta matéria-prima. Por fim, projete a pergunta:

  • De que maneira a inexistência de identidade cultural entre o norte e o sul contribuiu para rivalidades entre as duas regiões?
  • Além deste, há outros fatores?

Espera-se que com base na sequência mostrada os alunos comentem que as diferenças existentes entre o norte e o sul foi um fator chave para o conflito, tendo como principal fator o fato de o governo da maioria muçulmana tentar impor a Xaria, código de conduta islâmico, à população cristã, que era minoria. Além disso, por trás da luta religiosa, há a disputa pelas reservas de petróleo do território, visto que cerca de 75% das reservas está no Sudão do Sul, mas as refinarias e a infraestrutura necessárias estão no Sudão, demandando ações conjuntas desses países. Ao final, é interessante comentar que este é um exemplo único de mudança nas fronteiras traçadas durante a colonização europeia.

Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/hchUcBaruhHQSvCEPW4dGMA6KJw6Baw672aT3P7UypsYNxV4xpdjUxBH6PPs/geo8-05und10-mapas-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

- Animismo: crenças segundo as quais os elementos da natureza como plantas e animais possuem alma e são animados por um espírito.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 22 minutos.

Orientações: Divida a sala em grupos de 3 a 5 alunos. Sugerimos que essa divisão seja feita de forma a garantir grupos heterogêneos no que se refere à aprendizagem, porém, é possível utilizar outro critério ou até mesmo pedir que os alunos escolham e organizem os grupos. Após a divisão, projete os slides desta etapa, imprima ou escreva no quadro as orientações. É interessante que os alunos vejam o modelo de uma árvore de problemas. Por isso, se não for possível projetar, imprima pelo menos um modelo para que possa circular entre os alunos. É provável que muitos alunos não conheçam essa metodologia ativa e por isso é importante explicá-la. Comente que ela é uma estratégia que busca a análise de problemas a partir da identificação das causas e efeitos referentes a um problema central. O problema central (ou situação) será distribuído entre os grupos. Como sugestão, deixamos como problema central "imposição religiosa" mas outros podem ser pensados ou então cada grupo escolher um e a partir dele elaborar a árvore de problemas.

O problema central deve ser colocado no centro do papel (tronco da árvore); acima dele devem ser colocados os efeitos ou consequências (copa da árvore) e abaixo as causas que levaram àquele problema (raízes da árvore).

Depois da explicação, distribua uma folha de sulfite para cada grupo. Sugerimos o uso de uma folha tamanho A3 e o uso de post-its para a montagem da árvore. Entretanto, caso não seja possível, eles são opcionais e a árvore de problemas poderá ser construída em uma folha de sulfite A4 e o desenho feito com lápis preto e/ou colorido.

Cuide para que todos os grupos finalizem a atividade conforme sugerido nas orientações e dentro do prazo estipulado. Circule pela sala e acompanhe as discussões, garantindo que elas sejam colaborativas e que todos possam contribuir com suas ideias e opiniões. Tire as dúvidas se necessário.

Modelo Árvore de Problemas: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/XydsTDaYwXBgqSryAaShjpkxekBE7rPwaS3JuPETrq9CUKUyeSJqSqM3Qvjb/geo8-05und10-modelo-arvore-de-problemas.pdf

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Divida a sala em grupos de 3 a 5 alunos. Sugerimos que essa divisão seja feita de forma a garantir grupos heterogêneos no que se refere à aprendizagem, porém, é possível utilizar outro critério ou até mesmo pedir que os alunos escolham e organizem os grupos. Após a divisão, projete os slides desta etapa, imprima ou escreva no quadro as orientações. É interessante que os alunos vejam o modelo de uma árvore de problemas. Por isso, se não for possível projetar, imprima pelo menos um modelo para que possa circular entre os alunos. É provável que muitos alunos não conheçam essa metodologia ativa e por isso é importante explicá-la. Comente que ela é uma estratégia que busca a análise de problemas a partir da identificação das causas e efeitos referentes a um problema central. O problema central (ou situação) será distribuído entre os grupos. Como sugestão, deixamos como problema central "imposição religiosa" mas outros podem ser pensados ou então cada grupo escolher um e a partir dele elaborar a árvore de problemas.

O problema central deve ser colocado no centro do papel (tronco da árvore); acima dele devem ser colocados os efeitos ou consequências (copa da árvore) e abaixo as causas que levaram àquele problema (raízes da árvore).

Depois da explicação, distribua uma folha de sulfite para cada grupo. Sugerimos o uso de uma folha tamanho A3 e o uso de post-its para a montagem da árvore. Entretanto, caso não seja possível, eles são opcionais e a árvore de problemas poderá ser construída em uma folha de sulfite A4 e o desenho feito com lápis preto e/ou colorido.

Cuide para que todos os grupos finalizem a atividade conforme sugerido nas orientações e dentro do prazo estipulado. Circule pela sala e acompanhe as discussões, garantindo que elas sejam colaborativas e que todos possam contribuir com suas ideias e opiniões. Tire as dúvidas se necessário.

Modelo Árvore de Problemas: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/XydsTDaYwXBgqSryAaShjpkxekBE7rPwaS3JuPETrq9CUKUyeSJqSqM3Qvjb/geo8-05und10-modelo-arvore-de-problemas.pdf

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 11 minutos.

Orientações: Com as árvores de problemas finalizadas, organize uma exposição prendendo-as com fita adesiva no mural (se a sala de aula tiver um) ou então na parede. Dê um tempo de aproximadamente 3 minutos para que os alunos observem todas as produções. Nesse momento será necessário que os alunos se movimentem pela sala, sendo aconselhável que levantem dois grupos por vez a fim de garantir que todos consigam de fato olhar todos os trabalhos. Em seguida, promova uma discussão com a sala podendo verificar, inclusive, se os alunos identificaram outros problemas e se ainda consideram o primeiro como central.

Ao final, projete o último slide com alguns indicadores do Sudão do Sul para que os alunos percebam que apesar da independência ter resolvido um problema, outros por sua vez persistem ou foram até mesmo agravados. Caso não seja possível projetar, imprima ou então leia os dados para os alunos.

Sistematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/7VT8SVscKAet9ZuQ4VzfR5NE6uGnTbR3tKv9pmqXUYT2HnMNx2gPTBFHVRRw/geo8-05und10-sistematizacao.pdf

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Com as árvores de problemas finalizadas, organize uma exposição prendendo-as com fita adesiva no mural (se a sala de aula tiver um) ou então na parede. Dê um tempo de aproximadamente 3 minutos para que os alunos observem todas as produções. Nesse momento será necessário que os alunos se movimentem pela sala, sendo aconselhável que levantem dois grupos por vez a fim de garantir que todos consigam de fato olhar todos os trabalhos. Em seguida, promova uma discussão com a sala podendo verificar, inclusive, se os alunos identificaram outros problemas e se ainda consideram o primeiro como central.

Ao final, projete o último slide com alguns indicadores do Sudão do Sul para que os alunos percebam que apesar da independência ter resolvido um problema, outros por sua vez persistem ou foram até mesmo agravados. Caso não seja possível projetar, imprima ou então leia os dados para os alunos.

Sistematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/7VT8SVscKAet9ZuQ4VzfR5NE6uGnTbR3tKv9pmqXUYT2HnMNx2gPTBFHVRRw/geo8-05und10-sistematizacao.pdf

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF08GE05 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Pretende-se com esta aula compreender os fatores que contribuíram para fomentar animosidades entre o norte e o sul do Sudão que culminaram no processo de independência do Sudão do Sul em 2011. Além disso, discutir que apesar da independência, muitos problemas ainda permanecem.

Materiais necessários: Projeção ou impressão dos slides, folha de papel A3 (ou caso não tenha pode ser A4), lápis preto, borracha, fita adesiva e post-it (opcional).

Material complementar:

Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YTqQhQFnxnu6EUP2BgWbgAFSTS6u4jzCWQW5TYqgPaw4gxGbGVr43BSx5hqY/geo8-05und10-contextualizacao.pdf

Mapas da Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/hchUcBaruhHQSvCEPW4dGMA6KJw6Baw672aT3P7UypsYNxV4xpdjUxBH6PPs/geo8-05und10-mapas-problematizacao.pdf

Modelo Árvore de Problemas: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/XydsTDaYwXBgqSryAaShjpkxekBE7rPwaS3JuPETrq9CUKUyeSJqSqM3Qvjb/geo8-05und10-modelo-arvore-de-problemas.pdf

Sistematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/7VT8SVscKAet9ZuQ4VzfR5NE6uGnTbR3tKv9pmqXUYT2HnMNx2gPTBFHVRRw/geo8-05und10-sistematizacao.pdf

Para você saber mais:

Entenda os fatores que envolvidos na independência do Sudão do Sul. BBC News Brasil. 08 jul. 2011. Disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2011/07/110708_sudaosul_q-a_pai> Acesso em 01 mar. 2019.

O difícil aniversário de um ano de independência do Sudão do Sul. G1. 06 jul. 2012. Disponível em: <http://g1.globo.com/mundo/noticia/2012/07/o-dificil-aniversario-de-um-ano-de-independencia-do-sudao-do-sul.html> Acesso em 01 mar. 2019.

Contextos prévios: É interessante que os alunos conheçam como ocorreu a partilha da África no período da colonização europeia.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Projete o tema da aula, escreva-o no quadro ou apenas fale-o para os alunos. Explique que nesta aula vocês irão compreender como se deu o processo de independência do Sudão do Sul.

Como adequar à sua realidade: É possível comentar que no Brasil também há grupos que desejam separar o país. Para outras informações, ver a reportagem no item "Para você saber mais".

Para você saber mais:

MELLO, Alessandra. Além do Sul, São Paulo e outros estados têm movimentos para se separar do Brasil. EM, 09 out. 2017. Disponível em: <https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2017/10/09/interna_politica,907066/alem-do-sul-sao-paulo-e-estados-movimentos-para-se-separar-brasil.shtml> Acesso em 11 mar. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Antes de projetar as imagens, pergunte aos alunos como um país consegue sua independência. É esperado que eles comentem que pode ser por conflitos armados ou acordos. Projete ou imprima os slides para os alunos. Caso não seja possível, outra imagem que retrate o contexto do referendo sobre a independência do Sudão do Sul pode ser utilizada. Peça inicialmente que observem a primeira imagem e descrevam suas percepções. Espera-se que os alunos comentem que há uma intenção da população que mora ao sul se separar do norte do país.

Na sequência, peça para que observem a segunda imagem. É provável que comentem que trata-se de uma consulta que foi feita à população. Explique que entre os dias 09 e 15 de janeiro de 2011 foi realizado um referendo para decidir o destino do Sudão do Sul: tornar-se independente ou permanecer como parte do Sudão. Ele foi estabelecido no Tratado de Naivasha (2005), que colocou fim a guerra civil sudanesa que durou mais de duas décadas. No momento da votação, havia duas opções: unidade, representada por duas mão entrelaçadas; e separação, representada por uma palma da mão em sinal de parada, conforme mostra a segunda imagem. No círculo ao lado, a pessoa colocava sua digital. Era necessário que ao menos 60% dos eleitores votassem para que o referendo fosse válido e quase 99% deles decidiram pela separação. Houve um período de seis meses de transição e por isso a independência ocorreu em 09 de julho de 2011 tornando-se, então, o país mais novo do mundo.

Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YTqQhQFnxnu6EUP2BgWbgAFSTS6u4jzCWQW5TYqgPaw4gxGbGVr43BSx5hqY/geo8-05und10-contextualizacao.pdf

Para você saber mais:

Tratado de Naivasha. Wikipédia. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Tratado_de_Naivasha> Acesso em 06 mar. 2019.

Referendo sobre a independência do Sudão do Sul em 2011. Wikipédia. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Referendo_sobre_a_independ%C3%AAncia_do_Sud%C3%A3o_do_Sul_em_2011> Acesso em 06 mar. 2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Antes de projetar as imagens, pergunte aos alunos como um país consegue sua independência. É esperado que eles comentem que pode ser por conflitos armados ou acordos. Projete ou imprima os slides para os alunos. Caso não seja possível, outra imagem que retrate o contexto do referendo sobre a independência do Sudão do Sul pode ser utilizada. Peça inicialmente que observem a primeira imagem e descrevam suas percepções. Espera-se que os alunos comentem que há uma intenção da população que mora ao sul se separar do norte do país. Na sequência, peça para que observem a segunda imagem. É provável que comentem que trata-se de uma consulta que foi feita à população. Explique que entre os dias 09 e 15 de janeiro de 2011 foi realizado um referendo para decidir o destino do Sudão do Sul: tornar-se independente ou permanecer como parte do Sudão. Ele foi estabelecido no Tratado de Naivasha (2005), que colocou fim a guerra civil sudanesa que durou mais de duas décadas. No momento da votação, havia duas opções: unidade, representada por duas mão entrelaçadas; e separação, representada por uma palma da mão em sinal de parada, conforme mostra a segunda imagem. No círculo ao lado, a pessoa colocava sua digital. Era necessário que ao menos 60% dos eleitores votassem para que o referendo fosse válido e quase 99% deles decidiram pela separação. Houve um período de seis meses de transição e por isso a independência ocorreu em 09 de julho de 2011 tornando-se, então, o país mais novo do mundo.

Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YTqQhQFnxnu6EUP2BgWbgAFSTS6u4jzCWQW5TYqgPaw4gxGbGVr43BSx5hqY/geo8-05und10-contextualizacao.pdf

Para você saber mais:

Tratado de Naivasha. Wikipédia. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Tratado_de_Naivasha> Acesso em 06 mar. 2019.

Referendo sobre a independência do Sudão do Sul em 2011. Wikipédia. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Referendo_sobre_a_independ%C3%AAncia_do_Sud%C3%A3o_do_Sul_em_2011> Acesso em 06 mar. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: A sequência de slides a seguir mostra um conjunto de informações do Sudão e Sudão do Sul com o objetivo de refletir as diferenças entre eles. Projete os slides ou imprima-os para os alunos. Peça para que os alunos observem inicialmente a imagem de satélite e questione o que observam. Espera-se que os alunos comentem que quase o total do território do Sudão faz parte do deserto do Saara, enquanto o Sudão do Sul não. Ele é recoberto por pântanos, pradarias e florestas tropicais. A ideia desta imagem é que os alunos percebam que inclusive fisicamente eles eram diferentes.

Na sequência, peça para analisarem o mapa "Sudão e Sudão do Sul: religião" e descreverem o que observam. Novamente espera-se que ressaltem as diferenças entre os dois: o Sudão com maioria islâmica e o Sudão do Sul com predomínio do catolicismo e animismo. Caso os alunos não saibam o conceito de animismo, explique o que significa.

Depois, peça para que observem o segundo mapa "Sudão e Sudão do Sul: petróleo" e comentem quais informações podem ser retiradas. Espera-se que percebam que as reservas de petróleo estão localizadas nos limites entre essas duas regiões e as refinarias na porção norte. Além disso, grande parte dos oleodutos passa pelo norte, bem como a saída para o mar. Isso por sua vez traz uma série de interesses internacionais além dos conflitos internos pela exploração desta matéria-prima. Por fim, projete a pergunta:

  • De que maneira a inexistência de identidade cultural entre o norte e o sul contribuiu para rivalidades entre as duas regiões?
  • Além deste, há outros fatores?

Espera-se que com base na sequência mostrada os alunos comentem que as diferenças existentes entre o norte e o sul foi um fator chave para o conflito, tendo como principal fator o fato de o governo da maioria muçulmana tentar impor a Xaria, código de conduta islâmico, à população cristã, que era minoria. Além disso, por trás da luta religiosa, há a disputa pelas reservas de petróleo do território, visto que cerca de 75% das reservas está no Sudão do Sul, mas as refinarias e a infraestrutura necessárias estão no Sudão, demandando ações conjuntas desses países. Ao final, é interessante comentar que este é um exemplo único de mudança nas fronteiras traçadas durante a colonização europeia.

Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/hchUcBaruhHQSvCEPW4dGMA6KJw6Baw672aT3P7UypsYNxV4xpdjUxBH6PPs/geo8-05und10-mapas-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

- Animismo: crenças segundo as quais os elementos da natureza como plantas e animais possuem alma e são animados por um espírito.

Slide Plano Aula

Orientações: A sequência de slides a seguir mostra um conjunto de informações do Sudão e Sudão do Sul com o objetivo de refletir as diferenças entre eles. Projete os slides ou imprima-os para os alunos. Peça para que os alunos observem inicialmente a imagem de satélite e questione o que observam. Espera-se que os alunos comentem que quase o total do território do Sudão faz parte do deserto do Saara, enquanto o Sudão do Sul não. Ele é recoberto por pântanos, pradarias e florestas tropicais. A ideia desta imagem é que os alunos percebam que inclusive fisicamente eles eram diferentes.

Na sequência, peça para analisarem o mapa "Sudão e Sudão do Sul: religião" e descreverem o que observam. Novamente espera-se que ressaltem as diferenças entre os dois: o Sudão com maioria islâmica e o Sudão do Sul com predomínio do catolicismo e animismo. Caso os alunos não saibam o conceito de animismo, explique o que significa.

Depois, peça para que observem o segundo mapa "Sudão e Sudão do Sul: petróleo" e comentem quais informações podem ser retiradas. Espera-se que percebam que as reservas de petróleo estão localizadas nos limites entre essas duas regiões e as refinarias na porção norte. Além disso, grande parte dos oleodutos passa pelo norte, bem como a saída para o mar. Isso por sua vez traz uma série de interesses internacionais além dos conflitos internos pela exploração desta matéria-prima. Por fim, projete a pergunta:

  • De que maneira a inexistência de identidade cultural entre o norte e o sul contribuiu para rivalidades entre as duas regiões?
  • Além deste, há outros fatores?

Espera-se que com base na sequência mostrada os alunos comentem que as diferenças existentes entre o norte e o sul foi um fator chave para o conflito, tendo como principal fator o fato de o governo da maioria muçulmana tentar impor a Xaria, código de conduta islâmico, à população cristã, que era minoria. Além disso, por trás da luta religiosa, há a disputa pelas reservas de petróleo do território, visto que cerca de 75% das reservas está no Sudão do Sul, mas as refinarias e a infraestrutura necessárias estão no Sudão, demandando ações conjuntas desses países. Ao final, é interessante comentar que este é um exemplo único de mudança nas fronteiras traçadas durante a colonização europeia.

Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/hchUcBaruhHQSvCEPW4dGMA6KJw6Baw672aT3P7UypsYNxV4xpdjUxBH6PPs/geo8-05und10-mapas-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

- Animismo: crenças segundo as quais os elementos da natureza como plantas e animais possuem alma e são animados por um espírito.

Slide Plano Aula

Orientações: A sequência de slides a seguir mostra um conjunto de informações do Sudão e Sudão do Sul com o objetivo de refletir as diferenças entre eles. Projete os slides ou imprima-os para os alunos. Peça para que os alunos observem inicialmente a imagem de satélite e questione o que observam. Espera-se que os alunos comentem que quase o total do território do Sudão faz parte do deserto do Saara, enquanto o Sudão do Sul não. Ele é recoberto por pântanos, pradarias e florestas tropicais. A ideia desta imagem é que os alunos percebam que inclusive fisicamente eles eram diferentes.

Na sequência, peça para analisarem o mapa "Sudão e Sudão do Sul: religião" e descreverem o que observam. Novamente espera-se que ressaltem as diferenças entre os dois: o Sudão com maioria islâmica e o Sudão do Sul com predomínio do catolicismo e animismo. Caso os alunos não saibam o conceito de animismo, explique o que significa.

Depois, peça para que observem o segundo mapa "Sudão e Sudão do Sul: petróleo" e comentem quais informações podem ser retiradas. Espera-se que percebam que as reservas de petróleo estão localizadas nos limites entre essas duas regiões e as refinarias na porção norte. Além disso, grande parte dos oleodutos passa pelo norte, bem como a saída para o mar. Isso por sua vez traz uma série de interesses internacionais além dos conflitos internos pela exploração desta matéria-prima. Por fim, projete a pergunta:

  • De que maneira a inexistência de identidade cultural entre o norte e o sul contribuiu para rivalidades entre as duas regiões?
  • Além deste, há outros fatores?

Espera-se que com base na sequência mostrada os alunos comentem que as diferenças existentes entre o norte e o sul foi um fator chave para o conflito, tendo como principal fator o fato de o governo da maioria muçulmana tentar impor a Xaria, código de conduta islâmico, à população cristã, que era minoria. Além disso, por trás da luta religiosa, há a disputa pelas reservas de petróleo do território, visto que cerca de 75% das reservas está no Sudão do Sul, mas as refinarias e a infraestrutura necessárias estão no Sudão, demandando ações conjuntas desses países. Ao final, é interessante comentar que este é um exemplo único de mudança nas fronteiras traçadas durante a colonização europeia.

Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/hchUcBaruhHQSvCEPW4dGMA6KJw6Baw672aT3P7UypsYNxV4xpdjUxBH6PPs/geo8-05und10-mapas-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

- Animismo: crenças segundo as quais os elementos da natureza como plantas e animais possuem alma e são animados por um espírito.

Slide Plano Aula

Orientações: A sequência de slides a seguir mostra um conjunto de informações do Sudão e Sudão do Sul com o objetivo de refletir as diferenças entre eles. Projete os slides ou imprima-os para os alunos. Peça para que os alunos observem inicialmente a imagem de satélite e questione o que observam. Espera-se que os alunos comentem que quase o total do território do Sudão faz parte do deserto do Saara, enquanto o Sudão do Sul não. Ele é recoberto por pântanos, pradarias e florestas tropicais. A ideia desta imagem é que os alunos percebam que inclusive fisicamente eles eram diferentes.

Na sequência, peça para analisarem o mapa "Sudão e Sudão do Sul: religião" e descreverem o que observam. Novamente espera-se que ressaltem as diferenças entre os dois: o Sudão com maioria islâmica e o Sudão do Sul com predomínio do catolicismo e animismo. Caso os alunos não saibam o conceito de animismo, explique o que significa.

Depois, peça para que observem o segundo mapa "Sudão e Sudão do Sul: petróleo" e comentem quais informações podem ser retiradas. Espera-se que percebam que as reservas de petróleo estão localizadas nos limites entre essas duas regiões e as refinarias na porção norte. Além disso, grande parte dos oleodutos passa pelo norte, bem como a saída para o mar. Isso por sua vez traz uma série de interesses internacionais além dos conflitos internos pela exploração desta matéria-prima. Por fim, projete a pergunta:

  • De que maneira a inexistência de identidade cultural entre o norte e o sul contribuiu para rivalidades entre as duas regiões?
  • Além deste, há outros fatores?

Espera-se que com base na sequência mostrada os alunos comentem que as diferenças existentes entre o norte e o sul foi um fator chave para o conflito, tendo como principal fator o fato de o governo da maioria muçulmana tentar impor a Xaria, código de conduta islâmico, à população cristã, que era minoria. Além disso, por trás da luta religiosa, há a disputa pelas reservas de petróleo do território, visto que cerca de 75% das reservas está no Sudão do Sul, mas as refinarias e a infraestrutura necessárias estão no Sudão, demandando ações conjuntas desses países. Ao final, é interessante comentar que este é um exemplo único de mudança nas fronteiras traçadas durante a colonização europeia.

Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/hchUcBaruhHQSvCEPW4dGMA6KJw6Baw672aT3P7UypsYNxV4xpdjUxBH6PPs/geo8-05und10-mapas-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

- Animismo: crenças segundo as quais os elementos da natureza como plantas e animais possuem alma e são animados por um espírito.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 22 minutos.

Orientações: Divida a sala em grupos de 3 a 5 alunos. Sugerimos que essa divisão seja feita de forma a garantir grupos heterogêneos no que se refere à aprendizagem, porém, é possível utilizar outro critério ou até mesmo pedir que os alunos escolham e organizem os grupos. Após a divisão, projete os slides desta etapa, imprima ou escreva no quadro as orientações. É interessante que os alunos vejam o modelo de uma árvore de problemas. Por isso, se não for possível projetar, imprima pelo menos um modelo para que possa circular entre os alunos. É provável que muitos alunos não conheçam essa metodologia ativa e por isso é importante explicá-la. Comente que ela é uma estratégia que busca a análise de problemas a partir da identificação das causas e efeitos referentes a um problema central. O problema central (ou situação) será distribuído entre os grupos. Como sugestão, deixamos como problema central "imposição religiosa" mas outros podem ser pensados ou então cada grupo escolher um e a partir dele elaborar a árvore de problemas.

O problema central deve ser colocado no centro do papel (tronco da árvore); acima dele devem ser colocados os efeitos ou consequências (copa da árvore) e abaixo as causas que levaram àquele problema (raízes da árvore).

Depois da explicação, distribua uma folha de sulfite para cada grupo. Sugerimos o uso de uma folha tamanho A3 e o uso de post-its para a montagem da árvore. Entretanto, caso não seja possível, eles são opcionais e a árvore de problemas poderá ser construída em uma folha de sulfite A4 e o desenho feito com lápis preto e/ou colorido.

Cuide para que todos os grupos finalizem a atividade conforme sugerido nas orientações e dentro do prazo estipulado. Circule pela sala e acompanhe as discussões, garantindo que elas sejam colaborativas e que todos possam contribuir com suas ideias e opiniões. Tire as dúvidas se necessário.

Modelo Árvore de Problemas: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/XydsTDaYwXBgqSryAaShjpkxekBE7rPwaS3JuPETrq9CUKUyeSJqSqM3Qvjb/geo8-05und10-modelo-arvore-de-problemas.pdf

Slide Plano Aula

Orientações: Divida a sala em grupos de 3 a 5 alunos. Sugerimos que essa divisão seja feita de forma a garantir grupos heterogêneos no que se refere à aprendizagem, porém, é possível utilizar outro critério ou até mesmo pedir que os alunos escolham e organizem os grupos. Após a divisão, projete os slides desta etapa, imprima ou escreva no quadro as orientações. É interessante que os alunos vejam o modelo de uma árvore de problemas. Por isso, se não for possível projetar, imprima pelo menos um modelo para que possa circular entre os alunos. É provável que muitos alunos não conheçam essa metodologia ativa e por isso é importante explicá-la. Comente que ela é uma estratégia que busca a análise de problemas a partir da identificação das causas e efeitos referentes a um problema central. O problema central (ou situação) será distribuído entre os grupos. Como sugestão, deixamos como problema central "imposição religiosa" mas outros podem ser pensados ou então cada grupo escolher um e a partir dele elaborar a árvore de problemas.

O problema central deve ser colocado no centro do papel (tronco da árvore); acima dele devem ser colocados os efeitos ou consequências (copa da árvore) e abaixo as causas que levaram àquele problema (raízes da árvore).

Depois da explicação, distribua uma folha de sulfite para cada grupo. Sugerimos o uso de uma folha tamanho A3 e o uso de post-its para a montagem da árvore. Entretanto, caso não seja possível, eles são opcionais e a árvore de problemas poderá ser construída em uma folha de sulfite A4 e o desenho feito com lápis preto e/ou colorido.

Cuide para que todos os grupos finalizem a atividade conforme sugerido nas orientações e dentro do prazo estipulado. Circule pela sala e acompanhe as discussões, garantindo que elas sejam colaborativas e que todos possam contribuir com suas ideias e opiniões. Tire as dúvidas se necessário.

Modelo Árvore de Problemas: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/XydsTDaYwXBgqSryAaShjpkxekBE7rPwaS3JuPETrq9CUKUyeSJqSqM3Qvjb/geo8-05und10-modelo-arvore-de-problemas.pdf

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 11 minutos.

Orientações: Com as árvores de problemas finalizadas, organize uma exposição prendendo-as com fita adesiva no mural (se a sala de aula tiver um) ou então na parede. Dê um tempo de aproximadamente 3 minutos para que os alunos observem todas as produções. Nesse momento será necessário que os alunos se movimentem pela sala, sendo aconselhável que levantem dois grupos por vez a fim de garantir que todos consigam de fato olhar todos os trabalhos. Em seguida, promova uma discussão com a sala podendo verificar, inclusive, se os alunos identificaram outros problemas e se ainda consideram o primeiro como central.

Ao final, projete o último slide com alguns indicadores do Sudão do Sul para que os alunos percebam que apesar da independência ter resolvido um problema, outros por sua vez persistem ou foram até mesmo agravados. Caso não seja possível projetar, imprima ou então leia os dados para os alunos.

Sistematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/7VT8SVscKAet9ZuQ4VzfR5NE6uGnTbR3tKv9pmqXUYT2HnMNx2gPTBFHVRRw/geo8-05und10-sistematizacao.pdf

Slide Plano Aula

Orientações: Com as árvores de problemas finalizadas, organize uma exposição prendendo-as com fita adesiva no mural (se a sala de aula tiver um) ou então na parede. Dê um tempo de aproximadamente 3 minutos para que os alunos observem todas as produções. Nesse momento será necessário que os alunos se movimentem pela sala, sendo aconselhável que levantem dois grupos por vez a fim de garantir que todos consigam de fato olhar todos os trabalhos. Em seguida, promova uma discussão com a sala podendo verificar, inclusive, se os alunos identificaram outros problemas e se ainda consideram o primeiro como central.

Ao final, projete o último slide com alguns indicadores do Sudão do Sul para que os alunos percebam que apesar da independência ter resolvido um problema, outros por sua vez persistem ou foram até mesmo agravados. Caso não seja possível projetar, imprima ou então leia os dados para os alunos.

Sistematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/7VT8SVscKAet9ZuQ4VzfR5NE6uGnTbR3tKv9pmqXUYT2HnMNx2gPTBFHVRRw/geo8-05und10-sistematizacao.pdf

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Conexões e escalas do 8º ano :

MAIS AULAS DE Geografia do 8º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF08GE05 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Geografia

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano