17268
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 6º ano > Lógicas de organização política

Plano de aula - Cidadania na Grécia do período Clássico, o caso de Gortina

Plano de aula de História com atividades para 6º ano do EF sobre Cidadania na Grécia do período Clássico, o caso de Gortina

Plano 02 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Jair Messias Ferreira Junior

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF06HI12, “Associar o conceito de cidadania a dinâmicas de inclusão e exclusão na Grécia e Roma antigas”, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Caderno, lápis, caneta, borracha, dicionário, uma tira de papel por aluno (de folha sulfite, com cerca de 15 centímetros de altura e com a largura da folha). Material complementar impresso para cada trio ou projetor multimídia.

Material complementar:

Arqueólogo analisando o Código de Gortina no fim do século XIX.

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/D4NN984bKjwUzBe27USHRM4WNgqrAWxuswMYqvBndtGNpn7WQxGUvqVhFpEu/his6-12und02-arqueologo-analisando-o-codigo-de-gortina-no-final-do-seculo-xix.pdf

Código de Gortina

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/yEnVuga8TZtAJxgkhKubFVfbnSPrcfxD7puwUybHBQaKpgSrx5QBsxTCpMRv/his6-12und02-codigo-de-gortina.pdf

Artigos do Código de Gortina

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qHseS375BhBTRDzjuERKUde9RQQ5ErdqEpHWUsYP6G7u8wFqxWEnumUGYksF/his6-12und02-artigos-do-codigo-de-gortina.pdf

Tabela - População de Atenas no período Clássico

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/whb65Sjfd4u2qAszJCUUytHGtbDG8xUkD7XBxbgT26g825CEuvy7fBq3hmYf/his6-12und02-tabela-populacao-de-atenas-no-periodo-classico.pdf

Manchetes fictícias sobre Gortina

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/eZ56EDJxHq6C5dSNWwWvWN6kUK9HnuKJgRyv5xPznyP9raDUEKqyfxZ77QRr/his6-12und02-noticias-ficticias-sobre-a-antiga-gortina.pdf

Para você saber mais: Na História, a comunidade cidadã nunca foi igualitária nem harmônica, mas, ao contrário, sempre oscilou em meio a desigualdades sociais e disputas internas. Na Atenas Clássica a cidadania estava restrita a um pequeno grupo de cidadãos, oscilando entre 10% e 15% da população total. Na democracia ateniense do período clássico, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos, excluindo a maior parte da população dos direitos políticos plenos.

Borges, Guilherme Roman. O direito constitutivo. Universidade de São Paulo, 2011. Disponível em https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2139/tde-02052012-152859/publico/Guilherme_Roman_Borges_DO.pdf Acesso em: 16/3/2019.

GAGARIN, Michael. The organization of the Gortyn law code. Periódico GRBS, disponível em https://grbs.library.duke.edu/article/viewFile/6271/5147

Acesso em: 16/3/2019.

CUCHE, Violaine Sabilotte. Cidadãos e cidadãs na cidade grega clássica. Onde atua o gênero? Revista Tempo, Vol. 21 n. 38. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/tem/v21n38/1413-7704-tem-21-38-00281.pdf Acesso em: 16/3/2019.

LESSA, Fábio de Souza. Diker. cidadania e mulher na pólis. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em http://phoinix.historia.ufrj.br/media/uploads/artigos/6-_Dike_cidadania_e_mulher_na_polis_-_Fabio_de_Souza_Lessa.pdf Acesso em: 16/3/2019.

COSTA, Eder Dion de Paula. Povo e cidadania no Estado democrático de direito. UFPR. Disponível em http://egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/32786-40548-1-PB.pdf Acesso em: 16/3/2019.

Página da Universidade de Cornell sobre o Código de Gortina. disponível em https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019.

Transcrição do Código de Gortina. Universidade de Fordham. Disponível em https://sourcebooks.fordham.edu/ancient/450-gortyn.asp Acesso em: 16/3/2019.

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo da aula para a turma. É muito importante começar com a apresentação do objetivo para que os estudantes entendam o que farão e compreendam onde se quer chegar ao fim da aula. Contudo, tome cuidado para, ao fazer isso, não antecipar respostas desde o começo. É necessário sempre garantir que os alunos construam o raciocínio por conta própria.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos.

Orientações: Organize a sala em trios. Tente deixar no mesmo trio alunos que possam se apoiar mutuamente para a realização da atividade. Assegure que cada trio possui, no mínimo, um dicionário. Em seguida, projete ou escreva no quadro as palavras “cidade, cidadão e cidadania. Peça para os estudantes usarem o dicionário e discutirem em seus grupos o significado das três palavras. Solicite que cada estudante faça, em seu caderno, o registro do significado destas palavras.

Para o Dicionário Online de Português, o termo cidade significa ”Povoação de maior amplitude e importância” e “Conjunto dos habitantes, do poder administrativo e do governo da cidade”, disponível em https://www.dicio.com.br/cidade/ Acesso em: 16/3/2019; a palavra cidadão, segundo o mesmo dicionário, significa “Indivíduo que, por ser membro de um Estado, tem seus direitos civis e políticos garantidos, tendo de respeitar os deveres que lhe são conferidos”, disponível em https://www.dicio.com.br/cidadao/ Acesso em: 16/3/2019; e a palavra cidadania, ainda segundo Dicionário Online de Português, “Condição de quem possui direitos civis, políticos e sociais, que garante a participação na vida política”, disponível em https://www.dicio.com.br/cidadania/ Acesso em: 16/3/2019. Durante a execução da atividade, passe pelos grupos auxiliando-os. Indique quais são as definições mais pertinentes.

Quando todos os trios terminarem a atividade, solicite que dois grupos, voluntariamente, exponham às discussões que fizeram em seus grupos para os demais alunos.

Para você saber mais: Na História, a comunidade cidadã nunca foi igualitária nem harmônica, mas, ao contrário, sempre oscilou em meio a desigualdades sociais e disputas internas. Na Atenas clássica a cidadania estava restrita a um pequeno grupo de cidadãos, oscilando entre 10% e 15% da população total. Na democracia ateniense do período clássico, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos, excluindo a maior parte da população dos direitos políticos plenos.

Borges, Guilherme Roman. O direito constitutivo. Universidade de são Paulo, 2011. Disponível em https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2139/tde-02052012-152859/publico/Guilherme_Roman_Borges_DO.pdf Acesso em: 16/3/2019.

GAGARIN, Michael. The organization of the Gortyn law code. Periódico GRBS, disponível em https://grbs.library.duke.edu/article/viewFile/6271/5147 Acesso em: 16/3/2019.

CUCHE, Violaine Sabilotte. Cidadãos e cidadãs na cidade grega clássica. Onde atua o gênero? Revista Tempo, Vol. 21 n. 38. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/tem/v21n38/1413-7704-tem-21-38-00281.pdf Acesso em: 16/3/2019.

LESSA, Fábio de Souza. Diker. cidadania e mulher na pólis. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em http://phoinix.historia.ufrj.br/media/uploads/artigos/6-_Dike_cidadania_e_mulher_na_polis_-_Fabio_de_Souza_Lessa.pdf Acesso em: 16/3/2019.

COSTA, Eder Dion de Paula. Povo e cidadania no Estado democrático de direito. UFPR. Disponível em http://egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/32786-40548-1-PB.pdf Acesso em: 16/3/2019.

Página da Universidade de Cornell sobre o Código de Gortina. disponível em https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019.

Transcrição do Código de Gortina. Universidade de Fordham. Disponível em https://sourcebooks.fordham.edu/ancient/450-gortyn.asp Acesso em: 16/3/2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações: Entregue a imagem do arqueólogo analisando o Código de Gortina no fiml do século XIX, disponível em https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/a/af/Federico_Halbherr_Gortyn.jpg Acesso em: 16/3/2019; o texto “Código de Gortina”, Fonte: Biblioteca Digital da Universidade de Cornell https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019; o texto “Artigos do Código de Gortina”; a tabela da população ateniense no período Clássico, disponível em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qHseS375BhBTRDzjuERKUde9RQQ5ErdqEpHWUsYP6G7u8wFqxWEnumUGYksF/his6-12und02-artigos-do-codigo-de-gortina.pdf e passe no quadro as questões do slide 7 ou entregue-as impressas aos trios.

É esperado que os estudantes identifiquem que o Código de Gortina é “Uma extensa inscrição em pedra do século V a.C. registrando várias leis civis da cidade de Gortina, em Creta” e que foi escrita no século V a.C. O Código de Gortina não era igualitário, ele distinguia pessoas livres de escravas e homens

de mulheres, por exemplo. Poucas pessoas, na Grécia clássica, tinham a cidadania garantida. A maior parte da população, como mulheres, escravos e estrangeiros, não eram considerados cidadãos, sendo excluídos das decisões políticas das cidades.

Quando todos os trios terminarem às discussões e os registros, solicite que dois trios, voluntariamente, leiam suas respostas para os demais estudantes da turma.

Para você saber mais: Na História, a comunidade cidadã nunca foi igualitária nem harmônica, mas, ao contrário, sempre oscilou em meio a desigualdades sociais e disputas internas. Na Atenas clássica a cidadania estava restrita a um pequeno grupo de cidadãos, oscilando entre 10% e 15% da população total. Na democracia ateniense do período clássico, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos, excluindo a maior parte da população dos direitos políticos plenos.

Borges, Guilherme Roman. O direito constitutivo. Universidade de são Paulo, 2011. Disponível em https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2139/tde-02052012-152859/publico/Guilherme_Roman_Borges_DO.pdf Acesso em: 16/3/2019.

GAGARIN, Michael. The organization of the Gortyn law code. Periódico GRBS, disponível em https://grbs.library.duke.edu/article/viewFile/6271/5147

Acesso em 16/3/2019.

CUCHE, Violaine Sabilotte. Cidadãos e cidadãs na cidade grega clássica. Onde atua o gênero? Revista Tempo, Vol. 21 n. 38. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/tem/v21n38/1413-7704-tem-21-38-00281.pdf Acesso em: 16/3/2019.

LESSA, Fábio de Souza. Diker. cidadania e mulher na pólis. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em http://phoinix.historia.ufrj.br/media/uploads/artigos/6-_Dike_cidadania_e_mulher_na_polis_-_Fabio_de_Souza_Lessa.pdf Acesso em: 16/3/2019.

COSTA, Eder Dion de Paula. Povo e cidadania no Estado democrático de direito. UFPR. Disponível em http://egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/32786-40548-1-PB.pdf Acesso em: 16/3/2019.

Página da Universidade de Cornell sobre o Código de Gortina. disponível em https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019.

Transcrição do Código de Gortina. Universidade de Fordham. Disponível em https://sourcebooks.fordham.edu/ancient/450-gortyn.asp Acesso em: 16/3/2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Entregue a imagem do arqueólogo analisando o Cóidog de Gortina no fim do século XIX, disponível em https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/a/af/Federico_Halbherr_Gortyn.jpg Acesso em: 16/3/2019; o texto “Código de Gortina”, Fonte: Biblioteca Digital da Universidade de Cornell https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019; o texto “Artigos do Código de Gortina”; a tabela da população ateniense no período Clássico, disponível em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qHseS375BhBTRDzjuERKUde9RQQ5ErdqEpHWUsYP6G7u8wFqxWEnumUGYksF/his6-12und02-artigos-do-codigo-de-gortina.pdf e passe no quadro as questões do slide 7
ou entregue-as impressas aos trios.

É esperado que os estudantes identifiquem que o Código de Gortina é “Uma extensa inscrição em pedra do século V a.C. registrando várias leis civis da cidade de Gortina, em Creta” e que foi escrita no século V a.C. O Código de Gortina não era igualitário, ele distinguia pessoas livres de escravas e homens de mulheres, por exemplo. Poucas pessoas, na Grécia clássica, tinham a cidadania garantida. A maior parte da população, como mulheres, escravos e estrangeiros, não eram considerados cidadãos, sendo excluídos das decisões políticas das cidades.

Quando todos os trios terminarem às discussões e os registros, solicite que dois trios, voluntariamente, leiam suas respostas para os demais estudantes da turma.

Para você saber mais: Na História, a comunidade cidadã nunca foi igualitária nem harmônica, mas, ao contrário, sempre oscilou em meio a desigualdades sociais e disputas internas. Na Atenas clássica a cidadania estava restrita a um pequeno grupo de cidadãos, oscilando entre 10% e 15% da população total. Na democracia ateniense do período clássico, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos, excluindo a maior parte da população dos direitos políticos plenos.

Borges, Guilherme Roman. O direito constitutivo. Universidade de são Paulo, 2011. Disponível em https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2139/tde-02052012-152859/publico/Guilherme_Roman_Borges_DO.pdf Acesso em: 16/3/2019.

GAGARIN, Michael. The organization of the Gortyn law code. Periódico GRBS, disponível em https://grbs.library.duke.edu/article/viewFile/6271/5147 Acesso em: 16/3/2019.

CUCHE, Violaine Sabilotte. Cidadãos e cidadãs na cidade grega clássica. Onde atua o gênero? Revista Tempo, Vol. 21 n. 38. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/tem/v21n38/1413-7704-tem-21-38-00281.pdf Acesso em: 16/3/2019.

LESSA, Fábio de Souza. Diker. cidadania e mulher na pólis. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em http://phoinix.historia.ufrj.br/media/uploads/artigos/6-_Dike_cidadania_e_mulher_na_polis_-_Fabio_de_Souza_Lessa.pdf Acesso em: 16/3/2019.

COSTA, Eder Dion de Paula. Povo e cidadania no Estado democrático de direito. UFPR. Disponível em http://egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/32786-40548-1-PB.pdf Acesso em: 16/3/2019.

Página da Universidade de Cornell sobre o Código de Gortina. disponível em https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019.

Transcrição do Código de Gortina. Universidade de Fordham. Disponível em https://sourcebooks.fordham.edu/ancient/450-gortyn.asp Acesso em: 16/3/2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Entregue a imagem do arqueólogo analisando o Código de Gortina no final do século XIX, disponível em https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/a/af/Federico_Halbherr_Gortyn.jpg Acesso em: 16/3/2019; o texto “Código de Gortina”, Fonte: Biblioteca Digital da Universidade de Cornell https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019; o texto “Artigos do Código de Gortina”; a tabela da população ateniense no período Clássico, disponível em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qHseS375BhBTRDzjuERKUde9RQQ5ErdqEpHWUsYP6G7u8wFqxWEnumUGYksF/his6-12und02-artigos-do-codigo-de-gortina.pdf e passe no quadro as questões do slide 7 ou entregue-as impressas aos trios.

É esperado que os estudantes identifiquem que o Código de Gortina é “Uma extensa inscrição em pedra do século V a.C. registrando várias leis civis da cidade de Gortina, em Creta” e que foi escrita no século V a.C. O Código de Gortina não era igualitário, ele distinguia pessoas livres de escravas e homens
de mulheres, por exemplo. Poucas pessoas, na Grécia clássica, tinham a cidadania garantida. A maior parte da população, como mulheres, escravos e estrangeiros, não eram considerados cidadãos, sendo excluídos das decisões políticas das cidades.

Quando todos os trios terminarem às discussões e os registros, solicite que dois trios, voluntariamente, leiam suas respostas para os demais estudantes da turma.

Para você saber mais: Na História, a comunidade cidadã nunca foi igualitária nem harmônica, mas, ao contrário, sempre oscilou em meio a desigualdades sociais e disputas internas. Na Atenas clássica a cidadania estava restrita a um pequeno grupo de cidadãos, oscilando entre 10% e 15% da população total. Na democracia ateniense do período clássico, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos, excluindo a maior parte da população dos direitos políticos plenos.

Borges, Guilherme Roman. O direito constitutivo. Universidade de são Paulo, 2011. Disponível em https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2139/tde-02052012-152859/publico/Guilherme_Roman_Borges_DO.pdf Acesso em: 16/3/2019.

GAGARIN, Michael. The organization of the Gortyn law code. Periódico GRBS, disponível em https://grbs.library.duke.edu/article/viewFile/6271/5147 Acesso em: 16/3/2019.

CUCHE, Violaine Sabilotte. Cidadãos e cidadãs na cidade grega clássica. Onde atua o gênero? Revista Tempo, Vol. 21 n. 38. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/tem/v21n38/1413-7704-tem-21-38-00281.pdf Acesso em: 16/3/2019.

LESSA, Fábio de Souza. Diker. cidadania e mulher na pólis. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em http://phoinix.historia.ufrj.br/media/uploads/artigos/6-_Dike_cidadania_e_mulher_na_polis_-_Fabio_de_Souza_Lessa.pdf Acesso em: 16/3/2019.

COSTA, Eder Dion de Paula. Povo e cidadania no Estado democrático de direito. UFPR. Disponível em http://egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/32786-40548-1-PB.pdf Acesso em: 16/3/2019.

Página da Universidade de Cornell sobre o Código de Gortina. disponível em https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019.

Transcrição do Código de Gortina. Universidade de Fordham. Disponível em https://sourcebooks.fordham.edu/ancient/450-gortyn.asp Acesso em: 16/3/2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Entregue a imagem do arqueólogo analisando o Código de Gortina no fim do século XIX, disponível em https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/a/af/Federico_Halbherr_Gortyn.jpg Acesso em: 16/3/2019; o texto “Código de Gortina”, Fonte: Biblioteca Digital da Universidade de Cornell https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019; o texto “Artigos do Código de Gortina”; a tabela da população ateniense no período Clássico, disponível em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qHseS375BhBTRDzjuERKUde9RQQ5ErdqEpHWUsYP6G7u8wFqxWEnumUGYksF/his6-12und02-artigos-do-codigo-de-gortina.pdf e passe no quadro as questões do slide 7 ou entregue-as impressas aos trios.

É esperado que os estudantes identifiquem que o Código de Gortina é “Uma extensa inscrição em pedra do século V a.C. registrando várias leis civis da cidade de Gortina, em Creta” e que foi escrita no século V a.C. O Código de Gortina não era igualitário, ele distinguia pessoas livres de escravas e homens
de mulheres, por exemplo. Poucas pessoas, na Grécia clássica, tinham a cidadania garantida. A maior parte da população, como mulheres, escravos e estrangeiros, não eram considerados cidadãos, sendo excluídos das decisões políticas das cidades.

Quando todos os trios terminarem às discussões e os registros, solicite que dois trios, voluntariamente, leiam suas respostas para os demais estudantes da turma.

Para você saber mais: Na História, a comunidade cidadã nunca foi igualitária nem harmônica, mas, ao contrário, sempre oscilou em meio a desigualdades sociais e disputas internas. Na Atenas clássica a cidadania estava restrita a um pequeno grupo de cidadãos, oscilando entre 10% e 15% da população total. Na democracia ateniense do período clássico, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos, excluindo a maior parte da população dos direitos políticos plenos.

Borges, Guilherme Roman. O direito constitutivo. Universidade de são Paulo, 2011. Disponível em https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2139/tde-02052012-152859/publico/Guilherme_Roman_Borges_DO.pdf Acesso em: 16/3/2019.

GAGARIN, Michael. The organization of the Gortyn law code. Periódico GRBS, disponível em https://grbs.library.duke.edu/article/viewFile/6271/5147 Acesso em: 16/3/2019.

CUCHE, Violaine Sabilotte. Cidadãos e cidadãs na cidade grega clássica. Onde atua o gênero? Revista Tempo, Vol. 21 n. 38. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/tem/v21n38/1413-7704-tem-21-38-00281.pdf Acesso em: 16/3/2019.

LESSA, Fábio de Souza. Diker. cidadania e mulher na pólis. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em http://phoinix.historia.ufrj.br/media/uploads/artigos/6-_Dike_cidadania_e_mulher_na_polis_-_Fabio_de_Souza_Lessa.pdf Acesso em: 16/3/2019.

COSTA, Eder Dion de Paula. Povo e cidadania no Estado democrático de direito. UFPR. Disponível em http://egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/32786-40548-1-PB.pdf Acesso em: 16/3/2019.

Página da Universidade de Cornell sobre o Código de Gortina. disponível em https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019.

Transcrição do Código de Gortina. Universidade de Fordham. Disponível em https://sourcebooks.fordham.edu/ancient/450-gortyn.asp Acesso em: 16/3/2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Entregue a imagem do arqueólogo analisando o Código de Gortina no fim do século XIX, disponível em https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/a/af/Federico_Halbherr_Gortyn.jpg Acesso em: 16/3/2019; o texto “Código de Gortina”, Fonte: Biblioteca Digital da Universidade de Cornell https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019; o texto “Artigos do Código de Gortina”; a tabela da população ateniense no período Clássico, disponível em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qHseS375BhBTRDzjuERKUde9RQQ5ErdqEpHWUsYP6G7u8wFqxWEnumUGYksF/his6-12und02-artigos-do-codigo-de-gortina.pdf e passe no quadro as questões do slide 7 ou entregue-as impressas aos trios.

É esperado que os estudantes identifiquem que o Código de Gortina é “Uma extensa inscrição em pedra do século V a.C. registrando várias leis civis da cidade de Gortina, em Creta” e que foi escrita no século V a.C. O Código de Gortina não era igualitário, ele distinguia pessoas livres de escravas e homens
de mulheres, por exemplo. Poucas pessoas, na Grécia clássica, tinham a cidadania garantida. A maior parte da população, como mulheres, escravos e estrangeiros, não eram considerados cidadãos, sendo excluídos das decisões políticas das cidades.

Quando todos os trios terminarem as discussões e os registros, solicite que dois trios, voluntariamente, leiam suas respostas para os demais estudantes da turma.

Para você saber mais: Na História, a comunidade cidadã nunca foi igualitária nem harmônica, mas, ao contrário, sempre oscilou em meio a desigualdades sociais e disputas internas. Na Atenas clássica a cidadania estava restrita a um pequeno grupo de cidadãos, oscilando entre 10% e 15% da população total. Na democracia ateniense do período clássico, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos, excluindo a maior parte da população dos direitos políticos plenos.

Borges, Guilherme Roman. O direito constitutivo. Universidade de são Paulo, 2011. Disponível em https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2139/tde-02052012-152859/publico/Guilherme_Roman_Borges_DO.pdf Acesso em: 16/3/2019.

GAGARIN, Michael. The organization of the Gortyn law code. Periódico GRBS, disponível em https://grbs.library.duke.edu/article/viewFile/6271/5147 Acesso em: 16/3/2019.

CUCHE, Violaine Sabilotte. Cidadãos e cidadãs na cidade grega clássica. Onde atua o gênero? Revista Tempo, Vol. 21 n. 38. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/tem/v21n38/1413-7704-tem-21-38-00281.pdf Acesso em: 16/3/2019.

LESSA, Fábio de Souza. Diker. cidadania e mulher na pólis. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em http://phoinix.historia.ufrj.br/media/uploads/artigos/6-_Dike_cidadania_e_mulher_na_polis_-_Fabio_de_Souza_Lessa.pdf Acesso em: 16/3/2019.

COSTA, Eder Dion de Paula. Povo e cidadania no Estado democrático de direito. UFPR. Disponível em http://egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/32786-40548-1-PB.pdf Acesso em: 16/3/2019.

Página da Universidade de Cornell sobre o Código de Gortina. disponível em https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019.

Transcrição do Código de Gortina. Universidade de Fordham. Disponível em https://sourcebooks.fordham.edu/ancient/450-gortyn.asp Acesso em: 16/3/2019.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Deixe os alunos em trios e entregue para cada trio as três notícias fictícias impressas ou escritas no quadro, disponível em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/eZ56EDJxHq6C5dSNWwWvWN6kUK9HnuKJgRyv5xPznyP9raDUEKqyfxZ77QRr/his6-12und02-noticias-ficticias-sobre-a-antiga-gortina.pdf Acesso em: 30/3/2019. Solicite que cada trio leia as três manchete fictícias e que apontem quais delas são verdadeiras e quais são fake news. Em seguida, peça para que cada aluno escreva em seu caderno como seu grupo chegou a conclusão sobre as três manchetes.

É esperado que os estudantes identifiquem que a primeira notícia é verdadeira. O Código de Gortina é um dos principais registros escritos de leis da antiga Grécia. Também é esperado que os estudantes identifiquem que as leis da antiga Gortina não favoreciam a igualdade, as pessoas era divididas em cidadão
e não cidadãos, como analisado nos documentos. A maior parte da população de Gortina era composta de mulheres, estrangeiros e escravos, estes grupos não eram considerados cidadãos.

Quando todos os grupos terminarem a atividade. Solicite que dois grupos, voluntariamente, apresentem para os demais alunos suas conclusões. Se algum grupo errar durante sua apresentação, solicite que os outros alunos participem da discussão.

Para você saber mais: Na História, a comunidade cidadã nunca foi igualitária nem harmônica, mas, ao contrário, sempre oscilou em meio a desigualdades sociais e disputas internas. Na Atenas Clássica a cidadania estava restrita a um pequeno grupo de cidadãos, oscilando entre 10% e 15% da população total. Na democracia ateniense do período clássico, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos, excluindo a maior parte da população dos direitos políticos plenos.

Borges, Guilherme Roman. O direito constitutivo. Universidade de são Paulo, 2011. Disponível em https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2139/tde-02052012-152859/publico/Guilherme_Roman_Borges_DO.pdf Acesso em: 16/3/2019.

GAGARIN, Michael. The organization of the Gortyn law code. Periódico GRBS, disponível em https://grbs.library.duke.edu/article/viewFile/6271/5147 Acesso em: 16/3/2019.

CUCHE, Violaine Sabilotte. Cidadãos e cidadãs na cidade grega clássica. Onde atua o gênero? Revista Tempo, Vol. 21 n. 38. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/tem/v21n38/1413-7704-tem-21-38-00281.pdf Acesso em: 16/3/2019.

LESSA, Fábio de Souza. Diker. cidadania e mulher na pólis. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em http://phoinix.historia.ufrj.br/media/uploads/artigos/6-_Dike_cidadania_e_mulher_na_polis_-_Fabio_de_Souza_Lessa.pdf Acesso em: 16/3/2019.

COSTA, Eder Dion de Paula. Povo e cidadania no Estado democrático de direito. UFPR. Disponível em http://egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/32786-40548-1-PB.pdf Acesso em: 16/3/2019.

Página da Universidade de Cornell sobre o Código de Gortina. disponível em https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019.

Transcrição do Código de Gortina. Universidade de Fordham. Disponível em https://sourcebooks.fordham.edu/ancient/450-gortyn.asp Acesso em: 16/3/2019.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Deixe os alunos em trios e entregue para cada trio as três notícias fictícias impressas ou escritas no quadro, disponível em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/eZ56EDJxHq6C5dSNWwWvWN6kUK9HnuKJgRyv5xPznyP9raDUEKqyfxZ77QRr/his6-12und02-noticias-ficticias-sobre-a-antiga-gortina.pdf Acesso em: 30/3/2019. Solicite que cada trio leia as três manchete fictícias e que apontem quais delas são verdadeiras e quais são fake news. Em seguida, peça para que cada aluno escreva em seu caderno como seu grupo chegou a conclusão sobre as três manchetes.

É esperado que os estudantes identifiquem que a primeira notícia é verdadeira. O Código de Gortina é um dos principais registros escritos de leis da antiga Grécia. Também é esperado que os estudantes identifiquem que as leis da antiga Gortina não favoreciam a igualdade, as pessoas era divididas em cidadão
e não cidadãos, como analisado nos documentos. A maior parte da população de Gortina era composta de mulheres, estrangeiros e escravos, estes grupos não eram considerados cidadãos.

Quando todos os grupos terminarem a atividade. Solicite que dois grupos, voluntariamente, apresentem para os demais alunos suas conclusões. Se algum grupo errar durante sua apresentação, solicite que os outros alunos participem da discussão.

Para você saber mais: Na História, a comunidade cidadã nunca foi igualitária nem harmônica, mas, ao contrário, sempre oscilou em meio a desigualdades sociais e disputas internas. Na Atenas clássica a cidadania estava restrita a um pequeno grupo de cidadãos, oscilando entre 10% e 15% da população total. Na democracia ateniense do período clássico, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos, excluindo a maior parte da população dos direitos políticos plenos.

Borges, Guilherme Roman. O direito constitutivo. Universidade de são Paulo, 2011. Disponível em https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2139/tde-02052012-152859/publico/Guilherme_Roman_Borges_DO.pdf Acesso em: 16/3/2019.

GAGARIN, Michael. The organization of the Gortyn law code. Periódico GRBS, disponível em https://grbs.library.duke.edu/article/viewFile/6271/5147 Acesso em: 16/3/2019.

CUCHE, Violaine Sabilotte. Cidadãos e cidadãs na cidade grega clássica. Onde atua o gênero? Revista Tempo, Vol. 21 n. 38. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/tem/v21n38/1413-7704-tem-21-38-00281.pdf Acesso em: 16/3/2019.

LESSA, Fábio de Souza. Diker. cidadania e mulher na pólis. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em http://phoinix.historia.ufrj.br/media/uploads/artigos/6-_Dike_cidadania_e_mulher_na_polis_-_Fabio_de_Souza_Lessa.pdf Acesso em: 16/3/2019.

COSTA, Eder Dion de Paula. Povo e cidadania no Estado democrático de direito. UFPR. Disponível em http://egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/32786-40548-1-PB.pdf Acesso em: 16/3/2019.

Página da Universidade de Cornell sobre o Código de Gortina. disponível em https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019.

Transcrição do Código de Gortina. Universidade de Fordham. Disponível em https://sourcebooks.fordham.edu/ancient/450-gortyn.asp Acesso em: 16/3/2019.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF06HI12, “Associar o conceito de cidadania a dinâmicas de inclusão e exclusão na Grécia e Roma antigas”, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Caderno, lápis, caneta, borracha, dicionário, uma tira de papel por aluno (de folha sulfite, com cerca de 15 centímetros de altura e com a largura da folha). Material complementar impresso para cada trio ou projetor multimídia.

Material complementar:

Arqueólogo analisando o Código de Gortina no fim do século XIX.

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/D4NN984bKjwUzBe27USHRM4WNgqrAWxuswMYqvBndtGNpn7WQxGUvqVhFpEu/his6-12und02-arqueologo-analisando-o-codigo-de-gortina-no-final-do-seculo-xix.pdf

Código de Gortina

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/yEnVuga8TZtAJxgkhKubFVfbnSPrcfxD7puwUybHBQaKpgSrx5QBsxTCpMRv/his6-12und02-codigo-de-gortina.pdf

Artigos do Código de Gortina

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qHseS375BhBTRDzjuERKUde9RQQ5ErdqEpHWUsYP6G7u8wFqxWEnumUGYksF/his6-12und02-artigos-do-codigo-de-gortina.pdf

Tabela - População de Atenas no período Clássico

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/whb65Sjfd4u2qAszJCUUytHGtbDG8xUkD7XBxbgT26g825CEuvy7fBq3hmYf/his6-12und02-tabela-populacao-de-atenas-no-periodo-classico.pdf

Manchetes fictícias sobre Gortina

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/eZ56EDJxHq6C5dSNWwWvWN6kUK9HnuKJgRyv5xPznyP9raDUEKqyfxZ77QRr/his6-12und02-noticias-ficticias-sobre-a-antiga-gortina.pdf

Para você saber mais: Na História, a comunidade cidadã nunca foi igualitária nem harmônica, mas, ao contrário, sempre oscilou em meio a desigualdades sociais e disputas internas. Na Atenas Clássica a cidadania estava restrita a um pequeno grupo de cidadãos, oscilando entre 10% e 15% da população total. Na democracia ateniense do período clássico, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos, excluindo a maior parte da população dos direitos políticos plenos.

Borges, Guilherme Roman. O direito constitutivo. Universidade de São Paulo, 2011. Disponível em https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2139/tde-02052012-152859/publico/Guilherme_Roman_Borges_DO.pdf Acesso em: 16/3/2019.

GAGARIN, Michael. The organization of the Gortyn law code. Periódico GRBS, disponível em https://grbs.library.duke.edu/article/viewFile/6271/5147

Acesso em: 16/3/2019.

CUCHE, Violaine Sabilotte. Cidadãos e cidadãs na cidade grega clássica. Onde atua o gênero? Revista Tempo, Vol. 21 n. 38. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/tem/v21n38/1413-7704-tem-21-38-00281.pdf Acesso em: 16/3/2019.

LESSA, Fábio de Souza. Diker. cidadania e mulher na pólis. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em http://phoinix.historia.ufrj.br/media/uploads/artigos/6-_Dike_cidadania_e_mulher_na_polis_-_Fabio_de_Souza_Lessa.pdf Acesso em: 16/3/2019.

COSTA, Eder Dion de Paula. Povo e cidadania no Estado democrático de direito. UFPR. Disponível em http://egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/32786-40548-1-PB.pdf Acesso em: 16/3/2019.

Página da Universidade de Cornell sobre o Código de Gortina. disponível em https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019.

Transcrição do Código de Gortina. Universidade de Fordham. Disponível em https://sourcebooks.fordham.edu/ancient/450-gortyn.asp Acesso em: 16/3/2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo da aula para a turma. É muito importante começar com a apresentação do objetivo para que os estudantes entendam o que farão e compreendam onde se quer chegar ao fim da aula. Contudo, tome cuidado para, ao fazer isso, não antecipar respostas desde o começo. É necessário sempre garantir que os alunos construam o raciocínio por conta própria.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos.

Orientações: Organize a sala em trios. Tente deixar no mesmo trio alunos que possam se apoiar mutuamente para a realização da atividade. Assegure que cada trio possui, no mínimo, um dicionário. Em seguida, projete ou escreva no quadro as palavras “cidade, cidadão e cidadania. Peça para os estudantes usarem o dicionário e discutirem em seus grupos o significado das três palavras. Solicite que cada estudante faça, em seu caderno, o registro do significado destas palavras.

Para o Dicionário Online de Português, o termo cidade significa ”Povoação de maior amplitude e importância” e “Conjunto dos habitantes, do poder administrativo e do governo da cidade”, disponível em https://www.dicio.com.br/cidade/ Acesso em: 16/3/2019; a palavra cidadão, segundo o mesmo dicionário, significa “Indivíduo que, por ser membro de um Estado, tem seus direitos civis e políticos garantidos, tendo de respeitar os deveres que lhe são conferidos”, disponível em https://www.dicio.com.br/cidadao/ Acesso em: 16/3/2019; e a palavra cidadania, ainda segundo Dicionário Online de Português, “Condição de quem possui direitos civis, políticos e sociais, que garante a participação na vida política”, disponível em https://www.dicio.com.br/cidadania/ Acesso em: 16/3/2019. Durante a execução da atividade, passe pelos grupos auxiliando-os. Indique quais são as definições mais pertinentes.

Quando todos os trios terminarem a atividade, solicite que dois grupos, voluntariamente, exponham às discussões que fizeram em seus grupos para os demais alunos.

Para você saber mais: Na História, a comunidade cidadã nunca foi igualitária nem harmônica, mas, ao contrário, sempre oscilou em meio a desigualdades sociais e disputas internas. Na Atenas clássica a cidadania estava restrita a um pequeno grupo de cidadãos, oscilando entre 10% e 15% da população total. Na democracia ateniense do período clássico, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos, excluindo a maior parte da população dos direitos políticos plenos.

Borges, Guilherme Roman. O direito constitutivo. Universidade de são Paulo, 2011. Disponível em https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2139/tde-02052012-152859/publico/Guilherme_Roman_Borges_DO.pdf Acesso em: 16/3/2019.

GAGARIN, Michael. The organization of the Gortyn law code. Periódico GRBS, disponível em https://grbs.library.duke.edu/article/viewFile/6271/5147 Acesso em: 16/3/2019.

CUCHE, Violaine Sabilotte. Cidadãos e cidadãs na cidade grega clássica. Onde atua o gênero? Revista Tempo, Vol. 21 n. 38. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/tem/v21n38/1413-7704-tem-21-38-00281.pdf Acesso em: 16/3/2019.

LESSA, Fábio de Souza. Diker. cidadania e mulher na pólis. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em http://phoinix.historia.ufrj.br/media/uploads/artigos/6-_Dike_cidadania_e_mulher_na_polis_-_Fabio_de_Souza_Lessa.pdf Acesso em: 16/3/2019.

COSTA, Eder Dion de Paula. Povo e cidadania no Estado democrático de direito. UFPR. Disponível em http://egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/32786-40548-1-PB.pdf Acesso em: 16/3/2019.

Página da Universidade de Cornell sobre o Código de Gortina. disponível em https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019.

Transcrição do Código de Gortina. Universidade de Fordham. Disponível em https://sourcebooks.fordham.edu/ancient/450-gortyn.asp Acesso em: 16/3/2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações: Entregue a imagem do arqueólogo analisando o Código de Gortina no fiml do século XIX, disponível em https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/a/af/Federico_Halbherr_Gortyn.jpg Acesso em: 16/3/2019; o texto “Código de Gortina”, Fonte: Biblioteca Digital da Universidade de Cornell https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019; o texto “Artigos do Código de Gortina”; a tabela da população ateniense no período Clássico, disponível em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qHseS375BhBTRDzjuERKUde9RQQ5ErdqEpHWUsYP6G7u8wFqxWEnumUGYksF/his6-12und02-artigos-do-codigo-de-gortina.pdf e passe no quadro as questões do slide 7 ou entregue-as impressas aos trios.

É esperado que os estudantes identifiquem que o Código de Gortina é “Uma extensa inscrição em pedra do século V a.C. registrando várias leis civis da cidade de Gortina, em Creta” e que foi escrita no século V a.C. O Código de Gortina não era igualitário, ele distinguia pessoas livres de escravas e homens

de mulheres, por exemplo. Poucas pessoas, na Grécia clássica, tinham a cidadania garantida. A maior parte da população, como mulheres, escravos e estrangeiros, não eram considerados cidadãos, sendo excluídos das decisões políticas das cidades.

Quando todos os trios terminarem às discussões e os registros, solicite que dois trios, voluntariamente, leiam suas respostas para os demais estudantes da turma.

Para você saber mais: Na História, a comunidade cidadã nunca foi igualitária nem harmônica, mas, ao contrário, sempre oscilou em meio a desigualdades sociais e disputas internas. Na Atenas clássica a cidadania estava restrita a um pequeno grupo de cidadãos, oscilando entre 10% e 15% da população total. Na democracia ateniense do período clássico, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos, excluindo a maior parte da população dos direitos políticos plenos.

Borges, Guilherme Roman. O direito constitutivo. Universidade de são Paulo, 2011. Disponível em https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2139/tde-02052012-152859/publico/Guilherme_Roman_Borges_DO.pdf Acesso em: 16/3/2019.

GAGARIN, Michael. The organization of the Gortyn law code. Periódico GRBS, disponível em https://grbs.library.duke.edu/article/viewFile/6271/5147

Acesso em 16/3/2019.

CUCHE, Violaine Sabilotte. Cidadãos e cidadãs na cidade grega clássica. Onde atua o gênero? Revista Tempo, Vol. 21 n. 38. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/tem/v21n38/1413-7704-tem-21-38-00281.pdf Acesso em: 16/3/2019.

LESSA, Fábio de Souza. Diker. cidadania e mulher na pólis. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em http://phoinix.historia.ufrj.br/media/uploads/artigos/6-_Dike_cidadania_e_mulher_na_polis_-_Fabio_de_Souza_Lessa.pdf Acesso em: 16/3/2019.

COSTA, Eder Dion de Paula. Povo e cidadania no Estado democrático de direito. UFPR. Disponível em http://egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/32786-40548-1-PB.pdf Acesso em: 16/3/2019.

Página da Universidade de Cornell sobre o Código de Gortina. disponível em https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019.

Transcrição do Código de Gortina. Universidade de Fordham. Disponível em https://sourcebooks.fordham.edu/ancient/450-gortyn.asp Acesso em: 16/3/2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Entregue a imagem do arqueólogo analisando o Cóidog de Gortina no fim do século XIX, disponível em https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/a/af/Federico_Halbherr_Gortyn.jpg Acesso em: 16/3/2019; o texto “Código de Gortina”, Fonte: Biblioteca Digital da Universidade de Cornell https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019; o texto “Artigos do Código de Gortina”; a tabela da população ateniense no período Clássico, disponível em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qHseS375BhBTRDzjuERKUde9RQQ5ErdqEpHWUsYP6G7u8wFqxWEnumUGYksF/his6-12und02-artigos-do-codigo-de-gortina.pdf e passe no quadro as questões do slide 7
ou entregue-as impressas aos trios.

É esperado que os estudantes identifiquem que o Código de Gortina é “Uma extensa inscrição em pedra do século V a.C. registrando várias leis civis da cidade de Gortina, em Creta” e que foi escrita no século V a.C. O Código de Gortina não era igualitário, ele distinguia pessoas livres de escravas e homens de mulheres, por exemplo. Poucas pessoas, na Grécia clássica, tinham a cidadania garantida. A maior parte da população, como mulheres, escravos e estrangeiros, não eram considerados cidadãos, sendo excluídos das decisões políticas das cidades.

Quando todos os trios terminarem às discussões e os registros, solicite que dois trios, voluntariamente, leiam suas respostas para os demais estudantes da turma.

Para você saber mais: Na História, a comunidade cidadã nunca foi igualitária nem harmônica, mas, ao contrário, sempre oscilou em meio a desigualdades sociais e disputas internas. Na Atenas clássica a cidadania estava restrita a um pequeno grupo de cidadãos, oscilando entre 10% e 15% da população total. Na democracia ateniense do período clássico, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos, excluindo a maior parte da população dos direitos políticos plenos.

Borges, Guilherme Roman. O direito constitutivo. Universidade de são Paulo, 2011. Disponível em https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2139/tde-02052012-152859/publico/Guilherme_Roman_Borges_DO.pdf Acesso em: 16/3/2019.

GAGARIN, Michael. The organization of the Gortyn law code. Periódico GRBS, disponível em https://grbs.library.duke.edu/article/viewFile/6271/5147 Acesso em: 16/3/2019.

CUCHE, Violaine Sabilotte. Cidadãos e cidadãs na cidade grega clássica. Onde atua o gênero? Revista Tempo, Vol. 21 n. 38. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/tem/v21n38/1413-7704-tem-21-38-00281.pdf Acesso em: 16/3/2019.

LESSA, Fábio de Souza. Diker. cidadania e mulher na pólis. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em http://phoinix.historia.ufrj.br/media/uploads/artigos/6-_Dike_cidadania_e_mulher_na_polis_-_Fabio_de_Souza_Lessa.pdf Acesso em: 16/3/2019.

COSTA, Eder Dion de Paula. Povo e cidadania no Estado democrático de direito. UFPR. Disponível em http://egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/32786-40548-1-PB.pdf Acesso em: 16/3/2019.

Página da Universidade de Cornell sobre o Código de Gortina. disponível em https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019.

Transcrição do Código de Gortina. Universidade de Fordham. Disponível em https://sourcebooks.fordham.edu/ancient/450-gortyn.asp Acesso em: 16/3/2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Entregue a imagem do arqueólogo analisando o Código de Gortina no final do século XIX, disponível em https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/a/af/Federico_Halbherr_Gortyn.jpg Acesso em: 16/3/2019; o texto “Código de Gortina”, Fonte: Biblioteca Digital da Universidade de Cornell https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019; o texto “Artigos do Código de Gortina”; a tabela da população ateniense no período Clássico, disponível em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qHseS375BhBTRDzjuERKUde9RQQ5ErdqEpHWUsYP6G7u8wFqxWEnumUGYksF/his6-12und02-artigos-do-codigo-de-gortina.pdf e passe no quadro as questões do slide 7 ou entregue-as impressas aos trios.

É esperado que os estudantes identifiquem que o Código de Gortina é “Uma extensa inscrição em pedra do século V a.C. registrando várias leis civis da cidade de Gortina, em Creta” e que foi escrita no século V a.C. O Código de Gortina não era igualitário, ele distinguia pessoas livres de escravas e homens
de mulheres, por exemplo. Poucas pessoas, na Grécia clássica, tinham a cidadania garantida. A maior parte da população, como mulheres, escravos e estrangeiros, não eram considerados cidadãos, sendo excluídos das decisões políticas das cidades.

Quando todos os trios terminarem às discussões e os registros, solicite que dois trios, voluntariamente, leiam suas respostas para os demais estudantes da turma.

Para você saber mais: Na História, a comunidade cidadã nunca foi igualitária nem harmônica, mas, ao contrário, sempre oscilou em meio a desigualdades sociais e disputas internas. Na Atenas clássica a cidadania estava restrita a um pequeno grupo de cidadãos, oscilando entre 10% e 15% da população total. Na democracia ateniense do período clássico, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos, excluindo a maior parte da população dos direitos políticos plenos.

Borges, Guilherme Roman. O direito constitutivo. Universidade de são Paulo, 2011. Disponível em https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2139/tde-02052012-152859/publico/Guilherme_Roman_Borges_DO.pdf Acesso em: 16/3/2019.

GAGARIN, Michael. The organization of the Gortyn law code. Periódico GRBS, disponível em https://grbs.library.duke.edu/article/viewFile/6271/5147 Acesso em: 16/3/2019.

CUCHE, Violaine Sabilotte. Cidadãos e cidadãs na cidade grega clássica. Onde atua o gênero? Revista Tempo, Vol. 21 n. 38. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/tem/v21n38/1413-7704-tem-21-38-00281.pdf Acesso em: 16/3/2019.

LESSA, Fábio de Souza. Diker. cidadania e mulher na pólis. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em http://phoinix.historia.ufrj.br/media/uploads/artigos/6-_Dike_cidadania_e_mulher_na_polis_-_Fabio_de_Souza_Lessa.pdf Acesso em: 16/3/2019.

COSTA, Eder Dion de Paula. Povo e cidadania no Estado democrático de direito. UFPR. Disponível em http://egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/32786-40548-1-PB.pdf Acesso em: 16/3/2019.

Página da Universidade de Cornell sobre o Código de Gortina. disponível em https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019.

Transcrição do Código de Gortina. Universidade de Fordham. Disponível em https://sourcebooks.fordham.edu/ancient/450-gortyn.asp Acesso em: 16/3/2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Entregue a imagem do arqueólogo analisando o Código de Gortina no fim do século XIX, disponível em https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/a/af/Federico_Halbherr_Gortyn.jpg Acesso em: 16/3/2019; o texto “Código de Gortina”, Fonte: Biblioteca Digital da Universidade de Cornell https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019; o texto “Artigos do Código de Gortina”; a tabela da população ateniense no período Clássico, disponível em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qHseS375BhBTRDzjuERKUde9RQQ5ErdqEpHWUsYP6G7u8wFqxWEnumUGYksF/his6-12und02-artigos-do-codigo-de-gortina.pdf e passe no quadro as questões do slide 7 ou entregue-as impressas aos trios.

É esperado que os estudantes identifiquem que o Código de Gortina é “Uma extensa inscrição em pedra do século V a.C. registrando várias leis civis da cidade de Gortina, em Creta” e que foi escrita no século V a.C. O Código de Gortina não era igualitário, ele distinguia pessoas livres de escravas e homens
de mulheres, por exemplo. Poucas pessoas, na Grécia clássica, tinham a cidadania garantida. A maior parte da população, como mulheres, escravos e estrangeiros, não eram considerados cidadãos, sendo excluídos das decisões políticas das cidades.

Quando todos os trios terminarem às discussões e os registros, solicite que dois trios, voluntariamente, leiam suas respostas para os demais estudantes da turma.

Para você saber mais: Na História, a comunidade cidadã nunca foi igualitária nem harmônica, mas, ao contrário, sempre oscilou em meio a desigualdades sociais e disputas internas. Na Atenas clássica a cidadania estava restrita a um pequeno grupo de cidadãos, oscilando entre 10% e 15% da população total. Na democracia ateniense do período clássico, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos, excluindo a maior parte da população dos direitos políticos plenos.

Borges, Guilherme Roman. O direito constitutivo. Universidade de são Paulo, 2011. Disponível em https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2139/tde-02052012-152859/publico/Guilherme_Roman_Borges_DO.pdf Acesso em: 16/3/2019.

GAGARIN, Michael. The organization of the Gortyn law code. Periódico GRBS, disponível em https://grbs.library.duke.edu/article/viewFile/6271/5147 Acesso em: 16/3/2019.

CUCHE, Violaine Sabilotte. Cidadãos e cidadãs na cidade grega clássica. Onde atua o gênero? Revista Tempo, Vol. 21 n. 38. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/tem/v21n38/1413-7704-tem-21-38-00281.pdf Acesso em: 16/3/2019.

LESSA, Fábio de Souza. Diker. cidadania e mulher na pólis. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em http://phoinix.historia.ufrj.br/media/uploads/artigos/6-_Dike_cidadania_e_mulher_na_polis_-_Fabio_de_Souza_Lessa.pdf Acesso em: 16/3/2019.

COSTA, Eder Dion de Paula. Povo e cidadania no Estado democrático de direito. UFPR. Disponível em http://egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/32786-40548-1-PB.pdf Acesso em: 16/3/2019.

Página da Universidade de Cornell sobre o Código de Gortina. disponível em https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019.

Transcrição do Código de Gortina. Universidade de Fordham. Disponível em https://sourcebooks.fordham.edu/ancient/450-gortyn.asp Acesso em: 16/3/2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Entregue a imagem do arqueólogo analisando o Código de Gortina no fim do século XIX, disponível em https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/a/af/Federico_Halbherr_Gortyn.jpg Acesso em: 16/3/2019; o texto “Código de Gortina”, Fonte: Biblioteca Digital da Universidade de Cornell https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019; o texto “Artigos do Código de Gortina”; a tabela da população ateniense no período Clássico, disponível em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qHseS375BhBTRDzjuERKUde9RQQ5ErdqEpHWUsYP6G7u8wFqxWEnumUGYksF/his6-12und02-artigos-do-codigo-de-gortina.pdf e passe no quadro as questões do slide 7 ou entregue-as impressas aos trios.

É esperado que os estudantes identifiquem que o Código de Gortina é “Uma extensa inscrição em pedra do século V a.C. registrando várias leis civis da cidade de Gortina, em Creta” e que foi escrita no século V a.C. O Código de Gortina não era igualitário, ele distinguia pessoas livres de escravas e homens
de mulheres, por exemplo. Poucas pessoas, na Grécia clássica, tinham a cidadania garantida. A maior parte da população, como mulheres, escravos e estrangeiros, não eram considerados cidadãos, sendo excluídos das decisões políticas das cidades.

Quando todos os trios terminarem as discussões e os registros, solicite que dois trios, voluntariamente, leiam suas respostas para os demais estudantes da turma.

Para você saber mais: Na História, a comunidade cidadã nunca foi igualitária nem harmônica, mas, ao contrário, sempre oscilou em meio a desigualdades sociais e disputas internas. Na Atenas clássica a cidadania estava restrita a um pequeno grupo de cidadãos, oscilando entre 10% e 15% da população total. Na democracia ateniense do período clássico, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos, excluindo a maior parte da população dos direitos políticos plenos.

Borges, Guilherme Roman. O direito constitutivo. Universidade de são Paulo, 2011. Disponível em https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2139/tde-02052012-152859/publico/Guilherme_Roman_Borges_DO.pdf Acesso em: 16/3/2019.

GAGARIN, Michael. The organization of the Gortyn law code. Periódico GRBS, disponível em https://grbs.library.duke.edu/article/viewFile/6271/5147 Acesso em: 16/3/2019.

CUCHE, Violaine Sabilotte. Cidadãos e cidadãs na cidade grega clássica. Onde atua o gênero? Revista Tempo, Vol. 21 n. 38. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/tem/v21n38/1413-7704-tem-21-38-00281.pdf Acesso em: 16/3/2019.

LESSA, Fábio de Souza. Diker. cidadania e mulher na pólis. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em http://phoinix.historia.ufrj.br/media/uploads/artigos/6-_Dike_cidadania_e_mulher_na_polis_-_Fabio_de_Souza_Lessa.pdf Acesso em: 16/3/2019.

COSTA, Eder Dion de Paula. Povo e cidadania no Estado democrático de direito. UFPR. Disponível em http://egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/32786-40548-1-PB.pdf Acesso em: 16/3/2019.

Página da Universidade de Cornell sobre o Código de Gortina. disponível em https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019.

Transcrição do Código de Gortina. Universidade de Fordham. Disponível em https://sourcebooks.fordham.edu/ancient/450-gortyn.asp Acesso em: 16/3/2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Deixe os alunos em trios e entregue para cada trio as três notícias fictícias impressas ou escritas no quadro, disponível em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/eZ56EDJxHq6C5dSNWwWvWN6kUK9HnuKJgRyv5xPznyP9raDUEKqyfxZ77QRr/his6-12und02-noticias-ficticias-sobre-a-antiga-gortina.pdf Acesso em: 30/3/2019. Solicite que cada trio leia as três manchete fictícias e que apontem quais delas são verdadeiras e quais são fake news. Em seguida, peça para que cada aluno escreva em seu caderno como seu grupo chegou a conclusão sobre as três manchetes.

É esperado que os estudantes identifiquem que a primeira notícia é verdadeira. O Código de Gortina é um dos principais registros escritos de leis da antiga Grécia. Também é esperado que os estudantes identifiquem que as leis da antiga Gortina não favoreciam a igualdade, as pessoas era divididas em cidadão
e não cidadãos, como analisado nos documentos. A maior parte da população de Gortina era composta de mulheres, estrangeiros e escravos, estes grupos não eram considerados cidadãos.

Quando todos os grupos terminarem a atividade. Solicite que dois grupos, voluntariamente, apresentem para os demais alunos suas conclusões. Se algum grupo errar durante sua apresentação, solicite que os outros alunos participem da discussão.

Para você saber mais: Na História, a comunidade cidadã nunca foi igualitária nem harmônica, mas, ao contrário, sempre oscilou em meio a desigualdades sociais e disputas internas. Na Atenas Clássica a cidadania estava restrita a um pequeno grupo de cidadãos, oscilando entre 10% e 15% da população total. Na democracia ateniense do período clássico, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos, excluindo a maior parte da população dos direitos políticos plenos.

Borges, Guilherme Roman. O direito constitutivo. Universidade de são Paulo, 2011. Disponível em https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2139/tde-02052012-152859/publico/Guilherme_Roman_Borges_DO.pdf Acesso em: 16/3/2019.

GAGARIN, Michael. The organization of the Gortyn law code. Periódico GRBS, disponível em https://grbs.library.duke.edu/article/viewFile/6271/5147 Acesso em: 16/3/2019.

CUCHE, Violaine Sabilotte. Cidadãos e cidadãs na cidade grega clássica. Onde atua o gênero? Revista Tempo, Vol. 21 n. 38. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/tem/v21n38/1413-7704-tem-21-38-00281.pdf Acesso em: 16/3/2019.

LESSA, Fábio de Souza. Diker. cidadania e mulher na pólis. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em http://phoinix.historia.ufrj.br/media/uploads/artigos/6-_Dike_cidadania_e_mulher_na_polis_-_Fabio_de_Souza_Lessa.pdf Acesso em: 16/3/2019.

COSTA, Eder Dion de Paula. Povo e cidadania no Estado democrático de direito. UFPR. Disponível em http://egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/32786-40548-1-PB.pdf Acesso em: 16/3/2019.

Página da Universidade de Cornell sobre o Código de Gortina. disponível em https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019.

Transcrição do Código de Gortina. Universidade de Fordham. Disponível em https://sourcebooks.fordham.edu/ancient/450-gortyn.asp Acesso em: 16/3/2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Deixe os alunos em trios e entregue para cada trio as três notícias fictícias impressas ou escritas no quadro, disponível em https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/eZ56EDJxHq6C5dSNWwWvWN6kUK9HnuKJgRyv5xPznyP9raDUEKqyfxZ77QRr/his6-12und02-noticias-ficticias-sobre-a-antiga-gortina.pdf Acesso em: 30/3/2019. Solicite que cada trio leia as três manchete fictícias e que apontem quais delas são verdadeiras e quais são fake news. Em seguida, peça para que cada aluno escreva em seu caderno como seu grupo chegou a conclusão sobre as três manchetes.

É esperado que os estudantes identifiquem que a primeira notícia é verdadeira. O Código de Gortina é um dos principais registros escritos de leis da antiga Grécia. Também é esperado que os estudantes identifiquem que as leis da antiga Gortina não favoreciam a igualdade, as pessoas era divididas em cidadão
e não cidadãos, como analisado nos documentos. A maior parte da população de Gortina era composta de mulheres, estrangeiros e escravos, estes grupos não eram considerados cidadãos.

Quando todos os grupos terminarem a atividade. Solicite que dois grupos, voluntariamente, apresentem para os demais alunos suas conclusões. Se algum grupo errar durante sua apresentação, solicite que os outros alunos participem da discussão.

Para você saber mais: Na História, a comunidade cidadã nunca foi igualitária nem harmônica, mas, ao contrário, sempre oscilou em meio a desigualdades sociais e disputas internas. Na Atenas clássica a cidadania estava restrita a um pequeno grupo de cidadãos, oscilando entre 10% e 15% da população total. Na democracia ateniense do período clássico, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos, excluindo a maior parte da população dos direitos políticos plenos.

Borges, Guilherme Roman. O direito constitutivo. Universidade de são Paulo, 2011. Disponível em https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2139/tde-02052012-152859/publico/Guilherme_Roman_Borges_DO.pdf Acesso em: 16/3/2019.

GAGARIN, Michael. The organization of the Gortyn law code. Periódico GRBS, disponível em https://grbs.library.duke.edu/article/viewFile/6271/5147 Acesso em: 16/3/2019.

CUCHE, Violaine Sabilotte. Cidadãos e cidadãs na cidade grega clássica. Onde atua o gênero? Revista Tempo, Vol. 21 n. 38. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/tem/v21n38/1413-7704-tem-21-38-00281.pdf Acesso em: 16/3/2019.

LESSA, Fábio de Souza. Diker. cidadania e mulher na pólis. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em http://phoinix.historia.ufrj.br/media/uploads/artigos/6-_Dike_cidadania_e_mulher_na_polis_-_Fabio_de_Souza_Lessa.pdf Acesso em: 16/3/2019.

COSTA, Eder Dion de Paula. Povo e cidadania no Estado democrático de direito. UFPR. Disponível em http://egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/32786-40548-1-PB.pdf Acesso em: 16/3/2019.

Página da Universidade de Cornell sobre o Código de Gortina. disponível em https://digital.library.cornell.edu/catalog/ss:8294784 Acesso em: 16/3/2019.

Transcrição do Código de Gortina. Universidade de Fordham. Disponível em https://sourcebooks.fordham.edu/ancient/450-gortyn.asp Acesso em: 16/3/2019.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Lógicas de organização política do 6º ano :

MAIS AULAS DE História do 6º ano:

6º ano / História / História: tempo, espaço e formas de registros

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF06HI12 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano