17166
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 4º ano > Circulação de pessoas, produtos e culturas

Plano de aula - De volta ao lar: migrações de retorno dos nordestinos

Plano de aula de História com atividades para 4º ano do EF sobre De volta ao lar: migrações de retorno dos nordestinos

Plano 06 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Fernanda Nicolau Nogueira Barbosa Nunes

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos . Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF04HI10 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Projetor digital, material impresso, quadro e marcador para quadro.

Material complementar:

Problematização material para os grupos: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/w8CgBDZ6vg8KfD57WXJ8uzyXxRtUpNHBGKKGRpUGyG99zvupuWEKh76ZWsMz/his4-10und06-problematizacao-texto-grupos.pdf

Problematização Imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/zn7gMSmK5j77wVC6uwEP9aFzdMFkJkbtneQnP6tbfg6cukrmHy8uSUn9Pqwy/his4-10und06-problematizacao-imagens.pdf

Sistematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/cV4nV4kdpr9BQRxXHECRPhS5GbXYf2cpnmCTvAdRyCg7ZZXkZnSz2jc4TK4K/his4-10und06-sistematizacao-imagem.pdf

Para você saber mais:

Sobre a migração de retorno dos nordestinos:

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

Sobre o livro O Quinze: http://www.estudioshistoricos.org/edicion_3/araujo-martins.pdf Acesso em 13/04/2019.

Sobre Rachel de Queiróz e a Academia Brasileira de Letras: http://www.academia.org.br/academicos/rachel-de-queiroz/biografia Acesso em 13 de Abril de 2019.

Uma reportagem de 2012, conta que o Nordeste estava revivendo um momento de intensificação do fluxo migratório por causa de nova seca: https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/05/16/com-maior-seca-em-decadas-nordeste-revive-era-de-exodo-e-fuga-do-campo.htm Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Sobre as causas da migração dos nordestinos para outras regiões, sobre a migração de retorno e sobre as políticas públicas de investimento no Nordeste, seguem os links:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-88392005000400009 Acesso em 05/04/2019.

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Para você saber mais:

Neste link, várias obras de cordel estão disponíveis para download.

http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/ResultadoPesquisaObraForm.do?first=50&skip=0&ds_titulo=&co_autor=&no_autor=&co_categoria=35&pagina=1&select_action=Submit&co_midia=2&co_obra=&co_idioma=&colunaOrdenar=null&ordem=null Acesso em 05/04/2019.

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações:

Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo da aula para os alunos e depois medeie uma conversa sobre o mesmo:

  • Que assunto vamos tratar nesta aula?
  • Que são fluxos migratórios?
  • O que é migração de retorno?
  • O objetivo fala do fluxo migratório de que pessoas?
  • O fluxo migratório dos nordestinos diminuiu para que região do Brasil? E aumentou para que região do Brasil? (Caso os alunos não conheçam as regiões geoeconômicas, explique para os alunos que a mesma é uma proposta de divisão do Brasil em regiões por características econômicas em comum, e assim a Amazônia compreende toda a região Norte, mais o Estado do Mato Grosso e a parte Oeste do Maranhão. Já a região Centro-Sul compreende aos estados das regiões Sul e Sudeste (exceto o extremo norte de Minas Gerais), ao estado de Goiás, Mato Grosso do Sul, extremo sul do Mato Grosso e extremo sul do Tocantins. Por sua vez, a região Nordeste abrange todos os Estados Nordestinos, iniciando pela porção Leste do Maranhão e se estendendo até Minas Gerais.

Essa visão por características geoeconômicas facilita a visão dos alunos, no sentido de perceberem que a migração para o Centro-Sul explica-se pelo fato de ser a região com maior desenvolvimento econômico.

Para você saber mais:

Sobre as regiões Geoeconômicas: Amazônia, Nordeste e Centro Sul:

https://brasilescola.uol.com.br/brasil/as-regioes-geoeconomicas-brasil.htm Acesso em 13 de Abril de 2019.

Sobre os fluxos migratórios no Brasil:

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

Acervo de literatura de cordel:

http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/ResultadoPesquisaObraForm.do?first=50&skip=0&ds_titulo=&co_autor=&no_autor=&co_categoria=35&pagina=1&select_action=Submit&co_midia=2&co_obra=&co_idioma=&colunaOrdenar=null&ordem=null Acesso em 05/04/2019.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos.

Orientações:

Organize a sala em 3 grupos. Projete o vídeo de Bráulio Bessa no TEDx Fortaleza, disponível em https://www.youtube.com/watch?v=jl88rYfvR6A (Acesso em 04/04/2019), do início aos 2:10 minutos.

Orgulho de ser

Sou o gibão do vaqueiro, sou cuscuz, sou rapadura,

Sou vida difícil e dura,

Sou nordeste brasileiro.

Sou cantador violeiro, sou alegria ao chover,

Sou doutor sem saber ler, sou rico sem ser granfino.

Quanto mais sou nordestino, mais tenho orgulho de ser!

Da minha cabeça chata, do meu sotaque arrastado,

Do nosso solo rachado, dessa gente maltratada,

Quase sempre injustiçada, acostumada a sofrer.

Mas mesmo nesse padecer, eu sou feliz desde menino,

Quanto mais sou nordestino, mais orgulho tenho de ser!

Terra de cultura viva, Chico Anísio, Gonzagão, de Renato Aragão,

Ariano e Patativa. Gente boa, criativa!

Isso só me dá prazer!

E hoje mais uma vez eu quero dizer:

Muito obrigado ao destino, quanto mais sou nordestino,

Mais tenho orgulho de ser!

Medeie uma conversa sobre o poema:

  • Todos sabem o que é TEDx? (Explique que o TED é uma organização sem fins lucrativos, dedicada ao lema: ideias que merecem ser compartilhadas e que realiza eventos TEDx onde muitas apresentações são feitas e debatem temas como xenofobia, racismo, desigualdade social. O TEDx foi realizado em Fortaleza em 2016).
  • Todos sabem o que é um cordel? (Caso os alunos não saibam, explique que se trata de literatura tradicional nordestina, com versos que rimam e que é uma expressão belíssima da oralidade regional. O nome cordel vem de corda fina, pois os livretos com a literatura de cordel são feitos com ilustrações em xilografia e expostos à venda pendurados em cordões).
  • De que fala esse poema de cordel? (Chame a atenção dos alunos para o sotaque, para as expressões que são usadas em ataques xenofóbicos: sem saber ler, cabeça chata, solo rachado…)
  • O que o autor quer dizer com “gente injustiçada, acostumada a sofrer”? Que relação tem essa frase com a seca nordestina e com a xenofobia? (Caso os alunos não saibam, conte que a região nordestina sofre com a aridez e relacione o termo “injustiçada” com a xenofobia).
  • Que relação esse cordel tem com o processo migratório que vamos estudar?
  • Vocês conhecem esse autor? (Conte que é um autor contemporâneo que tem encantado o Brasil com seus poemas e seu amor pelo Nordeste).
  • Expressem os sentimentos do autor presentes no cordel.
  • Conhecem os artistas citados no cordel?
  • Que outras riquezas do Nordeste podemos citar?

Como adequar à sua realidade: Na região Nordeste, de maneira mais especial, a literatura de cordel está presente em muitas casas. Caso algum aluno tenha algum poeta na família que pudesse recitar um cordel que retratasse o amor pelo Nordeste seria muito importante convidá-lo para contextualizar a aula com o poema por ele trazido.

Para você saber mais:

Sobre o TEDx: https://www.ted.com/#/ Acesso em 05 de Abril de 2019.

Sobre Bralio Bessa: https://www.brauliobessa.com/ Acesso em 05 de Abril de 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Projete a imagem para os alunos. Medeie uma conversa sobre a mesma com eles:

  • Observem as setas que partem da região nordeste. Para que outras regiões migram os nordestinos?
  • Para qual região o fluxo é maior? Por quê? (Explique sobre o desenvolvimento da região sudeste. Fale das indústrias, das oportunidades de emprego, busca de melhores condições de vida).
  • As setas estão somente indicando a saída do Nordeste?
  • De que regiões estão retornando os nordestinos?
  • Esse processo de migrar de volta para a origem é chamado de Migração de retorno.
  • Alguém pode explicar por que os nordestinos migram para outras regiões? E por que retornam?
  • Projete a imagem da notícia do Estado de São Paulo para os alunos.
  • De quando é a notícia? De que fala a notícia?
  • Em que trecho podemos perceber que a seca de 1915 foi muito pior que em outros anos?
  • Que relação a notícia tem com a agricultura no nordeste?
  • Quais são os efeitos dolorosos da seca?
  • O que quer dizer o termo “milhares de desgraçados”? (Se refere à perda de tudo, de bens, de trabalho, de saúde, dos rebanhos, de tudo, ou seja daquilo que muitos consideram uma graça, uma dádiva divina).
  • Como podemos observar, a seca no nordeste não é um problema novo. O primeiro registro histórico da seca foi em 1583, quando o Brasil ainda era colônia de Portugal. Que relação essa notícia tem com o fluxo migratório dos nordestinos para outras regiões?

Projete o slide com a foto de Rachel de Queiróz para os alunos.

  • Quem conhece a pessoa retratada na foto? (Complemente as informações dos alunos, dizendo que Rachel era escritora nordestina, nascida no Ceará em 1910, falecida em 2003, e que seus livros retrataram de maneira singular o Nordeste. Conte também que foi a primeira escritora Nordestina a fazer parte da Academia Brasileira de Letras). Em seguida projete os slides com um trecho do livro O Quinze e converse com os alunos a respeito:
  • Este é um trecho do livro O Quinze de Rachel de Queiroz. Que relação ele pode ter com a nossa aula?
  • O Quinze retrata, em um romance da autora, que em 2015 estava na 98ª Edição, a saga de uma família de retirantes nordestinos, a família de Chico Bento, que é a saga de todas as famílias imigrantes, que encontram no deslocamento para o Sul, fugindo da seca de 1915, sendo esta a única saída para a situação de miséria em que viviam no sertão nordestino. O romance retrata a dor da perda de um filho que morreu envenenado por uma raiz de mandioca durante a migração e todo o sofrimento dos retirantes.
  • Vamos nos dividir para a leitura. Um menino, que lerá a fala do vaqueiro Chico Bento, o vaqueiro e chefe da família (aliás vocês sabiam que o personagem Chico Bento de Maurício de Souza foi inspirando nesse vaqueiro? ), uma menina que lerá as falas de Conceição e outra menina que lerá as falas de Cordulina, esposa de Chico Bento.
  • O que podemos concluir ao ler o texto? (Que tinham intenção de migrar para a Amazônia, provavelmente para trabalhar na extração da borracha e que decidiram ir para São Paulo).
  • Quais as vantagens de ir para São Paulo?
  • O que eles citam como problemas que a Amazônia tinha e que não eram encontrados em São Paulo?
  • Todos sabem o que é sezão? (Malária, doença tropical de febre intermitente).
  • Por que será que Rachel conta com exatidão o sofrimento dos nordestinos decorrente da seca e do sofrimento na migração? (Por que ela estava lá e viveu tudo isso).

Uma coisa importante é sabermos o tempo em que ocorreram e ocorrem esses fluxos migratórios. Alguém saberia responder se essa migração é constante? Foi mais intensa em algum período? Vamos estudar melhor isso?

Entregue uma cópia do material complementar para cada grupo.

Oriente os grupos a lerem o material. Cada grupo receberá uma cópia do mesmo texto e terá que debater as mesmas questões:

  • Você gostaria de deixar seu Estado de origem por falta de oportunidades de trabalho, ou por falta de condições dignas de vida?
  • Como se sentem os que migram e não encontram as condições esperadas, e ao contrário, muitas vezes sofrem preconceito?
  • Como podemos combater a xenofobia?
  • Por que então os nordestinos deixam o Nordeste?
  • Por que retornam?
  • O fluxo migratório é sempre igual ou há momentos mais intensos?
  • Por que as políticas públicas são tão importantes?

Retome com os alunos às questões, pedindo que um grupo responda uma questão e confronte suas hipóteses com os demais. Em seguida outro grupo apresenta a resposta da outra pergunta, os outros grupos confrontam as ideias até que todas as perguntas tenham sido discutidas por todos.

Livro O Quinze: QUEIROZ, R. de. O Quinze. 77ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2004.

Fontes das imagens:

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

https://acervo.estadao.com.br/noticias/acervo,ha-um-seculo-seca-no-nordeste,11158,0.htm Acesso em 06/04/2019.

Material complementar:

Problematização:

Material para os grupos: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/w8CgBDZ6vg8KfD57WXJ8uzyXxRtUpNHBGKKGRpUGyG99zvupuWEKh76ZWsMz/his4-10und06-problematizacao-texto-grupos.pdf

Imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/zn7gMSmK5j77wVC6uwEP9aFzdMFkJkbtneQnP6tbfg6cukrmHy8uSUn9Pqwy/his4-10und06-problematizacao-imagens.pdf

Para você saber mais:

Sobre a migração de retorno dos nordestinos:

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

Sobre o livro O Quinze: http://www.estudioshistoricos.org/edicion_3/araujo-martins.pdf Acesso em 13/04/2019.

Sobre Rachel de Queiróz e a Academia Brasileira de Letras: http://www.academia.org.br/academicos/rachel-de-queiroz/biografia Acesso em 13 de Abril de 2019.

Uma reportagem de 2012, conta que o Nordeste estava revivendo um momento de intensificação do fluxo migratório por causa de nova seca: https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/05/16/com-maior-seca-em-decadas-nordeste-revive-era-de-exodo-e-fuga-do-campo.htm Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Sobre as causas da migração dos nordestinos para outras regiões, sobre a migração de retorno e sobre as políticas públicas de investimento no Nordeste, seguem os links:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-88392005000400009 Acesso em 05/04/2019.

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Projete a imagem para os alunos. Medeie uma conversa sobre a mesma com eles:

  • Observem as setas que partem da região nordeste. Para que outras regiões migram os nordestinos?
  • Para qual região o fluxo é maior? Por quê? (Explique sobre o desenvolvimento da região sudeste. Fale das indústrias, das oportunidades de emprego, busca de melhores condições de vida).
  • As setas estão somente indicando a saída do Nordeste?
  • De que regiões estão retornando os nordestinos?
  • Esse processo de migrar de volta para a origem é chamado de Migração de retorno.
  • Alguém pode explicar por que os nordestinos migram para outras regiões? E por que retornam?
  • Projete a imagem da notícia do Estado de São Paulo para os alunos.
  • De quando é a notícia? De que fala a notícia?
  • Em que trecho podemos perceber que a seca de 1915 foi muito pior que em outros anos?
  • Que relação a notícia tem com a agricultura no nordeste?
  • Quais são os efeitos dolorosos da seca?
  • O que quer dizer o termo “milhares de desgraçados”? (Se refere à perda de tudo, de bens, de trabalho, de saúde, dos rebanhos, de tudo, ou seja daquilo que muitos consideram uma graça, uma dádiva divina).
  • Como podemos observar, a seca no nordeste não é um problema novo. O primeiro registro histórico da seca foi em 1583, quando o Brasil ainda era colônia de Portugal. Que relação essa notícia tem com o fluxo migratório dos nordestinos para outras regiões?

Projete o slide com a foto de Rachel de Queiróz para os alunos.

  • Quem conhece a pessoa retratada na foto? (Complemente as informações dos alunos, dizendo que Rachel era escritora nordestina, nascida no Ceará em 1910, falecida em 2003, e que seus livros retrataram de maneira singular o Nordeste. Conte também que foi a primeira escritora Nordestina a fazer parte da Academia Brasileira de Letras). Em seguida projete os slides com um trecho do livro O Quinze e converse com os alunos a respeito:
  • Este é um trecho do livro O Quinze de Rachel de Queiroz. Que relação ele pode ter com a nossa aula?
  • O Quinze retrata, em um romance da autora, que em 2015 estava na 98ª Edição, a saga de uma família de retirantes nordestinos, a família de Chico Bento, que é a saga de todas as famílias imigrantes, que encontram no deslocamento para o Sul, fugindo da seca de 1915, sendo esta a única saída para a situação de miséria em que viviam no sertão nordestino. O romance retrata a dor da perda de um filho que morreu envenenado por uma raiz de mandioca durante a migração e todo o sofrimento dos retirantes.
  • Vamos nos dividir para a leitura. Um menino, que lerá a fala do vaqueiro Chico Bento, o vaqueiro e chefe da família (aliás vocês sabiam que o personagem Chico Bento de Maurício de Souza foi inspirando nesse vaqueiro? ), uma menina que lerá as falas de Conceição e outra menina que lerá as falas de Cordulina, esposa de Chico Bento.
  • O que podemos concluir ao ler o texto? (Que tinham intenção de migrar para a Amazônia, provavelmente para trabalhar na extração da borracha e que decidiram ir para São Paulo).
  • Quais as vantagens de ir para São Paulo?
  • O que eles citam como problemas que a Amazônia tinha e que não eram encontrados em São Paulo?
  • Todos sabem o que é sezão? (Malária, doença tropical de febre intermitente).
  • Por que será que Rachel conta com exatidão o sofrimento dos nordestinos decorrente da seca e do sofrimento na migração? (Por que ela estava lá e viveu tudo isso).

Uma coisa importante é sabermos o tempo em que ocorreram e ocorrem esses fluxos migratórios. Alguém saberia responder se essa migração é constante? Foi mais intensa em algum período? Vamos estudar melhor isso?

Entregue uma cópia do material complementar para cada grupo.

Oriente os grupos a lerem o material. Cada grupo receberá uma cópia do mesmo texto e terá que debater as mesmas questões:

  • Você gostaria de deixar seu Estado de origem por falta de oportunidades de trabalho, ou por falta de condições dignas de vida?
  • Como se sentem os que migram e não encontram as condições esperadas, e ao contrário, muitas vezes sofrem preconceito?
  • Como podemos combater a xenofobia?
  • Por que então os nordestinos deixam o Nordeste?
  • Por que retornam?
  • O fluxo migratório é sempre igual ou há momentos mais intensos?
  • Por que as políticas públicas são tão importantes?

Retome com os alunos às questões, pedindo que um grupo responda uma questão e confronte suas hipóteses com os demais. Em seguida outro grupo apresenta a resposta da outra pergunta, os outros grupos confrontam as ideias até que todas as perguntas tenham sido discutidas por todos.

Livro O Quinze: QUEIROZ, R. de. O Quinze. 77ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2004.

Fontes das imagens:

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

https://acervo.estadao.com.br/noticias/acervo,ha-um-seculo-seca-no-nordeste,11158,0.htm Acesso em 06/04/2019.

Material complementar:

Problematização:

Material para os grupos: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/w8CgBDZ6vg8KfD57WXJ8uzyXxRtUpNHBGKKGRpUGyG99zvupuWEKh76ZWsMz/his4-10und06-problematizacao-texto-grupos.pdf

Imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/zn7gMSmK5j77wVC6uwEP9aFzdMFkJkbtneQnP6tbfg6cukrmHy8uSUn9Pqwy/his4-10und06-problematizacao-imagens.pdf

Para você saber mais:

Sobre a migração de retorno dos nordestinos:

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

Sobre o livro O Quinze: http://www.estudioshistoricos.org/edicion_3/araujo-martins.pdf Acesso em 13/04/2019.

Sobre Rachel de Queiróz e a Academia Brasileira de Letras: http://www.academia.org.br/academicos/rachel-de-queiroz/biografia Acesso em 13 de Abril de 2019.

Uma reportagem de 2012, conta que o Nordeste estava revivendo um momento de intensificação do fluxo migratório por causa de nova seca: https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/05/16/com-maior-seca-em-decadas-nordeste-revive-era-de-exodo-e-fuga-do-campo.htm Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Sobre as causas da migração dos nordestinos para outras regiões, sobre a migração de retorno e sobre as políticas públicas de investimento no Nordeste, seguem os links:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-88392005000400009 Acesso em 05/04/2019.

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Projete a imagem para os alunos. Medeie uma conversa sobre a mesma com eles:

  • Observem as setas que partem da região nordeste. Para que outras regiões migram os nordestinos?
  • Para qual região o fluxo é maior? Por quê? (Explique sobre o desenvolvimento da região sudeste. Fale das indústrias, das oportunidades de emprego, busca de melhores condições de vida).
  • As setas estão somente indicando a saída do Nordeste?
  • De que regiões estão retornando os nordestinos?
  • Esse processo de migrar de volta para a origem é chamado de Migração de retorno.
  • Alguém pode explicar por que os nordestinos migram para outras regiões? E por que retornam?
  • Projete a imagem da notícia do Estado de São Paulo para os alunos.
  • De quando é a notícia? De que fala a notícia?
  • Em que trecho podemos perceber que a seca de 1915 foi muito pior que em outros anos?
  • Que relação a notícia tem com a agricultura no nordeste?
  • Quais são os efeitos dolorosos da seca?
  • O que quer dizer o termo “milhares de desgraçados”? (Se refere à perda de tudo, de bens, de trabalho, de saúde, dos rebanhos, de tudo, ou seja daquilo que muitos consideram uma graça, uma dádiva divina).
  • Como podemos observar, a seca no nordeste não é um problema novo. O primeiro registro histórico da seca foi em 1583, quando o Brasil ainda era colônia de Portugal. Que relação essa notícia tem com o fluxo migratório dos nordestinos para outras regiões?

Projete o slide com a foto de Rachel de Queiróz para os alunos.

  • Quem conhece a pessoa retratada na foto? (Complemente as informações dos alunos, dizendo que Rachel era escritora nordestina, nascida no Ceará em 1910, falecida em 2003, e que seus livros retrataram de maneira singular o Nordeste. Conte também que foi a primeira escritora Nordestina a fazer parte da Academia Brasileira de Letras). Em seguida projete os slides com um trecho do livro O Quinze e converse com os alunos a respeito:
  • Este é um trecho do livro O Quinze de Rachel de Queiroz. Que relação ele pode ter com a nossa aula?
  • O Quinze retrata, em um romance da autora, que em 2015 estava na 98ª Edição, a saga de uma família de retirantes nordestinos, a família de Chico Bento, que é a saga de todas as famílias imigrantes, que encontram no deslocamento para o Sul, fugindo da seca de 1915, sendo esta a única saída para a situação de miséria em que viviam no sertão nordestino. O romance retrata a dor da perda de um filho que morreu envenenado por uma raiz de mandioca durante a migração e todo o sofrimento dos retirantes.
  • Vamos nos dividir para a leitura. Um menino, que lerá a fala do vaqueiro Chico Bento, o vaqueiro e chefe da família (aliás vocês sabiam que o personagem Chico Bento de Maurício de Souza foi inspirando nesse vaqueiro? ), uma menina que lerá as falas de Conceição e outra menina que lerá as falas de Cordulina, esposa de Chico Bento.
  • O que podemos concluir ao ler o texto? (Que tinham intenção de migrar para a Amazônia, provavelmente para trabalhar na extração da borracha e que decidiram ir para São Paulo).
  • Quais as vantagens de ir para São Paulo?
  • O que eles citam como problemas que a Amazônia tinha e que não eram encontrados em São Paulo?
  • Todos sabem o que é sezão? (Malária, doença tropical de febre intermitente).
  • Por que será que Rachel conta com exatidão o sofrimento dos nordestinos decorrente da seca e do sofrimento na migração? (Por que ela estava lá e viveu tudo isso).

Uma coisa importante é sabermos o tempo em que ocorreram e ocorrem esses fluxos migratórios. Alguém saberia responder se essa migração é constante? Foi mais intensa em algum período? Vamos estudar melhor isso?

Entregue uma cópia do material complementar para cada grupo.

Oriente os grupos a lerem o material. Cada grupo receberá uma cópia do mesmo texto e terá que debater as mesmas questões:

  • Você gostaria de deixar seu Estado de origem por falta de oportunidades de trabalho, ou por falta de condições dignas de vida?
  • Como se sentem os que migram e não encontram as condições esperadas, e ao contrário, muitas vezes sofrem preconceito?
  • Como podemos combater a xenofobia?
  • Por que então os nordestinos deixam o Nordeste?
  • Por que retornam?
  • O fluxo migratório é sempre igual ou há momentos mais intensos?
  • Por que as políticas públicas são tão importantes?

Retome com os alunos às questões, pedindo que um grupo responda uma questão e confronte suas hipóteses com os demais. Em seguida outro grupo apresenta a resposta da outra pergunta, os outros grupos confrontam as ideias até que todas as perguntas tenham sido discutidas por todos.

Livro O Quinze: QUEIROZ, R. de. O Quinze. 77ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2004.

Fontes das imagens:

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

https://acervo.estadao.com.br/noticias/acervo,ha-um-seculo-seca-no-nordeste,11158,0.htm Acesso em 06/04/2019.

Material complementar:

Problematização:

Material para os grupos: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/w8CgBDZ6vg8KfD57WXJ8uzyXxRtUpNHBGKKGRpUGyG99zvupuWEKh76ZWsMz/his4-10und06-problematizacao-texto-grupos.pdf

Imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/zn7gMSmK5j77wVC6uwEP9aFzdMFkJkbtneQnP6tbfg6cukrmHy8uSUn9Pqwy/his4-10und06-problematizacao-imagens.pdf

Para você saber mais:

Sobre a migração de retorno dos nordestinos:

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

Sobre o livro O Quinze: http://www.estudioshistoricos.org/edicion_3/araujo-martins.pdf Acesso em 13/04/2019.

Sobre Rachel de Queiróz e a Academia Brasileira de Letras: http://www.academia.org.br/academicos/rachel-de-queiroz/biografia Acesso em 13 de Abril de 2019.

Uma reportagem de 2012, conta que o Nordeste estava revivendo um momento de intensificação do fluxo migratório por causa de nova seca: https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/05/16/com-maior-seca-em-decadas-nordeste-revive-era-de-exodo-e-fuga-do-campo.htm Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Sobre as causas da migração dos nordestinos para outras regiões, sobre a migração de retorno e sobre as políticas públicas de investimento no Nordeste, seguem os links:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-88392005000400009 Acesso em 05/04/2019.

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Projete a imagem para os alunos. Medeie uma conversa sobre a mesma com eles:

  • Observem as setas que partem da região nordeste. Para que outras regiões migram os nordestinos?
  • Para qual região o fluxo é maior? Por quê? (Explique sobre o desenvolvimento da região sudeste. Fale das indústrias, das oportunidades de emprego, busca de melhores condições de vida).
  • As setas estão somente indicando a saída do Nordeste?
  • De que regiões estão retornando os nordestinos?
  • Esse processo de migrar de volta para a origem é chamado de Migração de retorno.
  • Alguém pode explicar por que os nordestinos migram para outras regiões? E por que retornam?
  • Projete a imagem da notícia do Estado de São Paulo para os alunos.
  • De quando é a notícia? De que fala a notícia?
  • Em que trecho podemos perceber que a seca de 1915 foi muito pior que em outros anos?
  • Que relação a notícia tem com a agricultura no nordeste?
  • Quais são os efeitos dolorosos da seca?
  • O que quer dizer o termo “milhares de desgraçados”? (Se refere à perda de tudo, de bens, de trabalho, de saúde, dos rebanhos, de tudo, ou seja daquilo que muitos consideram uma graça, uma dádiva divina).
  • Como podemos observar, a seca no nordeste não é um problema novo. O primeiro registro histórico da seca foi em 1583, quando o Brasil ainda era colônia de Portugal. Que relação essa notícia tem com o fluxo migratório dos nordestinos para outras regiões?

Projete o slide com a foto de Rachel de Queiróz para os alunos.

  • Quem conhece a pessoa retratada na foto? (Complemente as informações dos alunos, dizendo que Rachel era escritora nordestina, nascida no Ceará em 1910, falecida em 2003, e que seus livros retrataram de maneira singular o Nordeste. Conte também que foi a primeira escritora Nordestina a fazer parte da Academia Brasileira de Letras). Em seguida projete os slides com um trecho do livro O Quinze e converse com os alunos a respeito:
  • Este é um trecho do livro O Quinze de Rachel de Queiroz. Que relação ele pode ter com a nossa aula?
  • O Quinze retrata, em um romance da autora, que em 2015 estava na 98ª Edição, a saga de uma família de retirantes nordestinos, a família de Chico Bento, que é a saga de todas as famílias imigrantes, que encontram no deslocamento para o Sul, fugindo da seca de 1915, sendo esta a única saída para a situação de miséria em que viviam no sertão nordestino. O romance retrata a dor da perda de um filho que morreu envenenado por uma raiz de mandioca durante a migração e todo o sofrimento dos retirantes.
  • Vamos nos dividir para a leitura. Um menino, que lerá a fala do vaqueiro Chico Bento, o vaqueiro e chefe da família (aliás vocês sabiam que o personagem Chico Bento de Maurício de Souza foi inspirando nesse vaqueiro? ), uma menina que lerá as falas de Conceição e outra menina que lerá as falas de Cordulina, esposa de Chico Bento.
  • O que podemos concluir ao ler o texto? (Que tinham intenção de migrar para a Amazônia, provavelmente para trabalhar na extração da borracha e que decidiram ir para São Paulo).
  • Quais as vantagens de ir para São Paulo?
  • O que eles citam como problemas que a Amazônia tinha e que não eram encontrados em São Paulo?
  • Todos sabem o que é sezão? (Malária, doença tropical de febre intermitente).
  • Por que será que Rachel conta com exatidão o sofrimento dos nordestinos decorrente da seca e do sofrimento na migração? (Por que ela estava lá e viveu tudo isso).

Uma coisa importante é sabermos o tempo em que ocorreram e ocorrem esses fluxos migratórios. Alguém saberia responder se essa migração é constante? Foi mais intensa em algum período? Vamos estudar melhor isso?

Entregue uma cópia do material complementar para cada grupo.

Oriente os grupos a lerem o material. Cada grupo receberá uma cópia do mesmo texto e terá que debater as mesmas questões:

  • Você gostaria de deixar seu Estado de origem por falta de oportunidades de trabalho, ou por falta de condições dignas de vida?
  • Como se sentem os que migram e não encontram as condições esperadas, e ao contrário, muitas vezes sofrem preconceito?
  • Como podemos combater a xenofobia?
  • Por que então os nordestinos deixam o Nordeste?
  • Por que retornam?
  • O fluxo migratório é sempre igual ou há momentos mais intensos?
  • Por que as políticas públicas são tão importantes?

Retome com os alunos às questões, pedindo que um grupo responda uma questão e confronte suas hipóteses com os demais. Em seguida outro grupo apresenta a resposta da outra pergunta, os outros grupos confrontam as ideias até que todas as perguntas tenham sido discutidas por todos.

Livro O Quinze: QUEIROZ, R. de. O Quinze. 77ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2004.

Fontes das imagens:

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

https://acervo.estadao.com.br/noticias/acervo,ha-um-seculo-seca-no-nordeste,11158,0.htm Acesso em 06/04/2019.

Material complementar:

Problematização:

Material para os grupos: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/w8CgBDZ6vg8KfD57WXJ8uzyXxRtUpNHBGKKGRpUGyG99zvupuWEKh76ZWsMz/his4-10und06-problematizacao-texto-grupos.pdf

Imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/zn7gMSmK5j77wVC6uwEP9aFzdMFkJkbtneQnP6tbfg6cukrmHy8uSUn9Pqwy/his4-10und06-problematizacao-imagens.pdf

Para você saber mais:

Sobre a migração de retorno dos nordestinos:

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

Sobre o livro O Quinze: http://www.estudioshistoricos.org/edicion_3/araujo-martins.pdf Acesso em 13/04/2019.

Sobre Rachel de Queiróz e a Academia Brasileira de Letras: http://www.academia.org.br/academicos/rachel-de-queiroz/biografia Acesso em 13 de Abril de 2019.

Uma reportagem de 2012, conta que o Nordeste estava revivendo um momento de intensificação do fluxo migratório por causa de nova seca: https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/05/16/com-maior-seca-em-decadas-nordeste-revive-era-de-exodo-e-fuga-do-campo.htm Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Sobre as causas da migração dos nordestinos para outras regiões, sobre a migração de retorno e sobre as políticas públicas de investimento no Nordeste, seguem os links:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-88392005000400009 Acesso em 05/04/2019.

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Projete a imagem para os alunos. Medeie uma conversa sobre a mesma com eles:

  • Observem as setas que partem da região nordeste. Para que outras regiões migram os nordestinos?
  • Para qual região o fluxo é maior? Por quê? (Explique sobre o desenvolvimento da região sudeste. Fale das indústrias, das oportunidades de emprego, busca de melhores condições de vida).
  • As setas estão somente indicando a saída do Nordeste?
  • De que regiões estão retornando os nordestinos?
  • Esse processo de migrar de volta para a origem é chamado de Migração de retorno.
  • Alguém pode explicar por que os nordestinos migram para outras regiões? E por que retornam?
  • Projete a imagem da notícia do Estado de São Paulo para os alunos.
  • De quando é a notícia? De que fala a notícia?
  • Em que trecho podemos perceber que a seca de 1915 foi muito pior que em outros anos?
  • Que relação a notícia tem com a agricultura no nordeste?
  • Quais são os efeitos dolorosos da seca?
  • O que quer dizer o termo “milhares de desgraçados”? (Se refere à perda de tudo, de bens, de trabalho, de saúde, dos rebanhos, de tudo, ou seja daquilo que muitos consideram uma graça, uma dádiva divina).
  • Como podemos observar, a seca no nordeste não é um problema novo. O primeiro registro histórico da seca foi em 1583, quando o Brasil ainda era colônia de Portugal. Que relação essa notícia tem com o fluxo migratório dos nordestinos para outras regiões?

Projete o slide com a foto de Rachel de Queiróz para os alunos.

  • Quem conhece a pessoa retratada na foto? (Complemente as informações dos alunos, dizendo que Rachel era escritora nordestina, nascida no Ceará em 1910, falecida em 2003, e que seus livros retrataram de maneira singular o Nordeste. Conte também que foi a primeira escritora Nordestina a fazer parte da Academia Brasileira de Letras). Em seguida projete os slides com um trecho do livro O Quinze e converse com os alunos a respeito:
  • Este é um trecho do livro O Quinze de Rachel de Queiroz. Que relação ele pode ter com a nossa aula?
  • O Quinze retrata, em um romance da autora, que em 2015 estava na 98ª Edição, a saga de uma família de retirantes nordestinos, a família de Chico Bento, que é a saga de todas as famílias imigrantes, que encontram no deslocamento para o Sul, fugindo da seca de 1915, sendo esta a única saída para a situação de miséria em que viviam no sertão nordestino. O romance retrata a dor da perda de um filho que morreu envenenado por uma raiz de mandioca durante a migração e todo o sofrimento dos retirantes.
  • Vamos nos dividir para a leitura. Um menino, que lerá a fala do vaqueiro Chico Bento, o vaqueiro e chefe da família (aliás vocês sabiam que o personagem Chico Bento de Maurício de Souza foi inspirando nesse vaqueiro? ), uma menina que lerá as falas de Conceição e outra menina que lerá as falas de Cordulina, esposa de Chico Bento.
  • O que podemos concluir ao ler o texto? (Que tinham intenção de migrar para a Amazônia, provavelmente para trabalhar na extração da borracha e que decidiram ir para São Paulo).
  • Quais as vantagens de ir para São Paulo?
  • O que eles citam como problemas que a Amazônia tinha e que não eram encontrados em São Paulo?
  • Todos sabem o que é sezão? (Malária, doença tropical de febre intermitente).
  • Por que será que Rachel conta com exatidão o sofrimento dos nordestinos decorrente da seca e do sofrimento na migração? (Por que ela estava lá e viveu tudo isso).

Uma coisa importante é sabermos o tempo em que ocorreram e ocorrem esses fluxos migratórios. Alguém saberia responder se essa migração é constante? Foi mais intensa em algum período? Vamos estudar melhor isso?

Entregue uma cópia do material complementar para cada grupo.

Oriente os grupos a lerem o material. Cada grupo receberá uma cópia do mesmo texto e terá que debater as mesmas questões:

  • Você gostaria de deixar seu Estado de origem por falta de oportunidades de trabalho, ou por falta de condições dignas de vida?
  • Como se sentem os que migram e não encontram as condições esperadas, e ao contrário, muitas vezes sofrem preconceito?
  • Como podemos combater a xenofobia?
  • Por que então os nordestinos deixam o Nordeste?
  • Por que retornam?
  • O fluxo migratório é sempre igual ou há momentos mais intensos?
  • Por que as políticas públicas são tão importantes?

Retome com os alunos às questões, pedindo que um grupo responda uma questão e confronte suas hipóteses com os demais. Em seguida outro grupo apresenta a resposta da outra pergunta, os outros grupos confrontam as ideias até que todas as perguntas tenham sido discutidas por todos.

Livro O Quinze: QUEIROZ, R. de. O Quinze. 77ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2004.

Fontes das imagens:

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

https://acervo.estadao.com.br/noticias/acervo,ha-um-seculo-seca-no-nordeste,11158,0.htm Acesso em 06/04/2019.

Material complementar:

Problematização:

Material para os grupos: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/w8CgBDZ6vg8KfD57WXJ8uzyXxRtUpNHBGKKGRpUGyG99zvupuWEKh76ZWsMz/his4-10und06-problematizacao-texto-grupos.pdf

Imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/zn7gMSmK5j77wVC6uwEP9aFzdMFkJkbtneQnP6tbfg6cukrmHy8uSUn9Pqwy/his4-10und06-problematizacao-imagens.pdf

Para você saber mais:

Sobre a migração de retorno dos nordestinos:

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

Sobre o livro O Quinze: http://www.estudioshistoricos.org/edicion_3/araujo-martins.pdf Acesso em 13/04/2019.

Sobre Rachel de Queiróz e a Academia Brasileira de Letras: http://www.academia.org.br/academicos/rachel-de-queiroz/biografia Acesso em 13 de Abril de 2019.

Uma reportagem de 2012, conta que o Nordeste estava revivendo um momento de intensificação do fluxo migratório por causa de nova seca: https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/05/16/com-maior-seca-em-decadas-nordeste-revive-era-de-exodo-e-fuga-do-campo.htm Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Sobre as causas da migração dos nordestinos para outras regiões, sobre a migração de retorno e sobre as políticas públicas de investimento no Nordeste, seguem os links:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-88392005000400009 Acesso em 05/04/2019.

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Fale para os alunos que um cordel, em geral, apresenta uma história, um romance com um cidadão (ou cidadã) herói que sempre vence os obstáculos. Caso os alunos não conheçam bem esse gênero textual, é importante levar alguns livretos, ampliar a discussão sobre as especificidades desse gênero textual tão rico.

Convide os alunos a escreverem um cordel, contando a história de um nordestino que migrou para o Sudeste em busca de trabalho, que enfrentou muitos obstáculos e depois retornou para seu Estado de origem.

Diga aos alunos para não esquecerem de mencionar a seca, a xenofobia e a importância das políticas públicas.

Caso deseje, volte ao vídeo do contexto e ressalte aos alunos o amor dos nordestinos por sua terra, por sua cultura, por tudo de tão especial que é Nordeste brasileiro.

Fonte da imagem:

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Literatura_de_cordel.jpg Acesso em 05/04/2019.

Material complementar:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/cV4nV4kdpr9BQRxXHECRPhS5GbXYf2cpnmCTvAdRyCg7ZZXkZnSz2jc4TK4K/his4-10und06-sistematizacao-imagem.pdf

Como adequar à sua realidade: Caso a escola se localize no Nordeste, convide alguém que emigrou e que pode voltar para contar as dificuldades enfrentadas e a alegria de poder retornar.

Para você saber mais:

Neste link, várias obras de cordel estão disponíveis para download.

http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/ResultadoPesquisaObraForm.do?first=50&skip=0&ds_titulo=&co_autor=&no_autor=&co_categoria=35&pagina=1&select_action=Submit&co_midia=2&co_obra=&co_idioma=&colunaOrdenar=null&ordem=null Acesso em 05/04/2019.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos . Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF04HI10 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Projetor digital, material impresso, quadro e marcador para quadro.

Material complementar:

Problematização material para os grupos: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/w8CgBDZ6vg8KfD57WXJ8uzyXxRtUpNHBGKKGRpUGyG99zvupuWEKh76ZWsMz/his4-10und06-problematizacao-texto-grupos.pdf

Problematização Imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/zn7gMSmK5j77wVC6uwEP9aFzdMFkJkbtneQnP6tbfg6cukrmHy8uSUn9Pqwy/his4-10und06-problematizacao-imagens.pdf

Sistematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/cV4nV4kdpr9BQRxXHECRPhS5GbXYf2cpnmCTvAdRyCg7ZZXkZnSz2jc4TK4K/his4-10und06-sistematizacao-imagem.pdf

Para você saber mais:

Sobre a migração de retorno dos nordestinos:

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

Sobre o livro O Quinze: http://www.estudioshistoricos.org/edicion_3/araujo-martins.pdf Acesso em 13/04/2019.

Sobre Rachel de Queiróz e a Academia Brasileira de Letras: http://www.academia.org.br/academicos/rachel-de-queiroz/biografia Acesso em 13 de Abril de 2019.

Uma reportagem de 2012, conta que o Nordeste estava revivendo um momento de intensificação do fluxo migratório por causa de nova seca: https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/05/16/com-maior-seca-em-decadas-nordeste-revive-era-de-exodo-e-fuga-do-campo.htm Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Sobre as causas da migração dos nordestinos para outras regiões, sobre a migração de retorno e sobre as políticas públicas de investimento no Nordeste, seguem os links:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-88392005000400009 Acesso em 05/04/2019.

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Para você saber mais:

Neste link, várias obras de cordel estão disponíveis para download.

http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/ResultadoPesquisaObraForm.do?first=50&skip=0&ds_titulo=&co_autor=&no_autor=&co_categoria=35&pagina=1&select_action=Submit&co_midia=2&co_obra=&co_idioma=&colunaOrdenar=null&ordem=null Acesso em 05/04/2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações:

Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo da aula para os alunos e depois medeie uma conversa sobre o mesmo:

  • Que assunto vamos tratar nesta aula?
  • Que são fluxos migratórios?
  • O que é migração de retorno?
  • O objetivo fala do fluxo migratório de que pessoas?
  • O fluxo migratório dos nordestinos diminuiu para que região do Brasil? E aumentou para que região do Brasil? (Caso os alunos não conheçam as regiões geoeconômicas, explique para os alunos que a mesma é uma proposta de divisão do Brasil em regiões por características econômicas em comum, e assim a Amazônia compreende toda a região Norte, mais o Estado do Mato Grosso e a parte Oeste do Maranhão. Já a região Centro-Sul compreende aos estados das regiões Sul e Sudeste (exceto o extremo norte de Minas Gerais), ao estado de Goiás, Mato Grosso do Sul, extremo sul do Mato Grosso e extremo sul do Tocantins. Por sua vez, a região Nordeste abrange todos os Estados Nordestinos, iniciando pela porção Leste do Maranhão e se estendendo até Minas Gerais.

Essa visão por características geoeconômicas facilita a visão dos alunos, no sentido de perceberem que a migração para o Centro-Sul explica-se pelo fato de ser a região com maior desenvolvimento econômico.

Para você saber mais:

Sobre as regiões Geoeconômicas: Amazônia, Nordeste e Centro Sul:

https://brasilescola.uol.com.br/brasil/as-regioes-geoeconomicas-brasil.htm Acesso em 13 de Abril de 2019.

Sobre os fluxos migratórios no Brasil:

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

Acervo de literatura de cordel:

http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/ResultadoPesquisaObraForm.do?first=50&skip=0&ds_titulo=&co_autor=&no_autor=&co_categoria=35&pagina=1&select_action=Submit&co_midia=2&co_obra=&co_idioma=&colunaOrdenar=null&ordem=null Acesso em 05/04/2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos.

Orientações:

Organize a sala em 3 grupos. Projete o vídeo de Bráulio Bessa no TEDx Fortaleza, disponível em https://www.youtube.com/watch?v=jl88rYfvR6A (Acesso em 04/04/2019), do início aos 2:10 minutos.

Orgulho de ser

Sou o gibão do vaqueiro, sou cuscuz, sou rapadura,

Sou vida difícil e dura,

Sou nordeste brasileiro.

Sou cantador violeiro, sou alegria ao chover,

Sou doutor sem saber ler, sou rico sem ser granfino.

Quanto mais sou nordestino, mais tenho orgulho de ser!

Da minha cabeça chata, do meu sotaque arrastado,

Do nosso solo rachado, dessa gente maltratada,

Quase sempre injustiçada, acostumada a sofrer.

Mas mesmo nesse padecer, eu sou feliz desde menino,

Quanto mais sou nordestino, mais orgulho tenho de ser!

Terra de cultura viva, Chico Anísio, Gonzagão, de Renato Aragão,

Ariano e Patativa. Gente boa, criativa!

Isso só me dá prazer!

E hoje mais uma vez eu quero dizer:

Muito obrigado ao destino, quanto mais sou nordestino,

Mais tenho orgulho de ser!

Medeie uma conversa sobre o poema:

  • Todos sabem o que é TEDx? (Explique que o TED é uma organização sem fins lucrativos, dedicada ao lema: ideias que merecem ser compartilhadas e que realiza eventos TEDx onde muitas apresentações são feitas e debatem temas como xenofobia, racismo, desigualdade social. O TEDx foi realizado em Fortaleza em 2016).
  • Todos sabem o que é um cordel? (Caso os alunos não saibam, explique que se trata de literatura tradicional nordestina, com versos que rimam e que é uma expressão belíssima da oralidade regional. O nome cordel vem de corda fina, pois os livretos com a literatura de cordel são feitos com ilustrações em xilografia e expostos à venda pendurados em cordões).
  • De que fala esse poema de cordel? (Chame a atenção dos alunos para o sotaque, para as expressões que são usadas em ataques xenofóbicos: sem saber ler, cabeça chata, solo rachado…)
  • O que o autor quer dizer com “gente injustiçada, acostumada a sofrer”? Que relação tem essa frase com a seca nordestina e com a xenofobia? (Caso os alunos não saibam, conte que a região nordestina sofre com a aridez e relacione o termo “injustiçada” com a xenofobia).
  • Que relação esse cordel tem com o processo migratório que vamos estudar?
  • Vocês conhecem esse autor? (Conte que é um autor contemporâneo que tem encantado o Brasil com seus poemas e seu amor pelo Nordeste).
  • Expressem os sentimentos do autor presentes no cordel.
  • Conhecem os artistas citados no cordel?
  • Que outras riquezas do Nordeste podemos citar?

Como adequar à sua realidade: Na região Nordeste, de maneira mais especial, a literatura de cordel está presente em muitas casas. Caso algum aluno tenha algum poeta na família que pudesse recitar um cordel que retratasse o amor pelo Nordeste seria muito importante convidá-lo para contextualizar a aula com o poema por ele trazido.

Para você saber mais:

Sobre o TEDx: https://www.ted.com/#/ Acesso em 05 de Abril de 2019.

Sobre Bralio Bessa: https://www.brauliobessa.com/ Acesso em 05 de Abril de 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Projete a imagem para os alunos. Medeie uma conversa sobre a mesma com eles:

  • Observem as setas que partem da região nordeste. Para que outras regiões migram os nordestinos?
  • Para qual região o fluxo é maior? Por quê? (Explique sobre o desenvolvimento da região sudeste. Fale das indústrias, das oportunidades de emprego, busca de melhores condições de vida).
  • As setas estão somente indicando a saída do Nordeste?
  • De que regiões estão retornando os nordestinos?
  • Esse processo de migrar de volta para a origem é chamado de Migração de retorno.
  • Alguém pode explicar por que os nordestinos migram para outras regiões? E por que retornam?
  • Projete a imagem da notícia do Estado de São Paulo para os alunos.
  • De quando é a notícia? De que fala a notícia?
  • Em que trecho podemos perceber que a seca de 1915 foi muito pior que em outros anos?
  • Que relação a notícia tem com a agricultura no nordeste?
  • Quais são os efeitos dolorosos da seca?
  • O que quer dizer o termo “milhares de desgraçados”? (Se refere à perda de tudo, de bens, de trabalho, de saúde, dos rebanhos, de tudo, ou seja daquilo que muitos consideram uma graça, uma dádiva divina).
  • Como podemos observar, a seca no nordeste não é um problema novo. O primeiro registro histórico da seca foi em 1583, quando o Brasil ainda era colônia de Portugal. Que relação essa notícia tem com o fluxo migratório dos nordestinos para outras regiões?

Projete o slide com a foto de Rachel de Queiróz para os alunos.

  • Quem conhece a pessoa retratada na foto? (Complemente as informações dos alunos, dizendo que Rachel era escritora nordestina, nascida no Ceará em 1910, falecida em 2003, e que seus livros retrataram de maneira singular o Nordeste. Conte também que foi a primeira escritora Nordestina a fazer parte da Academia Brasileira de Letras). Em seguida projete os slides com um trecho do livro O Quinze e converse com os alunos a respeito:
  • Este é um trecho do livro O Quinze de Rachel de Queiroz. Que relação ele pode ter com a nossa aula?
  • O Quinze retrata, em um romance da autora, que em 2015 estava na 98ª Edição, a saga de uma família de retirantes nordestinos, a família de Chico Bento, que é a saga de todas as famílias imigrantes, que encontram no deslocamento para o Sul, fugindo da seca de 1915, sendo esta a única saída para a situação de miséria em que viviam no sertão nordestino. O romance retrata a dor da perda de um filho que morreu envenenado por uma raiz de mandioca durante a migração e todo o sofrimento dos retirantes.
  • Vamos nos dividir para a leitura. Um menino, que lerá a fala do vaqueiro Chico Bento, o vaqueiro e chefe da família (aliás vocês sabiam que o personagem Chico Bento de Maurício de Souza foi inspirando nesse vaqueiro? ), uma menina que lerá as falas de Conceição e outra menina que lerá as falas de Cordulina, esposa de Chico Bento.
  • O que podemos concluir ao ler o texto? (Que tinham intenção de migrar para a Amazônia, provavelmente para trabalhar na extração da borracha e que decidiram ir para São Paulo).
  • Quais as vantagens de ir para São Paulo?
  • O que eles citam como problemas que a Amazônia tinha e que não eram encontrados em São Paulo?
  • Todos sabem o que é sezão? (Malária, doença tropical de febre intermitente).
  • Por que será que Rachel conta com exatidão o sofrimento dos nordestinos decorrente da seca e do sofrimento na migração? (Por que ela estava lá e viveu tudo isso).

Uma coisa importante é sabermos o tempo em que ocorreram e ocorrem esses fluxos migratórios. Alguém saberia responder se essa migração é constante? Foi mais intensa em algum período? Vamos estudar melhor isso?

Entregue uma cópia do material complementar para cada grupo.

Oriente os grupos a lerem o material. Cada grupo receberá uma cópia do mesmo texto e terá que debater as mesmas questões:

  • Você gostaria de deixar seu Estado de origem por falta de oportunidades de trabalho, ou por falta de condições dignas de vida?
  • Como se sentem os que migram e não encontram as condições esperadas, e ao contrário, muitas vezes sofrem preconceito?
  • Como podemos combater a xenofobia?
  • Por que então os nordestinos deixam o Nordeste?
  • Por que retornam?
  • O fluxo migratório é sempre igual ou há momentos mais intensos?
  • Por que as políticas públicas são tão importantes?

Retome com os alunos às questões, pedindo que um grupo responda uma questão e confronte suas hipóteses com os demais. Em seguida outro grupo apresenta a resposta da outra pergunta, os outros grupos confrontam as ideias até que todas as perguntas tenham sido discutidas por todos.

Livro O Quinze: QUEIROZ, R. de. O Quinze. 77ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2004.

Fontes das imagens:

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

https://acervo.estadao.com.br/noticias/acervo,ha-um-seculo-seca-no-nordeste,11158,0.htm Acesso em 06/04/2019.

Material complementar:

Problematização:

Material para os grupos: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/w8CgBDZ6vg8KfD57WXJ8uzyXxRtUpNHBGKKGRpUGyG99zvupuWEKh76ZWsMz/his4-10und06-problematizacao-texto-grupos.pdf

Imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/zn7gMSmK5j77wVC6uwEP9aFzdMFkJkbtneQnP6tbfg6cukrmHy8uSUn9Pqwy/his4-10und06-problematizacao-imagens.pdf

Para você saber mais:

Sobre a migração de retorno dos nordestinos:

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

Sobre o livro O Quinze: http://www.estudioshistoricos.org/edicion_3/araujo-martins.pdf Acesso em 13/04/2019.

Sobre Rachel de Queiróz e a Academia Brasileira de Letras: http://www.academia.org.br/academicos/rachel-de-queiroz/biografia Acesso em 13 de Abril de 2019.

Uma reportagem de 2012, conta que o Nordeste estava revivendo um momento de intensificação do fluxo migratório por causa de nova seca: https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/05/16/com-maior-seca-em-decadas-nordeste-revive-era-de-exodo-e-fuga-do-campo.htm Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Sobre as causas da migração dos nordestinos para outras regiões, sobre a migração de retorno e sobre as políticas públicas de investimento no Nordeste, seguem os links:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-88392005000400009 Acesso em 05/04/2019.

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Projete a imagem para os alunos. Medeie uma conversa sobre a mesma com eles:

  • Observem as setas que partem da região nordeste. Para que outras regiões migram os nordestinos?
  • Para qual região o fluxo é maior? Por quê? (Explique sobre o desenvolvimento da região sudeste. Fale das indústrias, das oportunidades de emprego, busca de melhores condições de vida).
  • As setas estão somente indicando a saída do Nordeste?
  • De que regiões estão retornando os nordestinos?
  • Esse processo de migrar de volta para a origem é chamado de Migração de retorno.
  • Alguém pode explicar por que os nordestinos migram para outras regiões? E por que retornam?
  • Projete a imagem da notícia do Estado de São Paulo para os alunos.
  • De quando é a notícia? De que fala a notícia?
  • Em que trecho podemos perceber que a seca de 1915 foi muito pior que em outros anos?
  • Que relação a notícia tem com a agricultura no nordeste?
  • Quais são os efeitos dolorosos da seca?
  • O que quer dizer o termo “milhares de desgraçados”? (Se refere à perda de tudo, de bens, de trabalho, de saúde, dos rebanhos, de tudo, ou seja daquilo que muitos consideram uma graça, uma dádiva divina).
  • Como podemos observar, a seca no nordeste não é um problema novo. O primeiro registro histórico da seca foi em 1583, quando o Brasil ainda era colônia de Portugal. Que relação essa notícia tem com o fluxo migratório dos nordestinos para outras regiões?

Projete o slide com a foto de Rachel de Queiróz para os alunos.

  • Quem conhece a pessoa retratada na foto? (Complemente as informações dos alunos, dizendo que Rachel era escritora nordestina, nascida no Ceará em 1910, falecida em 2003, e que seus livros retrataram de maneira singular o Nordeste. Conte também que foi a primeira escritora Nordestina a fazer parte da Academia Brasileira de Letras). Em seguida projete os slides com um trecho do livro O Quinze e converse com os alunos a respeito:
  • Este é um trecho do livro O Quinze de Rachel de Queiroz. Que relação ele pode ter com a nossa aula?
  • O Quinze retrata, em um romance da autora, que em 2015 estava na 98ª Edição, a saga de uma família de retirantes nordestinos, a família de Chico Bento, que é a saga de todas as famílias imigrantes, que encontram no deslocamento para o Sul, fugindo da seca de 1915, sendo esta a única saída para a situação de miséria em que viviam no sertão nordestino. O romance retrata a dor da perda de um filho que morreu envenenado por uma raiz de mandioca durante a migração e todo o sofrimento dos retirantes.
  • Vamos nos dividir para a leitura. Um menino, que lerá a fala do vaqueiro Chico Bento, o vaqueiro e chefe da família (aliás vocês sabiam que o personagem Chico Bento de Maurício de Souza foi inspirando nesse vaqueiro? ), uma menina que lerá as falas de Conceição e outra menina que lerá as falas de Cordulina, esposa de Chico Bento.
  • O que podemos concluir ao ler o texto? (Que tinham intenção de migrar para a Amazônia, provavelmente para trabalhar na extração da borracha e que decidiram ir para São Paulo).
  • Quais as vantagens de ir para São Paulo?
  • O que eles citam como problemas que a Amazônia tinha e que não eram encontrados em São Paulo?
  • Todos sabem o que é sezão? (Malária, doença tropical de febre intermitente).
  • Por que será que Rachel conta com exatidão o sofrimento dos nordestinos decorrente da seca e do sofrimento na migração? (Por que ela estava lá e viveu tudo isso).

Uma coisa importante é sabermos o tempo em que ocorreram e ocorrem esses fluxos migratórios. Alguém saberia responder se essa migração é constante? Foi mais intensa em algum período? Vamos estudar melhor isso?

Entregue uma cópia do material complementar para cada grupo.

Oriente os grupos a lerem o material. Cada grupo receberá uma cópia do mesmo texto e terá que debater as mesmas questões:

  • Você gostaria de deixar seu Estado de origem por falta de oportunidades de trabalho, ou por falta de condições dignas de vida?
  • Como se sentem os que migram e não encontram as condições esperadas, e ao contrário, muitas vezes sofrem preconceito?
  • Como podemos combater a xenofobia?
  • Por que então os nordestinos deixam o Nordeste?
  • Por que retornam?
  • O fluxo migratório é sempre igual ou há momentos mais intensos?
  • Por que as políticas públicas são tão importantes?

Retome com os alunos às questões, pedindo que um grupo responda uma questão e confronte suas hipóteses com os demais. Em seguida outro grupo apresenta a resposta da outra pergunta, os outros grupos confrontam as ideias até que todas as perguntas tenham sido discutidas por todos.

Livro O Quinze: QUEIROZ, R. de. O Quinze. 77ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2004.

Fontes das imagens:

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

https://acervo.estadao.com.br/noticias/acervo,ha-um-seculo-seca-no-nordeste,11158,0.htm Acesso em 06/04/2019.

Material complementar:

Problematização:

Material para os grupos: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/w8CgBDZ6vg8KfD57WXJ8uzyXxRtUpNHBGKKGRpUGyG99zvupuWEKh76ZWsMz/his4-10und06-problematizacao-texto-grupos.pdf

Imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/zn7gMSmK5j77wVC6uwEP9aFzdMFkJkbtneQnP6tbfg6cukrmHy8uSUn9Pqwy/his4-10und06-problematizacao-imagens.pdf

Para você saber mais:

Sobre a migração de retorno dos nordestinos:

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

Sobre o livro O Quinze: http://www.estudioshistoricos.org/edicion_3/araujo-martins.pdf Acesso em 13/04/2019.

Sobre Rachel de Queiróz e a Academia Brasileira de Letras: http://www.academia.org.br/academicos/rachel-de-queiroz/biografia Acesso em 13 de Abril de 2019.

Uma reportagem de 2012, conta que o Nordeste estava revivendo um momento de intensificação do fluxo migratório por causa de nova seca: https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/05/16/com-maior-seca-em-decadas-nordeste-revive-era-de-exodo-e-fuga-do-campo.htm Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Sobre as causas da migração dos nordestinos para outras regiões, sobre a migração de retorno e sobre as políticas públicas de investimento no Nordeste, seguem os links:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-88392005000400009 Acesso em 05/04/2019.

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Projete a imagem para os alunos. Medeie uma conversa sobre a mesma com eles:

  • Observem as setas que partem da região nordeste. Para que outras regiões migram os nordestinos?
  • Para qual região o fluxo é maior? Por quê? (Explique sobre o desenvolvimento da região sudeste. Fale das indústrias, das oportunidades de emprego, busca de melhores condições de vida).
  • As setas estão somente indicando a saída do Nordeste?
  • De que regiões estão retornando os nordestinos?
  • Esse processo de migrar de volta para a origem é chamado de Migração de retorno.
  • Alguém pode explicar por que os nordestinos migram para outras regiões? E por que retornam?
  • Projete a imagem da notícia do Estado de São Paulo para os alunos.
  • De quando é a notícia? De que fala a notícia?
  • Em que trecho podemos perceber que a seca de 1915 foi muito pior que em outros anos?
  • Que relação a notícia tem com a agricultura no nordeste?
  • Quais são os efeitos dolorosos da seca?
  • O que quer dizer o termo “milhares de desgraçados”? (Se refere à perda de tudo, de bens, de trabalho, de saúde, dos rebanhos, de tudo, ou seja daquilo que muitos consideram uma graça, uma dádiva divina).
  • Como podemos observar, a seca no nordeste não é um problema novo. O primeiro registro histórico da seca foi em 1583, quando o Brasil ainda era colônia de Portugal. Que relação essa notícia tem com o fluxo migratório dos nordestinos para outras regiões?

Projete o slide com a foto de Rachel de Queiróz para os alunos.

  • Quem conhece a pessoa retratada na foto? (Complemente as informações dos alunos, dizendo que Rachel era escritora nordestina, nascida no Ceará em 1910, falecida em 2003, e que seus livros retrataram de maneira singular o Nordeste. Conte também que foi a primeira escritora Nordestina a fazer parte da Academia Brasileira de Letras). Em seguida projete os slides com um trecho do livro O Quinze e converse com os alunos a respeito:
  • Este é um trecho do livro O Quinze de Rachel de Queiroz. Que relação ele pode ter com a nossa aula?
  • O Quinze retrata, em um romance da autora, que em 2015 estava na 98ª Edição, a saga de uma família de retirantes nordestinos, a família de Chico Bento, que é a saga de todas as famílias imigrantes, que encontram no deslocamento para o Sul, fugindo da seca de 1915, sendo esta a única saída para a situação de miséria em que viviam no sertão nordestino. O romance retrata a dor da perda de um filho que morreu envenenado por uma raiz de mandioca durante a migração e todo o sofrimento dos retirantes.
  • Vamos nos dividir para a leitura. Um menino, que lerá a fala do vaqueiro Chico Bento, o vaqueiro e chefe da família (aliás vocês sabiam que o personagem Chico Bento de Maurício de Souza foi inspirando nesse vaqueiro? ), uma menina que lerá as falas de Conceição e outra menina que lerá as falas de Cordulina, esposa de Chico Bento.
  • O que podemos concluir ao ler o texto? (Que tinham intenção de migrar para a Amazônia, provavelmente para trabalhar na extração da borracha e que decidiram ir para São Paulo).
  • Quais as vantagens de ir para São Paulo?
  • O que eles citam como problemas que a Amazônia tinha e que não eram encontrados em São Paulo?
  • Todos sabem o que é sezão? (Malária, doença tropical de febre intermitente).
  • Por que será que Rachel conta com exatidão o sofrimento dos nordestinos decorrente da seca e do sofrimento na migração? (Por que ela estava lá e viveu tudo isso).

Uma coisa importante é sabermos o tempo em que ocorreram e ocorrem esses fluxos migratórios. Alguém saberia responder se essa migração é constante? Foi mais intensa em algum período? Vamos estudar melhor isso?

Entregue uma cópia do material complementar para cada grupo.

Oriente os grupos a lerem o material. Cada grupo receberá uma cópia do mesmo texto e terá que debater as mesmas questões:

  • Você gostaria de deixar seu Estado de origem por falta de oportunidades de trabalho, ou por falta de condições dignas de vida?
  • Como se sentem os que migram e não encontram as condições esperadas, e ao contrário, muitas vezes sofrem preconceito?
  • Como podemos combater a xenofobia?
  • Por que então os nordestinos deixam o Nordeste?
  • Por que retornam?
  • O fluxo migratório é sempre igual ou há momentos mais intensos?
  • Por que as políticas públicas são tão importantes?

Retome com os alunos às questões, pedindo que um grupo responda uma questão e confronte suas hipóteses com os demais. Em seguida outro grupo apresenta a resposta da outra pergunta, os outros grupos confrontam as ideias até que todas as perguntas tenham sido discutidas por todos.

Livro O Quinze: QUEIROZ, R. de. O Quinze. 77ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2004.

Fontes das imagens:

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

https://acervo.estadao.com.br/noticias/acervo,ha-um-seculo-seca-no-nordeste,11158,0.htm Acesso em 06/04/2019.

Material complementar:

Problematização:

Material para os grupos: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/w8CgBDZ6vg8KfD57WXJ8uzyXxRtUpNHBGKKGRpUGyG99zvupuWEKh76ZWsMz/his4-10und06-problematizacao-texto-grupos.pdf

Imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/zn7gMSmK5j77wVC6uwEP9aFzdMFkJkbtneQnP6tbfg6cukrmHy8uSUn9Pqwy/his4-10und06-problematizacao-imagens.pdf

Para você saber mais:

Sobre a migração de retorno dos nordestinos:

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

Sobre o livro O Quinze: http://www.estudioshistoricos.org/edicion_3/araujo-martins.pdf Acesso em 13/04/2019.

Sobre Rachel de Queiróz e a Academia Brasileira de Letras: http://www.academia.org.br/academicos/rachel-de-queiroz/biografia Acesso em 13 de Abril de 2019.

Uma reportagem de 2012, conta que o Nordeste estava revivendo um momento de intensificação do fluxo migratório por causa de nova seca: https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/05/16/com-maior-seca-em-decadas-nordeste-revive-era-de-exodo-e-fuga-do-campo.htm Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Sobre as causas da migração dos nordestinos para outras regiões, sobre a migração de retorno e sobre as políticas públicas de investimento no Nordeste, seguem os links:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-88392005000400009 Acesso em 05/04/2019.

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Projete a imagem para os alunos. Medeie uma conversa sobre a mesma com eles:

  • Observem as setas que partem da região nordeste. Para que outras regiões migram os nordestinos?
  • Para qual região o fluxo é maior? Por quê? (Explique sobre o desenvolvimento da região sudeste. Fale das indústrias, das oportunidades de emprego, busca de melhores condições de vida).
  • As setas estão somente indicando a saída do Nordeste?
  • De que regiões estão retornando os nordestinos?
  • Esse processo de migrar de volta para a origem é chamado de Migração de retorno.
  • Alguém pode explicar por que os nordestinos migram para outras regiões? E por que retornam?
  • Projete a imagem da notícia do Estado de São Paulo para os alunos.
  • De quando é a notícia? De que fala a notícia?
  • Em que trecho podemos perceber que a seca de 1915 foi muito pior que em outros anos?
  • Que relação a notícia tem com a agricultura no nordeste?
  • Quais são os efeitos dolorosos da seca?
  • O que quer dizer o termo “milhares de desgraçados”? (Se refere à perda de tudo, de bens, de trabalho, de saúde, dos rebanhos, de tudo, ou seja daquilo que muitos consideram uma graça, uma dádiva divina).
  • Como podemos observar, a seca no nordeste não é um problema novo. O primeiro registro histórico da seca foi em 1583, quando o Brasil ainda era colônia de Portugal. Que relação essa notícia tem com o fluxo migratório dos nordestinos para outras regiões?

Projete o slide com a foto de Rachel de Queiróz para os alunos.

  • Quem conhece a pessoa retratada na foto? (Complemente as informações dos alunos, dizendo que Rachel era escritora nordestina, nascida no Ceará em 1910, falecida em 2003, e que seus livros retrataram de maneira singular o Nordeste. Conte também que foi a primeira escritora Nordestina a fazer parte da Academia Brasileira de Letras). Em seguida projete os slides com um trecho do livro O Quinze e converse com os alunos a respeito:
  • Este é um trecho do livro O Quinze de Rachel de Queiroz. Que relação ele pode ter com a nossa aula?
  • O Quinze retrata, em um romance da autora, que em 2015 estava na 98ª Edição, a saga de uma família de retirantes nordestinos, a família de Chico Bento, que é a saga de todas as famílias imigrantes, que encontram no deslocamento para o Sul, fugindo da seca de 1915, sendo esta a única saída para a situação de miséria em que viviam no sertão nordestino. O romance retrata a dor da perda de um filho que morreu envenenado por uma raiz de mandioca durante a migração e todo o sofrimento dos retirantes.
  • Vamos nos dividir para a leitura. Um menino, que lerá a fala do vaqueiro Chico Bento, o vaqueiro e chefe da família (aliás vocês sabiam que o personagem Chico Bento de Maurício de Souza foi inspirando nesse vaqueiro? ), uma menina que lerá as falas de Conceição e outra menina que lerá as falas de Cordulina, esposa de Chico Bento.
  • O que podemos concluir ao ler o texto? (Que tinham intenção de migrar para a Amazônia, provavelmente para trabalhar na extração da borracha e que decidiram ir para São Paulo).
  • Quais as vantagens de ir para São Paulo?
  • O que eles citam como problemas que a Amazônia tinha e que não eram encontrados em São Paulo?
  • Todos sabem o que é sezão? (Malária, doença tropical de febre intermitente).
  • Por que será que Rachel conta com exatidão o sofrimento dos nordestinos decorrente da seca e do sofrimento na migração? (Por que ela estava lá e viveu tudo isso).

Uma coisa importante é sabermos o tempo em que ocorreram e ocorrem esses fluxos migratórios. Alguém saberia responder se essa migração é constante? Foi mais intensa em algum período? Vamos estudar melhor isso?

Entregue uma cópia do material complementar para cada grupo.

Oriente os grupos a lerem o material. Cada grupo receberá uma cópia do mesmo texto e terá que debater as mesmas questões:

  • Você gostaria de deixar seu Estado de origem por falta de oportunidades de trabalho, ou por falta de condições dignas de vida?
  • Como se sentem os que migram e não encontram as condições esperadas, e ao contrário, muitas vezes sofrem preconceito?
  • Como podemos combater a xenofobia?
  • Por que então os nordestinos deixam o Nordeste?
  • Por que retornam?
  • O fluxo migratório é sempre igual ou há momentos mais intensos?
  • Por que as políticas públicas são tão importantes?

Retome com os alunos às questões, pedindo que um grupo responda uma questão e confronte suas hipóteses com os demais. Em seguida outro grupo apresenta a resposta da outra pergunta, os outros grupos confrontam as ideias até que todas as perguntas tenham sido discutidas por todos.

Livro O Quinze: QUEIROZ, R. de. O Quinze. 77ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2004.

Fontes das imagens:

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

https://acervo.estadao.com.br/noticias/acervo,ha-um-seculo-seca-no-nordeste,11158,0.htm Acesso em 06/04/2019.

Material complementar:

Problematização:

Material para os grupos: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/w8CgBDZ6vg8KfD57WXJ8uzyXxRtUpNHBGKKGRpUGyG99zvupuWEKh76ZWsMz/his4-10und06-problematizacao-texto-grupos.pdf

Imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/zn7gMSmK5j77wVC6uwEP9aFzdMFkJkbtneQnP6tbfg6cukrmHy8uSUn9Pqwy/his4-10und06-problematizacao-imagens.pdf

Para você saber mais:

Sobre a migração de retorno dos nordestinos:

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

Sobre o livro O Quinze: http://www.estudioshistoricos.org/edicion_3/araujo-martins.pdf Acesso em 13/04/2019.

Sobre Rachel de Queiróz e a Academia Brasileira de Letras: http://www.academia.org.br/academicos/rachel-de-queiroz/biografia Acesso em 13 de Abril de 2019.

Uma reportagem de 2012, conta que o Nordeste estava revivendo um momento de intensificação do fluxo migratório por causa de nova seca: https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/05/16/com-maior-seca-em-decadas-nordeste-revive-era-de-exodo-e-fuga-do-campo.htm Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Sobre as causas da migração dos nordestinos para outras regiões, sobre a migração de retorno e sobre as políticas públicas de investimento no Nordeste, seguem os links:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-88392005000400009 Acesso em 05/04/2019.

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Projete a imagem para os alunos. Medeie uma conversa sobre a mesma com eles:

  • Observem as setas que partem da região nordeste. Para que outras regiões migram os nordestinos?
  • Para qual região o fluxo é maior? Por quê? (Explique sobre o desenvolvimento da região sudeste. Fale das indústrias, das oportunidades de emprego, busca de melhores condições de vida).
  • As setas estão somente indicando a saída do Nordeste?
  • De que regiões estão retornando os nordestinos?
  • Esse processo de migrar de volta para a origem é chamado de Migração de retorno.
  • Alguém pode explicar por que os nordestinos migram para outras regiões? E por que retornam?
  • Projete a imagem da notícia do Estado de São Paulo para os alunos.
  • De quando é a notícia? De que fala a notícia?
  • Em que trecho podemos perceber que a seca de 1915 foi muito pior que em outros anos?
  • Que relação a notícia tem com a agricultura no nordeste?
  • Quais são os efeitos dolorosos da seca?
  • O que quer dizer o termo “milhares de desgraçados”? (Se refere à perda de tudo, de bens, de trabalho, de saúde, dos rebanhos, de tudo, ou seja daquilo que muitos consideram uma graça, uma dádiva divina).
  • Como podemos observar, a seca no nordeste não é um problema novo. O primeiro registro histórico da seca foi em 1583, quando o Brasil ainda era colônia de Portugal. Que relação essa notícia tem com o fluxo migratório dos nordestinos para outras regiões?

Projete o slide com a foto de Rachel de Queiróz para os alunos.

  • Quem conhece a pessoa retratada na foto? (Complemente as informações dos alunos, dizendo que Rachel era escritora nordestina, nascida no Ceará em 1910, falecida em 2003, e que seus livros retrataram de maneira singular o Nordeste. Conte também que foi a primeira escritora Nordestina a fazer parte da Academia Brasileira de Letras). Em seguida projete os slides com um trecho do livro O Quinze e converse com os alunos a respeito:
  • Este é um trecho do livro O Quinze de Rachel de Queiroz. Que relação ele pode ter com a nossa aula?
  • O Quinze retrata, em um romance da autora, que em 2015 estava na 98ª Edição, a saga de uma família de retirantes nordestinos, a família de Chico Bento, que é a saga de todas as famílias imigrantes, que encontram no deslocamento para o Sul, fugindo da seca de 1915, sendo esta a única saída para a situação de miséria em que viviam no sertão nordestino. O romance retrata a dor da perda de um filho que morreu envenenado por uma raiz de mandioca durante a migração e todo o sofrimento dos retirantes.
  • Vamos nos dividir para a leitura. Um menino, que lerá a fala do vaqueiro Chico Bento, o vaqueiro e chefe da família (aliás vocês sabiam que o personagem Chico Bento de Maurício de Souza foi inspirando nesse vaqueiro? ), uma menina que lerá as falas de Conceição e outra menina que lerá as falas de Cordulina, esposa de Chico Bento.
  • O que podemos concluir ao ler o texto? (Que tinham intenção de migrar para a Amazônia, provavelmente para trabalhar na extração da borracha e que decidiram ir para São Paulo).
  • Quais as vantagens de ir para São Paulo?
  • O que eles citam como problemas que a Amazônia tinha e que não eram encontrados em São Paulo?
  • Todos sabem o que é sezão? (Malária, doença tropical de febre intermitente).
  • Por que será que Rachel conta com exatidão o sofrimento dos nordestinos decorrente da seca e do sofrimento na migração? (Por que ela estava lá e viveu tudo isso).

Uma coisa importante é sabermos o tempo em que ocorreram e ocorrem esses fluxos migratórios. Alguém saberia responder se essa migração é constante? Foi mais intensa em algum período? Vamos estudar melhor isso?

Entregue uma cópia do material complementar para cada grupo.

Oriente os grupos a lerem o material. Cada grupo receberá uma cópia do mesmo texto e terá que debater as mesmas questões:

  • Você gostaria de deixar seu Estado de origem por falta de oportunidades de trabalho, ou por falta de condições dignas de vida?
  • Como se sentem os que migram e não encontram as condições esperadas, e ao contrário, muitas vezes sofrem preconceito?
  • Como podemos combater a xenofobia?
  • Por que então os nordestinos deixam o Nordeste?
  • Por que retornam?
  • O fluxo migratório é sempre igual ou há momentos mais intensos?
  • Por que as políticas públicas são tão importantes?

Retome com os alunos às questões, pedindo que um grupo responda uma questão e confronte suas hipóteses com os demais. Em seguida outro grupo apresenta a resposta da outra pergunta, os outros grupos confrontam as ideias até que todas as perguntas tenham sido discutidas por todos.

Livro O Quinze: QUEIROZ, R. de. O Quinze. 77ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2004.

Fontes das imagens:

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

https://acervo.estadao.com.br/noticias/acervo,ha-um-seculo-seca-no-nordeste,11158,0.htm Acesso em 06/04/2019.

Material complementar:

Problematização:

Material para os grupos: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/w8CgBDZ6vg8KfD57WXJ8uzyXxRtUpNHBGKKGRpUGyG99zvupuWEKh76ZWsMz/his4-10und06-problematizacao-texto-grupos.pdf

Imagens: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/zn7gMSmK5j77wVC6uwEP9aFzdMFkJkbtneQnP6tbfg6cukrmHy8uSUn9Pqwy/his4-10und06-problematizacao-imagens.pdf

Para você saber mais:

Sobre a migração de retorno dos nordestinos:

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

Sobre o livro O Quinze: http://www.estudioshistoricos.org/edicion_3/araujo-martins.pdf Acesso em 13/04/2019.

Sobre Rachel de Queiróz e a Academia Brasileira de Letras: http://www.academia.org.br/academicos/rachel-de-queiroz/biografia Acesso em 13 de Abril de 2019.

Uma reportagem de 2012, conta que o Nordeste estava revivendo um momento de intensificação do fluxo migratório por causa de nova seca: https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/05/16/com-maior-seca-em-decadas-nordeste-revive-era-de-exodo-e-fuga-do-campo.htm Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Sobre as causas da migração dos nordestinos para outras regiões, sobre a migração de retorno e sobre as políticas públicas de investimento no Nordeste, seguem os links:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-88392005000400009 Acesso em 05/04/2019.

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2011/07/nordeste-e-regiao-com-maior-retorno-de-migrantes-segundo-ibge.html Acesso em 05/04/2019.

https://novaescola.org.br/conteudo/2323/os-fluxos-migratorios-no-brasil Acesso em 05/04/2019.

http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/nordeste-abriga-o-maior-n%C3%BAmero-de-agricultores-familiares-do-pa%C3%ADs Acesso em 05/04/2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Fale para os alunos que um cordel, em geral, apresenta uma história, um romance com um cidadão (ou cidadã) herói que sempre vence os obstáculos. Caso os alunos não conheçam bem esse gênero textual, é importante levar alguns livretos, ampliar a discussão sobre as especificidades desse gênero textual tão rico.

Convide os alunos a escreverem um cordel, contando a história de um nordestino que migrou para o Sudeste em busca de trabalho, que enfrentou muitos obstáculos e depois retornou para seu Estado de origem.

Diga aos alunos para não esquecerem de mencionar a seca, a xenofobia e a importância das políticas públicas.

Caso deseje, volte ao vídeo do contexto e ressalte aos alunos o amor dos nordestinos por sua terra, por sua cultura, por tudo de tão especial que é Nordeste brasileiro.

Fonte da imagem:

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Literatura_de_cordel.jpg Acesso em 05/04/2019.

Material complementar:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/cV4nV4kdpr9BQRxXHECRPhS5GbXYf2cpnmCTvAdRyCg7ZZXkZnSz2jc4TK4K/his4-10und06-sistematizacao-imagem.pdf

Como adequar à sua realidade: Caso a escola se localize no Nordeste, convide alguém que emigrou e que pode voltar para contar as dificuldades enfrentadas e a alegria de poder retornar.

Para você saber mais:

Neste link, várias obras de cordel estão disponíveis para download.

http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/ResultadoPesquisaObraForm.do?first=50&skip=0&ds_titulo=&co_autor=&no_autor=&co_categoria=35&pagina=1&select_action=Submit&co_midia=2&co_obra=&co_idioma=&colunaOrdenar=null&ordem=null Acesso em 05/04/2019.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Circulação de pessoas, produtos e culturas do 4º ano :

MAIS AULAS DE História do 4º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF04HI10 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano