17165
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 4º ano > Circulação de pessoas, produtos e culturas

Plano de aula - Migração dos povos da Bolívia e a exploração do trabalho no Brasil

Plano de aula de História com atividades para 4º ano do EF sobre Migração dos povos da Bolívia e a exploração do trabalho no Brasil

Plano 10 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Fernanda Nicolau Nogueira Barbosa Nunes

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF04HI09, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Projetor digital, lápis, borrachas, material impresso, marcador para quadro.

Material complementar:

PROBLEMATIZAÇÃO: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bJn6rMVWVYE5MBuG8KZSk5zkwQYzWVFedejmq4BNXA96Adu75EXrbNwuJRUs/his4-09und10-problematizacao-gincana-de-conhecimentos.pdf

Para saber mais:

Sugestões de leitura:

Nestas duas indicações de leitura, encontramos uma análise sobre a migração dos bolivianos para o Brasil com ênfase na exploração do trabalho em São Paulo.

SILVA, Sidney Antonio da. Costurando sonhos: trajetória de um grupo de imigrantes bolivianos em São Paulo. São Paulo: Paulinas, 2007.

SILVA, Sidney Antonio da. Bolivianos em São Paulo: entre o sonho e a realidade. Estud av. São Paulo, v. 20, n. 57, p. 157-170. maio/ago. 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142006000200012&lng=en&nrm=iso , Acesso em 06 de Março de 2019.

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações:

Organize a sala em dois grupos.

Projete ou escreva o objetivo da aula para os alunos e peça que um dos alunos faça uma leitura em voz alta do mesmo. Em seguida medeie uma conversa sobre o mesmo:

  • Qual será o assunto central de nossa aula?
  • Alguém conhece algum boliviano que viva aqui no Brasil? Saberia contar porque ele veio para cá?
  • O que quer dizer o termo “exploração do trabalho na contemporaneidade”?

Para você saber mais:

Nos links abaixo, citamos duas publicações acadêmicas que se basearam no estudo dos imigrantes bolivianos para o Brasil, cujas leituras trazem conhecimentos importantes, visto que trata da questão da exploração do trabalho em São Paulo e a outra das relações internacionais na fronteira entre o Brasil e a Bolívia. Já o vídeo é do programa Profissão Repórter e vai abordar diretamente a questão da exploração do trabalho boliviano no Brasil.

https://monografias.brasilescola.uol.com.br/administracao-financas/o-imigrante-boliviano-no-estado-sao-paulo-etica-empresarial-nas-contratacoes.htm (acesso em 28 de abril de 2019)

https://www.youtube.com/watch?v=HAX6HYteA8w (acesso em 28 de abril de 2019)

https://www.publicacoesacademicas.uniceub.br/relacoesinternacionais/article/view/1121/1080 (acesso em 28 de abril de 2019)

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

Convide os alunos a compreenderem melhor o que é “trabalho escravo na contemporaneidade”, cujo termo trataremos como exploração do trabalho na contemporaneidade.

Exiba o vídeo https://www.youtube.com/watch?v=Q1T9qRb9B8E , acesso em 11 de Março de 2019, para os alunos e em seguida medeie uma discussão sobre o mesmo:

  • Você sabia que por trás de uma roupa de grife que você veste pode ter como mão de obra a exploração do trabalho (no vídeo o termo exploração do trabalho é definido como “trabalho escravo”)?
  • Segundo o vídeo, em que outros produtos a exploração do trabalho na contemporaneidade pode ser a mão de obra utilizada?
  • A exploração do trabalho que ainda existe no Brasil é a mesma que havia aqui de 1500 a 1888, na escravização dos povos da África?
  • Quais as diferenças? (Após assistir o vídeo, os alunos devem apresentar diferenças entre as maneiras de exploração do trabalho. Mas é importante deixar claro que as diferenças são muitas. Desde o processo migratório, em que os povos africanos eram trazidos de maneira forçada nos navios negreiros, até as condições de exploração. Nos séculos XVI a XIX, os trabalhadores eram trazidos, vendidos e obrigados a trabalhar por aqueles que os compravam. No caso dos bolivianos, eles são aliciados e a falta de informação os coloca na situação de vulnerabilidade).
  • O que vocês pensam a respeito da pessoa trabalhar nas condições apresentadas pelo vídeo?
  • Que condições de vulnerabilidade social (caso os alunos não conheçam a palavra, explique que pessoas em condições de vulnerabilidade social, são aquelas que não podem usufruir de seus direitos por exclusão, pessoas que ficam à margem da sociedade) que levam às pessoas à exploração do trabalho podemos citar?
  • E no caso dos bolivianos, quais seriam essas condições? Por que eles migram para o Brasil? Por que são escravizados no trabalho? (Permita que os alunos levantem suas hipóteses e os convide a aprofundarem seus conhecimentos na problematização).

Para você saber mais:

Esta notícia traz o número de bolivianos em São Paulo até 2015, bem como os problemas na violação dos direitos dos mesmos resultante da falta de informação desses imigrantes:

http://www.ebc.com.br/noticias/2015/07/bolivianos-sao-segunda-maior-populacao-de-imigrantes-da-capital-paulista Acesso em 11 de Março de 2019.

https://reporterbrasil.org.br/documentos/nas_costuras_do_trabalho_escravo.pdf Acesso em 11 de março de 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 23 minutos

Orientações:

Diga para os alunos que será feita a “Gincana do conhecimento”, e que vencerá o grupo que conseguir responder corretamente todas as perguntas do grupo adversário. Imprima e distribua o material complementar para os alunos. Como o grupo é grande, imprima várias cópias, de maneira que todos possam fazer a leitura do material.

A proposta é que cada grupo elabore 3 questões acerca do material estudado e faça essas perguntas para o outro grupo com a seguinte organização:

Primeiro explique que um grupo ficará responsável pelas perguntas sobre as causas da vinda dos bolivianos para o Brasil, o processo migratório e as cidades de destino. O segundo grupo fará perguntas somente sobre a formas usadas para atrair os trabalhadores e a exploração do trabalho dos bolivianos.

Os alunos terão 10 minutos para ler o material e elaborar as questões. Feito isso, o material de pesquisa deve ser recolhido e iniciada a gincana.

Um grupo faz uma pergunta e o outro grupo responde. Depois é o grupo que respondeu que vai fazer a pergunta e assim sucessivamente, até que os grupos façam as 3 perguntas. Anote no quadro a quantidade de acertos de cada grupo. O vencedor será o grupo que conseguir responder corretamente às 3 perguntas feitas. Em caso de empate, faça uma pergunta sobre o assunto do material complementar e o grupo que responder primeiro corretamente será o vencedor. (Organize essa parte com aquele grupo que levantar a mão primeiro. Caso responda errado, o grupo adversário vence).

MATERIAL COMPLEMENTAR:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bJn6rMVWVYE5MBuG8KZSk5zkwQYzWVFedejmq4BNXA96Adu75EXrbNwuJRUs/his4-09und10-problematizacao-gincana-de-conhecimentos.pdf

Para saber mais:

Fontes de leitura para o material complementar:

Neste link encontramos um documento muito interessante com causas da migração, análise das condições de vida nas oficinas de costura, e depoimentos de entrevistados.

https://reporterbrasil.org.br/documentos/nas_costuras_do_trabalho_escravo.pdf Acesso em 11 de março de 2019.

Este link traz uma reportagem com bolivianos contando as dificuldades enfrentadas em São Paulo.

https://www.bbc.com/portuguese/brasil-44009360 Acesso em 11 de março de 2019.

Este livro traz uma análise bem completa de aspectos que abrangem desde a rota de migração até os desafios para os países que recebem os imigrantes bolivianos para inserção dos mesmos na sociedade.

http://www.nepo.unicamp.br/publicacoes/livros/bolivianos/livro_bolivianos.pdf Acesso em 11 de março de 2019.

Esta notícia traz marcas de roupas envolvidas em uso de exploração do trabalho.

https://g1.globo.com/economia/noticia/fiscais-flagram-trabalho-escravo-em-oficinas-da-animale-e-abrand.ghtml Acesso em 11 de março de 2019.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 14 minutos.

Orientações:

Após a “Gincana do conhecimento”, convide os alunos a registrarem no quadro dados que sistematizem o que foi estudado, completando o smart art do slide.

Esse registro também pode ser feito em forma de tabela ou no próprio computador que projeta o slide.

Termo como Busca de melhores condições, Falta de informação, exploração do trabalho…. podem ser boas sugestões de eixos para escrita dos textos que vão compor o SmartArt.

Por exemplo, se os alunos escolhem o termo “Falta de informação”, eles devem produzir um pequeno texto que explique como a falta de informação coloca os bolivianos em situação de vulnerabilidade que os leva à condição de viver sob exploração do próprio trabalho.

Todos os temas da aula podem fazer parte do smart art: Causas da migração, (neste caso os alunos colocam o tema junto de um pequeno texto que descreva essas causas). O importante é que no smart art, os temas sejam acompanhados de um pequeno texto explicativo.

Para adequar à sua realidade:

Caso seja possível uma entrevista com um imigrante boliviano, (muitos podem ter residir próximos à sua escola) seria uma excelente forma de enriquecer a aula.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF04HI09, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Projetor digital, lápis, borrachas, material impresso, marcador para quadro.

Material complementar:

PROBLEMATIZAÇÃO: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bJn6rMVWVYE5MBuG8KZSk5zkwQYzWVFedejmq4BNXA96Adu75EXrbNwuJRUs/his4-09und10-problematizacao-gincana-de-conhecimentos.pdf

Para saber mais:

Sugestões de leitura:

Nestas duas indicações de leitura, encontramos uma análise sobre a migração dos bolivianos para o Brasil com ênfase na exploração do trabalho em São Paulo.

SILVA, Sidney Antonio da. Costurando sonhos: trajetória de um grupo de imigrantes bolivianos em São Paulo. São Paulo: Paulinas, 2007.

SILVA, Sidney Antonio da. Bolivianos em São Paulo: entre o sonho e a realidade. Estud av. São Paulo, v. 20, n. 57, p. 157-170. maio/ago. 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142006000200012&lng=en&nrm=iso , Acesso em 06 de Março de 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações:

Organize a sala em dois grupos.

Projete ou escreva o objetivo da aula para os alunos e peça que um dos alunos faça uma leitura em voz alta do mesmo. Em seguida medeie uma conversa sobre o mesmo:

  • Qual será o assunto central de nossa aula?
  • Alguém conhece algum boliviano que viva aqui no Brasil? Saberia contar porque ele veio para cá?
  • O que quer dizer o termo “exploração do trabalho na contemporaneidade”?

Para você saber mais:

Nos links abaixo, citamos duas publicações acadêmicas que se basearam no estudo dos imigrantes bolivianos para o Brasil, cujas leituras trazem conhecimentos importantes, visto que trata da questão da exploração do trabalho em São Paulo e a outra das relações internacionais na fronteira entre o Brasil e a Bolívia. Já o vídeo é do programa Profissão Repórter e vai abordar diretamente a questão da exploração do trabalho boliviano no Brasil.

https://monografias.brasilescola.uol.com.br/administracao-financas/o-imigrante-boliviano-no-estado-sao-paulo-etica-empresarial-nas-contratacoes.htm (acesso em 28 de abril de 2019)

https://www.youtube.com/watch?v=HAX6HYteA8w (acesso em 28 de abril de 2019)

https://www.publicacoesacademicas.uniceub.br/relacoesinternacionais/article/view/1121/1080 (acesso em 28 de abril de 2019)

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

Convide os alunos a compreenderem melhor o que é “trabalho escravo na contemporaneidade”, cujo termo trataremos como exploração do trabalho na contemporaneidade.

Exiba o vídeo https://www.youtube.com/watch?v=Q1T9qRb9B8E , acesso em 11 de Março de 2019, para os alunos e em seguida medeie uma discussão sobre o mesmo:

  • Você sabia que por trás de uma roupa de grife que você veste pode ter como mão de obra a exploração do trabalho (no vídeo o termo exploração do trabalho é definido como “trabalho escravo”)?
  • Segundo o vídeo, em que outros produtos a exploração do trabalho na contemporaneidade pode ser a mão de obra utilizada?
  • A exploração do trabalho que ainda existe no Brasil é a mesma que havia aqui de 1500 a 1888, na escravização dos povos da África?
  • Quais as diferenças? (Após assistir o vídeo, os alunos devem apresentar diferenças entre as maneiras de exploração do trabalho. Mas é importante deixar claro que as diferenças são muitas. Desde o processo migratório, em que os povos africanos eram trazidos de maneira forçada nos navios negreiros, até as condições de exploração. Nos séculos XVI a XIX, os trabalhadores eram trazidos, vendidos e obrigados a trabalhar por aqueles que os compravam. No caso dos bolivianos, eles são aliciados e a falta de informação os coloca na situação de vulnerabilidade).
  • O que vocês pensam a respeito da pessoa trabalhar nas condições apresentadas pelo vídeo?
  • Que condições de vulnerabilidade social (caso os alunos não conheçam a palavra, explique que pessoas em condições de vulnerabilidade social, são aquelas que não podem usufruir de seus direitos por exclusão, pessoas que ficam à margem da sociedade) que levam às pessoas à exploração do trabalho podemos citar?
  • E no caso dos bolivianos, quais seriam essas condições? Por que eles migram para o Brasil? Por que são escravizados no trabalho? (Permita que os alunos levantem suas hipóteses e os convide a aprofundarem seus conhecimentos na problematização).

Para você saber mais:

Esta notícia traz o número de bolivianos em São Paulo até 2015, bem como os problemas na violação dos direitos dos mesmos resultante da falta de informação desses imigrantes:

http://www.ebc.com.br/noticias/2015/07/bolivianos-sao-segunda-maior-populacao-de-imigrantes-da-capital-paulista Acesso em 11 de Março de 2019.

https://reporterbrasil.org.br/documentos/nas_costuras_do_trabalho_escravo.pdf Acesso em 11 de março de 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 23 minutos

Orientações:

Diga para os alunos que será feita a “Gincana do conhecimento”, e que vencerá o grupo que conseguir responder corretamente todas as perguntas do grupo adversário. Imprima e distribua o material complementar para os alunos. Como o grupo é grande, imprima várias cópias, de maneira que todos possam fazer a leitura do material.

A proposta é que cada grupo elabore 3 questões acerca do material estudado e faça essas perguntas para o outro grupo com a seguinte organização:

Primeiro explique que um grupo ficará responsável pelas perguntas sobre as causas da vinda dos bolivianos para o Brasil, o processo migratório e as cidades de destino. O segundo grupo fará perguntas somente sobre a formas usadas para atrair os trabalhadores e a exploração do trabalho dos bolivianos.

Os alunos terão 10 minutos para ler o material e elaborar as questões. Feito isso, o material de pesquisa deve ser recolhido e iniciada a gincana.

Um grupo faz uma pergunta e o outro grupo responde. Depois é o grupo que respondeu que vai fazer a pergunta e assim sucessivamente, até que os grupos façam as 3 perguntas. Anote no quadro a quantidade de acertos de cada grupo. O vencedor será o grupo que conseguir responder corretamente às 3 perguntas feitas. Em caso de empate, faça uma pergunta sobre o assunto do material complementar e o grupo que responder primeiro corretamente será o vencedor. (Organize essa parte com aquele grupo que levantar a mão primeiro. Caso responda errado, o grupo adversário vence).

MATERIAL COMPLEMENTAR:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/bJn6rMVWVYE5MBuG8KZSk5zkwQYzWVFedejmq4BNXA96Adu75EXrbNwuJRUs/his4-09und10-problematizacao-gincana-de-conhecimentos.pdf

Para saber mais:

Fontes de leitura para o material complementar:

Neste link encontramos um documento muito interessante com causas da migração, análise das condições de vida nas oficinas de costura, e depoimentos de entrevistados.

https://reporterbrasil.org.br/documentos/nas_costuras_do_trabalho_escravo.pdf Acesso em 11 de março de 2019.

Este link traz uma reportagem com bolivianos contando as dificuldades enfrentadas em São Paulo.

https://www.bbc.com/portuguese/brasil-44009360 Acesso em 11 de março de 2019.

Este livro traz uma análise bem completa de aspectos que abrangem desde a rota de migração até os desafios para os países que recebem os imigrantes bolivianos para inserção dos mesmos na sociedade.

http://www.nepo.unicamp.br/publicacoes/livros/bolivianos/livro_bolivianos.pdf Acesso em 11 de março de 2019.

Esta notícia traz marcas de roupas envolvidas em uso de exploração do trabalho.

https://g1.globo.com/economia/noticia/fiscais-flagram-trabalho-escravo-em-oficinas-da-animale-e-abrand.ghtml Acesso em 11 de março de 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 14 minutos.

Orientações:

Após a “Gincana do conhecimento”, convide os alunos a registrarem no quadro dados que sistematizem o que foi estudado, completando o smart art do slide.

Esse registro também pode ser feito em forma de tabela ou no próprio computador que projeta o slide.

Termo como Busca de melhores condições, Falta de informação, exploração do trabalho…. podem ser boas sugestões de eixos para escrita dos textos que vão compor o SmartArt.

Por exemplo, se os alunos escolhem o termo “Falta de informação”, eles devem produzir um pequeno texto que explique como a falta de informação coloca os bolivianos em situação de vulnerabilidade que os leva à condição de viver sob exploração do próprio trabalho.

Todos os temas da aula podem fazer parte do smart art: Causas da migração, (neste caso os alunos colocam o tema junto de um pequeno texto que descreva essas causas). O importante é que no smart art, os temas sejam acompanhados de um pequeno texto explicativo.

Para adequar à sua realidade:

Caso seja possível uma entrevista com um imigrante boliviano, (muitos podem ter residir próximos à sua escola) seria uma excelente forma de enriquecer a aula.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Circulação de pessoas, produtos e culturas do 4º ano :

MAIS AULAS DE História do 4º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF04HI09 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano