16885
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 7º ano > O mundo moderno e a conexão entre sociedades africanas, americanas e europeias

Plano de aula - O colonizador e suas visões sobre o Novo Mundo

Plano de aula de História com atividades para 7º ano do EF sobre O colonizador e suas visões sobre o Novo Mundo

Plano 03 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Luís Antônio de Castro Morais

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF07HI02, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Pincel ou giz, lápis, borracha e materiais impressos.

Material complementar:

Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ReRCvXu5TmSHY9HgBkzvsnPemYyuZq39rRHUHQgp7AWfYF8hxDgnzmzzqXAE/his7-02und03-contextualizacao.pdf

Sistematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ZKMktcAP6HDyemMd4wd2FSN3XsjcfNd9CEY9xsAz4rTaN9xtbqjsK2pHe3en/his7-02und03-sistematizacao.pdf

Material África: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/pmj9QVukhtqsgb97FXvERKDdRPJftRYp4vgQ8nQFAGMKMR2NNKyyQ9Xrhwf8/his7-02und03-material-africa.pdf

Material América: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/6Y7MpPbMxERMqPrUxw4sjNrVBG2GHBAG24XnfxanM62WBeBbSzNrJMemXKqB/his7-02und03-material-america.pdf

Para você saber mais:

Nesta aula será trabalhado a visão do português sobre as sociedades do Brasil colonial e da África para auxiliar nas aulas a leitura desses artigos pode lhe ser útil.

Evidências de História nos relatos de viajantes sobre a África pré-colonial, de autoria de Sílvio Marcus de Souza Correa. Disponível em https://seer.ufrgs.br/aedos/article/view/9809/5600. Acesso em: 12/3/2019.

Viajantes brancos na África negra do século XV, de autoria de Eder Silveira e Sílvio Marcus de Souza Correa. Disponível em: http://books.scielo.org/id/yf4cf/epub/macedo-9788538603832.epub. Acesso em: 12/3/2019.

Uma reflexão sobre os agentes históricos na Sistematização do estereótipo africano sobre a construção do imaginário do negro no Brasil, de autoria de Cláudia Lima. Disponível em: http://revistas.unisinos.br/index.php/ciencias_sociais/article/view/4893. Acesso em: 12/3/2019.

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto.

Orientações: Neste momento você deve apresentar aos alunos o objetivo da aula, deste modo eles terão consciência do que você está propondo a eles e o que deverão ter compreendido no fim da aula. Apresente o tema escrevendo-o no quadro ou lendo-o para toda turma. Se sua escola contar com o auxílio de projetor, apresente este slide fazendo uma leitura coletiva.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos.

Orientações: Como forma de contextualização e introdução ao tema, você deve propor aos alunos o jogo: Quem sou eu?. O objetivo deste jogo é que um aluno descreva uma pessoa para a turma, que tentará adivinhar. No entanto, esta descrição será com base na visão que a pessoa tem do indivíduo escolhido, ela deverá descrever com base em características que considera marcantes. Por exemplo, deverá mencionar se o personagem é chato, metido, bom etc. e os motivos que ele tem para achar isso.

É importante que você deixe claro para os alunos que não se deve mencionar características físicas (pelo menos não num primeiro momento, apenas se for preciso dar mais dicas para descobrir quem é a pessoa). Deste modo os alunos irão externar seus juízos de valor e suas próprias visões acerca do escolhido.

Para iniciar o jogo, você deverá contar com a ajuda de três voluntários (peça para que se indiquem ou escolha os alunos para participar). Explique o jogo para todos da sala e peça para que estes três alunos pensem - somente pensem - em quem vão querer descrever. Peça para que, um a um, vá à frente da sala e descreva, em até 1 minuto, para os colegas como é seu personagem. (Você deve saber quem é a pessoa que o aluno está descrevendo, desta forma pode auxiliar nas dicas.)

Exemplo: O aluno irá descrever o Silvio Santos: “A pessoa que vou descrever é muito bondosa, conhecida e todos gostam dela. Ela ajuda muitas pessoas e dá dinheiro para os outros”.

Perceba que não foram mencionadas características físicas, mas apenas a visão do aluno sobre Silvio Santos.

Deste modo, você pode iniciar uma reflexão sobre o modo que enxergamos o outro. Mostre, por meio desta brincadeira, que tudo que lemos e ouvimos pode ter uma análise pessoal de quem escreveu ou falou.

Como adequar à sua realidade: Você pode sugerir a inclusão de pessoas de sua comunidade, como funcionários da escola, pessoas da cidade ou região etc. Deste modo pode auxiliar os alunos a se sentir mais próximos de quem estão descrevendo e a própria percepção de que as visões sobre uma mesma pessoa (assim como qualquer coisa) variam de cada um para cada um.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 28 minutos.

Orientações: Divida a sala em trios ou quartetos (atente para que os grupos não fiquem grandes e que sejam heterogêneos, de modo que os alunos possam se ajudar durante a atividade. Recomenda-se grupos de, no máximo, quatro integrantes, mas você pode alterar este número de acordo com sua realidade para um melhor aproveitamento da atividade) e entregue-os os dois materiais da aula: África e América. Os materiais trazem a visão do português sobre outros povos. O material da África traz dois trechos da crônica de Zurara sobre a conquista e o descobrimento de Guiné, nele o autor faz uma analogia à maldição de Noé a seu filho Cam e ao continente africano, além de dizer sobre a questão da partilha dos escravizados na Europa e a “salvação de suas almas”; há ainda um mapa medieval que mostra o norte da África com reis, riquezas etc. Esta imagem da África pode contrapor a visão que os estudantes podem ter do continente. O mapa foi produzido antes mesmo da expansão marítima, mostrando a diversidade do continente. Quanto ao material sobre a América há dois trechos que descrevem o indígena de formas distintas, contrapondo a visão de “selvagem” e “rusticidade”.

Ao longo da atividade vá circulando pela sala, passe em todos os grupos acompanhando as discussões e auxiliando-os. Verifique como os alunos estão construindo suas respostas e a maneira que estão lendo as atividades, pergunte a eles o que acharam de interessante nos textos e nos mapas.
É importante chamar a atenção para que os alunos interpretem os mapas, retirando todas as informações que eles nos dão.

Distribua os materiais aos grupos e dê 15 minutos para que discutam e façam as atividades propostas. Após este tempo, os grupos deverão compartilhar suas respostas e você deve guiar a discussão com a sala.

Para a África, você deve trabalhar trechos de uma crônica sobre Guiné e um mapa medieval que retrata a Europa e a África

Link do material para impressão: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/pmj9QVukhtqsgb97FXvERKDdRPJftRYp4vgQ8nQFAGMKMR2NNKyyQ9Xrhwf8/his7-02und03-material-africa.pdf

Para a América, você deve trabalhar trechos que retratam as populações indígenas de forma distinta.

Link do material para impressão: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/6Y7MpPbMxERMqPrUxw4sjNrVBG2GHBAG24XnfxanM62WBeBbSzNrJMemXKqB/his7-02und03-material-america.pdf

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 14 minutos.

Orientações: Como proposta de Sistematização você deve pedir aos alunos que se imaginem sendo indígenas, africanos ou asiáticos, alguém que os portugueses descreveriam com sua visão eurocêntrica. O objetivo é que os alunos escrevam um relato de “seu povo”, como um modo de “resposta” aos europeus. No texto deve conter elementos que demonstrem a cultura como sendo específica de cada povo.

Para você saber mais: Para auxiliar os alunos a escrever um relato, leia esta matéria. O que é um relato? https://www.todamateria.com.br/relato-pessoal/. Acesso em: 12/3/2019.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF07HI02, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Pincel ou giz, lápis, borracha e materiais impressos.

Material complementar:

Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ReRCvXu5TmSHY9HgBkzvsnPemYyuZq39rRHUHQgp7AWfYF8hxDgnzmzzqXAE/his7-02und03-contextualizacao.pdf

Sistematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ZKMktcAP6HDyemMd4wd2FSN3XsjcfNd9CEY9xsAz4rTaN9xtbqjsK2pHe3en/his7-02und03-sistematizacao.pdf

Material África: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/pmj9QVukhtqsgb97FXvERKDdRPJftRYp4vgQ8nQFAGMKMR2NNKyyQ9Xrhwf8/his7-02und03-material-africa.pdf

Material América: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/6Y7MpPbMxERMqPrUxw4sjNrVBG2GHBAG24XnfxanM62WBeBbSzNrJMemXKqB/his7-02und03-material-america.pdf

Para você saber mais:

Nesta aula será trabalhado a visão do português sobre as sociedades do Brasil colonial e da África para auxiliar nas aulas a leitura desses artigos pode lhe ser útil.

Evidências de História nos relatos de viajantes sobre a África pré-colonial, de autoria de Sílvio Marcus de Souza Correa. Disponível em https://seer.ufrgs.br/aedos/article/view/9809/5600. Acesso em: 12/3/2019.

Viajantes brancos na África negra do século XV, de autoria de Eder Silveira e Sílvio Marcus de Souza Correa. Disponível em: http://books.scielo.org/id/yf4cf/epub/macedo-9788538603832.epub. Acesso em: 12/3/2019.

Uma reflexão sobre os agentes históricos na Sistematização do estereótipo africano sobre a construção do imaginário do negro no Brasil, de autoria de Cláudia Lima. Disponível em: http://revistas.unisinos.br/index.php/ciencias_sociais/article/view/4893. Acesso em: 12/3/2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto.

Orientações: Neste momento você deve apresentar aos alunos o objetivo da aula, deste modo eles terão consciência do que você está propondo a eles e o que deverão ter compreendido no fim da aula. Apresente o tema escrevendo-o no quadro ou lendo-o para toda turma. Se sua escola contar com o auxílio de projetor, apresente este slide fazendo uma leitura coletiva.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos.

Orientações: Como forma de contextualização e introdução ao tema, você deve propor aos alunos o jogo: Quem sou eu?. O objetivo deste jogo é que um aluno descreva uma pessoa para a turma, que tentará adivinhar. No entanto, esta descrição será com base na visão que a pessoa tem do indivíduo escolhido, ela deverá descrever com base em características que considera marcantes. Por exemplo, deverá mencionar se o personagem é chato, metido, bom etc. e os motivos que ele tem para achar isso.

É importante que você deixe claro para os alunos que não se deve mencionar características físicas (pelo menos não num primeiro momento, apenas se for preciso dar mais dicas para descobrir quem é a pessoa). Deste modo os alunos irão externar seus juízos de valor e suas próprias visões acerca do escolhido.

Para iniciar o jogo, você deverá contar com a ajuda de três voluntários (peça para que se indiquem ou escolha os alunos para participar). Explique o jogo para todos da sala e peça para que estes três alunos pensem - somente pensem - em quem vão querer descrever. Peça para que, um a um, vá à frente da sala e descreva, em até 1 minuto, para os colegas como é seu personagem. (Você deve saber quem é a pessoa que o aluno está descrevendo, desta forma pode auxiliar nas dicas.)

Exemplo: O aluno irá descrever o Silvio Santos: “A pessoa que vou descrever é muito bondosa, conhecida e todos gostam dela. Ela ajuda muitas pessoas e dá dinheiro para os outros”.

Perceba que não foram mencionadas características físicas, mas apenas a visão do aluno sobre Silvio Santos.

Deste modo, você pode iniciar uma reflexão sobre o modo que enxergamos o outro. Mostre, por meio desta brincadeira, que tudo que lemos e ouvimos pode ter uma análise pessoal de quem escreveu ou falou.

Como adequar à sua realidade: Você pode sugerir a inclusão de pessoas de sua comunidade, como funcionários da escola, pessoas da cidade ou região etc. Deste modo pode auxiliar os alunos a se sentir mais próximos de quem estão descrevendo e a própria percepção de que as visões sobre uma mesma pessoa (assim como qualquer coisa) variam de cada um para cada um.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 28 minutos.

Orientações: Divida a sala em trios ou quartetos (atente para que os grupos não fiquem grandes e que sejam heterogêneos, de modo que os alunos possam se ajudar durante a atividade. Recomenda-se grupos de, no máximo, quatro integrantes, mas você pode alterar este número de acordo com sua realidade para um melhor aproveitamento da atividade) e entregue-os os dois materiais da aula: África e América. Os materiais trazem a visão do português sobre outros povos. O material da África traz dois trechos da crônica de Zurara sobre a conquista e o descobrimento de Guiné, nele o autor faz uma analogia à maldição de Noé a seu filho Cam e ao continente africano, além de dizer sobre a questão da partilha dos escravizados na Europa e a “salvação de suas almas”; há ainda um mapa medieval que mostra o norte da África com reis, riquezas etc. Esta imagem da África pode contrapor a visão que os estudantes podem ter do continente. O mapa foi produzido antes mesmo da expansão marítima, mostrando a diversidade do continente. Quanto ao material sobre a América há dois trechos que descrevem o indígena de formas distintas, contrapondo a visão de “selvagem” e “rusticidade”.

Ao longo da atividade vá circulando pela sala, passe em todos os grupos acompanhando as discussões e auxiliando-os. Verifique como os alunos estão construindo suas respostas e a maneira que estão lendo as atividades, pergunte a eles o que acharam de interessante nos textos e nos mapas.
É importante chamar a atenção para que os alunos interpretem os mapas, retirando todas as informações que eles nos dão.

Distribua os materiais aos grupos e dê 15 minutos para que discutam e façam as atividades propostas. Após este tempo, os grupos deverão compartilhar suas respostas e você deve guiar a discussão com a sala.

Para a África, você deve trabalhar trechos de uma crônica sobre Guiné e um mapa medieval que retrata a Europa e a África

Link do material para impressão: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/pmj9QVukhtqsgb97FXvERKDdRPJftRYp4vgQ8nQFAGMKMR2NNKyyQ9Xrhwf8/his7-02und03-material-africa.pdf

Para a América, você deve trabalhar trechos que retratam as populações indígenas de forma distinta.

Link do material para impressão: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/6Y7MpPbMxERMqPrUxw4sjNrVBG2GHBAG24XnfxanM62WBeBbSzNrJMemXKqB/his7-02und03-material-america.pdf

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 14 minutos.

Orientações: Como proposta de Sistematização você deve pedir aos alunos que se imaginem sendo indígenas, africanos ou asiáticos, alguém que os portugueses descreveriam com sua visão eurocêntrica. O objetivo é que os alunos escrevam um relato de “seu povo”, como um modo de “resposta” aos europeus. No texto deve conter elementos que demonstrem a cultura como sendo específica de cada povo.

Para você saber mais: Para auxiliar os alunos a escrever um relato, leia esta matéria. O que é um relato? https://www.todamateria.com.br/relato-pessoal/. Acesso em: 12/3/2019.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE O mundo moderno e a conexão entre sociedades africanas, americanas e europeias do 7º ano :

7º ano / História / O mundo moderno e a conexão entre sociedades africanas, americanas e europeias

MAIS AULAS DE História do 7º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF07HI02 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano