16879
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 6º ano > Lógicas de organização política

Plano de aula - Comércio transaariano medieval

Plano de aula de História com atividades para 6º ano do EF sobre Comércio transaariano medieval

Plano 04 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Ivonilda Ferreira De Andrade

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF06HI15, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Para realizar a aula serão utilizados projetor ou quadro digital (que poderá precisar também do computador) e cópias impressas na quantidade necessária ao desenvolvimento da aula. Em caso de não dispor dos recursos audiovisuais, faça a impressão dos materiais, ou utilize o quadro ou cartaz, de acordo com as orientações contidas no plano.

Material complementar:

Link para as imagens dos slides:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ktK8YKtkhTtVyrvN8SRYfqWrjXGHy7dXTmuysgaGjBqTfsGgyxKaxGUGVGYt/his6-15und04-imagens-slides.pdf

Link para o Documento-base para a atividades:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/d7pXwybn5FMTQFZZmhensjK5rgDpvqWqyGxcTv28rg4PKHWTPjh3sMXhkQuB/his06-15und04-documento-base.pdf

Link para o formulário Mapa mental:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/FcTF4JHQut9EswWgXKW9Cy8XfnwXwawMPktKahakS4gdJzBWEFTkPFZ5zfY7/his6-15und04-mapa-mental.pdf

Link para a Tabela de análise:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/X3b9QG5MetPCv8rmM6yEmM9Re86QE9fbxdYnKBSgUfrfd9EwMxPNVmugy8Va/his06-15und04-tabela-de-analise.pdf

Link para o formulário - Narrativa da viagem

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/D2bwqP7YQYnqXG9kj74j3CxNzdTPgxa9exUMbbZ4S3DSu6au6J7JmgTk7Vpn/his06-15und04-formulario-para-narrativa-da-viagem.pdf

Para você saber mais:

DOMINGUES, Joelza Ester. Rotas transaarianas. Disponível em: <https://ensinarhistoriajoelza.com.br/rotas-transa arianas/>
Acesso em: 2 mar. 2019.

MACHADO, João. Tombuctu – uma grande cidade em vias de desaparição? 4 Ago. 2013. Disponível em: <https:// aviagemdosargonautas.net/2013/08/04/tombuctu-uma-grande-cidade-em-vias-de-desaparicao-por-joao-machado/> Acesso em: 26 fev. 2019.

PAIVA, Uilson; PENNA, Marcio. Império do sal. Superinteressante. 31 ago. 2002. Disponível em: <https://super.abril.com. br/ciencia/imperio-do-sal/> Acesso em: 2 mar.

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo para a turma. É muito importante começar com esta apresentação para que os estudantes entendam o que farão e compreendam aonde se quer chegar no fim da aula. Contudo, tome cuidado para, ao fazer isso, não antecipar respostas desde o começo. É necessário sempre garantir que os alunos construam o raciocínio por conta própria.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Para garantir o protagonismo dos alunos, é necessário não ir diretamente para a razão que motivou a formulação desta atividade (perceber a importância das interações das populações da África subsaariana através do Mediterrâneo e sobre a atribuição do valor dado no contexto a produtos como o sal e o ouro, dentre outros, refletindo sobre a forma como os enxergamos atualmente).

Divida a turma em grupos de quatro pessoas. Informe que deverão permanecer nesta formação até que sejam orientados a desfazer o grupo.

Projete o slide e peça para responderem a pergunta. É provável que identifiquem imediatamente o produto como o sal utilizado cotidianamente em nossa alimentação. A partir daí, siga com as demais questões (5 minutos):

  • De onde vocês conhecem o sal? Ele é difícil de encontrar? Onde podemos encontrá-lo?
  • Vocês sabem quanto custa 1 quilo de sal? Vocês consideram o sal um produto caro ou barato?
  • O fato de ser um produto barato significa que ele não tem importância para nós? Por quê?
  • Qual a importância do sal? De que forma podemos utilizá-lo em nosso dia a dia?

A expectativa com o levantamento destas questões é que os estudantes identifiquem o sal como um produto amplamente utilizado em nosso cotidiano, acessível, de baixo custo, para que possam entender posteriormente como o seu valor e grau de importância na vida das pessoas sofreram alterações ao longo do tempo, modificando a relação custo-benefício, diante das transformações e descobertas empreendidas no decorrer da História.

Após os registros deste primeiro momento, exiba as imagens do slide seguinte.

Link para as imagens dos slides:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ktK8YKtkhTtVyrvN8SRYfqWrjXGHy7dXTmuysgaGjBqTfsGgyxKaxGUGVGYt/his6-15und04-imagens-slides.pdf

Referências das imagens usadas no slide 1- Contexto:

ARTSAL - FLOR DE SAL. Flor de sal artsal secagem. 30 jul. 2015. Fotografia. Disponível em: <https://commons.wikime dia.org/wiki/File:Flor_de_sal_artsal_secagem.jpg>. Acesso em: 28 fev. 2019.

Sal em pó. 14 mar. 2017. Fotografia. Disponível em: <https://pxhere.com/pt/photo/1135962>. Acesso em: 28 fev. 2019.

Sal. 5 mar. 2017. Fotografia. Disponível em: <https://pxhere.com/pt/photo/986079>. Acesso em: 28 fev. 2019.

Para você saber mais:

PAIVA, Uilson; PENNA, Marcio. Império do sal. Superinteressante. 31 ago. 2002. Disponível em: <https://super.abril.com. br/ciencia/imperio-do-sal/> Acesso em: 2 mar 2019.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Projete o slide e peça para responderem a pergunta.

Pode ser que inicialmente fiquem presos aos objetos e não se reportem diretamente ao material que os compõe. Para estimular as respostas, pode acrescentar: - Com qual material estas peças foram feitas?

Siga com as perguntas, levando-os a pensar sobre o valor econômico deste produto atualmente (5 minutos):

  • Estes objetos são adquiridos por qualquer pessoa? Por quê?
  • Vocês imaginam que o valor econômico do ouro sempre foi o mesmo de hoje, para todas as pessoas?
  • Vocês trocariam uma barra de ouro por 1 quilo de sal? Por quê?
  • Será que em outras épocas alguém faria uma coisa desta? Por quê?
  • O que pode ter ocorrido para que alguns produtos tenham se tornado tão caros, enquanto outros são facilmente adquiridos?

Com a apresentação destas questões, busca-se que haja uma reflexão em torno do valor atribuído a cada produto dentro de uma historicidade, permitindo-lhes perceber que as necessidades humanas nem sempre foram as mesmas de hoje e que estas estão sempre associadas a uma época e local específicos, relacionando-se com a disponibilidade dos recursos que a atenderão. Sendo assim, podem perceber que a escassez ou abundância de determinadas condições e/ou recursos produzem realidades distintas, nas quais um ou outro produto poderá ser mais ou menos valorizado, também pelos significados que lhes são atribuídos.

É também uma forma de pensar sobre como o valor atribuído aos produtos varia em diferentes tempos e espaços, abrindo possibilidade para pensar o fato de, na sociedade capitalista, o valor dos produtos estar mais vinculado ao quanto se pode obter de ganhos com a sua comercialização ou o quanto adquiri-los representa o lugar de privilégio e poder ocupado no cenário social.

Outra reflexão possível é como o desenvolvimento tecnológico interfere de forma significativa na produção de novas necessidades e na exclusão de outras, fazendo com que muitos bens, altamente valorizados em épocas anteriores, sejam até mesmo dispensáveis. Como exemplo pode-se pensar em todos os equipamentos e produtos desenvolvidos para a conservação de alimentos por longos períodos, o que torna o uso do sal completamente dispensável, se comparado às épocas nas quais era a maneira mais eficaz para conservar alimentos, podendo armazená-los por um tempo maior, sem contar o seu valor nutricional e as várias representações religiosas construídas em torno do seu uso. Vale ainda considerar o que significava esta possibilidade em um cenário de escassez.

Ao término das discussões, passe para a etapa seguinte da aula.

Referências das imagens usadas no slide 2 - Contexto:

Barras de ouro. 3 abr. 2017. Fotografia. Disponível em: <https://pxhere.com/pt/photo/971712>. Acesso em: 2 mar. 2019.

Coroa de ouro. 2 jul. 2017. Fotografia. Disponível em: <https://pxhere.com/pt/photo/636367>. Acesso em: 2 mar. 2019.

Alianças de ouro. 4 abr. 2017. Fotografia. Disponível em: <https://pxhere.com/pt/photo/1354105> Acesso em: 2 mar. 2019.

Pulseira de ouro. 1º mar. 2017. Fotografia. Disponível em:<https://pxhere.com/pt/photo/899869> Acesso em: 2 mar. 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos.

Orientações: Esta etapa da aula está dividida em dois momentos. Deverá ter disponível todo o material impresso, a ser distribuído de acordo com as orientações.

É muito importante fornecer todas as informações necessárias antes de iniciar cada momento. Sugere-se, para as primeiras orientações, o uso de
2 minutos.

1º Momento

  • Distribua uma cópia do Documento-base para cada grupo. Explique que o documento será utilizado para as duas atividades que farão.
  • Chame a atenção para as palavras do Glossário como forma de facilitar a compreensão da leitura.
  • Projete o slide com os comandos.
  • Em seguida, distribua uma cópia do documento Mapa mental para os grupos. Informe que deverão completar o mapa com as informações sugeridas, podendo ainda fazer acréscimos que acharem pertinentes. Explique que o Mapa mental é uma forma de organizar as informações, ajudando a fixá-las, facilitando o aprendizado. Esclareça que o formulário é apenas um direcionamento que poderão também acrescentar outras informações.
  • Lembre-se que a análise de fontes documentais não é algo familiar para estudantes de 6º ano. Por isso, é muito importante acompanhar a atividade, estimulando a reflexão e orientando quanto ao uso do Glossário, sem, no entanto, desconsiderar o protagonismo dos alunos. Circule entre os grupos, auxiliando no que for necessário, estimulando-os a pensar, a buscar as respostas com o auxílio do material disponível.

Sugere-se o tempo de 13 minutos neste primeiro momento, considerando-se o tempo de leitura e análise do material.

Link para o Documento-base para as atividades:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/d7pXwybn5FMTQFZZmhensjK5rgDpvqWqyGxcTv28rg4PKHWTPjh3sMXhkQuB/his06-15und04-documento-base.pdf

Link para o formulário Mapa mental:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/FcTF4JHQut9EswWgXKW9Cy8XfnwXwawMPktKahakS4gdJzBWEFTkPFZ5zfY7/his6-15und04-mapa-mental.pdf

2º Momento

  • Distribua uma cópia da Tabela de análise para cada grupo.
  • Explique que deverão fazer uma discussão e registrar as conclusões do grupo sobre cada uma das questões apresentadas.
  • Mostre cada parte, esclarecendo como deverão registrar as informações, chamando a atenção para as orientações que já estão no material.
  • Circule entre os grupos para auxiliá-los no que for necessário.

Sugere-se o tempo de 10 minutos para este segundo momento.

  • Deixe que permaneçam, por enquanto, com todo o material utilizado/produzido nos dois momentos.

Link para a Tabela de análise:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/X3b9QG5MetPCv8rmM6yEmM9Re86QE9fbxdYnKBSgUfrfd9EwMxPNVmugy8Va/his06-15und04-tabela-de-analise.pdf

Referência dos mapas usados no Documento-base:

KING. Mapa da África, com o Sahel destacado em laranja. 20 fev. 2009. Mapa. Disponível em: <https://commons. wikimedia.org/wiki/File:Sahel_Map-Africa_rough.png> Acesso em: 27 fev. 2019.

Kankan Musa. Atlas Catalão, 1375. Disponível em: <https://africanlegends.files.wordpress.com/2015/03/kankan-moussa_ 1.jpg >
Acesso em: 2 mar. 2019.

Referências dos textos:

CONCEIÇÃO, José Maria Nunes Pereira. África um novo olhar. Rio de Janeiro: Ceap, 2006.

COSTA E SILVA, Alberto da. A enxada e a lança: a África antes dos portugueses. 2. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1996.

Para você saber mais:

DOMINGUES, Joelza Ester. Rotas transaarianas. Disponível em: <https://ensinarhistoriajoelza.com.br/rotas- transaarianas/ >
Acesso em: 2 mar. 2019.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Peça aos grupos que se dividam formando duplas. Em seguida, distribua para cada dupla o documento onde farão o registro das aventuras da dupla pelo deserto.

  • Esclareça que deverão imaginar que são mercadores medievais e contar sobre uma das viagens feitas para comprar/vender seus produtos. Chame a atenção para pensarem sobre o produto que negociavam, de onde saíram, aonde chegaram, o tempo de viagem, as dificuldades enfrentadas, os ganhos/perdas/conquistas que tiveram… a busca ou o encontro de um oásis (pequena região fértil em pleno deserto, graças à presença de água) etc.
  • Informe que terão apenas 15 minutos para esta atividade.
  • Circule na sala, auxiliando as duplas, em caso de dúvidas sobre a atividade.
  • Ao concluírem a atividade, recolha todo o material para correção e devolução posterior.

Link para o formulário - Narrativa da viagem

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/D2bwqP7YQYnqXG9kj74j3CxNzdTPgxa9exUMbbZ4S3DSu6au6J7JmgTk7Vpn/his06-15und04-formulario-para-narrativa-da-viagem.pdf

Obs.: Em caso de dificuldade com a impressão do material, peça que escrevam o texto no caderno.

A leitura das narrativas em um momento posterior pode ser muito estimulante e divertida como forma de revisar o conteúdo e discutir os pontos levantados com base nos textos produzidos.

Referência da imagem usada no slide da Sistematização:

Dromedário. 27 dez. 2016. Fotografia. Disponível em: <https://pxhere.com/pt/photo/46229>. Acesso em: 2 mar. 2019.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF06HI15, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Para realizar a aula serão utilizados projetor ou quadro digital (que poderá precisar também do computador) e cópias impressas na quantidade necessária ao desenvolvimento da aula. Em caso de não dispor dos recursos audiovisuais, faça a impressão dos materiais, ou utilize o quadro ou cartaz, de acordo com as orientações contidas no plano.

Material complementar:

Link para as imagens dos slides:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ktK8YKtkhTtVyrvN8SRYfqWrjXGHy7dXTmuysgaGjBqTfsGgyxKaxGUGVGYt/his6-15und04-imagens-slides.pdf

Link para o Documento-base para a atividades:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/d7pXwybn5FMTQFZZmhensjK5rgDpvqWqyGxcTv28rg4PKHWTPjh3sMXhkQuB/his06-15und04-documento-base.pdf

Link para o formulário Mapa mental:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/FcTF4JHQut9EswWgXKW9Cy8XfnwXwawMPktKahakS4gdJzBWEFTkPFZ5zfY7/his6-15und04-mapa-mental.pdf

Link para a Tabela de análise:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/X3b9QG5MetPCv8rmM6yEmM9Re86QE9fbxdYnKBSgUfrfd9EwMxPNVmugy8Va/his06-15und04-tabela-de-analise.pdf

Link para o formulário - Narrativa da viagem

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/D2bwqP7YQYnqXG9kj74j3CxNzdTPgxa9exUMbbZ4S3DSu6au6J7JmgTk7Vpn/his06-15und04-formulario-para-narrativa-da-viagem.pdf

Para você saber mais:

DOMINGUES, Joelza Ester. Rotas transaarianas. Disponível em: <https://ensinarhistoriajoelza.com.br/rotas-transa arianas/>
Acesso em: 2 mar. 2019.

MACHADO, João. Tombuctu – uma grande cidade em vias de desaparição? 4 Ago. 2013. Disponível em: <https:// aviagemdosargonautas.net/2013/08/04/tombuctu-uma-grande-cidade-em-vias-de-desaparicao-por-joao-machado/> Acesso em: 26 fev. 2019.

PAIVA, Uilson; PENNA, Marcio. Império do sal. Superinteressante. 31 ago. 2002. Disponível em: <https://super.abril.com. br/ciencia/imperio-do-sal/> Acesso em: 2 mar.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo para a turma. É muito importante começar com esta apresentação para que os estudantes entendam o que farão e compreendam aonde se quer chegar no fim da aula. Contudo, tome cuidado para, ao fazer isso, não antecipar respostas desde o começo. É necessário sempre garantir que os alunos construam o raciocínio por conta própria.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Para garantir o protagonismo dos alunos, é necessário não ir diretamente para a razão que motivou a formulação desta atividade (perceber a importância das interações das populações da África subsaariana através do Mediterrâneo e sobre a atribuição do valor dado no contexto a produtos como o sal e o ouro, dentre outros, refletindo sobre a forma como os enxergamos atualmente).

Divida a turma em grupos de quatro pessoas. Informe que deverão permanecer nesta formação até que sejam orientados a desfazer o grupo.

Projete o slide e peça para responderem a pergunta. É provável que identifiquem imediatamente o produto como o sal utilizado cotidianamente em nossa alimentação. A partir daí, siga com as demais questões (5 minutos):

  • De onde vocês conhecem o sal? Ele é difícil de encontrar? Onde podemos encontrá-lo?
  • Vocês sabem quanto custa 1 quilo de sal? Vocês consideram o sal um produto caro ou barato?
  • O fato de ser um produto barato significa que ele não tem importância para nós? Por quê?
  • Qual a importância do sal? De que forma podemos utilizá-lo em nosso dia a dia?

A expectativa com o levantamento destas questões é que os estudantes identifiquem o sal como um produto amplamente utilizado em nosso cotidiano, acessível, de baixo custo, para que possam entender posteriormente como o seu valor e grau de importância na vida das pessoas sofreram alterações ao longo do tempo, modificando a relação custo-benefício, diante das transformações e descobertas empreendidas no decorrer da História.

Após os registros deste primeiro momento, exiba as imagens do slide seguinte.

Link para as imagens dos slides:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ktK8YKtkhTtVyrvN8SRYfqWrjXGHy7dXTmuysgaGjBqTfsGgyxKaxGUGVGYt/his6-15und04-imagens-slides.pdf

Referências das imagens usadas no slide 1- Contexto:

ARTSAL - FLOR DE SAL. Flor de sal artsal secagem. 30 jul. 2015. Fotografia. Disponível em: <https://commons.wikime dia.org/wiki/File:Flor_de_sal_artsal_secagem.jpg>. Acesso em: 28 fev. 2019.

Sal em pó. 14 mar. 2017. Fotografia. Disponível em: <https://pxhere.com/pt/photo/1135962>. Acesso em: 28 fev. 2019.

Sal. 5 mar. 2017. Fotografia. Disponível em: <https://pxhere.com/pt/photo/986079>. Acesso em: 28 fev. 2019.

Para você saber mais:

PAIVA, Uilson; PENNA, Marcio. Império do sal. Superinteressante. 31 ago. 2002. Disponível em: <https://super.abril.com. br/ciencia/imperio-do-sal/> Acesso em: 2 mar 2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Projete o slide e peça para responderem a pergunta.

Pode ser que inicialmente fiquem presos aos objetos e não se reportem diretamente ao material que os compõe. Para estimular as respostas, pode acrescentar: - Com qual material estas peças foram feitas?

Siga com as perguntas, levando-os a pensar sobre o valor econômico deste produto atualmente (5 minutos):

  • Estes objetos são adquiridos por qualquer pessoa? Por quê?
  • Vocês imaginam que o valor econômico do ouro sempre foi o mesmo de hoje, para todas as pessoas?
  • Vocês trocariam uma barra de ouro por 1 quilo de sal? Por quê?
  • Será que em outras épocas alguém faria uma coisa desta? Por quê?
  • O que pode ter ocorrido para que alguns produtos tenham se tornado tão caros, enquanto outros são facilmente adquiridos?

Com a apresentação destas questões, busca-se que haja uma reflexão em torno do valor atribuído a cada produto dentro de uma historicidade, permitindo-lhes perceber que as necessidades humanas nem sempre foram as mesmas de hoje e que estas estão sempre associadas a uma época e local específicos, relacionando-se com a disponibilidade dos recursos que a atenderão. Sendo assim, podem perceber que a escassez ou abundância de determinadas condições e/ou recursos produzem realidades distintas, nas quais um ou outro produto poderá ser mais ou menos valorizado, também pelos significados que lhes são atribuídos.

É também uma forma de pensar sobre como o valor atribuído aos produtos varia em diferentes tempos e espaços, abrindo possibilidade para pensar o fato de, na sociedade capitalista, o valor dos produtos estar mais vinculado ao quanto se pode obter de ganhos com a sua comercialização ou o quanto adquiri-los representa o lugar de privilégio e poder ocupado no cenário social.

Outra reflexão possível é como o desenvolvimento tecnológico interfere de forma significativa na produção de novas necessidades e na exclusão de outras, fazendo com que muitos bens, altamente valorizados em épocas anteriores, sejam até mesmo dispensáveis. Como exemplo pode-se pensar em todos os equipamentos e produtos desenvolvidos para a conservação de alimentos por longos períodos, o que torna o uso do sal completamente dispensável, se comparado às épocas nas quais era a maneira mais eficaz para conservar alimentos, podendo armazená-los por um tempo maior, sem contar o seu valor nutricional e as várias representações religiosas construídas em torno do seu uso. Vale ainda considerar o que significava esta possibilidade em um cenário de escassez.

Ao término das discussões, passe para a etapa seguinte da aula.

Referências das imagens usadas no slide 2 - Contexto:

Barras de ouro. 3 abr. 2017. Fotografia. Disponível em: <https://pxhere.com/pt/photo/971712>. Acesso em: 2 mar. 2019.

Coroa de ouro. 2 jul. 2017. Fotografia. Disponível em: <https://pxhere.com/pt/photo/636367>. Acesso em: 2 mar. 2019.

Alianças de ouro. 4 abr. 2017. Fotografia. Disponível em: <https://pxhere.com/pt/photo/1354105> Acesso em: 2 mar. 2019.

Pulseira de ouro. 1º mar. 2017. Fotografia. Disponível em:<https://pxhere.com/pt/photo/899869> Acesso em: 2 mar. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos.

Orientações: Esta etapa da aula está dividida em dois momentos. Deverá ter disponível todo o material impresso, a ser distribuído de acordo com as orientações.

É muito importante fornecer todas as informações necessárias antes de iniciar cada momento. Sugere-se, para as primeiras orientações, o uso de
2 minutos.

1º Momento

  • Distribua uma cópia do Documento-base para cada grupo. Explique que o documento será utilizado para as duas atividades que farão.
  • Chame a atenção para as palavras do Glossário como forma de facilitar a compreensão da leitura.
  • Projete o slide com os comandos.
  • Em seguida, distribua uma cópia do documento Mapa mental para os grupos. Informe que deverão completar o mapa com as informações sugeridas, podendo ainda fazer acréscimos que acharem pertinentes. Explique que o Mapa mental é uma forma de organizar as informações, ajudando a fixá-las, facilitando o aprendizado. Esclareça que o formulário é apenas um direcionamento que poderão também acrescentar outras informações.
  • Lembre-se que a análise de fontes documentais não é algo familiar para estudantes de 6º ano. Por isso, é muito importante acompanhar a atividade, estimulando a reflexão e orientando quanto ao uso do Glossário, sem, no entanto, desconsiderar o protagonismo dos alunos. Circule entre os grupos, auxiliando no que for necessário, estimulando-os a pensar, a buscar as respostas com o auxílio do material disponível.

Sugere-se o tempo de 13 minutos neste primeiro momento, considerando-se o tempo de leitura e análise do material.

Link para o Documento-base para as atividades:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/d7pXwybn5FMTQFZZmhensjK5rgDpvqWqyGxcTv28rg4PKHWTPjh3sMXhkQuB/his06-15und04-documento-base.pdf

Link para o formulário Mapa mental:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/FcTF4JHQut9EswWgXKW9Cy8XfnwXwawMPktKahakS4gdJzBWEFTkPFZ5zfY7/his6-15und04-mapa-mental.pdf

2º Momento

  • Distribua uma cópia da Tabela de análise para cada grupo.
  • Explique que deverão fazer uma discussão e registrar as conclusões do grupo sobre cada uma das questões apresentadas.
  • Mostre cada parte, esclarecendo como deverão registrar as informações, chamando a atenção para as orientações que já estão no material.
  • Circule entre os grupos para auxiliá-los no que for necessário.

Sugere-se o tempo de 10 minutos para este segundo momento.

  • Deixe que permaneçam, por enquanto, com todo o material utilizado/produzido nos dois momentos.

Link para a Tabela de análise:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/X3b9QG5MetPCv8rmM6yEmM9Re86QE9fbxdYnKBSgUfrfd9EwMxPNVmugy8Va/his06-15und04-tabela-de-analise.pdf

Referência dos mapas usados no Documento-base:

KING. Mapa da África, com o Sahel destacado em laranja. 20 fev. 2009. Mapa. Disponível em: <https://commons. wikimedia.org/wiki/File:Sahel_Map-Africa_rough.png> Acesso em: 27 fev. 2019.

Kankan Musa. Atlas Catalão, 1375. Disponível em: <https://africanlegends.files.wordpress.com/2015/03/kankan-moussa_ 1.jpg >
Acesso em: 2 mar. 2019.

Referências dos textos:

CONCEIÇÃO, José Maria Nunes Pereira. África um novo olhar. Rio de Janeiro: Ceap, 2006.

COSTA E SILVA, Alberto da. A enxada e a lança: a África antes dos portugueses. 2. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1996.

Para você saber mais:

DOMINGUES, Joelza Ester. Rotas transaarianas. Disponível em: <https://ensinarhistoriajoelza.com.br/rotas- transaarianas/ >
Acesso em: 2 mar. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Peça aos grupos que se dividam formando duplas. Em seguida, distribua para cada dupla o documento onde farão o registro das aventuras da dupla pelo deserto.

  • Esclareça que deverão imaginar que são mercadores medievais e contar sobre uma das viagens feitas para comprar/vender seus produtos. Chame a atenção para pensarem sobre o produto que negociavam, de onde saíram, aonde chegaram, o tempo de viagem, as dificuldades enfrentadas, os ganhos/perdas/conquistas que tiveram… a busca ou o encontro de um oásis (pequena região fértil em pleno deserto, graças à presença de água) etc.
  • Informe que terão apenas 15 minutos para esta atividade.
  • Circule na sala, auxiliando as duplas, em caso de dúvidas sobre a atividade.
  • Ao concluírem a atividade, recolha todo o material para correção e devolução posterior.

Link para o formulário - Narrativa da viagem

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/D2bwqP7YQYnqXG9kj74j3CxNzdTPgxa9exUMbbZ4S3DSu6au6J7JmgTk7Vpn/his06-15und04-formulario-para-narrativa-da-viagem.pdf

Obs.: Em caso de dificuldade com a impressão do material, peça que escrevam o texto no caderno.

A leitura das narrativas em um momento posterior pode ser muito estimulante e divertida como forma de revisar o conteúdo e discutir os pontos levantados com base nos textos produzidos.

Referência da imagem usada no slide da Sistematização:

Dromedário. 27 dez. 2016. Fotografia. Disponível em: <https://pxhere.com/pt/photo/46229>. Acesso em: 2 mar. 2019.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Lógicas de organização política do 6º ano :

MAIS AULAS DE História do 6º ano:

6º ano / História / História: tempo, espaço e formas de registros

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF06HI14 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano