16841
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 9º ano > A história recente

Plano de aula - Grupos terroristas

Plano de aula de História com atividades para 9º ano do EF sobre Grupos terroristas

Plano 04 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Roberta Duarte Da Silva

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Professor, este slide tem como objetivo resumir o conteúdo da aula para que possa se planejar, portanto não deve ser apresentado para os alunos.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09HI35, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Projetor para exibição de imagens e texto ou impressão de imagens e textos para disponibilizar aos grupos de alunos.

Material complementar:

Duas cartolinas para a construção dos painéis.

Imagem do mapa do índice do terrorismo de 2016, para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/6cv47Sgfa3PPSfX2ME9aEaWJqWvmx7vfbra3TGszFEzvcnRP8GxqV6NhVmXM/his9-35und04-contexto-imagem-mapa-do-indice-do-terrorismo-de-2016.pdf

Documento sobre grupos terroristas Boko Haram, Estado Islâmico e Talibã:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/y5HHa89EZhGkYWAnCmWBFz8XSeZVAAjMBTSyxHgzxcUpbH7uH2ndARc9yrG5/his9-35und04-problematizacao-documento-sobre-grupos-terroristas.pdf

Para você saber mais:

Para a condução desta aula é importante que você esteja apropriado do conceito de terrorismo, temática essa bem complexa, mas que precisa ser explorada com profundidade e de maneira reflexiva com os alunos. De acordo com o Dicionário Priberam, o terrorismo se caracteriza pelo uso deliberado de violência, contra instituições ou pessoas, como forma de intimidação e tentativa de manipulação com fins políticos, ideológicos e religiosos. Segundo o Dicionário de conceitos históricos, o terrorismo se resume a atos violentos, quase sempre com fins políticos, usados contra a população civil de um Estado. Estudos atuais sobre a temática apontam para a distinção de pelo menos quatro categorias: terrorismo revolucionário, terrorismo nacionalista, terrorismo de Estado e terrorismo de organizações criminosas. Desta maneira é importante explorar junto aos alunos este conceito de maneira mais ampla, desassociando o terrorismo apenas da questão do fanatismo religioso, mas ressaltando que questões políticas, sociais e econômicas acabam estimulando maior adesão a atos extremistas, incentivando assim o crescimento de grupos terroristas.

Sabe-se que a África Subsariana e o Oriente Médio são as regiões mais pobres do mundo sendo afetadas por problemas estruturais graves, muitos deles decorrentes ainda do colonialismo. Soma-se a esta questão a existência de diversos conflitos étnicos, religiosos, sociais, políticos e econômicos, os quais geram uma situação bastante tensa que leva a ocasiões de grande violência. Toda esta conjuntura contribui significativamente para o crescimento da adesão da população local aos grupos terroristas nestas regiões como forma de protesto e resistência à marginalização, descaso e autoritarismo do governo. Logo, percebe-se que o terrorismo nestes locais não está associado apenas às questões do fanatismo religioso, mas sim a várias questões de cunho político, econômico e social. Neste contexto, as pessoas mais afetadas com toda esta violência, sem sombra de dúvida, têm sido as populações onde estes grupos terroristas se localizam, tendo em vista que se encontram no meio de um fogo cruzado de disputa pelo poder político, econômico e bélico.

Para se aprofundar mais sobre as ações dos grupos terroristas, indicamos o acesso ao site do Institute for Economics and Peace, que elabora anualmente um índice da ação terrorista no mundo. Para que possa ter acesso a todos os documentos organizados por essa instituição, disponibilizamos o link: http://economicsandpeace.org/

Para maiores informações sobre o conceito de terrorismo e as diversas questões que envolvem essa temática, verificar:

SILVA, Kalina Vanderlei; SILVA, Maciel Henrique. Dicionário de conceitos históricos. São Paulo : Contexto, 2009, p. 397 a 399.

TERRORISMO. Priberam Dicionário (online). Disponível em: <https://dicionario.priberam.org/terrorismo> Acesso em: 6 dez. 2018.

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Para a vivência desta aula, solicite que os alunos se organizem em grupos de três ou quatro integrantes. O direcionamento da escolha das equipes poderá ser realizado pelos próprios alunos ou por você, com o objetivo de garantir que os alunos possam realizar com sucesso a atividade proposta.

É importante iniciar a aula apresentando o objetivo para os estudantes. O objetivo poderá ser projetado, escrito no quadro ou lido para a turma. Este momento é bem relevante para que os estudantes compreendam a temática que será estudada e qual a sua importância para compreensão da História contemporânea. No entanto, procure não antecipar algumas questões neste início a fim de garantir a atenção e o interesse dos alunos durante toda a vivência da aula.

A proposta desta aula é fazer com que os alunos identifiquem os principais grupos terroristas existentes na atualidade, compreendendo as consequências dos atos violentos destes grupos, sobretudo para a população onde são originados.

Para você saber mais:

Com a globalização, percebe-se que o terrorismo tem expandido cada vez mais suas fronteiras e afetado pessoas em todo o mundo. No entanto, de acordo com as últimas pesquisas realizadas, as populações que mais têm sofrido com estes atos de violência têm sido as que residem no local de origem destes grupos, por estarem na linha de frente. Para aprofundamento sobre as questões que envolvem a formação e as ações dos grupos terroristas, indicamos as seguintes leituras:

ARENDT, Hannah. Origens do totalitarismo: antissemitismo, imperialismo, totalitarismo. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

RICARDO, Sílvia; SUTTI, Paulo. As diversas faces do terrorismo. São Paulo: Harbra, 2002.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos.

Orientações: Com a finalidade de gerar um aprendizado significativo para os alunos, garantindo assim seu protagonismo em todos os momentos da aula, ressalta-se ser importante não expor os motivos que lhe levaram à formulação desta atividade (identificar os principais grupos terroristas existentes na atualidade e as consequências de seus atos para a população civil). Por isso é importante seguir as orientações, conforme descrito abaixo.

Com os alunos organizados em grupos, lance o seguinte questionamento para eles: Quais os países vocês acreditam que mais sofrem com atentados terroristas?

É provável que os alunos mencionem os Estados Unidos da América ou alguns países europeus, tendo em vista que os atentados contra essas nações são bastantes divulgados pela imprensa mundial e programas de televisão. Caso esta seja a visão da maioria dos alunos, questione-os se já tiveram acesso a alguma notícia de atentados contra países da África e do Oriente Médio procurando verificar o que os alunos sabem sobre o terrorismo praticado nestes países.

Realizada esta discussão inicial, projete ou apresente para a turma o mapa do índice mundial de terrorismo no ano de 2016 elaborado pelo Institute for Economics and Peace. Peça que os alunos analisem o mapa e realize novos questionamentos:

  • Quais os países que mais sofrem com atentados terroristas?
  • Em que continentes estão localizados?
  • Por que vocês acreditam que as notícias destes atentados não são tão divulgadas quantos os que ocorrem em nos Estados Unidos e nos países europeus?

Durante a discussão procure ouvir os alunos verificando o conhecimento prévio que possuem sobre o terrorismo em países do Oriente Médio e da África. Segundo o documento organizado pelo Institute for Economics and Peace, apesar de o terrorismo estar em declínio em diversas partes do mundo, em outras regiões este fenômeno ainda é generalizado e está piorando. No ano de 2016 por exemplo, os cinco primeiros países da lista apresentados no mapa do terrorismo (Iraque, Afeganistão, Nigéria, Síria e Paquistão) representam três quartos de todas as mortes ocorridas neste ano, refletindo que nestas regiões a atuação dos grupos terroristas é bastante ativa e violenta.

Material complementar:

Imagem do mapa do índice do terrorismo de 2016, para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/6cv47Sgfa3PPSfX2ME9aEaWJqWvmx7vfbra3TGszFEzvcnRP8GxqV6NhVmXM/his9-35und04-contexto-imagem-mapa-do-indice-do-terrorismo-de-2016.pdf

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Continuação:

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 23 minutos.

Orientações: Realizada a discussão inicial, informe aos estudantes que o estudo realizado pelo Institute for Economics and Peace aponta os três grupos terroristas responsáveis por mais de 50% dos ataques e mortes. São eles: Boko Haran, Estado Islâmico e Talibã. Questione os alunos se eles já ouviram falar destes grupos, onde atuam, quais suas motivações. Deixe que os alunos exponham seus conhecimentos prévios sobre estes assuntos.

Com a turma organizada em equipes, informe que alguns grupos realizarão a leitura de um texto sobre o grupo terrorista Boko Haran, outros grupos realizarão a leitura de um texto sobre o Estado Islâmico e outras equipes realizarão a leitura de um texto sobre o Talibã. A ideia é que juntos possam construir três painéis com informações sobre cada um destes grupos. Logo, para a realização desta atividade poderá ser disponibilizado para a turma três cartolinas ou você pode dividir o quadro em três partes com espaço para realização de considerações. À medida que forem realizando a leitura, oriente as equipes a se dirigir aos respectivos painéis para escrever frases que resumem as principais características dos dois grupos, como por exemplo: O Boko Haram é um grupo terrorista nigeriano que é contra a educação ocidental; O Estado Islâmico é oriundo da região situada ao noroeste do Iraque e em parte da região central da Síria; O Talibã é um grupo terrorista que atua no Afeganistão e no Paquistão.

Forneça o tempo de 15 minutos para que realizem a leitura dos textos e teçam as considerações nas cartolinas ou no quadro. Ressaltamos que é importante o professor ser bem criterioso na questão do tempo, orientando os alunos a ter foco na realização das atividades propostas.

Finalizada esta atividade, pergunte à turma o que eles acharam do conteúdo abordado nos textos e se conseguiram traçar um perfil sobre estes três grupos. Em seguida realize a leitura de cada ponto destacado nos dois painéis, procurando destacar as semelhanças existentes entre os três grupos, as regiões de atuação, quais as motivações, se os membros desses grupos são formados apenas por pessoas da região onde estão localizados, entre outros aspectos. Você pode acrescentar algum trecho que julgar importante e que foi desconsiderado pelas equipes.

É importante durante esta discussão explorar com os alunos a relação entre condições políticas, econômicas e sociais extremas com a adesão ao extremismo que permite a grupos radicais consolidar e expandir-se cada vez mais. Sabe-se que a questão religiosa não é a força mais potente que tem empurrando milhares de pessoas no mundo todo a aderir aos grupos terroristas, na verdade ela se mostra uma força secundária, diante a questões políticas, econômicas e sociais de determinadas regiões. Uma vida de privações e marginalização, agravada, ainda, por uma realidade em que o governo do país é fraco e incapaz de oferecer aos seus cidadãos uma vida plena, com empregos e oportunidades, tem contribuído diretamente para tornar alguns ambientes propícios para a radicalização.

Material complementar:

Três cartolinas para a construção dos painéis ou quadro dividido em três partes.

Documento com texto sobre grupos terroristas para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/y5HHa89EZhGkYWAnCmWBFz8XSeZVAAjMBTSyxHgzxcUpbH7uH2ndARc9yrG5/his9-35und04-problematizacao-documento-sobre-grupos-terroristas.pdf

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Continuação:

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Continuação:

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Continuação:

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Continuação:

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Continuação:

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Continuação:

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Continuação

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Continuação

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Continuação

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Sem desfazer as equipes, lance o seguinte questionamento: Quais as consequências das práticas destes grupos terroristas para a população civil local? Forneça um tempo para que possam refletir sobre este assunto. Em seguida, peça que produzam com suas equipes uma carta relatando os principais problemas e dificuldades enfrentados pelas populações locais por causa da presença destes grupos terroristas em suas regiões.

A expectativa é que os estudantes relatem as inúmeras consequências (perdas materiais, mortes, ferimentos, abalos psicológicos etc.) para a população civil que está imersa nestes conflitos. Se tiverem dificuldade de realizarem esta conexão, a releitura de pontos importantes dois três textos podem auxiliar nessa questão, tais como “O Boko Haram recruta os seus membros por vários meios: pela força, pela pregação e até pela hipnose, procurando ainda os seus membros entre a juventude, desempregados e crianças de rua no norte da Nigéria (Onuoh 2012: 2-3). Os homens são obrigados a juntarem-se à seita enquanto as mulheres cozinham para eles [...]” ou “Outras formas de arrecadação do grupo são atividades ilegais como roubos a bancos, contrabando de carros e armas, bloqueio de estradas, sequestros e venda de antiguidades saqueadas no mercado negro, e o sistema de impostos instalado nas áreas conquistadas. Na Síria, o grupo chegou, inclusive, a desmantelar fábricas inteiras e vender suas estruturas na Turquia” e “Os homens foram obrigados a deixar a barba crescer e as mulheres a usar a burca que cobria todo o corpo. O Talebã proibiu televisão, música e cinema e reprovou que meninas com mais de dez anos fossem à escola”.

Resumo da aula

download Baixar plano

Professor, este slide tem como objetivo resumir o conteúdo da aula para que possa se planejar, portanto não deve ser apresentado para os alunos.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09HI35, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Projetor para exibição de imagens e texto ou impressão de imagens e textos para disponibilizar aos grupos de alunos.

Material complementar:

Duas cartolinas para a construção dos painéis.

Imagem do mapa do índice do terrorismo de 2016, para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/6cv47Sgfa3PPSfX2ME9aEaWJqWvmx7vfbra3TGszFEzvcnRP8GxqV6NhVmXM/his9-35und04-contexto-imagem-mapa-do-indice-do-terrorismo-de-2016.pdf

Documento sobre grupos terroristas Boko Haram, Estado Islâmico e Talibã:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/y5HHa89EZhGkYWAnCmWBFz8XSeZVAAjMBTSyxHgzxcUpbH7uH2ndARc9yrG5/his9-35und04-problematizacao-documento-sobre-grupos-terroristas.pdf

Para você saber mais:

Para a condução desta aula é importante que você esteja apropriado do conceito de terrorismo, temática essa bem complexa, mas que precisa ser explorada com profundidade e de maneira reflexiva com os alunos. De acordo com o Dicionário Priberam, o terrorismo se caracteriza pelo uso deliberado de violência, contra instituições ou pessoas, como forma de intimidação e tentativa de manipulação com fins políticos, ideológicos e religiosos. Segundo o Dicionário de conceitos históricos, o terrorismo se resume a atos violentos, quase sempre com fins políticos, usados contra a população civil de um Estado. Estudos atuais sobre a temática apontam para a distinção de pelo menos quatro categorias: terrorismo revolucionário, terrorismo nacionalista, terrorismo de Estado e terrorismo de organizações criminosas. Desta maneira é importante explorar junto aos alunos este conceito de maneira mais ampla, desassociando o terrorismo apenas da questão do fanatismo religioso, mas ressaltando que questões políticas, sociais e econômicas acabam estimulando maior adesão a atos extremistas, incentivando assim o crescimento de grupos terroristas.

Sabe-se que a África Subsariana e o Oriente Médio são as regiões mais pobres do mundo sendo afetadas por problemas estruturais graves, muitos deles decorrentes ainda do colonialismo. Soma-se a esta questão a existência de diversos conflitos étnicos, religiosos, sociais, políticos e econômicos, os quais geram uma situação bastante tensa que leva a ocasiões de grande violência. Toda esta conjuntura contribui significativamente para o crescimento da adesão da população local aos grupos terroristas nestas regiões como forma de protesto e resistência à marginalização, descaso e autoritarismo do governo. Logo, percebe-se que o terrorismo nestes locais não está associado apenas às questões do fanatismo religioso, mas sim a várias questões de cunho político, econômico e social. Neste contexto, as pessoas mais afetadas com toda esta violência, sem sombra de dúvida, têm sido as populações onde estes grupos terroristas se localizam, tendo em vista que se encontram no meio de um fogo cruzado de disputa pelo poder político, econômico e bélico.

Para se aprofundar mais sobre as ações dos grupos terroristas, indicamos o acesso ao site do Institute for Economics and Peace, que elabora anualmente um índice da ação terrorista no mundo. Para que possa ter acesso a todos os documentos organizados por essa instituição, disponibilizamos o link: http://economicsandpeace.org/

Para maiores informações sobre o conceito de terrorismo e as diversas questões que envolvem essa temática, verificar:

SILVA, Kalina Vanderlei; SILVA, Maciel Henrique. Dicionário de conceitos históricos. São Paulo : Contexto, 2009, p. 397 a 399.

TERRORISMO. Priberam Dicionário (online). Disponível em: <https://dicionario.priberam.org/terrorismo> Acesso em: 6 dez. 2018.

Slide Plano Aula

Orientações: Para a vivência desta aula, solicite que os alunos se organizem em grupos de três ou quatro integrantes. O direcionamento da escolha das equipes poderá ser realizado pelos próprios alunos ou por você, com o objetivo de garantir que os alunos possam realizar com sucesso a atividade proposta.

É importante iniciar a aula apresentando o objetivo para os estudantes. O objetivo poderá ser projetado, escrito no quadro ou lido para a turma. Este momento é bem relevante para que os estudantes compreendam a temática que será estudada e qual a sua importância para compreensão da História contemporânea. No entanto, procure não antecipar algumas questões neste início a fim de garantir a atenção e o interesse dos alunos durante toda a vivência da aula.

A proposta desta aula é fazer com que os alunos identifiquem os principais grupos terroristas existentes na atualidade, compreendendo as consequências dos atos violentos destes grupos, sobretudo para a população onde são originados.

Para você saber mais:

Com a globalização, percebe-se que o terrorismo tem expandido cada vez mais suas fronteiras e afetado pessoas em todo o mundo. No entanto, de acordo com as últimas pesquisas realizadas, as populações que mais têm sofrido com estes atos de violência têm sido as que residem no local de origem destes grupos, por estarem na linha de frente. Para aprofundamento sobre as questões que envolvem a formação e as ações dos grupos terroristas, indicamos as seguintes leituras:

ARENDT, Hannah. Origens do totalitarismo: antissemitismo, imperialismo, totalitarismo. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

RICARDO, Sílvia; SUTTI, Paulo. As diversas faces do terrorismo. São Paulo: Harbra, 2002.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos.

Orientações: Com a finalidade de gerar um aprendizado significativo para os alunos, garantindo assim seu protagonismo em todos os momentos da aula, ressalta-se ser importante não expor os motivos que lhe levaram à formulação desta atividade (identificar os principais grupos terroristas existentes na atualidade e as consequências de seus atos para a população civil). Por isso é importante seguir as orientações, conforme descrito abaixo.

Com os alunos organizados em grupos, lance o seguinte questionamento para eles: Quais os países vocês acreditam que mais sofrem com atentados terroristas?

É provável que os alunos mencionem os Estados Unidos da América ou alguns países europeus, tendo em vista que os atentados contra essas nações são bastantes divulgados pela imprensa mundial e programas de televisão. Caso esta seja a visão da maioria dos alunos, questione-os se já tiveram acesso a alguma notícia de atentados contra países da África e do Oriente Médio procurando verificar o que os alunos sabem sobre o terrorismo praticado nestes países.

Realizada esta discussão inicial, projete ou apresente para a turma o mapa do índice mundial de terrorismo no ano de 2016 elaborado pelo Institute for Economics and Peace. Peça que os alunos analisem o mapa e realize novos questionamentos:

  • Quais os países que mais sofrem com atentados terroristas?
  • Em que continentes estão localizados?
  • Por que vocês acreditam que as notícias destes atentados não são tão divulgadas quantos os que ocorrem em nos Estados Unidos e nos países europeus?

Durante a discussão procure ouvir os alunos verificando o conhecimento prévio que possuem sobre o terrorismo em países do Oriente Médio e da África. Segundo o documento organizado pelo Institute for Economics and Peace, apesar de o terrorismo estar em declínio em diversas partes do mundo, em outras regiões este fenômeno ainda é generalizado e está piorando. No ano de 2016 por exemplo, os cinco primeiros países da lista apresentados no mapa do terrorismo (Iraque, Afeganistão, Nigéria, Síria e Paquistão) representam três quartos de todas as mortes ocorridas neste ano, refletindo que nestas regiões a atuação dos grupos terroristas é bastante ativa e violenta.

Material complementar:

Imagem do mapa do índice do terrorismo de 2016, para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/6cv47Sgfa3PPSfX2ME9aEaWJqWvmx7vfbra3TGszFEzvcnRP8GxqV6NhVmXM/his9-35und04-contexto-imagem-mapa-do-indice-do-terrorismo-de-2016.pdf

Slide Plano Aula

Continuação:

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 23 minutos.

Orientações: Realizada a discussão inicial, informe aos estudantes que o estudo realizado pelo Institute for Economics and Peace aponta os três grupos terroristas responsáveis por mais de 50% dos ataques e mortes. São eles: Boko Haran, Estado Islâmico e Talibã. Questione os alunos se eles já ouviram falar destes grupos, onde atuam, quais suas motivações. Deixe que os alunos exponham seus conhecimentos prévios sobre estes assuntos.

Com a turma organizada em equipes, informe que alguns grupos realizarão a leitura de um texto sobre o grupo terrorista Boko Haran, outros grupos realizarão a leitura de um texto sobre o Estado Islâmico e outras equipes realizarão a leitura de um texto sobre o Talibã. A ideia é que juntos possam construir três painéis com informações sobre cada um destes grupos. Logo, para a realização desta atividade poderá ser disponibilizado para a turma três cartolinas ou você pode dividir o quadro em três partes com espaço para realização de considerações. À medida que forem realizando a leitura, oriente as equipes a se dirigir aos respectivos painéis para escrever frases que resumem as principais características dos dois grupos, como por exemplo: O Boko Haram é um grupo terrorista nigeriano que é contra a educação ocidental; O Estado Islâmico é oriundo da região situada ao noroeste do Iraque e em parte da região central da Síria; O Talibã é um grupo terrorista que atua no Afeganistão e no Paquistão.

Forneça o tempo de 15 minutos para que realizem a leitura dos textos e teçam as considerações nas cartolinas ou no quadro. Ressaltamos que é importante o professor ser bem criterioso na questão do tempo, orientando os alunos a ter foco na realização das atividades propostas.

Finalizada esta atividade, pergunte à turma o que eles acharam do conteúdo abordado nos textos e se conseguiram traçar um perfil sobre estes três grupos. Em seguida realize a leitura de cada ponto destacado nos dois painéis, procurando destacar as semelhanças existentes entre os três grupos, as regiões de atuação, quais as motivações, se os membros desses grupos são formados apenas por pessoas da região onde estão localizados, entre outros aspectos. Você pode acrescentar algum trecho que julgar importante e que foi desconsiderado pelas equipes.

É importante durante esta discussão explorar com os alunos a relação entre condições políticas, econômicas e sociais extremas com a adesão ao extremismo que permite a grupos radicais consolidar e expandir-se cada vez mais. Sabe-se que a questão religiosa não é a força mais potente que tem empurrando milhares de pessoas no mundo todo a aderir aos grupos terroristas, na verdade ela se mostra uma força secundária, diante a questões políticas, econômicas e sociais de determinadas regiões. Uma vida de privações e marginalização, agravada, ainda, por uma realidade em que o governo do país é fraco e incapaz de oferecer aos seus cidadãos uma vida plena, com empregos e oportunidades, tem contribuído diretamente para tornar alguns ambientes propícios para a radicalização.

Material complementar:

Três cartolinas para a construção dos painéis ou quadro dividido em três partes.

Documento com texto sobre grupos terroristas para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/y5HHa89EZhGkYWAnCmWBFz8XSeZVAAjMBTSyxHgzxcUpbH7uH2ndARc9yrG5/his9-35und04-problematizacao-documento-sobre-grupos-terroristas.pdf

Slide Plano Aula

Continuação:

Slide Plano Aula

Continuação:

Slide Plano Aula

Continuação:

Slide Plano Aula

Continuação:

Slide Plano Aula

Continuação:

Slide Plano Aula

Continuação:

Slide Plano Aula

Continuação

Slide Plano Aula

Continuação

Slide Plano Aula

Continuação

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Sem desfazer as equipes, lance o seguinte questionamento: Quais as consequências das práticas destes grupos terroristas para a população civil local? Forneça um tempo para que possam refletir sobre este assunto. Em seguida, peça que produzam com suas equipes uma carta relatando os principais problemas e dificuldades enfrentados pelas populações locais por causa da presença destes grupos terroristas em suas regiões.

A expectativa é que os estudantes relatem as inúmeras consequências (perdas materiais, mortes, ferimentos, abalos psicológicos etc.) para a população civil que está imersa nestes conflitos. Se tiverem dificuldade de realizarem esta conexão, a releitura de pontos importantes dois três textos podem auxiliar nessa questão, tais como “O Boko Haram recruta os seus membros por vários meios: pela força, pela pregação e até pela hipnose, procurando ainda os seus membros entre a juventude, desempregados e crianças de rua no norte da Nigéria (Onuoh 2012: 2-3). Os homens são obrigados a juntarem-se à seita enquanto as mulheres cozinham para eles [...]” ou “Outras formas de arrecadação do grupo são atividades ilegais como roubos a bancos, contrabando de carros e armas, bloqueio de estradas, sequestros e venda de antiguidades saqueadas no mercado negro, e o sistema de impostos instalado nas áreas conquistadas. Na Síria, o grupo chegou, inclusive, a desmantelar fábricas inteiras e vender suas estruturas na Turquia” e “Os homens foram obrigados a deixar a barba crescer e as mulheres a usar a burca que cobria todo o corpo. O Talebã proibiu televisão, música e cinema e reprovou que meninas com mais de dez anos fossem à escola”.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE A história recente do 9º ano :

MAIS AULAS DE História do 9º ano:

9º ano / História / Modernização, ditadura civil-militar e redemocratização: o Brasil após 1946

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF09HI35 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano