16834
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 9º ano > Modernização, ditadura civil-militar e redemocratização: o Brasil após 1946

Plano de aula - Golpe civil-militar de 1964

Plano de aula de História com atividades para 9º ano do EF sobre Golpe civil-militar de 1964

Plano 01 de 2 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Pablo Jeovane Santos Farias

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09HI19, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Cópias impressas dos textos.

Material complementar:

UNE contra o golpe

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/3mSv7bAE584VNJBXZgYGeWtAhbA5UdzAmytpQpHST4uPaWxuV6TakWbXT2ae/his9-19und01-une-contra-o-golpe.pdf

Linha do tempo para o golpe civil-militar

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/yeXdsJCdKHbxBJPamkjkdJameMJbdPX6XSDtZBdJcJ3myK9B8C5sEmHzxMu9/his9-19und01-linha-do-tempo-para-o-golpe-civil-militar.pdf

Para você saber mais:

https://www.youtube.com/watch?list=PLBT9aZtV_m77jKbWHImyff-4s5B5CBzR6&time_continue=1&v=AbQgZuBg_9I

http://memorialdademocracia.com.br/card/golpe-militar-depoe-governo-constitucional#card-8

https://www.ufmg.br/brasildoc/temas/1-golpe-militar-de-1964/

https://www1.folha.uol.com.br/folhinha/2014/03/1432530-conheca-a-historia-da-ditadura-militar-no-brasil-em-quadrinhos.shtml

http://memoria.oglobo.globo.com/erros-e-acusacoes-falsas/apoio-ao-golpe-de-64-foi-um-erro-12695226

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações:

Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo da aula para a turma. É muito importante começar com a apresentação do objetivo para que os estudantes entendam o que farão e compreendam aonde se quer chegar no fim da aula. Contudo, tome cuidado para, ao fazer isso, não antecipar respostas desde o começo. É necessário sempre garantir que os alunos construam o raciocínio por conta própria.

Incentivado pelos grandes grupos econômicos, meios de comunicação, chefes militares; o golpe militar de 1964 derrubou o presidente João Goulart, rasgou a Constituição e colocou o Brasil em 21 anos de opressão e resistência.Talvez tudo possa ser explicado a partir do momento em que Jânio Quadros condecora Che Guevara e provoca os ânimos de civis e militares conservadores. Daí o país é surpreendido com a renúncia de Jânio, que na sua sucessão provoca uma divisão entre os que eram a favor de Goulart e os militares que defendiam novas eleições.

Então o parlamentarismo é colocado como solução para esta crise. Seria então mais uma forma de diminuir os poderes do presidente. Mas Jango, que propõe as reformas de base, que inclui a reforma agrária, provoca as elites. Também a instituição do 13° não agradou o empresariado.

Além disso, também mantém relações com a URSS em plena Guerra Fria. No plebiscito de 1963, que decidira a forma de governo, retorna o presidencialismo. O presidente é impedido por alguns militares de decretar estado de sítio. Jango tenta realizar campanha em favor das reformas, iniciado pelo Central do Brasil. Mas talvez já fosse tarde para o inevitável: a ditadura civil-militar.

Glossário:

Parlamentarismo: https://michaelis.uol.com.br/moderno-portugues/busca/portugues-brasileiro/parlamentarismo/

Estado de sítio: https://www.significados.com.br/estado-de-sitio/

Para você saber mais:

Origens do golpe - http://memoriasdaditadura.org.br/origens-do-golpe/index.html Acesso em: 5/3/2019.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos.

Orientações:

Para garantir o protagonismo dos alunos, é necessário que você não vá diretamente para a razão que motivou a formulação desta atividade (Compreender o processo que resultou na Ditadura civil-militar.) Por isso faça as intervenções passo a passo, conforme descrito abaixo.

Organize a sala em trios. Diga para a turma que você vai propor uma divisão. O seu critério deve ser deixar no mesmo grupo alunos que possam se apoiar mutuamente para a realização da atividade.

Projete ou imprima o documento abaixo.

UNE contra o golpe

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/3mSv7bAE584VNJBXZgYGeWtAhbA5UdzAmytpQpHST4uPaWxuV6TakWbXT2ae/his9-19und01-une-contra-o-golpe.pdf

Este documento foi produzido antes do golpe e na iminência dele, e, portanto, representa o posicionamento de uma instituição da sociedade civil que previa o acontecimento e se mobiliza contra ele.

Peça que os alunos anotem suas respostas no caderno. Caminhe pela sala enquanto respondem, e, após, peça que os trios apresentem suas anotações. Utilizar as questões propostas para contextualizar a aula. A intenção é propor uma reflexão com base no cartaz sobre o conceito de golpe e como os grupos envolvidos participaram deste início.

Respostas esperadas:

- O que pode ser entendido como contragolpe?

“Seria a resistência, a não aceitação das ordens dos que estavam no comando, a luta pelas liberdades democráticas.”

- Qual o sentimento que o cartaz coloca ao convocar o povo?

“O sentimento que as pessoas não devam assistir à supressão dos seus direitos, devem lutar pela democracia e pela Constituição, lutar por suas liberdades e direitos fundamentais.”

- Quais os setores sociais favoráveis e os contrários ao golpe? Por que eram a favor ou contra?

“Favoráveis ao golpe: grupos estrangeiros, militares e civis, latifundiários, comerciantes, grandes proprietários de imóveis.”

“Prejudicados pelo golpe: operários, sindicatos, camadas populares, estudantes.”

“Interesses econômicos, industriais, políticos, sociais.”

Sobre a UNE:

A União Nacional dos Estudantes foi um dos principais movimentos contra o golpe civil-militar. Inclusive antes do golpe lutaram pelas reformas de base, indo contra os interesses da elite brasileira. No início dos anos 1960 trabalhou por meio do “Centro Popular de Cultura” e “UNE volante” a fim de conscientizar a população por meio da cultura.

Também debateu a reforma universitária no país, realizando vários seminários no país. Onde no comício da Central do Brasil, a UNE convocava os universitários para uma greve geral em apoio a Jango. O documento defendia a democracia brasileira. No 1° de abril de 1964 a sede da UNE foi incendiada. Ainda a Lei Suplicy de Lacerda colocou a UNE e as Uniões Estaduais dos Estudantes na ilegalidade, alguns diretores tiveram de sair do país. Mesmo assim, a UNE trabalhou na clandestinidade contra a repressão por meio de debates, manifestações, passeatas, atos públicos, jornais clandestinos.

Para você saber mais:

http://memoriasdaditadura.org.br/estudantes/index.html

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Projete, imprima ou escreva no quadro o documento abaixo.

Sem desfazer os trios, peça para a classe para analisar, respectivamente, o documento a seguir:

Linha do tempo para o golpe civil-militar

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/yeXdsJCdKHbxBJPamkjkdJameMJbdPX6XSDtZBdJcJ3myK9B8C5sEmHzxMu9/his9-19und01-linha-do-tempo-para-o-golpe-civil-militar.pdf

Solicite aos estudantes que registrem as respostas em seus cadernos.

A expectativa é que o aluno selecionado responda para a classe:

- Quais fatos demonstram desde o início o interesse dos militares de buscar o poder?

“Quando os militares vetam a posse de Goulart, a partir da renúncia de Jânio Quadros, e a rebelião de praças do Exército, Marinha e Aeronáutica.”

- Por quais motivos empresários, proprietários rurais e imprensa fizeram oposição às reformas de base?

“As reformas de base possuíam interesse social, de auxiliar minorias, grupos que não faziam parte da elite brasileira.”

- Qual o primeiro sinal contundente de que as instituições democráticas estavam ameaçadas?

“Quando o general Olympio Mourão Filho inicia movimentação de tropas rumo ao Rio de Janeiro e quando o senador Auro de Moura Andrade declara vaga a Presidência da República. Assim como quando João Goulart inicia exílio no Uruguai e na Argentina, morrendo em 1976.”

- De que modo a polarização social ajudou para que ocorresse o golpe? (Veja também o tema no documento “UNE contra o golpe”.)

“O país estava dividido, entre sindicatos e donos de empresas, entre os militares e civis, entre grupos estrangeiros e nacionalistas, entre governo e oposição, entre comunismo e capitalismo, entre democracia e golpe. Ou seja, a polarização também pode ser colocada como preponderante para ocorrência do golpe.”

Para você saber mais:

Biografias da ditadura - http://memoriasdaditadura.org.br/biografias-da-ditadura/index.html Acesso em: 5/3/2019.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações:

Nos mesmos grupos das etapas anteriores, solicitar que os alunos preencham a tabela, com base no vivenciado na aula.

É esperado que os alunos demonstrem que aprenderam o objetivo da aula, colocando e refletindo as motivações, grupos envolvidos e conjuntura deste movimento.

Tabela Sistematização

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/9B2qPUtrDGGv6Xf8MvQTN7YsjbJBFUBcZ95jhqedC6mxAHY78MsAHHnj7M8J/his9-19und01-tabela-sistematizacao.pdf

Peça que os alunos apresentem as produções de seus grupos a turma.

Respostas esperadas:

Conjuntura política que favoreceu o golpe?

“O país estava dividido, onde alguns desejavam as reformas de base e outros as criticavam. Conservadores protestavam contra o governo, achando que as reformas eram porta de entrada para o comunismo. Afinal, o mundo estava inserido no contexto da Guerra Fria. Bem como a instabilidade política gerada pela renúncia de Jânio Quadros e a oposição ao governo de João Goulart propiciaram o clima favorável ao movimento golpista.”

Setores sociais favoráveis ao golpe?

“Grandes empresários; latifundiários; setores do Exército, da Marinha e da Aeronáutica; setores da imprensa; classe média.”

Setores sociais contrários ao golpe?

“Estudantes; pequenos proprietários rurais; ligas camponesas; movimentos sindicais.”

Motivações para quê?

(Professor, a intenção é indicar as motivações dos setores sociais que eram contrários e favoráveis ao golpe.)

“Interesses políticos, econômicos e sociais.”

Caso o aluno não chegue à resposta esperada, indique os trechos acima para ele e pergunte novamente se ele vê a diferença. Se ainda assim, ele não vir a diferença, pergunte à classe se qualquer outro aluno conseguiu perceber a diferença e vá ouvindo todos em sequência até que um deles chegue à resposta esperada.

Para você saber mais:

UNE no combate à ditadura - http://une.org.br/noticias/a-une-no-combate-a-ditadura/ Acesso em: 5/3/2019.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09HI19, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Cópias impressas dos textos.

Material complementar:

UNE contra o golpe

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/3mSv7bAE584VNJBXZgYGeWtAhbA5UdzAmytpQpHST4uPaWxuV6TakWbXT2ae/his9-19und01-une-contra-o-golpe.pdf

Linha do tempo para o golpe civil-militar

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/yeXdsJCdKHbxBJPamkjkdJameMJbdPX6XSDtZBdJcJ3myK9B8C5sEmHzxMu9/his9-19und01-linha-do-tempo-para-o-golpe-civil-militar.pdf

Para você saber mais:

https://www.youtube.com/watch?list=PLBT9aZtV_m77jKbWHImyff-4s5B5CBzR6&time_continue=1&v=AbQgZuBg_9I

http://memorialdademocracia.com.br/card/golpe-militar-depoe-governo-constitucional#card-8

https://www.ufmg.br/brasildoc/temas/1-golpe-militar-de-1964/

https://www1.folha.uol.com.br/folhinha/2014/03/1432530-conheca-a-historia-da-ditadura-militar-no-brasil-em-quadrinhos.shtml

http://memoria.oglobo.globo.com/erros-e-acusacoes-falsas/apoio-ao-golpe-de-64-foi-um-erro-12695226

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações:

Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo da aula para a turma. É muito importante começar com a apresentação do objetivo para que os estudantes entendam o que farão e compreendam aonde se quer chegar no fim da aula. Contudo, tome cuidado para, ao fazer isso, não antecipar respostas desde o começo. É necessário sempre garantir que os alunos construam o raciocínio por conta própria.

Incentivado pelos grandes grupos econômicos, meios de comunicação, chefes militares; o golpe militar de 1964 derrubou o presidente João Goulart, rasgou a Constituição e colocou o Brasil em 21 anos de opressão e resistência.Talvez tudo possa ser explicado a partir do momento em que Jânio Quadros condecora Che Guevara e provoca os ânimos de civis e militares conservadores. Daí o país é surpreendido com a renúncia de Jânio, que na sua sucessão provoca uma divisão entre os que eram a favor de Goulart e os militares que defendiam novas eleições.

Então o parlamentarismo é colocado como solução para esta crise. Seria então mais uma forma de diminuir os poderes do presidente. Mas Jango, que propõe as reformas de base, que inclui a reforma agrária, provoca as elites. Também a instituição do 13° não agradou o empresariado.

Além disso, também mantém relações com a URSS em plena Guerra Fria. No plebiscito de 1963, que decidira a forma de governo, retorna o presidencialismo. O presidente é impedido por alguns militares de decretar estado de sítio. Jango tenta realizar campanha em favor das reformas, iniciado pelo Central do Brasil. Mas talvez já fosse tarde para o inevitável: a ditadura civil-militar.

Glossário:

Parlamentarismo: https://michaelis.uol.com.br/moderno-portugues/busca/portugues-brasileiro/parlamentarismo/

Estado de sítio: https://www.significados.com.br/estado-de-sitio/

Para você saber mais:

Origens do golpe - http://memoriasdaditadura.org.br/origens-do-golpe/index.html Acesso em: 5/3/2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos.

Orientações:

Para garantir o protagonismo dos alunos, é necessário que você não vá diretamente para a razão que motivou a formulação desta atividade (Compreender o processo que resultou na Ditadura civil-militar.) Por isso faça as intervenções passo a passo, conforme descrito abaixo.

Organize a sala em trios. Diga para a turma que você vai propor uma divisão. O seu critério deve ser deixar no mesmo grupo alunos que possam se apoiar mutuamente para a realização da atividade.

Projete ou imprima o documento abaixo.

UNE contra o golpe

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/3mSv7bAE584VNJBXZgYGeWtAhbA5UdzAmytpQpHST4uPaWxuV6TakWbXT2ae/his9-19und01-une-contra-o-golpe.pdf

Este documento foi produzido antes do golpe e na iminência dele, e, portanto, representa o posicionamento de uma instituição da sociedade civil que previa o acontecimento e se mobiliza contra ele.

Peça que os alunos anotem suas respostas no caderno. Caminhe pela sala enquanto respondem, e, após, peça que os trios apresentem suas anotações. Utilizar as questões propostas para contextualizar a aula. A intenção é propor uma reflexão com base no cartaz sobre o conceito de golpe e como os grupos envolvidos participaram deste início.

Respostas esperadas:

- O que pode ser entendido como contragolpe?

“Seria a resistência, a não aceitação das ordens dos que estavam no comando, a luta pelas liberdades democráticas.”

- Qual o sentimento que o cartaz coloca ao convocar o povo?

“O sentimento que as pessoas não devam assistir à supressão dos seus direitos, devem lutar pela democracia e pela Constituição, lutar por suas liberdades e direitos fundamentais.”

- Quais os setores sociais favoráveis e os contrários ao golpe? Por que eram a favor ou contra?

“Favoráveis ao golpe: grupos estrangeiros, militares e civis, latifundiários, comerciantes, grandes proprietários de imóveis.”

“Prejudicados pelo golpe: operários, sindicatos, camadas populares, estudantes.”

“Interesses econômicos, industriais, políticos, sociais.”

Sobre a UNE:

A União Nacional dos Estudantes foi um dos principais movimentos contra o golpe civil-militar. Inclusive antes do golpe lutaram pelas reformas de base, indo contra os interesses da elite brasileira. No início dos anos 1960 trabalhou por meio do “Centro Popular de Cultura” e “UNE volante” a fim de conscientizar a população por meio da cultura.

Também debateu a reforma universitária no país, realizando vários seminários no país. Onde no comício da Central do Brasil, a UNE convocava os universitários para uma greve geral em apoio a Jango. O documento defendia a democracia brasileira. No 1° de abril de 1964 a sede da UNE foi incendiada. Ainda a Lei Suplicy de Lacerda colocou a UNE e as Uniões Estaduais dos Estudantes na ilegalidade, alguns diretores tiveram de sair do país. Mesmo assim, a UNE trabalhou na clandestinidade contra a repressão por meio de debates, manifestações, passeatas, atos públicos, jornais clandestinos.

Para você saber mais:

http://memoriasdaditadura.org.br/estudantes/index.html

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Projete, imprima ou escreva no quadro o documento abaixo.

Sem desfazer os trios, peça para a classe para analisar, respectivamente, o documento a seguir:

Linha do tempo para o golpe civil-militar

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/yeXdsJCdKHbxBJPamkjkdJameMJbdPX6XSDtZBdJcJ3myK9B8C5sEmHzxMu9/his9-19und01-linha-do-tempo-para-o-golpe-civil-militar.pdf

Solicite aos estudantes que registrem as respostas em seus cadernos.

A expectativa é que o aluno selecionado responda para a classe:

- Quais fatos demonstram desde o início o interesse dos militares de buscar o poder?

“Quando os militares vetam a posse de Goulart, a partir da renúncia de Jânio Quadros, e a rebelião de praças do Exército, Marinha e Aeronáutica.”

- Por quais motivos empresários, proprietários rurais e imprensa fizeram oposição às reformas de base?

“As reformas de base possuíam interesse social, de auxiliar minorias, grupos que não faziam parte da elite brasileira.”

- Qual o primeiro sinal contundente de que as instituições democráticas estavam ameaçadas?

“Quando o general Olympio Mourão Filho inicia movimentação de tropas rumo ao Rio de Janeiro e quando o senador Auro de Moura Andrade declara vaga a Presidência da República. Assim como quando João Goulart inicia exílio no Uruguai e na Argentina, morrendo em 1976.”

- De que modo a polarização social ajudou para que ocorresse o golpe? (Veja também o tema no documento “UNE contra o golpe”.)

“O país estava dividido, entre sindicatos e donos de empresas, entre os militares e civis, entre grupos estrangeiros e nacionalistas, entre governo e oposição, entre comunismo e capitalismo, entre democracia e golpe. Ou seja, a polarização também pode ser colocada como preponderante para ocorrência do golpe.”

Para você saber mais:

Biografias da ditadura - http://memoriasdaditadura.org.br/biografias-da-ditadura/index.html Acesso em: 5/3/2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações:

Nos mesmos grupos das etapas anteriores, solicitar que os alunos preencham a tabela, com base no vivenciado na aula.

É esperado que os alunos demonstrem que aprenderam o objetivo da aula, colocando e refletindo as motivações, grupos envolvidos e conjuntura deste movimento.

Tabela Sistematização

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/9B2qPUtrDGGv6Xf8MvQTN7YsjbJBFUBcZ95jhqedC6mxAHY78MsAHHnj7M8J/his9-19und01-tabela-sistematizacao.pdf

Peça que os alunos apresentem as produções de seus grupos a turma.

Respostas esperadas:

Conjuntura política que favoreceu o golpe?

“O país estava dividido, onde alguns desejavam as reformas de base e outros as criticavam. Conservadores protestavam contra o governo, achando que as reformas eram porta de entrada para o comunismo. Afinal, o mundo estava inserido no contexto da Guerra Fria. Bem como a instabilidade política gerada pela renúncia de Jânio Quadros e a oposição ao governo de João Goulart propiciaram o clima favorável ao movimento golpista.”

Setores sociais favoráveis ao golpe?

“Grandes empresários; latifundiários; setores do Exército, da Marinha e da Aeronáutica; setores da imprensa; classe média.”

Setores sociais contrários ao golpe?

“Estudantes; pequenos proprietários rurais; ligas camponesas; movimentos sindicais.”

Motivações para quê?

(Professor, a intenção é indicar as motivações dos setores sociais que eram contrários e favoráveis ao golpe.)

“Interesses políticos, econômicos e sociais.”

Caso o aluno não chegue à resposta esperada, indique os trechos acima para ele e pergunte novamente se ele vê a diferença. Se ainda assim, ele não vir a diferença, pergunte à classe se qualquer outro aluno conseguiu perceber a diferença e vá ouvindo todos em sequência até que um deles chegue à resposta esperada.

Para você saber mais:

UNE no combate à ditadura - http://une.org.br/noticias/a-une-no-combate-a-ditadura/ Acesso em: 5/3/2019.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Modernização, ditadura civil-militar e redemocratização: o Brasil após 1946 do 9º ano :

9º ano / História / Modernização, ditadura civil-militar e redemocratização: o Brasil após 1946

9º ano / História / Modernização, ditadura civil-militar e redemocratização: o Brasil após 1946

MAIS AULAS DE História do 9º ano:

9º ano / História / Modernização, ditadura civil-militar e redemocratização: o Brasil após 1946

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF09HI19 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano