16810
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 8º ano > Os processos de independência nas Américas

Plano de aula - Os grupos sociais e étnicos nas independências latino-americanas

Plano de aula de História com atividades para 8º ano do EF sobre Os grupos sociais e étnicos nas independências latino-americanas

Plano 01 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Guilherme Barboza De Fraga

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF08HI11, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Data show para projetar as imagens. Se não houver esta possibilidade, levar a cópia impressa das imagens e dos textos.

Material complementar:

Contexto - imagens:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/K55m5VpAhhcRxzDxCXaF5nbSmnYns4f8tDXMPBmWrWWy4pzWccpGbgZXUYHJ/contexto-imagens.pdf

Problematização - documentos para análise dos grupos:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/96wEey3T9WmnxNM5dGwRe7uezCDr2FP6tAQ8MEwdZ2aQR7FcKhP8dQF29mcq/problematizacao-documentos-para-analise-dos-grupos.pdf

Sistematização - “Mão” para cartaz:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/tq2swRBekqYaMZwn5n2cDfSW9phTkfgmapmcUuTMp2njWUKrHwwcNYBng5kR/sistematizacao-mao-para-cartaz.pdf

Para que os alunos aprendam a interpretar fontes históricas, é muito importante que você não forneça a eles as informações básicas sobre a fonte histórica antes da leitura de cada uma delas. Não comece a aula com uma exposição sobre o contexto histórico destes documentos, pois isso os impediria de construir o Contexto com base nas fontes, que é o objetivo central da aula de História.

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Apresente o objetivo aos alunos, escrevendo-o no quadro ou lendo-o para a turma. Se estiver fazendo uso do projetor, apresente este slide e faça uma leitura coletiva. É muito importante começar com a apresentação do objetivo para que os estudantes entendam a proposta e compreendam qual a expectativa de aprendizado no fim da aula.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos.

Orientações:

Este mapa apresenta os países da América Latina e o ano em que ocorreu sua independência. Neste momento, provoque alguns questionamentos com base na observação dele:

  • O que o mapa está representando?
  • Qual foi o primeiro país latino-americano a se tornar independente? E qual foi o último?
  • Quantos anos há de diferença entre o primeiro e o último país independente? O que isso representa?

Espera-se que os alunos identifiquem que o mapa está representando o ano em que ocorreu a independência de cada um dos países latino-americanos. É importante que percebam que o Haiti foi o primeiro país a tornar-se independente, em 1804 enquanto o Panamá conquistou sua independência apenas em 1903, quase um século depois. Espera-se que os alunos percebam que houve um longo processo emancipatório na América Latina.

Caso não seja possível projetar o mapa, o professor pode levar a imagem impressa.

Fonte: Banco de Imagens da Nova Escola. Acesso em: 24/1/2019.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

Professor, a escultura Mão, de Oscar Niemeyer, é uma das obras do Memorial da América Latina, na capital paulista. Peça que os alunos observem a imagem e provoque os seguintes questionamentos:

  • O que o artista quis representar com esta escultura?
  • Que mapa está representado na obra?
  • A América Latina está com sangue escorrendo. O que isso pode indicar?
  • De quem é este sangue?
  • O que a escultura da mão quer representar?

Espera-se que os alunos percebam que esta escultura está representando a luta contra a opressão e o sofrimento presente na História da América Latina. O sangue escorrendo tem o formato da América Latina, representando vidas de sofrimento e resistência em diferentes momentos: desde a colonização e o genocídio das populações nativas, passando pelos seus processos independentistas (violento em diversos países), a escravidão, as ditaduras até chegar à situação de pobreza e exploração na atualidade. Enfim, é importante que notem que esta mão espalmada e o sangue representam os diversos povos do subcontinente e reflitam o quanto expressam a participação de tal população nestes contextos, como os processos de Independência.

Caso não seja possível projetar a escultura, o professor pode levar a imagem impressa.

Fonte: Wikimedia Commons. Disponível em: https://commons.wikimedia.org/w/index.php?search=m%C3%A3o+memorial+da+am%C3%A9rica+latina&title=Special%3ASearch&go=Go#/media/File:A_Grande_M%C3%A3o_e_o_Sal%C3%A3o_de_Atos_(Memorial_da_Am%C3%A9rica_Latina)_(5613971409).jpg . Acesso em: 26/1/2019.

Para você saber mais:

Fundação Memorial da América Latina. Disponível em: http://www.memorial.org.br/obras-de-arte/mao/ . Acesso em: 26/1/2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Divida a turma em grupos menores. Há três textos para ser analisados: pode-se dividir a turma em três grandes grupos ou dividir em grupos menores para refletir sobre estes três trechos. A proposta é que cada grupo leia um pequeno texto de historiadores sobre a participação popular durante os processos de independência na América Latina. Após a leitura e a análise do trecho, cada grupo deve planejar um desenho ou escrever algo (um breve comentário, palavras-chave, uma poesia) para expressar o que foi discutido com base nas fontes.

Imprima uma ou mais cópias para cada grupo de modo que facilite a leitura, a reflexão e a elaboração da atividade. Os textos a ser analisados estão disponíveis para impressão no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/96wEey3T9WmnxNM5dGwRe7uezCDr2FP6tAQ8MEwdZ2aQR7FcKhP8dQF29mcq/problematizacao-documentos-para-analise-dos-grupos.pdf

Grupo A - O texto trata da visão de diferentes grupos sociais sobre o que seria “liberdade” dentro do processo de Independência. Deste modo, espera-se que os estudantes identifiquem que, para os escravizados, liberdade seria acabar com a escravidão; para mestiços e indígenas indicava o fim da divisão e da desigualdade social; para os liberais significava o fim dos laços com a metrópole; para os despossuídos liberdade seria ter acesso à posse da terra, enquanto os proprietários e os comerciantes desejavam liberdade para produzir e comerciar. Espera-se que os alunos percebam que o projeto vitorioso foi o das elites.

Grupo B - O texto trata da participação das populações indígenas no processo emancipatório. Espera-se que os estudantes identifiquem que a independência não representou a conquista de maior liberdade para os indígenas, pois eles tiveram de se adaptar às novas condições do país, pagar novos tributos, tiveram sua posse coletiva da terra ameaçada e muitos foram expulsos de seus domínios. Também espera-se que a turma identifique o projeto político das elites que assumiram o poder após as independências ansearam por “transformar os índios em pequenos proprietários capazes de abastecer o mercado, em vez de produzir essencialmente para sua subsistência”, o que foi bastante negativo para os indígenas.

Grupo C - O texto trata da participação das mulheres no processo de Independência. Espera-se que os estudantes identifiquem que as mulheres tiveram ampla participação conforme o texto: acompanhando seus maridos soldados, trabalhando, pegando em armas, atuando como mensageiras, além de que ser mulher trazia alguns diferenciais, como poder atuar levantando menos suspeitas.

Durante a atividade, verifique possíveis dúvidas do grupo e reforce que o objetivo da atividade é focar na participação ou na exclusão de diferentes grupos sociais e étnicos no processo de Independência.

Para você saber mais:

Caso o professor tenha interesse em explorar imagens (além dos textos), sugiro duas imagens que representam o processo de Independência mexicana:

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Professor, solicite aos alunos que produzam um desenho ou escrevam algo (um breve comentário, palavras-chave, uma poesia) para expressar o que foi discutido com base nas fontes. O resultado deverá ser colado ao redor da imagem Mão, do Memorial da América Latina, e será apresentado aos demais colegas no fim da aula. A ideia é formar um cartaz exprimindo a participação ou a exclusão de diferentes protagonistas no processo de Independência.

Após a produção em grupos menores, solicite que os alunos se posicionem de modo a facilitar a apresentação do seu desenho ou o que foi escrito para os demais. A proposta é que, por meio de sua apresentação, cada grupo comente o texto discutido e a participação de grupos sociais diversos no processo de Independência na América Latina.

Durante as apresentações provoque os grupos a pensar na continuidade da marginalização de alguns grupos sociais mesmo após a Independência, seguindo parcialmente excluídos até a atualidade. Proponha que os grupos reflitam sobre a participação ou a exclusão de indígenas, negros e mulheres na sociedade atual.

Orientações:

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF08HI11, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Data show para projetar as imagens. Se não houver esta possibilidade, levar a cópia impressa das imagens e dos textos.

Material complementar:

Contexto - imagens:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/K55m5VpAhhcRxzDxCXaF5nbSmnYns4f8tDXMPBmWrWWy4pzWccpGbgZXUYHJ/contexto-imagens.pdf

Problematização - documentos para análise dos grupos:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/96wEey3T9WmnxNM5dGwRe7uezCDr2FP6tAQ8MEwdZ2aQR7FcKhP8dQF29mcq/problematizacao-documentos-para-analise-dos-grupos.pdf

Sistematização - “Mão” para cartaz:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/tq2swRBekqYaMZwn5n2cDfSW9phTkfgmapmcUuTMp2njWUKrHwwcNYBng5kR/sistematizacao-mao-para-cartaz.pdf

Para que os alunos aprendam a interpretar fontes históricas, é muito importante que você não forneça a eles as informações básicas sobre a fonte histórica antes da leitura de cada uma delas. Não comece a aula com uma exposição sobre o contexto histórico destes documentos, pois isso os impediria de construir o Contexto com base nas fontes, que é o objetivo central da aula de História.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Apresente o objetivo aos alunos, escrevendo-o no quadro ou lendo-o para a turma. Se estiver fazendo uso do projetor, apresente este slide e faça uma leitura coletiva. É muito importante começar com a apresentação do objetivo para que os estudantes entendam a proposta e compreendam qual a expectativa de aprendizado no fim da aula.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos.

Orientações:

Este mapa apresenta os países da América Latina e o ano em que ocorreu sua independência. Neste momento, provoque alguns questionamentos com base na observação dele:

  • O que o mapa está representando?
  • Qual foi o primeiro país latino-americano a se tornar independente? E qual foi o último?
  • Quantos anos há de diferença entre o primeiro e o último país independente? O que isso representa?

Espera-se que os alunos identifiquem que o mapa está representando o ano em que ocorreu a independência de cada um dos países latino-americanos. É importante que percebam que o Haiti foi o primeiro país a tornar-se independente, em 1804 enquanto o Panamá conquistou sua independência apenas em 1903, quase um século depois. Espera-se que os alunos percebam que houve um longo processo emancipatório na América Latina.

Caso não seja possível projetar o mapa, o professor pode levar a imagem impressa.

Fonte: Banco de Imagens da Nova Escola. Acesso em: 24/1/2019.

Slide Plano Aula

Orientações:

Professor, a escultura Mão, de Oscar Niemeyer, é uma das obras do Memorial da América Latina, na capital paulista. Peça que os alunos observem a imagem e provoque os seguintes questionamentos:

  • O que o artista quis representar com esta escultura?
  • Que mapa está representado na obra?
  • A América Latina está com sangue escorrendo. O que isso pode indicar?
  • De quem é este sangue?
  • O que a escultura da mão quer representar?

Espera-se que os alunos percebam que esta escultura está representando a luta contra a opressão e o sofrimento presente na História da América Latina. O sangue escorrendo tem o formato da América Latina, representando vidas de sofrimento e resistência em diferentes momentos: desde a colonização e o genocídio das populações nativas, passando pelos seus processos independentistas (violento em diversos países), a escravidão, as ditaduras até chegar à situação de pobreza e exploração na atualidade. Enfim, é importante que notem que esta mão espalmada e o sangue representam os diversos povos do subcontinente e reflitam o quanto expressam a participação de tal população nestes contextos, como os processos de Independência.

Caso não seja possível projetar a escultura, o professor pode levar a imagem impressa.

Fonte: Wikimedia Commons. Disponível em: https://commons.wikimedia.org/w/index.php?search=m%C3%A3o+memorial+da+am%C3%A9rica+latina&title=Special%3ASearch&go=Go#/media/File:A_Grande_M%C3%A3o_e_o_Sal%C3%A3o_de_Atos_(Memorial_da_Am%C3%A9rica_Latina)_(5613971409).jpg . Acesso em: 26/1/2019.

Para você saber mais:

Fundação Memorial da América Latina. Disponível em: http://www.memorial.org.br/obras-de-arte/mao/ . Acesso em: 26/1/2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Divida a turma em grupos menores. Há três textos para ser analisados: pode-se dividir a turma em três grandes grupos ou dividir em grupos menores para refletir sobre estes três trechos. A proposta é que cada grupo leia um pequeno texto de historiadores sobre a participação popular durante os processos de independência na América Latina. Após a leitura e a análise do trecho, cada grupo deve planejar um desenho ou escrever algo (um breve comentário, palavras-chave, uma poesia) para expressar o que foi discutido com base nas fontes.

Imprima uma ou mais cópias para cada grupo de modo que facilite a leitura, a reflexão e a elaboração da atividade. Os textos a ser analisados estão disponíveis para impressão no link a seguir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/96wEey3T9WmnxNM5dGwRe7uezCDr2FP6tAQ8MEwdZ2aQR7FcKhP8dQF29mcq/problematizacao-documentos-para-analise-dos-grupos.pdf

Grupo A - O texto trata da visão de diferentes grupos sociais sobre o que seria “liberdade” dentro do processo de Independência. Deste modo, espera-se que os estudantes identifiquem que, para os escravizados, liberdade seria acabar com a escravidão; para mestiços e indígenas indicava o fim da divisão e da desigualdade social; para os liberais significava o fim dos laços com a metrópole; para os despossuídos liberdade seria ter acesso à posse da terra, enquanto os proprietários e os comerciantes desejavam liberdade para produzir e comerciar. Espera-se que os alunos percebam que o projeto vitorioso foi o das elites.

Grupo B - O texto trata da participação das populações indígenas no processo emancipatório. Espera-se que os estudantes identifiquem que a independência não representou a conquista de maior liberdade para os indígenas, pois eles tiveram de se adaptar às novas condições do país, pagar novos tributos, tiveram sua posse coletiva da terra ameaçada e muitos foram expulsos de seus domínios. Também espera-se que a turma identifique o projeto político das elites que assumiram o poder após as independências ansearam por “transformar os índios em pequenos proprietários capazes de abastecer o mercado, em vez de produzir essencialmente para sua subsistência”, o que foi bastante negativo para os indígenas.

Grupo C - O texto trata da participação das mulheres no processo de Independência. Espera-se que os estudantes identifiquem que as mulheres tiveram ampla participação conforme o texto: acompanhando seus maridos soldados, trabalhando, pegando em armas, atuando como mensageiras, além de que ser mulher trazia alguns diferenciais, como poder atuar levantando menos suspeitas.

Durante a atividade, verifique possíveis dúvidas do grupo e reforce que o objetivo da atividade é focar na participação ou na exclusão de diferentes grupos sociais e étnicos no processo de Independência.

Para você saber mais:

Caso o professor tenha interesse em explorar imagens (além dos textos), sugiro duas imagens que representam o processo de Independência mexicana:

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Professor, solicite aos alunos que produzam um desenho ou escrevam algo (um breve comentário, palavras-chave, uma poesia) para expressar o que foi discutido com base nas fontes. O resultado deverá ser colado ao redor da imagem Mão, do Memorial da América Latina, e será apresentado aos demais colegas no fim da aula. A ideia é formar um cartaz exprimindo a participação ou a exclusão de diferentes protagonistas no processo de Independência.

Após a produção em grupos menores, solicite que os alunos se posicionem de modo a facilitar a apresentação do seu desenho ou o que foi escrito para os demais. A proposta é que, por meio de sua apresentação, cada grupo comente o texto discutido e a participação de grupos sociais diversos no processo de Independência na América Latina.

Durante as apresentações provoque os grupos a pensar na continuidade da marginalização de alguns grupos sociais mesmo após a Independência, seguindo parcialmente excluídos até a atualidade. Proponha que os grupos reflitam sobre a participação ou a exclusão de indígenas, negros e mulheres na sociedade atual.

Orientações:

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Os processos de independência nas Américas do 8º ano :

MAIS AULAS DE História do 8º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF08HI11 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano