16805
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 8º ano > Os processos de independência nas Américas

Plano de aula - A Independência da Argentina: os grupos sociais envolvidos

Plano de aula de História com atividades para 8º ano do EF sobre A Independência da Argentina: os grupos sociais envolvidos

Plano 04 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: João Paulo Pereira De Araújo

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF08HI07, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, observe que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Para desenvolver esta aula você irá necessitar de data show (caso houver) e impressões.

Material complementar:

Material para a Contextualização

Fotografia e mapa para uso na Contextualização. Link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/jBgUHrrD36zZexEqupB9ka8VdH7Cm5a9yx9EHG3ETJTHFRkx5ms48jC6fkPy/his8-07und04-fotografia-e-mapa-para-uso-na-contextualizacao.pdf

Material para a Problematização

Texto e imagem para uso na Problematização. Link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/9QQ2BaK7Ed2a3ppwKp6u5VEDMtrRPFPXgFguNzzvtedZ87h44ahEZ7Je797G/his8-07und04-texto-e-imagem-para-uso-na-problematizacao.pdf

Material para Sistematização

Atividade para uso na Sistematização. Link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/9cTsAamvhQymSPAKdkak9azXJ8aw3YFd5HxDz9M5CNSzSZkp6Qmkh6dupmDt/his8-07und04-atividade-para-uso-na-sistematizacao.pdf

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Exponha para os alunos o objetivo da aula. Para isso faça uso do projetor, escreva no quadro ou leia o enunciado.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Projete ou imprima a imagem deste e do próximo slide. Caso não seja possível a impressão colorida das imagens faça-a em preto em branco. O tipo de impressão não compromete o desenvolvimento da atividade. O objetivo aqui é analisar algumas características de uma capital. Ao trabalhar com uma imagem da sede do Poder Executivo da Argentina e o mapa geográfico do país, você estará introduzindo o tema, permitindo o aluno começar a perceber uma narrativa histórica mais tradicional e centralizadora e ao longo da aula desconstruir a ideia de que o país se resume apenas a Buenos Aires, fazendo-o compreender a participação de territórios e populações interioranas no processo de Independência do país.

Comece questionando os alunos sobre a imagem deste slide. Para auxiliar os alunos, lance questões que colaborem para que uma análise mais detalhada seja realizada pela turma.

Sugestões de questões:

  • O que vocês observam na imagem? (Provavelmente os alunos irão relatar que conseguem ver a imagem de um prédio grande, no entanto, dificilmente irão perceber, neste primeiro olhar, a estátua de Manuel Belgrano, um dos líderes do movimento independentista na Argentina.)
  • O que chama mais a atenção no prédio? (Talvez os alunos irão destacar a questão da cor do prédio. Se isso acontecer, este será um bom momento para introduzir a função do prédio partindo de como é conhecida a sede do governo argentino: “Casa Rosada”.)
  • Vocês já ouviram falar na “Casa Rosada” na Argentina? Sabem o que ela significa? (Alguns alunos podem já conhecer o prédio, mas muitos ainda nunca devem ter ouvido falar.)
  • Em qual cidade da Argentina está localizada a “Casa Rosada”? O que esta cidade representa para a Argentina? (Espera-se que os alunos respondam que a “Casa Rosada” está localizada em Buenos Aires e que a cidade é a capital do país.)
  • O que é uma capital? (Espera-se que os alunos respondam que é a principal cidade do país, onde se localizam os principais poderes que governam a nação.)
  • Além da cor da casa, da localização e da função que a mesma representa, o que mais vocês podem observar na imagem? (O propósito desta pergunta é levar os alunos a olhar com mais atenção para os elementos que compõe a imagem, em especial a estátua do líder do movimento independentista na Argentina, Manuel Belgrano.)
  • Como é a estátua? O que provavelmente ela representa? (Os alunos devem observar que a pessoa representada está montada em um cavalo em frente à sede do Poder Executivo. Você deve ajudá-los a refletir o que esta imagem representa. Eles podem associar a questão ao heroísmo.)

Outras questões podem ser elaboradas por você ou a própria turma pode levantar demandas que não foram contempladas nas questões anteriores. Aproveite todos os comentários e observações dos alunos para conduzir a análise da imagem e fazer com que o aprendizado seja construído de forma coletiva. Após finalizar as possibilidades de análise desta imagem com a turma, direcione a aula para o próximo slide.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Neste momento da aula, o objetivo é que os alunos reconheçam o território argentino e analisem outras regiões que compõem o país, além da capital Buenos Aires. Para isso eles irão realizar uma análise do mapa da Argentina. Apresente para a turma o mapa contido neste slide e em seguida instigue-os a realizar uma análise sobre ele. Para auxiliar os alunos, questione:

Sugestões de questões para auxiliar na análise do mapa:

  • Qual país as regiões em destaque representam? (Como o tema da aula é a Argentina e como o país é conhecido por grande parte dos brasileiros, provavelmente os alunos não terão dificuldade para responder esta questão.)
  • Além de Buenos Aires, quais outros estados compõem o atual território da Argentina? (Espera-se que os alunos analisem o mapa e identifiquem os outros estados que fazem parte da Argentina.)
  • Vocês já conheciam algum destes outros estados da Argentina? Já ouviram falar? (Esta resposta dependerá muito da realidade onde a escola está inserida. Como visitar a Argentina é algo bem custoso, nem todos os alunos da realidade brasileira têm esta oportunidade.)

Material para a Contextualização

Fotografia e mapa para uso na Contextualização. Link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/jBgUHrrD36zZexEqupB9ka8VdH7Cm5a9yx9EHG3ETJTHFRkx5ms48jC6fkPy/his8-07und04-fotografia-e-mapa-para-uso-na-contextualizacao.pdf

Para você saber mais: História: século XIX na América Latina. Fonte: Vídeo sobre independência e identidades com Maria Lígia. Prado. Disponível em: http://tvcultura.com.br/videos/32683_historia-seculo-xix-na-america-latina-maria-ligia-prado.html.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Projete ou imprima o texto deste slide e a imagem do próximo slide. A proposta é oferecer aos alunos uma possibilidade de construção de conhecimento com base na análise de documentos sobre a situação populacional da Argentina na época da Independência
e a representatividade dessa população no processo de Independência argentino.

Primeiramente convide os alunos a fazer uma leitura da fonte bibliográfica contida neste slide. Peça que façam de forma individual e que em seguida relatem o que mais chamou a atenção no documento. Provavelmente os alunos ficarão entusiasmados com o número da população argentina contida no fragmento. Porém você deve levar os alunos a ir além de apenas observar os números, eles precisam compreender o que estes números significam.

Talvez seja importante ir para o quadro e reescrever os números e o que eles representam. Neste instante você deve questionar os alunos se os mesmos têm conhecimento do que seriam os criollos, os mestiços, os africanos e os indígenas. É muito importante que eles tenham pleno entendimento de quem exatamente se compõem estes grupos para que eles possam compreender o que é proposto nesta parte da aula.

Para ajudar os alunos no tratamento da fonte, lance algumas questões orientadoras.

Sugestões de questões a ser feitas aos alunos:

  • Qual era a população total da Argentina? (Espera-se que os alunos identifiquem que era de aproximadamente 600.000.)
  • Qual o número de pessoas que pertenciam ao grupo privilegiado da América espanhola? (Espera-se que eles identifiquem os criollos como grupos privilegiados e desta forma respondam que é de 100.000 pessoas.)
  • Quem compunha as classes não privilegiadas? Em número, qual a representação destas classes? (Espera-se que eles identifiquem como classes não privilegiadas os grupos: mestiços, africanos e indígenas, que respectivamente representam 200.000, 100.000 e 200.000 pessoas.)
  • O que estes números representam no contexto histórico e social da época? (Possivelmente os alunos dirão que o número de pessoas pertencentes à classe menos favorecida é muito mais expressivo do que a elite da época.)

Destaque que estes números representam a população argentina do período do processo de Independência, ou seja, fim do século XVIII e início do século XIX.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Nesta parte da aula, os alunos irão analisar a imagem apresentada e logo em seguida fazer uma comparação entre os dados populacionais fornecidos na fonte bibliográfica do slide anterior e a pintura que ilustra o Congresso de Tucumán.

Peça aos alunos que analisem o quadro. É importante que você informe aos alunos que a imagem é uma obra de Francisco Fortuny e relata o Congresso de Tucumán, que foi uma Assembleia Legislativa e Constituinte realizadas em julho de 1816 em São Miguel de Tucumán, onde foi feita a Declaração de Independência da Argentina. Utilize perguntas para auxiliar na análise do documento iconográfico.

Sugestões de questões:

  • O que você consegue ver na imagem? (Espera-se que os alunos identifique que se trata de uma sala de reunião.)
  • Como são as pessoas que estão representadas na imagem? (Neste momento é interessante que os alunos observem a ausência da figura feminina e espera-se também que os alunos já observem a ausência de representação da população que compunha a Argentina na época
    do evento retratado na imagem.)
  • Como as pessoas estão vestidas? (Provavelmente os alunos dirão que eles se vestem bem, como membros da classe dominante.)
  • São Miguel de Tucumán está localizada no noroeste da Argentina e ainda hoje é um lugar com uma presença indígena muito forte, principalmente pelo fato de estar próxima a região andina (terra inca, que hoje é Bolívia e Peru). Podemos identificar esta presença indígena no quadro de Francisco Fortuny? (Possivelmente os alunos dirão que não é possível observar a presença indígena na imagem.)
  • O que parece estar acontecendo? (Novamente eles devem relatar que parece estar acontecendo uma reunião.)
  • Quais são os grupos sociais contemplados na imagem? (Possivelmente os alunos dirão que se encontram representados apenas membros da elite e da Igreja.)

Para as perguntas a seguir, permita que os alunos que tiverem celular e acesso à internet pesquisem as informações solicitadas e socializem-as com toda a turma. Alguns alunos podem ter prestado muita atenção no momento em que você explicou o que era a imagem e consigam responder sem o auxílio da internet. Caso não seja possível ter acesso à rede, ofereça novamente aos alunos as informações básicas sobre a pintura (a imagem é uma obra de Francisco Fortuny e relata o Congresso de Tucumán, que foi uma Assembleia Legislativa e Constituinte realizada em julho de 1816 em São Miguel de Tucumán, onde foi feita a Declaração de Independência da Argentina.). Se preferir, escreva o trecho no quadro.

  • O que foi feito neste Congresso? (Espera-se que os alunos digam que se tratava de um evento para discutir a Independência.)
  • Em qual cidade aconteceu este Congresso? (Espera-se que os alunos respondam que foi em São Miguel de Tucumán.)
  • Onde está localizada esta cidade? (São Miguel de Tucumán é a capital da província de Tucumán, localizada no noroeste da Argentina. Destaque a localização desta cidade para que os alunos entendam a importância do interior do país na luta pela Independência.)

Você pode elaborar outras questões para aprofundar o trabalho com a pintura. Após se esgotarem as possibilidades de análise, convide os alunos a voltar ao documento bibliográfico analisado anteriormente e realizar uma comparação entre a imagem deste slide e a fonte bibliográfica. A ideia é que eles percebam que a população informada nos dados da fonte textual não está sendo representada no quadro de Franscisco Fortuny.

Material para a Problematização

Texto e imagem para uso na Problematização. Link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/9QQ2BaK7Ed2a3ppwKp6u5VEDMtrRPFPXgFguNzzvtedZ87h44ahEZ7Je797G/his8-07und04-texto-e-imagem-para-uso-na-problematizacao.pdf

Para você saber mais: PASSETTI, Gabriel. Confederações indígenas em luta por participação política, comercial e territorial: Argentina, 1852-1859. São Paulo, 2009. Fonte: Scielo. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/his/v28n2/06.pdf Acesso em: 6/1/2019.

LIMA, Camila Imaculada S. Nogueira. PARENTE, Gabriel. A formação do Estado-Nacional argentino e a construção da identidade nacional. Vol 7, n 2. Fonte: Revista Ameríndia - História, cultura e outros combates. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/amerindia/article/view/1383.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 18 minutos.

Orientações: Para a Sistematização dos aprendizados da aula você deve propor aos alunos uma atividade de releitura da pintura Congresso de Tucumán, de Francisco Fortuny. Imprima o arquivo disponível no link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/9cTsAamvhQymSPAKdkak9azXJ8aw3YFd5HxDz9M5CNSzSZkp6Qmkh6dupmDt/his8-07und04-atividade-para-uso-na-sistematizacao.pdf e distribua para a turma. Caso não seja possível realizar a impressão do arquivo, você pode voltar ao slide anterior e pedir aos alunos que façam a atividade em uma folha à parte.

A ideia da atividade é que os alunos voltem às principais discussões feitas ao longo da aula e construam um novo quadro sobre o Congresso
de Tucumán, agora inserindo as classes sociais que compunham a população da Argentina no período do processo de Independência do país.
É importante que você oriente a turma quando a inserção destas classes sociais. O cuidado deve ser tomado para que evite-se criar uma narrativa histórica ficcional. Os alunos devem fazer uma inserção crítica e criativa, que não mude os fatos de que estas parcelas da população foram excluídas.

Esta atividade pode ser desenvolvida em grupo de até quatro alunos ou de forma individual. No final, peça para a turma que socialize as produções. Se possível, reserve um espaço na sala ou até mesmo no pátio da escola para a exposição dos trabalhos.

Material para a Sistematização

Atividade para uso na Sistematização. Link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/9cTsAamvhQymSPAKdkak9azXJ8aw3YFd5HxDz9M5CNSzSZkp6Qmkh6dupmDt/his8-07und04-atividade-para-uso-na-sistematizacao.pdf

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF08HI07, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, observe que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Para desenvolver esta aula você irá necessitar de data show (caso houver) e impressões.

Material complementar:

Material para a Contextualização

Fotografia e mapa para uso na Contextualização. Link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/jBgUHrrD36zZexEqupB9ka8VdH7Cm5a9yx9EHG3ETJTHFRkx5ms48jC6fkPy/his8-07und04-fotografia-e-mapa-para-uso-na-contextualizacao.pdf

Material para a Problematização

Texto e imagem para uso na Problematização. Link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/9QQ2BaK7Ed2a3ppwKp6u5VEDMtrRPFPXgFguNzzvtedZ87h44ahEZ7Je797G/his8-07und04-texto-e-imagem-para-uso-na-problematizacao.pdf

Material para Sistematização

Atividade para uso na Sistematização. Link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/9cTsAamvhQymSPAKdkak9azXJ8aw3YFd5HxDz9M5CNSzSZkp6Qmkh6dupmDt/his8-07und04-atividade-para-uso-na-sistematizacao.pdf

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Exponha para os alunos o objetivo da aula. Para isso faça uso do projetor, escreva no quadro ou leia o enunciado.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Projete ou imprima a imagem deste e do próximo slide. Caso não seja possível a impressão colorida das imagens faça-a em preto em branco. O tipo de impressão não compromete o desenvolvimento da atividade. O objetivo aqui é analisar algumas características de uma capital. Ao trabalhar com uma imagem da sede do Poder Executivo da Argentina e o mapa geográfico do país, você estará introduzindo o tema, permitindo o aluno começar a perceber uma narrativa histórica mais tradicional e centralizadora e ao longo da aula desconstruir a ideia de que o país se resume apenas a Buenos Aires, fazendo-o compreender a participação de territórios e populações interioranas no processo de Independência do país.

Comece questionando os alunos sobre a imagem deste slide. Para auxiliar os alunos, lance questões que colaborem para que uma análise mais detalhada seja realizada pela turma.

Sugestões de questões:

  • O que vocês observam na imagem? (Provavelmente os alunos irão relatar que conseguem ver a imagem de um prédio grande, no entanto, dificilmente irão perceber, neste primeiro olhar, a estátua de Manuel Belgrano, um dos líderes do movimento independentista na Argentina.)
  • O que chama mais a atenção no prédio? (Talvez os alunos irão destacar a questão da cor do prédio. Se isso acontecer, este será um bom momento para introduzir a função do prédio partindo de como é conhecida a sede do governo argentino: “Casa Rosada”.)
  • Vocês já ouviram falar na “Casa Rosada” na Argentina? Sabem o que ela significa? (Alguns alunos podem já conhecer o prédio, mas muitos ainda nunca devem ter ouvido falar.)
  • Em qual cidade da Argentina está localizada a “Casa Rosada”? O que esta cidade representa para a Argentina? (Espera-se que os alunos respondam que a “Casa Rosada” está localizada em Buenos Aires e que a cidade é a capital do país.)
  • O que é uma capital? (Espera-se que os alunos respondam que é a principal cidade do país, onde se localizam os principais poderes que governam a nação.)
  • Além da cor da casa, da localização e da função que a mesma representa, o que mais vocês podem observar na imagem? (O propósito desta pergunta é levar os alunos a olhar com mais atenção para os elementos que compõe a imagem, em especial a estátua do líder do movimento independentista na Argentina, Manuel Belgrano.)
  • Como é a estátua? O que provavelmente ela representa? (Os alunos devem observar que a pessoa representada está montada em um cavalo em frente à sede do Poder Executivo. Você deve ajudá-los a refletir o que esta imagem representa. Eles podem associar a questão ao heroísmo.)

Outras questões podem ser elaboradas por você ou a própria turma pode levantar demandas que não foram contempladas nas questões anteriores. Aproveite todos os comentários e observações dos alunos para conduzir a análise da imagem e fazer com que o aprendizado seja construído de forma coletiva. Após finalizar as possibilidades de análise desta imagem com a turma, direcione a aula para o próximo slide.

Slide Plano Aula

Orientações: Neste momento da aula, o objetivo é que os alunos reconheçam o território argentino e analisem outras regiões que compõem o país, além da capital Buenos Aires. Para isso eles irão realizar uma análise do mapa da Argentina. Apresente para a turma o mapa contido neste slide e em seguida instigue-os a realizar uma análise sobre ele. Para auxiliar os alunos, questione:

Sugestões de questões para auxiliar na análise do mapa:

  • Qual país as regiões em destaque representam? (Como o tema da aula é a Argentina e como o país é conhecido por grande parte dos brasileiros, provavelmente os alunos não terão dificuldade para responder esta questão.)
  • Além de Buenos Aires, quais outros estados compõem o atual território da Argentina? (Espera-se que os alunos analisem o mapa e identifiquem os outros estados que fazem parte da Argentina.)
  • Vocês já conheciam algum destes outros estados da Argentina? Já ouviram falar? (Esta resposta dependerá muito da realidade onde a escola está inserida. Como visitar a Argentina é algo bem custoso, nem todos os alunos da realidade brasileira têm esta oportunidade.)

Material para a Contextualização

Fotografia e mapa para uso na Contextualização. Link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/jBgUHrrD36zZexEqupB9ka8VdH7Cm5a9yx9EHG3ETJTHFRkx5ms48jC6fkPy/his8-07und04-fotografia-e-mapa-para-uso-na-contextualizacao.pdf

Para você saber mais: História: século XIX na América Latina. Fonte: Vídeo sobre independência e identidades com Maria Lígia. Prado. Disponível em: http://tvcultura.com.br/videos/32683_historia-seculo-xix-na-america-latina-maria-ligia-prado.html.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Projete ou imprima o texto deste slide e a imagem do próximo slide. A proposta é oferecer aos alunos uma possibilidade de construção de conhecimento com base na análise de documentos sobre a situação populacional da Argentina na época da Independência
e a representatividade dessa população no processo de Independência argentino.

Primeiramente convide os alunos a fazer uma leitura da fonte bibliográfica contida neste slide. Peça que façam de forma individual e que em seguida relatem o que mais chamou a atenção no documento. Provavelmente os alunos ficarão entusiasmados com o número da população argentina contida no fragmento. Porém você deve levar os alunos a ir além de apenas observar os números, eles precisam compreender o que estes números significam.

Talvez seja importante ir para o quadro e reescrever os números e o que eles representam. Neste instante você deve questionar os alunos se os mesmos têm conhecimento do que seriam os criollos, os mestiços, os africanos e os indígenas. É muito importante que eles tenham pleno entendimento de quem exatamente se compõem estes grupos para que eles possam compreender o que é proposto nesta parte da aula.

Para ajudar os alunos no tratamento da fonte, lance algumas questões orientadoras.

Sugestões de questões a ser feitas aos alunos:

  • Qual era a população total da Argentina? (Espera-se que os alunos identifiquem que era de aproximadamente 600.000.)
  • Qual o número de pessoas que pertenciam ao grupo privilegiado da América espanhola? (Espera-se que eles identifiquem os criollos como grupos privilegiados e desta forma respondam que é de 100.000 pessoas.)
  • Quem compunha as classes não privilegiadas? Em número, qual a representação destas classes? (Espera-se que eles identifiquem como classes não privilegiadas os grupos: mestiços, africanos e indígenas, que respectivamente representam 200.000, 100.000 e 200.000 pessoas.)
  • O que estes números representam no contexto histórico e social da época? (Possivelmente os alunos dirão que o número de pessoas pertencentes à classe menos favorecida é muito mais expressivo do que a elite da época.)

Destaque que estes números representam a população argentina do período do processo de Independência, ou seja, fim do século XVIII e início do século XIX.

Slide Plano Aula

Orientações: Nesta parte da aula, os alunos irão analisar a imagem apresentada e logo em seguida fazer uma comparação entre os dados populacionais fornecidos na fonte bibliográfica do slide anterior e a pintura que ilustra o Congresso de Tucumán.

Peça aos alunos que analisem o quadro. É importante que você informe aos alunos que a imagem é uma obra de Francisco Fortuny e relata o Congresso de Tucumán, que foi uma Assembleia Legislativa e Constituinte realizadas em julho de 1816 em São Miguel de Tucumán, onde foi feita a Declaração de Independência da Argentina. Utilize perguntas para auxiliar na análise do documento iconográfico.

Sugestões de questões:

  • O que você consegue ver na imagem? (Espera-se que os alunos identifique que se trata de uma sala de reunião.)
  • Como são as pessoas que estão representadas na imagem? (Neste momento é interessante que os alunos observem a ausência da figura feminina e espera-se também que os alunos já observem a ausência de representação da população que compunha a Argentina na época
    do evento retratado na imagem.)
  • Como as pessoas estão vestidas? (Provavelmente os alunos dirão que eles se vestem bem, como membros da classe dominante.)
  • São Miguel de Tucumán está localizada no noroeste da Argentina e ainda hoje é um lugar com uma presença indígena muito forte, principalmente pelo fato de estar próxima a região andina (terra inca, que hoje é Bolívia e Peru). Podemos identificar esta presença indígena no quadro de Francisco Fortuny? (Possivelmente os alunos dirão que não é possível observar a presença indígena na imagem.)
  • O que parece estar acontecendo? (Novamente eles devem relatar que parece estar acontecendo uma reunião.)
  • Quais são os grupos sociais contemplados na imagem? (Possivelmente os alunos dirão que se encontram representados apenas membros da elite e da Igreja.)

Para as perguntas a seguir, permita que os alunos que tiverem celular e acesso à internet pesquisem as informações solicitadas e socializem-as com toda a turma. Alguns alunos podem ter prestado muita atenção no momento em que você explicou o que era a imagem e consigam responder sem o auxílio da internet. Caso não seja possível ter acesso à rede, ofereça novamente aos alunos as informações básicas sobre a pintura (a imagem é uma obra de Francisco Fortuny e relata o Congresso de Tucumán, que foi uma Assembleia Legislativa e Constituinte realizada em julho de 1816 em São Miguel de Tucumán, onde foi feita a Declaração de Independência da Argentina.). Se preferir, escreva o trecho no quadro.

  • O que foi feito neste Congresso? (Espera-se que os alunos digam que se tratava de um evento para discutir a Independência.)
  • Em qual cidade aconteceu este Congresso? (Espera-se que os alunos respondam que foi em São Miguel de Tucumán.)
  • Onde está localizada esta cidade? (São Miguel de Tucumán é a capital da província de Tucumán, localizada no noroeste da Argentina. Destaque a localização desta cidade para que os alunos entendam a importância do interior do país na luta pela Independência.)

Você pode elaborar outras questões para aprofundar o trabalho com a pintura. Após se esgotarem as possibilidades de análise, convide os alunos a voltar ao documento bibliográfico analisado anteriormente e realizar uma comparação entre a imagem deste slide e a fonte bibliográfica. A ideia é que eles percebam que a população informada nos dados da fonte textual não está sendo representada no quadro de Franscisco Fortuny.

Material para a Problematização

Texto e imagem para uso na Problematização. Link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/9QQ2BaK7Ed2a3ppwKp6u5VEDMtrRPFPXgFguNzzvtedZ87h44ahEZ7Je797G/his8-07und04-texto-e-imagem-para-uso-na-problematizacao.pdf

Para você saber mais: PASSETTI, Gabriel. Confederações indígenas em luta por participação política, comercial e territorial: Argentina, 1852-1859. São Paulo, 2009. Fonte: Scielo. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/his/v28n2/06.pdf Acesso em: 6/1/2019.

LIMA, Camila Imaculada S. Nogueira. PARENTE, Gabriel. A formação do Estado-Nacional argentino e a construção da identidade nacional. Vol 7, n 2. Fonte: Revista Ameríndia - História, cultura e outros combates. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/amerindia/article/view/1383.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 18 minutos.

Orientações: Para a Sistematização dos aprendizados da aula você deve propor aos alunos uma atividade de releitura da pintura Congresso de Tucumán, de Francisco Fortuny. Imprima o arquivo disponível no link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/9cTsAamvhQymSPAKdkak9azXJ8aw3YFd5HxDz9M5CNSzSZkp6Qmkh6dupmDt/his8-07und04-atividade-para-uso-na-sistematizacao.pdf e distribua para a turma. Caso não seja possível realizar a impressão do arquivo, você pode voltar ao slide anterior e pedir aos alunos que façam a atividade em uma folha à parte.

A ideia da atividade é que os alunos voltem às principais discussões feitas ao longo da aula e construam um novo quadro sobre o Congresso
de Tucumán, agora inserindo as classes sociais que compunham a população da Argentina no período do processo de Independência do país.
É importante que você oriente a turma quando a inserção destas classes sociais. O cuidado deve ser tomado para que evite-se criar uma narrativa histórica ficcional. Os alunos devem fazer uma inserção crítica e criativa, que não mude os fatos de que estas parcelas da população foram excluídas.

Esta atividade pode ser desenvolvida em grupo de até quatro alunos ou de forma individual. No final, peça para a turma que socialize as produções. Se possível, reserve um espaço na sala ou até mesmo no pátio da escola para a exposição dos trabalhos.

Material para a Sistematização

Atividade para uso na Sistematização. Link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/9cTsAamvhQymSPAKdkak9azXJ8aw3YFd5HxDz9M5CNSzSZkp6Qmkh6dupmDt/his8-07und04-atividade-para-uso-na-sistematizacao.pdf

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Os processos de independência nas Américas do 8º ano :

MAIS AULAS DE História do 8º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF08HI07 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano