16768
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Geografia > 6º ano > Unidade

Plano de aula - Os caminhos da água

Plano de aula de Geografia com atividades para 6º ano do Fundamental sobre conhecer as características dos rios retificados e meandrados e medidas de revitalização dos cursos d’água.

Plano 07 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Mariana De Paula Costa Moraes Carrasco

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF06GE10 de Geografia, que consta na BNCC. Esta habilidade permite compreender que diferentes usos e ocupação do solo em margens de rios e intervenções com obras de engenharia nos cursos d’água podem provocar alterações na dinâmica dos mesmos e, consequentemente, trazer prejuízos para o meio ambiente e para a sociedade. Para tal, os alunos deverão compreender que a ocupação das várzeas de cursos d’água pode levar à degradação gradativa dessas áreas e o estreitamento e retificação de canais favorecer a ocorrência de inundações. É importante que eles percebam que ao ocupar áreas de várzeas para estabelecimentos comerciais e residenciais, o homem invade o espaço destinado às áreas de inundação, ficando, portanto, sujeito aos efeitos destes eventos, que podem ser, muitas vezes, catastróficos. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: projetor de slides, caneta, lápis, folha de papel sulfite e lápis de cor, caso necessário.

Material complementar:

Atividade da Ação Propositiva para os alunos.

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/wMJN9hA3YVwpRrbXhg5AkqYKePqykWG3CvF5k8gb9h4YNCBPV9bhkAhYVJqU/geo6-10und7-acao-propositiva-atividade.pdf

Atividade da Ação Propositiva para o professor (resposta esperada)

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/XDAvKeNXee38tYgtW2mqkBxzKQh4F52AKvmzwE27tne5pW3qR8aD2SSRCTuu/geo6-10und7-acao-propositiva-respostas.pdf

Atividade da Sistematização

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/fCkzsqfy7f3MPPZvKGbYSQHmzg8FE9jJkA2YR8bpqNnFZrUhpGEPKhg5ypDT/geo6-10und7-sistematizacao-atividade.pdf

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Projete, escreva no quadro ou fale para o tema da aula. Aborde para a turma que os caminhos preferenciais das águas estão relacionados com as características físicas dos terrenos, por essa razão, geralmente, são sinuosos. Fale para eles que, ao ocupar as margens de rios para expansão urbana, o homem fica sujeito a eventos de inundações, pois os cursos d’água, de tempos em tempos, transbordam, ocupando vastas áreas. Então, para evitar tais transtornos acabam por mudar este caminho preferencial das águas com obras de engenharia. Quando as várzeas destinadas à amortização das cheias são ocupadas, muitas vezes, são feitas intervenções, como retificação dos cursos a fim de evitar a inundações das áreas ocupadas pela população.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Projete as imagens para os alunos. Para ilustrar as consequências da ocupação de várzeas e intervenção nos cursos d’água serão utilizados os exemplo dos rios Tietê e Pinheiros em São Paulo. Em 1866, afirmava-se a necessidade de retificação do rio Tietê, a fim de utilizar os terrenos das várzeas do Tamanduateí e do Tietê. Se as águas inundam as margens do rio e afeta a população ele passa a ser visto como um problema que precisa ser resolvido. Se áreas residenciais forem afetadas com inundações, normalmente, a população aciona o poder público que utiliza obras de engenharia para solucionar o problema. Quando se trata de inundações, a retificação de córregos e rios, torna-se uma solução rápida. Um exemplo disso é o rio Tietê, em São Paulo, pois no final do século XIX uma Comissão de Saneamento estabeleceu o Tietê como responsável pelas cheias. Dessa forma, na década de 20, sanitaristas e engenheiros defenderam a necessidade de retificação do curso sinuoso do rio, além do desassoreamento de seu leito. Pergunte aos alunos se já ouviram falar em retificação de cursos d’água? Se disserem que sim, pergunte se percebem vantagens na implantação deste deste tipo de obra e porque.

Como adequar à sua realidade: utilize imagens locais de córregos ou rios retificados.

Para você saber mais:

No Portal do Departamento de Águas e Energia Elétrica de São Paulo você encontrará informações sobre o processo de retificação do Rio Tietê. Para isso, acesse o link:

Fonte: DAEE. Disponível em: http://www.daee.sp.gov.br/index.php?option=com_content&id=796%3Aretificacao-e-decadencia&Itemid=53. Acesso em 12 de fevereiro de 2019.

Fonte da imagem:

Fonte: Wikipedia. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Rio_Tiet%C3%AA#/media/File:Marginal_tiet%C3%AA.jpg

Acesso em: 12 de fevereiro de 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: De modo geral, não existem cursos d’água naturais retilíneos mas sim meandrados, como se observa na imagem do rio Pinheiros, na década de 1930 (Figura 1). Rios retilíneos, como o Rio Pinheiros na atualidade (Figura 2), costumam ser obras de engenharia. Contudo, inundações continuam a ocorrer, apesar as obras de retificação dos rios para acelerar a velocidade das águas (Figura 3, alagamento próximo ao Terminal Bandeira, no Vale do Anhangabaú). Para compreendermos melhor sobre as razões pelas quais obras de retificação são realizadas nos cursos d’água vamos usar o caso dos rios Tietê e Pinheiros. Pergunte aos alunos, se o confinamento dos rios em estreitos canais retificados elimina os problemas das inundações.

Peça para os alunos observarem as imagens. Pergunte se elas remetem a uma localidade conhecida ou se apresentam uma situação que faz parte da sua realidade.

Quanto ao questionamento do slide, espera-se que respondam que o objetivo é aumentar a velocidade da vazão.

Como adequar à sua realidade: utilize imagens locais de córregos ou rios retificados.

Para você saber mais:

No caso do rio Tietê, um relatório publicado em 1926, o engenheiro sanitarista Francisco Rodrigues Saturnino de Brito, previa a preservação das áreas alagadas para auxiliar na contenção das cheias. Ele projetou um grande parque metropolitano na faixa do leito maior, preservado ao longo do rio para as grandes vazões do Tietê no período das cheias. Além disso, na foz dos afluentes deveria ser preservada uma área para a construção de um lago. Para Saturnino a preservação dos rios Tietê, Pinheiros e Guarapiranga eram indispensáveis ao abastecimento de água na Capital e parte do interior do estado. As áreas de várzeas foram aproveitadas para a construção de duas avenidas marginais, pontes de concreto, permitindo a ocupação por loteamentos, logradouros públicos, e instalação de um terminal ferroviário. Assim, as águas foram confinadas canais retificados.

Para saber mais sobre a história do Pinheiros assista o vídeo e leia a reportagem acessando o link:

Fonte: Encontra Pinheiros. Disponível em: https://www.encontrapinheiros.com.br/pinheiros/rio-pinheiros/. Acesso em: 12 de fevereiro de 2019.

Fonte das imagens (imagens provisórias):

Fonte: Museu da Energia. Disponível em: http://www.museudaenergia.org.br/not%C3%ADcias/boletim/boletim-mar%C3%A7o-2013.aspx. Acesso em: 12 de fevereiro de 2019.

Fonte: Estadão. Disponíevel em: https://sao-paulo.estadao.com.br/blogs/sp-das-enchentes/chuva-provoca-5-mortes-em-sp-rios-tiete-e-pinheiros-transbordam/. Acesso em: 14 de fevereiro de 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: De modo geral, não existem cursos d’água naturais retilíneos mas sim meandrados, como se observa na imagem do rio Pinheiros, na década de 1930 (Figura 1). Rios retilíneos, como o Rio Pinheiros na atualidade (Figura 2), costumam ser obras de engenharia. Contudo, inundações continuam a ocorrer, apesar as obras de retificação dos rios para acelerar a velocidade das águas (Figura 3, alagamento próximo ao Terminal Bandeira, no Vale do Anhangabaú). Para compreendermos melhor sobre as razões pelas quais obras de retificação são realizadas nos cursos d’água vamos usar o caso dos rios Tietê e Pinheiros. Pergunte aos alunos, se o confinamento dos rios em estreitos canais retificados elimina os problemas das inundações.

Peça para os alunos observarem as imagens. Pergunte se elas remetem a uma localidade conhecida ou se apresentam uma situação que faz parte da sua realidade.

Quanto ao questionamento do slide, espera-se que respondam que o objetivo é aumentar a velocidade da vazão.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: De modo geral, não existem cursos d’água naturais retilíneos mas sim meandrados, como se observa na imagem do rio Pinheiros, na década de 1930 (Figura 1). Rios retilíneos, como o Rio Pinheiros na atualidade (Figura 2), costumam ser obras de engenharia. Contudo, inundações continuam a ocorrer, apesar as obras de retificação dos rios para acelerar a velocidade das águas (Figura 3, alagamento próximo ao Terminal Bandeira, no Vale do Anhangabaú). Para compreendermos melhor sobre as razões pelas quais obras de retificação são realizadas nos cursos d’água vamos usar o caso dos rios Tietê e Pinheiros. Pergunte aos alunos, se o confinamento dos rios em estreitos canais retificados elimina os problemas das inundações.

Peça para os alunos observarem as imagens. Pergunte se elas remetem a uma localidade conhecida ou se apresentam uma situação que faz parte da sua realidade.

Quanto ao questionamento do slide, espera-se que respondam que o objetivo é aumentar a velocidade da vazão.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos

Orientações: Projete para a turma a imagem do rio Pinheiros, antes e depois da retificação. O canal sinuoso que aparece na cor azul se refere ao rio Pinheiros antes da retificação. Onde aparece o nome do canal se refere ao seu curso atual. Peça que eles observem, debatam com os colegas, e respondam a seguinte pergunta: o que mudou nas feições do rio? Espera-se que respondam que os canais sinuosos deram lugar a canais retificados. Contudo, é importante que mencione que a retificação abriu mais espaços para a ocupação das margens. E se o contingente populacional é maior, um número maior de pessoas fica sujeita aos efeitos das cheias. Peça que formem equipes e entregue a folha com algumas descrições que se referem a características de leitos retificados e de leitos que mantém sua forma original. A seguir, entregue para as equipes a folha de atividade.

Peça que os alunos observem a imagem, leia a descrição e identifique se as características descritas correspondem a canais meandrados ou retificados.

Caso avalie necessário, retorne às imagens da contextualização e problematização para auxiliar o aluno na ação propositiva.

Materiais complementares

Folha de atividades disponível no link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/wMJN9hA3YVwpRrbXhg5AkqYKePqykWG3CvF5k8gb9h4YNCBPV9bhkAhYVJqU/geo6-10und7-acao-propositiva-atividade.pdf

A atividade com a resposta esperada está disponível no link:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/XDAvKeNXee38tYgtW2mqkBxzKQh4F52AKvmzwE27tne5pW3qR8aD2SSRCTuu/geo6-10und7-acao-propositiva-respostas.pdf

Para você saber mais:

Para saber mais sobre a história do Pinheiros assista o vídeo, acessando o link: https://www.encontrapinheiros.com.br/pinheiros/rio-pinheiros/.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Esta atividade tem como objetivo propor soluções para margens alteradas em função da expansão urbana. Para tal, a turma deve ser dividida em equipes e a folha de atividade deve se impressa e entregue para cada uma.

A seguir, entregue para as equipes a folha de atividade, disponível no link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/fCkzsqfy7f3MPPZvKGbYSQHmzg8FE9jJkA2YR8bpqNnFZrUhpGEPKhg5ypDT/geo6-10und7-sistematizacao-atividade.pdf

A atividade consiste em propor medidas de revitalização para o trecho central de um rio urbano. Como não há verbas para investir na revitalização deste trecho de modo que ele desenvolva um curso mais natural e volte a formar meandros, cada equipe deverá escolher uma medida a ser tomada para que ele possa ganhar um aspecto mais natural. Primeiramente deverão selecionar a medida que pode ser utilizada na revitalização do trecho urbano do rio e, em seguida apresentar um projeto de recuperação. O projeto pode ser apresentado através de um desenho ou por escrito. O projeto escrito consiste em escrever um pequeno texto com base nas medidas que escolheu para recuperar aquela área. Sugere-se que as apresentações sejam realizadas em uma aula posterior.

Entregue uma folha de papel sulfite para que possam desenvolver seus projetos e apresentar posteriormente para a turma.

Fonte: Ambiente Legal. Disponível em: http://www.ambientelegal.com.br/apcma-e-contra-retificacao-no-rio-tiete/. Acesso em: 12 de fevereiro de 2019.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF06GE10 de Geografia, que consta na BNCC. Esta habilidade permite compreender que diferentes usos e ocupação do solo em margens de rios e intervenções com obras de engenharia nos cursos d’água podem provocar alterações na dinâmica dos mesmos e, consequentemente, trazer prejuízos para o meio ambiente e para a sociedade. Para tal, os alunos deverão compreender que a ocupação das várzeas de cursos d’água pode levar à degradação gradativa dessas áreas e o estreitamento e retificação de canais favorecer a ocorrência de inundações. É importante que eles percebam que ao ocupar áreas de várzeas para estabelecimentos comerciais e residenciais, o homem invade o espaço destinado às áreas de inundação, ficando, portanto, sujeito aos efeitos destes eventos, que podem ser, muitas vezes, catastróficos. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: projetor de slides, caneta, lápis, folha de papel sulfite e lápis de cor, caso necessário.

Material complementar:

Atividade da Ação Propositiva para os alunos.

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/wMJN9hA3YVwpRrbXhg5AkqYKePqykWG3CvF5k8gb9h4YNCBPV9bhkAhYVJqU/geo6-10und7-acao-propositiva-atividade.pdf

Atividade da Ação Propositiva para o professor (resposta esperada)

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/XDAvKeNXee38tYgtW2mqkBxzKQh4F52AKvmzwE27tne5pW3qR8aD2SSRCTuu/geo6-10und7-acao-propositiva-respostas.pdf

Atividade da Sistematização

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/fCkzsqfy7f3MPPZvKGbYSQHmzg8FE9jJkA2YR8bpqNnFZrUhpGEPKhg5ypDT/geo6-10und7-sistematizacao-atividade.pdf

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Projete, escreva no quadro ou fale para o tema da aula. Aborde para a turma que os caminhos preferenciais das águas estão relacionados com as características físicas dos terrenos, por essa razão, geralmente, são sinuosos. Fale para eles que, ao ocupar as margens de rios para expansão urbana, o homem fica sujeito a eventos de inundações, pois os cursos d’água, de tempos em tempos, transbordam, ocupando vastas áreas. Então, para evitar tais transtornos acabam por mudar este caminho preferencial das águas com obras de engenharia. Quando as várzeas destinadas à amortização das cheias são ocupadas, muitas vezes, são feitas intervenções, como retificação dos cursos a fim de evitar a inundações das áreas ocupadas pela população.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Projete as imagens para os alunos. Para ilustrar as consequências da ocupação de várzeas e intervenção nos cursos d’água serão utilizados os exemplo dos rios Tietê e Pinheiros em São Paulo. Em 1866, afirmava-se a necessidade de retificação do rio Tietê, a fim de utilizar os terrenos das várzeas do Tamanduateí e do Tietê. Se as águas inundam as margens do rio e afeta a população ele passa a ser visto como um problema que precisa ser resolvido. Se áreas residenciais forem afetadas com inundações, normalmente, a população aciona o poder público que utiliza obras de engenharia para solucionar o problema. Quando se trata de inundações, a retificação de córregos e rios, torna-se uma solução rápida. Um exemplo disso é o rio Tietê, em São Paulo, pois no final do século XIX uma Comissão de Saneamento estabeleceu o Tietê como responsável pelas cheias. Dessa forma, na década de 20, sanitaristas e engenheiros defenderam a necessidade de retificação do curso sinuoso do rio, além do desassoreamento de seu leito. Pergunte aos alunos se já ouviram falar em retificação de cursos d’água? Se disserem que sim, pergunte se percebem vantagens na implantação deste deste tipo de obra e porque.

Como adequar à sua realidade: utilize imagens locais de córregos ou rios retificados.

Para você saber mais:

No Portal do Departamento de Águas e Energia Elétrica de São Paulo você encontrará informações sobre o processo de retificação do Rio Tietê. Para isso, acesse o link:

Fonte: DAEE. Disponível em: http://www.daee.sp.gov.br/index.php?option=com_content&id=796%3Aretificacao-e-decadencia&Itemid=53. Acesso em 12 de fevereiro de 2019.

Fonte da imagem:

Fonte: Wikipedia. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Rio_Tiet%C3%AA#/media/File:Marginal_tiet%C3%AA.jpg

Acesso em: 12 de fevereiro de 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: De modo geral, não existem cursos d’água naturais retilíneos mas sim meandrados, como se observa na imagem do rio Pinheiros, na década de 1930 (Figura 1). Rios retilíneos, como o Rio Pinheiros na atualidade (Figura 2), costumam ser obras de engenharia. Contudo, inundações continuam a ocorrer, apesar as obras de retificação dos rios para acelerar a velocidade das águas (Figura 3, alagamento próximo ao Terminal Bandeira, no Vale do Anhangabaú). Para compreendermos melhor sobre as razões pelas quais obras de retificação são realizadas nos cursos d’água vamos usar o caso dos rios Tietê e Pinheiros. Pergunte aos alunos, se o confinamento dos rios em estreitos canais retificados elimina os problemas das inundações.

Peça para os alunos observarem as imagens. Pergunte se elas remetem a uma localidade conhecida ou se apresentam uma situação que faz parte da sua realidade.

Quanto ao questionamento do slide, espera-se que respondam que o objetivo é aumentar a velocidade da vazão.

Como adequar à sua realidade: utilize imagens locais de córregos ou rios retificados.

Para você saber mais:

No caso do rio Tietê, um relatório publicado em 1926, o engenheiro sanitarista Francisco Rodrigues Saturnino de Brito, previa a preservação das áreas alagadas para auxiliar na contenção das cheias. Ele projetou um grande parque metropolitano na faixa do leito maior, preservado ao longo do rio para as grandes vazões do Tietê no período das cheias. Além disso, na foz dos afluentes deveria ser preservada uma área para a construção de um lago. Para Saturnino a preservação dos rios Tietê, Pinheiros e Guarapiranga eram indispensáveis ao abastecimento de água na Capital e parte do interior do estado. As áreas de várzeas foram aproveitadas para a construção de duas avenidas marginais, pontes de concreto, permitindo a ocupação por loteamentos, logradouros públicos, e instalação de um terminal ferroviário. Assim, as águas foram confinadas canais retificados.

Para saber mais sobre a história do Pinheiros assista o vídeo e leia a reportagem acessando o link:

Fonte: Encontra Pinheiros. Disponível em: https://www.encontrapinheiros.com.br/pinheiros/rio-pinheiros/. Acesso em: 12 de fevereiro de 2019.

Fonte das imagens (imagens provisórias):

Fonte: Museu da Energia. Disponível em: http://www.museudaenergia.org.br/not%C3%ADcias/boletim/boletim-mar%C3%A7o-2013.aspx. Acesso em: 12 de fevereiro de 2019.

Fonte: Estadão. Disponíevel em: https://sao-paulo.estadao.com.br/blogs/sp-das-enchentes/chuva-provoca-5-mortes-em-sp-rios-tiete-e-pinheiros-transbordam/. Acesso em: 14 de fevereiro de 2019.

Slide Plano Aula

Orientações: De modo geral, não existem cursos d’água naturais retilíneos mas sim meandrados, como se observa na imagem do rio Pinheiros, na década de 1930 (Figura 1). Rios retilíneos, como o Rio Pinheiros na atualidade (Figura 2), costumam ser obras de engenharia. Contudo, inundações continuam a ocorrer, apesar as obras de retificação dos rios para acelerar a velocidade das águas (Figura 3, alagamento próximo ao Terminal Bandeira, no Vale do Anhangabaú). Para compreendermos melhor sobre as razões pelas quais obras de retificação são realizadas nos cursos d’água vamos usar o caso dos rios Tietê e Pinheiros. Pergunte aos alunos, se o confinamento dos rios em estreitos canais retificados elimina os problemas das inundações.

Peça para os alunos observarem as imagens. Pergunte se elas remetem a uma localidade conhecida ou se apresentam uma situação que faz parte da sua realidade.

Quanto ao questionamento do slide, espera-se que respondam que o objetivo é aumentar a velocidade da vazão.

Slide Plano Aula

Orientações: De modo geral, não existem cursos d’água naturais retilíneos mas sim meandrados, como se observa na imagem do rio Pinheiros, na década de 1930 (Figura 1). Rios retilíneos, como o Rio Pinheiros na atualidade (Figura 2), costumam ser obras de engenharia. Contudo, inundações continuam a ocorrer, apesar as obras de retificação dos rios para acelerar a velocidade das águas (Figura 3, alagamento próximo ao Terminal Bandeira, no Vale do Anhangabaú). Para compreendermos melhor sobre as razões pelas quais obras de retificação são realizadas nos cursos d’água vamos usar o caso dos rios Tietê e Pinheiros. Pergunte aos alunos, se o confinamento dos rios em estreitos canais retificados elimina os problemas das inundações.

Peça para os alunos observarem as imagens. Pergunte se elas remetem a uma localidade conhecida ou se apresentam uma situação que faz parte da sua realidade.

Quanto ao questionamento do slide, espera-se que respondam que o objetivo é aumentar a velocidade da vazão.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos

Orientações: Projete para a turma a imagem do rio Pinheiros, antes e depois da retificação. O canal sinuoso que aparece na cor azul se refere ao rio Pinheiros antes da retificação. Onde aparece o nome do canal se refere ao seu curso atual. Peça que eles observem, debatam com os colegas, e respondam a seguinte pergunta: o que mudou nas feições do rio? Espera-se que respondam que os canais sinuosos deram lugar a canais retificados. Contudo, é importante que mencione que a retificação abriu mais espaços para a ocupação das margens. E se o contingente populacional é maior, um número maior de pessoas fica sujeita aos efeitos das cheias. Peça que formem equipes e entregue a folha com algumas descrições que se referem a características de leitos retificados e de leitos que mantém sua forma original. A seguir, entregue para as equipes a folha de atividade.

Peça que os alunos observem a imagem, leia a descrição e identifique se as características descritas correspondem a canais meandrados ou retificados.

Caso avalie necessário, retorne às imagens da contextualização e problematização para auxiliar o aluno na ação propositiva.

Materiais complementares

Folha de atividades disponível no link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/wMJN9hA3YVwpRrbXhg5AkqYKePqykWG3CvF5k8gb9h4YNCBPV9bhkAhYVJqU/geo6-10und7-acao-propositiva-atividade.pdf

A atividade com a resposta esperada está disponível no link:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/XDAvKeNXee38tYgtW2mqkBxzKQh4F52AKvmzwE27tne5pW3qR8aD2SSRCTuu/geo6-10und7-acao-propositiva-respostas.pdf

Para você saber mais:

Para saber mais sobre a história do Pinheiros assista o vídeo, acessando o link: https://www.encontrapinheiros.com.br/pinheiros/rio-pinheiros/.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Esta atividade tem como objetivo propor soluções para margens alteradas em função da expansão urbana. Para tal, a turma deve ser dividida em equipes e a folha de atividade deve se impressa e entregue para cada uma.

A seguir, entregue para as equipes a folha de atividade, disponível no link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/fCkzsqfy7f3MPPZvKGbYSQHmzg8FE9jJkA2YR8bpqNnFZrUhpGEPKhg5ypDT/geo6-10und7-sistematizacao-atividade.pdf

A atividade consiste em propor medidas de revitalização para o trecho central de um rio urbano. Como não há verbas para investir na revitalização deste trecho de modo que ele desenvolva um curso mais natural e volte a formar meandros, cada equipe deverá escolher uma medida a ser tomada para que ele possa ganhar um aspecto mais natural. Primeiramente deverão selecionar a medida que pode ser utilizada na revitalização do trecho urbano do rio e, em seguida apresentar um projeto de recuperação. O projeto pode ser apresentado através de um desenho ou por escrito. O projeto escrito consiste em escrever um pequeno texto com base nas medidas que escolheu para recuperar aquela área. Sugere-se que as apresentações sejam realizadas em uma aula posterior.

Entregue uma folha de papel sulfite para que possam desenvolver seus projetos e apresentar posteriormente para a turma.

Fonte: Ambiente Legal. Disponível em: http://www.ambientelegal.com.br/apcma-e-contra-retificacao-no-rio-tiete/. Acesso em: 12 de fevereiro de 2019.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Unidade do 6º ano :

MAIS AULAS DE Geografia do 6º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF06GE10 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Geografia

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano