16761
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Geografia > 6º ano > Mundo do trabalho

Plano de aula - Por que nos organizamos em cidades?

Plano de aula de Geografia com atividades para 6º ano do Fundamental sobre compreender a importância da mata ciliar para a preservação dos rios e lagoas

Plano 01 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Mariana De Paula Costa Moraes Carrasco

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade (EF06GE07) de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Por meio desta habilidade, o aluno poderá compreender as cidades e como a construção delas alterou a relação entre homem e natureza. Neste plano, o aluno passará a entender a mudança na vida do homem quando se tornou sedentário.

Materiais necessários: lápis de cor, régua, folhas de sulfite e fita adesiva.

Material complementar:

As imagens utilizadas neste plano estão disponíveis no link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Wtq88PTw7DDjwB99ucszPXsJHQH2Qh7NavPFUJ2qk2y4XYpEd9GQtbamANEW/geo6-07und01-imagens-para-impressao.pdf

Para você saber mais:

Beduínos. Link disponível em : https://www.infoescola.com/sociedade/beduinos/. Acesso: 24 de janeiro de 2019.

Nomadismo. Link disponível em: https://www.estudopratico.com.br/nomadismo-o-que-e-historia-e-consequencias/. Acesso: 24 de janeiro de 2019.

As aldeias neolíticas. Link disponível em: https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/historiageral/as-aldeias-neoliticas.htm. Acesso: 24 de janeiro de 2019.

O que é nomadismo?. Link disponível em: https://meuartigo.brasilescola.uol.com.br/curiosidades/nomadismo.htm Acesso: 30/01/2019

Revolução Neolítica. LInk disponível em: https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/historiageral/revolucao-neolitica.htm Acesso: 30/01/2019

Nomadismo - os homens não possuíam lugares fixos, mudavam de terras de acordo com a necessidade em se alimentar: onde havia alimentos e caça, os homens se fixavam por um tempo, quando esgotavam s recursos desse lugar, procuravam outro. Foi no Neolítico que o homem passou a ser sedentário.

Sedentarização - com a descoberta da agricultura, principalmente do trigo, o homem passou a perceber que poderia se fixar em um lugar e passa a plantar aquilo que necessitava para viver. Além disso, o homem poderia formar aldeias para se proteger e domesticar animais, que depois poderiam ser utilizados como alimento.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete a pergunta ou a escreva na lousa. Mostre aos alunos que nesta aula eles compreenderão porque o homem se tornou sedentário e as principais consequências da sedentarização, além de entender as diferenças entre o nomadismo e o sedentarização. Nesta aula, os alunos verão brevemente que ainda existem povos nômades no mundo, mas que a sedentarização foi um processo importante para a construção das cidades e da evolução do homem.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos

Orientações: Este momento de contextualização é para introduzir os conceitos de nomadismo e sedentarização. Antes de projetar as imagens aos alunos, questione:

  • O que é ser uma pessoa sedentária nos dias de hoje?

Neste momento, espera-se que os alunos se lembrem que uma pessoa sedentária nos dias atuais é aquela pessoa que não pratica exercícios físicos regularmente. A partir dessa fala dos alunos, introduza a ideia da sedentarização, falando aos alunos que a sedentarização foi o momento da história em que o homem parou em determinado lugar.

Em seguida, pergunte aos alunos quais as diferenças que ele pensa que possam existir entre a vida sedentária e a nômade.

Espera-se que os alunos compreendam que a vida sedentária permitiu ao homem se fixar e assim passar a criar vilas, bairros, cidades. Isso foi eficiente para a nossa proteção e para a nossa evolução, ou seja, a fixação permitiu a sobrevivência (de maneira mais fácil) dos homens na natureza.

Caso a sala ressalte ou não a ideia da dominação da natureza, questione os alunos se essa dominação é algo positivo ou negativo Em caso positivo, os alunos poderão afirmar que dominando a natureza, nos mantemos numa posição privilegiada. Em caso negativo, há a questão dos limites impostos pela natureza.

Após os questionamentos, projete as imagens para os alunos. Ainda no contexto da ideia da proteção e da sobrevivência, peça para que eles observem as imagens e respondam em qual das situações (nomadismo ou sedentarização) a sobrevivência se torna mais fácil para o homem.

Explique aos alunos, que mesmo na vida nômade, há sobrevivência, devido às técnicas milenares que muitos povos possuem, porém, a sobrevivência é dificultada pela falta de fixação. Dê o exemplo dos ciganos, que são povos nômades, que vivem em cidades e são marginalizados.

Após a comparação das imagens, mostre aos alunos o trecho do livro Sapiens. Leia o trecho com eles rapidamente e questione a razão da agricultura ter sido importante para o homem se tornar sedentário. Ressalte com os alunos que a agricultura permitiu que o homem não precisasse mais sair em busca de alimentos, ele podia plantar seu próprio alimento onde havia mais oportunidades para se plantar e animais próximos para caçar ou domesticar.

Se achar pertinente, no próprio livro Sapiens, o autor faz um questionamento sobre a relação do trigo e do homem: quem domesticou quem? O autor relata que o homem crê que domesticou o trigo, a partir do momento que passou a plantá-lo. Entretanto, é possível ver essa história de uma outra perspectiva, que o trigo domesticou o homem, pois agora era necessário preparar a terra, plantá-lo, livrá-lo de pragas, colher e comer. De certo modo, para se alimentar era necessário cuidar do trigo, se tornar “trabalhador do trigo”.

Para você saber mais:

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Este momento de contextualização é para introduzir os conceitos de nomadismo e sedentarização. Antes de projetar as imagens aos alunos, questione:

  • O que é ser uma pessoa sedentária nos dias de hoje?

Neste momento, espera-se que os alunos se lembrem que uma pessoa sedentária nos dias atuais é aquela pessoa que não pratica exercícios físicos regularmente. A partir dessa fala dos alunos, introduza a ideia da sedentarização, falando aos alunos que a sedentarização foi o momento da história em que o homem parou em determinado lugar.

Em seguida, pergunte aos alunos quais as diferenças que ele pensa que possam existir entre a vida sedentária e a nômade.

Espera-se que os alunos compreendam que a vida sedentária permitiu ao homem se fixar e assim passar a criar vilas, bairros, cidades. Isso foi eficiente para a nossa proteção e para a nossa evolução, ou seja, a fixação permitiu a sobrevivência (de maneira mais fácil) dos homens na natureza.

Caso a sala ressalte ou não a ideia da dominação da natureza, questione os alunos se essa dominação é algo positivo ou negativo Em caso positivo, os alunos poderão afirmar que dominando a natureza, nos mantemos numa posição privilegiada. Em caso negativo, há a questão dos limites impostos pela natureza.

Após os questionamentos, projete as imagens para os alunos. Ainda no contexto da ideia da proteção e da sobrevivência, peça para que eles observem as imagens e respondam em qual das situações (nomadismo ou sedentarização) a sobrevivência se torna mais fácil para o homem.

Explique aos alunos, que mesmo na vida nômade, há sobrevivência, devido às técnicas milenares que muitos povos possuem, porém, a sobrevivência é dificultada pela falta de fixação. Dê o exemplo dos ciganos, que são povos nômades, que vivem em cidades e são marginalizados.

Após a comparação das imagens, mostre aos alunos o trecho do livro Sapiens. Leia o trecho com eles rapidamente e questione a razão da agricultura ter sido importante para o homem se tornar sedentário. Ressalte com os alunos que a agricultura permitiu que o homem não precisasse mais sair em busca de alimentos, ele podia plantar seu próprio alimento onde havia mais oportunidades para se plantar e animais próximos para caçar ou domesticar.

Se achar pertinente, no próprio livro Sapiens, o autor faz um questionamento sobre a relação do trigo e do homem: quem domesticou quem? O autor relata que o homem crê que domesticou o trigo, a partir do momento que passou a plantá-lo. Entretanto, é possível ver essa história de uma outra perspectiva, que o trigo domesticou o homem, pois agora era necessário preparar a terra, plantá-lo, livrá-lo de pragas, colher e comer. De certo modo, para se alimentar era necessário cuidar do trigo, se tornar “trabalhador do trigo”.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Este momento de contextualização é para introduzir os conceitos de nomadismo e sedentarização. Antes de projetar as imagens aos alunos, questione:

  • O que é ser uma pessoa sedentária nos dias de hoje?

Neste momento, espera-se que os alunos se lembrem que uma pessoa sedentária nos dias atuais é aquela pessoa que não pratica exercícios físicos regularmente. A partir dessa fala dos alunos, introduza a ideia da sedentarização, falando aos alunos que a sedentarização foi o momento da história em que o homem parou em determinado lugar.

Em seguida, pergunte aos alunos quais as diferenças que ele pensa que possam existir entre a vida sedentária e a nômade.

Espera-se que os alunos compreendam que a vida sedentária permitiu ao homem se fixar e assim passar a criar vilas, bairros, cidades. Isso foi eficiente para a nossa proteção e para a nossa evolução, ou seja, a fixação permitiu a sobrevivência (de maneira mais fácil) dos homens na natureza.

Caso a sala ressalte ou não a ideia da dominação da natureza, questione os alunos se essa dominação é algo positivo ou negativo Em caso positivo, os alunos poderão afirmar que dominando a natureza, nos mantemos numa posição privilegiada. Em caso negativo, há a questão dos limites impostos pela natureza.

Após os questionamentos, projete as imagens para os alunos. Ainda no contexto da ideia da proteção e da sobrevivência, peça para que eles observem as imagens e respondam em qual das situações (nomadismo ou sedentarização) a sobrevivência se torna mais fácil para o homem.

Explique aos alunos, que mesmo na vida nômade, há sobrevivência, devido às técnicas milenares que muitos povos possuem, porém, a sobrevivência é dificultada pela falta de fixação. Dê o exemplo dos ciganos, que são povos nômades, que vivem em cidades e são marginalizados.

Após a comparação das imagens, mostre aos alunos o trecho do livro Sapiens. Leia o trecho com eles rapidamente e questione a razão da agricultura ter sido importante para o homem se tornar sedentário. Ressalte com os alunos que a agricultura permitiu que o homem não precisasse mais sair em busca de alimentos, ele podia plantar seu próprio alimento onde havia mais oportunidades para se plantar e animais próximos para caçar ou domesticar.

Se achar pertinente, no próprio livro Sapiens, o autor faz um questionamento sobre a relação do trigo e do homem: quem domesticou quem? O autor relata que o homem crê que domesticou o trigo, a partir do momento que passou a plantá-lo. Entretanto, é possível ver essa história de uma outra perspectiva, que o trigo domesticou o homem, pois agora era necessário preparar a terra, plantá-lo, livrá-lo de pragas, colher e comer. De certo modo, para se alimentar era necessário cuidar do trigo, se tornar “trabalhador do trigo”.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 6 minutos

Orientações: No primeiro momento, divida a sala em grupos de 4 ou 5 pessoas. Discuta com toda a sala as questões abaixo:

  • O homem realmente domina a natureza?
  • A natureza impõe limites à dominação humana?

A ideia das questões acima é que os alunos reflitam sobre o que é dominar a natureza de fato. Os alunos podem concordar que o homem domina a natureza, se mantendo na posição superior e colocando a natureza como algo que se faz necessário para a extração de recursos. Entretanto, é importante ressaltar com eles que a natureza não é 100% dominada, uma vez que, impõe limites para a dominação, há momentos em que a natureza é mais forte do que o homem. Cite alguns exemplos de desastres ambientais como enchentes, vulcões, furacões.

Após esses questionamentos, os alunos conseguirão ter um direcionamento para responder a principal questão: a relação entre sedentarização e dominação da natureza.

Dê 2 minutos para os grupos discutirem e peça para que alguns grupos (os que desejarem) compartilharem a discussão. Espera-se que os alunos tenham compreendido que há uma relação entre sedentarização e dominação da natureza. A sedentarização possibilitou que o homem pudesse extrair da natureza cada vez mais recursos e sem ter seu tempo respeitado: os recursos são extraídos sem pensar no amanhã ou sem permitir que natureza consiga repor a tempo.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: Mantenha a sala em grupos. Cada grupo receberá uma frase e uma folha de sulfite cortada ao meio (é importante que os outros grupos não vejam as frases, cada um deve ver apenas a sua). O grupo deve fazer um desenho que represente a frase e escrever uma pequena fala neste desenho (a frase pode ser usada como dica). O desenho será usado na próxima etapa da aula.

Caso seja necessário, as frases podem ser replicadas, ou seja, grupos diferentes podem fazer o desenho da mesma informação.

As frases são as seguintes:

  • Os homens viviam como nômades.
  • Os homens caçavam e aproveitavam os alimentos que estavam disponíveis no lugar onde ficavam por um tempo.
  • Quando os alimentos acabavam, os homens procuravam outros lugares para se alimentarem.
  • No período Neolítico, os homens aprenderam a técnica da agricultura.
  • Depois da agricultura, os homens passaram a criar animais
  • Assim nasceram as aldeias, onde os homens puderam se proteger de maneira mais eficiente.
  • Com o avanço das técnicas agrícolas e da criação de animais, a maioria dos homens passou a ser sedentário.
  • Ainda existem alguns grupos nômades no mundo.
  • Entretanto, a maioria dos homens são sedentários.
  • A sedentarização nos dá a ideia de que dominamos a natureza.
  • Mas não há como impor limites para o meio natural.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos

Orientações: Neste momento, os alunos farão uma história em quadrinhos coletiva com os desenhos que realizaram na etapa anterior da aula. Não é mais necessário manter os alunos em grupos, a atividade agora é de toda a sala que deverá colocar em ordem os desenhos. Diga para a sala que o objetivo final da história é mostrar o processo de sedentarização do homem. Com o objetivo definido, os alunos conseguirão colocar com mais facilidade os desenhos em ordem.

Os desenhos podem ser colados na lousa na ordem que os alunos julgarem correta.

Assim que os alunos colocarem os desenhos em ordem, peça para um dos alunos ler em voz alta a história, neste momento, observe com a sala se a história está coerente ou se precisa de ajustes na ordem dos desenhos.

Para você saber mais:

Como a história em quadrinho pode ser utilizada em sala de aula. Disponível no link: https://pontodidatica.com.br/historia-quadrinho-utilizada-sala-aula/ - Acesso em 04/02/2019

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade (EF06GE07) de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Por meio desta habilidade, o aluno poderá compreender as cidades e como a construção delas alterou a relação entre homem e natureza. Neste plano, o aluno passará a entender a mudança na vida do homem quando se tornou sedentário.

Materiais necessários: lápis de cor, régua, folhas de sulfite e fita adesiva.

Material complementar:

As imagens utilizadas neste plano estão disponíveis no link: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Wtq88PTw7DDjwB99ucszPXsJHQH2Qh7NavPFUJ2qk2y4XYpEd9GQtbamANEW/geo6-07und01-imagens-para-impressao.pdf

Para você saber mais:

Beduínos. Link disponível em : https://www.infoescola.com/sociedade/beduinos/. Acesso: 24 de janeiro de 2019.

Nomadismo. Link disponível em: https://www.estudopratico.com.br/nomadismo-o-que-e-historia-e-consequencias/. Acesso: 24 de janeiro de 2019.

As aldeias neolíticas. Link disponível em: https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/historiageral/as-aldeias-neoliticas.htm. Acesso: 24 de janeiro de 2019.

O que é nomadismo?. Link disponível em: https://meuartigo.brasilescola.uol.com.br/curiosidades/nomadismo.htm Acesso: 30/01/2019

Revolução Neolítica. LInk disponível em: https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/historiageral/revolucao-neolitica.htm Acesso: 30/01/2019

Nomadismo - os homens não possuíam lugares fixos, mudavam de terras de acordo com a necessidade em se alimentar: onde havia alimentos e caça, os homens se fixavam por um tempo, quando esgotavam s recursos desse lugar, procuravam outro. Foi no Neolítico que o homem passou a ser sedentário.

Sedentarização - com a descoberta da agricultura, principalmente do trigo, o homem passou a perceber que poderia se fixar em um lugar e passa a plantar aquilo que necessitava para viver. Além disso, o homem poderia formar aldeias para se proteger e domesticar animais, que depois poderiam ser utilizados como alimento.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete a pergunta ou a escreva na lousa. Mostre aos alunos que nesta aula eles compreenderão porque o homem se tornou sedentário e as principais consequências da sedentarização, além de entender as diferenças entre o nomadismo e o sedentarização. Nesta aula, os alunos verão brevemente que ainda existem povos nômades no mundo, mas que a sedentarização foi um processo importante para a construção das cidades e da evolução do homem.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos

Orientações: Este momento de contextualização é para introduzir os conceitos de nomadismo e sedentarização. Antes de projetar as imagens aos alunos, questione:

  • O que é ser uma pessoa sedentária nos dias de hoje?

Neste momento, espera-se que os alunos se lembrem que uma pessoa sedentária nos dias atuais é aquela pessoa que não pratica exercícios físicos regularmente. A partir dessa fala dos alunos, introduza a ideia da sedentarização, falando aos alunos que a sedentarização foi o momento da história em que o homem parou em determinado lugar.

Em seguida, pergunte aos alunos quais as diferenças que ele pensa que possam existir entre a vida sedentária e a nômade.

Espera-se que os alunos compreendam que a vida sedentária permitiu ao homem se fixar e assim passar a criar vilas, bairros, cidades. Isso foi eficiente para a nossa proteção e para a nossa evolução, ou seja, a fixação permitiu a sobrevivência (de maneira mais fácil) dos homens na natureza.

Caso a sala ressalte ou não a ideia da dominação da natureza, questione os alunos se essa dominação é algo positivo ou negativo Em caso positivo, os alunos poderão afirmar que dominando a natureza, nos mantemos numa posição privilegiada. Em caso negativo, há a questão dos limites impostos pela natureza.

Após os questionamentos, projete as imagens para os alunos. Ainda no contexto da ideia da proteção e da sobrevivência, peça para que eles observem as imagens e respondam em qual das situações (nomadismo ou sedentarização) a sobrevivência se torna mais fácil para o homem.

Explique aos alunos, que mesmo na vida nômade, há sobrevivência, devido às técnicas milenares que muitos povos possuem, porém, a sobrevivência é dificultada pela falta de fixação. Dê o exemplo dos ciganos, que são povos nômades, que vivem em cidades e são marginalizados.

Após a comparação das imagens, mostre aos alunos o trecho do livro Sapiens. Leia o trecho com eles rapidamente e questione a razão da agricultura ter sido importante para o homem se tornar sedentário. Ressalte com os alunos que a agricultura permitiu que o homem não precisasse mais sair em busca de alimentos, ele podia plantar seu próprio alimento onde havia mais oportunidades para se plantar e animais próximos para caçar ou domesticar.

Se achar pertinente, no próprio livro Sapiens, o autor faz um questionamento sobre a relação do trigo e do homem: quem domesticou quem? O autor relata que o homem crê que domesticou o trigo, a partir do momento que passou a plantá-lo. Entretanto, é possível ver essa história de uma outra perspectiva, que o trigo domesticou o homem, pois agora era necessário preparar a terra, plantá-lo, livrá-lo de pragas, colher e comer. De certo modo, para se alimentar era necessário cuidar do trigo, se tornar “trabalhador do trigo”.

Para você saber mais:

Slide Plano Aula

Orientações: Este momento de contextualização é para introduzir os conceitos de nomadismo e sedentarização. Antes de projetar as imagens aos alunos, questione:

  • O que é ser uma pessoa sedentária nos dias de hoje?

Neste momento, espera-se que os alunos se lembrem que uma pessoa sedentária nos dias atuais é aquela pessoa que não pratica exercícios físicos regularmente. A partir dessa fala dos alunos, introduza a ideia da sedentarização, falando aos alunos que a sedentarização foi o momento da história em que o homem parou em determinado lugar.

Em seguida, pergunte aos alunos quais as diferenças que ele pensa que possam existir entre a vida sedentária e a nômade.

Espera-se que os alunos compreendam que a vida sedentária permitiu ao homem se fixar e assim passar a criar vilas, bairros, cidades. Isso foi eficiente para a nossa proteção e para a nossa evolução, ou seja, a fixação permitiu a sobrevivência (de maneira mais fácil) dos homens na natureza.

Caso a sala ressalte ou não a ideia da dominação da natureza, questione os alunos se essa dominação é algo positivo ou negativo Em caso positivo, os alunos poderão afirmar que dominando a natureza, nos mantemos numa posição privilegiada. Em caso negativo, há a questão dos limites impostos pela natureza.

Após os questionamentos, projete as imagens para os alunos. Ainda no contexto da ideia da proteção e da sobrevivência, peça para que eles observem as imagens e respondam em qual das situações (nomadismo ou sedentarização) a sobrevivência se torna mais fácil para o homem.

Explique aos alunos, que mesmo na vida nômade, há sobrevivência, devido às técnicas milenares que muitos povos possuem, porém, a sobrevivência é dificultada pela falta de fixação. Dê o exemplo dos ciganos, que são povos nômades, que vivem em cidades e são marginalizados.

Após a comparação das imagens, mostre aos alunos o trecho do livro Sapiens. Leia o trecho com eles rapidamente e questione a razão da agricultura ter sido importante para o homem se tornar sedentário. Ressalte com os alunos que a agricultura permitiu que o homem não precisasse mais sair em busca de alimentos, ele podia plantar seu próprio alimento onde havia mais oportunidades para se plantar e animais próximos para caçar ou domesticar.

Se achar pertinente, no próprio livro Sapiens, o autor faz um questionamento sobre a relação do trigo e do homem: quem domesticou quem? O autor relata que o homem crê que domesticou o trigo, a partir do momento que passou a plantá-lo. Entretanto, é possível ver essa história de uma outra perspectiva, que o trigo domesticou o homem, pois agora era necessário preparar a terra, plantá-lo, livrá-lo de pragas, colher e comer. De certo modo, para se alimentar era necessário cuidar do trigo, se tornar “trabalhador do trigo”.

Slide Plano Aula

Orientações: Este momento de contextualização é para introduzir os conceitos de nomadismo e sedentarização. Antes de projetar as imagens aos alunos, questione:

  • O que é ser uma pessoa sedentária nos dias de hoje?

Neste momento, espera-se que os alunos se lembrem que uma pessoa sedentária nos dias atuais é aquela pessoa que não pratica exercícios físicos regularmente. A partir dessa fala dos alunos, introduza a ideia da sedentarização, falando aos alunos que a sedentarização foi o momento da história em que o homem parou em determinado lugar.

Em seguida, pergunte aos alunos quais as diferenças que ele pensa que possam existir entre a vida sedentária e a nômade.

Espera-se que os alunos compreendam que a vida sedentária permitiu ao homem se fixar e assim passar a criar vilas, bairros, cidades. Isso foi eficiente para a nossa proteção e para a nossa evolução, ou seja, a fixação permitiu a sobrevivência (de maneira mais fácil) dos homens na natureza.

Caso a sala ressalte ou não a ideia da dominação da natureza, questione os alunos se essa dominação é algo positivo ou negativo Em caso positivo, os alunos poderão afirmar que dominando a natureza, nos mantemos numa posição privilegiada. Em caso negativo, há a questão dos limites impostos pela natureza.

Após os questionamentos, projete as imagens para os alunos. Ainda no contexto da ideia da proteção e da sobrevivência, peça para que eles observem as imagens e respondam em qual das situações (nomadismo ou sedentarização) a sobrevivência se torna mais fácil para o homem.

Explique aos alunos, que mesmo na vida nômade, há sobrevivência, devido às técnicas milenares que muitos povos possuem, porém, a sobrevivência é dificultada pela falta de fixação. Dê o exemplo dos ciganos, que são povos nômades, que vivem em cidades e são marginalizados.

Após a comparação das imagens, mostre aos alunos o trecho do livro Sapiens. Leia o trecho com eles rapidamente e questione a razão da agricultura ter sido importante para o homem se tornar sedentário. Ressalte com os alunos que a agricultura permitiu que o homem não precisasse mais sair em busca de alimentos, ele podia plantar seu próprio alimento onde havia mais oportunidades para se plantar e animais próximos para caçar ou domesticar.

Se achar pertinente, no próprio livro Sapiens, o autor faz um questionamento sobre a relação do trigo e do homem: quem domesticou quem? O autor relata que o homem crê que domesticou o trigo, a partir do momento que passou a plantá-lo. Entretanto, é possível ver essa história de uma outra perspectiva, que o trigo domesticou o homem, pois agora era necessário preparar a terra, plantá-lo, livrá-lo de pragas, colher e comer. De certo modo, para se alimentar era necessário cuidar do trigo, se tornar “trabalhador do trigo”.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 6 minutos

Orientações: No primeiro momento, divida a sala em grupos de 4 ou 5 pessoas. Discuta com toda a sala as questões abaixo:

  • O homem realmente domina a natureza?
  • A natureza impõe limites à dominação humana?

A ideia das questões acima é que os alunos reflitam sobre o que é dominar a natureza de fato. Os alunos podem concordar que o homem domina a natureza, se mantendo na posição superior e colocando a natureza como algo que se faz necessário para a extração de recursos. Entretanto, é importante ressaltar com eles que a natureza não é 100% dominada, uma vez que, impõe limites para a dominação, há momentos em que a natureza é mais forte do que o homem. Cite alguns exemplos de desastres ambientais como enchentes, vulcões, furacões.

Após esses questionamentos, os alunos conseguirão ter um direcionamento para responder a principal questão: a relação entre sedentarização e dominação da natureza.

Dê 2 minutos para os grupos discutirem e peça para que alguns grupos (os que desejarem) compartilharem a discussão. Espera-se que os alunos tenham compreendido que há uma relação entre sedentarização e dominação da natureza. A sedentarização possibilitou que o homem pudesse extrair da natureza cada vez mais recursos e sem ter seu tempo respeitado: os recursos são extraídos sem pensar no amanhã ou sem permitir que natureza consiga repor a tempo.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: Mantenha a sala em grupos. Cada grupo receberá uma frase e uma folha de sulfite cortada ao meio (é importante que os outros grupos não vejam as frases, cada um deve ver apenas a sua). O grupo deve fazer um desenho que represente a frase e escrever uma pequena fala neste desenho (a frase pode ser usada como dica). O desenho será usado na próxima etapa da aula.

Caso seja necessário, as frases podem ser replicadas, ou seja, grupos diferentes podem fazer o desenho da mesma informação.

As frases são as seguintes:

  • Os homens viviam como nômades.
  • Os homens caçavam e aproveitavam os alimentos que estavam disponíveis no lugar onde ficavam por um tempo.
  • Quando os alimentos acabavam, os homens procuravam outros lugares para se alimentarem.
  • No período Neolítico, os homens aprenderam a técnica da agricultura.
  • Depois da agricultura, os homens passaram a criar animais
  • Assim nasceram as aldeias, onde os homens puderam se proteger de maneira mais eficiente.
  • Com o avanço das técnicas agrícolas e da criação de animais, a maioria dos homens passou a ser sedentário.
  • Ainda existem alguns grupos nômades no mundo.
  • Entretanto, a maioria dos homens são sedentários.
  • A sedentarização nos dá a ideia de que dominamos a natureza.
  • Mas não há como impor limites para o meio natural.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos

Orientações: Neste momento, os alunos farão uma história em quadrinhos coletiva com os desenhos que realizaram na etapa anterior da aula. Não é mais necessário manter os alunos em grupos, a atividade agora é de toda a sala que deverá colocar em ordem os desenhos. Diga para a sala que o objetivo final da história é mostrar o processo de sedentarização do homem. Com o objetivo definido, os alunos conseguirão colocar com mais facilidade os desenhos em ordem.

Os desenhos podem ser colados na lousa na ordem que os alunos julgarem correta.

Assim que os alunos colocarem os desenhos em ordem, peça para um dos alunos ler em voz alta a história, neste momento, observe com a sala se a história está coerente ou se precisa de ajustes na ordem dos desenhos.

Para você saber mais:

Como a história em quadrinho pode ser utilizada em sala de aula. Disponível no link: https://pontodidatica.com.br/historia-quadrinho-utilizada-sala-aula/ - Acesso em 04/02/2019

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Mundo do trabalho do 6º ano :

MAIS AULAS DE Geografia do 6º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF06GE07 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Geografia

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano