16608
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Geografia > 7º ano > Formas de representação e pensamento espacial

Plano de aula - Cartas topográficas: ampliando a análise espacial

Plano de aula de Geografia com atividades para 7º ano do Fundamental sobre desenvolver no aluno a interpretação de cartas topográficas através da leitura de curvas de nível

Plano 04 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Allan Fábio Veríssimo Pacheco

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF07GE09 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Este plano tem o objetivo de aprofundar a análise espacial ao considerar as influências topográficas do relevo na organização do espaço geográfico, mediante a leitura e interpretação de mapas topográficos.

Materiais necessários: Tesoura ou estilete, cola, papelão ou isopor e folha de atividade referente à ação propositiva.

Material complementar: Todas as imagens utilizadas neste plano estão presentes nos links abaixo.

Imagens utilizadas na etapa de contextualização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/D6dpMhpfwK6jE25AvnxshF3UMpTnBK6jeb35qehTxHXD38JKzJw6nZARj5ws/ge07-09und04-contextualizacao.pdf

Imagens utilizadas na etapa de problematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/m78qWswNk4WxBHErEhxdEGUFUSJYZ4bnqCKZw5XEPcdtbjDc9wsFjdQNMwUg/geo7-09und04-problematizacao.pdf

Imagens utilizadas na etapa da ação propositiva:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/kcKsFgJaWp5zqZA5AZMfqZnky8bax5xT7EKRFP2zqNSTBvwjKedW9BFvq77c/geo7-09und04-acao-propositiva.pdf

Imagem da etapa de sistematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/AXUpdJqZ5Eupquq2zAb5XmeycYRKPfDY6NBfGdrkmG5butTUSDdQSP34RHZ8/geo7-09und04-sistematizacao.pdf

Curvas de nível: material complementar - https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/GMK2zMykQWBYn4MgpJd3wbwQYRWFGXSsnjTgy68jETQHpDQxwmBnF6SF9PN3/geo7-09und04-curvas-de-nivel-material-complementar.pdf

Para você saber mais:

Os mapas são representações bidimensionais planas da superfície terrestre que, por sua vez, é tridimensional. Esta característica gera uma grande dificuldade para se representar as variações altimétricas do relevo. Visando resolver esta questão, foram criadas as curvas de nível ou isoípsas, que permitem a obtenção de um valor aproximado das altitudes e formas do relevo da superfície terrestre no mapa. As curvas de nível estabelecem diferentes cotas altimétricas, ligando pontos de mesma altitude. Vale ressaltar que quanto maior a proximidade entre estas linhas maior será a inclinação do relevo, ou seja, a encosta será mais íngreme e, por outro lado, quanto maior as distâncias entre elas, menor será esta inclinação.

Sugestões de vídeos:

Cartografia: Curvas de Nível. 2017. 6min45s. Disponível em:<https://www.youtube.com/watch?v=XQ9o-_Y7QX0>. Acesso em: 08 jan. de 2019.

AUGUSTUS, Gabriel. Mapas Topográficos: vídeo aula. 2018. 11min54s. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=zwVsiQqm0ow>. Acesso em: 08 jan. de 2019.

Sugestões de pesquisa:

Noções básicas de cartografia. IBGE. Disponível em: . Acesso em: 08 jan.2019.

PENA, Rodolfo F. Alves. Curvas de Nível. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/geografia/curvas-nivel.htm>. Acesso em: 02 jan. 2019.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Este plano de aula busca desenvolver o entendimento e a leitura de mapas topográficos, através das curvas de nível, aprofundando a análise espacial ao considerar a influência dos desníveis topográficos na organização do espaço geográfico.

O plano se inicia pela reflexão do significado e função das curvas de nível.

Após a reflexão, utilizando como situação-problema os deslizamentos de encostas, os alunos serão desafiados a refletir sobre como as variações topográficas do relevo influenciam na ocorrência deste fenômeno, identificando áreas de risco e áreas favoráveis à ocupação humana.

Para iniciar a aula, solicite que seus alunos se organizem em grupos com até 5 pessoas. Certifique-se de que cada grupo possua os materiais que serão utilizados na aula: tesoura, cola, papelão e folha de atividade da ação propositiva.

Se sua escola não possui um projetor de imagens, você poderá baixar e imprimir todas as imagens utilizadas neste plano, os links de cada etapa encontram-se no slide anterior. Após entregue uma cópia para cada grupo.

Como adequar à sua realidade: Você poderá substituir as imagens utilizadas neste plano por outras que contemple um local relevante do bairro, município ou estado onde a escola se localiza.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações: Faça as perguntas contidas no slide. Questione se, de acordo o ponto de vista desta imagem (visão oblíqua), é fácil ou não desenhar o morro em destaque. Ao projetar as imagens, oriente os alunos que observem o formato e os desníveis do morro do Pão de Açúcar, isto será importante nos próximos slides.

As imagens utilizadas nesta etapa estão presentes no link abaixo:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/D6dpMhpfwK6jE25AvnxshF3UMpTnBK6jeb35qehTxHXD38JKzJw6nZARj5ws/ge07-09und04-contextualizacao.pdf

Como adequar à sua realidade: Você poderá substituir as imagens utilizadas neste plano por outras que contemplem um local relevante do bairro, município ou estado onde a escola está localizada.

Para você saber mais:

A visão oblíqua é um tipo de visão tridimensional que expõe a altura, largura e profundidade de um objeto ou paisagem, visto de cima e um pouco “de lado”, ou seja, com uma certa inclinação. Desta forma, se diferencia da visão vertical que expõe um objeto ou local visto de cima (90? graus) e da visão horizontal, que demonstra um objeto ou local visto de frente.

Existem diferentes versões para a origem do nome “Pão de Açúcar”. A mais aceita é que o nome fazia referência às formas de barros cônicas utilizadas para transformar o caldo da cana de açúcar, já fervido e apurado, em barras cônicas que eram levadas para Portugal, durante os séculos XVI e XVII. A semelhança do formato com este maciço costeiro deu nome ao morro, além de facilitar os navegantes do período, na localização da cidade. Confira mais detalhes sobre a produção do pão de açúcar e sobre o morro do Pão de Açúcar nos links abaixo:

TAMANAHA, Wagner. A origem do Pão de Açúcar - Original sugarloaf. 2016. 1min14s. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=5ks7kvf6dCs>. Acesso em: 08 jan. 2019.

VALERIANO, Claudio. A odisséia do pão de açúcar: as rochas contam sua história. DRM-RJ. Disponível em: <http://www.drm.rj.gov.br/index.php/downloads/category/68-rio-de-janeiro?download=481%3Aa-odissia-do-po-de-acar-as-rochas-contam-sua-histria>. Acesso em: 14 jan. 2019.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Pergunte aos alunos se a facilidade encontrada para desenhar o morro do Pão de Açúcar através do ponto de vista oblíquo do slide anterior, também ocorre quando se tem que desenhá-lo do ponto de vista vertical. Pergunte como fariam para criar um desenho ou mapa que mostre, do ponto de vista vertical, as diferentes inclinações do terreno. Deixe que reflitam e falem sobre isso.

Para você saber mais:

O ponto de vista vertical é aquele que mostra uma local visto de cima, ou seja, a 90 graus com a superfície. Tradicionalmente, é o mais utilizado pela cartografia na confecção de mapas. Você encontrará mais informações e questionamento sobre a visão vertical na cartografia no link abaixo:

Barbosa, Ronaldo. O uso da visão vertical na representação do espaço vivido de alunos do 6º ano do ensino fundamental. In: VII Congresso Brasileiro de Geógrafos, agosto 2004, Vitória - ES. Disponível em: <http://www.cbg2014.agb.org.br/resources/anais/1/1404075737_ARQUIVO_ArtigoCBGBarbosa.pdf>. Acesso em: 09 jan. 2019.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Antes de falar em mapas topográficos, utilize o exemplo deste slide para ampliar a visualização dos alunos acerca do funcionamento das curvas de nível. Peça que façam uma comparação entre os dois desenhos e deixe que criem as correlações. Se necessário, informe que no desenho que corresponde ao ponto de vista vertical, o círculo menor (central) corresponde à base da parte mais alta do bolo, enquanto o círculo maior à base da parte mais baixa do bolo.

Se a sua escola não possui um projetor de imagens você poderá baixar e imprimir as imagens deste plano. Você poderá ainda desenhar no quadro os desenhos contidos neste slide.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações: Lance a pergunta para turma mas não a responda. Permita que os alunos falem sobre o assunto. Você poderá aprofundar este questionamento colocando outras perguntas como, por exemplo, quais são os benefícios e os riscos de se morar em um morro ou nas partes mais baixas do relevo?

Utilize as imagens deste slide para explicar o que são curvas de nível. Aproveite e faça uma comparação entre a visão vertical, oblíqua e a horizontal. Comente com os alunos que a menor curva de nível (a central) representa o topo do morro enquanto que a maior representa a sua parte mais baixa.

Como adequar à sua realidade: Você poderá utilizar como situação problema questões pertinentes ao bairro ou município onde a escola está localizada. Desta forma, você poderá falar sobre enchentes, alagamentos, erosão fluvial, marítima, assoreamento de rios, etc.

Imagens utilizadas na etapa de problematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/m78qWswNk4WxBHErEhxdEGUFUSJYZ4bnqCKZw5XEPcdtbjDc9wsFjdQNMwUg/geo7-09und04-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

Os mapas são representações bidimensionais planas da superfície terrestre que, por sua vez, é tridimensional. Esta característica gera uma grande dificuldade para se representar as variações altimétricas do relevo. Visando resolver esta questão, foram criadas as curvas de nível ou isoípsas, que permitem a obtenção de um valor aproximado das altitudes e formas do relevo da superfície terrestre no mapa. As curvas de nível estabelecem diferentes cotas altimétricas, ligando pontos de mesma altitude através de cortes paralelos e equidistantes no relevo. Vale ressaltar que quanto maior a proximidade entre estas linhas maior será a inclinação do relevo, ou seja, a encosta será mais íngreme e, por outro lado, quanto maior as distâncias entre elas, menor será esta inclinação.

Para maiores informações sobre curvas de nível acesse o link abaixo:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/GMK2zMykQWBYn4MgpJd3wbwQYRWFGXSsnjTgy68jETQHpDQxwmBnF6SF9PN3/geo7-09und04-curvas-de-nivel-material-complementar.pdf

Sugestões de vídeos:

Cartografia: Curvas de Nível. 2017. 6min45s. Disponível em:<https://www.youtube.com/watch?v=XQ9o-_Y7QX0>. Acesso em: 08 jan. de 2019.

AUGUSTUS, Gabriel. Mapas Topográficos: vídeo aula. 2018. 11min54s. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=zwVsiQqm0ow>. Acesso em: 08 jan. de 2019.

Sugestões de pesquisa:

Noções básicas de cartografia. IBGE. Disponível em: <https://ww2.ibge.gov.br/home/geociencias/cartografia/manual_nocoes/elementos_representacao.html>. Acesso em: 08 jan.2019.

PENA, Rodolfo F. Alves. Curvas de Nível. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/geografia/curvas-nivel.htm>. Acesso em: 02 jan. 2019.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Distribua para cada aluno do grupo uma folha de atividade contendo o mapa com as curvas de nível. Solicite que cada aluno cole esta folha em um pedaço de papelão ou isopor. Oriente que cada aluno ficará responsável por recortar uma ou mais curvas de nível do mapa (a depender do número de alunos do grupo). Depois que todas as curvas de nível estiverem cortadas, solicite aos grupos que colem, uma sobre a outra, começando com a de menor altitude.

Obs.: Dê preferência ao papelão por se decompor mais facilmente na natureza. O efeito tridimensional da maquete será maior se duas folhas de papelão forem coladas para cada curva de nível. Se optar pelo uso do isopor o estilete será mais eficiente que a tesoura.

Imagens utilizadas na etapa da ação propositiva:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/kcKsFgJaWp5zqZA5AZMfqZnky8bax5xT7EKRFP2zqNSTBvwjKedW9BFvq77c/geo7-09und04-acao-propositiva.pdf

Como adequar à sua realidade: Você poderá substituir este exemplo contido nesta atividade por um morro relevante do bairro, município ou estado onde a escola está localizada.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos

Orientações: Oriente os grupos para que analisem a maquete produzida e que, levando em consideração os desníveis do relevo, reflitam sobre como ele pode influenciar na organização do espaço geográfico. Após, solicite que cada grupo exponha suas considerações sobre as questões propostas pelo slide.

Imagem da etapa de sistematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/AXUpdJqZ5Eupquq2zAb5XmeycYRKPfDY6NBfGdrkmG5butTUSDdQSP34RHZ8/geo7-09und04-sistematizacao.pdf

Como adequar à sua realidade: Você poderá contextualizar esta atividade com uma imagem que mostre o relevo e a ocupação humana do bairro, cidade ou estado onde a escola está inserida.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF07GE09 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Este plano tem o objetivo de aprofundar a análise espacial ao considerar as influências topográficas do relevo na organização do espaço geográfico, mediante a leitura e interpretação de mapas topográficos.

Materiais necessários: Tesoura ou estilete, cola, papelão ou isopor e folha de atividade referente à ação propositiva.

Material complementar: Todas as imagens utilizadas neste plano estão presentes nos links abaixo.

Imagens utilizadas na etapa de contextualização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/D6dpMhpfwK6jE25AvnxshF3UMpTnBK6jeb35qehTxHXD38JKzJw6nZARj5ws/ge07-09und04-contextualizacao.pdf

Imagens utilizadas na etapa de problematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/m78qWswNk4WxBHErEhxdEGUFUSJYZ4bnqCKZw5XEPcdtbjDc9wsFjdQNMwUg/geo7-09und04-problematizacao.pdf

Imagens utilizadas na etapa da ação propositiva:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/kcKsFgJaWp5zqZA5AZMfqZnky8bax5xT7EKRFP2zqNSTBvwjKedW9BFvq77c/geo7-09und04-acao-propositiva.pdf

Imagem da etapa de sistematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/AXUpdJqZ5Eupquq2zAb5XmeycYRKPfDY6NBfGdrkmG5butTUSDdQSP34RHZ8/geo7-09und04-sistematizacao.pdf

Curvas de nível: material complementar - https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/GMK2zMykQWBYn4MgpJd3wbwQYRWFGXSsnjTgy68jETQHpDQxwmBnF6SF9PN3/geo7-09und04-curvas-de-nivel-material-complementar.pdf

Para você saber mais:

Os mapas são representações bidimensionais planas da superfície terrestre que, por sua vez, é tridimensional. Esta característica gera uma grande dificuldade para se representar as variações altimétricas do relevo. Visando resolver esta questão, foram criadas as curvas de nível ou isoípsas, que permitem a obtenção de um valor aproximado das altitudes e formas do relevo da superfície terrestre no mapa. As curvas de nível estabelecem diferentes cotas altimétricas, ligando pontos de mesma altitude. Vale ressaltar que quanto maior a proximidade entre estas linhas maior será a inclinação do relevo, ou seja, a encosta será mais íngreme e, por outro lado, quanto maior as distâncias entre elas, menor será esta inclinação.

Sugestões de vídeos:

Cartografia: Curvas de Nível. 2017. 6min45s. Disponível em:<https://www.youtube.com/watch?v=XQ9o-_Y7QX0>. Acesso em: 08 jan. de 2019.

AUGUSTUS, Gabriel. Mapas Topográficos: vídeo aula. 2018. 11min54s. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=zwVsiQqm0ow>. Acesso em: 08 jan. de 2019.

Sugestões de pesquisa:

Noções básicas de cartografia. IBGE. Disponível em: . Acesso em: 08 jan.2019.

PENA, Rodolfo F. Alves. Curvas de Nível. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/geografia/curvas-nivel.htm>. Acesso em: 02 jan. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Este plano de aula busca desenvolver o entendimento e a leitura de mapas topográficos, através das curvas de nível, aprofundando a análise espacial ao considerar a influência dos desníveis topográficos na organização do espaço geográfico.

O plano se inicia pela reflexão do significado e função das curvas de nível.

Após a reflexão, utilizando como situação-problema os deslizamentos de encostas, os alunos serão desafiados a refletir sobre como as variações topográficas do relevo influenciam na ocorrência deste fenômeno, identificando áreas de risco e áreas favoráveis à ocupação humana.

Para iniciar a aula, solicite que seus alunos se organizem em grupos com até 5 pessoas. Certifique-se de que cada grupo possua os materiais que serão utilizados na aula: tesoura, cola, papelão e folha de atividade da ação propositiva.

Se sua escola não possui um projetor de imagens, você poderá baixar e imprimir todas as imagens utilizadas neste plano, os links de cada etapa encontram-se no slide anterior. Após entregue uma cópia para cada grupo.

Como adequar à sua realidade: Você poderá substituir as imagens utilizadas neste plano por outras que contemple um local relevante do bairro, município ou estado onde a escola se localiza.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações: Faça as perguntas contidas no slide. Questione se, de acordo o ponto de vista desta imagem (visão oblíqua), é fácil ou não desenhar o morro em destaque. Ao projetar as imagens, oriente os alunos que observem o formato e os desníveis do morro do Pão de Açúcar, isto será importante nos próximos slides.

As imagens utilizadas nesta etapa estão presentes no link abaixo:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/D6dpMhpfwK6jE25AvnxshF3UMpTnBK6jeb35qehTxHXD38JKzJw6nZARj5ws/ge07-09und04-contextualizacao.pdf

Como adequar à sua realidade: Você poderá substituir as imagens utilizadas neste plano por outras que contemplem um local relevante do bairro, município ou estado onde a escola está localizada.

Para você saber mais:

A visão oblíqua é um tipo de visão tridimensional que expõe a altura, largura e profundidade de um objeto ou paisagem, visto de cima e um pouco “de lado”, ou seja, com uma certa inclinação. Desta forma, se diferencia da visão vertical que expõe um objeto ou local visto de cima (90? graus) e da visão horizontal, que demonstra um objeto ou local visto de frente.

Existem diferentes versões para a origem do nome “Pão de Açúcar”. A mais aceita é que o nome fazia referência às formas de barros cônicas utilizadas para transformar o caldo da cana de açúcar, já fervido e apurado, em barras cônicas que eram levadas para Portugal, durante os séculos XVI e XVII. A semelhança do formato com este maciço costeiro deu nome ao morro, além de facilitar os navegantes do período, na localização da cidade. Confira mais detalhes sobre a produção do pão de açúcar e sobre o morro do Pão de Açúcar nos links abaixo:

TAMANAHA, Wagner. A origem do Pão de Açúcar - Original sugarloaf. 2016. 1min14s. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=5ks7kvf6dCs>. Acesso em: 08 jan. 2019.

VALERIANO, Claudio. A odisséia do pão de açúcar: as rochas contam sua história. DRM-RJ. Disponível em: <http://www.drm.rj.gov.br/index.php/downloads/category/68-rio-de-janeiro?download=481%3Aa-odissia-do-po-de-acar-as-rochas-contam-sua-histria>. Acesso em: 14 jan. 2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Pergunte aos alunos se a facilidade encontrada para desenhar o morro do Pão de Açúcar através do ponto de vista oblíquo do slide anterior, também ocorre quando se tem que desenhá-lo do ponto de vista vertical. Pergunte como fariam para criar um desenho ou mapa que mostre, do ponto de vista vertical, as diferentes inclinações do terreno. Deixe que reflitam e falem sobre isso.

Para você saber mais:

O ponto de vista vertical é aquele que mostra uma local visto de cima, ou seja, a 90 graus com a superfície. Tradicionalmente, é o mais utilizado pela cartografia na confecção de mapas. Você encontrará mais informações e questionamento sobre a visão vertical na cartografia no link abaixo:

Barbosa, Ronaldo. O uso da visão vertical na representação do espaço vivido de alunos do 6º ano do ensino fundamental. In: VII Congresso Brasileiro de Geógrafos, agosto 2004, Vitória - ES. Disponível em: <http://www.cbg2014.agb.org.br/resources/anais/1/1404075737_ARQUIVO_ArtigoCBGBarbosa.pdf>. Acesso em: 09 jan. 2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Antes de falar em mapas topográficos, utilize o exemplo deste slide para ampliar a visualização dos alunos acerca do funcionamento das curvas de nível. Peça que façam uma comparação entre os dois desenhos e deixe que criem as correlações. Se necessário, informe que no desenho que corresponde ao ponto de vista vertical, o círculo menor (central) corresponde à base da parte mais alta do bolo, enquanto o círculo maior à base da parte mais baixa do bolo.

Se a sua escola não possui um projetor de imagens você poderá baixar e imprimir as imagens deste plano. Você poderá ainda desenhar no quadro os desenhos contidos neste slide.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações: Lance a pergunta para turma mas não a responda. Permita que os alunos falem sobre o assunto. Você poderá aprofundar este questionamento colocando outras perguntas como, por exemplo, quais são os benefícios e os riscos de se morar em um morro ou nas partes mais baixas do relevo?

Utilize as imagens deste slide para explicar o que são curvas de nível. Aproveite e faça uma comparação entre a visão vertical, oblíqua e a horizontal. Comente com os alunos que a menor curva de nível (a central) representa o topo do morro enquanto que a maior representa a sua parte mais baixa.

Como adequar à sua realidade: Você poderá utilizar como situação problema questões pertinentes ao bairro ou município onde a escola está localizada. Desta forma, você poderá falar sobre enchentes, alagamentos, erosão fluvial, marítima, assoreamento de rios, etc.

Imagens utilizadas na etapa de problematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/m78qWswNk4WxBHErEhxdEGUFUSJYZ4bnqCKZw5XEPcdtbjDc9wsFjdQNMwUg/geo7-09und04-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

Os mapas são representações bidimensionais planas da superfície terrestre que, por sua vez, é tridimensional. Esta característica gera uma grande dificuldade para se representar as variações altimétricas do relevo. Visando resolver esta questão, foram criadas as curvas de nível ou isoípsas, que permitem a obtenção de um valor aproximado das altitudes e formas do relevo da superfície terrestre no mapa. As curvas de nível estabelecem diferentes cotas altimétricas, ligando pontos de mesma altitude através de cortes paralelos e equidistantes no relevo. Vale ressaltar que quanto maior a proximidade entre estas linhas maior será a inclinação do relevo, ou seja, a encosta será mais íngreme e, por outro lado, quanto maior as distâncias entre elas, menor será esta inclinação.

Para maiores informações sobre curvas de nível acesse o link abaixo:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/GMK2zMykQWBYn4MgpJd3wbwQYRWFGXSsnjTgy68jETQHpDQxwmBnF6SF9PN3/geo7-09und04-curvas-de-nivel-material-complementar.pdf

Sugestões de vídeos:

Cartografia: Curvas de Nível. 2017. 6min45s. Disponível em:<https://www.youtube.com/watch?v=XQ9o-_Y7QX0>. Acesso em: 08 jan. de 2019.

AUGUSTUS, Gabriel. Mapas Topográficos: vídeo aula. 2018. 11min54s. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=zwVsiQqm0ow>. Acesso em: 08 jan. de 2019.

Sugestões de pesquisa:

Noções básicas de cartografia. IBGE. Disponível em: <https://ww2.ibge.gov.br/home/geociencias/cartografia/manual_nocoes/elementos_representacao.html>. Acesso em: 08 jan.2019.

PENA, Rodolfo F. Alves. Curvas de Nível. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/geografia/curvas-nivel.htm>. Acesso em: 02 jan. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Distribua para cada aluno do grupo uma folha de atividade contendo o mapa com as curvas de nível. Solicite que cada aluno cole esta folha em um pedaço de papelão ou isopor. Oriente que cada aluno ficará responsável por recortar uma ou mais curvas de nível do mapa (a depender do número de alunos do grupo). Depois que todas as curvas de nível estiverem cortadas, solicite aos grupos que colem, uma sobre a outra, começando com a de menor altitude.

Obs.: Dê preferência ao papelão por se decompor mais facilmente na natureza. O efeito tridimensional da maquete será maior se duas folhas de papelão forem coladas para cada curva de nível. Se optar pelo uso do isopor o estilete será mais eficiente que a tesoura.

Imagens utilizadas na etapa da ação propositiva:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/kcKsFgJaWp5zqZA5AZMfqZnky8bax5xT7EKRFP2zqNSTBvwjKedW9BFvq77c/geo7-09und04-acao-propositiva.pdf

Como adequar à sua realidade: Você poderá substituir este exemplo contido nesta atividade por um morro relevante do bairro, município ou estado onde a escola está localizada.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos

Orientações: Oriente os grupos para que analisem a maquete produzida e que, levando em consideração os desníveis do relevo, reflitam sobre como ele pode influenciar na organização do espaço geográfico. Após, solicite que cada grupo exponha suas considerações sobre as questões propostas pelo slide.

Imagem da etapa de sistematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/AXUpdJqZ5Eupquq2zAb5XmeycYRKPfDY6NBfGdrkmG5butTUSDdQSP34RHZ8/geo7-09und04-sistematizacao.pdf

Como adequar à sua realidade: Você poderá contextualizar esta atividade com uma imagem que mostre o relevo e a ocupação humana do bairro, cidade ou estado onde a escola está inserida.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Formas de representação e pensamento espacial do 7º ano :

MAIS AULAS DE Geografia do 7º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF07GE09 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Geografia

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano