16530
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 4º ano > Transformações e permanências nas trajetórias dos grupos humanos

Plano de aula - As diferentes comunidades indígenas e seus modos de vida nas cidades

Plano de aula de História com atividades para 4º ano do EF sobre As diferentes comunidades indígenas e seus modos de vida nas cidades

Plano 01 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Aline Soares Silva

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide, em específico, não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Nele serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF04HI03 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de um período, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Dois computadores, cartolina, papel sulfite, papéis coloridos, canetinha hidrocor, giz de cera, revistas diversas. Providencie mapas para localização das terras indígenas tratadas nos planos. Podem ser usados atlas escolares também.

Material complementar: Links relativos aos materiais complementares citados no plano:

Problematização - Link para impressão dos textos de trabaho para grupos 1 e 2 - https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xxSWYe5bpDfXaBNhEHkEUnZSq9JGy66vc8H8GWngYts7vB5KpeVaHyGMz2eP/his4-03und01-textos-problematizacao.pdf

Para você saber mais: Aqui você pode encontrar as comunidades indígenas tratadas no plano outras caso queira explorar - https://mirim.org (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre o povo Fulni-ô - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancos (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre o povo atikum - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Atikum (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais do povo Krenak - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais sobre o povo Ikpeng: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete o slide para os alunos, caso não possua projetor ele poderá ser impresso, escrito no quadro ou lido para a turma. Faça a leitura conjunta e peça aos alunos que reflitam sobre os aspectos das culturas indígenas conhecidas, e como eles estão presentes no dia a dia. Pergunte aos alunos se conhecem alguma comunidade indígena e se sabem sobre seu modo de vida. Possibilite que os alunos levantem hipóteses nesse momento.

Chame atenção do grupo para a existência de diferentes comunidades indígenas e que muitas delas possuem maneiras bem distintas de viver e de se organizar. Explique que há índios que vivem nas grandes cidades, levando uma vida um pouco diferente do seu povo e com hábitos culturais incorporados dos não indígenas.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações: Divida sua turma em grupos de 4 a 5 alunos e peça aos alunos que respondam às questões propostas no slide.

Em seguida projete o vídeo:

Link: http://g1.globo.com/goias/noticia/2013/08/indios-karaja-mantem-tradicao-de-respeito-natureza-no-rio-araguaia.html

Acesso em: 05/01/2019

Caso não possa projetar o vídeo, leia o texto da reportagem indicado pelo mesmo link.

Continue e exploração sobre o povo Karajá. Após reproduzir o vídeo faça algumas perguntas, como:

Como você pode ver, há comunidades que conservam suas tradições. Será que isso acontece com todas as comunidades?

O que fez a diferença para a manutenção do povo Karajá naquele local? Esse é um aspecto que também faz a diferença na sua comunidade?

As pessoas, de diferentes etnias, vivem de formas parecidas?

Como a troca entre pessoas de diferentes etnias pode beneficiar ambos os povos?

Com o passar dos tempos, todas as comunidades mudam o seu modo de viver?

Como era o lugar onde essas pessoas vivem? Ele mudou com o passar dos tempos?

É importante que neste momento os alunos percebam que naquela comunidade indígena houve a manutenção de costumes e que, por meio deles, a comunidade está se mantendo e restaurando parte de sua cultura, ao mesmo tempo eles incorporaram outros aspectos da vida urbana, da tecnologia e dos hábitos dos não-indígenas. Comente que essa troca ocorre entre ambos os povos.

A manipulação da argila e os trabalhos artesanais mostram aspectos importantes das culturas indígenas, além da vida da comunidade estar cercada pelo Rio Araguaia, rio que carrega parte da história desse povo. Por outro lado, as moradias feitas de alvenaria e as vestimentas, por exemplo, mostram como essa comunidade convive com outras comunidades não indígenas. É importante que o grupo compreenda que a manutenção de aspectos culturais em cada comunidade é um fator importante para que ela sobreviva através dos tempos, mas que com o passar do tempo, novos modos de vida são agregados.

Sugestão para enriquecer o contexto: Para mostrar ao grupo a localização da cidade de Aruanã, acesse o mapa do slide 2 do contexto. Para explorar melhor o mapa, acesse o link: https://www.google.com/maps/search/comunidade+karaj%C3%A1+resplendor/@-16.1857466,-60.3185404,4.72z (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para você saber mais:

Acesse o link para conhecer sobre as diferentes comunidades indígenas: https://mirim.org (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Divida sua turma em grupos de 4 a 5 alunos e peça aos alunos que respondam às questões propostas no slide.

Em seguida projete o vídeo: Link: http://g1.globo.com/goias/noticia/2013/08/indios-karaja-mantem-tradicao-de-respeito-natureza-no-rio-araguaia.html (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Caso não possa projetar o vídeo, leia o texto da reportagem indicado pelo mesmo link.

Continue e exploração sobre o povo Karajá. Após reproduzir o vídeo faça algumas perguntas, como:

Como vocês podem ver, há comunidades que conservam suas tradições. Será que isso acontece com todas as comunidades?

O que fez a diferença para a manutenção do povo Karajá naquele local? Esse é um aspecto que também faz a diferença na sua comunidade?

As pessoas, de diferentes etnias, vivem de formas parecidas?

Como a troca entre pessoas de diferentes etnias pode beneficiar ambos os povos?

Com o passar dos tempos, todas as comunidades mudam o seu modo de viver?

Como era o lugar onde essas pessoas vivem? Ele mudou com o passar dos tempos?

É importante que neste momento os alunos percebam que naquela comunidade indígena houve a manutenção de costumes e que, por meio deles, a comunidade está se mantendo e restaurando parte de sua cultura, ao mesmo tempo eles incorporaram outros aspectos da vida urbana, da tecnologia e dos hábitos dos não-indígenas. Comente que essa troca ocorre entre ambos os povos.

A manipulação da argila e os trabalhos artesanais mostram aspectos importantes das culturas indígenas, além da vida da comunidade estar cercada pelo Rio Araguaia, rio que carrega parte da história desse povo. Por outro lado, as moradias feitas de alvenaria e as vestimentas, por exemplo, mostram como essa comunidade convive com outras comunidades não indígenas. É importante que o grupo compreenda que a manutenção de aspectos culturais em cada comunidade é um fator importante para que ela sobreviva através dos tempos, mas que com o passar do tempo, novos modos de vida são agregados.

Sugestão para enriquecer o contexto: Para mostrar ao grupo a localização da cidade de Aruanã, acesse o mapa do slide 2 do contexto. Para explorar melhor o mapa, acesse o link: https://www.google.com/maps/search/comunidade+karaj%C3%A1+resplendor/@-16.1857466,-60.3185404,4.72z (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para você saber mais:

Acesse o link para conhecer sobre as diferentes comunidades indígenas: https://mirim.org (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações: Divida sua turma em 4 grupos. Explique aos alunos que cada grupo trabalhará com um texto ou vídeo de uma comunidade indígena de diferentes partes do país.

Parte 1- Como vivia o povo Krenak, antigos botocudos - Primeira parte da problematização que será trabalhado com todo o grupo. Sugestão - 10 minutos

Antes da entrega dos textos e vídeo, apresente aos alunos o texto base do slide, que mostra a organização dos indígenas Krenak, antigos botocudos, na época da colonização. Essa primeira parte da aula tem como intenção mostrar a vida de uma comunidade indígena antes da chegada dos colonizadores. Diga ao grupo que parte desse grupo ainda vive em Minas Gerais, às margens do Rio Doce. Explique sobre a importância dos botocudos, como eram chamados os Krenak, na resistência durante a colonização do Brasil.

Na sequência projete o slide 2, da problematização, e questione os alunos sobre alguns aspectos das culturas indígenas como:

Será que os krenak ainda usam os botoques?

Será que organizam suas moradias da mesma forma?

O que pode ter mudado na vida desse povo? E por quais motivos houve mudanças?

Como era o lugar que esse povo vivia? Será que continua o mesmo?

Explore as questões e faça intervenções durante as respostas, a fim de que o grupo compreenda que com o passar do tempo, muitas comunidades se reorganizaram mudando sua forma de vida, ora pela falta de terra, ora pela aproximação com as comunidades não indígenas, ora pela omissão de seus direitos. Explique que com a privação de terras e reservas, muitas comunidades indígenas precisaram se adaptar a uma vida mais urbanizada e que hoje, a comunidade krenak vive muito diferente de como viveu um dia.

Discuta sobre como as relações entre os indivíduos dessa comunidade e suas manifestações culturais passaram por transformações ao longo desses anos, mas mostre que, mesmo com as imposições sociais e constantes movimentos pró “modernização” e muitas vezes desfavoráveis a causa indígena, este povo ainda mantém parte importante de sua cultura e suas origens.

Para você saber mais: Leia o texto do site: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak

Nele você obterá informações importantes sobre os povos botocudos e poderá enriquecer as primeiras discussões do contexto.

Textos complementares para exploração do slide:

Disponível em: http://arquivonacional.gov.br/br/component/tags/tag/povo-krenak.html

Acesso: 26/01/2019

Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Crenaques

Acesso: 26/01/2019

Imagens -

1 - Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/8/8d/Famille_de_Botocoudos_en_marche.jpg

Acesso: 26/01/2019
2 - Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/2/24/Familia_botocudo.jpg

Acesso: 26/01/2019
3 -Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/4/43/AmCyc_1879_Botocudos.jpg

Acesso: 26/01/2019

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Divida sua turma em 4 grupos. Explique aos alunos que cada grupo trabalhará com um texto ou vídeo de uma comunidade indígena de diferentes partes do país.

Parte 1- Como vivia o povo Krenak, antigos botocudos - Primeira parte da problematização que será trabalhado com todo o grupo. Sugestão - 10 minutos

Antes da entrega dos textos e vídeo, apresente aos alunos o texto base do slide, que mostra a organização dos indígenas Krenak, antigos botocudos, na época da colonização. Essa primeira parte da aula tem como intenção mostrar a vida de uma comunidade indígena antes da chegada dos colonizadores. Diga ao grupo que parte desse grupo ainda vive em Minas Gerais, às margens do Rio Doce. Explique sobre a importância dos botocudos, como eram chamados os Krenak, na resistência durante a colonização do Brasil.

Na sequência projete o slide 2, da problematização, e questione os alunos sobre alguns aspectos das culturas indígenas como:
Será que o povo krenak ainda usam os botoques?
Será que organizam suas moradias da mesma forma?
O que pode ter mudado na vida desse povo? E por quais motivos houve mudanças?
Como era o lugar que esse povo vivia? Será que continua o mesmo?

Explore as questões e faça intervenções durante as respostas, a fim de que o grupo compreenda que com o passar do tempo, muitas comunidades se reorganizaram mudando sua forma de vida, ora pela falta de terra, ora pela aproximação com as comunidades não indígenas, ora pela omissão de seus direitos. Explique que com a privação de terras e reservas, muitas comunidades indígenas precisaram se adaptar a uma vida mais urbanizada e que hoje, a comunidade krenak vive muito diferente de como viveu um dia.

Discuta sobre como as relações entre os indivíduos dessa comunidade e suas manifestações culturais passaram por transformações ao longo desses anos, mas mostre que, mesmo com as imposições sociais e constantes movimentos pró “modernização” e muitas vezes desfavoráveis a causa indígena, este povo ainda mantém parte importante de sua cultura e suas origens.

Comente com os alunos que as imagens contidas no slide mostram a visão dos portugueses sobre esses povos, portanto, a representação pode não condizer com a realidade dos Botocudos. Muito do que se sabe sobre esses indígenas vem de uma visão eurocêntrica, e mostra apenas como os colonizadores viam os povos das terras “recém descobertas” e não como os próprios povos se viam. Isso se dá pela falta de fontes escritas, materiais e iconográficas que representem os povos indígenas nestes séculos.

Para você saber mais: Leia o texto do site: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak Acesso: 26/01/2019

Nele você obterá informações importantes sobre os botocudos e poderá enriquecer as primeiras discussões do contexto.
Textos complementares para exploração do slide:
Disponível em: http://arquivonacional.gov.br/br/component/tags/tag/povo-krenak.html

Acesso: 26/01/2019
Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Crenaques

Acesso: 26/01/2019

Imagens -
1 - Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/8/8d/Famille_de_Botocoudos_en_marche.jpg

Acesso: 26/01/2019
2 - Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/2/24/Familia_botocudo.jpg

Acesso: 26/01/2019
3 -Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/4/43/AmCyc_1879_Botocudos.jpg

Acesso: 26/01/2019

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Divida sua turma em 4 grupos. Explique aos alunos que cada grupo trabalhará com um texto ou vídeo de uma comunidade indígena de diferentes partes do país. Explore com os grupos os mapas localizando as comunidades que serão trabalhadas. É possível projetá-los e também usar o link de acesso para explorar amplamente cada um deles. Caso não possua projetor, use mapas, planisfério ou altas geográfico para essa identificação.

Esteja junto aos alunos nesse momento, para auxiliar na localização. Explore a diversidade de espaços ocupados pelos povos indígenas, aproveite o momento para discutir sobre como as comunidades indígenas diminuíram drasticamente no nosso território, algumas até desapareceram. Garanta que seu grupo compreenda que uma parcela grande de indígenas vive e atua em diferentes setores nas pequenas, médias e grandes cidades. Explique que aqueles que vivem em cidades menores, como os indígenas Karajá da cidade de Aruanã, contribuem de forma muito positiva para as comunidades ao redor seja por meio da troca cultural que estabelecem ou por meio dos produtos e alimentos que produzem e vendem nas redondezas. Discuta com seus alunos que muitos indígenas migram para as cidades em busca de novas oportunidades de vida, dessa forma, muitos saem de suas aldeias/comunidades para viver conforme os não indígenas. É importante que percebam que muitos sofrem por serem considerados “diferentes”.

Comente que sua integração muitas vezes não ocorre da forma esperada e costuma vir carregada de preconceitos, violência, falta de oportunidades, etc. Os indígenas costumam carregar uma marca marginalizada. Marca essa trazida desde a chegada dos colonizadores.

Explique aos alunos que ao finalizar o trabalho com textos e vídeos, é necessário montar uma apresentação a partir das percepções do grupo. Deixe em uma mesa a parte materiais como cartolinas, canetas hidrocor, tiras de papel colorido, folhas sulfite, giz de cera e, caso tenha, disponível, computador com programa de PowerPoint.

Parte 2- Trabalho em grupo - Sugestão - 20 minutos de trabalho

Acesse o link https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xxSWYe5bpDfXaBNhEHkEUnZSq9JGy66vc8H8GWngYts7vB5KpeVaHyGMz2eP/his4-03und01-textos-problematizacao.pdf

para ter acesso aos textos de trabalho desta aula.

Entregue para cada um dos grupos uma ou mais cópias do material referente ao trabalho a ser realizado. Para os grupos que assistirão aos vídeos é indicado o uso de um computador por grupo com os links já abertos. Explique aos alunos que será necessária uma leitura detalhada dos textos, a fim de que identifiquem as principais características culturais de cada uma das comunidades indígenas e outras características ligadas a cultura dos não indígenas, buscando identificar como esses povos se adaptaram para viver nas cidades. Como essas cidades se adaptaram para receber esses povos ou como eles tiveram que se adaptar a ela.

Faça um rodízio entre cada um dos grupos e discuta com os alunos aspectos característicos das culturas dos povos indígenas e não indígenas. Neste momento valorize os mais diferentes aspectos culturais indígenas que foram apropriados pelos não índios, percebendo que cada povo possui modos de vida diferentes. Caso queira, acesse a aula HIS4_01UND03 para ampliar as discussões sobre o tema.

Texto 1 - Fulni-ô

Antes de iniciar o trabalho com esse texto, leia o material completo aqui: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancos (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/esesvMR1n2w (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Fulni-ô por meio da exploração do texto anexo.

Pergunte aos alunos sobre a manutenção da língua dos Fulni-ô:

Qual a relação da preservação da língua com a cultura desse povo?

Será que sua convivência com os povos da cidade é muito grande?

Qual a importância do ritual Ouricuri para essa comunidade?

Quais aspectos da cultura Fulni-ô foram mantidos por essa comunidade?

Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Eles são importantes para os povos da cidade?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Quais problemas pode enfrentar um indígena que veio morar na cidade?

Texto 2 - Atikum

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/GLGYA2QQ4N92 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Atikum por meio da exploração do texto anexo. Explore partes do texto que mostram a miscigenação desse povo e aspectos menos comuns às outras comunidades indígenas.

Se possível leve fotos ou projete imagens sobre esse povo a fim de que os alunos identifiquem características de um povo mais miscigenado.

Questione aos alunos:

Quais aspectos das culturas indígenas foram mantidos por essa comunidade?
Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?
Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Há muitos aspectos preservados?

A língua é um marco cultural do povo Atikum?
A cidade é importante para esse povo?
Eles são importantes para os povos da cidade?
O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 1 - Krenak

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Krenak por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - http://g1.globo.com/minas-gerais/videos/t/todos-os-videos/v/no-dia-do-indio-conheca-a-historia-da-tribo-krenak-em-resplendor/6675242/ (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/vFJ2w72tg4R2 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Exclua parte inicial do vídeo e explique aos alunos que não há de se comemorar o “dia do índio”. Explique ao grupo que os indígenas foram os primeiros povos a viverem no Brasil e, portanto, são povos que devem ser respeitados e reservados a eles todos os direitos de qualquer cidadão comum. Explique sobre o “dia do índio”

“O Dia do Índio é comemorado em 19 de abril no Brasil para lembrar a data histórica de 1940, quando se deu o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. O evento quase fracassou nos dias de abertura, mas teve sucesso no dia 19, assim que as lideranças indígenas deixaram a desconfiança e o medo de lado e apareceram para discutir seus direitos, em um encontro marcante.
Por ocasião da data, é comum encontrar nas escolas comemorações com fantasias, crianças pintadas, música e atividades culturais. No entanto, especialistas questionam a maneira como algumas dessas práticas são conduzidas e afirmam que, além de reproduzir antigos preconceitos e estereótipos, não geram aprendizagem alguma. “O índigena trabalhado em sala de aula hoje é, muitas vezes, aquele indígena de 1500 e parece que ele só se mantém índio se permanecer daquele modo. É preciso mostrar que o índio é contemporâneo e tem os mesmos direitos que muitos de nós, ‘brancos'”, diz a coordenadora de Educação Indígena no Acre, Maria do Socorro de Oliveira.”

http://revistapontocom.org.br/materias/o-que-nao-fazer-no-dia-do-indio (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explique ao alunos que a comunidade indígena Krenak, antigos botocudos, vive às margens do Rio Doce, mas que, devido a um terrível desastre na barragem do Fundão no distrito de Bento Rodrigues em 2015, a vida da comunidade foi gravemente afetada, assim como todas as comunidades ao redor e aquelas que dependiam das águas do Rio Doce. Há mais de três anos, os rejeitos da Mineração romperam a barragem e destruíram terrenos, deixaram pessoas desabrigadas, mataram animais e deixaram o Rio Doce completamente poluído.

Na sequência explore o vídeo e faça alguns questionamentos:

Você acha que o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande?

O que pode ser dito a respeito da língua falada por esse povo?

É possível perceber características dos antigos botocudos?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada nos Krenak?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 2 - Ikpeng

Aqui pretende-se mostrar um pouco das culturas dos indígenas por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=28r1cj0xwEs (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Sugere-se a projeção do vídeo nos seguintes tempos:

20” a 1’02”
6’15” a 7’40”
23’22” até 29’45”

Utilize outros trechos que julgar importantes.

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/mT2XN5X8v4q (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explore com seus alunos o tipo de linguagem utilizada pelas crianças indígenas.

Link do texto adaptado: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng

Acesso: 05/01/2019

Você acha o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande? Explique sua resposta.

O pouco uso de roupas mostra algo forte sobre as culturas indígenas?

O uso da rede, a construção de seus próprios brinquedos… o que isso nos conta da cultura Ikpeng?

Chame a atenção dos alunos para uso de telefone, relógio...

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada no povo Ikpeng?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Para você saber mais: Para mais informações sobre os Fulni-ô - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancosv (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre os atikum - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Atikum (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais dos Krenak - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais sobre o povo Ikpeng: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Divida sua turma em 4 grupos. Explique aos alunos que cada grupo trabalhará com um texto ou vídeo de uma comunidade indígena de diferentes partes do país. Explore com os grupos os mapas localizando as comunidades que serão trabalhadas. É possível projetá-los e também usar o link de acesso para explorar amplamente cada um deles. Caso não possua projetor, use mapas, planisfério ou altas geográfico para essa identificação.

Esteja junto aos alunos nesse momento, para auxiliar na localização. Explore a diversidade de espaços ocupados pelos povos indígenas, aproveite o momento para discutir sobre como as comunidades indígenas diminuíram drasticamente no nosso território, algumas até desapareceram. Garanta que seu grupo compreenda que uma parcela grande de indígenas vive e atua em diferentes setores nas pequenas, médias e grandes cidades. Explique que aqueles que vivem em cidades menores, como os indígenas Karajá da cidade de Aruanã, contribuem de forma muito positiva para as comunidades ao redor seja por meio da troca cultural que estabelecem ou por meio dos produtos e alimentos que produzem e vendem nas redondezas. Discuta com seus alunos que muitos indígenas migram para as cidades em busca de novas oportunidades de vida, dessa forma, muitos saem de suas aldeias/comunidades para viver conforme os não indígenas. É importante que percebam que muitos sofrem por serem considerados “diferentes”.

Comente que sua integração muitas vezes não ocorre da forma esperada e costuma vir carregada de preconceitos, violência, falta de oportunidades, etc. Os indígenas costumam carregar uma marca marginalizada. Marca essa trazida desde a chegada dos colonizadores.

Explique aos alunos que ao finalizar o trabalho com textos e vídeos, é necessário montar uma apresentação a partir das percepções do grupo. Deixe em uma mesa a parte materiais como cartolinas, canetas hidrocor, tiras de papel colorido, folhas sulfite, giz de cera e, caso tenha, disponível, computador com programa de PowerPoint.

Parte 2- Trabalho em grupo - Sugestão - 20 minutos de trabalho

Acesse o link https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xxSWYe5bpDfXaBNhEHkEUnZSq9JGy66vc8H8GWngYts7vB5KpeVaHyGMz2eP/his4-03und01-textos-problematizacao.pdf

para ter acesso aos textos de trabalho desta aula.

Entregue para cada um dos grupos uma ou mais cópias do material referente ao trabalho a ser realizado. Para os grupos que assistirão aos vídeos é indicado o uso de um computador por grupo com os links já abertos. Explique aos alunos que será necessária uma leitura detalhada dos textos, a fim de que identifiquem as principais características culturais de cada uma das comunidades indígenas e outras características ligadas a cultura dos não indígenas, buscando identificar como esses povos se adaptaram para viver nas cidades. Como essas cidades se adaptaram para receber esses povos ou como eles tiveram que se adaptar a ela.

Faça um rodízio entre cada um dos grupos e discuta com os alunos aspectos característicos das culturas dos povos indígenas e não indígenas. Neste momento valorize os mais diferentes aspectos culturais indígenas que foram apropriados pelos não índios, percebendo que cada povo possui modos de vida diferentes. Caso queira, acesse a aula HIS4_01UND03 para ampliar as discussões sobre o tema.

Texto 1 - Fulni-ô

Antes de iniciar o trabalho com esse texto, leia o material completo aqui: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancos (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/esesvMR1n2w (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Fulni-ô por meio da exploração do texto anexo.

Pergunte aos alunos sobre a manutenção da língua dos Fulni-ô:

Qual a relação da preservação da língua com a cultura desse povo?

Será que sua convivência com os povos da cidade é muito grande?

Qual a importância do ritual Ouricuri para essa comunidade?

Quais aspectos da cultura Fulni-ô foram mantidos por essa comunidade?

Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Eles são importantes para os povos da cidade?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Quais problemas pode enfrentar um indígena que veio morar na cidade?

Texto 2 - Atikum

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/GLGYA2QQ4N92 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Atikum por meio da exploração do texto anexo. Explore partes do texto que mostram a miscigenação desse povo e aspectos menos comuns às outras comunidades indígenas.

Se possível leve fotos ou projete imagens sobre esse povo a fim de que os alunos identifiquem características de um povo mais miscigenado.

Questione aos alunos:

Quais aspectos das culturas indígenas foram mantidos por essa comunidade?
Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?
Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Há muitos aspectos preservados?

A língua é um marco cultural do povo Atikum?
A cidade é importante para esse povo?
Eles são importantes para os povos da cidade?
O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 1 - Krenak

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Krenak por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - http://g1.globo.com/minas-gerais/videos/t/todos-os-videos/v/no-dia-do-indio-conheca-a-historia-da-tribo-krenak-em-resplendor/6675242/ (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/vFJ2w72tg4R2 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Exclua parte inicial do vídeo e explique aos alunos que não há de se comemorar o “dia do índio”. Explique ao grupo que os indígenas foram os primeiros povos a viverem no Brasil e, portanto, são povos que devem ser respeitados e reservados a eles todos os direitos de qualquer cidadão comum. Explique sobre o “dia do índio”

“O Dia do Índio é comemorado em 19 de abril no Brasil para lembrar a data histórica de 1940, quando se deu o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. O evento quase fracassou nos dias de abertura, mas teve sucesso no dia 19, assim que as lideranças indígenas deixaram a desconfiança e o medo de lado e apareceram para discutir seus direitos, em um encontro marcante.
Por ocasião da data, é comum encontrar nas escolas comemorações com fantasias, crianças pintadas, música e atividades culturais. No entanto, especialistas questionam a maneira como algumas dessas práticas são conduzidas e afirmam que, além de reproduzir antigos preconceitos e estereótipos, não geram aprendizagem alguma. “O índigena trabalhado em sala de aula hoje é, muitas vezes, aquele indígena de 1500 e parece que ele só se mantém índio se permanecer daquele modo. É preciso mostrar que o índio é contemporâneo e tem os mesmos direitos que muitos de nós, ‘brancos'”, diz a coordenadora de Educação Indígena no Acre, Maria do Socorro de Oliveira.”

http://revistapontocom.org.br/materias/o-que-nao-fazer-no-dia-do-indio (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explique ao alunos que a comunidade indígena Krenak, antigos botocudos, vive às margens do Rio Doce, mas que, devido a um terrível desastre na barragem do Fundão no distrito de Bento Rodrigues em 2015, a vida da comunidade foi gravemente afetada, assim como todas as comunidades ao redor e aquelas que dependiam das águas do Rio Doce. Há mais de três anos, os rejeitos da Mineração romperam a barragem e destruíram terrenos, deixaram pessoas desabrigadas, mataram animais e deixaram o Rio Doce completamente poluído.

Na sequência explore o vídeo e faça alguns questionamentos:

Você acha que o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande?

O que pode ser dito a respeito da língua falada por esse povo?

É possível perceber características dos antigos botocudos?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada nos Krenak?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 2 - Ikpeng

Aqui pretende-se mostrar um pouco das culturas dos indígenas por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=28r1cj0xwEs (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Sugere-se a projeção do vídeo nos seguintes tempos:

20” a 1’02”
6’15” a 7’40”
23’22” até 29’45”

Utilize outros trechos que julgar importantes.

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/mT2XN5X8v4q (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explore com seus alunos o tipo de linguagem utilizada pelas crianças indígenas.

Link do texto adaptado: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng

Acesso: 05/01/2019

Você acha o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande? Explique sua resposta.

O pouco uso de roupas mostra algo forte sobre as culturas indígenas?

O uso da rede, a construção de seus próprios brinquedos… o que isso nos conta da cultura Ikpeng?

Chame a atenção dos alunos para uso de telefone, relógio...

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada no povo Ikpeng?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Para você saber mais: Para mais informações sobre os Fulni-ô - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancosv (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre os atikum - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Atikum (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais dos Krenak - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais sobre o povo Ikpeng: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Divida sua turma em 4 grupos. Explique aos alunos que cada grupo trabalhará com um texto ou vídeo de uma comunidade indígena de diferentes partes do país. Explore com os grupos os mapas localizando as comunidades que serão trabalhadas. É possível projetá-los e também usar o link de acesso para explorar amplamente cada um deles. Caso não possua projetor, use mapas, planisfério ou altas geográfico para essa identificação.

Esteja junto aos alunos nesse momento, para auxiliar na localização. Explore a diversidade de espaços ocupados pelos povos indígenas, aproveite o momento para discutir sobre como as comunidades indígenas diminuíram drasticamente no nosso território, algumas até desapareceram. Garanta que seu grupo compreenda que uma parcela grande de indígenas vive e atua em diferentes setores nas pequenas, médias e grandes cidades. Explique que aqueles que vivem em cidades menores, como os indígenas Karajá da cidade de Aruanã, contribuem de forma muito positiva para as comunidades ao redor seja por meio da troca cultural que estabelecem ou por meio dos produtos e alimentos que produzem e vendem nas redondezas. Discuta com seus alunos que muitos indígenas migram para as cidades em busca de novas oportunidades de vida, dessa forma, muitos saem de suas aldeias/comunidades para viver conforme os não indígenas. É importante que percebam que muitos sofrem por serem considerados “diferentes”.

Comente que sua integração muitas vezes não ocorre da forma esperada e costuma vir carregada de preconceitos, violência, falta de oportunidades, etc. Os indígenas costumam carregar uma marca marginalizada. Marca essa trazida desde a chegada dos colonizadores.

Explique aos alunos que ao finalizar o trabalho com textos e vídeos, é necessário montar uma apresentação a partir das percepções do grupo. Deixe em uma mesa a parte materiais como cartolinas, canetas hidrocor, tiras de papel colorido, folhas sulfite, giz de cera e, caso tenha, disponível, computador com programa de PowerPoint.

Parte 2- Trabalho em grupo - Sugestão - 20 minutos de trabalho

Acesse o link https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xxSWYe5bpDfXaBNhEHkEUnZSq9JGy66vc8H8GWngYts7vB5KpeVaHyGMz2eP/his4-03und01-textos-problematizacao.pdf

para ter acesso aos textos de trabalho desta aula.

Entregue para cada um dos grupos uma ou mais cópias do material referente ao trabalho a ser realizado. Para os grupos que assistirão aos vídeos é indicado o uso de um computador por grupo com os links já abertos. Explique aos alunos que será necessária uma leitura detalhada dos textos, a fim de que identifiquem as principais características culturais de cada uma das comunidades indígenas e outras características ligadas a cultura dos não indígenas, buscando identificar como esses povos se adaptaram para viver nas cidades. Como essas cidades se adaptaram para receber esses povos ou como eles tiveram que se adaptar a ela.

Faça um rodízio entre cada um dos grupos e discuta com os alunos aspectos característicos das culturas dos povos indígenas e não indígenas. Neste momento valorize os mais diferentes aspectos culturais indígenas que foram apropriados pelos não índios, percebendo que cada povo possui modos de vida diferentes. Caso queira, acesse a aula HIS4_01UND03 para ampliar as discussões sobre o tema.

Texto 1 - Fulni-ô

Antes de iniciar o trabalho com esse texto, leia o material completo aqui: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancos (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/esesvMR1n2w (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Fulni-ô por meio da exploração do texto anexo.

Pergunte aos alunos sobre a manutenção da língua dos Fulni-ô:

Qual a relação da preservação da língua com a cultura desse povo?

Será que sua convivência com os povos da cidade é muito grande?

Qual a importância do ritual Ouricuri para essa comunidade?

Quais aspectos da cultura Fulni-ô foram mantidos por essa comunidade?

Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Eles são importantes para os povos da cidade?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Quais problemas pode enfrentar um indígena que veio morar na cidade?

Texto 2 - Atikum

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/GLGYA2QQ4N92 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Atikum por meio da exploração do texto anexo. Explore partes do texto que mostram a miscigenação desse povo e aspectos menos comuns às outras comunidades indígenas.

Se possível leve fotos ou projete imagens sobre esse povo a fim de que os alunos identifiquem características de um povo mais miscigenado.

Questione aos alunos:

Quais aspectos das culturas indígenas foram mantidos por essa comunidade?
Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?
Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Há muitos aspectos preservados?

A língua é um marco cultural do povo Atikum?
A cidade é importante para esse povo?
Eles são importantes para os povos da cidade?
O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 1 - Krenak

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Krenak por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - http://g1.globo.com/minas-gerais/videos/t/todos-os-videos/v/no-dia-do-indio-conheca-a-historia-da-tribo-krenak-em-resplendor/6675242/ (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/vFJ2w72tg4R2 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Exclua parte inicial do vídeo e explique aos alunos que não há de se comemorar o “dia do índio”. Explique ao grupo que os indígenas foram os primeiros povos a viverem no Brasil e, portanto, são povos que devem ser respeitados e reservados a eles todos os direitos de qualquer cidadão comum. Explique sobre o “dia do índio”

“O Dia do Índio é comemorado em 19 de abril no Brasil para lembrar a data histórica de 1940, quando se deu o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. O evento quase fracassou nos dias de abertura, mas teve sucesso no dia 19, assim que as lideranças indígenas deixaram a desconfiança e o medo de lado e apareceram para discutir seus direitos, em um encontro marcante.
Por ocasião da data, é comum encontrar nas escolas comemorações com fantasias, crianças pintadas, música e atividades culturais. No entanto, especialistas questionam a maneira como algumas dessas práticas são conduzidas e afirmam que, além de reproduzir antigos preconceitos e estereótipos, não geram aprendizagem alguma. “O índigena trabalhado em sala de aula hoje é, muitas vezes, aquele indígena de 1500 e parece que ele só se mantém índio se permanecer daquele modo. É preciso mostrar que o índio é contemporâneo e tem os mesmos direitos que muitos de nós, ‘brancos'”, diz a coordenadora de Educação Indígena no Acre, Maria do Socorro de Oliveira.”

http://revistapontocom.org.br/materias/o-que-nao-fazer-no-dia-do-indio (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explique ao alunos que a comunidade indígena Krenak, antigos botocudos, vive às margens do Rio Doce, mas que, devido a um terrível desastre na barragem do Fundão no distrito de Bento Rodrigues em 2015, a vida da comunidade foi gravemente afetada, assim como todas as comunidades ao redor e aquelas que dependiam das águas do Rio Doce. Há mais de três anos, os rejeitos da Mineração romperam a barragem e destruíram terrenos, deixaram pessoas desabrigadas, mataram animais e deixaram o Rio Doce completamente poluído.

Na sequência explore o vídeo e faça alguns questionamentos:

Você acha que o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande?

O que pode ser dito a respeito da língua falada por esse povo?

É possível perceber características dos antigos botocudos?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada nos Krenak?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 2 - Ikpeng

Aqui pretende-se mostrar um pouco das culturas dos indígenas por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=28r1cj0xwEs (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Sugere-se a projeção do vídeo nos seguintes tempos:

20” a 1’02”
6’15” a 7’40”
23’22” até 29’45”

Utilize outros trechos que julgar importantes.

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/mT2XN5X8v4q (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explore com seus alunos o tipo de linguagem utilizada pelas crianças indígenas.

Link do texto adaptado: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng

Acesso: 05/01/2019

Você acha o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande? Explique sua resposta.

O pouco uso de roupas mostra algo forte sobre as culturas indígenas?

O uso da rede, a construção de seus próprios brinquedos… o que isso nos conta da cultura Ikpeng?

Chame a atenção dos alunos para uso de telefone, relógio...

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada no povo Ikpeng?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Para você saber mais: Para mais informações sobre os Fulni-ô - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancosv (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre os atikum - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Atikum (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais dos Krenak - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais sobre o povo Ikpeng: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Divida sua turma em 4 grupos. Explique aos alunos que cada grupo trabalhará com um texto ou vídeo de uma comunidade indígena de diferentes partes do país. Explore com os grupos os mapas localizando as comunidades que serão trabalhadas. É possível projetá-los e também usar o link de acesso para explorar amplamente cada um deles. Caso não possua projetor, use mapas, planisfério ou altas geográfico para essa identificação.

Esteja junto aos alunos nesse momento, para auxiliar na localização. Explore a diversidade de espaços ocupados pelos povos indígenas, aproveite o momento para discutir sobre como as comunidades indígenas diminuíram drasticamente no nosso território, algumas até desapareceram. Garanta que seu grupo compreenda que uma parcela grande de indígenas vive e atua em diferentes setores nas pequenas, médias e grandes cidades. Explique que aqueles que vivem em cidades menores, como os indígenas Karajá da cidade de Aruanã, contribuem de forma muito positiva para as comunidades ao redor seja por meio da troca cultural que estabelecem ou por meio dos produtos e alimentos que produzem e vendem nas redondezas. Discuta com seus alunos que muitos indígenas migram para as cidades em busca de novas oportunidades de vida, dessa forma, muitos saem de suas aldeias/comunidades para viver conforme os não indígenas. É importante que percebam que muitos sofrem por serem considerados “diferentes”.

Comente que sua integração muitas vezes não ocorre da forma esperada e costuma vir carregada de preconceitos, violência, falta de oportunidades, etc. Os indígenas costumam carregar uma marca marginalizada. Marca essa trazida desde a chegada dos colonizadores.

Explique aos alunos que ao finalizar o trabalho com textos e vídeos, é necessário montar uma apresentação a partir das percepções do grupo. Deixe em uma mesa a parte materiais como cartolinas, canetas hidrocor, tiras de papel colorido, folhas sulfite, giz de cera e, caso tenha, disponível, computador com programa de PowerPoint.

Parte 2- Trabalho em grupo - Sugestão - 20 minutos de trabalho

Acesse o link https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xxSWYe5bpDfXaBNhEHkEUnZSq9JGy66vc8H8GWngYts7vB5KpeVaHyGMz2eP/his4-03und01-textos-problematizacao.pdf

para ter acesso aos textos de trabalho desta aula.

Entregue para cada um dos grupos uma ou mais cópias do material referente ao trabalho a ser realizado. Para os grupos que assistirão aos vídeos é indicado o uso de um computador por grupo com os links já abertos. Explique aos alunos que será necessária uma leitura detalhada dos textos, a fim de que identifiquem as principais características culturais de cada uma das comunidades indígenas e outras características ligadas a cultura dos não indígenas, buscando identificar como esses povos se adaptaram para viver nas cidades. Como essas cidades se adaptaram para receber esses povos ou como eles tiveram que se adaptar a ela.

Faça um rodízio entre cada um dos grupos e discuta com os alunos aspectos característicos das culturas dos povos indígenas e não indígenas. Neste momento valorize os mais diferentes aspectos culturais indígenas que foram apropriados pelos não índios, percebendo que cada povo possui modos de vida diferentes. Caso queira, acesse a aula HIS4_01UND03 para ampliar as discussões sobre o tema.

Texto 1 - Fulni-ô

Antes de iniciar o trabalho com esse texto, leia o material completo aqui: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancos (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/esesvMR1n2w (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Fulni-ô por meio da exploração do texto anexo.

Pergunte aos alunos sobre a manutenção da língua dos Fulni-ô:

Qual a relação da preservação da língua com a cultura desse povo?

Será que sua convivência com os povos da cidade é muito grande?

Qual a importância do ritual Ouricuri para essa comunidade?

Quais aspectos da cultura Fulni-ô foram mantidos por essa comunidade?

Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Eles são importantes para os povos da cidade?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Quais problemas pode enfrentar um indígena que veio morar na cidade?

Texto 2 - Atikum

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/GLGYA2QQ4N92 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Atikum por meio da exploração do texto anexo. Explore partes do texto que mostram a miscigenação desse povo e aspectos menos comuns às outras comunidades indígenas.

Se possível leve fotos ou projete imagens sobre esse povo a fim de que os alunos identifiquem características de um povo mais miscigenado.

Questione aos alunos:

Quais aspectos das culturas indígenas foram mantidos por essa comunidade?
Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?
Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Há muitos aspectos preservados?

A língua é um marco cultural do povo Atikum?
A cidade é importante para esse povo?
Eles são importantes para os povos da cidade?
O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 1 - Krenak

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Krenak por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - http://g1.globo.com/minas-gerais/videos/t/todos-os-videos/v/no-dia-do-indio-conheca-a-historia-da-tribo-krenak-em-resplendor/6675242/ (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/vFJ2w72tg4R2 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Exclua parte inicial do vídeo e explique aos alunos que não há de se comemorar o “dia do índio”. Explique ao grupo que os indígenas foram os primeiros povos a viverem no Brasil e, portanto, são povos que devem ser respeitados e reservados a eles todos os direitos de qualquer cidadão comum. Explique sobre o “dia do índio”

“O Dia do Índio é comemorado em 19 de abril no Brasil para lembrar a data histórica de 1940, quando se deu o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. O evento quase fracassou nos dias de abertura, mas teve sucesso no dia 19, assim que as lideranças indígenas deixaram a desconfiança e o medo de lado e apareceram para discutir seus direitos, em um encontro marcante.
Por ocasião da data, é comum encontrar nas escolas comemorações com fantasias, crianças pintadas, música e atividades culturais. No entanto, especialistas questionam a maneira como algumas dessas práticas são conduzidas e afirmam que, além de reproduzir antigos preconceitos e estereótipos, não geram aprendizagem alguma. “O índigena trabalhado em sala de aula hoje é, muitas vezes, aquele indígena de 1500 e parece que ele só se mantém índio se permanecer daquele modo. É preciso mostrar que o índio é contemporâneo e tem os mesmos direitos que muitos de nós, ‘brancos'”, diz a coordenadora de Educação Indígena no Acre, Maria do Socorro de Oliveira.”

http://revistapontocom.org.br/materias/o-que-nao-fazer-no-dia-do-indio (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explique ao alunos que a comunidade indígena Krenak, antigos botocudos, vive às margens do Rio Doce, mas que, devido a um terrível desastre na barragem do Fundão no distrito de Bento Rodrigues em 2015, a vida da comunidade foi gravemente afetada, assim como todas as comunidades ao redor e aquelas que dependiam das águas do Rio Doce. Há mais de três anos, os rejeitos da Mineração romperam a barragem e destruíram terrenos, deixaram pessoas desabrigadas, mataram animais e deixaram o Rio Doce completamente poluído.

Na sequência explore o vídeo e faça alguns questionamentos:

Você acha que o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande?

O que pode ser dito a respeito da língua falada por esse povo?

É possível perceber características dos antigos botocudos?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada nos Krenak?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 2 - Ikpeng

Aqui pretende-se mostrar um pouco das culturas dos indígenas por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=28r1cj0xwEs (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Sugere-se a projeção do vídeo nos seguintes tempos:

20” a 1’02”
6’15” a 7’40”
23’22” até 29’45”

Utilize outros trechos que julgar importantes.

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/mT2XN5X8v4q (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explore com seus alunos o tipo de linguagem utilizada pelas crianças indígenas.

Link do texto adaptado: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng

Acesso: 05/01/2019

Você acha o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande? Explique sua resposta.

O pouco uso de roupas mostra algo forte sobre as culturas indígenas?

O uso da rede, a construção de seus próprios brinquedos… o que isso nos conta da cultura Ikpeng?

Chame a atenção dos alunos para uso de telefone, relógio...

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada no povo Ikpeng?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Para você saber mais: Para mais informações sobre os Fulni-ô - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancosv (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre os atikum - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Atikum (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais dos Krenak - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais sobre o povo Ikpeng: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Divida sua turma em 4 grupos. Explique aos alunos que cada grupo trabalhará com um texto ou vídeo de uma comunidade indígena de diferentes partes do país. Explore com os grupos os mapas localizando as comunidades que serão trabalhadas. É possível projetá-los e também usar o link de acesso para explorar amplamente cada um deles. Caso não possua projetor, use mapas, planisfério ou altas geográfico para essa identificação.

Esteja junto aos alunos nesse momento, para auxiliar na localização. Explore a diversidade de espaços ocupados pelos povos indígenas, aproveite o momento para discutir sobre como as comunidades indígenas diminuíram drasticamente no nosso território, algumas até desapareceram. Garanta que seu grupo compreenda que uma parcela grande de indígenas vive e atua em diferentes setores nas pequenas, médias e grandes cidades. Explique que aqueles que vivem em cidades menores, como os indígenas Karajá da cidade de Aruanã, contribuem de forma muito positiva para as comunidades ao redor seja por meio da troca cultural que estabelecem ou por meio dos produtos e alimentos que produzem e vendem nas redondezas. Discuta com seus alunos que muitos indígenas migram para as cidades em busca de novas oportunidades de vida, dessa forma, muitos saem de suas aldeias/comunidades para viver conforme os não indígenas. É importante que percebam que muitos sofrem por serem considerados “diferentes”.

Comente que sua integração muitas vezes não ocorre da forma esperada e costuma vir carregada de preconceitos, violência, falta de oportunidades, etc. Os indígenas costumam carregar uma marca marginalizada. Marca essa trazida desde a chegada dos colonizadores.

Explique aos alunos que ao finalizar o trabalho com textos e vídeos, é necessário montar uma apresentação a partir das percepções do grupo. Deixe em uma mesa a parte materiais como cartolinas, canetas hidrocor, tiras de papel colorido, folhas sulfite, giz de cera e, caso tenha, disponível, computador com programa de PowerPoint.

Parte 2- Trabalho em grupo - Sugestão - 20 minutos de trabalho

Acesse o link https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xxSWYe5bpDfXaBNhEHkEUnZSq9JGy66vc8H8GWngYts7vB5KpeVaHyGMz2eP/his4-03und01-textos-problematizacao.pdf

para ter acesso aos textos de trabalho desta aula.

Entregue para cada um dos grupos uma ou mais cópias do material referente ao trabalho a ser realizado. Para os grupos que assistirão aos vídeos é indicado o uso de um computador por grupo com os links já abertos. Explique aos alunos que será necessária uma leitura detalhada dos textos, a fim de que identifiquem as principais características culturais de cada uma das comunidades indígenas e outras características ligadas a cultura dos não indígenas, buscando identificar como esses povos se adaptaram para viver nas cidades. Como essas cidades se adaptaram para receber esses povos ou como eles tiveram que se adaptar a ela.

Faça um rodízio entre cada um dos grupos e discuta com os alunos aspectos característicos das culturas dos povos indígenas e não indígenas. Neste momento valorize os mais diferentes aspectos culturais indígenas que foram apropriados pelos não índios, percebendo que cada povo possui modos de vida diferentes. Caso queira, acesse a aula HIS4_01UND03 para ampliar as discussões sobre o tema.

Texto 1 - Fulni-ô

Antes de iniciar o trabalho com esse texto, leia o material completo aqui: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancos (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/esesvMR1n2w (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Fulni-ô por meio da exploração do texto anexo.

Pergunte aos alunos sobre a manutenção da língua dos Fulni-ô:

Qual a relação da preservação da língua com a cultura desse povo?

Será que sua convivência com os povos da cidade é muito grande?

Qual a importância do ritual Ouricuri para essa comunidade?

Quais aspectos da cultura Fulni-ô foram mantidos por essa comunidade?

Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Eles são importantes para os povos da cidade?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Quais problemas pode enfrentar um indígena que veio morar na cidade?

Texto 2 - Atikum

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/GLGYA2QQ4N92 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Atikum por meio da exploração do texto anexo. Explore partes do texto que mostram a miscigenação desse povo e aspectos menos comuns às outras comunidades indígenas.

Se possível leve fotos ou projete imagens sobre esse povo a fim de que os alunos identifiquem características de um povo mais miscigenado.

Questione aos alunos:

Quais aspectos das culturas indígenas foram mantidos por essa comunidade?
Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?
Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Há muitos aspectos preservados?

A língua é um marco cultural do povo Atikum?
A cidade é importante para esse povo?
Eles são importantes para os povos da cidade?
O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 1 - Krenak

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Krenak por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - http://g1.globo.com/minas-gerais/videos/t/todos-os-videos/v/no-dia-do-indio-conheca-a-historia-da-tribo-krenak-em-resplendor/6675242/ (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/vFJ2w72tg4R2 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Exclua parte inicial do vídeo e explique aos alunos que não há de se comemorar o “dia do índio”. Explique ao grupo que os indígenas foram os primeiros povos a viverem no Brasil e, portanto, são povos que devem ser respeitados e reservados a eles todos os direitos de qualquer cidadão comum. Explique sobre o “dia do índio”

“O Dia do Índio é comemorado em 19 de abril no Brasil para lembrar a data histórica de 1940, quando se deu o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. O evento quase fracassou nos dias de abertura, mas teve sucesso no dia 19, assim que as lideranças indígenas deixaram a desconfiança e o medo de lado e apareceram para discutir seus direitos, em um encontro marcante.
Por ocasião da data, é comum encontrar nas escolas comemorações com fantasias, crianças pintadas, música e atividades culturais. No entanto, especialistas questionam a maneira como algumas dessas práticas são conduzidas e afirmam que, além de reproduzir antigos preconceitos e estereótipos, não geram aprendizagem alguma. “O índigena trabalhado em sala de aula hoje é, muitas vezes, aquele indígena de 1500 e parece que ele só se mantém índio se permanecer daquele modo. É preciso mostrar que o índio é contemporâneo e tem os mesmos direitos que muitos de nós, ‘brancos'”, diz a coordenadora de Educação Indígena no Acre, Maria do Socorro de Oliveira.”

http://revistapontocom.org.br/materias/o-que-nao-fazer-no-dia-do-indio (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explique ao alunos que a comunidade indígena Krenak, antigos botocudos, vive às margens do Rio Doce, mas que, devido a um terrível desastre na barragem do Fundão no distrito de Bento Rodrigues em 2015, a vida da comunidade foi gravemente afetada, assim como todas as comunidades ao redor e aquelas que dependiam das águas do Rio Doce. Há mais de três anos, os rejeitos da Mineração romperam a barragem e destruíram terrenos, deixaram pessoas desabrigadas, mataram animais e deixaram o Rio Doce completamente poluído.

Na sequência explore o vídeo e faça alguns questionamentos:

Você acha que o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande?

O que pode ser dito a respeito da língua falada por esse povo?

É possível perceber características dos antigos botocudos?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada nos Krenak?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 2 - Ikpeng

Aqui pretende-se mostrar um pouco das culturas dos indígenas por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=28r1cj0xwEs (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Sugere-se a projeção do vídeo nos seguintes tempos:

20” a 1’02”
6’15” a 7’40”
23’22” até 29’45”

Utilize outros trechos que julgar importantes.

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/mT2XN5X8v4q (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explore com seus alunos o tipo de linguagem utilizada pelas crianças indígenas.

Link do texto adaptado: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng

Acesso: 05/01/2019

Você acha o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande? Explique sua resposta.

O pouco uso de roupas mostra algo forte sobre as culturas indígenas?

O uso da rede, a construção de seus próprios brinquedos… o que isso nos conta da cultura Ikpeng?

Chame a atenção dos alunos para uso de telefone, relógio...

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada no povo Ikpeng?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Para você saber mais: Para mais informações sobre os Fulni-ô - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancosv (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre os atikum - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Atikum (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais dos Krenak - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais sobre o povo Ikpeng: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Divida sua turma em 4 grupos. Explique aos alunos que cada grupo trabalhará com um texto ou vídeo de uma comunidade indígena de diferentes partes do país. Explore com os grupos os mapas localizando as comunidades que serão trabalhadas. É possível projetá-los e também usar o link de acesso para explorar amplamente cada um deles. Caso não possua projetor, use mapas, planisfério ou altas geográfico para essa identificação.

Esteja junto aos alunos nesse momento, para auxiliar na localização. Explore a diversidade de espaços ocupados pelos povos indígenas, aproveite o momento para discutir sobre como as comunidades indígenas diminuíram drasticamente no nosso território, algumas até desapareceram. Garanta que seu grupo compreenda que uma parcela grande de indígenas vive e atua em diferentes setores nas pequenas, médias e grandes cidades. Explique que aqueles que vivem em cidades menores, como os indígenas Karajá da cidade de Aruanã, contribuem de forma muito positiva para as comunidades ao redor seja por meio da troca cultural que estabelecem ou por meio dos produtos e alimentos que produzem e vendem nas redondezas. Discuta com seus alunos que muitos indígenas migram para as cidades em busca de novas oportunidades de vida, dessa forma, muitos saem de suas aldeias/comunidades para viver conforme os não indígenas. É importante que percebam que muitos sofrem por serem considerados “diferentes”.

Comente que sua integração muitas vezes não ocorre da forma esperada e costuma vir carregada de preconceitos, violência, falta de oportunidades, etc. Os indígenas costumam carregar uma marca marginalizada. Marca essa trazida desde a chegada dos colonizadores.

Explique aos alunos que ao finalizar o trabalho com textos e vídeos, é necessário montar uma apresentação a partir das percepções do grupo. Deixe em uma mesa a parte materiais como cartolinas, canetas hidrocor, tiras de papel colorido, folhas sulfite, giz de cera e, caso tenha, disponível, computador com programa de PowerPoint.

Parte 2- Trabalho em grupo - Sugestão - 20 minutos de trabalho

Acesse o link https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xxSWYe5bpDfXaBNhEHkEUnZSq9JGy66vc8H8GWngYts7vB5KpeVaHyGMz2eP/his4-03und01-textos-problematizacao.pdf

para ter acesso aos textos de trabalho desta aula.

Entregue para cada um dos grupos uma ou mais cópias do material referente ao trabalho a ser realizado. Para os grupos que assistirão aos vídeos é indicado o uso de um computador por grupo com os links já abertos. Explique aos alunos que será necessária uma leitura detalhada dos textos, a fim de que identifiquem as principais características culturais de cada uma das comunidades indígenas e outras características ligadas a cultura dos não indígenas, buscando identificar como esses povos se adaptaram para viver nas cidades. Como essas cidades se adaptaram para receber esses povos ou como eles tiveram que se adaptar a ela.

Faça um rodízio entre cada um dos grupos e discuta com os alunos aspectos característicos das culturas dos povos indígenas e não indígenas. Neste momento valorize os mais diferentes aspectos culturais indígenas que foram apropriados pelos não índios, percebendo que cada povo possui modos de vida diferentes. Caso queira, acesse a aula HIS4_01UND03 para ampliar as discussões sobre o tema.

Texto 1 - Fulni-ô

Antes de iniciar o trabalho com esse texto, leia o material completo aqui: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancos (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/esesvMR1n2w (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Fulni-ô por meio da exploração do texto anexo.

Pergunte aos alunos sobre a manutenção da língua dos Fulni-ô:

Qual a relação da preservação da língua com a cultura desse povo?

Será que sua convivência com os povos da cidade é muito grande?

Qual a importância do ritual Ouricuri para essa comunidade?

Quais aspectos da cultura Fulni-ô foram mantidos por essa comunidade?

Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Eles são importantes para os povos da cidade?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Quais problemas pode enfrentar um indígena que veio morar na cidade?

Texto 2 - Atikum

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/GLGYA2QQ4N92 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Atikum por meio da exploração do texto anexo. Explore partes do texto que mostram a miscigenação desse povo e aspectos menos comuns às outras comunidades indígenas.

Se possível leve fotos ou projete imagens sobre esse povo a fim de que os alunos identifiquem características de um povo mais miscigenado.

Questione aos alunos:

Quais aspectos das culturas indígenas foram mantidos por essa comunidade?
Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?
Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Há muitos aspectos preservados?

A língua é um marco cultural do povo Atikum?
A cidade é importante para esse povo?
Eles são importantes para os povos da cidade?
O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 1 - Krenak

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Krenak por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - http://g1.globo.com/minas-gerais/videos/t/todos-os-videos/v/no-dia-do-indio-conheca-a-historia-da-tribo-krenak-em-resplendor/6675242/ (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/vFJ2w72tg4R2 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Exclua parte inicial do vídeo e explique aos alunos que não há de se comemorar o “dia do índio”. Explique ao grupo que os indígenas foram os primeiros povos a viverem no Brasil e, portanto, são povos que devem ser respeitados e reservados a eles todos os direitos de qualquer cidadão comum. Explique sobre o “dia do índio”

“O Dia do Índio é comemorado em 19 de abril no Brasil para lembrar a data histórica de 1940, quando se deu o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. O evento quase fracassou nos dias de abertura, mas teve sucesso no dia 19, assim que as lideranças indígenas deixaram a desconfiança e o medo de lado e apareceram para discutir seus direitos, em um encontro marcante.
Por ocasião da data, é comum encontrar nas escolas comemorações com fantasias, crianças pintadas, música e atividades culturais. No entanto, especialistas questionam a maneira como algumas dessas práticas são conduzidas e afirmam que, além de reproduzir antigos preconceitos e estereótipos, não geram aprendizagem alguma. “O índigena trabalhado em sala de aula hoje é, muitas vezes, aquele indígena de 1500 e parece que ele só se mantém índio se permanecer daquele modo. É preciso mostrar que o índio é contemporâneo e tem os mesmos direitos que muitos de nós, ‘brancos'”, diz a coordenadora de Educação Indígena no Acre, Maria do Socorro de Oliveira.”

http://revistapontocom.org.br/materias/o-que-nao-fazer-no-dia-do-indio (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explique ao alunos que a comunidade indígena Krenak, antigos botocudos, vive às margens do Rio Doce, mas que, devido a um terrível desastre na barragem do Fundão no distrito de Bento Rodrigues em 2015, a vida da comunidade foi gravemente afetada, assim como todas as comunidades ao redor e aquelas que dependiam das águas do Rio Doce. Há mais de três anos, os rejeitos da Mineração romperam a barragem e destruíram terrenos, deixaram pessoas desabrigadas, mataram animais e deixaram o Rio Doce completamente poluído.

Na sequência explore o vídeo e faça alguns questionamentos:

Você acha que o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande?

O que pode ser dito a respeito da língua falada por esse povo?

É possível perceber características dos antigos botocudos?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada nos Krenak?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 2 - Ikpeng

Aqui pretende-se mostrar um pouco das culturas dos indígenas por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=28r1cj0xwEs (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Sugere-se a projeção do vídeo nos seguintes tempos:

20” a 1’02”
6’15” a 7’40”
23’22” até 29’45”

Utilize outros trechos que julgar importantes.

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/mT2XN5X8v4q (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explore com seus alunos o tipo de linguagem utilizada pelas crianças indígenas.

Link do texto adaptado: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng

Acesso: 05/01/2019

Você acha o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande? Explique sua resposta.

O pouco uso de roupas mostra algo forte sobre as culturas indígenas?

O uso da rede, a construção de seus próprios brinquedos… o que isso nos conta da cultura Ikpeng?

Chame a atenção dos alunos para uso de telefone, relógio...

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada no povo Ikpeng?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Para você saber mais: Para mais informações sobre os Fulni-ô - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancosv (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre os atikum - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Atikum (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais dos Krenak - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais sobre o povo Ikpeng: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Divida sua turma em 4 grupos. Explique aos alunos que cada grupo trabalhará com um texto ou vídeo de uma comunidade indígena de diferentes partes do país. Explore com os grupos os mapas localizando as comunidades que serão trabalhadas. É possível projetá-los e também usar o link de acesso para explorar amplamente cada um deles. Caso não possua projetor, use mapas, planisfério ou altas geográfico para essa identificação.

Esteja junto aos alunos nesse momento, para auxiliar na localização. Explore a diversidade de espaços ocupados pelos povos indígenas, aproveite o momento para discutir sobre como as comunidades indígenas diminuíram drasticamente no nosso território, algumas até desapareceram. Garanta que seu grupo compreenda que uma parcela grande de indígenas vive e atua em diferentes setores nas pequenas, médias e grandes cidades. Explique que aqueles que vivem em cidades menores, como os indígenas Karajá da cidade de Aruanã, contribuem de forma muito positiva para as comunidades ao redor seja por meio da troca cultural que estabelecem ou por meio dos produtos e alimentos que produzem e vendem nas redondezas. Discuta com seus alunos que muitos indígenas migram para as cidades em busca de novas oportunidades de vida, dessa forma, muitos saem de suas aldeias/comunidades para viver conforme os não indígenas. É importante que percebam que muitos sofrem por serem considerados “diferentes”.

Comente que sua integração muitas vezes não ocorre da forma esperada e costuma vir carregada de preconceitos, violência, falta de oportunidades, etc. Os indígenas costumam carregar uma marca marginalizada. Marca essa trazida desde a chegada dos colonizadores.

Explique aos alunos que ao finalizar o trabalho com textos e vídeos, é necessário montar uma apresentação a partir das percepções do grupo. Deixe em uma mesa a parte materiais como cartolinas, canetas hidrocor, tiras de papel colorido, folhas sulfite, giz de cera e, caso tenha, disponível, computador com programa de PowerPoint.

Parte 2- Trabalho em grupo - Sugestão - 20 minutos de trabalho

Acesse o link https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xxSWYe5bpDfXaBNhEHkEUnZSq9JGy66vc8H8GWngYts7vB5KpeVaHyGMz2eP/his4-03und01-textos-problematizacao.pdf

para ter acesso aos textos de trabalho desta aula.

Entregue para cada um dos grupos uma ou mais cópias do material referente ao trabalho a ser realizado. Para os grupos que assistirão aos vídeos é indicado o uso de um computador por grupo com os links já abertos. Explique aos alunos que será necessária uma leitura detalhada dos textos, a fim de que identifiquem as principais características culturais de cada uma das comunidades indígenas e outras características ligadas a cultura dos não indígenas, buscando identificar como esses povos se adaptaram para viver nas cidades. Como essas cidades se adaptaram para receber esses povos ou como eles tiveram que se adaptar a ela.

Faça um rodízio entre cada um dos grupos e discuta com os alunos aspectos característicos das culturas dos povos indígenas e não indígenas. Neste momento valorize os mais diferentes aspectos culturais indígenas que foram apropriados pelos não índios, percebendo que cada povo possui modos de vida diferentes. Caso queira, acesse a aula HIS4_01UND03 para ampliar as discussões sobre o tema.

Texto 1 - Fulni-ô

Antes de iniciar o trabalho com esse texto, leia o material completo aqui: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancos (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/esesvMR1n2w (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Fulni-ô por meio da exploração do texto anexo.

Pergunte aos alunos sobre a manutenção da língua dos Fulni-ô:

Qual a relação da preservação da língua com a cultura desse povo?

Será que sua convivência com os povos da cidade é muito grande?

Qual a importância do ritual Ouricuri para essa comunidade?

Quais aspectos da cultura Fulni-ô foram mantidos por essa comunidade?

Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Eles são importantes para os povos da cidade?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Quais problemas pode enfrentar um indígena que veio morar na cidade?

Texto 2 - Atikum

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/GLGYA2QQ4N92 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Atikum por meio da exploração do texto anexo. Explore partes do texto que mostram a miscigenação desse povo e aspectos menos comuns às outras comunidades indígenas.

Se possível leve fotos ou projete imagens sobre esse povo a fim de que os alunos identifiquem características de um povo mais miscigenado.

Questione aos alunos:

Quais aspectos das culturas indígenas foram mantidos por essa comunidade?
Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?
Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Há muitos aspectos preservados?

A língua é um marco cultural do povo Atikum?
A cidade é importante para esse povo?
Eles são importantes para os povos da cidade?
O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 1 - Krenak

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Krenak por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - http://g1.globo.com/minas-gerais/videos/t/todos-os-videos/v/no-dia-do-indio-conheca-a-historia-da-tribo-krenak-em-resplendor/6675242/ (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/vFJ2w72tg4R2 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Exclua parte inicial do vídeo e explique aos alunos que não há de se comemorar o “dia do índio”. Explique ao grupo que os indígenas foram os primeiros povos a viverem no Brasil e, portanto, são povos que devem ser respeitados e reservados a eles todos os direitos de qualquer cidadão comum. Explique sobre o “dia do índio”

“O Dia do Índio é comemorado em 19 de abril no Brasil para lembrar a data histórica de 1940, quando se deu o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. O evento quase fracassou nos dias de abertura, mas teve sucesso no dia 19, assim que as lideranças indígenas deixaram a desconfiança e o medo de lado e apareceram para discutir seus direitos, em um encontro marcante.
Por ocasião da data, é comum encontrar nas escolas comemorações com fantasias, crianças pintadas, música e atividades culturais. No entanto, especialistas questionam a maneira como algumas dessas práticas são conduzidas e afirmam que, além de reproduzir antigos preconceitos e estereótipos, não geram aprendizagem alguma. “O índigena trabalhado em sala de aula hoje é, muitas vezes, aquele indígena de 1500 e parece que ele só se mantém índio se permanecer daquele modo. É preciso mostrar que o índio é contemporâneo e tem os mesmos direitos que muitos de nós, ‘brancos'”, diz a coordenadora de Educação Indígena no Acre, Maria do Socorro de Oliveira.”

http://revistapontocom.org.br/materias/o-que-nao-fazer-no-dia-do-indio (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explique ao alunos que a comunidade indígena Krenak, antigos botocudos, vive às margens do Rio Doce, mas que, devido a um terrível desastre na barragem do Fundão no distrito de Bento Rodrigues em 2015, a vida da comunidade foi gravemente afetada, assim como todas as comunidades ao redor e aquelas que dependiam das águas do Rio Doce. Há mais de três anos, os rejeitos da Mineração romperam a barragem e destruíram terrenos, deixaram pessoas desabrigadas, mataram animais e deixaram o Rio Doce completamente poluído.

Na sequência explore o vídeo e faça alguns questionamentos:

Você acha que o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande?

O que pode ser dito a respeito da língua falada por esse povo?

É possível perceber características dos antigos botocudos?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada nos Krenak?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 2 - Ikpeng

Aqui pretende-se mostrar um pouco das culturas dos indígenas por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=28r1cj0xwEs (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Sugere-se a projeção do vídeo nos seguintes tempos:

20” a 1’02”
6’15” a 7’40”
23’22” até 29’45”

Utilize outros trechos que julgar importantes.

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/mT2XN5X8v4q (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explore com seus alunos o tipo de linguagem utilizada pelas crianças indígenas.

Link do texto adaptado: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng

Acesso: 05/01/2019

Você acha o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande? Explique sua resposta.

O pouco uso de roupas mostra algo forte sobre as culturas indígenas?

O uso da rede, a construção de seus próprios brinquedos… o que isso nos conta da cultura Ikpeng?

Chame a atenção dos alunos para uso de telefone, relógio...

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada no povo Ikpeng?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Para você saber mais: Para mais informações sobre os Fulni-ô - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancosv (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre os atikum - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Atikum (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais dos Krenak - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais sobre o povo Ikpeng: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Projete o slide, mas caso não tenha recursos, leia as informações para os alunos.

Proponha o desafio:

Agora que vocês conhecem um pouco da vida de alguns povos indígenas, que vivem nas proximidades de grandes cidades, e representaram essas aprendizagem de formas diferentes é hora de socializar sua aprendizagem.

Peça para que cada grupo eleja, no máximo, dois representantes para apresentar suas descobertas. Valorize aspectos culturais que foram mantidos pelas comunidades através dos tempos, leve os alunos a perceberem aquela comunidade que apresenta o modo de vida que mais se aproxima com aqueles não indígenas. Oriente o grupo a perceber o uso sustentável que todas as comunidades fazem da natureza, seus rituais típicos, a produção de objetos artesanais para a manutenção da sua economia... Verifique com o grupo como a vida em meio às cidades pode facilitar e contribuir para a melhoria da vida dos indígenas e como eles, vivendo em meio as cidades podem contribuir para a manutenção de áreas de preservação e para a vida das comunidades locais por meio de sua agricultura e artesanato. Evidencie também que em meio às cidades, indígenas de diferentes povos integram as escolas, universidades, postos de trabalho, serviços públicos, vida política…

Retome com o grupo o fato de que ainda há dificuldade encontrada pelos indígenas que vivem nas cidades, procure mostrar aos alunos que embora nos últimos anos algumas medidas tenham sido tomadas para a manutenção de terras e reservas indígenas, ampliação de direitos, participação na vida política, etc., ainda há muito a ser conquistado e para isso é preciso conscientização e participação de toda a população.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide, em específico, não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Nele serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF04HI03 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de um período, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Dois computadores, cartolina, papel sulfite, papéis coloridos, canetinha hidrocor, giz de cera, revistas diversas. Providencie mapas para localização das terras indígenas tratadas nos planos. Podem ser usados atlas escolares também.

Material complementar: Links relativos aos materiais complementares citados no plano:

Problematização - Link para impressão dos textos de trabaho para grupos 1 e 2 - https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xxSWYe5bpDfXaBNhEHkEUnZSq9JGy66vc8H8GWngYts7vB5KpeVaHyGMz2eP/his4-03und01-textos-problematizacao.pdf

Para você saber mais: Aqui você pode encontrar as comunidades indígenas tratadas no plano outras caso queira explorar - https://mirim.org (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre o povo Fulni-ô - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancos (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre o povo atikum - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Atikum (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais do povo Krenak - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais sobre o povo Ikpeng: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete o slide para os alunos, caso não possua projetor ele poderá ser impresso, escrito no quadro ou lido para a turma. Faça a leitura conjunta e peça aos alunos que reflitam sobre os aspectos das culturas indígenas conhecidas, e como eles estão presentes no dia a dia. Pergunte aos alunos se conhecem alguma comunidade indígena e se sabem sobre seu modo de vida. Possibilite que os alunos levantem hipóteses nesse momento.

Chame atenção do grupo para a existência de diferentes comunidades indígenas e que muitas delas possuem maneiras bem distintas de viver e de se organizar. Explique que há índios que vivem nas grandes cidades, levando uma vida um pouco diferente do seu povo e com hábitos culturais incorporados dos não indígenas.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações: Divida sua turma em grupos de 4 a 5 alunos e peça aos alunos que respondam às questões propostas no slide.

Em seguida projete o vídeo:

Link: http://g1.globo.com/goias/noticia/2013/08/indios-karaja-mantem-tradicao-de-respeito-natureza-no-rio-araguaia.html

Acesso em: 05/01/2019

Caso não possa projetar o vídeo, leia o texto da reportagem indicado pelo mesmo link.

Continue e exploração sobre o povo Karajá. Após reproduzir o vídeo faça algumas perguntas, como:

Como você pode ver, há comunidades que conservam suas tradições. Será que isso acontece com todas as comunidades?

O que fez a diferença para a manutenção do povo Karajá naquele local? Esse é um aspecto que também faz a diferença na sua comunidade?

As pessoas, de diferentes etnias, vivem de formas parecidas?

Como a troca entre pessoas de diferentes etnias pode beneficiar ambos os povos?

Com o passar dos tempos, todas as comunidades mudam o seu modo de viver?

Como era o lugar onde essas pessoas vivem? Ele mudou com o passar dos tempos?

É importante que neste momento os alunos percebam que naquela comunidade indígena houve a manutenção de costumes e que, por meio deles, a comunidade está se mantendo e restaurando parte de sua cultura, ao mesmo tempo eles incorporaram outros aspectos da vida urbana, da tecnologia e dos hábitos dos não-indígenas. Comente que essa troca ocorre entre ambos os povos.

A manipulação da argila e os trabalhos artesanais mostram aspectos importantes das culturas indígenas, além da vida da comunidade estar cercada pelo Rio Araguaia, rio que carrega parte da história desse povo. Por outro lado, as moradias feitas de alvenaria e as vestimentas, por exemplo, mostram como essa comunidade convive com outras comunidades não indígenas. É importante que o grupo compreenda que a manutenção de aspectos culturais em cada comunidade é um fator importante para que ela sobreviva através dos tempos, mas que com o passar do tempo, novos modos de vida são agregados.

Sugestão para enriquecer o contexto: Para mostrar ao grupo a localização da cidade de Aruanã, acesse o mapa do slide 2 do contexto. Para explorar melhor o mapa, acesse o link: https://www.google.com/maps/search/comunidade+karaj%C3%A1+resplendor/@-16.1857466,-60.3185404,4.72z (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para você saber mais:

Acesse o link para conhecer sobre as diferentes comunidades indígenas: https://mirim.org (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Slide Plano Aula

Orientações: Divida sua turma em grupos de 4 a 5 alunos e peça aos alunos que respondam às questões propostas no slide.

Em seguida projete o vídeo: Link: http://g1.globo.com/goias/noticia/2013/08/indios-karaja-mantem-tradicao-de-respeito-natureza-no-rio-araguaia.html (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Caso não possa projetar o vídeo, leia o texto da reportagem indicado pelo mesmo link.

Continue e exploração sobre o povo Karajá. Após reproduzir o vídeo faça algumas perguntas, como:

Como vocês podem ver, há comunidades que conservam suas tradições. Será que isso acontece com todas as comunidades?

O que fez a diferença para a manutenção do povo Karajá naquele local? Esse é um aspecto que também faz a diferença na sua comunidade?

As pessoas, de diferentes etnias, vivem de formas parecidas?

Como a troca entre pessoas de diferentes etnias pode beneficiar ambos os povos?

Com o passar dos tempos, todas as comunidades mudam o seu modo de viver?

Como era o lugar onde essas pessoas vivem? Ele mudou com o passar dos tempos?

É importante que neste momento os alunos percebam que naquela comunidade indígena houve a manutenção de costumes e que, por meio deles, a comunidade está se mantendo e restaurando parte de sua cultura, ao mesmo tempo eles incorporaram outros aspectos da vida urbana, da tecnologia e dos hábitos dos não-indígenas. Comente que essa troca ocorre entre ambos os povos.

A manipulação da argila e os trabalhos artesanais mostram aspectos importantes das culturas indígenas, além da vida da comunidade estar cercada pelo Rio Araguaia, rio que carrega parte da história desse povo. Por outro lado, as moradias feitas de alvenaria e as vestimentas, por exemplo, mostram como essa comunidade convive com outras comunidades não indígenas. É importante que o grupo compreenda que a manutenção de aspectos culturais em cada comunidade é um fator importante para que ela sobreviva através dos tempos, mas que com o passar do tempo, novos modos de vida são agregados.

Sugestão para enriquecer o contexto: Para mostrar ao grupo a localização da cidade de Aruanã, acesse o mapa do slide 2 do contexto. Para explorar melhor o mapa, acesse o link: https://www.google.com/maps/search/comunidade+karaj%C3%A1+resplendor/@-16.1857466,-60.3185404,4.72z (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para você saber mais:

Acesse o link para conhecer sobre as diferentes comunidades indígenas: https://mirim.org (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações: Divida sua turma em 4 grupos. Explique aos alunos que cada grupo trabalhará com um texto ou vídeo de uma comunidade indígena de diferentes partes do país.

Parte 1- Como vivia o povo Krenak, antigos botocudos - Primeira parte da problematização que será trabalhado com todo o grupo. Sugestão - 10 minutos

Antes da entrega dos textos e vídeo, apresente aos alunos o texto base do slide, que mostra a organização dos indígenas Krenak, antigos botocudos, na época da colonização. Essa primeira parte da aula tem como intenção mostrar a vida de uma comunidade indígena antes da chegada dos colonizadores. Diga ao grupo que parte desse grupo ainda vive em Minas Gerais, às margens do Rio Doce. Explique sobre a importância dos botocudos, como eram chamados os Krenak, na resistência durante a colonização do Brasil.

Na sequência projete o slide 2, da problematização, e questione os alunos sobre alguns aspectos das culturas indígenas como:

Será que os krenak ainda usam os botoques?

Será que organizam suas moradias da mesma forma?

O que pode ter mudado na vida desse povo? E por quais motivos houve mudanças?

Como era o lugar que esse povo vivia? Será que continua o mesmo?

Explore as questões e faça intervenções durante as respostas, a fim de que o grupo compreenda que com o passar do tempo, muitas comunidades se reorganizaram mudando sua forma de vida, ora pela falta de terra, ora pela aproximação com as comunidades não indígenas, ora pela omissão de seus direitos. Explique que com a privação de terras e reservas, muitas comunidades indígenas precisaram se adaptar a uma vida mais urbanizada e que hoje, a comunidade krenak vive muito diferente de como viveu um dia.

Discuta sobre como as relações entre os indivíduos dessa comunidade e suas manifestações culturais passaram por transformações ao longo desses anos, mas mostre que, mesmo com as imposições sociais e constantes movimentos pró “modernização” e muitas vezes desfavoráveis a causa indígena, este povo ainda mantém parte importante de sua cultura e suas origens.

Para você saber mais: Leia o texto do site: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak

Nele você obterá informações importantes sobre os povos botocudos e poderá enriquecer as primeiras discussões do contexto.

Textos complementares para exploração do slide:

Disponível em: http://arquivonacional.gov.br/br/component/tags/tag/povo-krenak.html

Acesso: 26/01/2019

Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Crenaques

Acesso: 26/01/2019

Imagens -

1 - Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/8/8d/Famille_de_Botocoudos_en_marche.jpg

Acesso: 26/01/2019
2 - Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/2/24/Familia_botocudo.jpg

Acesso: 26/01/2019
3 -Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/4/43/AmCyc_1879_Botocudos.jpg

Acesso: 26/01/2019

Slide Plano Aula

Orientações: Divida sua turma em 4 grupos. Explique aos alunos que cada grupo trabalhará com um texto ou vídeo de uma comunidade indígena de diferentes partes do país.

Parte 1- Como vivia o povo Krenak, antigos botocudos - Primeira parte da problematização que será trabalhado com todo o grupo. Sugestão - 10 minutos

Antes da entrega dos textos e vídeo, apresente aos alunos o texto base do slide, que mostra a organização dos indígenas Krenak, antigos botocudos, na época da colonização. Essa primeira parte da aula tem como intenção mostrar a vida de uma comunidade indígena antes da chegada dos colonizadores. Diga ao grupo que parte desse grupo ainda vive em Minas Gerais, às margens do Rio Doce. Explique sobre a importância dos botocudos, como eram chamados os Krenak, na resistência durante a colonização do Brasil.

Na sequência projete o slide 2, da problematização, e questione os alunos sobre alguns aspectos das culturas indígenas como:
Será que o povo krenak ainda usam os botoques?
Será que organizam suas moradias da mesma forma?
O que pode ter mudado na vida desse povo? E por quais motivos houve mudanças?
Como era o lugar que esse povo vivia? Será que continua o mesmo?

Explore as questões e faça intervenções durante as respostas, a fim de que o grupo compreenda que com o passar do tempo, muitas comunidades se reorganizaram mudando sua forma de vida, ora pela falta de terra, ora pela aproximação com as comunidades não indígenas, ora pela omissão de seus direitos. Explique que com a privação de terras e reservas, muitas comunidades indígenas precisaram se adaptar a uma vida mais urbanizada e que hoje, a comunidade krenak vive muito diferente de como viveu um dia.

Discuta sobre como as relações entre os indivíduos dessa comunidade e suas manifestações culturais passaram por transformações ao longo desses anos, mas mostre que, mesmo com as imposições sociais e constantes movimentos pró “modernização” e muitas vezes desfavoráveis a causa indígena, este povo ainda mantém parte importante de sua cultura e suas origens.

Comente com os alunos que as imagens contidas no slide mostram a visão dos portugueses sobre esses povos, portanto, a representação pode não condizer com a realidade dos Botocudos. Muito do que se sabe sobre esses indígenas vem de uma visão eurocêntrica, e mostra apenas como os colonizadores viam os povos das terras “recém descobertas” e não como os próprios povos se viam. Isso se dá pela falta de fontes escritas, materiais e iconográficas que representem os povos indígenas nestes séculos.

Para você saber mais: Leia o texto do site: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak Acesso: 26/01/2019

Nele você obterá informações importantes sobre os botocudos e poderá enriquecer as primeiras discussões do contexto.
Textos complementares para exploração do slide:
Disponível em: http://arquivonacional.gov.br/br/component/tags/tag/povo-krenak.html

Acesso: 26/01/2019
Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Crenaques

Acesso: 26/01/2019

Imagens -
1 - Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/8/8d/Famille_de_Botocoudos_en_marche.jpg

Acesso: 26/01/2019
2 - Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/2/24/Familia_botocudo.jpg

Acesso: 26/01/2019
3 -Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/4/43/AmCyc_1879_Botocudos.jpg

Acesso: 26/01/2019

Slide Plano Aula

Orientações: Divida sua turma em 4 grupos. Explique aos alunos que cada grupo trabalhará com um texto ou vídeo de uma comunidade indígena de diferentes partes do país. Explore com os grupos os mapas localizando as comunidades que serão trabalhadas. É possível projetá-los e também usar o link de acesso para explorar amplamente cada um deles. Caso não possua projetor, use mapas, planisfério ou altas geográfico para essa identificação.

Esteja junto aos alunos nesse momento, para auxiliar na localização. Explore a diversidade de espaços ocupados pelos povos indígenas, aproveite o momento para discutir sobre como as comunidades indígenas diminuíram drasticamente no nosso território, algumas até desapareceram. Garanta que seu grupo compreenda que uma parcela grande de indígenas vive e atua em diferentes setores nas pequenas, médias e grandes cidades. Explique que aqueles que vivem em cidades menores, como os indígenas Karajá da cidade de Aruanã, contribuem de forma muito positiva para as comunidades ao redor seja por meio da troca cultural que estabelecem ou por meio dos produtos e alimentos que produzem e vendem nas redondezas. Discuta com seus alunos que muitos indígenas migram para as cidades em busca de novas oportunidades de vida, dessa forma, muitos saem de suas aldeias/comunidades para viver conforme os não indígenas. É importante que percebam que muitos sofrem por serem considerados “diferentes”.

Comente que sua integração muitas vezes não ocorre da forma esperada e costuma vir carregada de preconceitos, violência, falta de oportunidades, etc. Os indígenas costumam carregar uma marca marginalizada. Marca essa trazida desde a chegada dos colonizadores.

Explique aos alunos que ao finalizar o trabalho com textos e vídeos, é necessário montar uma apresentação a partir das percepções do grupo. Deixe em uma mesa a parte materiais como cartolinas, canetas hidrocor, tiras de papel colorido, folhas sulfite, giz de cera e, caso tenha, disponível, computador com programa de PowerPoint.

Parte 2- Trabalho em grupo - Sugestão - 20 minutos de trabalho

Acesse o link https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xxSWYe5bpDfXaBNhEHkEUnZSq9JGy66vc8H8GWngYts7vB5KpeVaHyGMz2eP/his4-03und01-textos-problematizacao.pdf

para ter acesso aos textos de trabalho desta aula.

Entregue para cada um dos grupos uma ou mais cópias do material referente ao trabalho a ser realizado. Para os grupos que assistirão aos vídeos é indicado o uso de um computador por grupo com os links já abertos. Explique aos alunos que será necessária uma leitura detalhada dos textos, a fim de que identifiquem as principais características culturais de cada uma das comunidades indígenas e outras características ligadas a cultura dos não indígenas, buscando identificar como esses povos se adaptaram para viver nas cidades. Como essas cidades se adaptaram para receber esses povos ou como eles tiveram que se adaptar a ela.

Faça um rodízio entre cada um dos grupos e discuta com os alunos aspectos característicos das culturas dos povos indígenas e não indígenas. Neste momento valorize os mais diferentes aspectos culturais indígenas que foram apropriados pelos não índios, percebendo que cada povo possui modos de vida diferentes. Caso queira, acesse a aula HIS4_01UND03 para ampliar as discussões sobre o tema.

Texto 1 - Fulni-ô

Antes de iniciar o trabalho com esse texto, leia o material completo aqui: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancos (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/esesvMR1n2w (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Fulni-ô por meio da exploração do texto anexo.

Pergunte aos alunos sobre a manutenção da língua dos Fulni-ô:

Qual a relação da preservação da língua com a cultura desse povo?

Será que sua convivência com os povos da cidade é muito grande?

Qual a importância do ritual Ouricuri para essa comunidade?

Quais aspectos da cultura Fulni-ô foram mantidos por essa comunidade?

Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Eles são importantes para os povos da cidade?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Quais problemas pode enfrentar um indígena que veio morar na cidade?

Texto 2 - Atikum

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/GLGYA2QQ4N92 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Atikum por meio da exploração do texto anexo. Explore partes do texto que mostram a miscigenação desse povo e aspectos menos comuns às outras comunidades indígenas.

Se possível leve fotos ou projete imagens sobre esse povo a fim de que os alunos identifiquem características de um povo mais miscigenado.

Questione aos alunos:

Quais aspectos das culturas indígenas foram mantidos por essa comunidade?
Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?
Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Há muitos aspectos preservados?

A língua é um marco cultural do povo Atikum?
A cidade é importante para esse povo?
Eles são importantes para os povos da cidade?
O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 1 - Krenak

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Krenak por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - http://g1.globo.com/minas-gerais/videos/t/todos-os-videos/v/no-dia-do-indio-conheca-a-historia-da-tribo-krenak-em-resplendor/6675242/ (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/vFJ2w72tg4R2 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Exclua parte inicial do vídeo e explique aos alunos que não há de se comemorar o “dia do índio”. Explique ao grupo que os indígenas foram os primeiros povos a viverem no Brasil e, portanto, são povos que devem ser respeitados e reservados a eles todos os direitos de qualquer cidadão comum. Explique sobre o “dia do índio”

“O Dia do Índio é comemorado em 19 de abril no Brasil para lembrar a data histórica de 1940, quando se deu o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. O evento quase fracassou nos dias de abertura, mas teve sucesso no dia 19, assim que as lideranças indígenas deixaram a desconfiança e o medo de lado e apareceram para discutir seus direitos, em um encontro marcante.
Por ocasião da data, é comum encontrar nas escolas comemorações com fantasias, crianças pintadas, música e atividades culturais. No entanto, especialistas questionam a maneira como algumas dessas práticas são conduzidas e afirmam que, além de reproduzir antigos preconceitos e estereótipos, não geram aprendizagem alguma. “O índigena trabalhado em sala de aula hoje é, muitas vezes, aquele indígena de 1500 e parece que ele só se mantém índio se permanecer daquele modo. É preciso mostrar que o índio é contemporâneo e tem os mesmos direitos que muitos de nós, ‘brancos'”, diz a coordenadora de Educação Indígena no Acre, Maria do Socorro de Oliveira.”

http://revistapontocom.org.br/materias/o-que-nao-fazer-no-dia-do-indio (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explique ao alunos que a comunidade indígena Krenak, antigos botocudos, vive às margens do Rio Doce, mas que, devido a um terrível desastre na barragem do Fundão no distrito de Bento Rodrigues em 2015, a vida da comunidade foi gravemente afetada, assim como todas as comunidades ao redor e aquelas que dependiam das águas do Rio Doce. Há mais de três anos, os rejeitos da Mineração romperam a barragem e destruíram terrenos, deixaram pessoas desabrigadas, mataram animais e deixaram o Rio Doce completamente poluído.

Na sequência explore o vídeo e faça alguns questionamentos:

Você acha que o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande?

O que pode ser dito a respeito da língua falada por esse povo?

É possível perceber características dos antigos botocudos?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada nos Krenak?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 2 - Ikpeng

Aqui pretende-se mostrar um pouco das culturas dos indígenas por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=28r1cj0xwEs (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Sugere-se a projeção do vídeo nos seguintes tempos:

20” a 1’02”
6’15” a 7’40”
23’22” até 29’45”

Utilize outros trechos que julgar importantes.

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/mT2XN5X8v4q (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explore com seus alunos o tipo de linguagem utilizada pelas crianças indígenas.

Link do texto adaptado: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng

Acesso: 05/01/2019

Você acha o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande? Explique sua resposta.

O pouco uso de roupas mostra algo forte sobre as culturas indígenas?

O uso da rede, a construção de seus próprios brinquedos… o que isso nos conta da cultura Ikpeng?

Chame a atenção dos alunos para uso de telefone, relógio...

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada no povo Ikpeng?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Para você saber mais: Para mais informações sobre os Fulni-ô - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancosv (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre os atikum - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Atikum (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais dos Krenak - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais sobre o povo Ikpeng: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Slide Plano Aula

Orientações: Divida sua turma em 4 grupos. Explique aos alunos que cada grupo trabalhará com um texto ou vídeo de uma comunidade indígena de diferentes partes do país. Explore com os grupos os mapas localizando as comunidades que serão trabalhadas. É possível projetá-los e também usar o link de acesso para explorar amplamente cada um deles. Caso não possua projetor, use mapas, planisfério ou altas geográfico para essa identificação.

Esteja junto aos alunos nesse momento, para auxiliar na localização. Explore a diversidade de espaços ocupados pelos povos indígenas, aproveite o momento para discutir sobre como as comunidades indígenas diminuíram drasticamente no nosso território, algumas até desapareceram. Garanta que seu grupo compreenda que uma parcela grande de indígenas vive e atua em diferentes setores nas pequenas, médias e grandes cidades. Explique que aqueles que vivem em cidades menores, como os indígenas Karajá da cidade de Aruanã, contribuem de forma muito positiva para as comunidades ao redor seja por meio da troca cultural que estabelecem ou por meio dos produtos e alimentos que produzem e vendem nas redondezas. Discuta com seus alunos que muitos indígenas migram para as cidades em busca de novas oportunidades de vida, dessa forma, muitos saem de suas aldeias/comunidades para viver conforme os não indígenas. É importante que percebam que muitos sofrem por serem considerados “diferentes”.

Comente que sua integração muitas vezes não ocorre da forma esperada e costuma vir carregada de preconceitos, violência, falta de oportunidades, etc. Os indígenas costumam carregar uma marca marginalizada. Marca essa trazida desde a chegada dos colonizadores.

Explique aos alunos que ao finalizar o trabalho com textos e vídeos, é necessário montar uma apresentação a partir das percepções do grupo. Deixe em uma mesa a parte materiais como cartolinas, canetas hidrocor, tiras de papel colorido, folhas sulfite, giz de cera e, caso tenha, disponível, computador com programa de PowerPoint.

Parte 2- Trabalho em grupo - Sugestão - 20 minutos de trabalho

Acesse o link https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xxSWYe5bpDfXaBNhEHkEUnZSq9JGy66vc8H8GWngYts7vB5KpeVaHyGMz2eP/his4-03und01-textos-problematizacao.pdf

para ter acesso aos textos de trabalho desta aula.

Entregue para cada um dos grupos uma ou mais cópias do material referente ao trabalho a ser realizado. Para os grupos que assistirão aos vídeos é indicado o uso de um computador por grupo com os links já abertos. Explique aos alunos que será necessária uma leitura detalhada dos textos, a fim de que identifiquem as principais características culturais de cada uma das comunidades indígenas e outras características ligadas a cultura dos não indígenas, buscando identificar como esses povos se adaptaram para viver nas cidades. Como essas cidades se adaptaram para receber esses povos ou como eles tiveram que se adaptar a ela.

Faça um rodízio entre cada um dos grupos e discuta com os alunos aspectos característicos das culturas dos povos indígenas e não indígenas. Neste momento valorize os mais diferentes aspectos culturais indígenas que foram apropriados pelos não índios, percebendo que cada povo possui modos de vida diferentes. Caso queira, acesse a aula HIS4_01UND03 para ampliar as discussões sobre o tema.

Texto 1 - Fulni-ô

Antes de iniciar o trabalho com esse texto, leia o material completo aqui: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancos (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/esesvMR1n2w (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Fulni-ô por meio da exploração do texto anexo.

Pergunte aos alunos sobre a manutenção da língua dos Fulni-ô:

Qual a relação da preservação da língua com a cultura desse povo?

Será que sua convivência com os povos da cidade é muito grande?

Qual a importância do ritual Ouricuri para essa comunidade?

Quais aspectos da cultura Fulni-ô foram mantidos por essa comunidade?

Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Eles são importantes para os povos da cidade?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Quais problemas pode enfrentar um indígena que veio morar na cidade?

Texto 2 - Atikum

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/GLGYA2QQ4N92 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Atikum por meio da exploração do texto anexo. Explore partes do texto que mostram a miscigenação desse povo e aspectos menos comuns às outras comunidades indígenas.

Se possível leve fotos ou projete imagens sobre esse povo a fim de que os alunos identifiquem características de um povo mais miscigenado.

Questione aos alunos:

Quais aspectos das culturas indígenas foram mantidos por essa comunidade?
Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?
Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Há muitos aspectos preservados?

A língua é um marco cultural do povo Atikum?
A cidade é importante para esse povo?
Eles são importantes para os povos da cidade?
O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 1 - Krenak

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Krenak por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - http://g1.globo.com/minas-gerais/videos/t/todos-os-videos/v/no-dia-do-indio-conheca-a-historia-da-tribo-krenak-em-resplendor/6675242/ (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/vFJ2w72tg4R2 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Exclua parte inicial do vídeo e explique aos alunos que não há de se comemorar o “dia do índio”. Explique ao grupo que os indígenas foram os primeiros povos a viverem no Brasil e, portanto, são povos que devem ser respeitados e reservados a eles todos os direitos de qualquer cidadão comum. Explique sobre o “dia do índio”

“O Dia do Índio é comemorado em 19 de abril no Brasil para lembrar a data histórica de 1940, quando se deu o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. O evento quase fracassou nos dias de abertura, mas teve sucesso no dia 19, assim que as lideranças indígenas deixaram a desconfiança e o medo de lado e apareceram para discutir seus direitos, em um encontro marcante.
Por ocasião da data, é comum encontrar nas escolas comemorações com fantasias, crianças pintadas, música e atividades culturais. No entanto, especialistas questionam a maneira como algumas dessas práticas são conduzidas e afirmam que, além de reproduzir antigos preconceitos e estereótipos, não geram aprendizagem alguma. “O índigena trabalhado em sala de aula hoje é, muitas vezes, aquele indígena de 1500 e parece que ele só se mantém índio se permanecer daquele modo. É preciso mostrar que o índio é contemporâneo e tem os mesmos direitos que muitos de nós, ‘brancos'”, diz a coordenadora de Educação Indígena no Acre, Maria do Socorro de Oliveira.”

http://revistapontocom.org.br/materias/o-que-nao-fazer-no-dia-do-indio (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explique ao alunos que a comunidade indígena Krenak, antigos botocudos, vive às margens do Rio Doce, mas que, devido a um terrível desastre na barragem do Fundão no distrito de Bento Rodrigues em 2015, a vida da comunidade foi gravemente afetada, assim como todas as comunidades ao redor e aquelas que dependiam das águas do Rio Doce. Há mais de três anos, os rejeitos da Mineração romperam a barragem e destruíram terrenos, deixaram pessoas desabrigadas, mataram animais e deixaram o Rio Doce completamente poluído.

Na sequência explore o vídeo e faça alguns questionamentos:

Você acha que o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande?

O que pode ser dito a respeito da língua falada por esse povo?

É possível perceber características dos antigos botocudos?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada nos Krenak?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 2 - Ikpeng

Aqui pretende-se mostrar um pouco das culturas dos indígenas por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=28r1cj0xwEs (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Sugere-se a projeção do vídeo nos seguintes tempos:

20” a 1’02”
6’15” a 7’40”
23’22” até 29’45”

Utilize outros trechos que julgar importantes.

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/mT2XN5X8v4q (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explore com seus alunos o tipo de linguagem utilizada pelas crianças indígenas.

Link do texto adaptado: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng

Acesso: 05/01/2019

Você acha o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande? Explique sua resposta.

O pouco uso de roupas mostra algo forte sobre as culturas indígenas?

O uso da rede, a construção de seus próprios brinquedos… o que isso nos conta da cultura Ikpeng?

Chame a atenção dos alunos para uso de telefone, relógio...

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada no povo Ikpeng?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Para você saber mais: Para mais informações sobre os Fulni-ô - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancosv (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre os atikum - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Atikum (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais dos Krenak - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais sobre o povo Ikpeng: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Slide Plano Aula

Orientações: Divida sua turma em 4 grupos. Explique aos alunos que cada grupo trabalhará com um texto ou vídeo de uma comunidade indígena de diferentes partes do país. Explore com os grupos os mapas localizando as comunidades que serão trabalhadas. É possível projetá-los e também usar o link de acesso para explorar amplamente cada um deles. Caso não possua projetor, use mapas, planisfério ou altas geográfico para essa identificação.

Esteja junto aos alunos nesse momento, para auxiliar na localização. Explore a diversidade de espaços ocupados pelos povos indígenas, aproveite o momento para discutir sobre como as comunidades indígenas diminuíram drasticamente no nosso território, algumas até desapareceram. Garanta que seu grupo compreenda que uma parcela grande de indígenas vive e atua em diferentes setores nas pequenas, médias e grandes cidades. Explique que aqueles que vivem em cidades menores, como os indígenas Karajá da cidade de Aruanã, contribuem de forma muito positiva para as comunidades ao redor seja por meio da troca cultural que estabelecem ou por meio dos produtos e alimentos que produzem e vendem nas redondezas. Discuta com seus alunos que muitos indígenas migram para as cidades em busca de novas oportunidades de vida, dessa forma, muitos saem de suas aldeias/comunidades para viver conforme os não indígenas. É importante que percebam que muitos sofrem por serem considerados “diferentes”.

Comente que sua integração muitas vezes não ocorre da forma esperada e costuma vir carregada de preconceitos, violência, falta de oportunidades, etc. Os indígenas costumam carregar uma marca marginalizada. Marca essa trazida desde a chegada dos colonizadores.

Explique aos alunos que ao finalizar o trabalho com textos e vídeos, é necessário montar uma apresentação a partir das percepções do grupo. Deixe em uma mesa a parte materiais como cartolinas, canetas hidrocor, tiras de papel colorido, folhas sulfite, giz de cera e, caso tenha, disponível, computador com programa de PowerPoint.

Parte 2- Trabalho em grupo - Sugestão - 20 minutos de trabalho

Acesse o link https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xxSWYe5bpDfXaBNhEHkEUnZSq9JGy66vc8H8GWngYts7vB5KpeVaHyGMz2eP/his4-03und01-textos-problematizacao.pdf

para ter acesso aos textos de trabalho desta aula.

Entregue para cada um dos grupos uma ou mais cópias do material referente ao trabalho a ser realizado. Para os grupos que assistirão aos vídeos é indicado o uso de um computador por grupo com os links já abertos. Explique aos alunos que será necessária uma leitura detalhada dos textos, a fim de que identifiquem as principais características culturais de cada uma das comunidades indígenas e outras características ligadas a cultura dos não indígenas, buscando identificar como esses povos se adaptaram para viver nas cidades. Como essas cidades se adaptaram para receber esses povos ou como eles tiveram que se adaptar a ela.

Faça um rodízio entre cada um dos grupos e discuta com os alunos aspectos característicos das culturas dos povos indígenas e não indígenas. Neste momento valorize os mais diferentes aspectos culturais indígenas que foram apropriados pelos não índios, percebendo que cada povo possui modos de vida diferentes. Caso queira, acesse a aula HIS4_01UND03 para ampliar as discussões sobre o tema.

Texto 1 - Fulni-ô

Antes de iniciar o trabalho com esse texto, leia o material completo aqui: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancos (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/esesvMR1n2w (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Fulni-ô por meio da exploração do texto anexo.

Pergunte aos alunos sobre a manutenção da língua dos Fulni-ô:

Qual a relação da preservação da língua com a cultura desse povo?

Será que sua convivência com os povos da cidade é muito grande?

Qual a importância do ritual Ouricuri para essa comunidade?

Quais aspectos da cultura Fulni-ô foram mantidos por essa comunidade?

Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Eles são importantes para os povos da cidade?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Quais problemas pode enfrentar um indígena que veio morar na cidade?

Texto 2 - Atikum

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/GLGYA2QQ4N92 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Atikum por meio da exploração do texto anexo. Explore partes do texto que mostram a miscigenação desse povo e aspectos menos comuns às outras comunidades indígenas.

Se possível leve fotos ou projete imagens sobre esse povo a fim de que os alunos identifiquem características de um povo mais miscigenado.

Questione aos alunos:

Quais aspectos das culturas indígenas foram mantidos por essa comunidade?
Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?
Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Há muitos aspectos preservados?

A língua é um marco cultural do povo Atikum?
A cidade é importante para esse povo?
Eles são importantes para os povos da cidade?
O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 1 - Krenak

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Krenak por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - http://g1.globo.com/minas-gerais/videos/t/todos-os-videos/v/no-dia-do-indio-conheca-a-historia-da-tribo-krenak-em-resplendor/6675242/ (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/vFJ2w72tg4R2 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Exclua parte inicial do vídeo e explique aos alunos que não há de se comemorar o “dia do índio”. Explique ao grupo que os indígenas foram os primeiros povos a viverem no Brasil e, portanto, são povos que devem ser respeitados e reservados a eles todos os direitos de qualquer cidadão comum. Explique sobre o “dia do índio”

“O Dia do Índio é comemorado em 19 de abril no Brasil para lembrar a data histórica de 1940, quando se deu o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. O evento quase fracassou nos dias de abertura, mas teve sucesso no dia 19, assim que as lideranças indígenas deixaram a desconfiança e o medo de lado e apareceram para discutir seus direitos, em um encontro marcante.
Por ocasião da data, é comum encontrar nas escolas comemorações com fantasias, crianças pintadas, música e atividades culturais. No entanto, especialistas questionam a maneira como algumas dessas práticas são conduzidas e afirmam que, além de reproduzir antigos preconceitos e estereótipos, não geram aprendizagem alguma. “O índigena trabalhado em sala de aula hoje é, muitas vezes, aquele indígena de 1500 e parece que ele só se mantém índio se permanecer daquele modo. É preciso mostrar que o índio é contemporâneo e tem os mesmos direitos que muitos de nós, ‘brancos'”, diz a coordenadora de Educação Indígena no Acre, Maria do Socorro de Oliveira.”

http://revistapontocom.org.br/materias/o-que-nao-fazer-no-dia-do-indio (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explique ao alunos que a comunidade indígena Krenak, antigos botocudos, vive às margens do Rio Doce, mas que, devido a um terrível desastre na barragem do Fundão no distrito de Bento Rodrigues em 2015, a vida da comunidade foi gravemente afetada, assim como todas as comunidades ao redor e aquelas que dependiam das águas do Rio Doce. Há mais de três anos, os rejeitos da Mineração romperam a barragem e destruíram terrenos, deixaram pessoas desabrigadas, mataram animais e deixaram o Rio Doce completamente poluído.

Na sequência explore o vídeo e faça alguns questionamentos:

Você acha que o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande?

O que pode ser dito a respeito da língua falada por esse povo?

É possível perceber características dos antigos botocudos?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada nos Krenak?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 2 - Ikpeng

Aqui pretende-se mostrar um pouco das culturas dos indígenas por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=28r1cj0xwEs (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Sugere-se a projeção do vídeo nos seguintes tempos:

20” a 1’02”
6’15” a 7’40”
23’22” até 29’45”

Utilize outros trechos que julgar importantes.

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/mT2XN5X8v4q (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explore com seus alunos o tipo de linguagem utilizada pelas crianças indígenas.

Link do texto adaptado: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng

Acesso: 05/01/2019

Você acha o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande? Explique sua resposta.

O pouco uso de roupas mostra algo forte sobre as culturas indígenas?

O uso da rede, a construção de seus próprios brinquedos… o que isso nos conta da cultura Ikpeng?

Chame a atenção dos alunos para uso de telefone, relógio...

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada no povo Ikpeng?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Para você saber mais: Para mais informações sobre os Fulni-ô - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancosv (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre os atikum - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Atikum (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais dos Krenak - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais sobre o povo Ikpeng: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Slide Plano Aula

Orientações: Divida sua turma em 4 grupos. Explique aos alunos que cada grupo trabalhará com um texto ou vídeo de uma comunidade indígena de diferentes partes do país. Explore com os grupos os mapas localizando as comunidades que serão trabalhadas. É possível projetá-los e também usar o link de acesso para explorar amplamente cada um deles. Caso não possua projetor, use mapas, planisfério ou altas geográfico para essa identificação.

Esteja junto aos alunos nesse momento, para auxiliar na localização. Explore a diversidade de espaços ocupados pelos povos indígenas, aproveite o momento para discutir sobre como as comunidades indígenas diminuíram drasticamente no nosso território, algumas até desapareceram. Garanta que seu grupo compreenda que uma parcela grande de indígenas vive e atua em diferentes setores nas pequenas, médias e grandes cidades. Explique que aqueles que vivem em cidades menores, como os indígenas Karajá da cidade de Aruanã, contribuem de forma muito positiva para as comunidades ao redor seja por meio da troca cultural que estabelecem ou por meio dos produtos e alimentos que produzem e vendem nas redondezas. Discuta com seus alunos que muitos indígenas migram para as cidades em busca de novas oportunidades de vida, dessa forma, muitos saem de suas aldeias/comunidades para viver conforme os não indígenas. É importante que percebam que muitos sofrem por serem considerados “diferentes”.

Comente que sua integração muitas vezes não ocorre da forma esperada e costuma vir carregada de preconceitos, violência, falta de oportunidades, etc. Os indígenas costumam carregar uma marca marginalizada. Marca essa trazida desde a chegada dos colonizadores.

Explique aos alunos que ao finalizar o trabalho com textos e vídeos, é necessário montar uma apresentação a partir das percepções do grupo. Deixe em uma mesa a parte materiais como cartolinas, canetas hidrocor, tiras de papel colorido, folhas sulfite, giz de cera e, caso tenha, disponível, computador com programa de PowerPoint.

Parte 2- Trabalho em grupo - Sugestão - 20 minutos de trabalho

Acesse o link https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xxSWYe5bpDfXaBNhEHkEUnZSq9JGy66vc8H8GWngYts7vB5KpeVaHyGMz2eP/his4-03und01-textos-problematizacao.pdf

para ter acesso aos textos de trabalho desta aula.

Entregue para cada um dos grupos uma ou mais cópias do material referente ao trabalho a ser realizado. Para os grupos que assistirão aos vídeos é indicado o uso de um computador por grupo com os links já abertos. Explique aos alunos que será necessária uma leitura detalhada dos textos, a fim de que identifiquem as principais características culturais de cada uma das comunidades indígenas e outras características ligadas a cultura dos não indígenas, buscando identificar como esses povos se adaptaram para viver nas cidades. Como essas cidades se adaptaram para receber esses povos ou como eles tiveram que se adaptar a ela.

Faça um rodízio entre cada um dos grupos e discuta com os alunos aspectos característicos das culturas dos povos indígenas e não indígenas. Neste momento valorize os mais diferentes aspectos culturais indígenas que foram apropriados pelos não índios, percebendo que cada povo possui modos de vida diferentes. Caso queira, acesse a aula HIS4_01UND03 para ampliar as discussões sobre o tema.

Texto 1 - Fulni-ô

Antes de iniciar o trabalho com esse texto, leia o material completo aqui: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancos (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/esesvMR1n2w (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Fulni-ô por meio da exploração do texto anexo.

Pergunte aos alunos sobre a manutenção da língua dos Fulni-ô:

Qual a relação da preservação da língua com a cultura desse povo?

Será que sua convivência com os povos da cidade é muito grande?

Qual a importância do ritual Ouricuri para essa comunidade?

Quais aspectos da cultura Fulni-ô foram mantidos por essa comunidade?

Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Eles são importantes para os povos da cidade?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Quais problemas pode enfrentar um indígena que veio morar na cidade?

Texto 2 - Atikum

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/GLGYA2QQ4N92 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Atikum por meio da exploração do texto anexo. Explore partes do texto que mostram a miscigenação desse povo e aspectos menos comuns às outras comunidades indígenas.

Se possível leve fotos ou projete imagens sobre esse povo a fim de que os alunos identifiquem características de um povo mais miscigenado.

Questione aos alunos:

Quais aspectos das culturas indígenas foram mantidos por essa comunidade?
Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?
Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Há muitos aspectos preservados?

A língua é um marco cultural do povo Atikum?
A cidade é importante para esse povo?
Eles são importantes para os povos da cidade?
O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 1 - Krenak

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Krenak por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - http://g1.globo.com/minas-gerais/videos/t/todos-os-videos/v/no-dia-do-indio-conheca-a-historia-da-tribo-krenak-em-resplendor/6675242/ (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/vFJ2w72tg4R2 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Exclua parte inicial do vídeo e explique aos alunos que não há de se comemorar o “dia do índio”. Explique ao grupo que os indígenas foram os primeiros povos a viverem no Brasil e, portanto, são povos que devem ser respeitados e reservados a eles todos os direitos de qualquer cidadão comum. Explique sobre o “dia do índio”

“O Dia do Índio é comemorado em 19 de abril no Brasil para lembrar a data histórica de 1940, quando se deu o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. O evento quase fracassou nos dias de abertura, mas teve sucesso no dia 19, assim que as lideranças indígenas deixaram a desconfiança e o medo de lado e apareceram para discutir seus direitos, em um encontro marcante.
Por ocasião da data, é comum encontrar nas escolas comemorações com fantasias, crianças pintadas, música e atividades culturais. No entanto, especialistas questionam a maneira como algumas dessas práticas são conduzidas e afirmam que, além de reproduzir antigos preconceitos e estereótipos, não geram aprendizagem alguma. “O índigena trabalhado em sala de aula hoje é, muitas vezes, aquele indígena de 1500 e parece que ele só se mantém índio se permanecer daquele modo. É preciso mostrar que o índio é contemporâneo e tem os mesmos direitos que muitos de nós, ‘brancos'”, diz a coordenadora de Educação Indígena no Acre, Maria do Socorro de Oliveira.”

http://revistapontocom.org.br/materias/o-que-nao-fazer-no-dia-do-indio (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explique ao alunos que a comunidade indígena Krenak, antigos botocudos, vive às margens do Rio Doce, mas que, devido a um terrível desastre na barragem do Fundão no distrito de Bento Rodrigues em 2015, a vida da comunidade foi gravemente afetada, assim como todas as comunidades ao redor e aquelas que dependiam das águas do Rio Doce. Há mais de três anos, os rejeitos da Mineração romperam a barragem e destruíram terrenos, deixaram pessoas desabrigadas, mataram animais e deixaram o Rio Doce completamente poluído.

Na sequência explore o vídeo e faça alguns questionamentos:

Você acha que o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande?

O que pode ser dito a respeito da língua falada por esse povo?

É possível perceber características dos antigos botocudos?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada nos Krenak?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 2 - Ikpeng

Aqui pretende-se mostrar um pouco das culturas dos indígenas por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=28r1cj0xwEs (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Sugere-se a projeção do vídeo nos seguintes tempos:

20” a 1’02”
6’15” a 7’40”
23’22” até 29’45”

Utilize outros trechos que julgar importantes.

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/mT2XN5X8v4q (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explore com seus alunos o tipo de linguagem utilizada pelas crianças indígenas.

Link do texto adaptado: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng

Acesso: 05/01/2019

Você acha o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande? Explique sua resposta.

O pouco uso de roupas mostra algo forte sobre as culturas indígenas?

O uso da rede, a construção de seus próprios brinquedos… o que isso nos conta da cultura Ikpeng?

Chame a atenção dos alunos para uso de telefone, relógio...

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada no povo Ikpeng?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Para você saber mais: Para mais informações sobre os Fulni-ô - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancosv (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre os atikum - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Atikum (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais dos Krenak - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais sobre o povo Ikpeng: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Slide Plano Aula

Orientações: Divida sua turma em 4 grupos. Explique aos alunos que cada grupo trabalhará com um texto ou vídeo de uma comunidade indígena de diferentes partes do país. Explore com os grupos os mapas localizando as comunidades que serão trabalhadas. É possível projetá-los e também usar o link de acesso para explorar amplamente cada um deles. Caso não possua projetor, use mapas, planisfério ou altas geográfico para essa identificação.

Esteja junto aos alunos nesse momento, para auxiliar na localização. Explore a diversidade de espaços ocupados pelos povos indígenas, aproveite o momento para discutir sobre como as comunidades indígenas diminuíram drasticamente no nosso território, algumas até desapareceram. Garanta que seu grupo compreenda que uma parcela grande de indígenas vive e atua em diferentes setores nas pequenas, médias e grandes cidades. Explique que aqueles que vivem em cidades menores, como os indígenas Karajá da cidade de Aruanã, contribuem de forma muito positiva para as comunidades ao redor seja por meio da troca cultural que estabelecem ou por meio dos produtos e alimentos que produzem e vendem nas redondezas. Discuta com seus alunos que muitos indígenas migram para as cidades em busca de novas oportunidades de vida, dessa forma, muitos saem de suas aldeias/comunidades para viver conforme os não indígenas. É importante que percebam que muitos sofrem por serem considerados “diferentes”.

Comente que sua integração muitas vezes não ocorre da forma esperada e costuma vir carregada de preconceitos, violência, falta de oportunidades, etc. Os indígenas costumam carregar uma marca marginalizada. Marca essa trazida desde a chegada dos colonizadores.

Explique aos alunos que ao finalizar o trabalho com textos e vídeos, é necessário montar uma apresentação a partir das percepções do grupo. Deixe em uma mesa a parte materiais como cartolinas, canetas hidrocor, tiras de papel colorido, folhas sulfite, giz de cera e, caso tenha, disponível, computador com programa de PowerPoint.

Parte 2- Trabalho em grupo - Sugestão - 20 minutos de trabalho

Acesse o link https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xxSWYe5bpDfXaBNhEHkEUnZSq9JGy66vc8H8GWngYts7vB5KpeVaHyGMz2eP/his4-03und01-textos-problematizacao.pdf

para ter acesso aos textos de trabalho desta aula.

Entregue para cada um dos grupos uma ou mais cópias do material referente ao trabalho a ser realizado. Para os grupos que assistirão aos vídeos é indicado o uso de um computador por grupo com os links já abertos. Explique aos alunos que será necessária uma leitura detalhada dos textos, a fim de que identifiquem as principais características culturais de cada uma das comunidades indígenas e outras características ligadas a cultura dos não indígenas, buscando identificar como esses povos se adaptaram para viver nas cidades. Como essas cidades se adaptaram para receber esses povos ou como eles tiveram que se adaptar a ela.

Faça um rodízio entre cada um dos grupos e discuta com os alunos aspectos característicos das culturas dos povos indígenas e não indígenas. Neste momento valorize os mais diferentes aspectos culturais indígenas que foram apropriados pelos não índios, percebendo que cada povo possui modos de vida diferentes. Caso queira, acesse a aula HIS4_01UND03 para ampliar as discussões sobre o tema.

Texto 1 - Fulni-ô

Antes de iniciar o trabalho com esse texto, leia o material completo aqui: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancos (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/esesvMR1n2w (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Fulni-ô por meio da exploração do texto anexo.

Pergunte aos alunos sobre a manutenção da língua dos Fulni-ô:

Qual a relação da preservação da língua com a cultura desse povo?

Será que sua convivência com os povos da cidade é muito grande?

Qual a importância do ritual Ouricuri para essa comunidade?

Quais aspectos da cultura Fulni-ô foram mantidos por essa comunidade?

Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Eles são importantes para os povos da cidade?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Quais problemas pode enfrentar um indígena que veio morar na cidade?

Texto 2 - Atikum

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/GLGYA2QQ4N92 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Atikum por meio da exploração do texto anexo. Explore partes do texto que mostram a miscigenação desse povo e aspectos menos comuns às outras comunidades indígenas.

Se possível leve fotos ou projete imagens sobre esse povo a fim de que os alunos identifiquem características de um povo mais miscigenado.

Questione aos alunos:

Quais aspectos das culturas indígenas foram mantidos por essa comunidade?
Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?
Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Há muitos aspectos preservados?

A língua é um marco cultural do povo Atikum?
A cidade é importante para esse povo?
Eles são importantes para os povos da cidade?
O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 1 - Krenak

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Krenak por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - http://g1.globo.com/minas-gerais/videos/t/todos-os-videos/v/no-dia-do-indio-conheca-a-historia-da-tribo-krenak-em-resplendor/6675242/ (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/vFJ2w72tg4R2 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Exclua parte inicial do vídeo e explique aos alunos que não há de se comemorar o “dia do índio”. Explique ao grupo que os indígenas foram os primeiros povos a viverem no Brasil e, portanto, são povos que devem ser respeitados e reservados a eles todos os direitos de qualquer cidadão comum. Explique sobre o “dia do índio”

“O Dia do Índio é comemorado em 19 de abril no Brasil para lembrar a data histórica de 1940, quando se deu o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. O evento quase fracassou nos dias de abertura, mas teve sucesso no dia 19, assim que as lideranças indígenas deixaram a desconfiança e o medo de lado e apareceram para discutir seus direitos, em um encontro marcante.
Por ocasião da data, é comum encontrar nas escolas comemorações com fantasias, crianças pintadas, música e atividades culturais. No entanto, especialistas questionam a maneira como algumas dessas práticas são conduzidas e afirmam que, além de reproduzir antigos preconceitos e estereótipos, não geram aprendizagem alguma. “O índigena trabalhado em sala de aula hoje é, muitas vezes, aquele indígena de 1500 e parece que ele só se mantém índio se permanecer daquele modo. É preciso mostrar que o índio é contemporâneo e tem os mesmos direitos que muitos de nós, ‘brancos'”, diz a coordenadora de Educação Indígena no Acre, Maria do Socorro de Oliveira.”

http://revistapontocom.org.br/materias/o-que-nao-fazer-no-dia-do-indio (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explique ao alunos que a comunidade indígena Krenak, antigos botocudos, vive às margens do Rio Doce, mas que, devido a um terrível desastre na barragem do Fundão no distrito de Bento Rodrigues em 2015, a vida da comunidade foi gravemente afetada, assim como todas as comunidades ao redor e aquelas que dependiam das águas do Rio Doce. Há mais de três anos, os rejeitos da Mineração romperam a barragem e destruíram terrenos, deixaram pessoas desabrigadas, mataram animais e deixaram o Rio Doce completamente poluído.

Na sequência explore o vídeo e faça alguns questionamentos:

Você acha que o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande?

O que pode ser dito a respeito da língua falada por esse povo?

É possível perceber características dos antigos botocudos?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada nos Krenak?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 2 - Ikpeng

Aqui pretende-se mostrar um pouco das culturas dos indígenas por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=28r1cj0xwEs (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Sugere-se a projeção do vídeo nos seguintes tempos:

20” a 1’02”
6’15” a 7’40”
23’22” até 29’45”

Utilize outros trechos que julgar importantes.

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/mT2XN5X8v4q (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explore com seus alunos o tipo de linguagem utilizada pelas crianças indígenas.

Link do texto adaptado: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng

Acesso: 05/01/2019

Você acha o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande? Explique sua resposta.

O pouco uso de roupas mostra algo forte sobre as culturas indígenas?

O uso da rede, a construção de seus próprios brinquedos… o que isso nos conta da cultura Ikpeng?

Chame a atenção dos alunos para uso de telefone, relógio...

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada no povo Ikpeng?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Para você saber mais: Para mais informações sobre os Fulni-ô - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancosv (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre os atikum - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Atikum (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais dos Krenak - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais sobre o povo Ikpeng: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Slide Plano Aula

Orientações: Divida sua turma em 4 grupos. Explique aos alunos que cada grupo trabalhará com um texto ou vídeo de uma comunidade indígena de diferentes partes do país. Explore com os grupos os mapas localizando as comunidades que serão trabalhadas. É possível projetá-los e também usar o link de acesso para explorar amplamente cada um deles. Caso não possua projetor, use mapas, planisfério ou altas geográfico para essa identificação.

Esteja junto aos alunos nesse momento, para auxiliar na localização. Explore a diversidade de espaços ocupados pelos povos indígenas, aproveite o momento para discutir sobre como as comunidades indígenas diminuíram drasticamente no nosso território, algumas até desapareceram. Garanta que seu grupo compreenda que uma parcela grande de indígenas vive e atua em diferentes setores nas pequenas, médias e grandes cidades. Explique que aqueles que vivem em cidades menores, como os indígenas Karajá da cidade de Aruanã, contribuem de forma muito positiva para as comunidades ao redor seja por meio da troca cultural que estabelecem ou por meio dos produtos e alimentos que produzem e vendem nas redondezas. Discuta com seus alunos que muitos indígenas migram para as cidades em busca de novas oportunidades de vida, dessa forma, muitos saem de suas aldeias/comunidades para viver conforme os não indígenas. É importante que percebam que muitos sofrem por serem considerados “diferentes”.

Comente que sua integração muitas vezes não ocorre da forma esperada e costuma vir carregada de preconceitos, violência, falta de oportunidades, etc. Os indígenas costumam carregar uma marca marginalizada. Marca essa trazida desde a chegada dos colonizadores.

Explique aos alunos que ao finalizar o trabalho com textos e vídeos, é necessário montar uma apresentação a partir das percepções do grupo. Deixe em uma mesa a parte materiais como cartolinas, canetas hidrocor, tiras de papel colorido, folhas sulfite, giz de cera e, caso tenha, disponível, computador com programa de PowerPoint.

Parte 2- Trabalho em grupo - Sugestão - 20 minutos de trabalho

Acesse o link https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xxSWYe5bpDfXaBNhEHkEUnZSq9JGy66vc8H8GWngYts7vB5KpeVaHyGMz2eP/his4-03und01-textos-problematizacao.pdf

para ter acesso aos textos de trabalho desta aula.

Entregue para cada um dos grupos uma ou mais cópias do material referente ao trabalho a ser realizado. Para os grupos que assistirão aos vídeos é indicado o uso de um computador por grupo com os links já abertos. Explique aos alunos que será necessária uma leitura detalhada dos textos, a fim de que identifiquem as principais características culturais de cada uma das comunidades indígenas e outras características ligadas a cultura dos não indígenas, buscando identificar como esses povos se adaptaram para viver nas cidades. Como essas cidades se adaptaram para receber esses povos ou como eles tiveram que se adaptar a ela.

Faça um rodízio entre cada um dos grupos e discuta com os alunos aspectos característicos das culturas dos povos indígenas e não indígenas. Neste momento valorize os mais diferentes aspectos culturais indígenas que foram apropriados pelos não índios, percebendo que cada povo possui modos de vida diferentes. Caso queira, acesse a aula HIS4_01UND03 para ampliar as discussões sobre o tema.

Texto 1 - Fulni-ô

Antes de iniciar o trabalho com esse texto, leia o material completo aqui: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancos (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/esesvMR1n2w (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Fulni-ô por meio da exploração do texto anexo.

Pergunte aos alunos sobre a manutenção da língua dos Fulni-ô:

Qual a relação da preservação da língua com a cultura desse povo?

Será que sua convivência com os povos da cidade é muito grande?

Qual a importância do ritual Ouricuri para essa comunidade?

Quais aspectos da cultura Fulni-ô foram mantidos por essa comunidade?

Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Eles são importantes para os povos da cidade?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Quais problemas pode enfrentar um indígena que veio morar na cidade?

Texto 2 - Atikum

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/GLGYA2QQ4N92 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Atikum por meio da exploração do texto anexo. Explore partes do texto que mostram a miscigenação desse povo e aspectos menos comuns às outras comunidades indígenas.

Se possível leve fotos ou projete imagens sobre esse povo a fim de que os alunos identifiquem características de um povo mais miscigenado.

Questione aos alunos:

Quais aspectos das culturas indígenas foram mantidos por essa comunidade?
Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?
Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Há muitos aspectos preservados?

A língua é um marco cultural do povo Atikum?
A cidade é importante para esse povo?
Eles são importantes para os povos da cidade?
O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 1 - Krenak

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Krenak por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - http://g1.globo.com/minas-gerais/videos/t/todos-os-videos/v/no-dia-do-indio-conheca-a-historia-da-tribo-krenak-em-resplendor/6675242/ (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/vFJ2w72tg4R2 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Exclua parte inicial do vídeo e explique aos alunos que não há de se comemorar o “dia do índio”. Explique ao grupo que os indígenas foram os primeiros povos a viverem no Brasil e, portanto, são povos que devem ser respeitados e reservados a eles todos os direitos de qualquer cidadão comum. Explique sobre o “dia do índio”

“O Dia do Índio é comemorado em 19 de abril no Brasil para lembrar a data histórica de 1940, quando se deu o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. O evento quase fracassou nos dias de abertura, mas teve sucesso no dia 19, assim que as lideranças indígenas deixaram a desconfiança e o medo de lado e apareceram para discutir seus direitos, em um encontro marcante.
Por ocasião da data, é comum encontrar nas escolas comemorações com fantasias, crianças pintadas, música e atividades culturais. No entanto, especialistas questionam a maneira como algumas dessas práticas são conduzidas e afirmam que, além de reproduzir antigos preconceitos e estereótipos, não geram aprendizagem alguma. “O índigena trabalhado em sala de aula hoje é, muitas vezes, aquele indígena de 1500 e parece que ele só se mantém índio se permanecer daquele modo. É preciso mostrar que o índio é contemporâneo e tem os mesmos direitos que muitos de nós, ‘brancos'”, diz a coordenadora de Educação Indígena no Acre, Maria do Socorro de Oliveira.”

http://revistapontocom.org.br/materias/o-que-nao-fazer-no-dia-do-indio (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explique ao alunos que a comunidade indígena Krenak, antigos botocudos, vive às margens do Rio Doce, mas que, devido a um terrível desastre na barragem do Fundão no distrito de Bento Rodrigues em 2015, a vida da comunidade foi gravemente afetada, assim como todas as comunidades ao redor e aquelas que dependiam das águas do Rio Doce. Há mais de três anos, os rejeitos da Mineração romperam a barragem e destruíram terrenos, deixaram pessoas desabrigadas, mataram animais e deixaram o Rio Doce completamente poluído.

Na sequência explore o vídeo e faça alguns questionamentos:

Você acha que o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande?

O que pode ser dito a respeito da língua falada por esse povo?

É possível perceber características dos antigos botocudos?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada nos Krenak?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 2 - Ikpeng

Aqui pretende-se mostrar um pouco das culturas dos indígenas por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=28r1cj0xwEs (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Sugere-se a projeção do vídeo nos seguintes tempos:

20” a 1’02”
6’15” a 7’40”
23’22” até 29’45”

Utilize outros trechos que julgar importantes.

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/mT2XN5X8v4q (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explore com seus alunos o tipo de linguagem utilizada pelas crianças indígenas.

Link do texto adaptado: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng

Acesso: 05/01/2019

Você acha o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande? Explique sua resposta.

O pouco uso de roupas mostra algo forte sobre as culturas indígenas?

O uso da rede, a construção de seus próprios brinquedos… o que isso nos conta da cultura Ikpeng?

Chame a atenção dos alunos para uso de telefone, relógio...

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada no povo Ikpeng?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Para você saber mais: Para mais informações sobre os Fulni-ô - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancosv (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre os atikum - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Atikum (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais dos Krenak - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais sobre o povo Ikpeng: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Slide Plano Aula

Orientações: Divida sua turma em 4 grupos. Explique aos alunos que cada grupo trabalhará com um texto ou vídeo de uma comunidade indígena de diferentes partes do país. Explore com os grupos os mapas localizando as comunidades que serão trabalhadas. É possível projetá-los e também usar o link de acesso para explorar amplamente cada um deles. Caso não possua projetor, use mapas, planisfério ou altas geográfico para essa identificação.

Esteja junto aos alunos nesse momento, para auxiliar na localização. Explore a diversidade de espaços ocupados pelos povos indígenas, aproveite o momento para discutir sobre como as comunidades indígenas diminuíram drasticamente no nosso território, algumas até desapareceram. Garanta que seu grupo compreenda que uma parcela grande de indígenas vive e atua em diferentes setores nas pequenas, médias e grandes cidades. Explique que aqueles que vivem em cidades menores, como os indígenas Karajá da cidade de Aruanã, contribuem de forma muito positiva para as comunidades ao redor seja por meio da troca cultural que estabelecem ou por meio dos produtos e alimentos que produzem e vendem nas redondezas. Discuta com seus alunos que muitos indígenas migram para as cidades em busca de novas oportunidades de vida, dessa forma, muitos saem de suas aldeias/comunidades para viver conforme os não indígenas. É importante que percebam que muitos sofrem por serem considerados “diferentes”.

Comente que sua integração muitas vezes não ocorre da forma esperada e costuma vir carregada de preconceitos, violência, falta de oportunidades, etc. Os indígenas costumam carregar uma marca marginalizada. Marca essa trazida desde a chegada dos colonizadores.

Explique aos alunos que ao finalizar o trabalho com textos e vídeos, é necessário montar uma apresentação a partir das percepções do grupo. Deixe em uma mesa a parte materiais como cartolinas, canetas hidrocor, tiras de papel colorido, folhas sulfite, giz de cera e, caso tenha, disponível, computador com programa de PowerPoint.

Parte 2- Trabalho em grupo - Sugestão - 20 minutos de trabalho

Acesse o link https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xxSWYe5bpDfXaBNhEHkEUnZSq9JGy66vc8H8GWngYts7vB5KpeVaHyGMz2eP/his4-03und01-textos-problematizacao.pdf

para ter acesso aos textos de trabalho desta aula.

Entregue para cada um dos grupos uma ou mais cópias do material referente ao trabalho a ser realizado. Para os grupos que assistirão aos vídeos é indicado o uso de um computador por grupo com os links já abertos. Explique aos alunos que será necessária uma leitura detalhada dos textos, a fim de que identifiquem as principais características culturais de cada uma das comunidades indígenas e outras características ligadas a cultura dos não indígenas, buscando identificar como esses povos se adaptaram para viver nas cidades. Como essas cidades se adaptaram para receber esses povos ou como eles tiveram que se adaptar a ela.

Faça um rodízio entre cada um dos grupos e discuta com os alunos aspectos característicos das culturas dos povos indígenas e não indígenas. Neste momento valorize os mais diferentes aspectos culturais indígenas que foram apropriados pelos não índios, percebendo que cada povo possui modos de vida diferentes. Caso queira, acesse a aula HIS4_01UND03 para ampliar as discussões sobre o tema.

Texto 1 - Fulni-ô

Antes de iniciar o trabalho com esse texto, leia o material completo aqui: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancos (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/esesvMR1n2w (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Fulni-ô por meio da exploração do texto anexo.

Pergunte aos alunos sobre a manutenção da língua dos Fulni-ô:

Qual a relação da preservação da língua com a cultura desse povo?

Será que sua convivência com os povos da cidade é muito grande?

Qual a importância do ritual Ouricuri para essa comunidade?

Quais aspectos da cultura Fulni-ô foram mantidos por essa comunidade?

Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Eles são importantes para os povos da cidade?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Quais problemas pode enfrentar um indígena que veio morar na cidade?

Texto 2 - Atikum

Link para exploração do mapa - https://goo.gl/maps/GLGYA2QQ4N92 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Atikum por meio da exploração do texto anexo. Explore partes do texto que mostram a miscigenação desse povo e aspectos menos comuns às outras comunidades indígenas.

Se possível leve fotos ou projete imagens sobre esse povo a fim de que os alunos identifiquem características de um povo mais miscigenado.

Questione aos alunos:

Quais aspectos das culturas indígenas foram mantidos por essa comunidade?
Quais hábitos dos povos das cidades é possível identificar?
Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Há muitos aspectos preservados?

A língua é um marco cultural do povo Atikum?
A cidade é importante para esse povo?
Eles são importantes para os povos da cidade?
O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 1 - Krenak

Aqui pretende-se mostrar um pouco da cultura dos indígenas Krenak por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - http://g1.globo.com/minas-gerais/videos/t/todos-os-videos/v/no-dia-do-indio-conheca-a-historia-da-tribo-krenak-em-resplendor/6675242/ (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/vFJ2w72tg4R2 (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Exclua parte inicial do vídeo e explique aos alunos que não há de se comemorar o “dia do índio”. Explique ao grupo que os indígenas foram os primeiros povos a viverem no Brasil e, portanto, são povos que devem ser respeitados e reservados a eles todos os direitos de qualquer cidadão comum. Explique sobre o “dia do índio”

“O Dia do Índio é comemorado em 19 de abril no Brasil para lembrar a data histórica de 1940, quando se deu o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. O evento quase fracassou nos dias de abertura, mas teve sucesso no dia 19, assim que as lideranças indígenas deixaram a desconfiança e o medo de lado e apareceram para discutir seus direitos, em um encontro marcante.
Por ocasião da data, é comum encontrar nas escolas comemorações com fantasias, crianças pintadas, música e atividades culturais. No entanto, especialistas questionam a maneira como algumas dessas práticas são conduzidas e afirmam que, além de reproduzir antigos preconceitos e estereótipos, não geram aprendizagem alguma. “O índigena trabalhado em sala de aula hoje é, muitas vezes, aquele indígena de 1500 e parece que ele só se mantém índio se permanecer daquele modo. É preciso mostrar que o índio é contemporâneo e tem os mesmos direitos que muitos de nós, ‘brancos'”, diz a coordenadora de Educação Indígena no Acre, Maria do Socorro de Oliveira.”

http://revistapontocom.org.br/materias/o-que-nao-fazer-no-dia-do-indio (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explique ao alunos que a comunidade indígena Krenak, antigos botocudos, vive às margens do Rio Doce, mas que, devido a um terrível desastre na barragem do Fundão no distrito de Bento Rodrigues em 2015, a vida da comunidade foi gravemente afetada, assim como todas as comunidades ao redor e aquelas que dependiam das águas do Rio Doce. Há mais de três anos, os rejeitos da Mineração romperam a barragem e destruíram terrenos, deixaram pessoas desabrigadas, mataram animais e deixaram o Rio Doce completamente poluído.

Na sequência explore o vídeo e faça alguns questionamentos:

Você acha que o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande?

O que pode ser dito a respeito da língua falada por esse povo?

É possível perceber características dos antigos botocudos?

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada nos Krenak?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Vídeo 2 - Ikpeng

Aqui pretende-se mostrar um pouco das culturas dos indígenas por meio da exploração do vídeo anexo.

Link para a projeção do vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=28r1cj0xwEs (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Sugere-se a projeção do vídeo nos seguintes tempos:

20” a 1’02”
6’15” a 7’40”
23’22” até 29’45”

Utilize outros trechos que julgar importantes.

Link para exploração do mapa -https://goo.gl/maps/mT2XN5X8v4q (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Explore com seus alunos o tipo de linguagem utilizada pelas crianças indígenas.

Link do texto adaptado: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng

Acesso: 05/01/2019

Você acha o contato dessa comunidade com os povos das cidades é grande? Explique sua resposta.

O pouco uso de roupas mostra algo forte sobre as culturas indígenas?

O uso da rede, a construção de seus próprios brinquedos… o que isso nos conta da cultura Ikpeng?

Chame a atenção dos alunos para uso de telefone, relógio...

Em que aspectos essa comunidade sofreu influências? Quais aspectos de sua cultura foram amplamente preservados?

A cidade é importante para esse povo?

Há muito das culturas indígenas preservada no povo Ikpeng?

O que muda nas cidades que possuem comunidades indígenas tão próximas?

Para você saber mais: Para mais informações sobre os Fulni-ô - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Fulni-%C3%B4#Os_Fulni-.C3.B4_no_mundo_dos_brancosv (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para mais informações sobre os atikum - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Atikum (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais dos Krenak - https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Krenak (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Para saber mais sobre o povo Ikpeng: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Ikpeng (Acesso em 26 de fevereiro de 2019)

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Projete o slide, mas caso não tenha recursos, leia as informações para os alunos.

Proponha o desafio:

Agora que vocês conhecem um pouco da vida de alguns povos indígenas, que vivem nas proximidades de grandes cidades, e representaram essas aprendizagem de formas diferentes é hora de socializar sua aprendizagem.

Peça para que cada grupo eleja, no máximo, dois representantes para apresentar suas descobertas. Valorize aspectos culturais que foram mantidos pelas comunidades através dos tempos, leve os alunos a perceberem aquela comunidade que apresenta o modo de vida que mais se aproxima com aqueles não indígenas. Oriente o grupo a perceber o uso sustentável que todas as comunidades fazem da natureza, seus rituais típicos, a produção de objetos artesanais para a manutenção da sua economia... Verifique com o grupo como a vida em meio às cidades pode facilitar e contribuir para a melhoria da vida dos indígenas e como eles, vivendo em meio as cidades podem contribuir para a manutenção de áreas de preservação e para a vida das comunidades locais por meio de sua agricultura e artesanato. Evidencie também que em meio às cidades, indígenas de diferentes povos integram as escolas, universidades, postos de trabalho, serviços públicos, vida política…

Retome com o grupo o fato de que ainda há dificuldade encontrada pelos indígenas que vivem nas cidades, procure mostrar aos alunos que embora nos últimos anos algumas medidas tenham sido tomadas para a manutenção de terras e reservas indígenas, ampliação de direitos, participação na vida política, etc., ainda há muito a ser conquistado e para isso é preciso conscientização e participação de toda a população.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Transformações e permanências nas trajetórias dos grupos humanos do 4º ano :

MAIS AULAS DE História do 4º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF04HI03 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano