16448
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 9º ano > A história recente

Plano de aula - As políticas econômicas adotadas na América Latina no pós-guerra fria

Plano de aula de História com atividades para 9º ano do EF sobre As políticas econômicas adotadas na América Latina no pós-guerra fria

Plano 03 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Monaquelly Carmo De Jesus

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09HI34 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Cópias impressas dos textos ou projetor para projeção;

Material complementar:

Texto sobre Política Econômica para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/wAv7Uwq8JfQSpeHS4kuBkcverR97bXwwGPtuRYU88eV4b8wmPxGjhCZcts9g/his9-34und03-contexto-o-que-e-politica-economica.pdf

Texto “Consenso de Washington” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YscS3kXb644hXAxeuK3sMuP6k9c7Yg8wesPjJ33ssMSCDqv9b5gMafpvDwgr/his9-34und03-problematizacao-1-consenso-de-washington.pdf

Texto “Colômbia nos anos 1990” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/h4HjnMvaJP7bHfAQZTHbgQ6pvePrCfTF925H5HF2BGKtw6EbsqjEWnA3Zgs4/his9-34und03-problematizacao-2-colombia-nos-anos-1990.pdf

Texto O programa “Agenda Venezuela” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xSGUGnvDH5ZfSsRJ2jFNC7hAwaxYTq2sBbrmWwXVn4G2MnGgXcJ22Vh4SK3a/his9-34und03-problematizacao-3-o-programa-agenda-venezuela.pdf

Texto “Os programas de austeridade fiscal argentinos” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/dPXtz4wwJgRP4cgbUS6aUpvrerQst5wtrRZgxbgrfr2RPBvtstsw58YUPbfh/his9-34und03-problematizacao-4-os-programas-de-austeridade-fiscal-argentinos.pdf

Para que os alunos aprendam a interpretar fontes históricas, é muito importante que você não forneça a eles as informações básicas sobre a fonte histórica antes da leitura de cada uma delas. Não comece a aula com uma exposição sobre o contexto histórico desses documentos, pois isso os impediria de construir o contexto com base nas fontes, que é o objetivo central da aula de História.

Para você saber mais:

  • Política econômica

FERREIRA, Lucas; NAPOLEÃO, Fábio. Um balanço da economia argentina nos anos 1990/2000: do retrocesso ao crescimento. Disponível em: <http://observatoriogeograficoamericalatina.org.mx/egal12/Geografiasocioeconomica/Geografiaeconomica/05.pdf>. Acesso em: 07 dez. 2018

O que é política econômica?. Disponível em: <http://www2.unijui.edu.br/~castoldi/econo/Texto_5.pdf>. Acesso em: 07 dez. 2018

URIBE, Ramiro. La economia colombiana en la década de los noventa: dilema entre el mercado interno y el mercado internacional. In: Ensayos de Economia, 2001. Disponível em: <https://revistas.unal.edu.co/index.php/ede/article/viewFile/23943/24603> Acesso em: 07 dez. 2018

WILHELM, Vandiana. A Trajetória do Neoliberalismo na Venezuela e sua Conjuntura Atual: uma análise das políticas governamentais desencadeadas a partir do ano de 1998. In: Rebela: revista brasileira de estudos latino-americanos. v. 1, n. 2, out. 2011. Disponível em: <https://rebela.emnuvens.com.br/pc/article/viewFile/25/83> Acesso em: 07 dez. 2018.

ZAPATA, Carlos. Reformas económicas, políticas y sociales en Colombia en la década de los 90. Disponível em: <https://www.zonaeconomica.com/colombia/reformas> Acesso em: 07 dez. 2018

  • Consenso de Washington:

Consenso de Washington. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

PENA, R.F.A. Consenso de Washington. Mundo Educação. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo da aula para a turma. É muito importante começar com a apresentação do objetivo para que os estudantes entendam o que farão e compreendam onde se quer chegar ao fim da aula. Contudo, tome cuidado para, ao fazer isso, não antecipar respostas desde o começo. É necessário sempre garantir que os alunos construam o raciocínio por conta própria.

O objetivo desta aula é fazer com que os estudantes discutam sobre as consequências da influência neoliberal nas sociedades latino-americanas.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações: Divida a turma em grupos. Projete ou escreva no quadro a proposição acima. Em seguida, projete ou entregue impresso aos grupos o texto “O que é Política Econômica”.

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/wAv7Uwq8JfQSpeHS4kuBkcverR97bXwwGPtuRYU88eV4b8wmPxGjhCZcts9g/his9-34und03-contexto-o-que-e-politica-economica.pdf

Depois que tenham lido, escreva no quadro ou projete as perguntas (slide 6) e dê 7 minutos (ou quanto achar adequado) para que respondam. Depois de terminado o tempo, selecione ou solicite alunos para responder às perguntas para a classe.

Espera-se que percebam que as atividades econômicas não são autônomas, já que, segundo o texto, há um “conjunto de medidas tomadas pelo governo de um país com o objetivo de atuar e influir sobre” esses mecanismos. Para a segunda pergunta, espera-se que percebam que os cidadãos do país não se beneficiam igualmente dessas políticas, já que “essas medidas obedecem também a critérios de ordem política e social - na medida em que determinam, por exemplo, que segmentos da sociedade se beneficiarão das diretrizes econômicas emanadas do Estado.” Ainda no texto encontrarão que o grau de diversificação de sua economia, o grau de atuação dos grupos de pressão como os partidos, sindicatos, associações de classe e movimentos de opinião pública e a visão que os governantes têm do papel do Estado no conjunto da sociedade podem influenciar em qual vai ser a política econômica adotada. A resposta à pergunta “De que maneiras os países podem influenciar nas políticas econômicas uns dos outros?” não está diretamente no texto, mas os alunos podem inferir a partir da compreensão de que “os mecanismos de produção, distribuição e consumo de bens e serviços” estão diretamente relacionados ao comércio internacional e, por sua vez, às políticas econômicas desses países. Se não conseguirem, pergunte a eles o que acontece com a produção agropecuária e industrial brasileira (vendida para o mercado interno e também exportada) e chame à atenção deles que esses países que compram os produtos brasileiros também têm a suas próprias políticas econômicas.

Para você saber mais:

FERREIRA, Lucas; NAPOLEÃO, Fábio. Um balanço da economia argentina nos anos 1990/2000: do retrocesso ao crescimento. Disponível em: <http://observatoriogeograficoamericalatina.org.mx/egal12/Geografiasocioeconomica/Geografiaeconomica/05.pdf>. Acesso em: 07 dez. 2018

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Divida a turma em grupos. Projete ou escreva no quadro a proposição acima. Em seguida, projete ou entregue impresso aos grupos o texto “O que é Política Econômica”.

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/wAv7Uwq8JfQSpeHS4kuBkcverR97bXwwGPtuRYU88eV4b8wmPxGjhCZcts9g/his9-34und03-contexto-o-que-e-politica-economica.pdf

Depois que tenham lido, escreva no quadro ou projete as perguntas (slide 6) e dê 7 minutos (ou quanto achar adequado) para que respondam. Depois de terminado o tempo, selecione ou solicite alunos para responder às perguntas para a classe.

Espera-se que percebam que as atividades econômicas não são autônomas, já que, segundo o texto, há um “conjunto de medidas tomadas pelo governo de um país com o objetivo de atuar e influir sobre” esses mecanismos. Para a segunda pergunta, espera-se que percebam que os cidadãos do país não se beneficiam igualmente dessas políticas, já que “essas medidas obedecem também a critérios de ordem política e social - na medida em que determinam, por exemplo, que segmentos da sociedade se beneficiarão das diretrizes econômicas emanadas do Estado.” Ainda no texto encontrarão que o grau de diversificação de sua economia, o grau de atuação dos grupos de pressão como os partidos, sindicatos, associações de classe e movimentos de opinião pública e a visão que os governantes têm do papel do Estado no conjunto da sociedade podem influenciar em qual vai ser a política econômica adotada. A resposta à pergunta “De que maneiras os países podem influenciar nas políticas econômicas uns dos outros?” não está diretamente no texto, mas os alunos podem inferir a partir da compreensão de que “os mecanismos de produção, distribuição e consumo de bens e serviços” estão diretamente relacionados ao comércio internacional e, por sua vez, às políticas econômicas desses países. Se não conseguirem, pergunte a eles o que acontece com a produção agropecuária e industrial brasileira (vendida para o mercado interno e também exportada) e chame à atenção deles que esses países que compram os produtos brasileiros também têm a suas próprias políticas econômicas.

Para você saber mais:

FERREIRA, Lucas; NAPOLEÃO, Fábio. Um balanço da economia argentina nos anos 1990/2000: do retrocesso ao crescimento. Disponível em: <http://observatoriogeograficoamericalatina.org.mx/egal12/Geografiasocioeconomica/Geografiaeconomica/05.pdf>. Acesso em: 07 dez. 2018

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Divida a turma em grupos. Projete ou escreva no quadro a proposição acima. Em seguida, projete ou entregue impresso aos grupos o texto “O que é Política Econômica”.

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/wAv7Uwq8JfQSpeHS4kuBkcverR97bXwwGPtuRYU88eV4b8wmPxGjhCZcts9g/his9-34und03-contexto-o-que-e-politica-economica.pdf

Depois que tenham lido, escreva no quadro ou projete as perguntas (slide 6) e dê 7 minutos (ou quanto achar adequado) para que respondam. Depois de terminado o tempo, selecione ou solicite alunos para responder às perguntas para a classe.

Espera-se que percebam que as atividades econômicas não são autônomas, já que, segundo o texto, há um “conjunto de medidas tomadas pelo governo de um país com o objetivo de atuar e influir sobre” esses mecanismos. Para a segunda pergunta, espera-se que percebam que os cidadãos do país não se beneficiam igualmente dessas políticas, já que “essas medidas obedecem também a critérios de ordem política e social - na medida em que determinam, por exemplo, que segmentos da sociedade se beneficiarão das diretrizes econômicas emanadas do Estado.” Ainda no texto encontrarão que o grau de diversificação de sua economia, o grau de atuação dos grupos de pressão como os partidos, sindicatos, associações de classe e movimentos de opinião pública e a visão que os governantes têm do papel do Estado no conjunto da sociedade podem influenciar em qual vai ser a política econômica adotada. A resposta à pergunta “De que maneiras os países podem influenciar nas políticas econômicas uns dos outros?” não está diretamente no texto, mas os alunos podem inferir a partir da compreensão de que “os mecanismos de produção, distribuição e consumo de bens e serviços” estão diretamente relacionados ao comércio internacional e, por sua vez, às políticas econômicas desses países. Se não conseguirem, pergunte a eles o que acontece com a produção agropecuária e industrial brasileira (vendida para o mercado interno e também exportada) e chame à atenção deles que esses países que compram os produtos brasileiros também têm a suas próprias políticas econômicas.

Para você saber mais:

FERREIRA, Lucas; NAPOLEÃO, Fábio. Um balanço da economia argentina nos anos 1990/2000: do retrocesso ao crescimento. Disponível em: <http://observatoriogeograficoamericalatina.org.mx/egal12/Geografiasocioeconomica/Geografiaeconomica/05.pdf>. Acesso em: 07 dez. 2018

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Divida a turma em grupos. Projete ou escreva no quadro a proposição acima. Em seguida, projete ou entregue impresso aos grupos o texto “O que é Política Econômica”.

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/wAv7Uwq8JfQSpeHS4kuBkcverR97bXwwGPtuRYU88eV4b8wmPxGjhCZcts9g/his9-34und03-contexto-o-que-e-politica-economica.pdf

Depois que tenham lido, escreva no quadro ou projete as perguntas (slide 6) e dê 7 minutos (ou quanto achar adequado) para que respondam. Depois de terminado o tempo, selecione ou solicite alunos para responder às perguntas para a classe.

Espera-se que percebam que as atividades econômicas não são autônomas, já que, segundo o texto, há um “conjunto de medidas tomadas pelo governo de um país com o objetivo de atuar e influir sobre” esses mecanismos. Para a segunda pergunta, espera-se que percebam que os cidadãos do país não se beneficiam igualmente dessas políticas, já que “essas medidas obedecem também a critérios de ordem política e social - na medida em que determinam, por exemplo, que segmentos da sociedade se beneficiarão das diretrizes econômicas emanadas do Estado.” Ainda no texto encontrarão que o grau de diversificação de sua economia, o grau de atuação dos grupos de pressão como os partidos, sindicatos, associações de classe e movimentos de opinião pública e a visão que os governantes têm do papel do Estado no conjunto da sociedade podem influenciar em qual vai ser a política econômica adotada. A resposta à pergunta “De que maneiras os países podem influenciar nas políticas econômicas uns dos outros?” não está diretamente no texto, mas os alunos podem inferir a partir da compreensão de que “os mecanismos de produção, distribuição e consumo de bens e serviços” estão diretamente relacionados ao comércio internacional e, por sua vez, às políticas econômicas desses países. Se não conseguirem, pergunte a eles o que acontece com a produção agropecuária e industrial brasileira (vendida para o mercado interno e também exportada) e chame à atenção deles que esses países que compram os produtos brasileiros também têm a suas próprias políticas econômicas.

Para você saber mais:

FERREIRA, Lucas; NAPOLEÃO, Fábio. Um balanço da economia argentina nos anos 1990/2000: do retrocesso ao crescimento. Disponível em: <http://observatoriogeograficoamericalatina.org.mx/egal12/Geografiasocioeconomica/Geografiaeconomica/05.pdf>. Acesso em: 07 dez. 2018

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Permaneça com os alunos em grupos. Os grupos irão ler o texto do Consenso de Washington e compará-lo com os textos sobre políticas econômicas da Argentina, Colômbia e Venezuela, respondendo os questionamentos propostos em cada texto. A dinâmica para leitura dos textos poderá ser selecionada pelo professor levando-se em consideração a opção que julgar ser mais eficiente para sua turma:

Sugestão 1 - Os textos poderão ser projetados para todos os grupos, disponibilizando o tempo de 5 minutos para que possam realizar a leitura de cada texto e registro no caderno da resposta do questionamento realizado. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, almeja-se que todos os estudantes terão lido os quatro textos (Consenso de Washington, Argentina, Colômbia e Venezuela) e respondido os três questionamentos.

Sugestão 2 - Disponibilizar os quatro textos impressos aos grupos, informando que terão o tempo de 20 minutos para realizarem a leitura e registrarem nos cadernos as repostas dos três questionamentos realizados.

Sugestão 3 - Começar entregando um texto sobre o Consenso de Washington para cada grupo, dando 5 minutos para a leitura e discussão do texto. Depois poderá ser realizada a dinâmica de rotação por estações, que consiste em disponibilizar para cada grupo um texto diferente, informando que terão 5 minutos para realizarem a leitura, refletirem em equipe sobre o conteúdo e registrarem em seus cadernos a resposta do questionamento. Ao término dos 5 minutos, o professor deverá realizar a rotação dos textos, de maneira que cada grupo pegue um novo documento, disponibilizando em seguida mais 5 minutos para a leitura e registro da resposta do questionamento conforme orientação anterior. Com a finalização do tempo dessa segunda rodada, deverá ser realizado mais uma rotação, garantindo assim que todas as equipes leiam os três trechos. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, espera-se que todos os estudantes terão lido todos os textos e respondido os três questionamentos.

Independentemente da dinâmica selecionada para leitura do texto, o professor deverá ser bastante criterioso na questão do tempo, orientando os alunos que fiquem focados na realização das atividades propostas.

A fim de auxiliar o entendimento da metodologia de rotação por estações, indicamos o seguinte vídeo disponível na plataforma Youtube: Rotação por estações de aprendizagem. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=Oa9z3H1m3LM>. Acesso em: 25 de nov. de 2018.

Com respeito à política econômica colombiana, espera-se que o texto deixe claro que o país seguiu o Consenso de Washington quando cita o aumento das importações e, principalmente, na frase “ A implantação dos postulados neoliberais levou a uma série de reformas na Colômbia (políticas, econômicas e sociais).” Como consequências pode-se identificar a instabilidade da economia e a crise de 1998/1999. Com relação à Venezuela, percebe-se o aceite das proposições do Consenso porque houve a “redução dos gastos sociais, a abertura do setor petroleiro ao capital internacional, a privatização de empresas estatais, como a telefonia, e a liberalização de preços”. Como consequências o aumento exponencial da inflação e da população em situação de pobreza crítica. Já com respeito a Argentina, houve a implementação de programas de austeridade fiscal, envolvendo aumentos de tributos e cortes de gastos do governo, que resultou em agravamento da recessão, desemprego e desmantelamento de todos os setores da indústria nacional.

Texto “Consenso de Washington” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YscS3kXb644hXAxeuK3sMuP6k9c7Yg8wesPjJ33ssMSCDqv9b5gMafpvDwgr/his9-34und03-problematizacao-1-consenso-de-washington.pdf

Texto “Colômbia nos anos 1990” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/h4HjnMvaJP7bHfAQZTHbgQ6pvePrCfTF925H5HF2BGKtw6EbsqjEWnA3Zgs4/his9-34und03-problematizacao-2-colombia-nos-anos-1990.pdf

Texto O programa “Agenda Venezuela” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xSGUGnvDH5ZfSsRJ2jFNC7hAwaxYTq2sBbrmWwXVn4G2MnGgXcJ22Vh4SK3a/his9-34und03-problematizacao-3-o-programa-agenda-venezuela.pdf

Texto “Os programas de austeridade fiscal argentinos” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/dPXtz4wwJgRP4cgbUS6aUpvrerQst5wtrRZgxbgrfr2RPBvtstsw58YUPbfh/his9-34und03-problematizacao-4-os-programas-de-austeridade-fiscal-argentinos.pdf

Para você saber mais:

Consenso de Washington. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

PENA, R.F.A. Consenso de Washington. Mundo Educação. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Permaneça com os alunos em grupos. Os grupos irão ler o texto do Consenso de Washington e compará-lo com os textos sobre políticas econômicas da Argentina, Colômbia e Venezuela, respondendo os questionamentos propostos em cada texto. A dinâmica para leitura dos textos poderá ser selecionada pelo professor levando-se em consideração a opção que julgar ser mais eficiente para sua turma:

Sugestão 1 - Os textos poderão ser projetados para todos os grupos, disponibilizando o tempo de 5 minutos para que possam realizar a leitura de cada texto e registro no caderno da resposta do questionamento realizado. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, almeja-se que todos os estudantes terão lido os quatro textos (Consenso de Washington, Argentina, Colômbia e Venezuela) e respondido os três questionamentos.

Sugestão 2 - Disponibilizar os quatro textos impressos aos grupos, informando que terão o tempo de 20 minutos para realizarem a leitura e registrarem nos cadernos as repostas dos três questionamentos realizados.

Sugestão 3 - Começar entregando um texto sobre o Consenso de Washington para cada grupo, dando 5 minutos para a leitura e discussão do texto. Depois poderá ser realizada a dinâmica de rotação por estações, que consiste em disponibilizar para cada grupo um texto diferente, informando que terão 5 minutos para realizarem a leitura, refletirem em equipe sobre o conteúdo e registrarem em seus cadernos a resposta do questionamento. Ao término dos 5 minutos, o professor deverá realizar a rotação dos textos, de maneira que cada grupo pegue um novo documento, disponibilizando em seguida mais 5 minutos para a leitura e registro da resposta do questionamento conforme orientação anterior. Com a finalização do tempo dessa segunda rodada, deverá ser realizado mais uma rotação, garantindo assim que todas as equipes leiam os três trechos. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, espera-se que todos os estudantes terão lido todos os textos e respondido os três questionamentos.

Independentemente da dinâmica selecionada para leitura do texto, o professor deverá ser bastante criterioso na questão do tempo, orientando os alunos que fiquem focados na realização das atividades propostas.

A fim de auxiliar o entendimento da metodologia de rotação por estações, indicamos o seguinte vídeo disponível na plataforma Youtube: Rotação por estações de aprendizagem. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=Oa9z3H1m3LM>. Acesso em: 25 de nov. de 2018.

Com respeito à política econômica colombiana, espera-se que o texto deixe claro que o país seguiu o Consenso de Washington quando cita o aumento das importações e, principalmente, na frase “ A implantação dos postulados neoliberais levou a uma série de reformas na Colômbia (políticas, econômicas e sociais).” Como consequências pode-se identificar a instabilidade da economia e a crise de 1998/1999. Com relação à Venezuela, percebe-se o aceite das proposições do Consenso porque houve a “redução dos gastos sociais, a abertura do setor petroleiro ao capital internacional, a privatização de empresas estatais, como a telefonia, e a liberalização de preços”. Como consequências o aumento exponencial da inflação e da população em situação de pobreza crítica. Já com respeito a Argentina, houve a implementação de programas de austeridade fiscal, envolvendo aumentos de tributos e cortes de gastos do governo, que resultou em agravamento da recessão, desemprego e desmantelamento de todos os setores da indústria nacional.

Texto “Consenso de Washington” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YscS3kXb644hXAxeuK3sMuP6k9c7Yg8wesPjJ33ssMSCDqv9b5gMafpvDwgr/his9-34und03-problematizacao-1-consenso-de-washington.pdf

Texto “Colômbia nos anos 1990” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/h4HjnMvaJP7bHfAQZTHbgQ6pvePrCfTF925H5HF2BGKtw6EbsqjEWnA3Zgs4/his9-34und03-problematizacao-2-colombia-nos-anos-1990.pdf

Texto O programa “Agenda Venezuela” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xSGUGnvDH5ZfSsRJ2jFNC7hAwaxYTq2sBbrmWwXVn4G2MnGgXcJ22Vh4SK3a/his9-34und03-problematizacao-3-o-programa-agenda-venezuela.pdf

Texto “Os programas de austeridade fiscal argentinos” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/dPXtz4wwJgRP4cgbUS6aUpvrerQst5wtrRZgxbgrfr2RPBvtstsw58YUPbfh/his9-34und03-problematizacao-4-os-programas-de-austeridade-fiscal-argentinos.pdf

Para você saber mais:

Consenso de Washington. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

PENA, R.F.A. Consenso de Washington. Mundo Educação. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Permaneça com os alunos em grupos. Os grupos irão ler o texto do Consenso de Washington e compará-lo com os textos sobre políticas econômicas da Argentina, Colômbia e Venezuela, respondendo os questionamentos propostos em cada texto. A dinâmica para leitura dos textos poderá ser selecionada pelo professor levando-se em consideração a opção que julgar ser mais eficiente para sua turma:

Sugestão 1 - Os textos poderão ser projetados para todos os grupos, disponibilizando o tempo de 5 minutos para que possam realizar a leitura de cada texto e registro no caderno da resposta do questionamento realizado. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, almeja-se que todos os estudantes terão lido os quatro textos (Consenso de Washington, Argentina, Colômbia e Venezuela) e respondido os três questionamentos.

Sugestão 2 - Disponibilizar os quatro textos impressos aos grupos, informando que terão o tempo de 20 minutos para realizarem a leitura e registrarem nos cadernos as repostas dos três questionamentos realizados.

Sugestão 3 - Começar entregando um texto sobre o Consenso de Washington para cada grupo, dando 5 minutos para a leitura e discussão do texto. Depois poderá ser realizada a dinâmica de rotação por estações, que consiste em disponibilizar para cada grupo um texto diferente, informando que terão 5 minutos para realizarem a leitura, refletirem em equipe sobre o conteúdo e registrarem em seus cadernos a resposta do questionamento. Ao término dos 5 minutos, o professor deverá realizar a rotação dos textos, de maneira que cada grupo pegue um novo documento, disponibilizando em seguida mais 5 minutos para a leitura e registro da resposta do questionamento conforme orientação anterior. Com a finalização do tempo dessa segunda rodada, deverá ser realizado mais uma rotação, garantindo assim que todas as equipes leiam os três trechos. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, espera-se que todos os estudantes terão lido todos os textos e respondido os três questionamentos.

Independentemente da dinâmica selecionada para leitura do texto, o professor deverá ser bastante criterioso na questão do tempo, orientando os alunos que fiquem focados na realização das atividades propostas.

A fim de auxiliar o entendimento da metodologia de rotação por estações, indicamos o seguinte vídeo disponível na plataforma Youtube: Rotação por estações de aprendizagem. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=Oa9z3H1m3LM>. Acesso em: 25 de nov. de 2018.

Com respeito à política econômica colombiana, espera-se que o texto deixe claro que o país seguiu o Consenso de Washington quando cita o aumento das importações e, principalmente, na frase “ A implantação dos postulados neoliberais levou a uma série de reformas na Colômbia (políticas, econômicas e sociais).” Como consequências pode-se identificar a instabilidade da economia e a crise de 1998/1999. Com relação à Venezuela, percebe-se o aceite das proposições do Consenso porque houve a “redução dos gastos sociais, a abertura do setor petroleiro ao capital internacional, a privatização de empresas estatais, como a telefonia, e a liberalização de preços”. Como consequências o aumento exponencial da inflação e da população em situação de pobreza crítica. Já com respeito a Argentina, houve a implementação de programas de austeridade fiscal, envolvendo aumentos de tributos e cortes de gastos do governo, que resultou em agravamento da recessão, desemprego e desmantelamento de todos os setores da indústria nacional.

Texto “Consenso de Washington” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YscS3kXb644hXAxeuK3sMuP6k9c7Yg8wesPjJ33ssMSCDqv9b5gMafpvDwgr/his9-34und03-problematizacao-1-consenso-de-washington.pdf

Texto “Colômbia nos anos 1990” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/h4HjnMvaJP7bHfAQZTHbgQ6pvePrCfTF925H5HF2BGKtw6EbsqjEWnA3Zgs4/his9-34und03-problematizacao-2-colombia-nos-anos-1990.pdf

Texto O programa “Agenda Venezuela” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xSGUGnvDH5ZfSsRJ2jFNC7hAwaxYTq2sBbrmWwXVn4G2MnGgXcJ22Vh4SK3a/his9-34und03-problematizacao-3-o-programa-agenda-venezuela.pdf

Texto “Os programas de austeridade fiscal argentinos” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/dPXtz4wwJgRP4cgbUS6aUpvrerQst5wtrRZgxbgrfr2RPBvtstsw58YUPbfh/his9-34und03-problematizacao-4-os-programas-de-austeridade-fiscal-argentinos.pdf

Para você saber mais:

Consenso de Washington. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

PENA, R.F.A. Consenso de Washington. Mundo Educação. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Permaneça com os alunos em grupos. Os grupos irão ler o texto do Consenso de Washington e compará-lo com os textos sobre políticas econômicas da Argentina, Colômbia e Venezuela, respondendo os questionamentos propostos em cada texto. A dinâmica para leitura dos textos poderá ser selecionada pelo professor levando-se em consideração a opção que julgar ser mais eficiente para sua turma:

Sugestão 1 - Os textos poderão ser projetados para todos os grupos, disponibilizando o tempo de 5 minutos para que possam realizar a leitura de cada texto e registro no caderno da resposta do questionamento realizado. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, almeja-se que todos os estudantes terão lido os quatro textos (Consenso de Washington, Argentina, Colômbia e Venezuela) e respondido os três questionamentos.

Sugestão 2 - Disponibilizar os quatro textos impressos aos grupos, informando que terão o tempo de 20 minutos para realizarem a leitura e registrarem nos cadernos as repostas dos três questionamentos realizados.

Sugestão 3 - Começar entregando um texto sobre o Consenso de Washington para cada grupo, dando 5 minutos para a leitura e discussão do texto. Depois poderá ser realizada a dinâmica de rotação por estações, que consiste em disponibilizar para cada grupo um texto diferente, informando que terão 5 minutos para realizarem a leitura, refletirem em equipe sobre o conteúdo e registrarem em seus cadernos a resposta do questionamento. Ao término dos 5 minutos, o professor deverá realizar a rotação dos textos, de maneira que cada grupo pegue um novo documento, disponibilizando em seguida mais 5 minutos para a leitura e registro da resposta do questionamento conforme orientação anterior. Com a finalização do tempo dessa segunda rodada, deverá ser realizado mais uma rotação, garantindo assim que todas as equipes leiam os três trechos. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, espera-se que todos os estudantes terão lido todos os textos e respondido os três questionamentos.

Independentemente da dinâmica selecionada para leitura do texto, o professor deverá ser bastante criterioso na questão do tempo, orientando os alunos que fiquem focados na realização das atividades propostas.

A fim de auxiliar o entendimento da metodologia de rotação por estações, indicamos o seguinte vídeo disponível na plataforma Youtube: Rotação por estações de aprendizagem. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=Oa9z3H1m3LM>. Acesso em: 25 de nov. de 2018.

Com respeito à política econômica colombiana, espera-se que o texto deixe claro que o país seguiu o Consenso de Washington quando cita o aumento das importações e, principalmente, na frase “ A implantação dos postulados neoliberais levou a uma série de reformas na Colômbia (políticas, econômicas e sociais).” Como consequências pode-se identificar a instabilidade da economia e a crise de 1998/1999. Com relação à Venezuela, percebe-se o aceite das proposições do Consenso porque houve a “redução dos gastos sociais, a abertura do setor petroleiro ao capital internacional, a privatização de empresas estatais, como a telefonia, e a liberalização de preços”. Como consequências o aumento exponencial da inflação e da população em situação de pobreza crítica. Já com respeito a Argentina, houve a implementação de programas de austeridade fiscal, envolvendo aumentos de tributos e cortes de gastos do governo, que resultou em agravamento da recessão, desemprego e desmantelamento de todos os setores da indústria nacional.

Texto “Consenso de Washington” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YscS3kXb644hXAxeuK3sMuP6k9c7Yg8wesPjJ33ssMSCDqv9b5gMafpvDwgr/his9-34und03-problematizacao-1-consenso-de-washington.pdf

Texto “Colômbia nos anos 1990” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/h4HjnMvaJP7bHfAQZTHbgQ6pvePrCfTF925H5HF2BGKtw6EbsqjEWnA3Zgs4/his9-34und03-problematizacao-2-colombia-nos-anos-1990.pdf

Texto O programa “Agenda Venezuela” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xSGUGnvDH5ZfSsRJ2jFNC7hAwaxYTq2sBbrmWwXVn4G2MnGgXcJ22Vh4SK3a/his9-34und03-problematizacao-3-o-programa-agenda-venezuela.pdf

Texto “Os programas de austeridade fiscal argentinos” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/dPXtz4wwJgRP4cgbUS6aUpvrerQst5wtrRZgxbgrfr2RPBvtstsw58YUPbfh/his9-34und03-problematizacao-4-os-programas-de-austeridade-fiscal-argentinos.pdf

Para você saber mais:

Consenso de Washington. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

PENA, R.F.A. Consenso de Washington. Mundo Educação. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Permaneça com os alunos em grupos. Os grupos irão ler o texto do Consenso de Washington e compará-lo com os textos sobre políticas econômicas da Argentina, Colômbia e Venezuela, respondendo os questionamentos propostos em cada texto. A dinâmica para leitura dos textos poderá ser selecionada pelo professor levando-se em consideração a opção que julgar ser mais eficiente para sua turma:

Sugestão 1 - Os textos poderão ser projetados para todos os grupos, disponibilizando o tempo de 5 minutos para que possam realizar a leitura de cada texto e registro no caderno da resposta do questionamento realizado. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, almeja-se que todos os estudantes terão lido os quatro textos (Consenso de Washington, Argentina, Colômbia e Venezuela) e respondido os três questionamentos.

Sugestão 2 - Disponibilizar os quatro textos impressos aos grupos, informando que terão o tempo de 20 minutos para realizarem a leitura e registrarem nos cadernos as repostas dos três questionamentos realizados.

Sugestão 3 - Começar entregando um texto sobre o Consenso de Washington para cada grupo, dando 5 minutos para a leitura e discussão do texto. Depois poderá ser realizada a dinâmica de rotação por estações, que consiste em disponibilizar para cada grupo um texto diferente, informando que terão 5 minutos para realizarem a leitura, refletirem em equipe sobre o conteúdo e registrarem em seus cadernos a resposta do questionamento. Ao término dos 5 minutos, o professor deverá realizar a rotação dos textos, de maneira que cada grupo pegue um novo documento, disponibilizando em seguida mais 5 minutos para a leitura e registro da resposta do questionamento conforme orientação anterior. Com a finalização do tempo dessa segunda rodada, deverá ser realizado mais uma rotação, garantindo assim que todas as equipes leiam os três trechos. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, espera-se que todos os estudantes terão lido todos os textos e respondido os três questionamentos.

Independentemente da dinâmica selecionada para leitura do texto, o professor deverá ser bastante criterioso na questão do tempo, orientando os alunos que fiquem focados na realização das atividades propostas.

A fim de auxiliar o entendimento da metodologia de rotação por estações, indicamos o seguinte vídeo disponível na plataforma Youtube: Rotação por estações de aprendizagem. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=Oa9z3H1m3LM>. Acesso em: 25 de nov. de 2018.

Com respeito à política econômica colombiana, espera-se que o texto deixe claro que o país seguiu o Consenso de Washington quando cita o aumento das importações e, principalmente, na frase “ A implantação dos postulados neoliberais levou a uma série de reformas na Colômbia (políticas, econômicas e sociais).” Como consequências pode-se identificar a instabilidade da economia e a crise de 1998/1999. Com relação à Venezuela, percebe-se o aceite das proposições do Consenso porque houve a “redução dos gastos sociais, a abertura do setor petroleiro ao capital internacional, a privatização de empresas estatais, como a telefonia, e a liberalização de preços”. Como consequências o aumento exponencial da inflação e da população em situação de pobreza crítica. Já com respeito a Argentina, houve a implementação de programas de austeridade fiscal, envolvendo aumentos de tributos e cortes de gastos do governo, que resultou em agravamento da recessão, desemprego e desmantelamento de todos os setores da indústria nacional.

Texto “Consenso de Washington” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YscS3kXb644hXAxeuK3sMuP6k9c7Yg8wesPjJ33ssMSCDqv9b5gMafpvDwgr/his9-34und03-problematizacao-1-consenso-de-washington.pdf

Texto “Colômbia nos anos 1990” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/h4HjnMvaJP7bHfAQZTHbgQ6pvePrCfTF925H5HF2BGKtw6EbsqjEWnA3Zgs4/his9-34und03-problematizacao-2-colombia-nos-anos-1990.pdf

Texto O programa “Agenda Venezuela” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xSGUGnvDH5ZfSsRJ2jFNC7hAwaxYTq2sBbrmWwXVn4G2MnGgXcJ22Vh4SK3a/his9-34und03-problematizacao-3-o-programa-agenda-venezuela.pdf

Texto “Os programas de austeridade fiscal argentinos” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/dPXtz4wwJgRP4cgbUS6aUpvrerQst5wtrRZgxbgrfr2RPBvtstsw58YUPbfh/his9-34und03-problematizacao-4-os-programas-de-austeridade-fiscal-argentinos.pdf

Para você saber mais:

Consenso de Washington. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

PENA, R.F.A. Consenso de Washington. Mundo Educação. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Permaneça com os alunos em grupos. Os grupos irão ler o texto do Consenso de Washington e compará-lo com os textos sobre políticas econômicas da Argentina, Colômbia e Venezuela, respondendo os questionamentos propostos em cada texto. A dinâmica para leitura dos textos poderá ser selecionada pelo professor levando-se em consideração a opção que julgar ser mais eficiente para sua turma:

Sugestão 1 - Os textos poderão ser projetados para todos os grupos, disponibilizando o tempo de 5 minutos para que possam realizar a leitura de cada texto e registro no caderno da resposta do questionamento realizado. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, almeja-se que todos os estudantes terão lido os quatro textos (Consenso de Washington, Argentina, Colômbia e Venezuela) e respondido os três questionamentos.

Sugestão 2 - Disponibilizar os quatro textos impressos aos grupos, informando que terão o tempo de 20 minutos para realizarem a leitura e registrarem nos cadernos as repostas dos três questionamentos realizados.

Sugestão 3 - Começar entregando um texto sobre o Consenso de Washington para cada grupo, dando 5 minutos para a leitura e discussão do texto. Depois poderá ser realizada a dinâmica de rotação por estações, que consiste em disponibilizar para cada grupo um texto diferente, informando que terão 5 minutos para realizarem a leitura, refletirem em equipe sobre o conteúdo e registrarem em seus cadernos a resposta do questionamento. Ao término dos 5 minutos, o professor deverá realizar a rotação dos textos, de maneira que cada grupo pegue um novo documento, disponibilizando em seguida mais 5 minutos para a leitura e registro da resposta do questionamento conforme orientação anterior. Com a finalização do tempo dessa segunda rodada, deverá ser realizado mais uma rotação, garantindo assim que todas as equipes leiam os três trechos. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, espera-se que todos os estudantes terão lido todos os textos e respondido os três questionamentos.

Independentemente da dinâmica selecionada para leitura do texto, o professor deverá ser bastante criterioso na questão do tempo, orientando os alunos que fiquem focados na realização das atividades propostas.

A fim de auxiliar o entendimento da metodologia de rotação por estações, indicamos o seguinte vídeo disponível na plataforma Youtube: Rotação por estações de aprendizagem. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=Oa9z3H1m3LM>. Acesso em: 25 de nov. de 2018.

Com respeito à política econômica colombiana, espera-se que o texto deixe claro que o país seguiu o Consenso de Washington quando cita o aumento das importações e, principalmente, na frase “ A implantação dos postulados neoliberais levou a uma série de reformas na Colômbia (políticas, econômicas e sociais).” Como consequências pode-se identificar a instabilidade da economia e a crise de 1998/1999. Com relação à Venezuela, percebe-se o aceite das proposições do Consenso porque houve a “redução dos gastos sociais, a abertura do setor petroleiro ao capital internacional, a privatização de empresas estatais, como a telefonia, e a liberalização de preços”. Como consequências o aumento exponencial da inflação e da população em situação de pobreza crítica. Já com respeito a Argentina, houve a implementação de programas de austeridade fiscal, envolvendo aumentos de tributos e cortes de gastos do governo, que resultou em agravamento da recessão, desemprego e desmantelamento de todos os setores da indústria nacional.

Texto “Consenso de Washington” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YscS3kXb644hXAxeuK3sMuP6k9c7Yg8wesPjJ33ssMSCDqv9b5gMafpvDwgr/his9-34und03-problematizacao-1-consenso-de-washington.pdf

Texto “Colômbia nos anos 1990” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/h4HjnMvaJP7bHfAQZTHbgQ6pvePrCfTF925H5HF2BGKtw6EbsqjEWnA3Zgs4/his9-34und03-problematizacao-2-colombia-nos-anos-1990.pdf

Texto O programa “Agenda Venezuela” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xSGUGnvDH5ZfSsRJ2jFNC7hAwaxYTq2sBbrmWwXVn4G2MnGgXcJ22Vh4SK3a/his9-34und03-problematizacao-3-o-programa-agenda-venezuela.pdf

Texto “Os programas de austeridade fiscal argentinos” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/dPXtz4wwJgRP4cgbUS6aUpvrerQst5wtrRZgxbgrfr2RPBvtstsw58YUPbfh/his9-34und03-problematizacao-4-os-programas-de-austeridade-fiscal-argentinos.pdf

Para você saber mais:

Consenso de Washington. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

PENA, R.F.A. Consenso de Washington. Mundo Educação. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: No quadro, faça uma tabela contendo os nomes dos três países (Colômbia, Argentina e Venezuela), com subdivisões para política econômica e consequências. Em seguida, convide membros de cada equipe a falar as respostas encontradas na atividade anterior. Tenha o cuidado de pedir para que os alunos informem qual ou quais proposições relacionadas no texto do Consenso de Washington o país seguiu. Depois, peça para que este ou outro aluno da equipe escreva a resposta na tabela, em poucas palavras.

Com a tabela pronta, solicite que os alunos observem as informações e dêem opiniões a respeito da pergunta: “O que há em comum entre as políticas econômicas desses países? Deixe que os alunos se expressem. Espera-se que todos esses países seguiram, em maior ou menor grau, o Consenso de Washington, com consequências ruins para a população. Chame à atenção que os textos lidos não esgotam todos os aspectos das políticas econômicas desses países no período do pós-guerra fria, mas que são apenas um pequeno recorte do período. Isso quer dizer que o que foi percebido com respeito a um país pode também ter ocorrido em outro.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09HI34 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Cópias impressas dos textos ou projetor para projeção;

Material complementar:

Texto sobre Política Econômica para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/wAv7Uwq8JfQSpeHS4kuBkcverR97bXwwGPtuRYU88eV4b8wmPxGjhCZcts9g/his9-34und03-contexto-o-que-e-politica-economica.pdf

Texto “Consenso de Washington” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YscS3kXb644hXAxeuK3sMuP6k9c7Yg8wesPjJ33ssMSCDqv9b5gMafpvDwgr/his9-34und03-problematizacao-1-consenso-de-washington.pdf

Texto “Colômbia nos anos 1990” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/h4HjnMvaJP7bHfAQZTHbgQ6pvePrCfTF925H5HF2BGKtw6EbsqjEWnA3Zgs4/his9-34und03-problematizacao-2-colombia-nos-anos-1990.pdf

Texto O programa “Agenda Venezuela” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xSGUGnvDH5ZfSsRJ2jFNC7hAwaxYTq2sBbrmWwXVn4G2MnGgXcJ22Vh4SK3a/his9-34und03-problematizacao-3-o-programa-agenda-venezuela.pdf

Texto “Os programas de austeridade fiscal argentinos” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/dPXtz4wwJgRP4cgbUS6aUpvrerQst5wtrRZgxbgrfr2RPBvtstsw58YUPbfh/his9-34und03-problematizacao-4-os-programas-de-austeridade-fiscal-argentinos.pdf

Para que os alunos aprendam a interpretar fontes históricas, é muito importante que você não forneça a eles as informações básicas sobre a fonte histórica antes da leitura de cada uma delas. Não comece a aula com uma exposição sobre o contexto histórico desses documentos, pois isso os impediria de construir o contexto com base nas fontes, que é o objetivo central da aula de História.

Para você saber mais:

  • Política econômica

FERREIRA, Lucas; NAPOLEÃO, Fábio. Um balanço da economia argentina nos anos 1990/2000: do retrocesso ao crescimento. Disponível em: <http://observatoriogeograficoamericalatina.org.mx/egal12/Geografiasocioeconomica/Geografiaeconomica/05.pdf>. Acesso em: 07 dez. 2018

O que é política econômica?. Disponível em: <http://www2.unijui.edu.br/~castoldi/econo/Texto_5.pdf>. Acesso em: 07 dez. 2018

URIBE, Ramiro. La economia colombiana en la década de los noventa: dilema entre el mercado interno y el mercado internacional. In: Ensayos de Economia, 2001. Disponível em: <https://revistas.unal.edu.co/index.php/ede/article/viewFile/23943/24603> Acesso em: 07 dez. 2018

WILHELM, Vandiana. A Trajetória do Neoliberalismo na Venezuela e sua Conjuntura Atual: uma análise das políticas governamentais desencadeadas a partir do ano de 1998. In: Rebela: revista brasileira de estudos latino-americanos. v. 1, n. 2, out. 2011. Disponível em: <https://rebela.emnuvens.com.br/pc/article/viewFile/25/83> Acesso em: 07 dez. 2018.

ZAPATA, Carlos. Reformas económicas, políticas y sociales en Colombia en la década de los 90. Disponível em: <https://www.zonaeconomica.com/colombia/reformas> Acesso em: 07 dez. 2018

  • Consenso de Washington:

Consenso de Washington. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

PENA, R.F.A. Consenso de Washington. Mundo Educação. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo da aula para a turma. É muito importante começar com a apresentação do objetivo para que os estudantes entendam o que farão e compreendam onde se quer chegar ao fim da aula. Contudo, tome cuidado para, ao fazer isso, não antecipar respostas desde o começo. É necessário sempre garantir que os alunos construam o raciocínio por conta própria.

O objetivo desta aula é fazer com que os estudantes discutam sobre as consequências da influência neoliberal nas sociedades latino-americanas.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações: Divida a turma em grupos. Projete ou escreva no quadro a proposição acima. Em seguida, projete ou entregue impresso aos grupos o texto “O que é Política Econômica”.

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/wAv7Uwq8JfQSpeHS4kuBkcverR97bXwwGPtuRYU88eV4b8wmPxGjhCZcts9g/his9-34und03-contexto-o-que-e-politica-economica.pdf

Depois que tenham lido, escreva no quadro ou projete as perguntas (slide 6) e dê 7 minutos (ou quanto achar adequado) para que respondam. Depois de terminado o tempo, selecione ou solicite alunos para responder às perguntas para a classe.

Espera-se que percebam que as atividades econômicas não são autônomas, já que, segundo o texto, há um “conjunto de medidas tomadas pelo governo de um país com o objetivo de atuar e influir sobre” esses mecanismos. Para a segunda pergunta, espera-se que percebam que os cidadãos do país não se beneficiam igualmente dessas políticas, já que “essas medidas obedecem também a critérios de ordem política e social - na medida em que determinam, por exemplo, que segmentos da sociedade se beneficiarão das diretrizes econômicas emanadas do Estado.” Ainda no texto encontrarão que o grau de diversificação de sua economia, o grau de atuação dos grupos de pressão como os partidos, sindicatos, associações de classe e movimentos de opinião pública e a visão que os governantes têm do papel do Estado no conjunto da sociedade podem influenciar em qual vai ser a política econômica adotada. A resposta à pergunta “De que maneiras os países podem influenciar nas políticas econômicas uns dos outros?” não está diretamente no texto, mas os alunos podem inferir a partir da compreensão de que “os mecanismos de produção, distribuição e consumo de bens e serviços” estão diretamente relacionados ao comércio internacional e, por sua vez, às políticas econômicas desses países. Se não conseguirem, pergunte a eles o que acontece com a produção agropecuária e industrial brasileira (vendida para o mercado interno e também exportada) e chame à atenção deles que esses países que compram os produtos brasileiros também têm a suas próprias políticas econômicas.

Para você saber mais:

FERREIRA, Lucas; NAPOLEÃO, Fábio. Um balanço da economia argentina nos anos 1990/2000: do retrocesso ao crescimento. Disponível em: <http://observatoriogeograficoamericalatina.org.mx/egal12/Geografiasocioeconomica/Geografiaeconomica/05.pdf>. Acesso em: 07 dez. 2018

Slide Plano Aula

Orientações: Divida a turma em grupos. Projete ou escreva no quadro a proposição acima. Em seguida, projete ou entregue impresso aos grupos o texto “O que é Política Econômica”.

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/wAv7Uwq8JfQSpeHS4kuBkcverR97bXwwGPtuRYU88eV4b8wmPxGjhCZcts9g/his9-34und03-contexto-o-que-e-politica-economica.pdf

Depois que tenham lido, escreva no quadro ou projete as perguntas (slide 6) e dê 7 minutos (ou quanto achar adequado) para que respondam. Depois de terminado o tempo, selecione ou solicite alunos para responder às perguntas para a classe.

Espera-se que percebam que as atividades econômicas não são autônomas, já que, segundo o texto, há um “conjunto de medidas tomadas pelo governo de um país com o objetivo de atuar e influir sobre” esses mecanismos. Para a segunda pergunta, espera-se que percebam que os cidadãos do país não se beneficiam igualmente dessas políticas, já que “essas medidas obedecem também a critérios de ordem política e social - na medida em que determinam, por exemplo, que segmentos da sociedade se beneficiarão das diretrizes econômicas emanadas do Estado.” Ainda no texto encontrarão que o grau de diversificação de sua economia, o grau de atuação dos grupos de pressão como os partidos, sindicatos, associações de classe e movimentos de opinião pública e a visão que os governantes têm do papel do Estado no conjunto da sociedade podem influenciar em qual vai ser a política econômica adotada. A resposta à pergunta “De que maneiras os países podem influenciar nas políticas econômicas uns dos outros?” não está diretamente no texto, mas os alunos podem inferir a partir da compreensão de que “os mecanismos de produção, distribuição e consumo de bens e serviços” estão diretamente relacionados ao comércio internacional e, por sua vez, às políticas econômicas desses países. Se não conseguirem, pergunte a eles o que acontece com a produção agropecuária e industrial brasileira (vendida para o mercado interno e também exportada) e chame à atenção deles que esses países que compram os produtos brasileiros também têm a suas próprias políticas econômicas.

Para você saber mais:

FERREIRA, Lucas; NAPOLEÃO, Fábio. Um balanço da economia argentina nos anos 1990/2000: do retrocesso ao crescimento. Disponível em: <http://observatoriogeograficoamericalatina.org.mx/egal12/Geografiasocioeconomica/Geografiaeconomica/05.pdf>. Acesso em: 07 dez. 2018

Slide Plano Aula

Orientações: Divida a turma em grupos. Projete ou escreva no quadro a proposição acima. Em seguida, projete ou entregue impresso aos grupos o texto “O que é Política Econômica”.

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/wAv7Uwq8JfQSpeHS4kuBkcverR97bXwwGPtuRYU88eV4b8wmPxGjhCZcts9g/his9-34und03-contexto-o-que-e-politica-economica.pdf

Depois que tenham lido, escreva no quadro ou projete as perguntas (slide 6) e dê 7 minutos (ou quanto achar adequado) para que respondam. Depois de terminado o tempo, selecione ou solicite alunos para responder às perguntas para a classe.

Espera-se que percebam que as atividades econômicas não são autônomas, já que, segundo o texto, há um “conjunto de medidas tomadas pelo governo de um país com o objetivo de atuar e influir sobre” esses mecanismos. Para a segunda pergunta, espera-se que percebam que os cidadãos do país não se beneficiam igualmente dessas políticas, já que “essas medidas obedecem também a critérios de ordem política e social - na medida em que determinam, por exemplo, que segmentos da sociedade se beneficiarão das diretrizes econômicas emanadas do Estado.” Ainda no texto encontrarão que o grau de diversificação de sua economia, o grau de atuação dos grupos de pressão como os partidos, sindicatos, associações de classe e movimentos de opinião pública e a visão que os governantes têm do papel do Estado no conjunto da sociedade podem influenciar em qual vai ser a política econômica adotada. A resposta à pergunta “De que maneiras os países podem influenciar nas políticas econômicas uns dos outros?” não está diretamente no texto, mas os alunos podem inferir a partir da compreensão de que “os mecanismos de produção, distribuição e consumo de bens e serviços” estão diretamente relacionados ao comércio internacional e, por sua vez, às políticas econômicas desses países. Se não conseguirem, pergunte a eles o que acontece com a produção agropecuária e industrial brasileira (vendida para o mercado interno e também exportada) e chame à atenção deles que esses países que compram os produtos brasileiros também têm a suas próprias políticas econômicas.

Para você saber mais:

FERREIRA, Lucas; NAPOLEÃO, Fábio. Um balanço da economia argentina nos anos 1990/2000: do retrocesso ao crescimento. Disponível em: <http://observatoriogeograficoamericalatina.org.mx/egal12/Geografiasocioeconomica/Geografiaeconomica/05.pdf>. Acesso em: 07 dez. 2018

Slide Plano Aula

Orientações: Divida a turma em grupos. Projete ou escreva no quadro a proposição acima. Em seguida, projete ou entregue impresso aos grupos o texto “O que é Política Econômica”.

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/wAv7Uwq8JfQSpeHS4kuBkcverR97bXwwGPtuRYU88eV4b8wmPxGjhCZcts9g/his9-34und03-contexto-o-que-e-politica-economica.pdf

Depois que tenham lido, escreva no quadro ou projete as perguntas (slide 6) e dê 7 minutos (ou quanto achar adequado) para que respondam. Depois de terminado o tempo, selecione ou solicite alunos para responder às perguntas para a classe.

Espera-se que percebam que as atividades econômicas não são autônomas, já que, segundo o texto, há um “conjunto de medidas tomadas pelo governo de um país com o objetivo de atuar e influir sobre” esses mecanismos. Para a segunda pergunta, espera-se que percebam que os cidadãos do país não se beneficiam igualmente dessas políticas, já que “essas medidas obedecem também a critérios de ordem política e social - na medida em que determinam, por exemplo, que segmentos da sociedade se beneficiarão das diretrizes econômicas emanadas do Estado.” Ainda no texto encontrarão que o grau de diversificação de sua economia, o grau de atuação dos grupos de pressão como os partidos, sindicatos, associações de classe e movimentos de opinião pública e a visão que os governantes têm do papel do Estado no conjunto da sociedade podem influenciar em qual vai ser a política econômica adotada. A resposta à pergunta “De que maneiras os países podem influenciar nas políticas econômicas uns dos outros?” não está diretamente no texto, mas os alunos podem inferir a partir da compreensão de que “os mecanismos de produção, distribuição e consumo de bens e serviços” estão diretamente relacionados ao comércio internacional e, por sua vez, às políticas econômicas desses países. Se não conseguirem, pergunte a eles o que acontece com a produção agropecuária e industrial brasileira (vendida para o mercado interno e também exportada) e chame à atenção deles que esses países que compram os produtos brasileiros também têm a suas próprias políticas econômicas.

Para você saber mais:

FERREIRA, Lucas; NAPOLEÃO, Fábio. Um balanço da economia argentina nos anos 1990/2000: do retrocesso ao crescimento. Disponível em: <http://observatoriogeograficoamericalatina.org.mx/egal12/Geografiasocioeconomica/Geografiaeconomica/05.pdf>. Acesso em: 07 dez. 2018

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Permaneça com os alunos em grupos. Os grupos irão ler o texto do Consenso de Washington e compará-lo com os textos sobre políticas econômicas da Argentina, Colômbia e Venezuela, respondendo os questionamentos propostos em cada texto. A dinâmica para leitura dos textos poderá ser selecionada pelo professor levando-se em consideração a opção que julgar ser mais eficiente para sua turma:

Sugestão 1 - Os textos poderão ser projetados para todos os grupos, disponibilizando o tempo de 5 minutos para que possam realizar a leitura de cada texto e registro no caderno da resposta do questionamento realizado. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, almeja-se que todos os estudantes terão lido os quatro textos (Consenso de Washington, Argentina, Colômbia e Venezuela) e respondido os três questionamentos.

Sugestão 2 - Disponibilizar os quatro textos impressos aos grupos, informando que terão o tempo de 20 minutos para realizarem a leitura e registrarem nos cadernos as repostas dos três questionamentos realizados.

Sugestão 3 - Começar entregando um texto sobre o Consenso de Washington para cada grupo, dando 5 minutos para a leitura e discussão do texto. Depois poderá ser realizada a dinâmica de rotação por estações, que consiste em disponibilizar para cada grupo um texto diferente, informando que terão 5 minutos para realizarem a leitura, refletirem em equipe sobre o conteúdo e registrarem em seus cadernos a resposta do questionamento. Ao término dos 5 minutos, o professor deverá realizar a rotação dos textos, de maneira que cada grupo pegue um novo documento, disponibilizando em seguida mais 5 minutos para a leitura e registro da resposta do questionamento conforme orientação anterior. Com a finalização do tempo dessa segunda rodada, deverá ser realizado mais uma rotação, garantindo assim que todas as equipes leiam os três trechos. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, espera-se que todos os estudantes terão lido todos os textos e respondido os três questionamentos.

Independentemente da dinâmica selecionada para leitura do texto, o professor deverá ser bastante criterioso na questão do tempo, orientando os alunos que fiquem focados na realização das atividades propostas.

A fim de auxiliar o entendimento da metodologia de rotação por estações, indicamos o seguinte vídeo disponível na plataforma Youtube: Rotação por estações de aprendizagem. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=Oa9z3H1m3LM>. Acesso em: 25 de nov. de 2018.

Com respeito à política econômica colombiana, espera-se que o texto deixe claro que o país seguiu o Consenso de Washington quando cita o aumento das importações e, principalmente, na frase “ A implantação dos postulados neoliberais levou a uma série de reformas na Colômbia (políticas, econômicas e sociais).” Como consequências pode-se identificar a instabilidade da economia e a crise de 1998/1999. Com relação à Venezuela, percebe-se o aceite das proposições do Consenso porque houve a “redução dos gastos sociais, a abertura do setor petroleiro ao capital internacional, a privatização de empresas estatais, como a telefonia, e a liberalização de preços”. Como consequências o aumento exponencial da inflação e da população em situação de pobreza crítica. Já com respeito a Argentina, houve a implementação de programas de austeridade fiscal, envolvendo aumentos de tributos e cortes de gastos do governo, que resultou em agravamento da recessão, desemprego e desmantelamento de todos os setores da indústria nacional.

Texto “Consenso de Washington” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YscS3kXb644hXAxeuK3sMuP6k9c7Yg8wesPjJ33ssMSCDqv9b5gMafpvDwgr/his9-34und03-problematizacao-1-consenso-de-washington.pdf

Texto “Colômbia nos anos 1990” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/h4HjnMvaJP7bHfAQZTHbgQ6pvePrCfTF925H5HF2BGKtw6EbsqjEWnA3Zgs4/his9-34und03-problematizacao-2-colombia-nos-anos-1990.pdf

Texto O programa “Agenda Venezuela” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xSGUGnvDH5ZfSsRJ2jFNC7hAwaxYTq2sBbrmWwXVn4G2MnGgXcJ22Vh4SK3a/his9-34und03-problematizacao-3-o-programa-agenda-venezuela.pdf

Texto “Os programas de austeridade fiscal argentinos” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/dPXtz4wwJgRP4cgbUS6aUpvrerQst5wtrRZgxbgrfr2RPBvtstsw58YUPbfh/his9-34und03-problematizacao-4-os-programas-de-austeridade-fiscal-argentinos.pdf

Para você saber mais:

Consenso de Washington. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

PENA, R.F.A. Consenso de Washington. Mundo Educação. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

Slide Plano Aula

Orientações: Permaneça com os alunos em grupos. Os grupos irão ler o texto do Consenso de Washington e compará-lo com os textos sobre políticas econômicas da Argentina, Colômbia e Venezuela, respondendo os questionamentos propostos em cada texto. A dinâmica para leitura dos textos poderá ser selecionada pelo professor levando-se em consideração a opção que julgar ser mais eficiente para sua turma:

Sugestão 1 - Os textos poderão ser projetados para todos os grupos, disponibilizando o tempo de 5 minutos para que possam realizar a leitura de cada texto e registro no caderno da resposta do questionamento realizado. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, almeja-se que todos os estudantes terão lido os quatro textos (Consenso de Washington, Argentina, Colômbia e Venezuela) e respondido os três questionamentos.

Sugestão 2 - Disponibilizar os quatro textos impressos aos grupos, informando que terão o tempo de 20 minutos para realizarem a leitura e registrarem nos cadernos as repostas dos três questionamentos realizados.

Sugestão 3 - Começar entregando um texto sobre o Consenso de Washington para cada grupo, dando 5 minutos para a leitura e discussão do texto. Depois poderá ser realizada a dinâmica de rotação por estações, que consiste em disponibilizar para cada grupo um texto diferente, informando que terão 5 minutos para realizarem a leitura, refletirem em equipe sobre o conteúdo e registrarem em seus cadernos a resposta do questionamento. Ao término dos 5 minutos, o professor deverá realizar a rotação dos textos, de maneira que cada grupo pegue um novo documento, disponibilizando em seguida mais 5 minutos para a leitura e registro da resposta do questionamento conforme orientação anterior. Com a finalização do tempo dessa segunda rodada, deverá ser realizado mais uma rotação, garantindo assim que todas as equipes leiam os três trechos. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, espera-se que todos os estudantes terão lido todos os textos e respondido os três questionamentos.

Independentemente da dinâmica selecionada para leitura do texto, o professor deverá ser bastante criterioso na questão do tempo, orientando os alunos que fiquem focados na realização das atividades propostas.

A fim de auxiliar o entendimento da metodologia de rotação por estações, indicamos o seguinte vídeo disponível na plataforma Youtube: Rotação por estações de aprendizagem. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=Oa9z3H1m3LM>. Acesso em: 25 de nov. de 2018.

Com respeito à política econômica colombiana, espera-se que o texto deixe claro que o país seguiu o Consenso de Washington quando cita o aumento das importações e, principalmente, na frase “ A implantação dos postulados neoliberais levou a uma série de reformas na Colômbia (políticas, econômicas e sociais).” Como consequências pode-se identificar a instabilidade da economia e a crise de 1998/1999. Com relação à Venezuela, percebe-se o aceite das proposições do Consenso porque houve a “redução dos gastos sociais, a abertura do setor petroleiro ao capital internacional, a privatização de empresas estatais, como a telefonia, e a liberalização de preços”. Como consequências o aumento exponencial da inflação e da população em situação de pobreza crítica. Já com respeito a Argentina, houve a implementação de programas de austeridade fiscal, envolvendo aumentos de tributos e cortes de gastos do governo, que resultou em agravamento da recessão, desemprego e desmantelamento de todos os setores da indústria nacional.

Texto “Consenso de Washington” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YscS3kXb644hXAxeuK3sMuP6k9c7Yg8wesPjJ33ssMSCDqv9b5gMafpvDwgr/his9-34und03-problematizacao-1-consenso-de-washington.pdf

Texto “Colômbia nos anos 1990” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/h4HjnMvaJP7bHfAQZTHbgQ6pvePrCfTF925H5HF2BGKtw6EbsqjEWnA3Zgs4/his9-34und03-problematizacao-2-colombia-nos-anos-1990.pdf

Texto O programa “Agenda Venezuela” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xSGUGnvDH5ZfSsRJ2jFNC7hAwaxYTq2sBbrmWwXVn4G2MnGgXcJ22Vh4SK3a/his9-34und03-problematizacao-3-o-programa-agenda-venezuela.pdf

Texto “Os programas de austeridade fiscal argentinos” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/dPXtz4wwJgRP4cgbUS6aUpvrerQst5wtrRZgxbgrfr2RPBvtstsw58YUPbfh/his9-34und03-problematizacao-4-os-programas-de-austeridade-fiscal-argentinos.pdf

Para você saber mais:

Consenso de Washington. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

PENA, R.F.A. Consenso de Washington. Mundo Educação. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

Slide Plano Aula

Orientações: Permaneça com os alunos em grupos. Os grupos irão ler o texto do Consenso de Washington e compará-lo com os textos sobre políticas econômicas da Argentina, Colômbia e Venezuela, respondendo os questionamentos propostos em cada texto. A dinâmica para leitura dos textos poderá ser selecionada pelo professor levando-se em consideração a opção que julgar ser mais eficiente para sua turma:

Sugestão 1 - Os textos poderão ser projetados para todos os grupos, disponibilizando o tempo de 5 minutos para que possam realizar a leitura de cada texto e registro no caderno da resposta do questionamento realizado. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, almeja-se que todos os estudantes terão lido os quatro textos (Consenso de Washington, Argentina, Colômbia e Venezuela) e respondido os três questionamentos.

Sugestão 2 - Disponibilizar os quatro textos impressos aos grupos, informando que terão o tempo de 20 minutos para realizarem a leitura e registrarem nos cadernos as repostas dos três questionamentos realizados.

Sugestão 3 - Começar entregando um texto sobre o Consenso de Washington para cada grupo, dando 5 minutos para a leitura e discussão do texto. Depois poderá ser realizada a dinâmica de rotação por estações, que consiste em disponibilizar para cada grupo um texto diferente, informando que terão 5 minutos para realizarem a leitura, refletirem em equipe sobre o conteúdo e registrarem em seus cadernos a resposta do questionamento. Ao término dos 5 minutos, o professor deverá realizar a rotação dos textos, de maneira que cada grupo pegue um novo documento, disponibilizando em seguida mais 5 minutos para a leitura e registro da resposta do questionamento conforme orientação anterior. Com a finalização do tempo dessa segunda rodada, deverá ser realizado mais uma rotação, garantindo assim que todas as equipes leiam os três trechos. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, espera-se que todos os estudantes terão lido todos os textos e respondido os três questionamentos.

Independentemente da dinâmica selecionada para leitura do texto, o professor deverá ser bastante criterioso na questão do tempo, orientando os alunos que fiquem focados na realização das atividades propostas.

A fim de auxiliar o entendimento da metodologia de rotação por estações, indicamos o seguinte vídeo disponível na plataforma Youtube: Rotação por estações de aprendizagem. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=Oa9z3H1m3LM>. Acesso em: 25 de nov. de 2018.

Com respeito à política econômica colombiana, espera-se que o texto deixe claro que o país seguiu o Consenso de Washington quando cita o aumento das importações e, principalmente, na frase “ A implantação dos postulados neoliberais levou a uma série de reformas na Colômbia (políticas, econômicas e sociais).” Como consequências pode-se identificar a instabilidade da economia e a crise de 1998/1999. Com relação à Venezuela, percebe-se o aceite das proposições do Consenso porque houve a “redução dos gastos sociais, a abertura do setor petroleiro ao capital internacional, a privatização de empresas estatais, como a telefonia, e a liberalização de preços”. Como consequências o aumento exponencial da inflação e da população em situação de pobreza crítica. Já com respeito a Argentina, houve a implementação de programas de austeridade fiscal, envolvendo aumentos de tributos e cortes de gastos do governo, que resultou em agravamento da recessão, desemprego e desmantelamento de todos os setores da indústria nacional.

Texto “Consenso de Washington” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YscS3kXb644hXAxeuK3sMuP6k9c7Yg8wesPjJ33ssMSCDqv9b5gMafpvDwgr/his9-34und03-problematizacao-1-consenso-de-washington.pdf

Texto “Colômbia nos anos 1990” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/h4HjnMvaJP7bHfAQZTHbgQ6pvePrCfTF925H5HF2BGKtw6EbsqjEWnA3Zgs4/his9-34und03-problematizacao-2-colombia-nos-anos-1990.pdf

Texto O programa “Agenda Venezuela” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xSGUGnvDH5ZfSsRJ2jFNC7hAwaxYTq2sBbrmWwXVn4G2MnGgXcJ22Vh4SK3a/his9-34und03-problematizacao-3-o-programa-agenda-venezuela.pdf

Texto “Os programas de austeridade fiscal argentinos” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/dPXtz4wwJgRP4cgbUS6aUpvrerQst5wtrRZgxbgrfr2RPBvtstsw58YUPbfh/his9-34und03-problematizacao-4-os-programas-de-austeridade-fiscal-argentinos.pdf

Para você saber mais:

Consenso de Washington. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

PENA, R.F.A. Consenso de Washington. Mundo Educação. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

Slide Plano Aula

Orientações: Permaneça com os alunos em grupos. Os grupos irão ler o texto do Consenso de Washington e compará-lo com os textos sobre políticas econômicas da Argentina, Colômbia e Venezuela, respondendo os questionamentos propostos em cada texto. A dinâmica para leitura dos textos poderá ser selecionada pelo professor levando-se em consideração a opção que julgar ser mais eficiente para sua turma:

Sugestão 1 - Os textos poderão ser projetados para todos os grupos, disponibilizando o tempo de 5 minutos para que possam realizar a leitura de cada texto e registro no caderno da resposta do questionamento realizado. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, almeja-se que todos os estudantes terão lido os quatro textos (Consenso de Washington, Argentina, Colômbia e Venezuela) e respondido os três questionamentos.

Sugestão 2 - Disponibilizar os quatro textos impressos aos grupos, informando que terão o tempo de 20 minutos para realizarem a leitura e registrarem nos cadernos as repostas dos três questionamentos realizados.

Sugestão 3 - Começar entregando um texto sobre o Consenso de Washington para cada grupo, dando 5 minutos para a leitura e discussão do texto. Depois poderá ser realizada a dinâmica de rotação por estações, que consiste em disponibilizar para cada grupo um texto diferente, informando que terão 5 minutos para realizarem a leitura, refletirem em equipe sobre o conteúdo e registrarem em seus cadernos a resposta do questionamento. Ao término dos 5 minutos, o professor deverá realizar a rotação dos textos, de maneira que cada grupo pegue um novo documento, disponibilizando em seguida mais 5 minutos para a leitura e registro da resposta do questionamento conforme orientação anterior. Com a finalização do tempo dessa segunda rodada, deverá ser realizado mais uma rotação, garantindo assim que todas as equipes leiam os três trechos. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, espera-se que todos os estudantes terão lido todos os textos e respondido os três questionamentos.

Independentemente da dinâmica selecionada para leitura do texto, o professor deverá ser bastante criterioso na questão do tempo, orientando os alunos que fiquem focados na realização das atividades propostas.

A fim de auxiliar o entendimento da metodologia de rotação por estações, indicamos o seguinte vídeo disponível na plataforma Youtube: Rotação por estações de aprendizagem. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=Oa9z3H1m3LM>. Acesso em: 25 de nov. de 2018.

Com respeito à política econômica colombiana, espera-se que o texto deixe claro que o país seguiu o Consenso de Washington quando cita o aumento das importações e, principalmente, na frase “ A implantação dos postulados neoliberais levou a uma série de reformas na Colômbia (políticas, econômicas e sociais).” Como consequências pode-se identificar a instabilidade da economia e a crise de 1998/1999. Com relação à Venezuela, percebe-se o aceite das proposições do Consenso porque houve a “redução dos gastos sociais, a abertura do setor petroleiro ao capital internacional, a privatização de empresas estatais, como a telefonia, e a liberalização de preços”. Como consequências o aumento exponencial da inflação e da população em situação de pobreza crítica. Já com respeito a Argentina, houve a implementação de programas de austeridade fiscal, envolvendo aumentos de tributos e cortes de gastos do governo, que resultou em agravamento da recessão, desemprego e desmantelamento de todos os setores da indústria nacional.

Texto “Consenso de Washington” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YscS3kXb644hXAxeuK3sMuP6k9c7Yg8wesPjJ33ssMSCDqv9b5gMafpvDwgr/his9-34und03-problematizacao-1-consenso-de-washington.pdf

Texto “Colômbia nos anos 1990” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/h4HjnMvaJP7bHfAQZTHbgQ6pvePrCfTF925H5HF2BGKtw6EbsqjEWnA3Zgs4/his9-34und03-problematizacao-2-colombia-nos-anos-1990.pdf

Texto O programa “Agenda Venezuela” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xSGUGnvDH5ZfSsRJ2jFNC7hAwaxYTq2sBbrmWwXVn4G2MnGgXcJ22Vh4SK3a/his9-34und03-problematizacao-3-o-programa-agenda-venezuela.pdf

Texto “Os programas de austeridade fiscal argentinos” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/dPXtz4wwJgRP4cgbUS6aUpvrerQst5wtrRZgxbgrfr2RPBvtstsw58YUPbfh/his9-34und03-problematizacao-4-os-programas-de-austeridade-fiscal-argentinos.pdf

Para você saber mais:

Consenso de Washington. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

PENA, R.F.A. Consenso de Washington. Mundo Educação. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

Slide Plano Aula

Orientações: Permaneça com os alunos em grupos. Os grupos irão ler o texto do Consenso de Washington e compará-lo com os textos sobre políticas econômicas da Argentina, Colômbia e Venezuela, respondendo os questionamentos propostos em cada texto. A dinâmica para leitura dos textos poderá ser selecionada pelo professor levando-se em consideração a opção que julgar ser mais eficiente para sua turma:

Sugestão 1 - Os textos poderão ser projetados para todos os grupos, disponibilizando o tempo de 5 minutos para que possam realizar a leitura de cada texto e registro no caderno da resposta do questionamento realizado. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, almeja-se que todos os estudantes terão lido os quatro textos (Consenso de Washington, Argentina, Colômbia e Venezuela) e respondido os três questionamentos.

Sugestão 2 - Disponibilizar os quatro textos impressos aos grupos, informando que terão o tempo de 20 minutos para realizarem a leitura e registrarem nos cadernos as repostas dos três questionamentos realizados.

Sugestão 3 - Começar entregando um texto sobre o Consenso de Washington para cada grupo, dando 5 minutos para a leitura e discussão do texto. Depois poderá ser realizada a dinâmica de rotação por estações, que consiste em disponibilizar para cada grupo um texto diferente, informando que terão 5 minutos para realizarem a leitura, refletirem em equipe sobre o conteúdo e registrarem em seus cadernos a resposta do questionamento. Ao término dos 5 minutos, o professor deverá realizar a rotação dos textos, de maneira que cada grupo pegue um novo documento, disponibilizando em seguida mais 5 minutos para a leitura e registro da resposta do questionamento conforme orientação anterior. Com a finalização do tempo dessa segunda rodada, deverá ser realizado mais uma rotação, garantindo assim que todas as equipes leiam os três trechos. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, espera-se que todos os estudantes terão lido todos os textos e respondido os três questionamentos.

Independentemente da dinâmica selecionada para leitura do texto, o professor deverá ser bastante criterioso na questão do tempo, orientando os alunos que fiquem focados na realização das atividades propostas.

A fim de auxiliar o entendimento da metodologia de rotação por estações, indicamos o seguinte vídeo disponível na plataforma Youtube: Rotação por estações de aprendizagem. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=Oa9z3H1m3LM>. Acesso em: 25 de nov. de 2018.

Com respeito à política econômica colombiana, espera-se que o texto deixe claro que o país seguiu o Consenso de Washington quando cita o aumento das importações e, principalmente, na frase “ A implantação dos postulados neoliberais levou a uma série de reformas na Colômbia (políticas, econômicas e sociais).” Como consequências pode-se identificar a instabilidade da economia e a crise de 1998/1999. Com relação à Venezuela, percebe-se o aceite das proposições do Consenso porque houve a “redução dos gastos sociais, a abertura do setor petroleiro ao capital internacional, a privatização de empresas estatais, como a telefonia, e a liberalização de preços”. Como consequências o aumento exponencial da inflação e da população em situação de pobreza crítica. Já com respeito a Argentina, houve a implementação de programas de austeridade fiscal, envolvendo aumentos de tributos e cortes de gastos do governo, que resultou em agravamento da recessão, desemprego e desmantelamento de todos os setores da indústria nacional.

Texto “Consenso de Washington” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YscS3kXb644hXAxeuK3sMuP6k9c7Yg8wesPjJ33ssMSCDqv9b5gMafpvDwgr/his9-34und03-problematizacao-1-consenso-de-washington.pdf

Texto “Colômbia nos anos 1990” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/h4HjnMvaJP7bHfAQZTHbgQ6pvePrCfTF925H5HF2BGKtw6EbsqjEWnA3Zgs4/his9-34und03-problematizacao-2-colombia-nos-anos-1990.pdf

Texto O programa “Agenda Venezuela” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xSGUGnvDH5ZfSsRJ2jFNC7hAwaxYTq2sBbrmWwXVn4G2MnGgXcJ22Vh4SK3a/his9-34und03-problematizacao-3-o-programa-agenda-venezuela.pdf

Texto “Os programas de austeridade fiscal argentinos” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/dPXtz4wwJgRP4cgbUS6aUpvrerQst5wtrRZgxbgrfr2RPBvtstsw58YUPbfh/his9-34und03-problematizacao-4-os-programas-de-austeridade-fiscal-argentinos.pdf

Para você saber mais:

Consenso de Washington. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

PENA, R.F.A. Consenso de Washington. Mundo Educação. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

Slide Plano Aula

Orientações: Permaneça com os alunos em grupos. Os grupos irão ler o texto do Consenso de Washington e compará-lo com os textos sobre políticas econômicas da Argentina, Colômbia e Venezuela, respondendo os questionamentos propostos em cada texto. A dinâmica para leitura dos textos poderá ser selecionada pelo professor levando-se em consideração a opção que julgar ser mais eficiente para sua turma:

Sugestão 1 - Os textos poderão ser projetados para todos os grupos, disponibilizando o tempo de 5 minutos para que possam realizar a leitura de cada texto e registro no caderno da resposta do questionamento realizado. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, almeja-se que todos os estudantes terão lido os quatro textos (Consenso de Washington, Argentina, Colômbia e Venezuela) e respondido os três questionamentos.

Sugestão 2 - Disponibilizar os quatro textos impressos aos grupos, informando que terão o tempo de 20 minutos para realizarem a leitura e registrarem nos cadernos as repostas dos três questionamentos realizados.

Sugestão 3 - Começar entregando um texto sobre o Consenso de Washington para cada grupo, dando 5 minutos para a leitura e discussão do texto. Depois poderá ser realizada a dinâmica de rotação por estações, que consiste em disponibilizar para cada grupo um texto diferente, informando que terão 5 minutos para realizarem a leitura, refletirem em equipe sobre o conteúdo e registrarem em seus cadernos a resposta do questionamento. Ao término dos 5 minutos, o professor deverá realizar a rotação dos textos, de maneira que cada grupo pegue um novo documento, disponibilizando em seguida mais 5 minutos para a leitura e registro da resposta do questionamento conforme orientação anterior. Com a finalização do tempo dessa segunda rodada, deverá ser realizado mais uma rotação, garantindo assim que todas as equipes leiam os três trechos. Dessa maneira ao término dos 20 minutos, espera-se que todos os estudantes terão lido todos os textos e respondido os três questionamentos.

Independentemente da dinâmica selecionada para leitura do texto, o professor deverá ser bastante criterioso na questão do tempo, orientando os alunos que fiquem focados na realização das atividades propostas.

A fim de auxiliar o entendimento da metodologia de rotação por estações, indicamos o seguinte vídeo disponível na plataforma Youtube: Rotação por estações de aprendizagem. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=Oa9z3H1m3LM>. Acesso em: 25 de nov. de 2018.

Com respeito à política econômica colombiana, espera-se que o texto deixe claro que o país seguiu o Consenso de Washington quando cita o aumento das importações e, principalmente, na frase “ A implantação dos postulados neoliberais levou a uma série de reformas na Colômbia (políticas, econômicas e sociais).” Como consequências pode-se identificar a instabilidade da economia e a crise de 1998/1999. Com relação à Venezuela, percebe-se o aceite das proposições do Consenso porque houve a “redução dos gastos sociais, a abertura do setor petroleiro ao capital internacional, a privatização de empresas estatais, como a telefonia, e a liberalização de preços”. Como consequências o aumento exponencial da inflação e da população em situação de pobreza crítica. Já com respeito a Argentina, houve a implementação de programas de austeridade fiscal, envolvendo aumentos de tributos e cortes de gastos do governo, que resultou em agravamento da recessão, desemprego e desmantelamento de todos os setores da indústria nacional.

Texto “Consenso de Washington” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/YscS3kXb644hXAxeuK3sMuP6k9c7Yg8wesPjJ33ssMSCDqv9b5gMafpvDwgr/his9-34und03-problematizacao-1-consenso-de-washington.pdf

Texto “Colômbia nos anos 1990” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/h4HjnMvaJP7bHfAQZTHbgQ6pvePrCfTF925H5HF2BGKtw6EbsqjEWnA3Zgs4/his9-34und03-problematizacao-2-colombia-nos-anos-1990.pdf

Texto O programa “Agenda Venezuela” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xSGUGnvDH5ZfSsRJ2jFNC7hAwaxYTq2sBbrmWwXVn4G2MnGgXcJ22Vh4SK3a/his9-34und03-problematizacao-3-o-programa-agenda-venezuela.pdf

Texto “Os programas de austeridade fiscal argentinos” para impressão:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/dPXtz4wwJgRP4cgbUS6aUpvrerQst5wtrRZgxbgrfr2RPBvtstsw58YUPbfh/his9-34und03-problematizacao-4-os-programas-de-austeridade-fiscal-argentinos.pdf

Para você saber mais:

Consenso de Washington. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

PENA, R.F.A. Consenso de Washington. Mundo Educação. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/consenso-washington.htm>. Acesso em: 07 dez 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: No quadro, faça uma tabela contendo os nomes dos três países (Colômbia, Argentina e Venezuela), com subdivisões para política econômica e consequências. Em seguida, convide membros de cada equipe a falar as respostas encontradas na atividade anterior. Tenha o cuidado de pedir para que os alunos informem qual ou quais proposições relacionadas no texto do Consenso de Washington o país seguiu. Depois, peça para que este ou outro aluno da equipe escreva a resposta na tabela, em poucas palavras.

Com a tabela pronta, solicite que os alunos observem as informações e dêem opiniões a respeito da pergunta: “O que há em comum entre as políticas econômicas desses países? Deixe que os alunos se expressem. Espera-se que todos esses países seguiram, em maior ou menor grau, o Consenso de Washington, com consequências ruins para a população. Chame à atenção que os textos lidos não esgotam todos os aspectos das políticas econômicas desses países no período do pós-guerra fria, mas que são apenas um pequeno recorte do período. Isso quer dizer que o que foi percebido com respeito a um país pode também ter ocorrido em outro.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE A história recente do 9º ano :

MAIS AULAS DE História do 9º ano:

9º ano / História / Modernização, ditadura civil-militar e redemocratização: o Brasil após 1946

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF09HI34 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano