16435
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Geografia > 1º ano > Formas de representação e pensamento espacial

Plano de aula - Representações tridimensionais e bidimensionais do espaço

Plano de aula de Geografia com atividades para 1° ano do Fundamental sobre Representar e interpretar representações tridimensionais e bidimensionais do espaço geográfico

Plano 05 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Elaine Aparecida Paraguai

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 100 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF01GE08 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: A professora deverá pedir sucata aos estudantes ou coletar previamente.

Escolher formas parecidas com os obstáculos do circuito (ex: túnel - rolo de papel higiênico, pneu - rodinha de carrinho, cone - tampinha de creme dental, etc).

Cola branca.

Cola quente ou fita dupla face (que será usada pela professora para finalizar o circuito, caso necessário, fixando as peças montadas pelos estudantes).

Para você saber mais:

O circuito corporal será utilizado como ponto de partida para a construção de uma maquete (representação tridimensional) e posteriormente de um croqui (representação bidimensional). A realização desta atividade é importante para que os estudantes iniciem a compreensão de que os mapas são representações bidimensionais da realidade a partir da visão vertical (visão de cima para baixo). Por isso é necessário que as ilustrações sejam realizadas observando este ponto de vista.

Um material disponível para estudo é o texto da professora Simone Aparecida Silva da Universidade de Londrina no Paraná, disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/1481-6.pdf

Contextos prévios: É desejável que o circuito seja baseado num circuito corporal real, já realizado pelas crianças na escola. Entretanto, o plano também pode ser utilizado como planejamento para um futuro circuito com base nas ideias das crianças.

Verifique plano para Circuito Corporal em https://novaescola.org.br/plano-de-aula/5156/circuito-corporal e também em: https://novaescola.org.br/conteudo/5698/circuitos-no-patio

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Apresente o tema aos estudantes (projete ou escreva no quadro).

Pergunte aos estudantes: O que é um circuito corporal?

É desejável que as crianças já tenham participado de um circuito anteriormente. Entretanto, caso isto não tenha ocorrido, o plano pode ser realizado. Pode, inclusive, servir como planejamento de um circuito real. Veja orientações no slide inicial.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Deixe que os estudantes respondam como foi a participação deles no circuito ou, caso não tenham participado, estimule-os a dizer o que gostariam que o seu circuito tivesse, o que imaginam que teria e se sabem o que é um circuito.

Motive-os a dizerem se gostaram, o que mais gostaram, se gostariam de fazer novamente, etc.

Sugestões de perguntas às crianças: você já participou de um circuito? Como foi? Caso não tenha participado, como imagina que seja? Quais desafios você acha que encontraria em um circuito?

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Faça algumas perguntas norteadoras: Como o João poderia montar o circuito com esses materiais? Ele seria do tamanho real?

Que etapa real do circuito o rolo de papel higiênico poderia representar? (No do João Pedro seria um túnel, por exemplo).

Procure estimular as crianças a lembrarem das semelhanças entre o formato da sucata que coletaram e dos obstáculos do circuito na realidade.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Ajude os estudantes a interpretar as imagens.

Como está montado o circuito do João Pedro? O que os objetos representam? Quais seriam as etapas e o que o “bonequinho” teria que fazer? Faça essas perguntas e deixe que os estudantes interpretem livremente. Por exemplo: do ponto de partida, o que ele faria primeiro? Passaria debaixo ou em cima do primeiro obstáculo? Etc.

Questões conceituais: Como a fotografia do circuito do João Pedro foi tirada? E a ilustração, de que ponto de vista foi feita?

Estimule-os a verificar que o ponto de vista da representação foi a visão vertical (de cima para baixo).

Não é necessário que os estudantes saibam o significado do termo “visão vertical”, mas, sim que demonstrem compreensão prática do conceito ao realizar a atividade adequadamente.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Após discutirem sobre as ideias desenvolvidas por João Pedro, questione os alunos como poderiam montar um circuito na sala de aula. Pode ser que as sugestões envolvam modificações na organização da sala, como: pular cadeiras, túnel com as carteiras, etc. Lance então a proposta para que esta ideia de circuito seja compartilhada com crianças de outros locais. Para isto, os aluno deverão representar esse circuito de forma reduzida. Questione: Como podemos fazer?

Deixe que as crianças digam o que gostariam que tivesse no circuito.

Lembre-as de que precisam de formas de sucata que aproximam-se do formato dos objetos reais.

Exemplo - rolo de papel higiênico = túnel, tampa de creme dental = cone, lacre de remédio = bambolê, etc.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 40 minutos

Orientações: Em duplas, as crianças deverão representar um modelo de circuito corporal com sucata, escolhendo um objeto para cada etapa e ordenando os objetos para representá-lo numa maquete simplificada. Depois de fazer a representação tridimensional, farão a representação no plano (bidimensional).

Acompanhe a confecção das maquetes pelas duplas orientando-as quanto à representação dos objetos reais, a adequação dos objetos ao tamanho disponível para montagem, ao formato dos objetos e sua correspondência com a realidade, ao ponto de partida e de chegada do circuito.

Caso necessário, utilize cola quente ou fita dupla face para fixar peças que não possam ser fixadas com cola branca pelos estudantes.É importante enfatizar também a necessária atenção ao manuseio das peças pequenas pelas crianças.

Como adequar à sua realidade: Utilize os materiais trazidos pelos estudantes, conforme orientação dada previamente. Programe-se também, levando materiais para o caso de alunos que não contribuírem.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 23 minutos

Orientações: Os estudantes deverão observar as maquetes e ilustrar individualmente observando o ponto de vista vertical.

Acompanhe as ilustrações atuando na Zona de Desenvolvimento Proximal. Indique e faça perguntas sobre como estão visualizando os objetos de cima para baixo, se estão vendo tudo ou só algumas partes. Peça que ilustrem da maneira como estão vendo.

Avalie se eles estão conseguindo fazer a transposição em desenhos simples do tridimensional para o bidimensional. Se necessário, combine formas geométricas para representar determinados objetos. Exemplo: círculo para representar as tampinhas (pneus).

Para você saber mais:

https://novaescola.org.br/conteudo/1972/vygotsky-e-o-conceito-de-zona-de-desenvolvimento-proximal

Nesse texto de Nova Escola, você encontra informações sobre a Zona de Desenvolvimento Proximal de Vigotsky.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 100 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF01GE08 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: A professora deverá pedir sucata aos estudantes ou coletar previamente.

Escolher formas parecidas com os obstáculos do circuito (ex: túnel - rolo de papel higiênico, pneu - rodinha de carrinho, cone - tampinha de creme dental, etc).

Cola branca.

Cola quente ou fita dupla face (que será usada pela professora para finalizar o circuito, caso necessário, fixando as peças montadas pelos estudantes).

Para você saber mais:

O circuito corporal será utilizado como ponto de partida para a construção de uma maquete (representação tridimensional) e posteriormente de um croqui (representação bidimensional). A realização desta atividade é importante para que os estudantes iniciem a compreensão de que os mapas são representações bidimensionais da realidade a partir da visão vertical (visão de cima para baixo). Por isso é necessário que as ilustrações sejam realizadas observando este ponto de vista.

Um material disponível para estudo é o texto da professora Simone Aparecida Silva da Universidade de Londrina no Paraná, disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/1481-6.pdf

Contextos prévios: É desejável que o circuito seja baseado num circuito corporal real, já realizado pelas crianças na escola. Entretanto, o plano também pode ser utilizado como planejamento para um futuro circuito com base nas ideias das crianças.

Verifique plano para Circuito Corporal em https://novaescola.org.br/plano-de-aula/5156/circuito-corporal e também em: https://novaescola.org.br/conteudo/5698/circuitos-no-patio

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Apresente o tema aos estudantes (projete ou escreva no quadro).

Pergunte aos estudantes: O que é um circuito corporal?

É desejável que as crianças já tenham participado de um circuito anteriormente. Entretanto, caso isto não tenha ocorrido, o plano pode ser realizado. Pode, inclusive, servir como planejamento de um circuito real. Veja orientações no slide inicial.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Deixe que os estudantes respondam como foi a participação deles no circuito ou, caso não tenham participado, estimule-os a dizer o que gostariam que o seu circuito tivesse, o que imaginam que teria e se sabem o que é um circuito.

Motive-os a dizerem se gostaram, o que mais gostaram, se gostariam de fazer novamente, etc.

Sugestões de perguntas às crianças: você já participou de um circuito? Como foi? Caso não tenha participado, como imagina que seja? Quais desafios você acha que encontraria em um circuito?

Slide Plano Aula

Orientações: Faça algumas perguntas norteadoras: Como o João poderia montar o circuito com esses materiais? Ele seria do tamanho real?

Que etapa real do circuito o rolo de papel higiênico poderia representar? (No do João Pedro seria um túnel, por exemplo).

Procure estimular as crianças a lembrarem das semelhanças entre o formato da sucata que coletaram e dos obstáculos do circuito na realidade.

Slide Plano Aula

Orientações: Ajude os estudantes a interpretar as imagens.

Como está montado o circuito do João Pedro? O que os objetos representam? Quais seriam as etapas e o que o “bonequinho” teria que fazer? Faça essas perguntas e deixe que os estudantes interpretem livremente. Por exemplo: do ponto de partida, o que ele faria primeiro? Passaria debaixo ou em cima do primeiro obstáculo? Etc.

Questões conceituais: Como a fotografia do circuito do João Pedro foi tirada? E a ilustração, de que ponto de vista foi feita?

Estimule-os a verificar que o ponto de vista da representação foi a visão vertical (de cima para baixo).

Não é necessário que os estudantes saibam o significado do termo “visão vertical”, mas, sim que demonstrem compreensão prática do conceito ao realizar a atividade adequadamente.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Após discutirem sobre as ideias desenvolvidas por João Pedro, questione os alunos como poderiam montar um circuito na sala de aula. Pode ser que as sugestões envolvam modificações na organização da sala, como: pular cadeiras, túnel com as carteiras, etc. Lance então a proposta para que esta ideia de circuito seja compartilhada com crianças de outros locais. Para isto, os aluno deverão representar esse circuito de forma reduzida. Questione: Como podemos fazer?

Deixe que as crianças digam o que gostariam que tivesse no circuito.

Lembre-as de que precisam de formas de sucata que aproximam-se do formato dos objetos reais.

Exemplo - rolo de papel higiênico = túnel, tampa de creme dental = cone, lacre de remédio = bambolê, etc.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 40 minutos

Orientações: Em duplas, as crianças deverão representar um modelo de circuito corporal com sucata, escolhendo um objeto para cada etapa e ordenando os objetos para representá-lo numa maquete simplificada. Depois de fazer a representação tridimensional, farão a representação no plano (bidimensional).

Acompanhe a confecção das maquetes pelas duplas orientando-as quanto à representação dos objetos reais, a adequação dos objetos ao tamanho disponível para montagem, ao formato dos objetos e sua correspondência com a realidade, ao ponto de partida e de chegada do circuito.

Caso necessário, utilize cola quente ou fita dupla face para fixar peças que não possam ser fixadas com cola branca pelos estudantes.É importante enfatizar também a necessária atenção ao manuseio das peças pequenas pelas crianças.

Como adequar à sua realidade: Utilize os materiais trazidos pelos estudantes, conforme orientação dada previamente. Programe-se também, levando materiais para o caso de alunos que não contribuírem.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 23 minutos

Orientações: Os estudantes deverão observar as maquetes e ilustrar individualmente observando o ponto de vista vertical.

Acompanhe as ilustrações atuando na Zona de Desenvolvimento Proximal. Indique e faça perguntas sobre como estão visualizando os objetos de cima para baixo, se estão vendo tudo ou só algumas partes. Peça que ilustrem da maneira como estão vendo.

Avalie se eles estão conseguindo fazer a transposição em desenhos simples do tridimensional para o bidimensional. Se necessário, combine formas geométricas para representar determinados objetos. Exemplo: círculo para representar as tampinhas (pneus).

Para você saber mais:

https://novaescola.org.br/conteudo/1972/vygotsky-e-o-conceito-de-zona-de-desenvolvimento-proximal

Nesse texto de Nova Escola, você encontra informações sobre a Zona de Desenvolvimento Proximal de Vigotsky.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Formas de representação e pensamento espacial do 1º ano :

MAIS AULAS DE Geografia do 1º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF01GE08 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Geografia

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano