16216
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 6º ano > A invenção do mundo clássico e o contraponto com outras sociedades

Plano de aula - A organização social no Império Inca

Plano de aula de História com atividades para 6º ano do EF sobre A organização social no Império Inca

Plano 03 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Diogo Pimenta Pereira Leite

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade (EF06HI08) de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Projetor multimídia, imagens e os textos impressos para o estudantes e folhas A4.

Material complementar:

Mapa do Império Inca: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/K2BUSZpXaxQWU7bYgpFaqxRuKDhh5ZCbFp4AjSQd4jtN53bTPaUj5x923Prd/his6-08und03-imagens-contexto.pdf

Fonte: Inca road system map-en.svg. Wikimedia. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Inca_road_system_map-en.svg>. Acesso em: 05 dez. 2018.

Machu Picchu: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/K2BUSZpXaxQWU7bYgpFaqxRuKDhh5ZCbFp4AjSQd4jtN53bTPaUj5x923Prd/his6-08und03-imagens-contexto.pdf

Fonte: Peru Machu Picchu Sunrise.jpg. Wikimedia. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Peru_Machu_Picchu_Sunrise.jpg>. Acesso em: 05 dez. 2018.

Textos e Imagens - Estações por rotação

Centro 1: A expansão e dominação inca sobre outros povos

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qQ3mpZY6B3nXSbpPQNGUzG5JYXmFgkg5VTmetYV44knWThe6dhTpwvkGes49/his6-08und03-centro-1-a-expansao-e-dominacao-inca-sobre-outros-povo.pdf

VIANA, Larissa. História da América I. vol.1. Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2010. p. 36.

ZÚÑINGA, Ortiz. La província de León. In: VIANA, Larissa. História da América I. vol.1. Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2010. p.41.

Centro 2: A religião dos incas: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/sDkRKJXQPWxVpyJhN5Gpvh8WxKbp5b6v8bX6K5JQh6ZEA3USjdKDWXVTG3kt/his6-08und03-texto-problematizacao-centro-2-a-religiao-dos-incas.pdf

BLAINEY, Geofrey. Uma breve história do mundo. 2. ed. São Paulo: Fundamento Educacional, 2008. pp.98-99.

Centro 3: Agricultura dos Incas

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/EYu486EvdTBD7jGJaVJYAZTvcKRPbU5SRYyBQUSZ94JSxBmpAbrcqpE42bUK/his6-08und03-texto-e-imagem-problematizacao-centro-3-agricultura-dos-incas.pdf

Fonte: GORDON, D.; ROBERTSON, E. CC BY-SA 3.0. Wikimedia. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=26897802>. Acesso em: 10 dez. 2018.

Fonte: MARAMBIO, Bernardita Stuven. CC BY-SA 4.0. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=72830155>. Acesso em: 10 dez. 2018.

VIANA, Larissa. História da América I. vol.1. Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2010. p. 38.

Centro 4: A influência política e religiosa do Inca

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/CeTBxQHNnMGzwbdzZfTWDQssJYWpYkWeYdD3FMkgYQ8mcZcEYsJpmRkVbxuP/his6-08und03-texto-problematizacao-centro-4-a-influencia-politica-e-religiosa-do-inca.pdf

POMER, Léon. Os Incas. In: História da América Hispano-Indígena. São Paulo, Global, 1983. pp. 32-34. (texto adaptado)

Para que os alunos aprendam a interpretar fontes históricas, é muito importante que você não forneça a eles as Informações básicas sobre a fonte histórica antes da leitura de cada uma delas. Não comece a aula com uma exposição sobre o contexto histórico desses documentos, pois isso os impediria de construir o contexto com base nas fontes, que é o objetivo central da aula de História.

Para você saber mais:

CARDOSO, Ciro Flamarion. América Pré-Colombiana. São Paulo: Editora Brasiliense, 1981.

FAVRE, Henri. A civilização Inca. UDESC Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1987.

FUNARI, Pedro Paulo; PIÑON, Ana. A temática indígena na escola: subsídios para os professores. São Paulo: Editora Contexto, 2011.

GRUZINSKI, Serge. A colonização do imaginário: sociedades indígenas e ocidentalização no México colonial. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

MURRA, John. As Sociedades Andinas Anteriores a 1532. In: BETHEL, Leslie. (org.) História da América Latina. Volume I: História da América Latina Colonial. São Paulo: Edusp, 1998. pp. 63-99.

PINSKY, Jamie (org.). História da América através dos textos. 5° ed. São Paulo. Contexto, 1994.

VIANA, Larissa. História da América I. vol.1. Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2010.

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo da aula para a turma. É muito importante começar com a apresentação do objetivo para que os estudantes entendam o que farão e compreendam onde se quer chegar ao fim da aula.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações: Projete ou disponibilize impressas para os alunos as duas imagens apresentadas no slide. A imagem 1 apresenta uma mapa do antigo império Inca (tradução do título: “Mapa do sistema de estradas do império inca”) tendo como foco a constituição de suas estradas, já a imagem 2 apresenta uma foto panorâmica da cidade de Macchu Pichu.

Em seguida, entregue aos alunos em cópias impressas, ou leia em sala a matéria de jornal, que trata sobre o centenário de redescobrimento da cidade de Machu Pichu.

Link (externo ao plano): Machu Picchu revela esplendor do mundo Inca. G1. Disponível em: <http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL67024-5602,00-MACHU+PICCHU+REVELA+ESPLENDOR+DO+MUNDO+INCA.html> . Acesso em 05 dez. 2018.

Posteriormente, projete, escreva as questões (do slide a seguir) no quadro, ou disponibilize-as impressas, então, solicite que os alunos debatam e respondam as questões individualmente. Peça para que os estudantes exponham suas opiniões e para que anotem as conclusões em seus cadernos.

Após a realização da atividade peça para que dois alunos exponham as suas respostas para o resto da turma.

A expectativa é que em um primeiro momento os alunos percebam que as linhas azuis e marrons representam as estradas que ligavam as cidades incas. Caso eles possuam dificuldade em perceber a temporalidade do mapa, já que existem nomes de países atuais inseridos, você precisa intervir expondo a ideia de que isso foi feito para ajudar as pessoas a localizarem o antigo Império com mais facilidade. Em seguida, você pode pedir para que os alunos anotem quais os países da atualidade que faziam parte do antigo Império Inca.

Já na segunda pergunta que trata sobre qual o animal que está representado no mapa, existe uma maior probabilidade de desconhecimento pelos alunos. É esperado que as respostas possam variar desde algum tipo diferente de cavalo a alguma raça de cachorro (devido ao tamanho que o animal é representado).

Quando isso ocorrer, você pode rapidamente fazer um jogo da forca com os alunos. A cada letra correspondente ao animal, você pode ir apresentando algumas características como: Esse animal gosta de viver em regiões frias e em montanhas; eles são parentes distantes dos camelos; Esse animal possui bastante pelos comos as ovelhas etc. Continue o jogo até obter o nome da Lhama.

Ainda sobre esse animal, quando os estudantes forem questionados sobre a sua importância, é esperado que as respostas estejam vinculadas a utilização como meio de transporte, fabricação de lã, carne e leite. O professor pode ir apresentando essas dicas no próprio jogo da forca explicitado anteriormente. Não se esqueça de fazer a observação de que não existiam cavalos no continente americano, para facilitar a relação da utilização da Lhama como meio de transporte.

Sobre a pergunta relacionada à matéria de jornal, peça para os alunos analisarem a imagem 2. Também as respostas podem ter uma variedade de opiniões pessoais dos estudantes, contanto que elas valorizem os aspectos da construção da cidade em meio a cadeia de montanhas andinas. Se possível pergunte aos alunos quem conhece seja por fotos ou por visitação a cidade, e, caso hajam respostas positivas, explore os relatos que possam vir a ser expostos pela turma. Pergunte aos estudantes se eles já conseguiram perceber qual a civilização que eles irão explorar ao longo da aula.

Para você saber mais:

ARRUDA, José Jobson de Andrade. Atlas histórico básico. 17° ed.- São Paulo, Ática,2002.

VON HAGEN, Victor W. A Estrada do Sol: O redescobrimento das estradas dos incas. Tradução de Raul de Paulilio. São Paulo: Edições Melhoramentos. 267 p.

Quapaq Ñan, a estrada do império inca. Historiazine. Disponível em: <https://historiazine.com/qhapaq-nan-estrada-do-imperio-inca-trilha-inca-eb49a5802e8e>. Acesso em: 05 dez 2018.

Grandes Civilizações: Os Incas (completo). O Império Inca. 2016. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=ttv2-1I2b80>. Acesso em: 06 dez 2018.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Projete ou disponibilize impressas para os alunos as duas imagens apresentadas no slide. A imagem 1 apresenta uma mapa do antigo império Inca (tradução do título: “Mapa do sistema de estradas do império inca”) tendo como foco a constituição de suas estradas, já a imagem 2 apresenta uma foto panorâmica da cidade de Macchu Pichu.

Em seguida, entregue aos alunos em cópias impressas, ou leia em sala a matéria de jornal, que trata sobre o centenário de redescobrimento da cidade de Machu Pichu.

Link (externo ao plano): Machu Picchu revela esplendor do mundo Inca. G1. Disponível em: <http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL67024-5602,00-MACHU+PICCHU+REVELA+ESPLENDOR+DO+MUNDO+INCA.html> . Acesso em 05 dez. 2018.

Posteriormente, projete, escreva as questões (do slide a seguir) no quadro, ou disponibilize-as impressas, então, solicite que os alunos debatam e respondam as questões individualmente. Peça para que os estudantes exponham suas opiniões e para que anotem as conclusões em seus cadernos.

Após a realização da atividade peça para que dois alunos exponham as suas respostas para o resto da turma.

A expectativa é que em um primeiro momento os alunos percebam que as linhas azuis e marrons representam as estradas que ligavam as cidades incas. Caso eles possuam dificuldade em perceber a temporalidade do mapa, já que existem nomes de países atuais inseridos, você precisa intervir expondo a ideia de que isso foi feito para ajudar as pessoas a localizarem o antigo Império com mais facilidade. Em seguida, você pode pedir para que os alunos anotem quais os países da atualidade que faziam parte do antigo Império Inca.

Já na segunda pergunta que trata sobre qual o animal que está representado no mapa, existe uma maior probabilidade de desconhecimento pelos alunos. É esperado que as respostas possam variar desde algum tipo diferente de cavalo a alguma raça de cachorro (devido ao tamanho que o animal é representado).

Quando isso ocorrer, você pode rapidamente fazer um jogo da forca com os alunos. A cada letra correspondente ao animal, você pode ir apresentando algumas características como: Esse animal gosta de viver em regiões frias e em montanhas; eles são parentes distantes dos camelos; Esse animal possui bastante pelos comos as ovelhas etc. Continue o jogo até obter o nome da Lhama.

Ainda sobre esse animal, quando os estudantes forem questionados sobre a sua importância, é esperado que as respostas estejam vinculadas a utilização como meio de transporte, fabricação de lã, carne e leite. O professor pode ir apresentando essas dicas no próprio jogo da forca explicitado anteriormente. Não se esqueça de fazer a observação de que não existiam cavalos no continente americano, para facilitar a relação da utilização da Lhama como meio de transporte.

Sobre a pergunta relacionada à matéria de jornal, peça para os alunos analisarem a imagem 2. Também as respostas podem ter uma variedade de opiniões pessoais dos estudantes, contanto que elas valorizem os aspectos da construção da cidade em meio a cadeia de montanhas andinas. Se possível pergunte aos alunos quem conhece seja por fotos ou por visitação a cidade, e, caso hajam respostas positivas, explore os relatos que possam vir a ser expostos pela turma. Pergunte aos estudantes se eles já conseguiram perceber qual a civilização que eles irão explorar ao longo da aula.

Para você saber mais:

ARRUDA, José Jobson de Andrade. Atlas histórico básico. 17° ed.- São Paulo, Ática,2002.

VON HAGEN, Victor W. A Estrada do Sol: O redescobrimento das estradas dos incas. Tradução de Raul de Paulilio. São Paulo: Edições Melhoramentos. 267 p.

Quapaq Ñan, a estrada do império inca. Historiazine. Disponível em: <https://historiazine.com/qhapaq-nan-estrada-do-imperio-inca-trilha-inca-eb49a5802e8e>. Acesso em: 05 dez 2018.

Grandes Civilizações: Os Incas (completo). O Império Inca. 2016. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=ttv2-1I2b80>. Acesso em: 06 dez 2018.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações: Iremos, a partir desse momento, trabalhar por meio da estratégia de rotação por estações. Organize a sala em quatro estações de aprendizagem e divida os alunos proporcionalmente por cada centro (exemplo: 20 alunos. 5 alunos por centro). Se houver mais alunos, você pode dobrar o número de centros colocando 2 de cada um deles, fazendo, portanto, 8 grupos.

Cada uma dessas estações terá documentos e fontes que irão abordar um aspecto da sociedade inca, contendo tarefas diferentes para os alunos executarem. Imprima e disponibilize as fontes e imagens para cada estação correspondente.

Em seguida, projete, escreva as questões (do slide a seguir) no quadro, ou disponibilize-as impressas em cada estação, então, solicite que os estudantes nos centros debatam e respondam as questões de forma individual em seus cadernos.

O tempo para que os alunos permaneçam em cada estação será de 5 minutos. É interessante ter um relógio com alarme para marcar esse tempo e sinalizar aos estudantes quando devem se deslocar para outra estação.

A primeira estação terá como tema: “ A expansão e dominação inca sobre outros povos”

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qQ3mpZY6B3nXSbpPQNGUzG5JYXmFgkg5VTmetYV44knWThe6dhTpwvkGes49/his6-08und03-centro-1-a-expansao-e-dominacao-inca-sobre-outros-povo.pdf

A segunda estação terá como tema: “ A religião dos Incas.”

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/sDkRKJXQPWxVpyJhN5Gpvh8WxKbp5b6v8bX6K5JQh6ZEA3USjdKDWXVTG3kt/his6-08und03-texto-problematizacao-centro-2-a-religiao-dos-incas.pdf

A terceira estação terá como tema: “A agricultura dos incas.”

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/EYu486EvdTBD7jGJaVJYAZTvcKRPbU5SRYyBQUSZ94JSxBmpAbrcqpE42bUK/his6-08und03-texto-e-imagem-problematizacao-centro-3-agricultura-dos-incas.pdf

A quarta estação terá como tema: “ A influência política e religiosa dos Inca.”

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/CeTBxQHNnMGzwbdzZfTWDQssJYWpYkWeYdD3FMkgYQ8mcZcEYsJpmRkVbxuP/his6-08und03-texto-problematizacao-centro-4-a-influencia-politica-e-religiosa-do-inca.pdf

O objetivo dessa atividade é fazer com que os alunos consigam perceber os aspectos gerais da estrutura de funcionamento da sociedade inca.

É esperado que os alunos na primeira estação percebam as formas de dominação dos incas sobre os outros povos e construam hipóteses sobre essa relação. Caso haja alguma dificuldade na obtenção de respostas com o enfoque desejado, faça perguntas norteadoras tais como: “ O que aconteceria se um povo não fizesse o que os incas pediam?”; “Eles matavam ou prendiam as pessoas que não obedecessem?”.

Já na segunda estação a expectativa é que os alunos apontem as principais características da religião dos incas. Aspectos como o politeísmo, a importância do Inca como mediador entre o deus sol e a sociedade, e da Lua representada como uma deusa feminina também podem ser elencados pelos alunos, assim como os sacrifícios humanos praticados para honrar os deuses.

Havendo alguma dificuldade em estabelecer esses paralelos você pode questionar os alunos sobre como os incas percebiam o céu e o inferno, e como ele estava ligado ao clima da região onde se localizava o império inca.

A terceira estação terá como enfoque as inovações tecnológicas (especialmente a técnica de cultivos por pisos) que propiciaram aos incas o aproveitamento máximo do terreno e do solo característicos da região andina. Em caso de dúvidas dos alunos, você pode partir questionando a região geográfica (montanha, praia, serra) de onde as fotos foram tiradas, e perguntar para os alunos as diferenças climáticas que existem entre regiões que se localizam em áreas mais altas em relação ao nível do mar (mais altas, mais frias/ mais baixas, mais quentes). Pergunte aos alunos se todas as frutas e verduras que comemos sobrevivem independente do clima. Depois, peça para eles buscarem nas imagens, a solução dada para que os incas pudessem desfrutar de vários alimentos que são adaptados tanto a regiões frias quanto a regiões mais quentes.

A quarta estação irá abordar a legitimação religiosa do Inca através do enaltecimento de sua representação divina como justificativa direta para centralização política do Império. É esperado que os alunos relacionem a imagem do Inca com a de um Imperador ou de um rei poderoso, onde todos deveriam se submeter às suas ordens e vontades. Caso você não obtenha as respostas esperadas, selecione o trecho “ No meu reino, nenhum pássaro voa nem folha alguma se move, se esta não for a minha vontade”, e em seguida pergunte aos alunos qual era a origem de todo esse poder que o Inca possuía.

Ainda sobre a quarta estação, caso a sala de aula tenha recursos de audiovisual, você pode complementar o texto com a música do filme: “A Nova onda do Imperador”, disponível no link: https://www.youtube.com/watch?v=FHUv-1sg8bg.

A Nova onda do Imperador Música - Mundo Perfeito. 2018. Disponível em: . Acesso em: 09 dez. 2018.

Para você saber mais:

ARIAS, José Miguel (org.). Textos didáticos: História da América. Curitiba: 2004. Disponível em: <http://www.uel.br/pessoal/jneto/arqtxt/Textosdidaticos-HistoriaAmerica.pdf>. Acesso em: 14 dez 2018.

SASSAKI, Cláudio. Para uma aula diferente, aposte na rotação por estações de aprendizagem. Nova Escola. Disponível em: <https://novaescola.org.br/conteudo/3352/blog-aula-diferente-rotacao-estacoes-de-aprendizagem>. Acesso em: 10 dez 2018.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: Mantenha os alunos na última formação da rotação por aprendizagem. Em seguida, com base no que você acompanhou do trabalho dos grupos, selecione quatro estudantes de estações de aprendizagem diferentes para expor as suas respostas para a classe. Ou, então, peça que os alunos se candidatem. Reitere que as respostas terão que estar relacionadas apenas ao que eles aprenderam na última estação.

Registre uma síntese em forma de mapa conceitual das respostas no quadro e peça que os estudantes escrevam essa sistematização no caderno.

A expectativa é que o primeiro aluno a partir da estação 1 (A expansão e dominação inca) elabore uma resposta que esteja vinculada à forma “negociada”, ao invés do uso imediato da força militar, que os incas tinham com os povos dominados por eles. Ou então podem surgir respostas ligadas ao enriquecimento dos incas a partir das cobranças de tributos dos povos dominados.

Na estação 2 (religião dos incas) o aluno pode falar a partir de aspectos que ressaltam a contribuição da moral religiosa dos incas tal como a máxima: “não roube, não minta e não seja preguiçoso.” Para a manutenção de uma certa ordem social em um império territorialmente vasto. Ou seja, as pessoas teriam que fazer coisas boas para ir para o céu, e para isso, elas precisavam praticar o “bem”. Outra resposta possível pode envolver o aspecto da fé como um motor para o desenvolvimento do Império.

Na estação 3 (agricultura dos incas), é esperado que o aluno relacione as técnicas agrícolas ao aumento da produção e consequentemente a capacidade de alimentar um território tão grande.

Para a estação 4 ( A influência política e religiosa do Inca) a expectativa é que o aluno aborde a importância da força política e religiosa do rei para manter o império. Respostas relacionadas a força militar, a legitimação divina, além do medo ou respeito ao Inca pelos habitantes do Império serão essenciais para perceber o aprendizado do aluno.

Pergunte se alguém dos outros grupos gostaria de completar a resposta dos colegas, se concordam ou discordam e o porquê.

A parte mais importante dessa etapa é fazer com que os estudantes consigam estabelecer relações a partir das reflexões anteriores. Relembrando o aspecto do espaço geográfico do território Inca exposto no contexto, e perpassando por algumas das principais características organizacionais do funcionamento da sociedade inca, essa atividade final tem por objetivo garantir, a partir de um questionamento central, que todos compreenderam o que foi abordado anteriormente.

Para fechar, você pode perguntar aos alunos se existem mais respostas para a pergunta além das elaboradas a partir das estações de aprendizagem. Caso eles fiquem em dúvidas, fale sobre a importância das estradas, por exemplo, e reitere que na História existem perguntas com respostas que podem durar muitas aulas para serem respondidas por completo.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Mantenha os alunos na última formação da rotação por aprendizagem. Em seguida, com base no que você acompanhou do trabalho dos grupos, selecione quatro estudantes de estações de aprendizagem diferentes para expor as suas respostas para a classe. Ou, então, peça que os alunos se candidatem. Reitere que as respostas terão que estar relacionadas apenas ao que eles aprenderam na última estação.

Registre uma síntese em forma de mapa conceitual das respostas no quadro e peça que os estudantes escrevam essa sistematização no caderno.

A expectativa é que o primeiro aluno a partir da estação 1 (A expansão e dominação inca) elabore uma resposta que esteja vinculada à forma “negociada”, ao invés do uso imediato da força militar, que os incas tinham com os povos dominados por eles. Ou então podem surgir respostas ligadas ao enriquecimento dos incas a partir das cobranças de tributos dos povos dominados.

Na estação 2 (religião dos incas) o aluno pode falar a partir de aspectos que ressaltam a contribuição da moral religiosa dos incas tal como a máxima: “não roube, não minta e não seja preguiçoso.” Para a manutenção de uma certa ordem social em um império territorialmente vasto. Ou seja, as pessoas teriam que fazer coisas boas para ir para o céu, e para isso, elas precisavam praticar o “bem”. Outra resposta possível pode envolver o aspecto da fé como um motor para o desenvolvimento do Império.

Na estação 3 (agricultura dos incas), é esperado que o aluno relacione as técnicas agrícolas ao aumento da produção e consequentemente a capacidade de alimentar um território tão grande.

Para a estação 4 ( A influência política e religiosa do Inca) a expectativa é que o aluno aborde a importância da força política e religiosa do rei para manter o império. Respostas relacionadas a força militar, a legitimação divina, além do medo ou respeito ao Inca pelos habitantes do Império serão essenciais para perceber o aprendizado do aluno.

Pergunte se alguém dos outros grupos gostaria de completar a resposta dos colegas, se concordam ou discordam e o porquê.

A parte mais importante dessa etapa é fazer com que os estudantes consigam estabelecer relações a partir das reflexões anteriores. Relembrando o aspecto do espaço geográfico do território Inca exposto no contexto, e perpassando por algumas das principais características organizacionais do funcionamento da sociedade inca, essa atividade final tem por objetivo garantir, a partir de um questionamento central, que todos compreenderam o que foi abordado anteriormente.

Para fechar, você pode perguntar aos alunos se existem mais respostas para a pergunta além das elaboradas a partir das estações de aprendizagem. Caso eles fiquem em dúvidas, fale sobre a importância das estradas, por exemplo, e reitere que na História existem perguntas com respostas que podem durar muitas aulas para serem respondidas por completo.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade (EF06HI08) de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Projetor multimídia, imagens e os textos impressos para o estudantes e folhas A4.

Material complementar:

Mapa do Império Inca: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/K2BUSZpXaxQWU7bYgpFaqxRuKDhh5ZCbFp4AjSQd4jtN53bTPaUj5x923Prd/his6-08und03-imagens-contexto.pdf

Fonte: Inca road system map-en.svg. Wikimedia. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Inca_road_system_map-en.svg>. Acesso em: 05 dez. 2018.

Machu Picchu: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/K2BUSZpXaxQWU7bYgpFaqxRuKDhh5ZCbFp4AjSQd4jtN53bTPaUj5x923Prd/his6-08und03-imagens-contexto.pdf

Fonte: Peru Machu Picchu Sunrise.jpg. Wikimedia. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Peru_Machu_Picchu_Sunrise.jpg>. Acesso em: 05 dez. 2018.

Textos e Imagens - Estações por rotação

Centro 1: A expansão e dominação inca sobre outros povos

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qQ3mpZY6B3nXSbpPQNGUzG5JYXmFgkg5VTmetYV44knWThe6dhTpwvkGes49/his6-08und03-centro-1-a-expansao-e-dominacao-inca-sobre-outros-povo.pdf

VIANA, Larissa. História da América I. vol.1. Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2010. p. 36.

ZÚÑINGA, Ortiz. La província de León. In: VIANA, Larissa. História da América I. vol.1. Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2010. p.41.

Centro 2: A religião dos incas: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/sDkRKJXQPWxVpyJhN5Gpvh8WxKbp5b6v8bX6K5JQh6ZEA3USjdKDWXVTG3kt/his6-08und03-texto-problematizacao-centro-2-a-religiao-dos-incas.pdf

BLAINEY, Geofrey. Uma breve história do mundo. 2. ed. São Paulo: Fundamento Educacional, 2008. pp.98-99.

Centro 3: Agricultura dos Incas

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/EYu486EvdTBD7jGJaVJYAZTvcKRPbU5SRYyBQUSZ94JSxBmpAbrcqpE42bUK/his6-08und03-texto-e-imagem-problematizacao-centro-3-agricultura-dos-incas.pdf

Fonte: GORDON, D.; ROBERTSON, E. CC BY-SA 3.0. Wikimedia. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=26897802>. Acesso em: 10 dez. 2018.

Fonte: MARAMBIO, Bernardita Stuven. CC BY-SA 4.0. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=72830155>. Acesso em: 10 dez. 2018.

VIANA, Larissa. História da América I. vol.1. Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2010. p. 38.

Centro 4: A influência política e religiosa do Inca

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/CeTBxQHNnMGzwbdzZfTWDQssJYWpYkWeYdD3FMkgYQ8mcZcEYsJpmRkVbxuP/his6-08und03-texto-problematizacao-centro-4-a-influencia-politica-e-religiosa-do-inca.pdf

POMER, Léon. Os Incas. In: História da América Hispano-Indígena. São Paulo, Global, 1983. pp. 32-34. (texto adaptado)

Para que os alunos aprendam a interpretar fontes históricas, é muito importante que você não forneça a eles as Informações básicas sobre a fonte histórica antes da leitura de cada uma delas. Não comece a aula com uma exposição sobre o contexto histórico desses documentos, pois isso os impediria de construir o contexto com base nas fontes, que é o objetivo central da aula de História.

Para você saber mais:

CARDOSO, Ciro Flamarion. América Pré-Colombiana. São Paulo: Editora Brasiliense, 1981.

FAVRE, Henri. A civilização Inca. UDESC Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1987.

FUNARI, Pedro Paulo; PIÑON, Ana. A temática indígena na escola: subsídios para os professores. São Paulo: Editora Contexto, 2011.

GRUZINSKI, Serge. A colonização do imaginário: sociedades indígenas e ocidentalização no México colonial. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

MURRA, John. As Sociedades Andinas Anteriores a 1532. In: BETHEL, Leslie. (org.) História da América Latina. Volume I: História da América Latina Colonial. São Paulo: Edusp, 1998. pp. 63-99.

PINSKY, Jamie (org.). História da América através dos textos. 5° ed. São Paulo. Contexto, 1994.

VIANA, Larissa. História da América I. vol.1. Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2010.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete, escreva no quadro ou leia o objetivo da aula para a turma. É muito importante começar com a apresentação do objetivo para que os estudantes entendam o que farão e compreendam onde se quer chegar ao fim da aula.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações: Projete ou disponibilize impressas para os alunos as duas imagens apresentadas no slide. A imagem 1 apresenta uma mapa do antigo império Inca (tradução do título: “Mapa do sistema de estradas do império inca”) tendo como foco a constituição de suas estradas, já a imagem 2 apresenta uma foto panorâmica da cidade de Macchu Pichu.

Em seguida, entregue aos alunos em cópias impressas, ou leia em sala a matéria de jornal, que trata sobre o centenário de redescobrimento da cidade de Machu Pichu.

Link (externo ao plano): Machu Picchu revela esplendor do mundo Inca. G1. Disponível em: <http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL67024-5602,00-MACHU+PICCHU+REVELA+ESPLENDOR+DO+MUNDO+INCA.html> . Acesso em 05 dez. 2018.

Posteriormente, projete, escreva as questões (do slide a seguir) no quadro, ou disponibilize-as impressas, então, solicite que os alunos debatam e respondam as questões individualmente. Peça para que os estudantes exponham suas opiniões e para que anotem as conclusões em seus cadernos.

Após a realização da atividade peça para que dois alunos exponham as suas respostas para o resto da turma.

A expectativa é que em um primeiro momento os alunos percebam que as linhas azuis e marrons representam as estradas que ligavam as cidades incas. Caso eles possuam dificuldade em perceber a temporalidade do mapa, já que existem nomes de países atuais inseridos, você precisa intervir expondo a ideia de que isso foi feito para ajudar as pessoas a localizarem o antigo Império com mais facilidade. Em seguida, você pode pedir para que os alunos anotem quais os países da atualidade que faziam parte do antigo Império Inca.

Já na segunda pergunta que trata sobre qual o animal que está representado no mapa, existe uma maior probabilidade de desconhecimento pelos alunos. É esperado que as respostas possam variar desde algum tipo diferente de cavalo a alguma raça de cachorro (devido ao tamanho que o animal é representado).

Quando isso ocorrer, você pode rapidamente fazer um jogo da forca com os alunos. A cada letra correspondente ao animal, você pode ir apresentando algumas características como: Esse animal gosta de viver em regiões frias e em montanhas; eles são parentes distantes dos camelos; Esse animal possui bastante pelos comos as ovelhas etc. Continue o jogo até obter o nome da Lhama.

Ainda sobre esse animal, quando os estudantes forem questionados sobre a sua importância, é esperado que as respostas estejam vinculadas a utilização como meio de transporte, fabricação de lã, carne e leite. O professor pode ir apresentando essas dicas no próprio jogo da forca explicitado anteriormente. Não se esqueça de fazer a observação de que não existiam cavalos no continente americano, para facilitar a relação da utilização da Lhama como meio de transporte.

Sobre a pergunta relacionada à matéria de jornal, peça para os alunos analisarem a imagem 2. Também as respostas podem ter uma variedade de opiniões pessoais dos estudantes, contanto que elas valorizem os aspectos da construção da cidade em meio a cadeia de montanhas andinas. Se possível pergunte aos alunos quem conhece seja por fotos ou por visitação a cidade, e, caso hajam respostas positivas, explore os relatos que possam vir a ser expostos pela turma. Pergunte aos estudantes se eles já conseguiram perceber qual a civilização que eles irão explorar ao longo da aula.

Para você saber mais:

ARRUDA, José Jobson de Andrade. Atlas histórico básico. 17° ed.- São Paulo, Ática,2002.

VON HAGEN, Victor W. A Estrada do Sol: O redescobrimento das estradas dos incas. Tradução de Raul de Paulilio. São Paulo: Edições Melhoramentos. 267 p.

Quapaq Ñan, a estrada do império inca. Historiazine. Disponível em: <https://historiazine.com/qhapaq-nan-estrada-do-imperio-inca-trilha-inca-eb49a5802e8e>. Acesso em: 05 dez 2018.

Grandes Civilizações: Os Incas (completo). O Império Inca. 2016. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=ttv2-1I2b80>. Acesso em: 06 dez 2018.

Slide Plano Aula

Orientações: Projete ou disponibilize impressas para os alunos as duas imagens apresentadas no slide. A imagem 1 apresenta uma mapa do antigo império Inca (tradução do título: “Mapa do sistema de estradas do império inca”) tendo como foco a constituição de suas estradas, já a imagem 2 apresenta uma foto panorâmica da cidade de Macchu Pichu.

Em seguida, entregue aos alunos em cópias impressas, ou leia em sala a matéria de jornal, que trata sobre o centenário de redescobrimento da cidade de Machu Pichu.

Link (externo ao plano): Machu Picchu revela esplendor do mundo Inca. G1. Disponível em: <http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL67024-5602,00-MACHU+PICCHU+REVELA+ESPLENDOR+DO+MUNDO+INCA.html> . Acesso em 05 dez. 2018.

Posteriormente, projete, escreva as questões (do slide a seguir) no quadro, ou disponibilize-as impressas, então, solicite que os alunos debatam e respondam as questões individualmente. Peça para que os estudantes exponham suas opiniões e para que anotem as conclusões em seus cadernos.

Após a realização da atividade peça para que dois alunos exponham as suas respostas para o resto da turma.

A expectativa é que em um primeiro momento os alunos percebam que as linhas azuis e marrons representam as estradas que ligavam as cidades incas. Caso eles possuam dificuldade em perceber a temporalidade do mapa, já que existem nomes de países atuais inseridos, você precisa intervir expondo a ideia de que isso foi feito para ajudar as pessoas a localizarem o antigo Império com mais facilidade. Em seguida, você pode pedir para que os alunos anotem quais os países da atualidade que faziam parte do antigo Império Inca.

Já na segunda pergunta que trata sobre qual o animal que está representado no mapa, existe uma maior probabilidade de desconhecimento pelos alunos. É esperado que as respostas possam variar desde algum tipo diferente de cavalo a alguma raça de cachorro (devido ao tamanho que o animal é representado).

Quando isso ocorrer, você pode rapidamente fazer um jogo da forca com os alunos. A cada letra correspondente ao animal, você pode ir apresentando algumas características como: Esse animal gosta de viver em regiões frias e em montanhas; eles são parentes distantes dos camelos; Esse animal possui bastante pelos comos as ovelhas etc. Continue o jogo até obter o nome da Lhama.

Ainda sobre esse animal, quando os estudantes forem questionados sobre a sua importância, é esperado que as respostas estejam vinculadas a utilização como meio de transporte, fabricação de lã, carne e leite. O professor pode ir apresentando essas dicas no próprio jogo da forca explicitado anteriormente. Não se esqueça de fazer a observação de que não existiam cavalos no continente americano, para facilitar a relação da utilização da Lhama como meio de transporte.

Sobre a pergunta relacionada à matéria de jornal, peça para os alunos analisarem a imagem 2. Também as respostas podem ter uma variedade de opiniões pessoais dos estudantes, contanto que elas valorizem os aspectos da construção da cidade em meio a cadeia de montanhas andinas. Se possível pergunte aos alunos quem conhece seja por fotos ou por visitação a cidade, e, caso hajam respostas positivas, explore os relatos que possam vir a ser expostos pela turma. Pergunte aos estudantes se eles já conseguiram perceber qual a civilização que eles irão explorar ao longo da aula.

Para você saber mais:

ARRUDA, José Jobson de Andrade. Atlas histórico básico. 17° ed.- São Paulo, Ática,2002.

VON HAGEN, Victor W. A Estrada do Sol: O redescobrimento das estradas dos incas. Tradução de Raul de Paulilio. São Paulo: Edições Melhoramentos. 267 p.

Quapaq Ñan, a estrada do império inca. Historiazine. Disponível em: <https://historiazine.com/qhapaq-nan-estrada-do-imperio-inca-trilha-inca-eb49a5802e8e>. Acesso em: 05 dez 2018.

Grandes Civilizações: Os Incas (completo). O Império Inca. 2016. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=ttv2-1I2b80>. Acesso em: 06 dez 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações: Iremos, a partir desse momento, trabalhar por meio da estratégia de rotação por estações. Organize a sala em quatro estações de aprendizagem e divida os alunos proporcionalmente por cada centro (exemplo: 20 alunos. 5 alunos por centro). Se houver mais alunos, você pode dobrar o número de centros colocando 2 de cada um deles, fazendo, portanto, 8 grupos.

Cada uma dessas estações terá documentos e fontes que irão abordar um aspecto da sociedade inca, contendo tarefas diferentes para os alunos executarem. Imprima e disponibilize as fontes e imagens para cada estação correspondente.

Em seguida, projete, escreva as questões (do slide a seguir) no quadro, ou disponibilize-as impressas em cada estação, então, solicite que os estudantes nos centros debatam e respondam as questões de forma individual em seus cadernos.

O tempo para que os alunos permaneçam em cada estação será de 5 minutos. É interessante ter um relógio com alarme para marcar esse tempo e sinalizar aos estudantes quando devem se deslocar para outra estação.

A primeira estação terá como tema: “ A expansão e dominação inca sobre outros povos”

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/qQ3mpZY6B3nXSbpPQNGUzG5JYXmFgkg5VTmetYV44knWThe6dhTpwvkGes49/his6-08und03-centro-1-a-expansao-e-dominacao-inca-sobre-outros-povo.pdf

A segunda estação terá como tema: “ A religião dos Incas.”

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/sDkRKJXQPWxVpyJhN5Gpvh8WxKbp5b6v8bX6K5JQh6ZEA3USjdKDWXVTG3kt/his6-08und03-texto-problematizacao-centro-2-a-religiao-dos-incas.pdf

A terceira estação terá como tema: “A agricultura dos incas.”

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/EYu486EvdTBD7jGJaVJYAZTvcKRPbU5SRYyBQUSZ94JSxBmpAbrcqpE42bUK/his6-08und03-texto-e-imagem-problematizacao-centro-3-agricultura-dos-incas.pdf

A quarta estação terá como tema: “ A influência política e religiosa dos Inca.”

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/CeTBxQHNnMGzwbdzZfTWDQssJYWpYkWeYdD3FMkgYQ8mcZcEYsJpmRkVbxuP/his6-08und03-texto-problematizacao-centro-4-a-influencia-politica-e-religiosa-do-inca.pdf

O objetivo dessa atividade é fazer com que os alunos consigam perceber os aspectos gerais da estrutura de funcionamento da sociedade inca.

É esperado que os alunos na primeira estação percebam as formas de dominação dos incas sobre os outros povos e construam hipóteses sobre essa relação. Caso haja alguma dificuldade na obtenção de respostas com o enfoque desejado, faça perguntas norteadoras tais como: “ O que aconteceria se um povo não fizesse o que os incas pediam?”; “Eles matavam ou prendiam as pessoas que não obedecessem?”.

Já na segunda estação a expectativa é que os alunos apontem as principais características da religião dos incas. Aspectos como o politeísmo, a importância do Inca como mediador entre o deus sol e a sociedade, e da Lua representada como uma deusa feminina também podem ser elencados pelos alunos, assim como os sacrifícios humanos praticados para honrar os deuses.

Havendo alguma dificuldade em estabelecer esses paralelos você pode questionar os alunos sobre como os incas percebiam o céu e o inferno, e como ele estava ligado ao clima da região onde se localizava o império inca.

A terceira estação terá como enfoque as inovações tecnológicas (especialmente a técnica de cultivos por pisos) que propiciaram aos incas o aproveitamento máximo do terreno e do solo característicos da região andina. Em caso de dúvidas dos alunos, você pode partir questionando a região geográfica (montanha, praia, serra) de onde as fotos foram tiradas, e perguntar para os alunos as diferenças climáticas que existem entre regiões que se localizam em áreas mais altas em relação ao nível do mar (mais altas, mais frias/ mais baixas, mais quentes). Pergunte aos alunos se todas as frutas e verduras que comemos sobrevivem independente do clima. Depois, peça para eles buscarem nas imagens, a solução dada para que os incas pudessem desfrutar de vários alimentos que são adaptados tanto a regiões frias quanto a regiões mais quentes.

A quarta estação irá abordar a legitimação religiosa do Inca através do enaltecimento de sua representação divina como justificativa direta para centralização política do Império. É esperado que os alunos relacionem a imagem do Inca com a de um Imperador ou de um rei poderoso, onde todos deveriam se submeter às suas ordens e vontades. Caso você não obtenha as respostas esperadas, selecione o trecho “ No meu reino, nenhum pássaro voa nem folha alguma se move, se esta não for a minha vontade”, e em seguida pergunte aos alunos qual era a origem de todo esse poder que o Inca possuía.

Ainda sobre a quarta estação, caso a sala de aula tenha recursos de audiovisual, você pode complementar o texto com a música do filme: “A Nova onda do Imperador”, disponível no link: https://www.youtube.com/watch?v=FHUv-1sg8bg.

A Nova onda do Imperador Música - Mundo Perfeito. 2018. Disponível em: . Acesso em: 09 dez. 2018.

Para você saber mais:

ARIAS, José Miguel (org.). Textos didáticos: História da América. Curitiba: 2004. Disponível em: <http://www.uel.br/pessoal/jneto/arqtxt/Textosdidaticos-HistoriaAmerica.pdf>. Acesso em: 14 dez 2018.

SASSAKI, Cláudio. Para uma aula diferente, aposte na rotação por estações de aprendizagem. Nova Escola. Disponível em: <https://novaescola.org.br/conteudo/3352/blog-aula-diferente-rotacao-estacoes-de-aprendizagem>. Acesso em: 10 dez 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: Mantenha os alunos na última formação da rotação por aprendizagem. Em seguida, com base no que você acompanhou do trabalho dos grupos, selecione quatro estudantes de estações de aprendizagem diferentes para expor as suas respostas para a classe. Ou, então, peça que os alunos se candidatem. Reitere que as respostas terão que estar relacionadas apenas ao que eles aprenderam na última estação.

Registre uma síntese em forma de mapa conceitual das respostas no quadro e peça que os estudantes escrevam essa sistematização no caderno.

A expectativa é que o primeiro aluno a partir da estação 1 (A expansão e dominação inca) elabore uma resposta que esteja vinculada à forma “negociada”, ao invés do uso imediato da força militar, que os incas tinham com os povos dominados por eles. Ou então podem surgir respostas ligadas ao enriquecimento dos incas a partir das cobranças de tributos dos povos dominados.

Na estação 2 (religião dos incas) o aluno pode falar a partir de aspectos que ressaltam a contribuição da moral religiosa dos incas tal como a máxima: “não roube, não minta e não seja preguiçoso.” Para a manutenção de uma certa ordem social em um império territorialmente vasto. Ou seja, as pessoas teriam que fazer coisas boas para ir para o céu, e para isso, elas precisavam praticar o “bem”. Outra resposta possível pode envolver o aspecto da fé como um motor para o desenvolvimento do Império.

Na estação 3 (agricultura dos incas), é esperado que o aluno relacione as técnicas agrícolas ao aumento da produção e consequentemente a capacidade de alimentar um território tão grande.

Para a estação 4 ( A influência política e religiosa do Inca) a expectativa é que o aluno aborde a importância da força política e religiosa do rei para manter o império. Respostas relacionadas a força militar, a legitimação divina, além do medo ou respeito ao Inca pelos habitantes do Império serão essenciais para perceber o aprendizado do aluno.

Pergunte se alguém dos outros grupos gostaria de completar a resposta dos colegas, se concordam ou discordam e o porquê.

A parte mais importante dessa etapa é fazer com que os estudantes consigam estabelecer relações a partir das reflexões anteriores. Relembrando o aspecto do espaço geográfico do território Inca exposto no contexto, e perpassando por algumas das principais características organizacionais do funcionamento da sociedade inca, essa atividade final tem por objetivo garantir, a partir de um questionamento central, que todos compreenderam o que foi abordado anteriormente.

Para fechar, você pode perguntar aos alunos se existem mais respostas para a pergunta além das elaboradas a partir das estações de aprendizagem. Caso eles fiquem em dúvidas, fale sobre a importância das estradas, por exemplo, e reitere que na História existem perguntas com respostas que podem durar muitas aulas para serem respondidas por completo.

Slide Plano Aula

Orientações: Mantenha os alunos na última formação da rotação por aprendizagem. Em seguida, com base no que você acompanhou do trabalho dos grupos, selecione quatro estudantes de estações de aprendizagem diferentes para expor as suas respostas para a classe. Ou, então, peça que os alunos se candidatem. Reitere que as respostas terão que estar relacionadas apenas ao que eles aprenderam na última estação.

Registre uma síntese em forma de mapa conceitual das respostas no quadro e peça que os estudantes escrevam essa sistematização no caderno.

A expectativa é que o primeiro aluno a partir da estação 1 (A expansão e dominação inca) elabore uma resposta que esteja vinculada à forma “negociada”, ao invés do uso imediato da força militar, que os incas tinham com os povos dominados por eles. Ou então podem surgir respostas ligadas ao enriquecimento dos incas a partir das cobranças de tributos dos povos dominados.

Na estação 2 (religião dos incas) o aluno pode falar a partir de aspectos que ressaltam a contribuição da moral religiosa dos incas tal como a máxima: “não roube, não minta e não seja preguiçoso.” Para a manutenção de uma certa ordem social em um império territorialmente vasto. Ou seja, as pessoas teriam que fazer coisas boas para ir para o céu, e para isso, elas precisavam praticar o “bem”. Outra resposta possível pode envolver o aspecto da fé como um motor para o desenvolvimento do Império.

Na estação 3 (agricultura dos incas), é esperado que o aluno relacione as técnicas agrícolas ao aumento da produção e consequentemente a capacidade de alimentar um território tão grande.

Para a estação 4 ( A influência política e religiosa do Inca) a expectativa é que o aluno aborde a importância da força política e religiosa do rei para manter o império. Respostas relacionadas a força militar, a legitimação divina, além do medo ou respeito ao Inca pelos habitantes do Império serão essenciais para perceber o aprendizado do aluno.

Pergunte se alguém dos outros grupos gostaria de completar a resposta dos colegas, se concordam ou discordam e o porquê.

A parte mais importante dessa etapa é fazer com que os estudantes consigam estabelecer relações a partir das reflexões anteriores. Relembrando o aspecto do espaço geográfico do território Inca exposto no contexto, e perpassando por algumas das principais características organizacionais do funcionamento da sociedade inca, essa atividade final tem por objetivo garantir, a partir de um questionamento central, que todos compreenderam o que foi abordado anteriormente.

Para fechar, você pode perguntar aos alunos se existem mais respostas para a pergunta além das elaboradas a partir das estações de aprendizagem. Caso eles fiquem em dúvidas, fale sobre a importância das estradas, por exemplo, e reitere que na História existem perguntas com respostas que podem durar muitas aulas para serem respondidas por completo.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE A invenção do mundo clássico e o contraponto com outras sociedades do 6º ano :

6º ano / História / A invenção do mundo clássico e o contraponto com outras sociedades

6º ano / História / A invenção do mundo clássico e o contraponto com outras sociedades

6º ano / História / A invenção do mundo clássico e o contraponto com outras sociedades

6º ano / História / A invenção do mundo clássico e o contraponto com outras sociedades

MAIS AULAS DE História do 6º ano:

6º ano / História / História: tempo, espaço e formas de registros

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF06HI08 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano