16175
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 4º ano > Circulação de pessoas, produtos e culturas

Plano de aula - Meios de comunicação: a invenção da escrita

Plano de aula de História com atividades para 4º ano do EF sobre Meios de comunicação: a invenção da escrita

Plano 02 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Ana Paula Afonso De Borborema

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF04HI08, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários:

  • Cartolina ou papel pardo.
  • Folha de papel em branco.
  • Lápis.
  • Folhas impressas de acordo com as suas escolhas para esta aula.
  • Giz de cera.
  • Caneta hidrocor.
  • Lápis de cor.

Material complementar:

Problematização (Imagens objetos escrita) slide 5

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/fMGsxWNvWBD6E557G8VuXYp3hZ9rXCyhV6HuUHTZpXHnemwD5UAb2cyCdBXD/his4-08und02-problematizacao-imagens-objetos-escrita.pdf

Problematização (Alfabeto fenício) slide 6

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/vuz6GpEXbZ3RUB4Y9NKQBVvTHSfDXvgqnGFCvkpcE8J22hn259G6PZC2Q6W8/his4-08und02-problematizacao-alfabeto-fenicio.pdf

Problematização (Alfabeto fenício-resposta) slide 7

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/HNYVnXw6r5kEBgJ9udJaZNPacZPbgpqdKFSNJm472Pg4uSttjKkEYXKe2wU6/his4-08und02-problematizacao-alfabeto-fenicio-resposta.pdf

Sistematização slide 9

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/pcJEtJFhqPY5gxB8DVx8tc6H4J2x3cReu42QVmmu8eSaUncr7HnueRVHKNhH/his4-08und02-sistematizacao.pdf

Para você saber mais:

O livro A escrita - memórias dos homens narra a história da escrita: seu nascimento, sua decodificação, seus usos e sua análise como testemunho. Inclui muitos exemplos de fontes, inclusive muitas delas em fac-símile, com ótima qualidade de impressão. A obra pode ser usada para preparar
sua aula ou até mesmo acrescentar outras fontes de imagens. Jean, Georges. A escrita - memória dos homens. Rio de Janeiro: Objetiva, 2002.

Vídeo sobre o nascimento da escrita e a necessidade do ser humano de se comunicar - https://www.youtube.com/watch?v=TVxmJoi-DDg Acesso em: 2 de dezembro de 2018.

O filme Central do Brasil não atende a classificação etária da turma, mas você pode utilizar a história da personagem vivida pela atriz Fernanda Montenegro, que cobra para escrever cartas, demonstrando a importância da escrita e a exclusão provocada por ela. Resenha do filme - https://pedagogiaaopedaletra.com/resenha-do-filme-central-do-brasil-terra-estrangeira/ Acesso em: 1º de dezembro de 2018.

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações: Disponha os alunos em meio círculo. Apresente o tema escrevendo-o no quadro ou lendo-o para a turma. Se estiver fazendo uso de projetor, apresente este slide e faça uma leitura coletiva.

Levante algumas questões entre os alunos para suscitar curiosidade e para que entendam o objetivo da aula. Por exemplo: Vocês sabem o que é linguagem? Espera-se que os alunos respondam sobre idioma, oralidade, libras etc., apenas intervenha quando não for uma linguagem. Pergunte também: A linguagem integra, ou seja, aproxima as pessoas, ou as exclui e as distancia? As respostas dependerão das linguagens que foram citadas anteriormente. Espera-se que o aluno responda que integra, porém pode se basear, por exemplo, no idioma e justificar que distancia, pois nem todos falam a mesma língua.

É importante que este momento seja breve, não se preocupe em deixar dúvidas, elas devem ser sanadas durante a aula.

Para você saber mais:

A importância da cultura oral e da cultura escrita - http://ogazzeta.blogspot.com/2013/03/cultura-escrita-e-cultura-oral-acesso-e.html Acesso em: 28 de novembro de 2018.

Conceito de linguagem - https://www.soportugues.com.br/secoes/seman/seman1.php Acesso em: 28 de novembro de 2018.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Projete, escreva no quadro ou leia esta pergunta. Em seguida, proponha a seguinte atividade aos alunos.

  • Divida a turma em três grupos.
  • Cada grupo receberá um tema diferente para desenvolver (dê preferência a conteúdos estudados neste ano ou a temáticas atuais).
  • O primeiro grupo vai apresentar o tema para a turma utilizando somente gestos, pode ser mímica ou encenação, desde que não usem palavras ou objetos.
  • O segundo grupo apresentará seu tema com desenhos (entregue uma folha de cartolina ou papel pardo e material de colorir). Estes também não podem utilizar palavras, nem oral nem escrita.
  • O terceiro grupo apresentará o tema com um texto escrito em um cartaz (entregue o mesmo material que foi dado ao segundo grupo, incluindo lápis e caneta). Não podem usar imagens nem escrever qual é o tema. Podem dar dicas, fazer uma charada, poema ou outras formas escritas.
  • A preparação deve levar 5 minutos e cada grupo terá 1 min e 30 seg para expor ou até que algum colega descubra sobre o que é a exposição.
    O objetivo da atividade é que o restante do grupo adivinhe o tema.

O debate após o jogo deve ser sobre qual linguagem foi mais fácil. Gestual, imagética ou escrita? Tanto para quem apresentou quanto para quem adivinhou.
É provável que os alunos respondam que a escrita foi a linguagem mais fácil, porém alguns podem discordar por ter muita facilidade em mímica ou desenho.
Peça para justificarem suas respostas.

Oriente a discussão com o objetivo de fazer com que os alunos percebam que existem várias maneiras de se comunicar: verbais e não verbais. Levante questões como: Existiria outra maneira de adivinharem as palavras secretas diferentes das utilizadas? Quais seriam outras formas de comunicação possíveis? Talvez o aluno responda que poderia dar dicas, embaralhar as letras, cantar músicas com as palavras ou outra alternativa. Esclareça ao aluno que estão se referindo a tipos de linguagem. Indague sobre a qual tipo de linguagem estão se referindo, exemplo: dicas = linguagem oral, embaralhar letras = linguagem escrita, música.

Continue a questionar a turma: Que outros tipos de linguagem existem? Aproveite este momento para lembrar aos alunos que a libra é uma língua totalmente gestual, assim como o braille é uma escrita tátil. A música e a dança também devem ser inseridas na conversa como formas de linguagem que remontam aos povos mais antigos. O objetivo desta atividade é que os alunos reflitam sobre a necessidade da linguagem, principalmente da escrita, e percebam que existem diversos tipos de linguagem e formas de se expressar.

Continue a orientar o debate com questões como: Como eram entregues as mensagens antes da escrita? Esclareça aos alunos que antes da escrita a maior parte dos mensageiros comunicava as notícias oralmente, precisando caminhar, andar a cavalo ou navegar até seus destinos. Ou ainda precisava passar as informações de forma oral para outros mensageiros, quando a distância era muito grande.

A pessoa precisava ter uma boa memória, não é?

Para finalizar esta atividade, esclareça aos alunos que a história oral ainda é muito utilizada para passar tradições de geração para geração perpetuando sua cultura, como ocorre com os indígenas no Brasil ou em diversas comunidades que relembram suas festas e outras tradições contando suas histórias. Relembre ao aluno que muitas informações que eles conhecem da infância de seus pais, a vida de seus avós, vieram da oralidade, mas, quando aluno coloca estas histórias junto com as suas em um diário, elas servem de relatos escritos para seus filhos e netos.

Porém, foi a escrita que ampliou a comunicação levando-a a longas distâncias e eternizando as palavras. Por meio dela nos comunicamos com pessoas muito distantes e ainda podemos ler pensamentos e histórias de pessoas que já morreram.

Como adequar à sua realidade: Os temas devem ser escolhidos dentro da realidade da turma, pode ser algum assunto atual na comunidade, temas que foram debatidos em aula ou conteúdos já vistos durante o ano, assim o professor aproveita para rever o assunto. No entanto, não devem ser palavras muito fáceis de acertar para que os alunos possam vivenciar ao máximo a experiência.

Para você saber mais:

Libras - http://blog.handtalk.me/linguagem-de-sinais/ Acesso em: 28 de novembro de 2018.

Como funciona o sistema braille - https://novaescola.org.br/conteudo/397/como-funciona-sistema-braille Acesso em: 1º de dezembro de 2018.

Essa matéria debate a importância da tradição oral dos povos indígenas no Brasil, considerando a ausência da escrita na maior parte deles. http://www.revistacapitolina.com.br/tradicao-oral-e-a-preservacao-de-culturas/

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 22 minutos.

Orientações: Projete as imagens, ou entregue aos alunos em forma impressa, e leia a pergunta em voz alta.

Permita que os alunos reconheçam e questionem espontaneamente as imagens. Aos poucos faça uma mediação nomeando e explicando o uso destes objetos: impressão de livros, o pombo-correio, o telégrafo, o lápis, o computador. Pergunte:

  • Alguns destes objetos não são mais usados? Quais? Espera-se que o aluno responda o telégrafo e o pombo-correio. Os objetos transformaram-se até chegar aos digitais, como computador, smartphone, Kindle etc.

Oriente a turma enfatizando que a escrita é uma linguagem muito importante por armazenar informações. Assim, diferentes pessoas, dos mais diferentes lugares, podem ter contato com estes dados, ideias, histórias, notícias entre outros. No entanto, a escrita além de uma linguagem é uma tecnologia que necessita de objetos para existir. Pergunte aos alunos:

  • Que outros objetos podem ser associados à escrita? É provável que os alunos mencionem caneta, impressora, máquina de escrever, celular, carvão, galho para escrever na areia. São inúmeras as possibilidades. Pergunte para a turma diante de tanta tecnologia presente nos dias
    de hoje qual o objeto para escrever que eles mais usam. Espera-se que a resposta seja o lápis.

Fontes das imagens:

Europeana - https://www.europeana.eu/api/v2/thumbnail-by-url.json?size=w400&type=IMAGE&uri=https%3A%2F%2Fupload.wikimedia.org%2Fwikipedia%2Fcommons%2F3%2F3f%2FSk%25C3%25A5nska_j%25C3%25A4rnv%25C3%25A4gar%252C_Br%25C3%25B6sarps_station_-_2013-05-04_-_05.jpg Acesso em: 2 de dezembro de 2018.

https://proxy.europeana.eu/2020903/KMS3004?api_url=https%3A%2F%2Fwww.europeana.eu%2Fapi&view=http%3A%2F%2Fcspic.smk.dk%2Fglobus%2F40412628%2Fimg0485.jpg Acesso em: 2 de dezembro de 2018.

Banco de imagens Nova Escola. Acesso em: 1º de dezembro de 2018.

Banco de imagens Nova Escola. Acesso em: 16 de dezembro de 2018.

Como adequar à sua realidade: Para melhor compreensão deste slide, é interessante destacar na parte final do debate os instrumentos que sua turma está habituada a usar.

Para você saber mais:

Vídeo sobre a invenção e o funcionamento do telégrafo - https://www.youtube.com/watch?v=bja86pvgo0E Acesso em: 2 de dezembro de 2018.

O desenvolvimento da escrita - http://www.ebc.com.br/infantil/voce-sabia/2015/08/como-se-deu-o-desenvolvimento-da-escrita Acesso em: 2 de dezembro de 2018.

Os pombos-correio foram muito utilizados na Primeira Guerra Mundial levando mensagens de dentro do campo de batalha, ainda hoje existem competições com esta ave.

A prensa de Gutenberg foi inventada no século XV expandindo e barateando as obras escritas, que antes eram copiadas a mão. Estas mudanças possibilitaram que mais pessoas tivessem acesso aos livros e à literatura.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Projete o slide ou escreva no quadro. Leia em voz alta o primeiro parágrafo.

Pergunte aos alunos se eles concordam com este texto, se necessário direcione com algumas perguntas como: De que modo a escrita registra para o presente e para o futuro? A escrita realmente se transforma? Caso opte por projetar o slide, o alfabeto fenício será apresentado no mesmo slide, talvez os alunos o utilizem como exemplo.

Em seguida, leia em voz alta o texto inserido no quadro. Faça uma breve contextualização. Motive os alunos a tentar reconhecer algumas letras, sem esquecer de explicar que não havia vogais, apenas consoantes. Se preferir imprima a imagem e entregue aos alunos para que eles possam completar os retângulos com as letras que eles associarem ao nosso alfabeto. Não é necessário se alongar nesta atividade, seu objetivo é possibilitar que a turma possa intuir que a escrita passou por inúmeras transformações.

Fonte da imagem: Adaptado de By AnaïsFernandes - Own work, CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=15644967 Acesso em: 15 de dezembro de 2018 (fonte original).

Para você saber mais:

Para uma breve contextualização dos povos fenícios e gregos e a história do alfabeto - https://escolakids.uol.com.br/alfabeto-fenicio.htm

O filme Central do Brasil não é adequado para a idade da turma, mas é possível utilizar a história da personagem vivida pela atriz Fernanda Montenegro, que cobra para escrever cartas. Resenha do filme - https://pedagogiaaopedaletra.com/resenha-do-filme-central-do-brasil-terra-estrangeira/

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Projete o slide, entregue impresso aos alunos ou forneça as respostas oralmente utilizando o slide anterior. Esta imagem está fora da ordem do slide 7, caso os alunos se percam procurando as respostas, diga a ordem correta (começando da primeira linha, da esquerda para a direita, de cima para baixo): z, w, h,d, g, r, ‘ , n, m, l, k,y, t, h ,t, s, b , q, s, p, ‘ , s

Pergunte: Por que será que a escrita e o idioma se modificam? Oriente-os no sentido de que as sociedades não vivem só. Será que conhecer outros povos, com outra cultura e outra escrita influencia estas mudanças? Após ouvir a opinião dos alunos, conte que, para o alfabeto fenício inspirar o nosso, precisou da influência de gregos e romanos.

Em seguida, pergunte: Nosso idioma e a forma de escrita continuam mudando ou não? Oriente o debate esclarecendo que nossa língua é viva e por isso ocorrem mudanças o tempo todo. Um exemplo atual disso são as gírias usadas pelos alunos, os acordos ortográficos que são reformulados com base na atualização da língua falada ou da escrita nas redes sociais em que “você” transformou-se em “vc”,”muito” em “mt” e “verdade” em “vdd”. Peça outros exemplos.

Para fechar esta atividade lembre aos alunos sobre o fato de vivermos em uma sociedade que detém e utiliza amplamente as técnicas da escrita, mas que, apesar disso, é possível desenvolver, por exemplo, um diálogo inteiro com imagens: memes, figurinhas, emoticons e emojis.

Caso ainda haja tempo suscite o debate sobre a educação e o analfabetismo, afinal, como a escrita é uma invenção e uma técnica ela provoca a exclusão social e cultural de quem não a domina. Exemplifique com a leitura de notícias em jornais, revistas, a exclusão de redes sociais, e-mails, escrita de cartas, leitura de cartazes e informações.

Fonte da imagem: http://sian.an.gov.br/sianex/Consulta/Pesquisa_Livre_Painel_Resultado.asp?v_CodReferencia_id=623509&v_aba=2 Acesso: em 3 de dezembro de 2018.

Fonte da imagem: https://commons.wikimedia.org/w/index.php?search=alfabeto+fenicio&title=Special:Search&go=Go#/media/File:Phoenician_alphabet.svg

Para você saber mais:

Paleógrafo é o especialista em textos manuscritos antigos.

A primeira letra desta imagem está marcada com um ‘ e a última da fileira do meio também. Elas são semivogais guturais que são impronunciáveis na nossa língua. Devido a esta dificuldade fonética os gregos retiraram estas letras e acrescentaram as vogais.

O alfabeto possui 2 “t” porque eles têm sons diferentes ao ser pronunciados, assim como o “s” e o “h”.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Projete o slide ou escreva no quadro e leia as orientações para a execução da atividade em voz alta para os alunos. Deixe a pergunta final para depois.

Distribua aos alunos o material impresso, sente-os organizados em duplas e leia o texto da folha que esclarece ao aluno sobre as vogais do alfabeto. Explique também que conhecer seus signos não significa escrever em outra língua: por exemplo possuímos o mesmo alfabeto que os alemães ou franceses, mas não quer dizer que por isso podemos traduzir as palavras em seu idioma.

Em seguida peça para que escrevam uma frase de até seis palavras utilizando os caracteres fenícios para que o colega da mesma dupla decifre-o. Quando os dois alunos terminarem de escrever a frase, eles devem trocar e começar a traduzir.

Quando todos já tiverem trocado e decifrado a frase, oriente um debate com base na pergunta final do slide: Será que compreenderão nossa escrita diante de tantas transformações? Será que é bom para as futuras gerações conhecer como escrevemos? Será que ainda usarão papel? E os instrumentos da escrita serão os mesmos?

O objetivo desta atividade é fazer com que os alunos concluam que a escrita transformou-se e permanece em constante mudança e que sua compreensão pode ser um processo de integração ou exclusão.

Link para o material impresso: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/pcJEtJFhqPY5gxB8DVx8tc6H4J2x3cReu42QVmmu8eSaUncr7HnueRVHKNhH/his4-08und02-sistematizacao.pdf

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF04HI08, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários:

  • Cartolina ou papel pardo.
  • Folha de papel em branco.
  • Lápis.
  • Folhas impressas de acordo com as suas escolhas para esta aula.
  • Giz de cera.
  • Caneta hidrocor.
  • Lápis de cor.

Material complementar:

Problematização (Imagens objetos escrita) slide 5

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/fMGsxWNvWBD6E557G8VuXYp3hZ9rXCyhV6HuUHTZpXHnemwD5UAb2cyCdBXD/his4-08und02-problematizacao-imagens-objetos-escrita.pdf

Problematização (Alfabeto fenício) slide 6

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/vuz6GpEXbZ3RUB4Y9NKQBVvTHSfDXvgqnGFCvkpcE8J22hn259G6PZC2Q6W8/his4-08und02-problematizacao-alfabeto-fenicio.pdf

Problematização (Alfabeto fenício-resposta) slide 7

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/HNYVnXw6r5kEBgJ9udJaZNPacZPbgpqdKFSNJm472Pg4uSttjKkEYXKe2wU6/his4-08und02-problematizacao-alfabeto-fenicio-resposta.pdf

Sistematização slide 9

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/pcJEtJFhqPY5gxB8DVx8tc6H4J2x3cReu42QVmmu8eSaUncr7HnueRVHKNhH/his4-08und02-sistematizacao.pdf

Para você saber mais:

O livro A escrita - memórias dos homens narra a história da escrita: seu nascimento, sua decodificação, seus usos e sua análise como testemunho. Inclui muitos exemplos de fontes, inclusive muitas delas em fac-símile, com ótima qualidade de impressão. A obra pode ser usada para preparar
sua aula ou até mesmo acrescentar outras fontes de imagens. Jean, Georges. A escrita - memória dos homens. Rio de Janeiro: Objetiva, 2002.

Vídeo sobre o nascimento da escrita e a necessidade do ser humano de se comunicar - https://www.youtube.com/watch?v=TVxmJoi-DDg Acesso em: 2 de dezembro de 2018.

O filme Central do Brasil não atende a classificação etária da turma, mas você pode utilizar a história da personagem vivida pela atriz Fernanda Montenegro, que cobra para escrever cartas, demonstrando a importância da escrita e a exclusão provocada por ela. Resenha do filme - https://pedagogiaaopedaletra.com/resenha-do-filme-central-do-brasil-terra-estrangeira/ Acesso em: 1º de dezembro de 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações: Disponha os alunos em meio círculo. Apresente o tema escrevendo-o no quadro ou lendo-o para a turma. Se estiver fazendo uso de projetor, apresente este slide e faça uma leitura coletiva.

Levante algumas questões entre os alunos para suscitar curiosidade e para que entendam o objetivo da aula. Por exemplo: Vocês sabem o que é linguagem? Espera-se que os alunos respondam sobre idioma, oralidade, libras etc., apenas intervenha quando não for uma linguagem. Pergunte também: A linguagem integra, ou seja, aproxima as pessoas, ou as exclui e as distancia? As respostas dependerão das linguagens que foram citadas anteriormente. Espera-se que o aluno responda que integra, porém pode se basear, por exemplo, no idioma e justificar que distancia, pois nem todos falam a mesma língua.

É importante que este momento seja breve, não se preocupe em deixar dúvidas, elas devem ser sanadas durante a aula.

Para você saber mais:

A importância da cultura oral e da cultura escrita - http://ogazzeta.blogspot.com/2013/03/cultura-escrita-e-cultura-oral-acesso-e.html Acesso em: 28 de novembro de 2018.

Conceito de linguagem - https://www.soportugues.com.br/secoes/seman/seman1.php Acesso em: 28 de novembro de 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Projete, escreva no quadro ou leia esta pergunta. Em seguida, proponha a seguinte atividade aos alunos.

  • Divida a turma em três grupos.
  • Cada grupo receberá um tema diferente para desenvolver (dê preferência a conteúdos estudados neste ano ou a temáticas atuais).
  • O primeiro grupo vai apresentar o tema para a turma utilizando somente gestos, pode ser mímica ou encenação, desde que não usem palavras ou objetos.
  • O segundo grupo apresentará seu tema com desenhos (entregue uma folha de cartolina ou papel pardo e material de colorir). Estes também não podem utilizar palavras, nem oral nem escrita.
  • O terceiro grupo apresentará o tema com um texto escrito em um cartaz (entregue o mesmo material que foi dado ao segundo grupo, incluindo lápis e caneta). Não podem usar imagens nem escrever qual é o tema. Podem dar dicas, fazer uma charada, poema ou outras formas escritas.
  • A preparação deve levar 5 minutos e cada grupo terá 1 min e 30 seg para expor ou até que algum colega descubra sobre o que é a exposição.
    O objetivo da atividade é que o restante do grupo adivinhe o tema.

O debate após o jogo deve ser sobre qual linguagem foi mais fácil. Gestual, imagética ou escrita? Tanto para quem apresentou quanto para quem adivinhou.
É provável que os alunos respondam que a escrita foi a linguagem mais fácil, porém alguns podem discordar por ter muita facilidade em mímica ou desenho.
Peça para justificarem suas respostas.

Oriente a discussão com o objetivo de fazer com que os alunos percebam que existem várias maneiras de se comunicar: verbais e não verbais. Levante questões como: Existiria outra maneira de adivinharem as palavras secretas diferentes das utilizadas? Quais seriam outras formas de comunicação possíveis? Talvez o aluno responda que poderia dar dicas, embaralhar as letras, cantar músicas com as palavras ou outra alternativa. Esclareça ao aluno que estão se referindo a tipos de linguagem. Indague sobre a qual tipo de linguagem estão se referindo, exemplo: dicas = linguagem oral, embaralhar letras = linguagem escrita, música.

Continue a questionar a turma: Que outros tipos de linguagem existem? Aproveite este momento para lembrar aos alunos que a libra é uma língua totalmente gestual, assim como o braille é uma escrita tátil. A música e a dança também devem ser inseridas na conversa como formas de linguagem que remontam aos povos mais antigos. O objetivo desta atividade é que os alunos reflitam sobre a necessidade da linguagem, principalmente da escrita, e percebam que existem diversos tipos de linguagem e formas de se expressar.

Continue a orientar o debate com questões como: Como eram entregues as mensagens antes da escrita? Esclareça aos alunos que antes da escrita a maior parte dos mensageiros comunicava as notícias oralmente, precisando caminhar, andar a cavalo ou navegar até seus destinos. Ou ainda precisava passar as informações de forma oral para outros mensageiros, quando a distância era muito grande.

A pessoa precisava ter uma boa memória, não é?

Para finalizar esta atividade, esclareça aos alunos que a história oral ainda é muito utilizada para passar tradições de geração para geração perpetuando sua cultura, como ocorre com os indígenas no Brasil ou em diversas comunidades que relembram suas festas e outras tradições contando suas histórias. Relembre ao aluno que muitas informações que eles conhecem da infância de seus pais, a vida de seus avós, vieram da oralidade, mas, quando aluno coloca estas histórias junto com as suas em um diário, elas servem de relatos escritos para seus filhos e netos.

Porém, foi a escrita que ampliou a comunicação levando-a a longas distâncias e eternizando as palavras. Por meio dela nos comunicamos com pessoas muito distantes e ainda podemos ler pensamentos e histórias de pessoas que já morreram.

Como adequar à sua realidade: Os temas devem ser escolhidos dentro da realidade da turma, pode ser algum assunto atual na comunidade, temas que foram debatidos em aula ou conteúdos já vistos durante o ano, assim o professor aproveita para rever o assunto. No entanto, não devem ser palavras muito fáceis de acertar para que os alunos possam vivenciar ao máximo a experiência.

Para você saber mais:

Libras - http://blog.handtalk.me/linguagem-de-sinais/ Acesso em: 28 de novembro de 2018.

Como funciona o sistema braille - https://novaescola.org.br/conteudo/397/como-funciona-sistema-braille Acesso em: 1º de dezembro de 2018.

Essa matéria debate a importância da tradição oral dos povos indígenas no Brasil, considerando a ausência da escrita na maior parte deles. http://www.revistacapitolina.com.br/tradicao-oral-e-a-preservacao-de-culturas/

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 22 minutos.

Orientações: Projete as imagens, ou entregue aos alunos em forma impressa, e leia a pergunta em voz alta.

Permita que os alunos reconheçam e questionem espontaneamente as imagens. Aos poucos faça uma mediação nomeando e explicando o uso destes objetos: impressão de livros, o pombo-correio, o telégrafo, o lápis, o computador. Pergunte:

  • Alguns destes objetos não são mais usados? Quais? Espera-se que o aluno responda o telégrafo e o pombo-correio. Os objetos transformaram-se até chegar aos digitais, como computador, smartphone, Kindle etc.

Oriente a turma enfatizando que a escrita é uma linguagem muito importante por armazenar informações. Assim, diferentes pessoas, dos mais diferentes lugares, podem ter contato com estes dados, ideias, histórias, notícias entre outros. No entanto, a escrita além de uma linguagem é uma tecnologia que necessita de objetos para existir. Pergunte aos alunos:

  • Que outros objetos podem ser associados à escrita? É provável que os alunos mencionem caneta, impressora, máquina de escrever, celular, carvão, galho para escrever na areia. São inúmeras as possibilidades. Pergunte para a turma diante de tanta tecnologia presente nos dias
    de hoje qual o objeto para escrever que eles mais usam. Espera-se que a resposta seja o lápis.

Fontes das imagens:

Europeana - https://www.europeana.eu/api/v2/thumbnail-by-url.json?size=w400&type=IMAGE&uri=https%3A%2F%2Fupload.wikimedia.org%2Fwikipedia%2Fcommons%2F3%2F3f%2FSk%25C3%25A5nska_j%25C3%25A4rnv%25C3%25A4gar%252C_Br%25C3%25B6sarps_station_-_2013-05-04_-_05.jpg Acesso em: 2 de dezembro de 2018.

https://proxy.europeana.eu/2020903/KMS3004?api_url=https%3A%2F%2Fwww.europeana.eu%2Fapi&view=http%3A%2F%2Fcspic.smk.dk%2Fglobus%2F40412628%2Fimg0485.jpg Acesso em: 2 de dezembro de 2018.

Banco de imagens Nova Escola. Acesso em: 1º de dezembro de 2018.

Banco de imagens Nova Escola. Acesso em: 16 de dezembro de 2018.

Como adequar à sua realidade: Para melhor compreensão deste slide, é interessante destacar na parte final do debate os instrumentos que sua turma está habituada a usar.

Para você saber mais:

Vídeo sobre a invenção e o funcionamento do telégrafo - https://www.youtube.com/watch?v=bja86pvgo0E Acesso em: 2 de dezembro de 2018.

O desenvolvimento da escrita - http://www.ebc.com.br/infantil/voce-sabia/2015/08/como-se-deu-o-desenvolvimento-da-escrita Acesso em: 2 de dezembro de 2018.

Os pombos-correio foram muito utilizados na Primeira Guerra Mundial levando mensagens de dentro do campo de batalha, ainda hoje existem competições com esta ave.

A prensa de Gutenberg foi inventada no século XV expandindo e barateando as obras escritas, que antes eram copiadas a mão. Estas mudanças possibilitaram que mais pessoas tivessem acesso aos livros e à literatura.

Slide Plano Aula

Orientações: Projete o slide ou escreva no quadro. Leia em voz alta o primeiro parágrafo.

Pergunte aos alunos se eles concordam com este texto, se necessário direcione com algumas perguntas como: De que modo a escrita registra para o presente e para o futuro? A escrita realmente se transforma? Caso opte por projetar o slide, o alfabeto fenício será apresentado no mesmo slide, talvez os alunos o utilizem como exemplo.

Em seguida, leia em voz alta o texto inserido no quadro. Faça uma breve contextualização. Motive os alunos a tentar reconhecer algumas letras, sem esquecer de explicar que não havia vogais, apenas consoantes. Se preferir imprima a imagem e entregue aos alunos para que eles possam completar os retângulos com as letras que eles associarem ao nosso alfabeto. Não é necessário se alongar nesta atividade, seu objetivo é possibilitar que a turma possa intuir que a escrita passou por inúmeras transformações.

Fonte da imagem: Adaptado de By AnaïsFernandes - Own work, CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=15644967 Acesso em: 15 de dezembro de 2018 (fonte original).

Para você saber mais:

Para uma breve contextualização dos povos fenícios e gregos e a história do alfabeto - https://escolakids.uol.com.br/alfabeto-fenicio.htm

O filme Central do Brasil não é adequado para a idade da turma, mas é possível utilizar a história da personagem vivida pela atriz Fernanda Montenegro, que cobra para escrever cartas. Resenha do filme - https://pedagogiaaopedaletra.com/resenha-do-filme-central-do-brasil-terra-estrangeira/

Slide Plano Aula

Orientações: Projete o slide, entregue impresso aos alunos ou forneça as respostas oralmente utilizando o slide anterior. Esta imagem está fora da ordem do slide 7, caso os alunos se percam procurando as respostas, diga a ordem correta (começando da primeira linha, da esquerda para a direita, de cima para baixo): z, w, h,d, g, r, ‘ , n, m, l, k,y, t, h ,t, s, b , q, s, p, ‘ , s

Pergunte: Por que será que a escrita e o idioma se modificam? Oriente-os no sentido de que as sociedades não vivem só. Será que conhecer outros povos, com outra cultura e outra escrita influencia estas mudanças? Após ouvir a opinião dos alunos, conte que, para o alfabeto fenício inspirar o nosso, precisou da influência de gregos e romanos.

Em seguida, pergunte: Nosso idioma e a forma de escrita continuam mudando ou não? Oriente o debate esclarecendo que nossa língua é viva e por isso ocorrem mudanças o tempo todo. Um exemplo atual disso são as gírias usadas pelos alunos, os acordos ortográficos que são reformulados com base na atualização da língua falada ou da escrita nas redes sociais em que “você” transformou-se em “vc”,”muito” em “mt” e “verdade” em “vdd”. Peça outros exemplos.

Para fechar esta atividade lembre aos alunos sobre o fato de vivermos em uma sociedade que detém e utiliza amplamente as técnicas da escrita, mas que, apesar disso, é possível desenvolver, por exemplo, um diálogo inteiro com imagens: memes, figurinhas, emoticons e emojis.

Caso ainda haja tempo suscite o debate sobre a educação e o analfabetismo, afinal, como a escrita é uma invenção e uma técnica ela provoca a exclusão social e cultural de quem não a domina. Exemplifique com a leitura de notícias em jornais, revistas, a exclusão de redes sociais, e-mails, escrita de cartas, leitura de cartazes e informações.

Fonte da imagem: http://sian.an.gov.br/sianex/Consulta/Pesquisa_Livre_Painel_Resultado.asp?v_CodReferencia_id=623509&v_aba=2 Acesso: em 3 de dezembro de 2018.

Fonte da imagem: https://commons.wikimedia.org/w/index.php?search=alfabeto+fenicio&title=Special:Search&go=Go#/media/File:Phoenician_alphabet.svg

Para você saber mais:

Paleógrafo é o especialista em textos manuscritos antigos.

A primeira letra desta imagem está marcada com um ‘ e a última da fileira do meio também. Elas são semivogais guturais que são impronunciáveis na nossa língua. Devido a esta dificuldade fonética os gregos retiraram estas letras e acrescentaram as vogais.

O alfabeto possui 2 “t” porque eles têm sons diferentes ao ser pronunciados, assim como o “s” e o “h”.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Projete o slide ou escreva no quadro e leia as orientações para a execução da atividade em voz alta para os alunos. Deixe a pergunta final para depois.

Distribua aos alunos o material impresso, sente-os organizados em duplas e leia o texto da folha que esclarece ao aluno sobre as vogais do alfabeto. Explique também que conhecer seus signos não significa escrever em outra língua: por exemplo possuímos o mesmo alfabeto que os alemães ou franceses, mas não quer dizer que por isso podemos traduzir as palavras em seu idioma.

Em seguida peça para que escrevam uma frase de até seis palavras utilizando os caracteres fenícios para que o colega da mesma dupla decifre-o. Quando os dois alunos terminarem de escrever a frase, eles devem trocar e começar a traduzir.

Quando todos já tiverem trocado e decifrado a frase, oriente um debate com base na pergunta final do slide: Será que compreenderão nossa escrita diante de tantas transformações? Será que é bom para as futuras gerações conhecer como escrevemos? Será que ainda usarão papel? E os instrumentos da escrita serão os mesmos?

O objetivo desta atividade é fazer com que os alunos concluam que a escrita transformou-se e permanece em constante mudança e que sua compreensão pode ser um processo de integração ou exclusão.

Link para o material impresso: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/pcJEtJFhqPY5gxB8DVx8tc6H4J2x3cReu42QVmmu8eSaUncr7HnueRVHKNhH/his4-08und02-sistematizacao.pdf

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Circulação de pessoas, produtos e culturas do 4º ano :

MAIS AULAS DE História do 4º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF04HI08 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano