16173
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 4º ano > Circulação de pessoas, produtos e culturas

Plano de aula - Expressões Rupestre - registro do passado distante

Plano de aula de História com atividades para 4º ano do EF sobre Expressões Rupestre - registro do passado distante

Plano 03 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Cristiane De Oliveira Moura

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF04HI04 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários:

Dicionário;

Cópias impressas dos materiais sugeridos;

Mapa do Brasil;

Lápis de escrever e borracha;

Lápis de cor, giz de cera ou outro material para desenho.

Material complementar:

  • Atividade para análise em grupos (problematização), acesso em:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xXbUS2pcWEXV455hCKkvPa3KQuNRUhTfgcFChB59M8WWqKBsswHGGjBPctm6/his4-04und03-problematizacao-atividade-em-grupo.pdf

  • Atividade para análise em grupos (sistematização), acesso em:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/uh7fsCRxcKwyxNgmuBgkG49DWY962qsBcNThXkF2B9XANWs4EDYqFt4u2y2u/his4-04und03-sistematizacao-atividade-em-grupo.pdf

Fontes das imagens:

  • Rocha. Wikipedia. Disponível em:

<https://pt.wikipedia.org/wiki/Rocha#/media/File:Quartzite.jpg>. Acesso em: 16 dez. 2018.

  • Sítio Arqueológico XiqueXique - RN em 2009. Diogo Sergio, CC BY-SA 4.0. Wikimedia. Disponível em:

<https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=35459907>. Acesso em 07 dez. 2018.

  • Ficheiro derivado de Serra da Capivara. Several Paintings 2.jpg, CC BY-SA 3.0. Wikimedia. Disponível em:

<https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=29962386>. Acesso em 07 dez. 2018.

Para você saber mais:

Essa proposta traz um olhar para os registros rupestre, que são manifestações artísticas realizadas pelos povos do passado bem distante. O termo rupestre refere-se ao suporte em que as produções eram feitas, (“ rupestre” quer dizer “gravado ou traçado na rocha, na pedra”). A ênfase será nas possíveis origens desses registros e sua grande importância enquanto vestígio arqueológico e fonte para investigações históricas sobre estes povos.

ARTE RUPESTRE. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/termo5354/arte-rupestre>. Acesso em: 25 Nov. 2018.

COSTA, T.A.P. Relação entre grafite, pichação e Arte Rupestre. Disponível em:

<https://nova-historia0.webnode.com/products/relacao-entre-grafite-pichacao-e-arte-rupestre/>. Acesso em: 28 nov. 2018.

OLEQUES, L. C. Arte rupestre. InfoEscola. Disponível em: <https://www.infoescola.com/artes/arte-rupestre/>. Acesso em: 07 dez. 2018.

OLIVEIRA, A. R. Arte Rupestre. 2017. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=jgptsj8w18w>. Acesso em: 25 nov. 2018.

Pintura Rupestre. Portal da Arte. Disponível no link: <http://www.portaldarte.com.br/pinturarupestre.htm#rupestres>. Acesso em: 28. nov. 2018.

Uhug – Na Serra da Capivara – Marco Bravo. 2010. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?+t=5&v=GvwW0uRNQZ8>. Acesso em: 06 dez. 2018.

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Projete ou escreva no quadro o objetivo da aula para a turma. Faça a leitura conjunta.

Indague se alguém imagina que tempo são esses e quais tipos de registros realizavam.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Organize a turma em pequenos grupos, pense na divisão dos grupos de forma que possam contribuir uns com os outros.

Apresente a imagem de um grafite para a turma. Você pode projetar ou apresentar em um cartaz.

Convide um deles para ler as questões presentes no slide. Após a leitura abra para que possam comentar e levantar suas hipóteses.

Espera-se que percebam que a maioria é feita no espaço urbano (parede, prédio, viadutos, pontes, etc.) e que pretendem comunicar algo, expressar um sentimento ou uma ideia.

Provoque a turma a pensarem sobre os registros dos povos do passado: para que realizavam e onde. Levante rapidamente com o grupo os possíveis suportes em que eles poderiam utilizar. Ajude o grupo a considerar que no passado distante os únicos suportes e materiais disponíveis eram elementos naturais. Se a turma não mencionar as rochas ou pedras, pergunte se seria possível que esses povos do passado bem distante pudessem usá-las para fazer registro. Se mencionaram indague como seriam nomeados esses registros. Em seguida apresente o próximo slide para compreenderem o termo rupestre.

Como adequar à sua realidade: Se na sua localidade ou região existir alguma produção de arte grafite substitua a imagem apresentada por uma mais familiar.

Para você saber mais:

Relação entre grafite, pichação e Arte Rupestre, disponível no link:

https://nova-historia0.webnode.com/products/relacao-entre-grafite-pichacao-e-arte-rupestre/. Acesso em 28 nov. 2018.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Apresente para a turma o diagrama por meio do slide, cartaz ou por meio de outro recurso escolhido.

Peça para a turma realizar a leitura individual. Convide um voluntário para realizar a leitura e comentar.

Ajude o grupo a compreender o significado da palavra rupestre. Esclareça que o termo registro compreende diferentes formas de expressões, entre elas as pinturas e gravuras. Informe que na aula irão saber mais sobre os registros dos povos do passado distante.

Fonte da Imagem:

Rocha. Wikipedia. Disponível em:

<https://pt.wikipedia.org/wiki/Rocha#/media/File:Quartzite.jpg>. Acesso em: 16 dez. 2018.

Para você saber mais:

ARTE RUPESTRE. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/termo5354/arte-rupestre>. Acesso em: 25 Nov. 2018.

Pintura Rupestre. Portal da Arte. Disponível no link: <http://www.portaldarte.com.br/pinturarupestre.htm#rupestres>. Acesso em: 28. nov. 2018.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 22 minutos

Orientações: A turma continuará nos pequenos grupos. Apresente as imagens em um cartaz, retroprojetor ou leia na folha. Informe que irão realizar uma proposta de leitura de imagens e texto em grupos.

Faça a leitura coletiva das questões que estão na folha da atividade e oriente a turma a refletir no grupo, levantar hipóteses e registrar na folha.

Informe o tempo que terão para realizar essa ação. Circule entre os grupos durante a realização da atividade.

Fique atento às discussões e, se necessário ajude-os a levantar as hipóteses sobre a situação representada por meio da observação dos elementos registrados.

Antes da socialização faça um combinado: cada grupo deve socializar acrescentando sempre informações novas. Inicie esse momento pela análise das imagens e em seguida faça as reflexões do texto.

Atente-se às colocações dos grupos, destaque as falas que considerar relevantes. Se necessário, chame os demais grupos a se colocarem para refletir ou discutir as questões que não foram bem compreendidas ou que considerarem necessárias diante das observações feitas no acompanhamento do processo de reflexão dos grupos. Provoque a turma com novas perguntas.

Espera-se que os grupos tenham refletido sobre a composição das produções e suas possíveis intenções. As hipóteses são de que no geral elas são compostas de desenhos, traços e sinais. Representam plantas, animais ou pessoas no seu cotidiano, no ambiente em situações de “dança”, caça e alimentação. As expressões artísticas rupestres são compostas de desenhos, símbolos e sinais.

Detenha mais tempo nas duas últimas questões.

Faça-os perceber que não há uma interpretação “verdadeira” sobre o que essas imagens representam, e que assim como eles, o que os pesquisadores e arqueólogos fazem é levantar hipóteses a partir dos vestígios, sendo registros rupestres um deles.

Chame a atenção para os autores das produções. Os povos que utilizavam ou habitavam as cavernas e deixavam seus registros nas rochas nos lugares mais seguros. Levante no grupo quais seriam esses lugares (as cavernas). Para que eram utilizados esses lugares por esses povos?

Espera-se que possam perceber que as cavernas eram lugares que proporcionavam segurança e proteção. Serviam como abrigo momentâneo, de passagem, para rituais, entre outros.

Levante quais os motivos que os grupo teriam para mudar de local, considerando as questões da natureza (clima, subsistência, animais, etc.)

Questões que estão na proposta de atividade a ser realizada em grupo:

  • Local em que a obra foi realizada?
  • Quais elementos aparecem?
  • Situação em que a obra possivelmente representa.
  • Os registros foram realizados pelas mesmos grupos humanos? Justifique.

Atividade para análise em grupos, acesso em:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xXbUS2pcWEXV455hCKkvPa3KQuNRUhTfgcFChB59M8WWqKBsswHGGjBPctm6/his4-04und03-problematizacao-atividade-em-grupo.pdf

Fonte das Imagens:

Sítio Arqueológico XiqueXique - RN em 2009. Diogo Sergio, CC BY-SA 4.0. Wikimedia. Disponível em:

<https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=35459907>. Acesso em 07 dez. 2018.

Ficheiro derivado de Serra da Capivara. Several Paintings 2.jpg, CC BY-SA 3.0. Wikimedia. Disponível em:

<https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=29962386>. Acesso em 07 dez. 2018.

Como adequar à sua realidade: Se a cidade ou região tiver um sítio arqueológico seria interessante dar ênfase e substituindo inclusive as imagens.

Para você saber mais:

OLEQUES, L. C. Arte rupestre. InfoEscola. Disponível em: <https://www.infoescola.com/artes/arte-rupestre/>. Acesso em: 07 dez. 2018.

OLIVEIRA, A. R. Arte Rupestre. 2017. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=jgptsj8w18w>. Acesso em: 25 nov. 2018.

Problematização </span> <svg width="24" height="24" viewBox="0 0 24 24" xmlns="http://www.w3.org/2000/svg"><title>select-down

Slide Plano Aula Problematização<p><strong></strong></p><p><strong>Orientações:</strong></p><p>A turma deverá continuar nos grupos. Apresente as imagens dos mapas em um cartaz ou no retroprojetor. Oriente e motive a turma a realizar a leitura das imagens. Chame a atenção para as informações que trazem. </p><p>Informe que a UNESCO reconhece alguns sítios de Arte Rupestre como Patrimônio da Humanidade, converse com eles sobre o que representa ser patrimônio da humanidade e o que quer dizer o termo sítio, neste contexto. Ajude a turma a relacionar com os sítios que alguns conhecem e que tem de uma variedade de coisas. </p><p>Chame a atenção da turma para o mapa-mundi que mostra a localização dos sítios arqueológicos mundiais que são considerados patrimônio. </p><p>Incentive o grupo a dizer o motivo da importância desses locais. Informe que apenas quatro sítios arqueológicos de Arte Rupestre estão localizados na América, entre eles o Parque Nacional da Serra da Capivara.</p><p>Espera-se que a turma perceba que os registros rupestres fazem parte de um passado bem distante do qual não temos outras informações além do que os arqueólogos têm encontrado por meio de suas fontes históricas sendo esses registros uma delas. os sítios são lugares em que há inúmeras dessas fontes, elas possibilitam com que se possa saber um pouco mais dessa passado dos seres humanos. Eles são resultados das ações humanas de valor histórico imensurável e insubstituível. </p><p>Fonte das imagens:</p><p>Localização dos sítios de arte rupestre Patrimônio Mundial. In: SANTOS, G.A.X.J. <strong>Patrimônio na Pedra</strong>: gestão e preservação dos sítios de arte rupestre da Zona Arqueológica de Taperuaba - Sobral-CE. Dissertação (Mestrado em Preservação do Patrimônio Cultural). IPHAN, Rio de Janeiro, 2016. p. 28. Disponível em: <<a href='http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Dissertacao_Getulio_Santos.pdf' target='_blank';><span style="text-decoration: underline;">http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Dissertacao_Getulio_Santos.pdf</span></a>>. Acesso em: 07 dez. 2018.</p><p><strong>Mapa de localização Parque Nacional Serra da Capivara</strong>, Piauí, Brasil. Disponível em: <<a href='http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Disserta%2B%C2%BA%2B%C3%BAo%20Carolina%20Francisca%20Marchiori%20da%20Luz.pdf' target='_blank';><span style="text-decoration: underline;">http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Disserta%2B%C2%BA%2B%C3%BAo%20Carolina%20Francisca%20Marchiori%20da%20Luz.pdf</span></a>>. Acesso em: 08 dez. 2018.</p><p><strong>Para você saber mais:</strong></p><p>Parque Nacional Serra da Capivara, acesso no link: <a href='http://www.fumdham.org.br/' target='_blank';>http://www.fumdham.org.br/</a></p><p>"Uhug – Na Serra da Capivara" – Marco Bravo <a href='https://www.youtube.com/watch?+t=5&v=GvwW0uRNQZ8' target='_blank';><span style="text-decoration: underline;">https://www.youtube.com/watch?+t=5&v=GvwW0uRNQZ8</span></a></p> <div class="ne-clearfix"></div> </div> </div> </div> </section> <section id="atividade-sistematizacao"> <div data-ne-component="ne-accordion" class="ne-accordion active ne-card ne-margin-bottom-2"> <p class="ne-accordion__header ne-card__title ne-bg-acai ne-uppercase" style="border: none!important;"> <span>Sistematização </span> <svg width="24" height="24" viewBox="0 0 24 24" xmlns="http://www.w3.org/2000/svg"><title>select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações:

Essa proposta será realizada nos pequenos grupos. Retome rapidamente com a turma o que viram sobre os registros rupestres: o que podem representar e as situações em que podem ter sido criados.

Informe a proposta de atividade e o tempo que terão para realizá-la em grupos. Circule nos grupos durante o processo de realização. Perceba as reflexões e intervenha se for necessário ajudando o grupo na compreensão por meio de questionamentos e informações.

Faça a socialização e apreciação das produções dos grupos. Na apreciação das produções, a turma deverá compartilhar com os demais o que elaboraram e justificar a produção.

Informe que as produções serão exposta para a comunidade escolar num painel de papel pardo de papel ou outro rústico, sugerindo a imitação da parede de uma caverna. Serão colocados juntos, mesmo sendo realizados por diferentes grupos, assim como foram naquela época. Elabore com a turma uma legenda explicativa para ser colocada na alternativa escolhida.

Esclareça que diferentemente daquele tempo, as produções feitas pela turma foram realizadas ao mesmo tempo, enquanto os registros rupestres eram realizados por diferentes grupo, em diferentes momentos, muitas vezes mais de uma década de diferença.

Atividade para análise em grupos, acesso em:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xXbUS2pcWEXV455hCKkvPa3KQuNRUhTfgcFChB59M8WWqKBsswHGGjBPctm6/his4-04und03-problematizacao-atividade-em-grupo.pdf

Fonte da imagem:

Caverna. Wikipedia. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Caverna#/media/File:Thurston_Lava_Tube.jpg>. Acesso em: 16 dez. 2018.

Sugestão de ampliação com a articulação de outra área:

Nas aulas de Artes estimule a produzirem uma obra no estilo rupestre. Comente sobre os meios e os suportes.

Trabalhe com a turma os suportes existentes na época e do único resistente ao tempo existente naquela época: as rochas.

Informe que para pintar poderão utilizar materiais que existem nos dias de hoje e que também existiam naquela época, como folhas, terra de diversas tonalidades e espessuras, caules, sementes, frutos, raízes, carvão, cascas, etc.

Para o suporte poderão utilizar materiais da atualidade, como folha de papel diversos, papelão, papel pardo, caixa de pizza, etc.

Como adequar à sua realidade:

Se as condições não forem favoráveis para a criação do registro, pela falta de material ou tempo, substitua a criação por um registro escrito com posterior socialização oral.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF04HI04 de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários:

Dicionário;

Cópias impressas dos materiais sugeridos;

Mapa do Brasil;

Lápis de escrever e borracha;

Lápis de cor, giz de cera ou outro material para desenho.

Material complementar:

  • Atividade para análise em grupos (problematização), acesso em:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xXbUS2pcWEXV455hCKkvPa3KQuNRUhTfgcFChB59M8WWqKBsswHGGjBPctm6/his4-04und03-problematizacao-atividade-em-grupo.pdf

  • Atividade para análise em grupos (sistematização), acesso em:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/uh7fsCRxcKwyxNgmuBgkG49DWY962qsBcNThXkF2B9XANWs4EDYqFt4u2y2u/his4-04und03-sistematizacao-atividade-em-grupo.pdf

Fontes das imagens:

  • Rocha. Wikipedia. Disponível em:

<https://pt.wikipedia.org/wiki/Rocha#/media/File:Quartzite.jpg>. Acesso em: 16 dez. 2018.

  • Sítio Arqueológico XiqueXique - RN em 2009. Diogo Sergio, CC BY-SA 4.0. Wikimedia. Disponível em:

<https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=35459907>. Acesso em 07 dez. 2018.

  • Ficheiro derivado de Serra da Capivara. Several Paintings 2.jpg, CC BY-SA 3.0. Wikimedia. Disponível em:

<https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=29962386>. Acesso em 07 dez. 2018.

Para você saber mais:

Essa proposta traz um olhar para os registros rupestre, que são manifestações artísticas realizadas pelos povos do passado bem distante. O termo rupestre refere-se ao suporte em que as produções eram feitas, (“ rupestre” quer dizer “gravado ou traçado na rocha, na pedra”). A ênfase será nas possíveis origens desses registros e sua grande importância enquanto vestígio arqueológico e fonte para investigações históricas sobre estes povos.

ARTE RUPESTRE. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/termo5354/arte-rupestre>. Acesso em: 25 Nov. 2018.

COSTA, T.A.P. Relação entre grafite, pichação e Arte Rupestre. Disponível em:

<https://nova-historia0.webnode.com/products/relacao-entre-grafite-pichacao-e-arte-rupestre/>. Acesso em: 28 nov. 2018.

OLEQUES, L. C. Arte rupestre. InfoEscola. Disponível em: <https://www.infoescola.com/artes/arte-rupestre/>. Acesso em: 07 dez. 2018.

OLIVEIRA, A. R. Arte Rupestre. 2017. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=jgptsj8w18w>. Acesso em: 25 nov. 2018.

Pintura Rupestre. Portal da Arte. Disponível no link: <http://www.portaldarte.com.br/pinturarupestre.htm#rupestres>. Acesso em: 28. nov. 2018.

Uhug – Na Serra da Capivara – Marco Bravo. 2010. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?+t=5&v=GvwW0uRNQZ8>. Acesso em: 06 dez. 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Projete ou escreva no quadro o objetivo da aula para a turma. Faça a leitura conjunta.

Indague se alguém imagina que tempo são esses e quais tipos de registros realizavam.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Organize a turma em pequenos grupos, pense na divisão dos grupos de forma que possam contribuir uns com os outros.

Apresente a imagem de um grafite para a turma. Você pode projetar ou apresentar em um cartaz.

Convide um deles para ler as questões presentes no slide. Após a leitura abra para que possam comentar e levantar suas hipóteses.

Espera-se que percebam que a maioria é feita no espaço urbano (parede, prédio, viadutos, pontes, etc.) e que pretendem comunicar algo, expressar um sentimento ou uma ideia.

Provoque a turma a pensarem sobre os registros dos povos do passado: para que realizavam e onde. Levante rapidamente com o grupo os possíveis suportes em que eles poderiam utilizar. Ajude o grupo a considerar que no passado distante os únicos suportes e materiais disponíveis eram elementos naturais. Se a turma não mencionar as rochas ou pedras, pergunte se seria possível que esses povos do passado bem distante pudessem usá-las para fazer registro. Se mencionaram indague como seriam nomeados esses registros. Em seguida apresente o próximo slide para compreenderem o termo rupestre.

Como adequar à sua realidade: Se na sua localidade ou região existir alguma produção de arte grafite substitua a imagem apresentada por uma mais familiar.

Para você saber mais:

Relação entre grafite, pichação e Arte Rupestre, disponível no link:

https://nova-historia0.webnode.com/products/relacao-entre-grafite-pichacao-e-arte-rupestre/. Acesso em 28 nov. 2018.

Slide Plano Aula

Orientações: Apresente para a turma o diagrama por meio do slide, cartaz ou por meio de outro recurso escolhido.

Peça para a turma realizar a leitura individual. Convide um voluntário para realizar a leitura e comentar.

Ajude o grupo a compreender o significado da palavra rupestre. Esclareça que o termo registro compreende diferentes formas de expressões, entre elas as pinturas e gravuras. Informe que na aula irão saber mais sobre os registros dos povos do passado distante.

Fonte da Imagem:

Rocha. Wikipedia. Disponível em:

<https://pt.wikipedia.org/wiki/Rocha#/media/File:Quartzite.jpg>. Acesso em: 16 dez. 2018.

Para você saber mais:

ARTE RUPESTRE. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/termo5354/arte-rupestre>. Acesso em: 25 Nov. 2018.

Pintura Rupestre. Portal da Arte. Disponível no link: <http://www.portaldarte.com.br/pinturarupestre.htm#rupestres>. Acesso em: 28. nov. 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 22 minutos

Orientações: A turma continuará nos pequenos grupos. Apresente as imagens em um cartaz, retroprojetor ou leia na folha. Informe que irão realizar uma proposta de leitura de imagens e texto em grupos.

Faça a leitura coletiva das questões que estão na folha da atividade e oriente a turma a refletir no grupo, levantar hipóteses e registrar na folha.

Informe o tempo que terão para realizar essa ação. Circule entre os grupos durante a realização da atividade.

Fique atento às discussões e, se necessário ajude-os a levantar as hipóteses sobre a situação representada por meio da observação dos elementos registrados.

Antes da socialização faça um combinado: cada grupo deve socializar acrescentando sempre informações novas. Inicie esse momento pela análise das imagens e em seguida faça as reflexões do texto.

Atente-se às colocações dos grupos, destaque as falas que considerar relevantes. Se necessário, chame os demais grupos a se colocarem para refletir ou discutir as questões que não foram bem compreendidas ou que considerarem necessárias diante das observações feitas no acompanhamento do processo de reflexão dos grupos. Provoque a turma com novas perguntas.

Espera-se que os grupos tenham refletido sobre a composição das produções e suas possíveis intenções. As hipóteses são de que no geral elas são compostas de desenhos, traços e sinais. Representam plantas, animais ou pessoas no seu cotidiano, no ambiente em situações de “dança”, caça e alimentação. As expressões artísticas rupestres são compostas de desenhos, símbolos e sinais.

Detenha mais tempo nas duas últimas questões.

Faça-os perceber que não há uma interpretação “verdadeira” sobre o que essas imagens representam, e que assim como eles, o que os pesquisadores e arqueólogos fazem é levantar hipóteses a partir dos vestígios, sendo registros rupestres um deles.

Chame a atenção para os autores das produções. Os povos que utilizavam ou habitavam as cavernas e deixavam seus registros nas rochas nos lugares mais seguros. Levante no grupo quais seriam esses lugares (as cavernas). Para que eram utilizados esses lugares por esses povos?

Espera-se que possam perceber que as cavernas eram lugares que proporcionavam segurança e proteção. Serviam como abrigo momentâneo, de passagem, para rituais, entre outros.

Levante quais os motivos que os grupo teriam para mudar de local, considerando as questões da natureza (clima, subsistência, animais, etc.)

Questões que estão na proposta de atividade a ser realizada em grupo:

  • Local em que a obra foi realizada?
  • Quais elementos aparecem?
  • Situação em que a obra possivelmente representa.
  • Os registros foram realizados pelas mesmos grupos humanos? Justifique.

Atividade para análise em grupos, acesso em:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xXbUS2pcWEXV455hCKkvPa3KQuNRUhTfgcFChB59M8WWqKBsswHGGjBPctm6/his4-04und03-problematizacao-atividade-em-grupo.pdf

Fonte das Imagens:

Sítio Arqueológico XiqueXique - RN em 2009. Diogo Sergio, CC BY-SA 4.0. Wikimedia. Disponível em:

<https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=35459907>. Acesso em 07 dez. 2018.

Ficheiro derivado de Serra da Capivara. Several Paintings 2.jpg, CC BY-SA 3.0. Wikimedia. Disponível em:

<https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=29962386>. Acesso em 07 dez. 2018.

Como adequar à sua realidade: Se a cidade ou região tiver um sítio arqueológico seria interessante dar ênfase e substituindo inclusive as imagens.

Para você saber mais:

OLEQUES, L. C. Arte rupestre. InfoEscola. Disponível em: <https://www.infoescola.com/artes/arte-rupestre/>. Acesso em: 07 dez. 2018.

OLIVEIRA, A. R. Arte Rupestre. 2017. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=jgptsj8w18w>. Acesso em: 25 nov. 2018.

Slide Plano Aula
Problematização<p><strong></strong></p><p><strong>Orientações:</strong></p><p>A turma deverá continuar nos grupos. Apresente as imagens dos mapas em um cartaz ou no retroprojetor. Oriente e motive a turma a realizar a leitura das imagens. Chame a atenção para as informações que trazem. </p><p>Informe que a UNESCO reconhece alguns sítios de Arte Rupestre como Patrimônio da Humanidade, converse com eles sobre o que representa ser patrimônio da humanidade e o que quer dizer o termo sítio, neste contexto. Ajude a turma a relacionar com os sítios que alguns conhecem e que tem de uma variedade de coisas. </p><p>Chame a atenção da turma para o mapa-mundi que mostra a localização dos sítios arqueológicos mundiais que são considerados patrimônio. </p><p>Incentive o grupo a dizer o motivo da importância desses locais. Informe que apenas quatro sítios arqueológicos de Arte Rupestre estão localizados na América, entre eles o Parque Nacional da Serra da Capivara.</p><p>Espera-se que a turma perceba que os registros rupestres fazem parte de um passado bem distante do qual não temos outras informações além do que os arqueólogos têm encontrado por meio de suas fontes históricas sendo esses registros uma delas. os sítios são lugares em que há inúmeras dessas fontes, elas possibilitam com que se possa saber um pouco mais dessa passado dos seres humanos. Eles são resultados das ações humanas de valor histórico imensurável e insubstituível. </p><p>Fonte das imagens:</p><p>Localização dos sítios de arte rupestre Patrimônio Mundial. In: SANTOS, G.A.X.J. <strong>Patrimônio na Pedra</strong>: gestão e preservação dos sítios de arte rupestre da Zona Arqueológica de Taperuaba - Sobral-CE. Dissertação (Mestrado em Preservação do Patrimônio Cultural). IPHAN, Rio de Janeiro, 2016. p. 28. Disponível em: <<a href='http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Dissertacao_Getulio_Santos.pdf' target='_blank';><span style="text-decoration: underline;">http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Dissertacao_Getulio_Santos.pdf</span></a>>. Acesso em: 07 dez. 2018.</p><p><strong>Mapa de localização Parque Nacional Serra da Capivara</strong>, Piauí, Brasil. Disponível em: <<a href='http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Disserta%2B%C2%BA%2B%C3%BAo%20Carolina%20Francisca%20Marchiori%20da%20Luz.pdf' target='_blank';><span style="text-decoration: underline;">http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Disserta%2B%C2%BA%2B%C3%BAo%20Carolina%20Francisca%20Marchiori%20da%20Luz.pdf</span></a>>. Acesso em: 08 dez. 2018.</p><p><strong>Para você saber mais:</strong></p><p>Parque Nacional Serra da Capivara, acesso no link: <a href='http://www.fumdham.org.br/' target='_blank';>http://www.fumdham.org.br/</a></p><p>"Uhug – Na Serra da Capivara" – Marco Bravo <a href='https://www.youtube.com/watch?+t=5&v=GvwW0uRNQZ8' target='_blank';><span style="text-decoration: underline;">https://www.youtube.com/watch?+t=5&v=GvwW0uRNQZ8</span></a></p> </div> </div> <div class="ne-slide__image"> <div class="base-slides"> <img data-src="https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/Xww6f2ah6MSrZ9aYhUGZujHMwKwTybVG9mx9zPGPcJqWhqtBksWxGfM5BvuD/title-problematizacao" class="lazyload" alt="Slide Plano Aula"> </div> </div> </div> <div class="ne-slide swiper-slide" title="Sistematização" data-hash="slide-7"> <div class="ne-slide__notes materiaPlano"> <div class="ne-wysiwyg"> <p><strong>Tempo sugerido: </strong>15 minutos<strong></strong></p><p><strong>Orientações:</strong></p><p>Essa proposta será realizada nos pequenos grupos. Retome rapidamente com a turma o que viram sobre os registros rupestres: o que podem representar e as situações em que podem ter sido criados. </p><p>Informe a proposta de atividade e o tempo que terão para realizá-la em grupos. Circule nos grupos durante o processo de realização. Perceba as reflexões e intervenha se for necessário ajudando o grupo na compreensão por meio de questionamentos e informações.</p><p>Faça a socialização e apreciação das produções dos grupos. Na apreciação das produções, a turma deverá compartilhar com os demais o que elaboraram e justificar a produção. </p><p>Informe que as produções serão exposta para a comunidade escolar num painel de papel pardo de papel ou outro rústico, sugerindo a imitação da parede de uma caverna. Serão colocados juntos, mesmo sendo realizados por diferentes grupos, assim como foram naquela época. Elabore com a turma uma legenda explicativa para ser colocada na alternativa escolhida.</p><p>Esclareça que diferentemente daquele tempo, as produções feitas pela turma foram realizadas ao mesmo tempo, enquanto os registros rupestres eram realizados por diferentes grupo, em diferentes momentos, muitas vezes mais de uma década de diferença. </p><p>Atividade para análise em grupos, acesso em: </p><p><a href='https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xXbUS2pcWEXV455hCKkvPa3KQuNRUhTfgcFChB59M8WWqKBsswHGGjBPctm6/his4-04und03-problematizacao-atividade-em-grupo.pdf' target='_blank';><span style="text-decoration: underline;">https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/xXbUS2pcWEXV455hCKkvPa3KQuNRUhTfgcFChB59M8WWqKBsswHGGjBPctm6/his4-04und03-problematizacao-atividade-em-grupo.pdf</span></a></p><p><strong></strong></p><p>Fonte da imagem: </p><p>Caverna. Wikipedia. Disponível em: <<a href='https://pt.wikipedia.org/wiki/Caverna#/media/File:Thurston_Lava_Tube.jpg' target='_blank';><span style="text-decoration: underline;">https://pt.wikipedia.org/wiki/Caverna#/media/File:Thurston_Lava_Tube.jpg</span></a>>. Acesso em: 16 dez. 2018.</p><p>Sugestão de ampliação com a articulação de outra área:</p><p>Nas aulas de Artes estimule a produzirem uma obra no estilo rupestre. Comente sobre os meios e os suportes. </p><p>Trabalhe com a turma os suportes existentes na época e do único resistente ao tempo existente naquela época: as rochas. </p><p>Informe que para pintar poderão utilizar materiais que existem nos dias de hoje e que também existiam naquela época, como folhas, terra de diversas tonalidades e espessuras, caules, sementes, frutos, raízes, carvão, cascas, etc. </p><p>Para o suporte poderão utilizar materiais da atualidade, como folha de papel diversos, papelão, papel pardo, caixa de pizza, etc.</p><p><strong>Como adequar à sua realidade:</strong></p><p>Se as condições não forem favoráveis para a criação do registro, pela falta de material ou tempo, substitua a criação por um registro escrito com posterior socialização oral. </p> </div> </div> <div class="ne-slide__image"> <div class="base-slides"> <img data-src="https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/VeuTdsjCbAR2VNdxxbqTAuaUrGEVtBWXkUmQ69hHQdU2A33jchHWre3tQzAe/sistematizacao" class="lazyload" alt="Slide Plano Aula"> </div> </div> </div> </div> </div> <button data-ne-slides-action="nextSlide" class="ne-btn-outline ne-icon-only ne-slides__body__nav-next nextSlide"> <svg width="24" height="24" viewBox="0 0 24 24" xmlns="http://www.w3.org/2000/svg"> <title>ic_arrow_next_24px

Compartilhe este conteúdo:

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Circulação de pessoas, produtos e culturas do 4º ano :

MAIS AULAS DE História do 4º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF04HI04 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas