16001
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Educação Infantil > Pré Escola - Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Atividade - Cadê? Um poema de José Paulo Paes

Nesta atividade, as crianças irão refletir sobre as características de um poema.

Plano 05 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Andréa Pinheiro Tomaz de Carvalho

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >

O que fazer antes?

Contextos prévios:

A proposta pressupõe que as crianças já conheçam a parlenda "Cadê o toucinho?" e tenham brincando com ela em diferentes contextos, a ponto de que já tenham memorizado o texto.

Materiais:

Separe o livro “Lé com Cré”, do autor José Paulo Paes, e reserve o poema “Cadê?”, de José Paulo Paes, presente na obra. Organize um cartaz com a escrita do poema “Cadê?”,. Aqui você encontra o poema escrito. Considere digitar o poema, imprimi-lo em tamanho ampliado ou escrevê-lo em um um cartaz grande, utilizando letra bastão. Prepare a projeção de um editor de texto para o registro do poema criado pelo grupo.

Espaços:

Organize um espaço confortável na própria sala com tapetes ou almofadas para o grupo de crianças. Observe a necessidade de uma parede livre para acolher a projeção do editor de texto e o cartaz do poema.

Tempo sugerido:

1 hora

Perguntas para guiar suas observações:

1. De que forma as crianças se relacionam com a proposta da leitura do poema? Ao ser feito o convite de pensarem no texto a partir do título, quais hipóteses levantam?

2. Durante a leitura, como interagem com o texto? Que tipo de linguagem utilizam? Elas se manifestam por meio da fala e expressões faciais? Revelam surpresas? Acham algo engraçado?

3. Ao criarem o novo poema, como se relacionam e como estão brincando com as palavras? Há trocas entre os grupos? Como estão fazendo as negociações para acolher ou contrapor ideias?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Por se tratar de um uma construção coletiva, negociações e contrapontos permearão o processo da atividade. Sendo assim, atente-se paraacolher as diversas formas de participação do grupo, sejam elas orais e não orais. Considere os olhares e as expressões faciais frente ao diálogo e lançe-se num jogo em que as crianças percebam que suas expressões e encontros nesta comunicação estão sendo acolhidas por você e pelo grupo.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Convide as crianças para se acomodarem em roda e conte que reservou um momento do dia para conhecerem o poema “Cadê”, de José Paulo Paes. Um poeta que faz brincadeiras com as palavras tornando os poemas divertidos e inusitados. Investigue, junto às crianças, se elas conhecem o autor e suas obras. Apresente o livro “Lé com Cré” e proponha que, a partir do título do poema que irá ler, as crianças antecipem ideias sobre as possíveis abordagens do texto.


2

Apresente o cartaz com o registro do texto. Conte que reproduziu o texto do livro no cartaz para que todos conseguissem ver e acompanhar a leitura com você. Inicie a leitura, dando atenção especial aos elementos orais que constitui um poema. Cuide da entonação, de forma que as crianças percebam em sua leitura a lógica da brincadeira do autor com o diálogo de perguntas e respostas. Observe que o texto do autor é uma releitura da parlenda "Cadê o Toucinho?". Dessa forma, utilize a expressividade corporal para potencializar a rítmica do poema. Explore o olhar, os gestos e as mímicas, para interagir com as crianças, criando um envolvimento com o texto assim como é feito ao brincar com a parlenda.


3

Após a leitura, converse sobre quais foram as percepções das crianças. Atente-se ao engajamento do grupo e sinta se há necessidade de repetir a leitura. Considere recitar a parlenda Cadê o Toucinho com as crianças e brinque com o grupo, levantando a similaridade presente nos textos.

Possíveis falas do professor: E aí, pessoal, vocês gostaram do poema? Conhecem algum texto parecido com esse? O queobservaram nele? O que ele conta? Vocês acharam engraçado? Por quê? Como será que foi o pensamento do autor para construir um poema como esse?


4

Após acolher as percepções das crianças acerca do texto, inicie uma conversa a fim de traçar qual foi a lógica do caminho percorrido pelo autor para a composição do poema.

Conte que, para organizar a conversa, você propõe que o grupo seja dividido em duas equipes para brincar com a parlenda "cadê o toucinho?". Como as crianças já conhecem a parlenda, um grupo será responsável por fazer as perguntas e o outro por dar as respostas. Em seguida, organize as crianças em dois grupos para iniciar a brincadeira.


5

Para começar a organização da brincadeira, converse sobre a primeira frase do texto. Construa reflexões com o grupo sobre o que essa frase representa, salientando que é a partir dela que inicia-se o jogo de perguntas e respostas. Inicie a brincadeira, pedindo que o primeiro grupo pergunte e o outro grupo responda. Vá mediando a brincadeira entre as crianças de forma leve e divertida.

Possíveis falas do professor: Então, vamos lá! Vamos começar. O primeiro grupo pode iniciar a primeira pergunta. E agora? O que vocês respondem? Vamos mais uma vez, agora vocês vão sozinhos. Quando o grupo fizer a pergunta, vocês já respondem em seguida. Vamos tentar fazer sem pararmos.


6

Ao terminar a brincadeira, converse com a turma sobre um novo desafio. Para isso, faça uma roda com as crianças e conte que a ideia é que, juntos, vocês criem um novo cadê. Para isso, você iniciará a brincadeira perguntando “cadê algo” e cada criança dará uma resposta ou fará uma pergunta para continuar a brincadeira.

Possíveis falas do professor: Então, eu começo! Cadê a banana? O que você pode responder? E agora que ela respondeu, para a brincadeira continuar você precisa fazer uma nova pergunta? Ótima pergunta!


7

Após a brincadeira, proponha ao grupo um novo desafio que é a construção de um novo cadê, inspirados na criação do autor José Paulo Paes. Diga que você será o escriba e irá registrar o poema de perguntas e respostas no documento que está projetado. Explique que vocês farão isso de forma coletiva. Conte que, para facilitar a visualização, você digitará no computador cada frase seguindo uma cor para as perguntas e outra cor para as respostas. Organize o grupo no espaço que preparou a projeção e inicie a construção textual com as crianças.


8

Para iniciar a construção do poema, relembre que o autor iniciou o texto percebendo que estava escuro. Investigue junto ao grupo como poderão iniciar o novo poema. Ao decidirem qual será a percepção disparadora, digite a primeira frase referente a pergunta na cor selecionada por você. Siga instigando as crianças a pensarem sobre quais perguntas e quais respostas poderão projetar para a composição do poema. Observe a necessidade de que a resposta gere outra pergunta para o desencadear do poema, então, esteja atento para problematizar algumas proposições das crianças.

Possíveis falas do professor neste momento: Suponha que a turma traga o cheiro como sentido disparador e instigue os grupos a iniciarem o poema. Então, começamos com: nossa, que cheiro! Vou escrever essa frase na cor rosa, bem abaixo do título! Agora, que pergunta podemos fazer para continuar nosso poema? Uau! de onde vem esse cheiro é uma boa pergunta, todos do grupo concordam? Então, vou digitar em que cor? E agora? Que resposta esse grupo pensa em dar para a pergunta? Do vento? Vou ler para vocês o que já fizemos, vejam: Nossa, que cheiro. De onde vem esse cheiro? Do vento. Para continuar, precisamos fazer uma pergunta ou dar uma resposta? Ah, e que pergunta podemos fazer para nosso poema ficar divertido? Cadê o vento? Olha, para mim essa é uma excelente sugestão. Vocês gostam da ideia?


9

Observe o engajamento e participação das crianças na proposta de elaboração do poema e atente-se para o momento em que as proposições se esgotarem. Caso sinta que é necessário, pause a elaboração do texto e combine com as crianças que o salvará no computador para continuarem a escrita no dia seguinte. Ao terminarem o poema, leia-o de forma integral para as crianças e converse com elas observando se estão satisfeitas com a construção e considerando-a finalizada. Caso as crianças sintam necessidade de fazer qualquer alteração, acolha a ideia do grupo de forma responsiva.


Para finalizar: Pergunte para as crianças como foi elaborar o texto e se gostaram de criar um poema de perguntas e respostas. Diga que irá imprimir o texto em tamanho grande e o deixará fixo para que leiam em outros momentos. Em seguida, organize-as para a próxima vivência do dia.

Desdobramentos

Você pode propor para as crianças que memorizem o texto criado e apresentem para outras crianças da escola. Em outro momento, considere realizar a mesma proposta com as crianças divididas em pequenos grupos de modo que cada grupo crie seu cadê.

Engajando as famílias

Prepare um cartão com o poema elaborado pelas crianças para enviar para as famílias. Combine com o grupo de crianças que, após a leitura do poema com a família, elas digam como o construíram. Proponha que, se quiserem, podem convidar a família para construir novos cadês.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses) :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03EF02 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03EF07 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03EO07 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano