15892
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 7º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Verbos transitivos e intransitivos: Descobrindo a diferença

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 7º ano do Fundamental sobre verbos transitivos e intransitivos

Plano 01 de 3 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Érica Silva

 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a primeira aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é levar alunos e alunas a identificar verbos transitivos e intransitivos a fim de evidenciar as dimensões sintáticas, semânticas e pragmáticas da transitividade.

Materiais necessários: Cópias impressas da crônica “O verão de 92”, de Luis Fernando Veríssimo. Recursos recomendados: computador e data show.

Dificuldades antecipadas: É possível que a turma tenha dificuldades quanto ao reconhecimento dos verbos (enquanto classe gramatical) e dúvidas quanto à necessidade ou não de utilizar complementos em certos verbos.

Referências sobre o assunto:

AMORIM, Carmelita Minelio da Silva; OLIVEIRA, Aline Moraes; ROCHA, Lúcia Helena Peyroton da. Reflexão em torno da transitividade: análise de relatos de opinião. Cadernos do CNLF, v. XIII, n. 04. Disponível em <http://www.filologia.org.br/xiiicnlf/XIII_CNLF_04/reflexao_em_torno_da_transitividade_analise_aline.pdf>

CAVALCANTE, Mônica Magalhães. Facultatividade e omissão de complementos verbais. Revista de letras, v. 19, Nº. 1/2). Disponível em: http://www.revistadeletras.ufc.br/rl19Art02.pdf

FURTADO DA CUNHA, M. A ; SOUZA, M. M. Transitividade e seus contextos de uso. Rio de Janeiro: Lucerna, 2007.

NEVES, Maria Helena de Moura. A Gramática Funcional. São Paulo: Editora Martins Fontes, 1997.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minuto

Orientações:

  • Inicie a aula mostrando a frase acima (você pode projetá-la ou escrevê-la no quadro) e estimule a turma a completá-la livremente. Anote no quadro algumas hipóteses citadas pelos alunos e alunas. Neste momento, não é necessário direcionar a atenção da turma para questões gramaticais, como verbos e complementos.
  • Proponha à turma a seguinte pergunta: essa frase parece completa ou não? Se não, o que parece faltar nela? Espera-se que a turma perceba a incompletude da frase em termos de sentido. Apesar disso, neste momento, além de introduzir a temática do texto, o objetivo da frase é apenas motivar indagações a partir de um verbo transitivo carente de complementos, mas sem ainda defini-lo enquanto tal.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações:

  • Partindo das perguntas acima (você pode projetá-las ou escrevê-las no quadro), indague a turma a respeito do futuro: como os alunos e alunas acham que será o futuro? Como viveremos daqui a 40 anos? Quais serão nossas hábitos? O que mudará? O que permanecerá? O objetivo dessas perguntas, além de iniciar a troca de ideias entre alunos e alunas, é aproximar a turma da crônica que será debatida a seguir.
  • Deixe que a turma se manifeste livremente sobre suas impressões e levante hipóteses sobre a situação apontada.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 42 minutos

Orientações:

  • Apresente aos alunos e alunas a crônica de Luis Fernando Verissimo, “O verão de 92”. Informe à turma que o texto foi escrito em 1978, isto é, trata-se de um visão do futuro composta no passado. É preferível que a turma tenha em mãos uma cópia impressa da crônica, a fim de que cada aluno e aluna possa interagir individualmente com o texto.
  • Chame a atenção dos alunos e alunas para o fato de que nesta versão há algumas lacunas. Evite comentários a respeito dos itens suprimidos (complementos verbais). Tenha em vista que o processo de descoberta dos verbos transitivos e intransitivos deve partir da turma.
  • Solicite a leitura silenciosa da crônica, a fim de que a os alunos e alunas possam experienciar individualmente o estranhamento causado pelas omissões de complementos.
  • Peça à turma que comente a respeito do estranhamento causado pelas ausências referidas. Verifique se os alunos e alunas perceberam que a ausência de informações está ligada à relação entre os verbos e seus complementos. É importante destacar que a capacidade de reconhecer verbos é um pré-requisito para esta atividade, portanto, se a turma apresentar dificuldades no reconhecimento desta classe gramatical, faça uma revisão nesta aula ou organize uma aula anterior a esta a fim de retomar com a turma a definição de verbo.
  • O tempo sugerido para essa parte do plano é de 12 minutos.

Materiais complementares: Você pode encontrar a versão do texto para impressão aqui.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente aos alunos e alunas a crônica de Luis Fernando Verissimo, “O verão de 92”, que está neste e nos próximos 3 slides. Informe à turma que o texto foi escrito em 1978, isto é, trata-se de um visão do futuro composta no passado. É preferível que a turma tenha em mãos uma cópia impressa da crônica, a fim de que cada aluno e aluna possa interagir individualmente com o texto.
  • Chame a atenção dos alunos e alunas para o fato de que nesta versão há algumas lacunas. Evite comentários a respeito dos itens suprimidos (complementos verbais). Tenha em vista que o processo de descoberta dos verbos transitivos e intransitivos deve partir da turma.
  • Solicite a leitura silenciosa da crônica, a fim de que a os alunos e alunas possam experienciar individualmente o estranhamento causado pelas omissões de complementos.
  • Peça à turma que comente a respeito do estranhamento causado pelas ausências referidas. Verifique se os alunos e alunas perceberam que a ausência de informações está ligada à relação entre os verbos e seus complementos. É importante destacar que a capacidade de reconhecer verbos é um pré-requisito para esta atividade, portanto, se a turma apresentar dificuldades no reconhecimento desta classe gramatical, faça uma revisão nesta aula ou organize uma aula anterior a esta a fim de retomar com a turma a definição de verbo.
  • O tempo sugerido para essa parte do plano é de 12 minutos.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente aos alunos e alunas a crônica de Luis Fernando Verissimo, “O verão de 92”, que está neste e nos próximos 3 slides. Informe à turma que o texto foi escrito em 1978, isto é, trata-se de um visão do futuro composta no passado. É preferível que a turma tenha em mãos uma cópia impressa da crônica, a fim de que cada aluno e aluna possa interagir individualmente com o texto.
  • Chame a atenção dos alunos e alunas para o fato de que nesta versão há algumas lacunas. Evite comentários a respeito dos itens suprimidos (complementos verbais). Tenha em vista que o processo de descoberta dos verbos transitivos e intransitivos deve partir da turma.
  • Solicite a leitura silenciosa da crônica, a fim de que a os alunos e alunas possam experienciar individualmente o estranhamento causado pelas omissões de complementos.
  • Peça à turma que comente a respeito do estranhamento causado pelas ausências referidas. Verifique se os alunos e alunas perceberam que a ausência de informações está ligada à relação entre os verbos e seus complementos. É importante destacar que a capacidade de reconhecer verbos é um pré-requisito para esta atividade, portanto, se a turma apresentar dificuldades no reconhecimento desta classe gramatical, faça uma revisão nesta aula ou organize uma aula anterior a esta a fim de retomar com a turma a definição de verbo.
  • O tempo sugerido para essa parte do plano é de 12 minutos.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente aos alunos e alunas a crônica de Luis Fernando Verissimo, “O verão de 92”, que está neste e nos próximos 3 slides. Informe à turma que o texto foi escrito em 1978, isto é, trata-se de um visão do futuro composta no passado. É preferível que a turma tenha em mãos uma cópia impressa da crônica, a fim de que cada aluno e aluna possa interagir individualmente com o texto.
  • Chame a atenção dos alunos e alunas para o fato de que nesta versão há algumas lacunas. Evite comentários a respeito dos itens suprimidos (complementos verbais). Tenha em vista que o processo de descoberta dos verbos transitivos e intransitivos deve partir da turma.
  • Solicite a leitura silenciosa da crônica, a fim de que a os alunos e alunas possam experienciar individualmente o estranhamento causado pelas omissões de complementos.
  • Peça à turma que comente a respeito do estranhamento causado pelas ausências referidas. Verifique se os alunos e alunas perceberam que a ausência de informações está ligada à relação entre os verbos e seus complementos. É importante destacar que a capacidade de reconhecer verbos é um pré-requisito para esta atividade, portanto, se a turma apresentar dificuldades no reconhecimento desta classe gramatical, faça uma revisão nesta aula ou organize uma aula anterior a esta a fim de retomar com a turma a definição de verbo.
  • O tempo sugerido para essa parte do plano é de 12 minutos.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Após a discussão inicial, solicite à turma que, em duplas, complete as lacunas do texto sempre que julgar necessário. Deixe clara a possibilidade de manter lacunas em branco. O trabalho em duplas tem por objetivo estimular a troca de ideias entre alunos e aulas frente à transitividade.
  • Em seguida, estimule a turma a compartilhar suas soluções. Nesse momento, é importante solicitar possíveis justificativas para as lacunas preenchidas ou mantidas em branco. Utilize questões que facilitem a percepção dos alunos e alunas em relação aos mecanismos de transitividade, tais como as que estão no slide (você pode projetar ou escrever as questões no quadro): Por que algumas lacunas foram preenchidas e outras não? Por que alguns verbos parecem não necessitar de palavras que os complementem?
  • Registre no quadro as justificativas apresentadas pela turma.
  • O tempo sugerido para essa parte do plano é de 15 minutos.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente a versão original da crônica. Note que os complementos suprimidos e os verbos foram destacados, a fim de facilitar a visualização da turma. Não é necessário reler o texto por completo. Procure enfatizar apenas os trechos que antes apresentavam lacunas. Durante a verificação, convide a turma a comparar suas próprias versões a do autor. Instigue os alunos e alunas a verificarem se as justificativas que apresentam para preencher ou não as lacunas se sustentam diante da versão original do texto.
  • Para facilitar a compreensão da turma diante dos processos de transitividade, copie alguns verbos no quadro, transitivos e intransitivos, e proponha a construção conjunta de alguns exemplos. Com isso, verifique se a turma compreendeu a diferença entre verbos que necessitam de complementos e aqueles que independem de complementação.
  • Depois de constatar que a turma percebeu a diferença entre verbos que precisam de complementos e aqueles que podem ocorrer sem complementação, sistematize no quadro a definição desses verbos enquanto intransitivos e transitivos.
  • Utilize contribuição da turma para construir os conceitos em questão. Tenha em vista, no entanto, a possibilidade de complementar as definições a partir do proposto em gramáticas diversas.
  • Não deixe de citar a diferença entre complementos e modificadores, associando-os às definições construídas com a turma. Deixe claro à turma a presença obrigatória dos complementos diante dos verbos transitivos e a presença facultativa dos modificadores diantes dos verbos intransitivos.
  • O tempo sugerido para esta parte do plano é de 15 minutos.

Materiais complementares: Você pode encontrar a versão original do texto para impressão aqui.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente a versão original da crônica. Note que os complementos suprimidos e os verbos foram destacados, a fim de facilitar a visualização da turma. Não é necessário reler o texto por completo. Procure enfatizar apenas os trechos que antes apresentavam lacunas. Durante a verificação, convide a turma a comparar suas próprias versões a do autor. Instigue os alunos e alunas a verificarem se as justificativas que apresentam para preencher ou não as lacunas se sustentam diante da versão original do texto.
  • Para facilitar a compreensão da turma diante dos processos de transitividade, copie alguns verbos no quadro, transitivos e intransitivos, e proponha a construção conjunta de alguns exemplos. Com isso, verifique se a turma compreendeu a diferença entre verbos que necessitam de complementos e aqueles que independem de complementação.
  • Depois de constatar que a turma percebeu a diferença entre verbos que precisam de complementos e aqueles que podem ocorrer sem complementação, sistematize no quadro a definição desses verbos enquanto intransitivos e transitivos.
  • Utilize contribuição da turma para construir os conceitos em questão. Tenha em vista, no entanto, a possibilidade de complementar as definições a partir do proposto em gramáticas diversas.
  • Não deixe de citar a diferença entre complementos e modificadores, associando-os às definições construídas com a turma. Deixe claro à turma a presença obrigatória dos complementos diante dos verbos transitivos e a presença facultativa dos modificadores diantes dos verbos intransitivos.
  • O tempo sugerido para esta parte do plano é de 15 minutos.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente a versão original da crônica. Note que os complementos suprimidos e os verbos foram destacados, a fim de facilitar a visualização da turma. Não é necessário reler o texto por completo. Procure enfatizar apenas os trechos que antes apresentavam lacunas. Durante a verificação, convide a turma a comparar suas próprias versões a do autor. Instigue os alunos e alunas a verificarem se as justificativas que apresentam para preencher ou não as lacunas se sustentam diante da versão original do texto.
  • Para facilitar a compreensão da turma diante dos processos de transitividade, copie alguns verbos no quadro, transitivos e intransitivos, e proponha a construção conjunta de alguns exemplos. Com isso, verifique se a turma compreendeu a diferença entre verbos que necessitam de complementos e aqueles que independem de complementação.
  • Depois de constatar que a turma percebeu a diferença entre verbos que precisam de complementos e aqueles que podem ocorrer sem complementação, sistematize no quadro a definição desses verbos enquanto intransitivos e transitivos.
  • Utilize contribuição da turma para construir os conceitos em questão. Tenha em vista, no entanto, a possibilidade de complementar as definições a partir do proposto em gramáticas diversas.
  • Não deixe de citar a diferença entre complementos e modificadores, associando-os às definições construídas com a turma. Deixe claro à turma a presença obrigatória dos complementos diante dos verbos transitivos e a presença facultativa dos modificadores diantes dos verbos intransitivos.
  • O tempo sugerido para esta parte do plano é de 15 minutos.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente a versão original da crônica. Note que os complementos suprimidos e os verbos foram destacados, a fim de facilitar a visualização da turma. Não é necessário reler o texto por completo. Procure enfatizar apenas os trechos que antes apresentavam lacunas. Durante a verificação, convide a turma a comparar suas próprias versões a do autor. Instigue os alunos e alunas a verificarem se as justificativas que apresentam para preencher ou não as lacunas se sustentam diante da versão original do texto.
  • Para facilitar a compreensão da turma diante dos processos de transitividade, copie alguns verbos no quadro, transitivos e intransitivos, e proponha a construção conjunta de alguns exemplos. Com isso, verifique se a turma compreendeu a diferença entre verbos que necessitam de complementos e aqueles que independem de complementação.
  • Depois de constatar que a turma percebeu a diferença entre verbos que precisam de complementos e aqueles que podem ocorrer sem complementação, sistematize no quadro a definição desses verbos enquanto intransitivos e transitivos.
  • Utilize contribuição da turma para construir os conceitos em questão. Tenha em vista, no entanto, a possibilidade de complementar as definições a partir do proposto em gramáticas diversas.
  • Não deixe de citar a diferença entre complementos e modificadores, associando-os às definições construídas com a turma. Deixe claro à turma a presença obrigatória dos complementos diante dos verbos transitivos e a presença facultativa dos modificadores diantes dos verbos intransitivos.
  • O tempo sugerido para esta parte do plano é de 15 minutos.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente a versão original da crônica. Note que os complementos suprimidos e os verbos foram destacados, a fim de facilitar a visualização da turma. Não é necessário reler o texto por completo. Procure enfatizar apenas os trechos que antes apresentavam lacunas. Durante a verificação, convide a turma a comparar suas próprias versões a do autor. Instigue os alunos e alunas a verificarem se as justificativas que apresentam para preencher ou não as lacunas se sustentam diante da versão original do texto.
  • Para facilitar a compreensão da turma diante dos processos de transitividade, copie alguns verbos no quadro, transitivos e intransitivos, e proponha a construção conjunta de alguns exemplos. Com isso, verifique se a turma compreendeu a diferença entre verbos que necessitam de complementos e aqueles que independem de complementação.
  • Depois de constatar que a turma percebeu a diferença entre verbos que precisam de complementos e aqueles que podem ocorrer sem complementação, sistematize no quadro a definição desses verbos enquanto intransitivos e transitivos.
  • Utilize contribuição da turma para construir os conceitos em questão. Tenha em vista, no entanto, a possibilidade de complementar as definições a partir do proposto em gramáticas diversas.
  • Não deixe de citar a diferença entre complementos e modificadores, associando-os às definições construídas com a turma. Deixe claro à turma a presença obrigatória dos complementos diante dos verbos transitivos e a presença facultativa dos modificadores diantes dos verbos intransitivos.
  • O tempo sugerido para esta parte do plano é de 15 minutos.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações:

  • Após a sistematização, é possível retornar ao primeiro slide proposto (contendo a frase que deu início à aula). Leve a turma a perceber que as indagações iniciais partiram de um verbo transitivo (ter) carente de complemento.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a primeira aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é levar alunos e alunas a identificar verbos transitivos e intransitivos a fim de evidenciar as dimensões sintáticas, semânticas e pragmáticas da transitividade.

Materiais necessários: Cópias impressas da crônica “O verão de 92”, de Luis Fernando Veríssimo. Recursos recomendados: computador e data show.

Dificuldades antecipadas: É possível que a turma tenha dificuldades quanto ao reconhecimento dos verbos (enquanto classe gramatical) e dúvidas quanto à necessidade ou não de utilizar complementos em certos verbos.

Referências sobre o assunto:

AMORIM, Carmelita Minelio da Silva; OLIVEIRA, Aline Moraes; ROCHA, Lúcia Helena Peyroton da. Reflexão em torno da transitividade: análise de relatos de opinião. Cadernos do CNLF, v. XIII, n. 04. Disponível em <http://www.filologia.org.br/xiiicnlf/XIII_CNLF_04/reflexao_em_torno_da_transitividade_analise_aline.pdf>

CAVALCANTE, Mônica Magalhães. Facultatividade e omissão de complementos verbais. Revista de letras, v. 19, Nº. 1/2). Disponível em: http://www.revistadeletras.ufc.br/rl19Art02.pdf

FURTADO DA CUNHA, M. A ; SOUZA, M. M. Transitividade e seus contextos de uso. Rio de Janeiro: Lucerna, 2007.

NEVES, Maria Helena de Moura. A Gramática Funcional. São Paulo: Editora Martins Fontes, 1997.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minuto

Orientações:

  • Inicie a aula mostrando a frase acima (você pode projetá-la ou escrevê-la no quadro) e estimule a turma a completá-la livremente. Anote no quadro algumas hipóteses citadas pelos alunos e alunas. Neste momento, não é necessário direcionar a atenção da turma para questões gramaticais, como verbos e complementos.
  • Proponha à turma a seguinte pergunta: essa frase parece completa ou não? Se não, o que parece faltar nela? Espera-se que a turma perceba a incompletude da frase em termos de sentido. Apesar disso, neste momento, além de introduzir a temática do texto, o objetivo da frase é apenas motivar indagações a partir de um verbo transitivo carente de complementos, mas sem ainda defini-lo enquanto tal.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações:

  • Partindo das perguntas acima (você pode projetá-las ou escrevê-las no quadro), indague a turma a respeito do futuro: como os alunos e alunas acham que será o futuro? Como viveremos daqui a 40 anos? Quais serão nossas hábitos? O que mudará? O que permanecerá? O objetivo dessas perguntas, além de iniciar a troca de ideias entre alunos e alunas, é aproximar a turma da crônica que será debatida a seguir.
  • Deixe que a turma se manifeste livremente sobre suas impressões e levante hipóteses sobre a situação apontada.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 42 minutos

Orientações:

  • Apresente aos alunos e alunas a crônica de Luis Fernando Verissimo, “O verão de 92”. Informe à turma que o texto foi escrito em 1978, isto é, trata-se de um visão do futuro composta no passado. É preferível que a turma tenha em mãos uma cópia impressa da crônica, a fim de que cada aluno e aluna possa interagir individualmente com o texto.
  • Chame a atenção dos alunos e alunas para o fato de que nesta versão há algumas lacunas. Evite comentários a respeito dos itens suprimidos (complementos verbais). Tenha em vista que o processo de descoberta dos verbos transitivos e intransitivos deve partir da turma.
  • Solicite a leitura silenciosa da crônica, a fim de que a os alunos e alunas possam experienciar individualmente o estranhamento causado pelas omissões de complementos.
  • Peça à turma que comente a respeito do estranhamento causado pelas ausências referidas. Verifique se os alunos e alunas perceberam que a ausência de informações está ligada à relação entre os verbos e seus complementos. É importante destacar que a capacidade de reconhecer verbos é um pré-requisito para esta atividade, portanto, se a turma apresentar dificuldades no reconhecimento desta classe gramatical, faça uma revisão nesta aula ou organize uma aula anterior a esta a fim de retomar com a turma a definição de verbo.
  • O tempo sugerido para essa parte do plano é de 12 minutos.

Materiais complementares: Você pode encontrar a versão do texto para impressão aqui.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente aos alunos e alunas a crônica de Luis Fernando Verissimo, “O verão de 92”, que está neste e nos próximos 3 slides. Informe à turma que o texto foi escrito em 1978, isto é, trata-se de um visão do futuro composta no passado. É preferível que a turma tenha em mãos uma cópia impressa da crônica, a fim de que cada aluno e aluna possa interagir individualmente com o texto.
  • Chame a atenção dos alunos e alunas para o fato de que nesta versão há algumas lacunas. Evite comentários a respeito dos itens suprimidos (complementos verbais). Tenha em vista que o processo de descoberta dos verbos transitivos e intransitivos deve partir da turma.
  • Solicite a leitura silenciosa da crônica, a fim de que a os alunos e alunas possam experienciar individualmente o estranhamento causado pelas omissões de complementos.
  • Peça à turma que comente a respeito do estranhamento causado pelas ausências referidas. Verifique se os alunos e alunas perceberam que a ausência de informações está ligada à relação entre os verbos e seus complementos. É importante destacar que a capacidade de reconhecer verbos é um pré-requisito para esta atividade, portanto, se a turma apresentar dificuldades no reconhecimento desta classe gramatical, faça uma revisão nesta aula ou organize uma aula anterior a esta a fim de retomar com a turma a definição de verbo.
  • O tempo sugerido para essa parte do plano é de 12 minutos.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente aos alunos e alunas a crônica de Luis Fernando Verissimo, “O verão de 92”, que está neste e nos próximos 3 slides. Informe à turma que o texto foi escrito em 1978, isto é, trata-se de um visão do futuro composta no passado. É preferível que a turma tenha em mãos uma cópia impressa da crônica, a fim de que cada aluno e aluna possa interagir individualmente com o texto.
  • Chame a atenção dos alunos e alunas para o fato de que nesta versão há algumas lacunas. Evite comentários a respeito dos itens suprimidos (complementos verbais). Tenha em vista que o processo de descoberta dos verbos transitivos e intransitivos deve partir da turma.
  • Solicite a leitura silenciosa da crônica, a fim de que a os alunos e alunas possam experienciar individualmente o estranhamento causado pelas omissões de complementos.
  • Peça à turma que comente a respeito do estranhamento causado pelas ausências referidas. Verifique se os alunos e alunas perceberam que a ausência de informações está ligada à relação entre os verbos e seus complementos. É importante destacar que a capacidade de reconhecer verbos é um pré-requisito para esta atividade, portanto, se a turma apresentar dificuldades no reconhecimento desta classe gramatical, faça uma revisão nesta aula ou organize uma aula anterior a esta a fim de retomar com a turma a definição de verbo.
  • O tempo sugerido para essa parte do plano é de 12 minutos.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente aos alunos e alunas a crônica de Luis Fernando Verissimo, “O verão de 92”, que está neste e nos próximos 3 slides. Informe à turma que o texto foi escrito em 1978, isto é, trata-se de um visão do futuro composta no passado. É preferível que a turma tenha em mãos uma cópia impressa da crônica, a fim de que cada aluno e aluna possa interagir individualmente com o texto.
  • Chame a atenção dos alunos e alunas para o fato de que nesta versão há algumas lacunas. Evite comentários a respeito dos itens suprimidos (complementos verbais). Tenha em vista que o processo de descoberta dos verbos transitivos e intransitivos deve partir da turma.
  • Solicite a leitura silenciosa da crônica, a fim de que a os alunos e alunas possam experienciar individualmente o estranhamento causado pelas omissões de complementos.
  • Peça à turma que comente a respeito do estranhamento causado pelas ausências referidas. Verifique se os alunos e alunas perceberam que a ausência de informações está ligada à relação entre os verbos e seus complementos. É importante destacar que a capacidade de reconhecer verbos é um pré-requisito para esta atividade, portanto, se a turma apresentar dificuldades no reconhecimento desta classe gramatical, faça uma revisão nesta aula ou organize uma aula anterior a esta a fim de retomar com a turma a definição de verbo.
  • O tempo sugerido para essa parte do plano é de 12 minutos.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Após a discussão inicial, solicite à turma que, em duplas, complete as lacunas do texto sempre que julgar necessário. Deixe clara a possibilidade de manter lacunas em branco. O trabalho em duplas tem por objetivo estimular a troca de ideias entre alunos e aulas frente à transitividade.
  • Em seguida, estimule a turma a compartilhar suas soluções. Nesse momento, é importante solicitar possíveis justificativas para as lacunas preenchidas ou mantidas em branco. Utilize questões que facilitem a percepção dos alunos e alunas em relação aos mecanismos de transitividade, tais como as que estão no slide (você pode projetar ou escrever as questões no quadro): Por que algumas lacunas foram preenchidas e outras não? Por que alguns verbos parecem não necessitar de palavras que os complementem?
  • Registre no quadro as justificativas apresentadas pela turma.
  • O tempo sugerido para essa parte do plano é de 15 minutos.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente a versão original da crônica. Note que os complementos suprimidos e os verbos foram destacados, a fim de facilitar a visualização da turma. Não é necessário reler o texto por completo. Procure enfatizar apenas os trechos que antes apresentavam lacunas. Durante a verificação, convide a turma a comparar suas próprias versões a do autor. Instigue os alunos e alunas a verificarem se as justificativas que apresentam para preencher ou não as lacunas se sustentam diante da versão original do texto.
  • Para facilitar a compreensão da turma diante dos processos de transitividade, copie alguns verbos no quadro, transitivos e intransitivos, e proponha a construção conjunta de alguns exemplos. Com isso, verifique se a turma compreendeu a diferença entre verbos que necessitam de complementos e aqueles que independem de complementação.
  • Depois de constatar que a turma percebeu a diferença entre verbos que precisam de complementos e aqueles que podem ocorrer sem complementação, sistematize no quadro a definição desses verbos enquanto intransitivos e transitivos.
  • Utilize contribuição da turma para construir os conceitos em questão. Tenha em vista, no entanto, a possibilidade de complementar as definições a partir do proposto em gramáticas diversas.
  • Não deixe de citar a diferença entre complementos e modificadores, associando-os às definições construídas com a turma. Deixe claro à turma a presença obrigatória dos complementos diante dos verbos transitivos e a presença facultativa dos modificadores diantes dos verbos intransitivos.
  • O tempo sugerido para esta parte do plano é de 15 minutos.

Materiais complementares: Você pode encontrar a versão original do texto para impressão aqui.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente a versão original da crônica. Note que os complementos suprimidos e os verbos foram destacados, a fim de facilitar a visualização da turma. Não é necessário reler o texto por completo. Procure enfatizar apenas os trechos que antes apresentavam lacunas. Durante a verificação, convide a turma a comparar suas próprias versões a do autor. Instigue os alunos e alunas a verificarem se as justificativas que apresentam para preencher ou não as lacunas se sustentam diante da versão original do texto.
  • Para facilitar a compreensão da turma diante dos processos de transitividade, copie alguns verbos no quadro, transitivos e intransitivos, e proponha a construção conjunta de alguns exemplos. Com isso, verifique se a turma compreendeu a diferença entre verbos que necessitam de complementos e aqueles que independem de complementação.
  • Depois de constatar que a turma percebeu a diferença entre verbos que precisam de complementos e aqueles que podem ocorrer sem complementação, sistematize no quadro a definição desses verbos enquanto intransitivos e transitivos.
  • Utilize contribuição da turma para construir os conceitos em questão. Tenha em vista, no entanto, a possibilidade de complementar as definições a partir do proposto em gramáticas diversas.
  • Não deixe de citar a diferença entre complementos e modificadores, associando-os às definições construídas com a turma. Deixe claro à turma a presença obrigatória dos complementos diante dos verbos transitivos e a presença facultativa dos modificadores diantes dos verbos intransitivos.
  • O tempo sugerido para esta parte do plano é de 15 minutos.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente a versão original da crônica. Note que os complementos suprimidos e os verbos foram destacados, a fim de facilitar a visualização da turma. Não é necessário reler o texto por completo. Procure enfatizar apenas os trechos que antes apresentavam lacunas. Durante a verificação, convide a turma a comparar suas próprias versões a do autor. Instigue os alunos e alunas a verificarem se as justificativas que apresentam para preencher ou não as lacunas se sustentam diante da versão original do texto.
  • Para facilitar a compreensão da turma diante dos processos de transitividade, copie alguns verbos no quadro, transitivos e intransitivos, e proponha a construção conjunta de alguns exemplos. Com isso, verifique se a turma compreendeu a diferença entre verbos que necessitam de complementos e aqueles que independem de complementação.
  • Depois de constatar que a turma percebeu a diferença entre verbos que precisam de complementos e aqueles que podem ocorrer sem complementação, sistematize no quadro a definição desses verbos enquanto intransitivos e transitivos.
  • Utilize contribuição da turma para construir os conceitos em questão. Tenha em vista, no entanto, a possibilidade de complementar as definições a partir do proposto em gramáticas diversas.
  • Não deixe de citar a diferença entre complementos e modificadores, associando-os às definições construídas com a turma. Deixe claro à turma a presença obrigatória dos complementos diante dos verbos transitivos e a presença facultativa dos modificadores diantes dos verbos intransitivos.
  • O tempo sugerido para esta parte do plano é de 15 minutos.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente a versão original da crônica. Note que os complementos suprimidos e os verbos foram destacados, a fim de facilitar a visualização da turma. Não é necessário reler o texto por completo. Procure enfatizar apenas os trechos que antes apresentavam lacunas. Durante a verificação, convide a turma a comparar suas próprias versões a do autor. Instigue os alunos e alunas a verificarem se as justificativas que apresentam para preencher ou não as lacunas se sustentam diante da versão original do texto.
  • Para facilitar a compreensão da turma diante dos processos de transitividade, copie alguns verbos no quadro, transitivos e intransitivos, e proponha a construção conjunta de alguns exemplos. Com isso, verifique se a turma compreendeu a diferença entre verbos que necessitam de complementos e aqueles que independem de complementação.
  • Depois de constatar que a turma percebeu a diferença entre verbos que precisam de complementos e aqueles que podem ocorrer sem complementação, sistematize no quadro a definição desses verbos enquanto intransitivos e transitivos.
  • Utilize contribuição da turma para construir os conceitos em questão. Tenha em vista, no entanto, a possibilidade de complementar as definições a partir do proposto em gramáticas diversas.
  • Não deixe de citar a diferença entre complementos e modificadores, associando-os às definições construídas com a turma. Deixe claro à turma a presença obrigatória dos complementos diante dos verbos transitivos e a presença facultativa dos modificadores diantes dos verbos intransitivos.
  • O tempo sugerido para esta parte do plano é de 15 minutos.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente a versão original da crônica. Note que os complementos suprimidos e os verbos foram destacados, a fim de facilitar a visualização da turma. Não é necessário reler o texto por completo. Procure enfatizar apenas os trechos que antes apresentavam lacunas. Durante a verificação, convide a turma a comparar suas próprias versões a do autor. Instigue os alunos e alunas a verificarem se as justificativas que apresentam para preencher ou não as lacunas se sustentam diante da versão original do texto.
  • Para facilitar a compreensão da turma diante dos processos de transitividade, copie alguns verbos no quadro, transitivos e intransitivos, e proponha a construção conjunta de alguns exemplos. Com isso, verifique se a turma compreendeu a diferença entre verbos que necessitam de complementos e aqueles que independem de complementação.
  • Depois de constatar que a turma percebeu a diferença entre verbos que precisam de complementos e aqueles que podem ocorrer sem complementação, sistematize no quadro a definição desses verbos enquanto intransitivos e transitivos.
  • Utilize contribuição da turma para construir os conceitos em questão. Tenha em vista, no entanto, a possibilidade de complementar as definições a partir do proposto em gramáticas diversas.
  • Não deixe de citar a diferença entre complementos e modificadores, associando-os às definições construídas com a turma. Deixe claro à turma a presença obrigatória dos complementos diante dos verbos transitivos e a presença facultativa dos modificadores diantes dos verbos intransitivos.
  • O tempo sugerido para esta parte do plano é de 15 minutos.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações:

  • Após a sistematização, é possível retornar ao primeiro slide proposto (contendo a frase que deu início à aula). Leve a turma a perceber que as indagações iniciais partiram de um verbo transitivo (ter) carente de complemento.
Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 7º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 7º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF07LP05 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano