15882
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 7º ano > Oralidade

Plano de aula - Aspectos da oralização dos contos de humor

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 7º ano do Ensino Fundamental sobre a leitura de um conto de humor, ressaltando aspectos da oralização como os recursos paralinguísticos e cinésicos.

Plano 10 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Mariana do Nascimento Ramos

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a décima aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero contos de humor e no campo de atuação artístico literário. A aula faz parte do módulo de Oralidade.

Materiais necessários: Computador, projetor, caixas de som, internet, fotocópias dos contos selecionados.

Informações sobre o gênero: O conto é uma narrativa breve escrita em prosa e que, embora tenha os mesmos elementos de um romance ou uma novela - enredo, personagem, tempo e espaço, é mais curto e apresenta ideias concisas e precisão narrativa. Os contos de humor, especificamente, utilizam as características do que é considerado divertido e cômico para a estruturação de sua narrativa e constroem o humor por meio de mecanismos linguísticos, figuras de linguagem, quebra de expectativa e conhecimentos de mundo que são mobilizados na interação entre autor, texto e leitor.

Dificuldades antecipadas: Entendimento prévio da diferença entre oralidade, informalidade e inadequação textual.

Referências sobre o assunto:

BERGSON, Henri. O riso. Zahar Editores: Rio de Janeiro, 1983.

COSTA, Flavio Moreira da. Os 100 melhores contos de humor da literatura universal. Ediouro: Rio de Janeiro, 2001.

DUARTE, Vânia Maria do Nascimento. Textos Humorísticos. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/redacao/textos-humoristicos.htm>. Acesso em: 3 ago. 2018.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Para preparar esta aula, leia e analise previamente o conto de humor Brincadeira, de Luis Fernando Veríssimo.
  • Comece a aula pedindo para um aluno ler o título da aula em voz alta. Que efeito a entonação da leitura provocou nos demais alunos?
  • Provoque-os a pensar sobre o modo como esta expressão foi lida com outras perguntas: O que é necessário para se expressar oralmente em Língua Portuguesa de forma adequada? Estimule os alunos a pensar que dependendo da situação e do texto, é preciso pensar em outros elementos além do linguístico, como postura, tom de voz, entonação, pausas e expressão corporal, para produzir o efeito desejado e adequado.
  • Ainda que as respostas não sejam completas, deixe no ar essas perguntas que serão retomadas mais tarde.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações:

  • Projete esse slide para os alunos, ou escreva as expressões no quadro, e veja a reação que isso provoca.
  • Peça para que os alunos leiam as frases dispostas em voz alta, com a devida entonação. Se necessário, faça uma segunda “rodada” de leitura com diferentes alunos.
  • Peça para que os outros alunos prestem atenção à leitura feita pelos colegas e como eles se utilizam (ou não) de: gestos, tom de voz, expressão facial, linguagem corporal etc. Como esses elementos são importantes para o sentido do texto? Se necessário, eles podem tomar notas de pontos que acharem interessantes.
  • A ideia deste exercício é iniciar um trabalho que terá como projeto final a gravação da leitura do conto Brincadeira, levando em consideração os elementos estudados.
  • Procure fazer perguntas como: Há alguma elaboração gestual específica na leitura dessas expressões que pode auxiliar no sentido, ou até mesmo, que pode caracterizar o humor nessas falas?
  • A ideia desta introdução é mostrar para os alunos, de forma breve, que falar uma língua, seja ela qual for, vai além do puro conhecimento gramatical que se tem dela. Expressão corporal, entonação, postura e uso da voz são pontos importantes que caminham concomitantemente à expressão formal da língua. No caso do humor, gestos e entonações ajudam a compor a comicidade própria que precisa acompanhar o texto.
  • Nesse exercício de introdução, utilize o conhecimento prévio que eles têm sobre gestuário e como isso afeta a leitura de um texto. Ainda que não tenham conhecimento de nomenclaturas como entonação, recursos cinésicos etc., eles certamente sabem que utilizar tais recursos confere ao texto um significado diferente, explorando-o para além dos elementos puramente linguísticos.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Separe a turma em grupos de, no máximo, 4 alunos para que todos possam participar e compartilhar tarefas.
  • Distribua primeiramente a folha de atividades entre os grupos (preferencialmente uma fotocópia por alunos). Explique a atividade para os alunos: eles ouvirão o áudio do conto Brincadeira, de Luis Fernando Veríssimo. De acordo com a tabela da folha de atividades, eles irão separar o conto de acordo com as diferentes vozes e características das mesmas (ver folha de atividades para detalhes).
  • Peça para os grupos ouvirem o conto disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=wQ6araG_jlc>, acesso em: 12 dez. 2018. É preferível que o você não projete o vídeo para que os alunos voltem sua atenção à entonação das vozes do texto e façam as devidas anotações. Se preferir, passe o vídeo mais de uma vez. Sugestão de tempo para essa atividade: 20 minutos.
  • Corrija e debata as respostas, tirando possíveis dúvidas. Sugestão de tempo para esta atividade: 10 minutos.
  • A ideia dessa atividade é traçar o planejamento da encenação de um conto de humor, levando em conta marcações orais específicas desse gênero literário. Por exemplo, os reflexos das diferentes vozes no texto e sua construção oral através da entonação e gestuário; como o aluno pode marcar o humor através de pausas, emoções específicas das vozes etc.

Material complementar: Você pode encontrar a versão da atividade para impressão aqui e o texto completo aqui. A folha de respostas das atividades você encontra aqui.

Fonte: Luis Fernando Veríssimo. Comédias da vida privada. Porto Alegre: L&PM, 1995. p. 189-191.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Conclua, junto à turma, sistematizando o conteúdo aprendido e estabelecendo uma relação lógica entre os elementos de oralidade: as diferentes vozes do texto (narrador e personagens) e os recursos paralinguísticos e cinésicos necessários para isso (gestos e sons), como a entonação, a estruturação rítmica, as pausas e prolongamentos, o timbre de voz e a expressão facial e corporal.
  • Procure reafirmar a importância desses elementos na leitura do trecho selecionado.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a décima aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero contos de humor e no campo de atuação artístico literário. A aula faz parte do módulo de Oralidade.

Materiais necessários: Computador, projetor, caixas de som, internet, fotocópias dos contos selecionados.

Informações sobre o gênero: O conto é uma narrativa breve escrita em prosa e que, embora tenha os mesmos elementos de um romance ou uma novela - enredo, personagem, tempo e espaço, é mais curto e apresenta ideias concisas e precisão narrativa. Os contos de humor, especificamente, utilizam as características do que é considerado divertido e cômico para a estruturação de sua narrativa e constroem o humor por meio de mecanismos linguísticos, figuras de linguagem, quebra de expectativa e conhecimentos de mundo que são mobilizados na interação entre autor, texto e leitor.

Dificuldades antecipadas: Entendimento prévio da diferença entre oralidade, informalidade e inadequação textual.

Referências sobre o assunto:

BERGSON, Henri. O riso. Zahar Editores: Rio de Janeiro, 1983.

COSTA, Flavio Moreira da. Os 100 melhores contos de humor da literatura universal. Ediouro: Rio de Janeiro, 2001.

DUARTE, Vânia Maria do Nascimento. Textos Humorísticos. Brasil Escola. Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/redacao/textos-humoristicos.htm>. Acesso em: 3 ago. 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Para preparar esta aula, leia e analise previamente o conto de humor Brincadeira, de Luis Fernando Veríssimo.
  • Comece a aula pedindo para um aluno ler o título da aula em voz alta. Que efeito a entonação da leitura provocou nos demais alunos?
  • Provoque-os a pensar sobre o modo como esta expressão foi lida com outras perguntas: O que é necessário para se expressar oralmente em Língua Portuguesa de forma adequada? Estimule os alunos a pensar que dependendo da situação e do texto, é preciso pensar em outros elementos além do linguístico, como postura, tom de voz, entonação, pausas e expressão corporal, para produzir o efeito desejado e adequado.
  • Ainda que as respostas não sejam completas, deixe no ar essas perguntas que serão retomadas mais tarde.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações:

  • Projete esse slide para os alunos, ou escreva as expressões no quadro, e veja a reação que isso provoca.
  • Peça para que os alunos leiam as frases dispostas em voz alta, com a devida entonação. Se necessário, faça uma segunda “rodada” de leitura com diferentes alunos.
  • Peça para que os outros alunos prestem atenção à leitura feita pelos colegas e como eles se utilizam (ou não) de: gestos, tom de voz, expressão facial, linguagem corporal etc. Como esses elementos são importantes para o sentido do texto? Se necessário, eles podem tomar notas de pontos que acharem interessantes.
  • A ideia deste exercício é iniciar um trabalho que terá como projeto final a gravação da leitura do conto Brincadeira, levando em consideração os elementos estudados.
  • Procure fazer perguntas como: Há alguma elaboração gestual específica na leitura dessas expressões que pode auxiliar no sentido, ou até mesmo, que pode caracterizar o humor nessas falas?
  • A ideia desta introdução é mostrar para os alunos, de forma breve, que falar uma língua, seja ela qual for, vai além do puro conhecimento gramatical que se tem dela. Expressão corporal, entonação, postura e uso da voz são pontos importantes que caminham concomitantemente à expressão formal da língua. No caso do humor, gestos e entonações ajudam a compor a comicidade própria que precisa acompanhar o texto.
  • Nesse exercício de introdução, utilize o conhecimento prévio que eles têm sobre gestuário e como isso afeta a leitura de um texto. Ainda que não tenham conhecimento de nomenclaturas como entonação, recursos cinésicos etc., eles certamente sabem que utilizar tais recursos confere ao texto um significado diferente, explorando-o para além dos elementos puramente linguísticos.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Separe a turma em grupos de, no máximo, 4 alunos para que todos possam participar e compartilhar tarefas.
  • Distribua primeiramente a folha de atividades entre os grupos (preferencialmente uma fotocópia por alunos). Explique a atividade para os alunos: eles ouvirão o áudio do conto Brincadeira, de Luis Fernando Veríssimo. De acordo com a tabela da folha de atividades, eles irão separar o conto de acordo com as diferentes vozes e características das mesmas (ver folha de atividades para detalhes).
  • Peça para os grupos ouvirem o conto disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=wQ6araG_jlc>, acesso em: 12 dez. 2018. É preferível que o você não projete o vídeo para que os alunos voltem sua atenção à entonação das vozes do texto e façam as devidas anotações. Se preferir, passe o vídeo mais de uma vez. Sugestão de tempo para essa atividade: 20 minutos.
  • Corrija e debata as respostas, tirando possíveis dúvidas. Sugestão de tempo para esta atividade: 10 minutos.
  • A ideia dessa atividade é traçar o planejamento da encenação de um conto de humor, levando em conta marcações orais específicas desse gênero literário. Por exemplo, os reflexos das diferentes vozes no texto e sua construção oral através da entonação e gestuário; como o aluno pode marcar o humor através de pausas, emoções específicas das vozes etc.

Material complementar: Você pode encontrar a versão da atividade para impressão aqui e o texto completo aqui. A folha de respostas das atividades você encontra aqui.

Fonte: Luis Fernando Veríssimo. Comédias da vida privada. Porto Alegre: L&PM, 1995. p. 189-191.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Conclua, junto à turma, sistematizando o conteúdo aprendido e estabelecendo uma relação lógica entre os elementos de oralidade: as diferentes vozes do texto (narrador e personagens) e os recursos paralinguísticos e cinésicos necessários para isso (gestos e sons), como a entonação, a estruturação rítmica, as pausas e prolongamentos, o timbre de voz e a expressão facial e corporal.
  • Procure reafirmar a importância desses elementos na leitura do trecho selecionado.
Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Oralidade do 7º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 7º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP53 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano