15864
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 7º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Orações coordenadas assindéticas e sindéticas (aditivas e adversativas): exercícios com base em um trecho de artigo de opinião

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 7º ano do Ensino Fundamental sobre a organização dos períodos compostos por coordenação assindética (sem conjunção) e sindética (por meio das conjunções aditivas e adversativas).

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Cláudio Santana Bispo

Este plano de aula foi produzido pelo Time de Autores NOVA ESCOLA
Professor-autor: Cláudio Santana Bispo
Mentor: Joseane Matias
Especialista: Silvia Albert

Título da aula: Orações coordenadas assindéticas e sindéticas (aditivas e adversativas): exercícios com base em um trecho de artigo
de opinião.

Finalidade da aula: Apreender, por meio de exercícios, a organização dos períodos compostos por coordenação assindética (sem conjunção) e sindética (por meio das conjunções aditivas e adversativas) com base em um trecho de artigo de opinião.

Ano: 7º ano do Ensino Fundamental

Objeto(s) do conhecimento: Morfossintaxe

Prática de linguagem: Análise linguística e semiótica

Habilidade(s) da BNCC: (EF07LP11) Identificar, em textos lidos ou de produção própria, períodos compostos nos quais duas orações são conectadas por vírgula ou por conjunções que expressem soma de sentido (conjunção “e”) ou oposição de sentidos (conjunções “mas”, “porém”).

Sobre esta aula: Esta é a segunda aula de um conjunto de três planos de aula com foco em Análise linguística e semiótica. A finalidade deste conjunto de planos é:

  • Aula 1: Identificar e apreender a organização dos períodos compostos por coordenação assindética (sem conjunção) ou sindética (com conjunção) que expressem, implícita ou explicitamente,  ideia de soma ou oposição de sentidos.
  • Aula 2:  Apreender, por meio de exercícios, a organização dos períodos compostos por coordenação assindética (sem conjunção) e sindética (por meio das conjunções aditivas e adversativas), com base em um trecho de artigo de opinião.
  • Aula 3: Apreender, por meio de atividade de reescrita, a organização sintática dos períodos compostos por coordenação assindética e sindética (aditivas e adversativas).

A abordagem dos aspectos linguísticos e semióticos se fará pela perspectiva enunciativo-discursiva, na qual é dada especial relevância aos efeitos de sentido produzidos pelas
práticas de linguagem nos diferentes campos de atuação por meio dos diversos gêneros textuais, conforme sugerido na Base Nacional Comum Curricular (BNCC):

“Os conhecimentos sobre a língua, as demais semioses e a norma-padrão não devem ser tomados como uma lista de conteúdos dissociados das práticas de linguagem, mas como propiciadores de reflexão a respeito do funcionamento da língua no contexto destas práticas. A seleção de habilidades na BNCC está relacionada com aqueles conhecimentos fundamentais para que o estudante possa apropriar-se do sistema linguístico que organiza o português brasileiro.” (BNCC - LÍNGUA PORTUGUESA NO ENSINO FUNDAMENTAL - ANOS FINAIS: PRÁTICAS DE LINGUAGEM, OBJETOS DE CONHECIMENTO E HABILIDADES, cap. 4.1.1.2, p.137 - dez. 2017).



Materiais necessários:

Cópias do artigo “De onde vêm as ideias para os superpoderes?”

Disponível em: http://chc.org.br/artigo/de-onde-vem-as-ideias-para-os-superpoderes/ - Acesso em: 29/11/2018.

Canetas marca-texto coloridas.

Dificuldades antecipadas:

Compreender, por meios de exercícios, as diferenças entre as orações assindéticas e sindéticas, com base nos efeitos de sentido gerados pelo emprego das conjunções aditivas e adversativas.

Referências sobre o assunto:

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. – 37. ed. rev., ampl. e atual. – Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.

CASTILHO, Ataliba T. de. Nova gramática do português brasileiro. – 1. Ed., 4ª reimpressão – São Paulo: Contexto, 2016.

CUNHA, Celso e CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do português contemporâneo. – 7ª ed. Rio de Janeiro: Lexicon, 2016.

DUARTE, Vânia Maria do Nascimento. Artigo: A vírgula entre as orações coordenadas”.

In.: https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/gramatica/a-virgula-entre-as-oracoes-coordenadas.htm - Acesso em 29/11/2018.

MIRANDA, Lucas. Artigo: “De onde vêm as ideias para os superpoderes?”

In:  http://chc.org.br/artigo/de-onde-vem-as-ideias-para-os-superpoderes/ - Acesso em: 29/11/2018.


Código: LPO7_13ATS02

(EF07LP11) Identificar, em textos lidos ou de produção própria, períodos compostos nos quais duas orações são conectadas por vírgula, ou por conjunções que expressem soma de sentido (conjunção “e”) ou oposição de sentidos (conjunções “mas”, “porém”).


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 7º ano:

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 7º ano:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas