15862
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 8º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Revendo as orações subordinadas substantivas em um artigo de opinião

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 8º ano do Ensino Fundamental sobre rever os efeitos de sentido no uso das orações subordinadas substantivas.

Plano 03 de 3 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Leandra Antoneli da Silva Franco

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a terceira aula de um conjunto de três planos de aula com foco em Análise linguística e semiótica. A finalidade deste conjunto de planos é rever quais são as funções das orações subordinadas substantivas.

Materiais necessários: Caderno, caneta, quadro, giz, PC, data show, internet, Google Drive, texto do artigo de opinião.

Dificuldades antecipadas: Perceber os vários efeitos de sentido usados em um texto opinativo.

Referências sobre o assunto:

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. Disponível em: <https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.../BECHARA_ModernaGramaticaPortuguesa.pdf?>. Acesso em: 28 out. 2018.

CRISCUOLO, Ana Carolina Sperança. Orações subordinadas substantivas sob uma perspectiva funcionalista-cognitivista: uma proposta de descrição e ensino. Araraquara/SP: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, 2011. Disponível em: <https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/103544/criscuolo_acs_dr_arafcl.pdf?sequence=1&isAllowed=y>. Acesso em: 4 nov. 2018.

CEREJA, W.; COCHAR, T. Português Linguagens, 9, 8 ed. São Paulo: Atual Editora, 2014.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações:

  • Avise aos alunos que eles lerão em sala de aula um artigo de opinião.
  • Pergunte quais as características básicas deste gênero textual. Espera-se que identifiquem o uso da primeira pessoa do singular ou do plural, opinião sobre um assunto atual e polêmico, recursos subjetivos, como experiências pessoais e referências ou citações de textos literários, geralmente publicados em jornais, revistas (virtuais ou impressos e blogs).

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações:

  • Peça aos alunos para comentar por que o artigo de opinião pode ser considerado um texto em que a subjetividade se faz presente. Espera-se que percebam que, apesar de defender um posicionamento sobre um determinado assunto, é um texto que procura influenciar a opinião do leitor (tanto aquele que ainda não se posicionou quanto aquele que se manifesta de maneira contrária).

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos.

Orientações:

  • Apresente, em linhas gerais, a jornalista/colunista Marina Aranha, da revista/site Revide (de Ribeirão Preto, São Paulo).
  • Entregue uma cópia do texto para os alunos (ou pelo menos uma a cada dois-três, se for possível), senão projete o texto diretamente do site abaixo ou permita que os alunos o acessem no próprio celular.
  • Peça a participação dos alunos para a leitura do texto. No final, pergunte-lhes sobre algumas características recorrentes nesta produção textual: uso da primeira pessoa, interlocução - conversa com o leitor, “você” - , assunto cotidiano - as amizades na atualidade com as redes sociais; relato de uma experiência pessoal - o perfil desativado da jornalista…).
  • Pergunte se eles sabem quem são os personagens da imagem usada no texto (o Pequeno Príncipe e a Raposa, do livro O pequeno príncipe, do francês Antoine de Saint-Exupéry) e qual a relação da imagem com o texto (a importância de fazer e manter as amizades. Nesta história, há a famosa frase:
    “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”).

Materiais complementares:

Fonte: “Concepção de amizade”, de Marina Aranha, disponível em: https://www.revide.com.br/blog/marina-aranha/concepcao-de-amizade/ Acesso em: 29 de outubro de 2018.

Fonte: “Concepção de amizade”, de Marina Aranha, disponível em Atividade ou texto para impressão: clique aqui.

Material de apoio: Fica como sugestão a leitura do livro O pequeno príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry como atividade de férias, lembrando aos alunos que a obra já está disponível em domínio público.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Deixe os alunos formarem grupos de quatro a cinco integrantes para produzir tanto a leitura do texto quanto as atividades de 1 a 8.
  • Peça que rascunhem as respostas no caderno.
  • Dê um tempo para que eles as façam.

Espera-se que os alunos apresentem o seguinte raciocínio:

  • A jornalista afirma, “sem medo de errar”, que é uma pessoa de sorte porque tem poucos amigos, mas que são amigos MESMO.
  • Com esta ideia de se fazer uma afirmação sem medo de errar, pede-se que os alunos respondam à questão relacionada ao tema da amizade, valendo-se do recurso da oração subordinada substantiva.
  • Oriente que as respostas sejam breves/objetivas. Como: “Eu afirmo que…” ou “Nós afirmamos que…”

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Aranha escreve de forma a aproximar-se do leitor, usando o pronome você, com o intuito de fazê-lo pensar em uma situação que acontece de forma geral: “[...] você deixa de se preocupar com a quantidade de pessoas com quem se relaciona”, mas ressalva que isso ocorre quando se “mora sozinho” e em uma “cidade diferente”.
  • Além disso, adiciona que você “passa a prestar atenção na qualidade delas (das pessoas com quem se relaciona).” Mantendo ainda a questão do morar sozinho e em outra cidade.
  • Peça aos alunos que, usando do mesmo recurso das orações subordinadas substantivas, eles respondam as duas questões propostas.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • A jornalista constata que “é verdade que não tem muitas (pessoas a quem ocorrer)” e que se propôs a pensar sobre isso para chegar à conclusão que “não precisa expor exageradamente”, mas ressalva na condição de que, para isso, você tem que ter as melhores, ou seja, aquelas que estão presentes “na hora que for” e “com quem rir” .
  • Na elaboração deste raciocínio, Aranha usou algumas orações subordinadas substantivas.
  • Peça que os alunos continuem a responder as questões de 4 a 7 que tratam da importância da amizade e da solidão, mas mantendo a estrutura da oração subordinada substantiva.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Nesta passagem, Marina Aranha faz uma conjectura sobre parecer “ser necessário mostrar para o mundo que você tem, sim, amigos”. Mas esta necessidade é questionada no fim do parágrafo quando ela pergunta “E a quem importa?”
  • E ao aluno, o que parece a superexposição em que vivemos?

Após o rascunho das respostas, peça aos alunos:

  • Para construir uma tabela como a do próximo slide em uma folha à parte.
  • Para colocar suas respostas de forma a preencher corretamente a tabela.
  • Para entregar a folha para correção.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Oriente os alunos a construir a tabela do slide no caderno primeiramente como um rascunho, para depois passar para uma folha a parte que deverá ser entregue ao professor.
  • Ajude-os à medida que tiverem dificuldade para preenchê-la, mas sem dar respostas prontas. Além disso, assim que forem entregando a atividade observe se está de acordo com o que foi proposto.
  • A estruturação será a mesma, embora as frases criadas sejam diferentes, de acordo com as respostas dadas pelos alunos.
  • Espera-se, por exemplo, que a tabela seja preenchida conforme ilustração abaixo, usando o próprio texto “Concepção de amizade”.

Oração Principal: 1. Sujeito - ( ); Verbo - “afirmo”. O.S.S.Substantiva: Conjunção - “que”; Complemento - “tenho muita sorte”.

Oração Principal: 2. Sujeito - “Você”; Verbo - “deixa”. O.S.S.Substantiva: Conjunção - ( ); Complemento - “de se preocupar com a quantidade de pessoas com quem se relaciona”.

Oração Principal: 3. Sujeito - ( ); Verbo - “passa”. O.S.S.Substantiva: Conjunção - ( ); Complemento: “a prestar a atenção na qualidade delas”.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações:

  • Finalize a aula lembrando que, para unir a oração principal à oração subordinada substantiva, deve-se usar uma palavra. Qual seria? A resposta deve ser: conjunção integrante, principalmente o “que”.
  • A oração subordinada substantiva sempre é colocada após a principal. Pergunte ao aluno o porquê desta ordem. A resposta deverá ser: porque ela completa a primeira.
  • Na leitura do artigo de opinião, “Concepção de amizade”, de Marina Aranha, chame a atenção dos alunos para os efeitos de sentido produzidos pela jornalista. Ela tem dúvidas sobre sua concepção de amizade? É a mesma da maioria das pessoas, segundo o texto? Como reconhecer o posicionamento da jornalista? Repare nos verbos usados por ela e a sequência que eles desencadearam.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a terceira aula de um conjunto de três planos de aula com foco em Análise linguística e semiótica. A finalidade deste conjunto de planos é rever quais são as funções das orações subordinadas substantivas.

Materiais necessários: Caderno, caneta, quadro, giz, PC, data show, internet, Google Drive, texto do artigo de opinião.

Dificuldades antecipadas: Perceber os vários efeitos de sentido usados em um texto opinativo.

Referências sobre o assunto:

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. Disponível em: <https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.../BECHARA_ModernaGramaticaPortuguesa.pdf?>. Acesso em: 28 out. 2018.

CRISCUOLO, Ana Carolina Sperança. Orações subordinadas substantivas sob uma perspectiva funcionalista-cognitivista: uma proposta de descrição e ensino. Araraquara/SP: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, 2011. Disponível em: <https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/103544/criscuolo_acs_dr_arafcl.pdf?sequence=1&isAllowed=y>. Acesso em: 4 nov. 2018.

CEREJA, W.; COCHAR, T. Português Linguagens, 9, 8 ed. São Paulo: Atual Editora, 2014.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações:

  • Avise aos alunos que eles lerão em sala de aula um artigo de opinião.
  • Pergunte quais as características básicas deste gênero textual. Espera-se que identifiquem o uso da primeira pessoa do singular ou do plural, opinião sobre um assunto atual e polêmico, recursos subjetivos, como experiências pessoais e referências ou citações de textos literários, geralmente publicados em jornais, revistas (virtuais ou impressos e blogs).

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações:

  • Peça aos alunos para comentar por que o artigo de opinião pode ser considerado um texto em que a subjetividade se faz presente. Espera-se que percebam que, apesar de defender um posicionamento sobre um determinado assunto, é um texto que procura influenciar a opinião do leitor (tanto aquele que ainda não se posicionou quanto aquele que se manifesta de maneira contrária).

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos.

Orientações:

  • Apresente, em linhas gerais, a jornalista/colunista Marina Aranha, da revista/site Revide (de Ribeirão Preto, São Paulo).
  • Entregue uma cópia do texto para os alunos (ou pelo menos uma a cada dois-três, se for possível), senão projete o texto diretamente do site abaixo ou permita que os alunos o acessem no próprio celular.
  • Peça a participação dos alunos para a leitura do texto. No final, pergunte-lhes sobre algumas características recorrentes nesta produção textual: uso da primeira pessoa, interlocução - conversa com o leitor, “você” - , assunto cotidiano - as amizades na atualidade com as redes sociais; relato de uma experiência pessoal - o perfil desativado da jornalista…).
  • Pergunte se eles sabem quem são os personagens da imagem usada no texto (o Pequeno Príncipe e a Raposa, do livro O pequeno príncipe, do francês Antoine de Saint-Exupéry) e qual a relação da imagem com o texto (a importância de fazer e manter as amizades. Nesta história, há a famosa frase:
    “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”).

Materiais complementares:

Fonte: “Concepção de amizade”, de Marina Aranha, disponível em: https://www.revide.com.br/blog/marina-aranha/concepcao-de-amizade/ Acesso em: 29 de outubro de 2018.

Fonte: “Concepção de amizade”, de Marina Aranha, disponível em Atividade ou texto para impressão: clique aqui.

Material de apoio: Fica como sugestão a leitura do livro O pequeno príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry como atividade de férias, lembrando aos alunos que a obra já está disponível em domínio público.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Deixe os alunos formarem grupos de quatro a cinco integrantes para produzir tanto a leitura do texto quanto as atividades de 1 a 8.
  • Peça que rascunhem as respostas no caderno.
  • Dê um tempo para que eles as façam.

Espera-se que os alunos apresentem o seguinte raciocínio:

  • A jornalista afirma, “sem medo de errar”, que é uma pessoa de sorte porque tem poucos amigos, mas que são amigos MESMO.
  • Com esta ideia de se fazer uma afirmação sem medo de errar, pede-se que os alunos respondam à questão relacionada ao tema da amizade, valendo-se do recurso da oração subordinada substantiva.
  • Oriente que as respostas sejam breves/objetivas. Como: “Eu afirmo que…” ou “Nós afirmamos que…”

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Aranha escreve de forma a aproximar-se do leitor, usando o pronome você, com o intuito de fazê-lo pensar em uma situação que acontece de forma geral: “[...] você deixa de se preocupar com a quantidade de pessoas com quem se relaciona”, mas ressalva que isso ocorre quando se “mora sozinho” e em uma “cidade diferente”.
  • Além disso, adiciona que você “passa a prestar atenção na qualidade delas (das pessoas com quem se relaciona).” Mantendo ainda a questão do morar sozinho e em outra cidade.
  • Peça aos alunos que, usando do mesmo recurso das orações subordinadas substantivas, eles respondam as duas questões propostas.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • A jornalista constata que “é verdade que não tem muitas (pessoas a quem ocorrer)” e que se propôs a pensar sobre isso para chegar à conclusão que “não precisa expor exageradamente”, mas ressalva na condição de que, para isso, você tem que ter as melhores, ou seja, aquelas que estão presentes “na hora que for” e “com quem rir” .
  • Na elaboração deste raciocínio, Aranha usou algumas orações subordinadas substantivas.
  • Peça que os alunos continuem a responder as questões de 4 a 7 que tratam da importância da amizade e da solidão, mas mantendo a estrutura da oração subordinada substantiva.
Slide Plano Aula

Orientações:

  • Nesta passagem, Marina Aranha faz uma conjectura sobre parecer “ser necessário mostrar para o mundo que você tem, sim, amigos”. Mas esta necessidade é questionada no fim do parágrafo quando ela pergunta “E a quem importa?”
  • E ao aluno, o que parece a superexposição em que vivemos?

Após o rascunho das respostas, peça aos alunos:

  • Para construir uma tabela como a do próximo slide em uma folha à parte.
  • Para colocar suas respostas de forma a preencher corretamente a tabela.
  • Para entregar a folha para correção.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Oriente os alunos a construir a tabela do slide no caderno primeiramente como um rascunho, para depois passar para uma folha a parte que deverá ser entregue ao professor.
  • Ajude-os à medida que tiverem dificuldade para preenchê-la, mas sem dar respostas prontas. Além disso, assim que forem entregando a atividade observe se está de acordo com o que foi proposto.
  • A estruturação será a mesma, embora as frases criadas sejam diferentes, de acordo com as respostas dadas pelos alunos.
  • Espera-se, por exemplo, que a tabela seja preenchida conforme ilustração abaixo, usando o próprio texto “Concepção de amizade”.

Oração Principal: 1. Sujeito - ( ); Verbo - “afirmo”. O.S.S.Substantiva: Conjunção - “que”; Complemento - “tenho muita sorte”.

Oração Principal: 2. Sujeito - “Você”; Verbo - “deixa”. O.S.S.Substantiva: Conjunção - ( ); Complemento - “de se preocupar com a quantidade de pessoas com quem se relaciona”.

Oração Principal: 3. Sujeito - ( ); Verbo - “passa”. O.S.S.Substantiva: Conjunção - ( ); Complemento: “a prestar a atenção na qualidade delas”.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações:

  • Finalize a aula lembrando que, para unir a oração principal à oração subordinada substantiva, deve-se usar uma palavra. Qual seria? A resposta deve ser: conjunção integrante, principalmente o “que”.
  • A oração subordinada substantiva sempre é colocada após a principal. Pergunte ao aluno o porquê desta ordem. A resposta deverá ser: porque ela completa a primeira.
  • Na leitura do artigo de opinião, “Concepção de amizade”, de Marina Aranha, chame a atenção dos alunos para os efeitos de sentido produzidos pela jornalista. Ela tem dúvidas sobre sua concepção de amizade? É a mesma da maioria das pessoas, segundo o texto? Como reconhecer o posicionamento da jornalista? Repare nos verbos usados por ela e a sequência que eles desencadearam.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 8º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 8º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF08LP11 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano