15768
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 6º ano > Oralidade

Plano de aula - Planejamento de um Vlog sobre HQ com ênfase na entonação expressiva

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 6º ano do EF sobre Planejamento de um Vlog sobre HQ com ênfase na entonação expressiva

Plano 11 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Matheus Seiji Bazaglia Kuroda

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a 11ª primeira aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero HQ e no campo de atuação Artístico literário. A aula faz parte do módulo de oralidade. É desejável que os alunos já tenham sido apresentados ao gênero história em quadrinhos (HQ) e vlog para que consigam realizar de forma mais produtiva esta aula.

Materiais necessários:

Informações sobre o gênero: Vlog é um videoblog/ videolog, um blog em formato de vídeo hospedado em sites da internet, em que os autores (vloggers) falam sobre diversos assuntos do seu interesse, tecendo análises e/ou dando opiniões.

Dificuldades antecipadas: Os alunos podem ter dificuldades em fazer as escolhas adequadas (de linguagem e de seleção dos recursos não verbais de acordo com o propósito do vídeo a ser produzido, entre outros) para planejar a escrita do roteiro do vlog e sua posterior oralização, atentos à entonação expressiva, pois eles podem não ter muita experiência na produção deste tipo de gênero.

Referências sobre o assunto:

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Apresente a proposta da aula aos alunos: na introdução, os alunos assistirão a uma vlogueira contando a sua experiência no gênero, apontando dicas de como fazer um vlog; em seguida, os alunos produzirão seus roteiros de planejamento de um vídeo (vlog) para analisar uma HQ escolhida por eles, dentro de uma temática recortada pelo professor (para esta aula, selecionamos a obra “Algumas assombrações do Recife Velho”, HQ adaptada do livro de Gilberto Freyre por André Balaio e Roberto Beltrão).
  • Inicie um debate coletivo sobre o tema da aula: “Como os vlogs são produzidos e como fazê-lo?”. Peça que os alunos contem sobre as suas experiências sobre este gênero, citando alguns recursos usados por vloggers que eles conhecem.

Respostas possíveis/ desejáveis:

  • Para esta atividade, à medida em que trabalha com o repertório e com a memória discursiva dos alunos, há várias possibilidades de respostas. Busque incentivar a turma para que haja participação. Para fazer um vlog, o vlogger precisa planejar um roteiro e pensar nos recursos paralinguísticos e cinésicos que enriquecem o texto (gestos, expressões, inserção de chamadas e de vinhetas etc.).

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos

Orientações:

  • Organize a sala em grupos. A partir dessa organização, os alunos poderão trocar ideias e, juntos, discutir as atividades.
  • Inicie pedindo aos alunos que assistam o vídeo “Como fazer um blog”, disponível aqui, no qual uma vlogger conta a sua experiência sobre o processo de planejamento e produção de vlogs, dando algumas dicas ao seu interlocutor.
  • Durante a exibição do vídeo, peça que os alunos anotem os pontos mais importantes e as dicas que eles acharem mais pertinentes.
  • Após isso, peça para que os alunos compartilhem as suas anotações.
  • Entre as dicas apontadas pela vlogger, destaque: faça um roteiro, grave o vídeo logo após analisar o material, faça adequações de conteúdo e de fala de acordo com o seu público, anote lembretes, dê um caráter jornalístico no começo do vlog, omita informações comprometedoras (uma vez que o vlog vira um produto público), etc.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

Orientações:

  • Nesta etapa, os alunos produzirão um planejamento para construir um vlog, cujo conteúdo temático seja a análise e comentários de histórias em quadrinhos.
  • Para a realização desta atividade, é necessário que o aluno tenha escolhido previamente uma HQ de sua preferência para comentar em seus vlogs, dentro de uma temática escolhida pelo professor (Ex.: super heróis, adaptação de narrativas de determinado autor etc.), procurando materiais na Biblioteca Escolar, em revistas, livros ou na internet. No entanto, sugere-se que, nesta aula, seja feito um conjunto de vlogs de análise e comentários das HQs do livro “Algumas Assombrações do Recife Velho”, de Gilberto Freyre, adaptadas por André Balaio e Roberto Beltrão. Para acessar esse material, clique aqui. As sete HQs da coletânea já devem estar divididas entre os grupos, caso, você professor, decida seguir essa sugestão.
  • Se você preferir que os alunos decidam qual HQ comentar, lembre-se de que cada grupo deverá chegar na aula com a leitura da HQ escolhida já realizada. No caso do trabalho a ser feito sobre “Assombrações do velho Recife”, é imprescindível orientar os alunos que eles também leiam o conto original, de Gilberto Freyre, previamente. Afinal, para comentar sobre algo e expor sua opinião, é preciso entender sobre o assunto.
  • Disponibilize aos alunos o roteiro de produção de HQ disponível aqui. Leia para a turma as orientações gerais, explique o roteiro e enfatize a necessidade de o vlogger ter uma postura interativa, enriquecendo sua fala com marcas de oralidade (fala espontânea), atento à entonação expressiva para interagir com seu público-alvo, e usando recursos no vídeo como imagens, sons, vinhetas, legendas etc.
  • Explique que o roteiro disponibilizado é apenas um modelo para que os alunos consigam pensar em um planejamento coerente e que, em pouco tempo, cumpra com os objetivos da produção do vídeo. Mas dê liberdade para os alunos criarem outras possibilidades que possam enriquecer o vídeo, inserindo mais vinhetas, colagens de foto etc.
  • Peça que os alunos, em seus grupos, tendo em mãos a HQ escolhida, iniciem a produção do roteiro.
  • Quando finalizarem o roteiro, peça que verifiquem se o passo a passo escolhido por eles para compor o vídeo está coerente com a situação comunicativa proposta nessa atividade: as falas e os gestos garantirão a interação verbal? Os procedimentos escolhidos permitirão que o vídeo atinja o objetivo apontado pelo grupo? Faltam recursos paralinguísticos (o tom de voz, o ritmo da fala, o volume de voz, as pausas utilizadas na pronúncia verbal) e cinésicos (gestos, expressões e posições corporais, em busca dos significados psicológicos)? Há imagens, vinhetas e sons para enriquecer o vlog? Se a resposta for negativa para cada uma dessas questões, oriente os alunos a voltarem aos seus roteiros para retextualizá-lo.
  • Quando acabarem, inicie o ensaio da performance, verificando, também, a exequibilidade do projeto do vídeo.

Informação adicional ao professor:

  • Caso tenha tempo disponível, poderá ser feita, em outras aulas, uma ampliação desta atividade, pedindo para que os alunos façam comparações e comentários sobre a adaptação da obra original (conto) com a HQ. Para isso, pense em uma nova sequência de atividades que podem instigar os alunos sobre a transposição de gênero (do conto à HQ). Mas, para isso acontecer, é necessário um tempo maior e um bom preparo dos alunos, para que consigam enxergar com criticidade as mudanças estilísticas e composicionais, dentro de uma mesma temática (fio narrativo), que os quadrinhos provocaram a partir da adaptação do texto original.
  • É possível, também, disponibilizar mais aulas tanto para o planejamento do roteiro quanto para o ensaio da performance, tendo em vista de que se trata de etapas do produção textual (vlog) que fundamentam e servem de base para a concretização do gênero vlog. É preciso ter um olhar cuidadoso para pensar e criar um roteiro coerente para a produção de um vídeo interativo e dinâmico; é comum, pois, nesses casos, ter que alterar as cenas, acrescentar novas ideias e excluir exageros. Os ensaios - além de permitir a verificação daquilo que, no planejamento, é inviável - permitirão, por sua vez, que os alunos desenvolvam uma postura mais autêntica e espontânea, pensando que a língua falada possui uma melodia cadenciada muito diferente da entonação própria da leitura em voz alta (por isso a ênfase, no planejamento, nas pontuações que marcam entonação). A ideia é que os alunos, apropriando o texto escrito, consigam agir naturalmente durante o processo de filmagem. Com pouco ensaio, pode acontecer de a fala do vlogger ficar truncada (como na leitura em voz alta), bem como os gestos e as expressões ficarem artificiais.

Material Complementar:

  • Para acessar a coletânea de HQ de “Algumas Assombrações do Velho Recife”, de Gilberto Freyre, clique aqui.
  • Para ter acesso aos textos originais (contos) de “Algumas Assombrações do Velho Recife”, de Gilberto Freyre, clique aqui.
  • A título de exemplo, veja um roteiro hipotético disponível aqui. Caso julgue necessário, disponibilize aos alunos.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Nesta etapa, os alunos deverão dividir as funções da produção do vlog para que, futuramente, consigam se organizar para colocar em prática as ideias planejadas.
  • Oriente que essas informações são importantes para serem acrescentadas no final do vídeo, na parte nos “Créditos finais”.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Peça que os alunos, agora coletivamente, deem aleatoriamente dicas para que o vlog faça sucesso, pensando nas dicas apresentadas na introdução da aula e nas orientações para a produção do planejamento do roteiro.
  • Peça que a turma verbalize as suas dicas.
  • Registre as dicas no quadro.

Pós-aula:

  • Como atividade pós-aula, peça que os alunos ensaiem a performance do vlog. Além disso, peça que eles providenciem os materiais necessários para a produção do vídeo (materiais para a montagem do cenário, programas de computador para edição de vídeo, câmera filmadora, etc.), de acordo com as funções distribuídas anteriormente.

Respostas possíveis/desejáveis: As respostas dos alunos podem variar de acordo com conhecimento deles deste gênero, as suas referências e sobre o que eles entenderam da aula. Sugerimos, no entanto, um conjunto de tópicos possíveis, não estanques e passíveis de ampliação:

  • Interaja com o seu público.
  • Crie vinhetas criativas com imagens de HQ’s famosas.
  • Os vlogs devem ser curtos.
  • Use vocabulário jovem e despojado.
  • Module a entonação e torne-a expressiva para cativar seu público-alvo e garantir a boa interação.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a 11ª primeira aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero HQ e no campo de atuação Artístico literário. A aula faz parte do módulo de oralidade. É desejável que os alunos já tenham sido apresentados ao gênero história em quadrinhos (HQ) e vlog para que consigam realizar de forma mais produtiva esta aula.

Materiais necessários:

Informações sobre o gênero: Vlog é um videoblog/ videolog, um blog em formato de vídeo hospedado em sites da internet, em que os autores (vloggers) falam sobre diversos assuntos do seu interesse, tecendo análises e/ou dando opiniões.

Dificuldades antecipadas: Os alunos podem ter dificuldades em fazer as escolhas adequadas (de linguagem e de seleção dos recursos não verbais de acordo com o propósito do vídeo a ser produzido, entre outros) para planejar a escrita do roteiro do vlog e sua posterior oralização, atentos à entonação expressiva, pois eles podem não ter muita experiência na produção deste tipo de gênero.

Referências sobre o assunto:

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Apresente a proposta da aula aos alunos: na introdução, os alunos assistirão a uma vlogueira contando a sua experiência no gênero, apontando dicas de como fazer um vlog; em seguida, os alunos produzirão seus roteiros de planejamento de um vídeo (vlog) para analisar uma HQ escolhida por eles, dentro de uma temática recortada pelo professor (para esta aula, selecionamos a obra “Algumas assombrações do Recife Velho”, HQ adaptada do livro de Gilberto Freyre por André Balaio e Roberto Beltrão).
  • Inicie um debate coletivo sobre o tema da aula: “Como os vlogs são produzidos e como fazê-lo?”. Peça que os alunos contem sobre as suas experiências sobre este gênero, citando alguns recursos usados por vloggers que eles conhecem.

Respostas possíveis/ desejáveis:

  • Para esta atividade, à medida em que trabalha com o repertório e com a memória discursiva dos alunos, há várias possibilidades de respostas. Busque incentivar a turma para que haja participação. Para fazer um vlog, o vlogger precisa planejar um roteiro e pensar nos recursos paralinguísticos e cinésicos que enriquecem o texto (gestos, expressões, inserção de chamadas e de vinhetas etc.).

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos

Orientações:

  • Organize a sala em grupos. A partir dessa organização, os alunos poderão trocar ideias e, juntos, discutir as atividades.
  • Inicie pedindo aos alunos que assistam o vídeo “Como fazer um blog”, disponível aqui, no qual uma vlogger conta a sua experiência sobre o processo de planejamento e produção de vlogs, dando algumas dicas ao seu interlocutor.
  • Durante a exibição do vídeo, peça que os alunos anotem os pontos mais importantes e as dicas que eles acharem mais pertinentes.
  • Após isso, peça para que os alunos compartilhem as suas anotações.
  • Entre as dicas apontadas pela vlogger, destaque: faça um roteiro, grave o vídeo logo após analisar o material, faça adequações de conteúdo e de fala de acordo com o seu público, anote lembretes, dê um caráter jornalístico no começo do vlog, omita informações comprometedoras (uma vez que o vlog vira um produto público), etc.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

Orientações:

  • Nesta etapa, os alunos produzirão um planejamento para construir um vlog, cujo conteúdo temático seja a análise e comentários de histórias em quadrinhos.
  • Para a realização desta atividade, é necessário que o aluno tenha escolhido previamente uma HQ de sua preferência para comentar em seus vlogs, dentro de uma temática escolhida pelo professor (Ex.: super heróis, adaptação de narrativas de determinado autor etc.), procurando materiais na Biblioteca Escolar, em revistas, livros ou na internet. No entanto, sugere-se que, nesta aula, seja feito um conjunto de vlogs de análise e comentários das HQs do livro “Algumas Assombrações do Recife Velho”, de Gilberto Freyre, adaptadas por André Balaio e Roberto Beltrão. Para acessar esse material, clique aqui. As sete HQs da coletânea já devem estar divididas entre os grupos, caso, você professor, decida seguir essa sugestão.
  • Se você preferir que os alunos decidam qual HQ comentar, lembre-se de que cada grupo deverá chegar na aula com a leitura da HQ escolhida já realizada. No caso do trabalho a ser feito sobre “Assombrações do velho Recife”, é imprescindível orientar os alunos que eles também leiam o conto original, de Gilberto Freyre, previamente. Afinal, para comentar sobre algo e expor sua opinião, é preciso entender sobre o assunto.
  • Disponibilize aos alunos o roteiro de produção de HQ disponível aqui. Leia para a turma as orientações gerais, explique o roteiro e enfatize a necessidade de o vlogger ter uma postura interativa, enriquecendo sua fala com marcas de oralidade (fala espontânea), atento à entonação expressiva para interagir com seu público-alvo, e usando recursos no vídeo como imagens, sons, vinhetas, legendas etc.
  • Explique que o roteiro disponibilizado é apenas um modelo para que os alunos consigam pensar em um planejamento coerente e que, em pouco tempo, cumpra com os objetivos da produção do vídeo. Mas dê liberdade para os alunos criarem outras possibilidades que possam enriquecer o vídeo, inserindo mais vinhetas, colagens de foto etc.
  • Peça que os alunos, em seus grupos, tendo em mãos a HQ escolhida, iniciem a produção do roteiro.
  • Quando finalizarem o roteiro, peça que verifiquem se o passo a passo escolhido por eles para compor o vídeo está coerente com a situação comunicativa proposta nessa atividade: as falas e os gestos garantirão a interação verbal? Os procedimentos escolhidos permitirão que o vídeo atinja o objetivo apontado pelo grupo? Faltam recursos paralinguísticos (o tom de voz, o ritmo da fala, o volume de voz, as pausas utilizadas na pronúncia verbal) e cinésicos (gestos, expressões e posições corporais, em busca dos significados psicológicos)? Há imagens, vinhetas e sons para enriquecer o vlog? Se a resposta for negativa para cada uma dessas questões, oriente os alunos a voltarem aos seus roteiros para retextualizá-lo.
  • Quando acabarem, inicie o ensaio da performance, verificando, também, a exequibilidade do projeto do vídeo.

Informação adicional ao professor:

  • Caso tenha tempo disponível, poderá ser feita, em outras aulas, uma ampliação desta atividade, pedindo para que os alunos façam comparações e comentários sobre a adaptação da obra original (conto) com a HQ. Para isso, pense em uma nova sequência de atividades que podem instigar os alunos sobre a transposição de gênero (do conto à HQ). Mas, para isso acontecer, é necessário um tempo maior e um bom preparo dos alunos, para que consigam enxergar com criticidade as mudanças estilísticas e composicionais, dentro de uma mesma temática (fio narrativo), que os quadrinhos provocaram a partir da adaptação do texto original.
  • É possível, também, disponibilizar mais aulas tanto para o planejamento do roteiro quanto para o ensaio da performance, tendo em vista de que se trata de etapas do produção textual (vlog) que fundamentam e servem de base para a concretização do gênero vlog. É preciso ter um olhar cuidadoso para pensar e criar um roteiro coerente para a produção de um vídeo interativo e dinâmico; é comum, pois, nesses casos, ter que alterar as cenas, acrescentar novas ideias e excluir exageros. Os ensaios - além de permitir a verificação daquilo que, no planejamento, é inviável - permitirão, por sua vez, que os alunos desenvolvam uma postura mais autêntica e espontânea, pensando que a língua falada possui uma melodia cadenciada muito diferente da entonação própria da leitura em voz alta (por isso a ênfase, no planejamento, nas pontuações que marcam entonação). A ideia é que os alunos, apropriando o texto escrito, consigam agir naturalmente durante o processo de filmagem. Com pouco ensaio, pode acontecer de a fala do vlogger ficar truncada (como na leitura em voz alta), bem como os gestos e as expressões ficarem artificiais.

Material Complementar:

  • Para acessar a coletânea de HQ de “Algumas Assombrações do Velho Recife”, de Gilberto Freyre, clique aqui.
  • Para ter acesso aos textos originais (contos) de “Algumas Assombrações do Velho Recife”, de Gilberto Freyre, clique aqui.
  • A título de exemplo, veja um roteiro hipotético disponível aqui. Caso julgue necessário, disponibilize aos alunos.
Slide Plano Aula

Orientações:

  • Nesta etapa, os alunos deverão dividir as funções da produção do vlog para que, futuramente, consigam se organizar para colocar em prática as ideias planejadas.
  • Oriente que essas informações são importantes para serem acrescentadas no final do vídeo, na parte nos “Créditos finais”.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Peça que os alunos, agora coletivamente, deem aleatoriamente dicas para que o vlog faça sucesso, pensando nas dicas apresentadas na introdução da aula e nas orientações para a produção do planejamento do roteiro.
  • Peça que a turma verbalize as suas dicas.
  • Registre as dicas no quadro.

Pós-aula:

  • Como atividade pós-aula, peça que os alunos ensaiem a performance do vlog. Além disso, peça que eles providenciem os materiais necessários para a produção do vídeo (materiais para a montagem do cenário, programas de computador para edição de vídeo, câmera filmadora, etc.), de acordo com as funções distribuídas anteriormente.

Respostas possíveis/desejáveis: As respostas dos alunos podem variar de acordo com conhecimento deles deste gênero, as suas referências e sobre o que eles entenderam da aula. Sugerimos, no entanto, um conjunto de tópicos possíveis, não estanques e passíveis de ampliação:

  • Interaja com o seu público.
  • Crie vinhetas criativas com imagens de HQ’s famosas.
  • Os vlogs devem ser curtos.
  • Use vocabulário jovem e despojado.
  • Module a entonação e torne-a expressiva para cativar seu público-alvo e garantir a boa interação.
Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Oralidade do 6º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 6º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP53 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano