15748
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 9º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - A colocação pronominal na carta pessoal

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 9º ano do Fundamental sobre colocação pronominal em cartas

Plano 02 de 3 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Francisca Rebeca de Lima Xavier

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a segunda aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é promover a percepção e compreensão de como se comportam os pronomes pessoais oblíquos com relação ao verbo, comparando as regras de colocação pronominal da norma-padrão com o uso no português brasileiro coloquial, por meio da carta pessoal.

Materiais necessários: Data-show e equipamento de multimídia ou xérox do texto.

Dificuldades antecipadas: Os alunos podem…

  • Compreender o português não padrão como errado;
  • Compreender a mesóclise como um uso mais comum em linguagem formal;
  • Justificar as situações de colocação pronominal;
  • Diferenciar o se conjunção do se pronome oblíquo.

Referências sobre o assunto:

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Apresente aos alunos o tema da aula.
  • Fale para os alunos, de forma sucinta, que nessa aula eles irão realizar tarefas para sistematizar o conteúdo de sintaxe de colocação pronominal. Por esse motivo, sugerimos que o assunto tenha sido estudado previamente. Essa não é uma aula de descoberta ou de observação.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 08 minutos

Orientações:

  • Entregue uma cópia da atividade aos alunos ou exiba o texto para que eles possam lê-lo.
  • Peça que, individualmente, façam o que está pedido no enunciado da questão.
  • Permita que eles recorram ao livro didático para pesquisar e dirimir possíveis dúvidas.
  • Ao final, peça que leiam o texto em voz alta, socializando as escolhas sintáticas que fizeram.
  • Permita que, nos casos de divergência, os alunos negociem entre si a forma mais adequada ao que está sendo requisitado.
  • Intervenha, pedindo que justifiquem suas escolhas e para fazer alguma explicação que se faça necessária.

Materiais complementares: Para acessar o texto para imprimir, clique aqui. Para acessar as expectativas de resposta, clique aqui.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Entregue uma cópia da atividade aos alunos ou exiba o texto para que eles possam lê-lo.
  • Peça que, individualmente, façam o que está pedido no enunciado da questão.
  • Permita que eles recorram ao livro didático para pesquisar e dirimir possíveis dúvidas.
  • Ao final, peça que leiam o texto em voz alta, socializando as escolhas sintáticas que fizeram.
  • Permita que, nos casos de divergência, os alunos negociem entre si a forma mais adequada ao que está sendo requisitado.
  • Intervenha, pedindo que justifiquem suas escolhas e para fazer alguma explicação que se faça necessária.

Materiais complementares: Para acessar o texto para imprimir, clique aqui. Para acessar as expectativas de resposta, clique aqui.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Entregue uma cópia da atividade aos alunos ou exiba o texto para que eles possam lê-lo.
  • Peça que, individualmente, façam o que está pedido no enunciado da questão.
  • Permita que eles recorram ao livro didático para pesquisar e dirimir possíveis dúvidas.
  • Ao final, peça que leiam o texto em voz alta, socializando as escolhas sintáticas que fizeram.
  • Permita que, nos casos de divergência, os alunos negociem entre si a forma mais adequada ao que está sendo requisitado.
  • Intervenha, pedindo que justifiquem suas escolhas e para fazer alguma explicação que se faça necessária.

Materiais complementares: Para acessar o texto para imprimir, clique aqui. Para acessar as expectativas de resposta, clique aqui.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações:

  • Mostre aos alunos o texto original.
  • Fale um pouco sobre a obra de onde esse texto foi retirado. Você pode dizer, por exemplo que se trata de um romance epistolar que, diferente da maioria, traz o diálogo entre os personagens por meio das cartas que trocam, mostrando, assim, a perspectiva de ambos.
  • Peça que o leiam em voz alta.
  • Pergunte se alguma das escolhas que fizeram não está de acordo com o original. Espera-se que os alunos indiquem os casos em que, no original, a colocação pronominal não está de acordo com a norma padrão, mas com a linguagem coloquial, a saber: “te juro que vou adorar”
  • Peça que os alunos se organizem em duplas. Dessa forma, serão capazes de dialogar e negociar significações.
  • Oriente que respondam às questões 03, 04, 05 e 06, da atividade entregue a eles.
  • Estabeleça um tempo para que a atividade seja realizada.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Mostre aos alunos o texto original.
  • Fale um pouco sobre a obra de onde esse texto foi retirado. Você pode dizer, por exemplo que se trata de um romance epistolar que, diferente da maioria, traz o diálogo entre os personagens por meio das cartas que trocam, mostrando, assim, a perspectiva de ambos.
  • Peça que o leiam em voz alta.
  • Pergunte se alguma das escolhas que fizeram não está de acordo com o original. Espera-se que os alunos indiquem os casos em que, no original, a colocação pronominal não está de acordo com a norma padrão, mas com a linguagem coloquial, a saber: “te juro que vou adorar”
  • Peça que os alunos se organizem em duplas. Dessa forma, serão capazes de dialogar e negociar significações.
  • Oriente que respondam às questões 03, 04, 05 e 06, da atividade entregue a eles.
  • Estabeleça um tempo para que a atividade seja realizada.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Socialize as respostas dos alunos, permitindo que, em caso de divergência de respostas, eles negociem entre si e justifiquem suas respostas para o colega.
  • Na socialização da questão 03, inicie comentando a respeito do gênero carta pessoal. Você pode dizer, por exemplo, que a carta pessoal é geralmente escrita para pessoas com quem se tem alguma familiaridade. Em outras palavras, normalmente escrevemos cartas pessoais para quem conhecemos, como nossos amigos, paqueras e parentes. Depois, chame a atenção dos alunos, para o fato de que Ana não conhecia Pedro, quando decidiu escrever uma carta para ele. Só então, solicite que socializem a resposta dos itens.

  • Podemos dizer que se trata de um exemplo do gênero carta pessoal? Por quê?

Expectativa de resposta: Sim, porque ela fala de assuntos pessoais, usa uma linguagem menos formal e se despede dele como “amiga”.

  • A forma como Ana fala na carta é mais próxima da linguagem formal ou da linguagem coloquial?

Expectativa de resposta: Mais próximo da linguagem coloquial.

  • Qual a relação da linguagem utilizada com o gênero carta pessoal?

Expectativa de resposta: Por ser um gênero que estabelece um contato entre duas pessoas de forma mais pessoal, a linguagem tende a não ser muito formal.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Durante a socialização da resposta a essa questão, chame a atenção dos alunos, se necessário, para a linguagem comum à carta pessoal. Espera-se que os alunos respondam que Ana faz, sim, um uso adequado, porque ela utiliza os pronomes da forma como eles são mais utilizados na linguagem coloquial.
  • Pontue para os alunos, caso eles não destaquem essa informação nas respostas, que, em alguns casos, o uso coloquial é o mesmo que aparece na linguagem formal, como em “eu disse a ela que te desse um abraço”, e em outros não, como em “te juro que vou adorar”.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Leia os trechos em voz alta ou peça que os alunos o façam. É importante que os enunciados, as orientações e os trechos destacados na atividade sejam lidos durante a socialização das respostas.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula
  • Os pronomes oblíquos utilizados nos trechos destacados estão de acordo com a norma culta? Justifique.

Expectativa de resposta: Sim, com exceção de “te juro que vou adorar”. Nesse caso, deveria ter sido utilizada a ênclise e não a próclise.

  • Caso haja algum que não esteja, identifique-o e reescreva o período de forma a que ele se adeque à norma padrão.

Expectativa de resposta: É o período II. Segundo a norma padrão: “Estou escrevendo, mesmo sem saber se você vai gostar. Se você responder, juro-te que vou adorar. Adoro carta. Até coleciono cartas e lápis. Você coleciona alguma coisa?”

  • Na linguagem do dia a dia (ou linguagem coloquial), utilizamos os pronomes da maneira como está sendo utilizado nos trechos destacados?

Expectativa de resposta: Sim.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Leia o enunciado e comente a respeito das formas de apresentação do verbo: simples e composta.
  • Leia os períodos destacados.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Em qual dos períodos há uma ação projetada para o futuro? Qual? Ela está marcada por um verbo simples ou uma locução verbal?

Expectativa de resposta: No período II. A ação de gostar. Ela está marcada por uma locução verbal.

  • Como ficaria o período que você destacou no item A, caso a locução verbal conjugada no futuro fosse substituída pela forma simples?

Expectativa de resposta: Ficaria “Estou escrevendo, mesmo sem saber se você gostará.”

  • Como ficaria o período I se a ação de avisar fosse projetada para o futuro, mantendo a locução verbal?

Expectativa de resposta: Ficaria “Oi, Pedro, vou te avisar: você não me conhece.”

  • E como ficaria se a ação de avisar, projetada para o futuro, fosse enunciada por um verbo simples?

Expectativa de resposta: Ficaria “Oi, Pedro, avisar-te-ei: você não me conhece.”

  • Que alteração ocorreu com a colocação do pronome oblíquo? Por quê?

Expectativa de resposta: Ele passou da posição de próclise para a posição de mesóclise, com relação ao verbo avisar.

  • Com relação ao pronome oblíquo, qual das duas construções é mais comum em textos mais formais?

Expectativa de resposta: A construção que usa o verbo simples e a mesóclise.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 05 minutos

Orientações:

  • Para finalizar, peça que os alunos citem situações discursivas e gêneros textuais em que a mesóclise e o verbo simples estariam mais adequados ao propósito comunicativo. Espera-se que citem o discurso bíblico, o sermão do padre ou do representante religioso, os tribunais, o texto acadêmico, dentre outros.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a segunda aula de um conjunto de 3 planos de aula com foco em análise linguística e semiótica. A finalidade desse conjunto de planos é promover a percepção e compreensão de como se comportam os pronomes pessoais oblíquos com relação ao verbo, comparando as regras de colocação pronominal da norma-padrão com o uso no português brasileiro coloquial, por meio da carta pessoal.

Materiais necessários: Data-show e equipamento de multimídia ou xérox do texto.

Dificuldades antecipadas: Os alunos podem…

  • Compreender o português não padrão como errado;
  • Compreender a mesóclise como um uso mais comum em linguagem formal;
  • Justificar as situações de colocação pronominal;
  • Diferenciar o se conjunção do se pronome oblíquo.

Referências sobre o assunto:

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Apresente aos alunos o tema da aula.
  • Fale para os alunos, de forma sucinta, que nessa aula eles irão realizar tarefas para sistematizar o conteúdo de sintaxe de colocação pronominal. Por esse motivo, sugerimos que o assunto tenha sido estudado previamente. Essa não é uma aula de descoberta ou de observação.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 08 minutos

Orientações:

  • Entregue uma cópia da atividade aos alunos ou exiba o texto para que eles possam lê-lo.
  • Peça que, individualmente, façam o que está pedido no enunciado da questão.
  • Permita que eles recorram ao livro didático para pesquisar e dirimir possíveis dúvidas.
  • Ao final, peça que leiam o texto em voz alta, socializando as escolhas sintáticas que fizeram.
  • Permita que, nos casos de divergência, os alunos negociem entre si a forma mais adequada ao que está sendo requisitado.
  • Intervenha, pedindo que justifiquem suas escolhas e para fazer alguma explicação que se faça necessária.

Materiais complementares: Para acessar o texto para imprimir, clique aqui. Para acessar as expectativas de resposta, clique aqui.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Entregue uma cópia da atividade aos alunos ou exiba o texto para que eles possam lê-lo.
  • Peça que, individualmente, façam o que está pedido no enunciado da questão.
  • Permita que eles recorram ao livro didático para pesquisar e dirimir possíveis dúvidas.
  • Ao final, peça que leiam o texto em voz alta, socializando as escolhas sintáticas que fizeram.
  • Permita que, nos casos de divergência, os alunos negociem entre si a forma mais adequada ao que está sendo requisitado.
  • Intervenha, pedindo que justifiquem suas escolhas e para fazer alguma explicação que se faça necessária.

Materiais complementares: Para acessar o texto para imprimir, clique aqui. Para acessar as expectativas de resposta, clique aqui.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Entregue uma cópia da atividade aos alunos ou exiba o texto para que eles possam lê-lo.
  • Peça que, individualmente, façam o que está pedido no enunciado da questão.
  • Permita que eles recorram ao livro didático para pesquisar e dirimir possíveis dúvidas.
  • Ao final, peça que leiam o texto em voz alta, socializando as escolhas sintáticas que fizeram.
  • Permita que, nos casos de divergência, os alunos negociem entre si a forma mais adequada ao que está sendo requisitado.
  • Intervenha, pedindo que justifiquem suas escolhas e para fazer alguma explicação que se faça necessária.

Materiais complementares: Para acessar o texto para imprimir, clique aqui. Para acessar as expectativas de resposta, clique aqui.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações:

  • Mostre aos alunos o texto original.
  • Fale um pouco sobre a obra de onde esse texto foi retirado. Você pode dizer, por exemplo que se trata de um romance epistolar que, diferente da maioria, traz o diálogo entre os personagens por meio das cartas que trocam, mostrando, assim, a perspectiva de ambos.
  • Peça que o leiam em voz alta.
  • Pergunte se alguma das escolhas que fizeram não está de acordo com o original. Espera-se que os alunos indiquem os casos em que, no original, a colocação pronominal não está de acordo com a norma padrão, mas com a linguagem coloquial, a saber: “te juro que vou adorar”
  • Peça que os alunos se organizem em duplas. Dessa forma, serão capazes de dialogar e negociar significações.
  • Oriente que respondam às questões 03, 04, 05 e 06, da atividade entregue a eles.
  • Estabeleça um tempo para que a atividade seja realizada.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Mostre aos alunos o texto original.
  • Fale um pouco sobre a obra de onde esse texto foi retirado. Você pode dizer, por exemplo que se trata de um romance epistolar que, diferente da maioria, traz o diálogo entre os personagens por meio das cartas que trocam, mostrando, assim, a perspectiva de ambos.
  • Peça que o leiam em voz alta.
  • Pergunte se alguma das escolhas que fizeram não está de acordo com o original. Espera-se que os alunos indiquem os casos em que, no original, a colocação pronominal não está de acordo com a norma padrão, mas com a linguagem coloquial, a saber: “te juro que vou adorar”
  • Peça que os alunos se organizem em duplas. Dessa forma, serão capazes de dialogar e negociar significações.
  • Oriente que respondam às questões 03, 04, 05 e 06, da atividade entregue a eles.
  • Estabeleça um tempo para que a atividade seja realizada.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Socialize as respostas dos alunos, permitindo que, em caso de divergência de respostas, eles negociem entre si e justifiquem suas respostas para o colega.
  • Na socialização da questão 03, inicie comentando a respeito do gênero carta pessoal. Você pode dizer, por exemplo, que a carta pessoal é geralmente escrita para pessoas com quem se tem alguma familiaridade. Em outras palavras, normalmente escrevemos cartas pessoais para quem conhecemos, como nossos amigos, paqueras e parentes. Depois, chame a atenção dos alunos, para o fato de que Ana não conhecia Pedro, quando decidiu escrever uma carta para ele. Só então, solicite que socializem a resposta dos itens.

  • Podemos dizer que se trata de um exemplo do gênero carta pessoal? Por quê?

Expectativa de resposta: Sim, porque ela fala de assuntos pessoais, usa uma linguagem menos formal e se despede dele como “amiga”.

  • A forma como Ana fala na carta é mais próxima da linguagem formal ou da linguagem coloquial?

Expectativa de resposta: Mais próximo da linguagem coloquial.

  • Qual a relação da linguagem utilizada com o gênero carta pessoal?

Expectativa de resposta: Por ser um gênero que estabelece um contato entre duas pessoas de forma mais pessoal, a linguagem tende a não ser muito formal.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Durante a socialização da resposta a essa questão, chame a atenção dos alunos, se necessário, para a linguagem comum à carta pessoal. Espera-se que os alunos respondam que Ana faz, sim, um uso adequado, porque ela utiliza os pronomes da forma como eles são mais utilizados na linguagem coloquial.
  • Pontue para os alunos, caso eles não destaquem essa informação nas respostas, que, em alguns casos, o uso coloquial é o mesmo que aparece na linguagem formal, como em “eu disse a ela que te desse um abraço”, e em outros não, como em “te juro que vou adorar”.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Leia os trechos em voz alta ou peça que os alunos o façam. É importante que os enunciados, as orientações e os trechos destacados na atividade sejam lidos durante a socialização das respostas.

Slide Plano Aula
  • Os pronomes oblíquos utilizados nos trechos destacados estão de acordo com a norma culta? Justifique.

Expectativa de resposta: Sim, com exceção de “te juro que vou adorar”. Nesse caso, deveria ter sido utilizada a ênclise e não a próclise.

  • Caso haja algum que não esteja, identifique-o e reescreva o período de forma a que ele se adeque à norma padrão.

Expectativa de resposta: É o período II. Segundo a norma padrão: “Estou escrevendo, mesmo sem saber se você vai gostar. Se você responder, juro-te que vou adorar. Adoro carta. Até coleciono cartas e lápis. Você coleciona alguma coisa?”

  • Na linguagem do dia a dia (ou linguagem coloquial), utilizamos os pronomes da maneira como está sendo utilizado nos trechos destacados?

Expectativa de resposta: Sim.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Leia o enunciado e comente a respeito das formas de apresentação do verbo: simples e composta.
  • Leia os períodos destacados.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Em qual dos períodos há uma ação projetada para o futuro? Qual? Ela está marcada por um verbo simples ou uma locução verbal?

Expectativa de resposta: No período II. A ação de gostar. Ela está marcada por uma locução verbal.

  • Como ficaria o período que você destacou no item A, caso a locução verbal conjugada no futuro fosse substituída pela forma simples?

Expectativa de resposta: Ficaria “Estou escrevendo, mesmo sem saber se você gostará.”

  • Como ficaria o período I se a ação de avisar fosse projetada para o futuro, mantendo a locução verbal?

Expectativa de resposta: Ficaria “Oi, Pedro, vou te avisar: você não me conhece.”

  • E como ficaria se a ação de avisar, projetada para o futuro, fosse enunciada por um verbo simples?

Expectativa de resposta: Ficaria “Oi, Pedro, avisar-te-ei: você não me conhece.”

  • Que alteração ocorreu com a colocação do pronome oblíquo? Por quê?

Expectativa de resposta: Ele passou da posição de próclise para a posição de mesóclise, com relação ao verbo avisar.

  • Com relação ao pronome oblíquo, qual das duas construções é mais comum em textos mais formais?

Expectativa de resposta: A construção que usa o verbo simples e a mesóclise.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 05 minutos

Orientações:

  • Para finalizar, peça que os alunos citem situações discursivas e gêneros textuais em que a mesóclise e o verbo simples estariam mais adequados ao propósito comunicativo. Espera-se que citem o discurso bíblico, o sermão do padre ou do representante religioso, os tribunais, o texto acadêmico, dentre outros.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 9º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 9º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF09LP10 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano