15714
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 9º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - As escolhas lexicais no gênero textual propaganda

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 9º ano do EF sobre As escolhas lexicais no gênero textual propaganda

Plano 07 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Janes Santos Silva

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é sétima aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero propaganda e no campo de atuação jornalístico/midiático. A aula faz parte do módulo de análise linguística e semiótica.

Materiais necessários: Notebook, data show, papel para produção de cartaz, marcador permanente, textos e atividades impressas.

Informações sobre o gênero: O termo propaganda está relacionado à divulgação de ideias, porém algumas vezes é utilizado no sentido de publicidade, o que o torna um termo amplo. Embora os termos publicidade e propaganda sejam muitas vezes usados como sinônimos, se distinguem, pois enquanto a publicidade tem como finalidade vender um produto/serviço, a propaganda tem com objetivo principal divulgar uma mensagem buscando influenciar opiniões ou obter adesão para uma ideia ou doutrina. Visto o caráter persuasivo tanto da propaganda quanto da publicidade, ambos os gêneros costumam apresentar textos cuja mensagem pretende sensibilizar/atrair o interlocutor, para tanto faz uso de imagens, música, recursos audiovisuais e efeitos sonoros e luminosos. Sua veiculação, em ambos os casos, pode se dar por meio impresso, pelo rádio, pela TV ou pela internet.

Dificuldades antecipadas: Perceber diferenças estilísticas em textos com contextos de produção diferentes.

Referências sobre o assunto:

ANTUNES, Irandé. Análise de textos: fundamentos e práticas. São Paulo: Parábola Editorial, 2010.

CARVALHO, Nelly de. Publicidade: a linguagem da sedução. São Paulo: Editora Ática, 2001.

MEDEIROS, Ana Gabriela da Costa Lara. O gênero textual propaganda: descrição e uso em sala de aula. Disponível em: <http://www.ufjf.br/ppglinguistica/files/2009/12/LARA-Ana-Gabriela-da-Costa-2008-Disserta%C3%A7%C3%A3o.pdf>. Acesso em: 9 jan. 2019.

MELO, Edsônia de Souza Oliveira. Propaganda impressa: prática de leitura e produção textual em perspectiva discursiva. Disponível em: <http://www1.ufmt.br/ufmt/unidade/userfiles/publicacoes/155e422e8ae35cb091d6e764d44976b0.pdf>. Acesso em: 10 jan. 2019.

RORIZ, Caroliny Braz Mendes. Um olhar sobre a linguagem das propagandas voltadas para o público feminino: Análise semiótica dos anúncios impressos da Avon, Pantene e Jequiti. Disponível em: <http://repositorio.uniceub.br/bitstream/235/5040/1/21068793.pdf>. Acesso em: 09 jan. 2019.

WALTY, Ivete Lara Camargos. Enunciação literária. Disponível em: <http://ceale.fae.ufmg.br/app/webroot/glossarioceale/verbetes/enunciacao-literaria>. Acesso em: 11 de jan. 2019.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 03 minutos

Orientações:

  • Apresente o tema da aula aos alunos. Explique que tratarão dos aspectos linguísticos relacionados à construção de sentidos dos textos propagandísticos.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 07 minutos

Orientações:

  • Explique aos alunos que nessa aula trabalharão com três propagandas que fazem parte de uma campanha de uma escola particular do Distrito Federal.
  • Apresente o primeiro texto (caso não tenha data show, reproduza ampliado). Peça que leiam e reflitam a respeito do texto, tanto verbal quanto não verbal, que compõe o gênero.
  • Peça que levantem hipóteses:
  • Como essa propaganda interage com o leitor pretendido?
  • Que leitor é esse?
  • Quais mecanismos o autor usou para chamar a atenção desse leitor?
  • Chame a atenção para o fato de que ao invés de usar uma fotografia, o autor optou por uma ilustração. Qual seria a razão disso?
  • Anote no quadro todas as hipóteses levantadas.

Expectativas de respostas:

  • A propaganda dialoga com o leitor através da palavra e da imagem, que se relacionam para produzir a mensagem.
  • O leitor pretendido são pessoas afetadas pela prática do bullying (agressor, vítima e espectador), geralmente crianças e adolescentes.
  • A imagem, as palavras de ordem (chega, busque), frases exclamativas (respeito é fundamental!).
  • Possivelmente o autor, ao optar pela ilustração, queria aproximar do público-alvo e, considerando o papel social do enunciador, dar mais leveza à propaganda sem tirar o caráter de seriedade.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Leia com a turma o texto do slide (se não disponibilizar de data show, reproduza-o ampliadamente em papel de sua preferência). Pergunte se, ao ler uma propaganda, já tinham observado o texto como esse espaço de diálogo entre leitor e autor. É importante que os estudantes percebam nesse texto que, ao longo da aula, estudarão como esses sujeitos (autor e leitor) são marcados nos textos. Diga que, quando escreve, o autor tem um leitor em mente, não é alguém específico enquanto indivíduo, mas pessoa pertencente a determinados grupos sociais (professor, dona de casa, mães, adolescentes etc.) reconhecidos num contexto coletivo. Diga que, por conta disso, algumas marcas referem-se ao contexto desse coletivo.
  • Imprima e distribua para os alunos os textos disponíveis aqui.
  • Peça que leiam e, com o apoio do roteiro abaixo, analisem alguns aspectos (verbais e não verbais).
  • Qual o objetivo comunicativo dos textos?
  • Considerando que a instituição que promove a campanha está inserida no contexto educacional, você considera que o propósito do texto também está delimitado a esse espaço contextual?
  • Que situações as imagens retratam?
  • As situações retratadas nos textos relacionam-se a um espaço específico? Justifique.
  • Pode se considerar que as imagens fazem parte da estratégia do autor para chamar a atenção do público-alvo? Justifique.
  • Cada uma das propagandas traz um enunciado destacado na parte superior ou lateral. Releia:
  • Bullying não é brincadeira.
  • Valente mesmo é quem não briga

* Esses textos dialogam com alguns discursos muito presentes em contextos em que essas situações ocorrem. Quais discursos são esses?

* A quem são atribuídos esses discursos?

  • Na parte inferior e lateral inferior das propagandas há um único texto: “Fazer amigos é melhor do que fazer bullying” .
  • Qual a função dessa passagem na propaganda?
  • O que essa passagem sugere sobre quem pratica bullying?
  • Considerando o público-alvo da campanha, transcreva dos textos o termo que o autor usou para interagir com seu leitor, explicitando essa interlocução.
  • Considerando que no gênero textual propaganda há dois participantes ativos no ato de comunicação, analise-os no contexto de produção dos dois textos:
  • Defina quem são esses dois participantes.
  • Como essas pessoas são marcadas no texto?
  • Reflita sobre as escolhas feitas pelo autor. É possível afirmar que elas estão a serviço do propósito comunicativo do texto? Justifique.
  • Esse roteiro de leitura deverá ser impresso e entregue junto com os textos para que cada aluno trabalhe individualmente, visto que possivelmente muitos alunos têm acesso ao gênero propaganda. A atividade para impressão encontra-se disponível aqui.
  • Estabeleça um tempo para que trabalhem nas questões. Sugerimos 20 minutos.
  • Depois, promova a verificação coletiva das respostas de modo que todos possam colaborar com a construção das ideias sobre o gênero. Caso necessário, acesse as expectativas de respostas aqui.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Encerrada a verificação da atividade de reflexão, proponha a produção de uma síntese coletiva das respostas fornecidas por eles. Para isso, use o encaminhamento.
  • Concluída a síntese, convide-os a revisá-la. Anote-a em cartaz e exponha na sala para eventuais consultas durante o estudo do gênero.
  • Caso julgue necessário verifique a sugestão de síntese disponível aqui.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é sétima aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero propaganda e no campo de atuação jornalístico/midiático. A aula faz parte do módulo de análise linguística e semiótica.

Materiais necessários: Notebook, data show, papel para produção de cartaz, marcador permanente, textos e atividades impressas.

Informações sobre o gênero: O termo propaganda está relacionado à divulgação de ideias, porém algumas vezes é utilizado no sentido de publicidade, o que o torna um termo amplo. Embora os termos publicidade e propaganda sejam muitas vezes usados como sinônimos, se distinguem, pois enquanto a publicidade tem como finalidade vender um produto/serviço, a propaganda tem com objetivo principal divulgar uma mensagem buscando influenciar opiniões ou obter adesão para uma ideia ou doutrina. Visto o caráter persuasivo tanto da propaganda quanto da publicidade, ambos os gêneros costumam apresentar textos cuja mensagem pretende sensibilizar/atrair o interlocutor, para tanto faz uso de imagens, música, recursos audiovisuais e efeitos sonoros e luminosos. Sua veiculação, em ambos os casos, pode se dar por meio impresso, pelo rádio, pela TV ou pela internet.

Dificuldades antecipadas: Perceber diferenças estilísticas em textos com contextos de produção diferentes.

Referências sobre o assunto:

ANTUNES, Irandé. Análise de textos: fundamentos e práticas. São Paulo: Parábola Editorial, 2010.

CARVALHO, Nelly de. Publicidade: a linguagem da sedução. São Paulo: Editora Ática, 2001.

MEDEIROS, Ana Gabriela da Costa Lara. O gênero textual propaganda: descrição e uso em sala de aula. Disponível em: <http://www.ufjf.br/ppglinguistica/files/2009/12/LARA-Ana-Gabriela-da-Costa-2008-Disserta%C3%A7%C3%A3o.pdf>. Acesso em: 9 jan. 2019.

MELO, Edsônia de Souza Oliveira. Propaganda impressa: prática de leitura e produção textual em perspectiva discursiva. Disponível em: <http://www1.ufmt.br/ufmt/unidade/userfiles/publicacoes/155e422e8ae35cb091d6e764d44976b0.pdf>. Acesso em: 10 jan. 2019.

RORIZ, Caroliny Braz Mendes. Um olhar sobre a linguagem das propagandas voltadas para o público feminino: Análise semiótica dos anúncios impressos da Avon, Pantene e Jequiti. Disponível em: <http://repositorio.uniceub.br/bitstream/235/5040/1/21068793.pdf>. Acesso em: 09 jan. 2019.

WALTY, Ivete Lara Camargos. Enunciação literária. Disponível em: <http://ceale.fae.ufmg.br/app/webroot/glossarioceale/verbetes/enunciacao-literaria>. Acesso em: 11 de jan. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 03 minutos

Orientações:

  • Apresente o tema da aula aos alunos. Explique que tratarão dos aspectos linguísticos relacionados à construção de sentidos dos textos propagandísticos.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 07 minutos

Orientações:

  • Explique aos alunos que nessa aula trabalharão com três propagandas que fazem parte de uma campanha de uma escola particular do Distrito Federal.
  • Apresente o primeiro texto (caso não tenha data show, reproduza ampliado). Peça que leiam e reflitam a respeito do texto, tanto verbal quanto não verbal, que compõe o gênero.
  • Peça que levantem hipóteses:
  • Como essa propaganda interage com o leitor pretendido?
  • Que leitor é esse?
  • Quais mecanismos o autor usou para chamar a atenção desse leitor?
  • Chame a atenção para o fato de que ao invés de usar uma fotografia, o autor optou por uma ilustração. Qual seria a razão disso?
  • Anote no quadro todas as hipóteses levantadas.

Expectativas de respostas:

  • A propaganda dialoga com o leitor através da palavra e da imagem, que se relacionam para produzir a mensagem.
  • O leitor pretendido são pessoas afetadas pela prática do bullying (agressor, vítima e espectador), geralmente crianças e adolescentes.
  • A imagem, as palavras de ordem (chega, busque), frases exclamativas (respeito é fundamental!).
  • Possivelmente o autor, ao optar pela ilustração, queria aproximar do público-alvo e, considerando o papel social do enunciador, dar mais leveza à propaganda sem tirar o caráter de seriedade.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Leia com a turma o texto do slide (se não disponibilizar de data show, reproduza-o ampliadamente em papel de sua preferência). Pergunte se, ao ler uma propaganda, já tinham observado o texto como esse espaço de diálogo entre leitor e autor. É importante que os estudantes percebam nesse texto que, ao longo da aula, estudarão como esses sujeitos (autor e leitor) são marcados nos textos. Diga que, quando escreve, o autor tem um leitor em mente, não é alguém específico enquanto indivíduo, mas pessoa pertencente a determinados grupos sociais (professor, dona de casa, mães, adolescentes etc.) reconhecidos num contexto coletivo. Diga que, por conta disso, algumas marcas referem-se ao contexto desse coletivo.
  • Imprima e distribua para os alunos os textos disponíveis aqui.
  • Peça que leiam e, com o apoio do roteiro abaixo, analisem alguns aspectos (verbais e não verbais).
  • Qual o objetivo comunicativo dos textos?
  • Considerando que a instituição que promove a campanha está inserida no contexto educacional, você considera que o propósito do texto também está delimitado a esse espaço contextual?
  • Que situações as imagens retratam?
  • As situações retratadas nos textos relacionam-se a um espaço específico? Justifique.
  • Pode se considerar que as imagens fazem parte da estratégia do autor para chamar a atenção do público-alvo? Justifique.
  • Cada uma das propagandas traz um enunciado destacado na parte superior ou lateral. Releia:
  • Bullying não é brincadeira.
  • Valente mesmo é quem não briga

* Esses textos dialogam com alguns discursos muito presentes em contextos em que essas situações ocorrem. Quais discursos são esses?

* A quem são atribuídos esses discursos?

  • Na parte inferior e lateral inferior das propagandas há um único texto: “Fazer amigos é melhor do que fazer bullying” .
  • Qual a função dessa passagem na propaganda?
  • O que essa passagem sugere sobre quem pratica bullying?
  • Considerando o público-alvo da campanha, transcreva dos textos o termo que o autor usou para interagir com seu leitor, explicitando essa interlocução.
  • Considerando que no gênero textual propaganda há dois participantes ativos no ato de comunicação, analise-os no contexto de produção dos dois textos:
  • Defina quem são esses dois participantes.
  • Como essas pessoas são marcadas no texto?
  • Reflita sobre as escolhas feitas pelo autor. É possível afirmar que elas estão a serviço do propósito comunicativo do texto? Justifique.
  • Esse roteiro de leitura deverá ser impresso e entregue junto com os textos para que cada aluno trabalhe individualmente, visto que possivelmente muitos alunos têm acesso ao gênero propaganda. A atividade para impressão encontra-se disponível aqui.
  • Estabeleça um tempo para que trabalhem nas questões. Sugerimos 20 minutos.
  • Depois, promova a verificação coletiva das respostas de modo que todos possam colaborar com a construção das ideias sobre o gênero. Caso necessário, acesse as expectativas de respostas aqui.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Encerrada a verificação da atividade de reflexão, proponha a produção de uma síntese coletiva das respostas fornecidas por eles. Para isso, use o encaminhamento.
  • Concluída a síntese, convide-os a revisá-la. Anote-a em cartaz e exponha na sala para eventuais consultas durante o estudo do gênero.
  • Caso julgue necessário verifique a sugestão de síntese disponível aqui.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 9º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 9º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP17 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano