15590
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 4º ano > Produção de textos

Plano de aula - Planejando uma carta de reclamação

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 4º ano do Fundamental sobre planejamento de uma carta de reclamação

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Alexandre Tolentino de Carvalho

Este plano de aula foi produzido pelo Time de Autores NOVA ESCOLA
Professor-autor: Alexandre Carvalho
Mentor: Greta Fragata
Especialista: Heloísa Jordão 

Título da aula: Planejando uma carta de reclamação

Finalidade da aula: Planejar a escrita de uma carta de reclamação retomando as condições de produção e circulação do texto próprias do gênero tratado.

Ano: 4º ano do Ensino Fundamental

 Gênero: Carta pessoal e de reclamação

Objeto(s) do conhecimento: Planejamento de texto

Prática de linguagem: Produção de textos (escrita autônoma e compartilhada)

Habilidade(s) da BNCC:  EF15LP05; EF04LP11

Sobre esta aula:  Esta é a décima terceira aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero carta pessoal e de reclamação, no campo de atuação da vida cotidiana e vida pública. A aula faz parte do módulo Oralidade.

Materiais necessários: slide, retroprojetor, carta para análise coletiva (disponível aqui). Atividades para sistematização (acesse aqui.

Informações sobre o gênero: É inegável o prazer que podemos sentir com o recebimento de uma carta física ou com a espera por uma resposta de alguém com quem nos correspondemos. A troca de cartas entre remetente e destinatário é uma forma antiga, mas eficaz de comunicação. Atualmente ela vem perdendo seu espaço para a troca de emails e mensagens por celular, o que permite uma interação comunicativa quase em tempo real. A carta é um gênero que pode cumprir com diferentes funções sociais, entretanto, neste conjunto de aulas, priorizamos as cartas e e-mails de reclamação, reivindicação e de solicitação. Cartas como essas, fazem parte da vida cotidiana, e oportunizam ao autor o uso de tal forma de comunicação como meio de exercício de sua cidadania. É possível, no entanto, que essas cartas ganhem muito mais força ao serem enviadas para publicação em diferentes mídias (jornais, revistas, televisão e internet), expondo dessa forma o problema para a sociedade e cobrando, sob a vista de muitos, os responsáveis pelo problema. Nesse caso, o gênero passa a pertencer ao campo da vida pública. É possível que em uma mesma edição, de um jornal, por exemplo, venha publicada a carta de reclamação (editada) e a resposta do responsável por solucionar o problema, demonstrando, desse modo, que o envio da carta original e  a cobrança da resposta foi realizada anteriormente à publicação do jornal.

Dificuldades antecipadas: O desafio de escrever para alguém ler possivelmente seja um dos mais difíceis na vida do ser humano, seja ele um adulto ou uma criança em processo de apropriação do sistema de escrita. Nesse sentido, é de se esperar que muitas barreiras se apresentem de modo que o professor precisa estar atento e focar sua mediação não tanto nas dificuldades encontradas, mas nos recursos expressivos que o aluno já domina e que podem indicar as possibilidades de caminhos para conduzir seu desenvolvimento como escritor. Talvez o desafio maior esteja na parte inicial da escrita, momento em que se deve planejar o texto a ser escrito e que conduzirá todo o processo até a redação final. Assim, alguns alunos podem encontrar dificuldades em definir sobre o que vão escrever, como vão escrever e quem será o destinatário. Outra dificuldade que pode ser encontrada, refere-se a adequação do texto às características predominantes do gênero que foram sendo trabalhadas ao longo desse conjunto de aulas. Assim, alguns alunos podem fugir à estrutura de uma carta de reclamação, planejando escrever um texto narrativo, poético, ou dissertativo que podem não cumprir com a função social típica do gênero estudado, qual seja, apresentar uma reclamação e reivindicar uma solução.

Referências sobre o assunto:

DOLZ, J.; GAGNON, R.; DECÂNDIO, F. Produção escrita e dificuldades de aprendizagem. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2010.


Código: LPO4_01SQA13

(EF15LP05) Planejar, com a ajuda do professor, o texto que será produzido, considerando a situação comunicativa, os interlocutores (quem escreve/para quem escreve); a finalidade ou o propósito (escrever para quê); a circulação (onde o texto vai circular); o suporte (qual é o portador do texto); a linguagem, organização e forma do texto e seu tema, pesquisando em meios impressos ou digitais, sempre que for preciso, informações necessárias à produção do texto, organizando em tópicos os dados e as fontes pesquisadas.

(EF04LP11) Planejar e produzir, com autonomia, cartas pessoais de reclamação, dentre outros gêneros do campo da vida cotidiana, de acordo com as convenções do gênero carta e com a estrutura própria desses textos (problema, opinião, argumentos), considerando a situação comunicativa e o tema/assunto/finalidade do texto.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Produção de textos do 4º ano:

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 4º ano:

4º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas