15590
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 4º ano > Produção de textos

Plano de aula - Planejando uma carta de reclamação

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 4º ano do Fundamental sobre planejamento de uma carta de reclamação

Plano 13 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Alexandre Tolentino de Carvalho

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a décima terceira aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero carta pessoal e de reclamação, no campo de atuação da vida cotidiana e vida pública. A aula faz parte do módulo Oralidade.

Materiais necessários: slide, retroprojetor, carta para análise coletiva (disponível aqui). Atividades para sistematização (acesse aqui.

Informações sobre o gênero: É inegável o prazer que podemos sentir com o recebimento de uma carta física ou com a espera por uma resposta de alguém com quem nos correspondemos. A troca de cartas entre remetente e destinatário é uma forma antiga, mas eficaz de comunicação. Atualmente ela vem perdendo seu espaço para a troca de emails e mensagens por celular, o que permite uma interação comunicativa quase em tempo real. A carta é um gênero que pode cumprir com diferentes funções sociais, entretanto, neste conjunto de aulas, priorizamos as cartas e e-mails de reclamação, reivindicação e de solicitação. Cartas como essas, fazem parte da vida cotidiana, e oportunizam ao autor o uso de tal forma de comunicação como meio de exercício de sua cidadania. É possível, no entanto, que essas cartas ganhem muito mais força ao serem enviadas para publicação em diferentes mídias (jornais, revistas, televisão e internet), expondo dessa forma o problema para a sociedade e cobrando, sob a vista de muitos, os responsáveis pelo problema. Nesse caso, o gênero passa a pertencer ao campo da vida pública. É possível que em uma mesma edição, de um jornal, por exemplo, venha publicada a carta de reclamação (editada) e a resposta do responsável por solucionar o problema, demonstrando, desse modo, que o envio da carta original e a cobrança da resposta foi realizada anteriormente à publicação do jornal.

Dificuldades antecipadas: O desafio de escrever para alguém ler possivelmente seja um dos mais difíceis na vida do ser humano, seja ele um adulto ou uma criança em processo de apropriação do sistema de escrita. Nesse sentido, é de se esperar que muitas barreiras se apresentem de modo que o professor precisa estar atento e focar sua mediação não tanto nas dificuldades encontradas, mas nos recursos expressivos que o aluno já domina e que podem indicar as possibilidades de caminhos para conduzir seu desenvolvimento como escritor. Talvez o desafio maior esteja na parte inicial da escrita, momento em que se deve planejar o texto a ser escrito e que conduzirá todo o processo até a redação final. Assim, alguns alunos podem encontrar dificuldades em definir sobre o que vão escrever, como vão escrever e quem será o destinatário. Outra dificuldade que pode ser encontrada, refere-se a adequação do texto às características predominantes do gênero que foram sendo trabalhadas ao longo desse conjunto de aulas. Assim, alguns alunos podem fugir à estrutura de uma carta de reclamação, planejando escrever um texto narrativo, poético, ou dissertativo que podem não cumprir com a função social típica do gênero estudado, qual seja, apresentar uma reclamação e reivindicar uma solução.

Referências sobre o assunto:

DOLZ, J.; GAGNON, R.; DECÂNDIO, F. Produção escrita e dificuldades de aprendizagem. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2010.

Título da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Leia o título da aula para os alunos. Tente resgatar elementos importantes e mais recorrentes do gênero estudado pedindo para que falem o que não pode faltar em uma carta de reclamação.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Peça para os alunos observarem a imagem e faça a pergunta presente no título do slide. Deixe que falem livremente sobre as experiências que carregam sobre planejamento de viagens.
  • Em seguida, pergunte aos alunos para que as pessoas planejam uma viagem. Os alunos podem dizer que o planejamento de uma viagem permite que não falte nada, que as pessoas possam prever quando viajar, a duração, os gastos, os lugares a visitar, a hospedagem, as providências a tomar como compra de passagem ou manutenção do carro, reserva de hotel, etc. Ou seja, com o planejamento, as pessoas podem atingir seus objetivos da melhor forma possível. Deixe os alunos irem citando os tópicos que acham que não podem faltar no planejamento de uma viagem.
  • Essa introdução permitirá a você comparar o planejamento de uma viagem com o planejamento de um texto. Espera-se que compreendam que, com o planejamento da viagem, a pessoa evita esquecer tópicos importantes, evita imprevistos e consegue atingir seus objetivos controlando possíveis problemas. Do mesmo modo, o planejamento de um texto permite que o escritor consiga direcionar sua produção sem esquecer informações importantes e atinge os objetivos pretendidos.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 37 minutos

Orientações:

  • Peça para um dos alunos ler a carta de reclamação. Acesse aqui. Deixe que conversem por alguns instantes com os colegas sobre o conteúdo, estilo e forma de composição da carta.

Materiais complementares:

GUERRA, Severina Érika M.S. Produção Coletiva de Carta de Reclamação: Interação professoras/alunos. 2009. 180 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009. Disponível em: <https://repositorio.ufpe.br/bitstream/123456789/4198/1/arquivo3401_1.pdf> . Acesso em: 12 dez. 2018.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Organize essa parte da aula para que os alunos analisem a carta apresentada no coletivo. Peça aos alunos para se colocarem no lugar dos autores e imaginar como eles planejaram a escrita dessa carta. Deixe que pensem individualmente durante dois minutos.
  • Em seguida, peça para os alunos irem falando em voz alta e vá anotando no quadro aquilo que vão lembrando. Espera-se que eles se refiram a:
  • Definir o problema sobre o qual queriam reclamar e os detalhes que possam esclarecer o destinatário sobre o que aconteceu ou estava acontecendo;
  • Descobrir quem poderia solucionar o problema (quem receberia a carta);
  • Definir se a carta seria manuscrita ou digitalizada;
  • Pensar sobre os argumentos que permitiriam convencer o destinatário sobre a seriedade do problema e sobre os prejuízos que ele estava causando;
  • Definir que solicitação será feita ao destinatário.

3. Conduza a discussão até que se recordem dos elementos essenciais que precisam ser lembrados para se escrever uma carta de reclamação e que lhes permitem construir um texto coerente com o gênero estudado.

  • Por fim, utilize essas informações registradas no quadro para produzir um cartaz para ser utilizado na próxima aula, momento em que os alunos escreverão uma carta de reclamação.
  • Esses critérios serão utilizados como indicadores para que os alunos conduzam suas produções escritas e as respectivas revisões e representam os saberes ensinados e aprendidos durante as aulas desenvolvidas anteriormente. Nesse sentido, é importante que permita que se recordem dos elementos característicos do gênero estudado para que possam construir, coletivamente, um quadro de indicadores feito por eles e para eles.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Convide os alunos a produzir uma carta de reclamação conforme o que aprenderam durante toda essa sequência de aulas. Esclareça que a produção será feita ao longo de três aulas: na primeira delas eles vão planejar, na segunda vão textualizar, ou seja, realizar a escrita da carta e na terceira aula vão revisar o que escreveram.
  • Caso você esteja seguindo essa sequência de aulas, peça para os alunos sentarem-se em duplas conforme se organizaram no módulo de oralidade. Caso contrário, forme duplas com níveis de conhecimento diversos, de modo que um possa contribuir com o outro.
  • A temática da carta, bem como o destinatário, podem estar relacionados ao problema relatado na aula de oralidade ou a algum outro problema/situação que precise de solução. A definição da situação comunicativa para a produção da carta é importante para dar sentido a tarefa e coerência ao texto. Desse modo garanta que cada dupla tenha clareza sobre: o que tenho para dizer? para quem vou escrever? com que objetivo? em que circunstâncias? em que condições meu texto será lido?
  • Dê um tempo para que a dupla discuta oralmente sobre os tópicos e possíveis argumentos que vão compor suas cartas de reclamação. Diga que as anotações feitas no quadro durante a discussão coletiva devem guiar seu planejamento.

Comentário: Para a produção dessa carta, muitas opções de reclamação são possíveis, entretanto, as que tenham um destinatário real, que possam ser de fato enviadas, cobrando melhorias e soluções dos responsáveis pelo problema, são as que melhor se adequam à situação comunicativa prevista para esse gênero discursivo. Por isso, após o levantamento dos problemas e das reclamações, procure saber como seria possível encaminhar de verdade a carta aos responsáveis. Se houver uma forma de se corresponder com eles, é possível que vocês recebam uma resposta, o que fecharia muito bem o ciclo dessa sequência de aula, fazendo com que os alunos vivenciem o exercício de sua cidadania.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Permita que os alunos acessem a memória para poder listar algumas questões que podem inspirar a produção de uma carta de reclamação de modo que tenham uma gama de opções para escolher aquele tema sobre o qual escreverão. Assim, eles podem pensar em problemas presenciados na escola, na rua, em casa, etc. Se você estiver seguindo essa sequência de aulas, provavelmente os alunos terão um grande arcabouço de temas devido às experiências proporcionadas durante essas aulas. Nas aulas anteriores, eles tiveram oportunidade de ler várias cartas de reclamação, assistir vídeos de programas que apresentaram problemas em geral, planejaram e produziram cartas de reclamações orais e já fizeram uma pesquisa para levantar dados a respeito de problemas que poderiam ser temas desse tipo de cartas.
  • Os alunos podem pensar sobre problemas em parquinhos públicos, sobre falta de estrutura nas vias públicas, sobre descarte de lixo em locais públicos, sobre problemas na estrutura da escola, problemas no lanche, etc. Em todos os casos, peça para que definiam o motivo da reclamação, o destinatário, os argumentos que serão utilizados e uma possível forma de envio.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Entregue cópias do esquema de planejamento para que os alunos possam preenchê-lo e utilizá-lo na próxima aula para a escrita da carta. Acesse aqui esse arquivo.
  • Confira com as duplas aquilo que planejaram, dê sugestões e certifique-se que já podem trabalhar com autonomia na produção escrita da carta.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Combine com os alunos a produção escrita para a próxima aula. Assim, diga que precisam se organizar para esse momento de textualização das informações planejadas.
  • Peça para irem listando tudo o que será necessário para que seja escrita uma carta de reclamação.
  • Os alunos podem indicar que é preciso ter o problema a ser reclamado definido, o destinatário (quem tem capacidade de solucionar o problema), os argumentos que utilizarão para convencer o destinatário sobre a seriedade e urgência de solução do problema, e, de preferência, descobrir como a carta pode chegar até o destinatário para que a questão seja verdadeiramente solucionada.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a décima terceira aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero carta pessoal e de reclamação, no campo de atuação da vida cotidiana e vida pública. A aula faz parte do módulo Oralidade.

Materiais necessários: slide, retroprojetor, carta para análise coletiva (disponível aqui). Atividades para sistematização (acesse aqui.

Informações sobre o gênero: É inegável o prazer que podemos sentir com o recebimento de uma carta física ou com a espera por uma resposta de alguém com quem nos correspondemos. A troca de cartas entre remetente e destinatário é uma forma antiga, mas eficaz de comunicação. Atualmente ela vem perdendo seu espaço para a troca de emails e mensagens por celular, o que permite uma interação comunicativa quase em tempo real. A carta é um gênero que pode cumprir com diferentes funções sociais, entretanto, neste conjunto de aulas, priorizamos as cartas e e-mails de reclamação, reivindicação e de solicitação. Cartas como essas, fazem parte da vida cotidiana, e oportunizam ao autor o uso de tal forma de comunicação como meio de exercício de sua cidadania. É possível, no entanto, que essas cartas ganhem muito mais força ao serem enviadas para publicação em diferentes mídias (jornais, revistas, televisão e internet), expondo dessa forma o problema para a sociedade e cobrando, sob a vista de muitos, os responsáveis pelo problema. Nesse caso, o gênero passa a pertencer ao campo da vida pública. É possível que em uma mesma edição, de um jornal, por exemplo, venha publicada a carta de reclamação (editada) e a resposta do responsável por solucionar o problema, demonstrando, desse modo, que o envio da carta original e a cobrança da resposta foi realizada anteriormente à publicação do jornal.

Dificuldades antecipadas: O desafio de escrever para alguém ler possivelmente seja um dos mais difíceis na vida do ser humano, seja ele um adulto ou uma criança em processo de apropriação do sistema de escrita. Nesse sentido, é de se esperar que muitas barreiras se apresentem de modo que o professor precisa estar atento e focar sua mediação não tanto nas dificuldades encontradas, mas nos recursos expressivos que o aluno já domina e que podem indicar as possibilidades de caminhos para conduzir seu desenvolvimento como escritor. Talvez o desafio maior esteja na parte inicial da escrita, momento em que se deve planejar o texto a ser escrito e que conduzirá todo o processo até a redação final. Assim, alguns alunos podem encontrar dificuldades em definir sobre o que vão escrever, como vão escrever e quem será o destinatário. Outra dificuldade que pode ser encontrada, refere-se a adequação do texto às características predominantes do gênero que foram sendo trabalhadas ao longo desse conjunto de aulas. Assim, alguns alunos podem fugir à estrutura de uma carta de reclamação, planejando escrever um texto narrativo, poético, ou dissertativo que podem não cumprir com a função social típica do gênero estudado, qual seja, apresentar uma reclamação e reivindicar uma solução.

Referências sobre o assunto:

DOLZ, J.; GAGNON, R.; DECÂNDIO, F. Produção escrita e dificuldades de aprendizagem. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2010.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Leia o título da aula para os alunos. Tente resgatar elementos importantes e mais recorrentes do gênero estudado pedindo para que falem o que não pode faltar em uma carta de reclamação.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Peça para os alunos observarem a imagem e faça a pergunta presente no título do slide. Deixe que falem livremente sobre as experiências que carregam sobre planejamento de viagens.
  • Em seguida, pergunte aos alunos para que as pessoas planejam uma viagem. Os alunos podem dizer que o planejamento de uma viagem permite que não falte nada, que as pessoas possam prever quando viajar, a duração, os gastos, os lugares a visitar, a hospedagem, as providências a tomar como compra de passagem ou manutenção do carro, reserva de hotel, etc. Ou seja, com o planejamento, as pessoas podem atingir seus objetivos da melhor forma possível. Deixe os alunos irem citando os tópicos que acham que não podem faltar no planejamento de uma viagem.
  • Essa introdução permitirá a você comparar o planejamento de uma viagem com o planejamento de um texto. Espera-se que compreendam que, com o planejamento da viagem, a pessoa evita esquecer tópicos importantes, evita imprevistos e consegue atingir seus objetivos controlando possíveis problemas. Do mesmo modo, o planejamento de um texto permite que o escritor consiga direcionar sua produção sem esquecer informações importantes e atinge os objetivos pretendidos.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 37 minutos

Orientações:

  • Peça para um dos alunos ler a carta de reclamação. Acesse aqui. Deixe que conversem por alguns instantes com os colegas sobre o conteúdo, estilo e forma de composição da carta.

Materiais complementares:

GUERRA, Severina Érika M.S. Produção Coletiva de Carta de Reclamação: Interação professoras/alunos. 2009. 180 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009. Disponível em: <https://repositorio.ufpe.br/bitstream/123456789/4198/1/arquivo3401_1.pdf> . Acesso em: 12 dez. 2018.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Organize essa parte da aula para que os alunos analisem a carta apresentada no coletivo. Peça aos alunos para se colocarem no lugar dos autores e imaginar como eles planejaram a escrita dessa carta. Deixe que pensem individualmente durante dois minutos.
  • Em seguida, peça para os alunos irem falando em voz alta e vá anotando no quadro aquilo que vão lembrando. Espera-se que eles se refiram a:
  • Definir o problema sobre o qual queriam reclamar e os detalhes que possam esclarecer o destinatário sobre o que aconteceu ou estava acontecendo;
  • Descobrir quem poderia solucionar o problema (quem receberia a carta);
  • Definir se a carta seria manuscrita ou digitalizada;
  • Pensar sobre os argumentos que permitiriam convencer o destinatário sobre a seriedade do problema e sobre os prejuízos que ele estava causando;
  • Definir que solicitação será feita ao destinatário.

3. Conduza a discussão até que se recordem dos elementos essenciais que precisam ser lembrados para se escrever uma carta de reclamação e que lhes permitem construir um texto coerente com o gênero estudado.

  • Por fim, utilize essas informações registradas no quadro para produzir um cartaz para ser utilizado na próxima aula, momento em que os alunos escreverão uma carta de reclamação.
  • Esses critérios serão utilizados como indicadores para que os alunos conduzam suas produções escritas e as respectivas revisões e representam os saberes ensinados e aprendidos durante as aulas desenvolvidas anteriormente. Nesse sentido, é importante que permita que se recordem dos elementos característicos do gênero estudado para que possam construir, coletivamente, um quadro de indicadores feito por eles e para eles.
Slide Plano Aula

Orientações:

  • Convide os alunos a produzir uma carta de reclamação conforme o que aprenderam durante toda essa sequência de aulas. Esclareça que a produção será feita ao longo de três aulas: na primeira delas eles vão planejar, na segunda vão textualizar, ou seja, realizar a escrita da carta e na terceira aula vão revisar o que escreveram.
  • Caso você esteja seguindo essa sequência de aulas, peça para os alunos sentarem-se em duplas conforme se organizaram no módulo de oralidade. Caso contrário, forme duplas com níveis de conhecimento diversos, de modo que um possa contribuir com o outro.
  • A temática da carta, bem como o destinatário, podem estar relacionados ao problema relatado na aula de oralidade ou a algum outro problema/situação que precise de solução. A definição da situação comunicativa para a produção da carta é importante para dar sentido a tarefa e coerência ao texto. Desse modo garanta que cada dupla tenha clareza sobre: o que tenho para dizer? para quem vou escrever? com que objetivo? em que circunstâncias? em que condições meu texto será lido?
  • Dê um tempo para que a dupla discuta oralmente sobre os tópicos e possíveis argumentos que vão compor suas cartas de reclamação. Diga que as anotações feitas no quadro durante a discussão coletiva devem guiar seu planejamento.

Comentário: Para a produção dessa carta, muitas opções de reclamação são possíveis, entretanto, as que tenham um destinatário real, que possam ser de fato enviadas, cobrando melhorias e soluções dos responsáveis pelo problema, são as que melhor se adequam à situação comunicativa prevista para esse gênero discursivo. Por isso, após o levantamento dos problemas e das reclamações, procure saber como seria possível encaminhar de verdade a carta aos responsáveis. Se houver uma forma de se corresponder com eles, é possível que vocês recebam uma resposta, o que fecharia muito bem o ciclo dessa sequência de aula, fazendo com que os alunos vivenciem o exercício de sua cidadania.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Permita que os alunos acessem a memória para poder listar algumas questões que podem inspirar a produção de uma carta de reclamação de modo que tenham uma gama de opções para escolher aquele tema sobre o qual escreverão. Assim, eles podem pensar em problemas presenciados na escola, na rua, em casa, etc. Se você estiver seguindo essa sequência de aulas, provavelmente os alunos terão um grande arcabouço de temas devido às experiências proporcionadas durante essas aulas. Nas aulas anteriores, eles tiveram oportunidade de ler várias cartas de reclamação, assistir vídeos de programas que apresentaram problemas em geral, planejaram e produziram cartas de reclamações orais e já fizeram uma pesquisa para levantar dados a respeito de problemas que poderiam ser temas desse tipo de cartas.
  • Os alunos podem pensar sobre problemas em parquinhos públicos, sobre falta de estrutura nas vias públicas, sobre descarte de lixo em locais públicos, sobre problemas na estrutura da escola, problemas no lanche, etc. Em todos os casos, peça para que definiam o motivo da reclamação, o destinatário, os argumentos que serão utilizados e uma possível forma de envio.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Entregue cópias do esquema de planejamento para que os alunos possam preenchê-lo e utilizá-lo na próxima aula para a escrita da carta. Acesse aqui esse arquivo.
  • Confira com as duplas aquilo que planejaram, dê sugestões e certifique-se que já podem trabalhar com autonomia na produção escrita da carta.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Combine com os alunos a produção escrita para a próxima aula. Assim, diga que precisam se organizar para esse momento de textualização das informações planejadas.
  • Peça para irem listando tudo o que será necessário para que seja escrita uma carta de reclamação.
  • Os alunos podem indicar que é preciso ter o problema a ser reclamado definido, o destinatário (quem tem capacidade de solucionar o problema), os argumentos que utilizarão para convencer o destinatário sobre a seriedade e urgência de solução do problema, e, de preferência, descobrir como a carta pode chegar até o destinatário para que a questão seja verdadeiramente solucionada.
Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Produção de textos do 4º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 4º ano:

4º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF15LP05 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF04LP11 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano