15342
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 9º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Fatores de coesão textual: os operadores argumentativos em editoriais

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 9º ano do EF sobre Fatores de coesão textual: os operadores argumentativos em editoriais

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Ilcilene Silva

Este plano de aula foi produzido pelo Time de Autores NOVA ESCOLA
Professor-autor: Ilcilene Silva
Mentor: Cristiani Fernandes
Especialista: Isabel Fernandes

Título da aula: Fatores de coesão textual: os operadores argumentativos em editoriais

Finalidade da aula: Reconhecer os conectivos e os advérbios como operadores argumentativos responsáveis pelo encadeamento de enunciados em textos argumentativos editoriais e distinguir a relação de sentido que estabelecem, reconhecendo seu papel na progressão temática.

Ano: 9º ano do Ensino Fundamental

Gênero: Editorial

Objeto(s) do conhecimento: Estilo

Prática de linguagem: Análise Linguística/ Semiótica

Habilidade(s) da BNCC: EF69LP18; EF89LP15

Sobre esta aula: Esta é oitava aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero editorial e no campo de atuação jornalístico/midiático. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística/ Semiótica.

Materiais necessários: Notebook, data show.

Informações sobre o gênero: O Editorial é um gênero textual que se situa no campo de atuação Jornalístico-midiático, circulando tanto em jornais quanto em revistas impressas ou digitais. Como texto opinativo, é construído com base em um ponto de vista sustentado por argumentos. Embora escrito por um indivíduo, não expressa uma opinião particular, mas a opinião de um grupo, refletindo a ideologia da maioria das pessoas que compõem a equipe (de jornal, de revista etc.), por isso raramente vem assinado. Seu estudo envolve também o estudo da argumentação, dos movimentos argumentativos, das estratégias argumentativas. dos tipos de argumentos.

Dificuldades antecipadas: Reconhecer no texto os conectivos e os advérbios.

Referências sobre o assunto:

KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça. A inter-ação pela linguagem. 10 ed. São Paulo: Editora Contexto, 2008.

MARCUSCHI, Luiz  Antônio. Produção Textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

SCHWARZBOLD, Caroline. Uma abordagem dos operadores argumentativos em artigos de opinião: uma proposta de sequência didática para o 9º ano. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras), UFU - MG. Uberlândia, 2015. Disponível em: <https://repositorio.ufu.br/bitstream/123456789/16770/1/AbordagemOperadoresArgumentativos.pdf>. Acesso em: 5 nov. 2018.


Código: LPO9_11SQA08

(EF69LP18) Utilizar, na escrita/reescrita de textos argumentativos, recursos linguísticos que marquem as relações de sentido entre parágrafos e enunciados do texto e operadores de conexão adequados aos tipos de argumento e à forma de composição de textos argumentativos, de maneira a garantir a coesão, a coerência e a progressão temática nesses textos (“primeiramente, mas, no entanto, em primeiro/segundo/terceiro lugar, finalmente, em conclusão” etc.).

(EF89LP15) Utilizar, nos debates, operadores argumentativos que marcam a defesa de ideia e de diálogo com a tese do outro: concordo, discordo, concordo parcialmente, do meu ponto de vista, na perspectiva aqui assumida etc.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 9º ano:

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 9º ano:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas