15338
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 8º ano > Oralidade

Plano de aula - Exercícios de oralidade com trechos de textos dramáticos

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 8º ano do Ensino Fundamental sobre leitura expressiva, por meio da aplicação de exercícios de entonação, altura e velocidade da voz; de expressividade no acompanhamento da pontuação do texto.

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Carolina Silva

Sugestão de adaptação para ensino remoto

Recursos indicados
Necessários: canais de envio de mensagens, vídeos e áudios, como WhatsApp ou similares.

Introdução
Questione, pelo WhatsApp ou algum aplicativo similar para o envio de mensagens, vídeos e áudios, o que os alunos sabem a respeito de marcas de oralidade. Explique a eles que há uma variedade de falares que sofrem modificações de acordo com, por exemplo: regionalidade; aspectos culturais que determinam formas de expressão; grau de instrução, formação cultural ou conhecimento enciclopédico de um falante; dados contextuais (quando o modo de falar muda dependendo da situação em que o falante está inserido) etc. Esses fatores contribuem para a forma como a linguagem se expressará tanto na fala quanto na escrita. Explique também que, às vezes, quando nos dedicamos à escrita de um determinado texto, como o dissertativo, por exemplo, temos de evitar marcas de oralidade e dar à produção um tom impessoal, diferentemente do gênero dramático, que é composto pelas sequências dialogais, ou seja, a fala direta dos personagens é o que estrutura o texto. Além disso, os aspectos da fala são importantes para a caracterização desses personagens, por exemplo: perfis de adolescentes podem usar gírias; um texto que reproduz pessoas e costumes de séculos passados pode trazer vocábulos em desuso ou traços gramaticais diferentes do emprego atual da língua, dentre outras questões. Agora, professor, por meio dessas noções, reforce o tema da aula, adiantando aos estudantes que os exercícios promoverão uma reflexão sobre a oralidade. Baseie-se, para isso, em trechos de produções ou adaptações de textos dramáticos propositadamente feitas para leitura e análise na presente aula.

Desenvolvimento
Encaminhe aos alunos, como PDF, a primeira adaptação do texto “Pá pá pá”, presente no Desenvolvimento deste plano. Peça que se reúnam em grupos de 4 integrantes e juntos, por meio de áudios, fotos e textos escritos (via WhatsApp), realizem o que é pedido a seguir. Sugira que façam a leitura oral do texto e, em seguida, questione: essa atividade de leitura, por melhor que tenha sido realizada, é uma apresentação teatral? Espera-se que eles compreendam que não. Em seguida, encaminhe, da mesma forma, a adaptação do mesmo texto, presente nos slides 2 e 3 deste capítulo. Peça que respondam a algumas perguntas sobre possíveis interpretações do texto:
1) No texto adaptado, misturam-se alguns traços de interpretação e de oralidade. Relacione-os às falas situadas em contextos correspondentes.
2) Sabemos que os estrangeiros nem sempre falam nossa língua de acordo com nossas regras gramaticais. E isso, aliado a seus sotaques, faz com que os “gringos” tenham uma maneira peculiar de falar. Quais traços gramaticais e características fonéticas/fonológicas poderiam ser notadas na fala de alguém com a mesma nacionalidade da personagem americana?
3) A fala “É um jeito tipicamente brasileiro de não ficar quieto e, ao mesmo tempo, não dizer nada” vem precedida da seguinte rubrica: (PENSATIVO). Que recurso gramatical, como a pontuação, poderia dar expressividade a esse trecho, de modo que a supressão da rubrica não causasse prejuízo de sentido?
4) Que sugestão você daria para a leitura da sequência “Pá pá pá” quanto à velocidade e ao ritmo? Por quê? (Veja os questionamentos na íntegra, bem como os comentários sobre eles, no plano original). Aqui, os aluno planejarão momentos propícios para inserir expressões faciais diversas e até ironia em algumas falas.

Fechamento
Sugira que os alunos se dividam em duplas e retomem os textos dramáticos adaptados por seus grupos. A partir dos conhecimentos adquiridos sobre os aspectos linguísticos e paralinguísticos das falas, peça que treinem, com suas duplas, a leitura dramatizada da adaptação produzida e corrigida na aula anterior. Instigue-os a pensar nos objetos e adereços que serão utilizados para a caracterização das personagens, nos itens que ajudarão a compor o espaço onde se desenvolverá a cena, bem como em possíveis trilhas sonoras usar, se for o caso, na apresentação. Tais materiais deverão ser organizados para a próxima aula.

Convite às famílias
Você pode convidar os familiares a acompanhar a organização do material (cenário, figurino) para as próximas aulas. Os responsáveis podem também avaliar a leitura oral dos alunos antes da apresentação aos colegas, auxiliando-os quanto às pausas, ao ritmo.

Sugestão Enviada Por: Michele Batista


Código: LPO8_02SQA10

(EF69LP52) Representar cenas ou textos dramáticos, considerando, na caracterização dos personagens, os aspectos linguísticos e paralinguísticos das falas (timbre e tom de voz, pausas e hesitações, entonação e expressividade, variedades e registros linguísticos), os gestos e os deslocamentos no espaço cênico, o figurino e a maquiagem e elaborando as rubricas indicadas pelo autor por meio do cenário, da trilha sonora e da exploração dos modos de interpretação.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Oralidade do 8º ano:

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 8º ano:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas