15264
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 6º ano > Oralidade

Plano de aula - Oralidade em programas de esportes no rádio e na televisão

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 6º ano do EF sobre Oralidade em programas de esportes no rádio e na televisão

Plano 10 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: José Gilson Lopes Franco

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é décima aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero notícia de esportes e no campo de atuação Jornalístico/Midiático. A aula faz parte do módulo de oralidade.

Materiais necessários: Quadro, pincel, apagador, computador com acesso à Internet, retroprojetor.

Informações sobre o gênero: Trata-se de um gênero textual jornalístico e não literário, que está presente em nosso cotidiano, sendo encontrado principalmente nos meios de comunicação. É um texto informativo, sobre um tema atual ou algum acontecimento real, veiculado pelos principais meios de comunicação: jornais, revistas, meios televisivos, rádio, internet, dentre outros.

Dificuldades antecipadas: Possivelmente, a maior dificuldade será perceber que, na transmissão televisiva, a notícia precisa ser escrita antes, e lida durante a apresentação do telejornal; o que requer um treinamento antecipado (teleprompter). Já na transmissão da notícia pelo rádio, não há essa preparação, predominando, inclusive, até uma certa improvisação.

Referências sobre o assunto:

CANAN, A. A não-linearidade do jornalismo digital. In: FERRARI, P. (org.) Hipertexto, hipermídia: as novas ferramentas da comunicação digital. São Paulo: Contexto, 2010. p. 141-148.

CUNHA, D. A. C. O funcionamento dialógico em notícias e artigos de opinião. In.: DIONÍSIO, A.P.; MACHADO, A.R.; BEZERRA, M.A. (orgs.). Gêneros Textuais & Ensino. São Paulo: Parábola Editorial, 2010 [2002], p. 179 a 184.

FARIA, M. A. Como usar o jornal na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2002 a.

FARIA, M. A. Para ler e fazer o jornal na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2002 b.

FERRARI, P. Jornalismo Digital. São Paulo: Contexto, 2003.

SOUZA, L. V. Gêneros jornalísticos no letramento escolar inicial. In.: DIONÍSIO, A.P.; MACHADO, A.R.; BEZERRA, M.A. (orgs.). Gêneros Textuais & Ensino. São Paulo: Parábola Editorial, 2010 [2002], p. 63 a 80.

SVENTICKAS, P. H. S. A notícia e os gêneros jornalísticos: uma proposta de definição e classificação. In.: TRAVAGLIA, L. C.; FINOTTI, E. M. C. M.; ROJO, R. et al. (orgs.) Uberlândia, EDUFU, 2008. p. 299 a 346.

Links:

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=19249

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações:

  • Apresente o tema da aula com empolgação.
  • Diga que vamos assistir e ouvir notícias de esportes na televisão e no rádio, para comparar como se dá o emprego da oralidade nos dois suportes a serem observados.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações:

  • Organize a turma em círculo para as orientações iniciais;
  • Pergunte: “Onde podemos ouvir notícias de esportes?”
  • Crie um espaço de escuta ativa para ouvir as contribuições dos estudantes.

Orientações ao professor:

  • Sugira à direção da escola que organize um campeonato de esportes interclasses, sobre o qual os estudante farão a cobertura para a apresentação no telejornal escolar.
  • Sugira também que a escola ouça os estudantes, no sentido de valorizar suas contribuições e de assegurar a participação efetiva de todos eles.
  • Proponha que a escola contemple também os esportes radicais (skate) entre as modalidades esportivas sugeridas.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações:

  • Apresentada a aula, com os alunos ainda em círculo, diga-lhes que hoje vamos assistir a um programa esportivo da televisão e outro do rádio para comparamos os dois formatos.
  • Diga que vamos analisar, inicialmente, um programa de esportes na televisão e, que portanto, eles devem fazer anotações sobre as impressões que tiverem.
  • Projete apenas os 2 primeiros blocos, aproximadamente até os 10 minutos, do programa R7, canal Esporte Fantástico, telejornal esportivo. Ele está disponível no link: http://recordtv.r7.com/esporte-fantastico/videos/confira-na-integra-o-esporte-fantastico-deste-sabado-20-15092018.
  • Em seguida, diga que vão ouvir uma notícia de esportes do rádio para estabelecer uma comparação entre os dois formatos.
  • Projete o seguinte áudio de rádio: “O Flamengo teve mais chances e mereceu mais a vitória” (0:55), no link abaixo:

https://radioglobo.globo.com/media/audio/224979/o-flamengo-teve-mais-chances-e-mereceu-mais-vitori.htm

  • Pergunte aos estudantes:

- Como os dois programas estão organizados?

- Vocês acham que na televisão os apresentadores leem as notícias? E no rádio, como é?

- Como é o contexto de produção no dois formatos, rádio e televisão?

- O que dizem os apresentadores?

- Qual é a variedade linguística empregada por eles?

- Para quem essas notícias são dirigidas?

- Qual é a finalidade dessas notícias?

- A linguagem é adequada à situação de comunicação?

  • Crie um espaço de escuta ativa para que os estudantes façam as suas descobertas.

Atenção, professor:

  • O objetivo é que os estudantes percebam que na televisão as notícias são escritas antes de o programa ir ao ar, para serem lidas no momento da transmissão e que, portanto, requerem um maior preparo com antecedência. Também é importante que percebam que no rádio não ocorre essa preparação prévia das falas, sendo a linguagem utilizada mais natural, descontraída e menos formal.
  • Os estudantes devem perceber que a variedade linguística empregada na televisão é a norma-culta padrão e que difere daquela utilizada pelos apresentadores do rádio: informal, não planejada, de improviso;
  • Eles deverão perceber que as notícias são voltadas para as pessoas que gostam de esportes, e aqui, notadamente, de futebol;
  • A finalidade das notícias apresentadas é informar os telespectadores sobre o mundo do futebol.
  • A linguagem utilizada pelos apresentadores está adequada aos dois formatos analisados.

Materiais complementares:

http://recordtv.r7.com/esporte-fantastico/videos/confira-na-integra-o-esporte-fantastico-deste-sabado-20-15092018

https://radioglobo.globo.com/media/audio/224979/o-flamengo-teve-mais-chances-e-mereceu-mais-vitori.htm

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Com a sala ainda em círculo, pergunte:
  • Que descobertas fizemos a partir desta aula?
  • Quais são os contextos de produção nos formatos analisados?

2. Ouça com atenção as contribuições dos estudantes.

3. Faça as considerações finais e realize o fechamento da aula.

Professor: Nesta aula é importante sugerir aos estudantes que planejem uma lista de perguntas para orientar o trabalho de testagem da rubrica de qualidade, que ocorrerá no plano 12. Caso os alunos tenham dificuldades, oriente-os, sugerindo o roteiro de perguntas abaixo:

O objetivo do telejornal, presente no roteiro de planejamento, foi alcançado? A qualidade do som (ouve-se bem os apresentadores? Há ruídos que atrapalham a audição?); A qualidade de imagem é boa? Houve problemas de foco, enquadramento ou resolução da imagem?); e a linguagem corporal (a utilização de expressão facial e linguagem corporal pelos apresentadores foi adequada?); como é o cenário (a organização está favorável? Há elementos que “poluem” a cena?); A variedade linguística utilizada foi adequada ao público-alvo?); As notícias apresentadas foram relevantes? Estão compreensíveis? Como foi a ordem de apresentação? Devemos alterar a ordem?

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é décima aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero notícia de esportes e no campo de atuação Jornalístico/Midiático. A aula faz parte do módulo de oralidade.

Materiais necessários: Quadro, pincel, apagador, computador com acesso à Internet, retroprojetor.

Informações sobre o gênero: Trata-se de um gênero textual jornalístico e não literário, que está presente em nosso cotidiano, sendo encontrado principalmente nos meios de comunicação. É um texto informativo, sobre um tema atual ou algum acontecimento real, veiculado pelos principais meios de comunicação: jornais, revistas, meios televisivos, rádio, internet, dentre outros.

Dificuldades antecipadas: Possivelmente, a maior dificuldade será perceber que, na transmissão televisiva, a notícia precisa ser escrita antes, e lida durante a apresentação do telejornal; o que requer um treinamento antecipado (teleprompter). Já na transmissão da notícia pelo rádio, não há essa preparação, predominando, inclusive, até uma certa improvisação.

Referências sobre o assunto:

CANAN, A. A não-linearidade do jornalismo digital. In: FERRARI, P. (org.) Hipertexto, hipermídia: as novas ferramentas da comunicação digital. São Paulo: Contexto, 2010. p. 141-148.

CUNHA, D. A. C. O funcionamento dialógico em notícias e artigos de opinião. In.: DIONÍSIO, A.P.; MACHADO, A.R.; BEZERRA, M.A. (orgs.). Gêneros Textuais & Ensino. São Paulo: Parábola Editorial, 2010 [2002], p. 179 a 184.

FARIA, M. A. Como usar o jornal na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2002 a.

FARIA, M. A. Para ler e fazer o jornal na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2002 b.

FERRARI, P. Jornalismo Digital. São Paulo: Contexto, 2003.

SOUZA, L. V. Gêneros jornalísticos no letramento escolar inicial. In.: DIONÍSIO, A.P.; MACHADO, A.R.; BEZERRA, M.A. (orgs.). Gêneros Textuais & Ensino. São Paulo: Parábola Editorial, 2010 [2002], p. 63 a 80.

SVENTICKAS, P. H. S. A notícia e os gêneros jornalísticos: uma proposta de definição e classificação. In.: TRAVAGLIA, L. C.; FINOTTI, E. M. C. M.; ROJO, R. et al. (orgs.) Uberlândia, EDUFU, 2008. p. 299 a 346.

Links:

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=19249

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações:

  • Apresente o tema da aula com empolgação.
  • Diga que vamos assistir e ouvir notícias de esportes na televisão e no rádio, para comparar como se dá o emprego da oralidade nos dois suportes a serem observados.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações:

  • Organize a turma em círculo para as orientações iniciais;
  • Pergunte: “Onde podemos ouvir notícias de esportes?”
  • Crie um espaço de escuta ativa para ouvir as contribuições dos estudantes.

Orientações ao professor:

  • Sugira à direção da escola que organize um campeonato de esportes interclasses, sobre o qual os estudante farão a cobertura para a apresentação no telejornal escolar.
  • Sugira também que a escola ouça os estudantes, no sentido de valorizar suas contribuições e de assegurar a participação efetiva de todos eles.
  • Proponha que a escola contemple também os esportes radicais (skate) entre as modalidades esportivas sugeridas.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações:

  • Apresentada a aula, com os alunos ainda em círculo, diga-lhes que hoje vamos assistir a um programa esportivo da televisão e outro do rádio para comparamos os dois formatos.
  • Diga que vamos analisar, inicialmente, um programa de esportes na televisão e, que portanto, eles devem fazer anotações sobre as impressões que tiverem.
  • Projete apenas os 2 primeiros blocos, aproximadamente até os 10 minutos, do programa R7, canal Esporte Fantástico, telejornal esportivo. Ele está disponível no link: http://recordtv.r7.com/esporte-fantastico/videos/confira-na-integra-o-esporte-fantastico-deste-sabado-20-15092018.
  • Em seguida, diga que vão ouvir uma notícia de esportes do rádio para estabelecer uma comparação entre os dois formatos.
  • Projete o seguinte áudio de rádio: “O Flamengo teve mais chances e mereceu mais a vitória” (0:55), no link abaixo:

https://radioglobo.globo.com/media/audio/224979/o-flamengo-teve-mais-chances-e-mereceu-mais-vitori.htm

  • Pergunte aos estudantes:

- Como os dois programas estão organizados?

- Vocês acham que na televisão os apresentadores leem as notícias? E no rádio, como é?

- Como é o contexto de produção no dois formatos, rádio e televisão?

- O que dizem os apresentadores?

- Qual é a variedade linguística empregada por eles?

- Para quem essas notícias são dirigidas?

- Qual é a finalidade dessas notícias?

- A linguagem é adequada à situação de comunicação?

  • Crie um espaço de escuta ativa para que os estudantes façam as suas descobertas.

Atenção, professor:

  • O objetivo é que os estudantes percebam que na televisão as notícias são escritas antes de o programa ir ao ar, para serem lidas no momento da transmissão e que, portanto, requerem um maior preparo com antecedência. Também é importante que percebam que no rádio não ocorre essa preparação prévia das falas, sendo a linguagem utilizada mais natural, descontraída e menos formal.
  • Os estudantes devem perceber que a variedade linguística empregada na televisão é a norma-culta padrão e que difere daquela utilizada pelos apresentadores do rádio: informal, não planejada, de improviso;
  • Eles deverão perceber que as notícias são voltadas para as pessoas que gostam de esportes, e aqui, notadamente, de futebol;
  • A finalidade das notícias apresentadas é informar os telespectadores sobre o mundo do futebol.
  • A linguagem utilizada pelos apresentadores está adequada aos dois formatos analisados.

Materiais complementares:

http://recordtv.r7.com/esporte-fantastico/videos/confira-na-integra-o-esporte-fantastico-deste-sabado-20-15092018

https://radioglobo.globo.com/media/audio/224979/o-flamengo-teve-mais-chances-e-mereceu-mais-vitori.htm

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Com a sala ainda em círculo, pergunte:
  • Que descobertas fizemos a partir desta aula?
  • Quais são os contextos de produção nos formatos analisados?

2. Ouça com atenção as contribuições dos estudantes.

3. Faça as considerações finais e realize o fechamento da aula.

Professor: Nesta aula é importante sugerir aos estudantes que planejem uma lista de perguntas para orientar o trabalho de testagem da rubrica de qualidade, que ocorrerá no plano 12. Caso os alunos tenham dificuldades, oriente-os, sugerindo o roteiro de perguntas abaixo:

O objetivo do telejornal, presente no roteiro de planejamento, foi alcançado? A qualidade do som (ouve-se bem os apresentadores? Há ruídos que atrapalham a audição?); A qualidade de imagem é boa? Houve problemas de foco, enquadramento ou resolução da imagem?); e a linguagem corporal (a utilização de expressão facial e linguagem corporal pelos apresentadores foi adequada?); como é o cenário (a organização está favorável? Há elementos que “poluem” a cena?); A variedade linguística utilizada foi adequada ao público-alvo?); As notícias apresentadas foram relevantes? Estão compreensíveis? Como foi a ordem de apresentação? Devemos alterar a ordem?

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Oralidade do 6º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 6º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP12 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano