15184
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 7º ano > Oralidade

Plano de aula - Planejar uma exposição oral em sala de aula

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 7º ano do EF sobre oralidade e apresentações em sala de aula

Plano 11 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Manuela Sousa Da Conceição

 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é décima primeira aula aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero exposição oral e nos campos de atuação das práticas de estudo e pesquisa/jornalístico midiático. A aula faz parte do módulo de oralidade.

Materiais necessários: Para esta aula, será necessário utilizar o laboratório de informática. Caso a escola não possua esse espaço, os alunos devem pesquisar em seus aparelhos celulares, utilizando o wi-fi da escola ou ainda, se a instituição não possuir nenhum recurso de internet, os estudantes devem ser levados à biblioteca.

Informações sobre o gênero: A exposição oral é um gênero textual público, relativamente formal e específico, no qual um expositor especialista dirige-se a um auditório, de maneira estruturada, para lhe transmitir informações, descrever ou lhe explicar alguma coisa. O expositor deve, também, ao longo de sua exposição, avaliar a novidade e a dificuldade daquilo que expõe permanecendo atento aos sinais que lhe são enviados pelo auditório, e na medida do necessário reformular o modo de se expressar.

Dificuldades antecipadas: Dificuldade de seguir as especificidades do gênero, tendo em vista que, muitas vezes, a oralidade é negligenciada no ambiente escolar.

Referências sobre o assunto:

Bizarra criatura do mar parece uma cobra com tentáculos. National Geographic. 1'10".Disponível em: <https://www.nationalgeographicbrasil.com/>. Acesso em: 24 nov. 2018.

CAVALCANTE, Marianne Bezerra; MELO, Cristina Teixeira Vieira de. Superando os obstáculos de avaliar a oralidade. In MARCUSCHI, Beth e SUASSUNA, Lívia (orgs.). Avaliação em língua portuguesa: contribuições para a prática pedagógica. Belo Horizonte: Autêntica, 2006, pp. 75-93.

FERNANDES, Thamyris. Animais estranhos que existem por aí e você nunca viu. Segredos do mundo, 03 out.2010. Disponível em: <https://segredosdomundo.r7.com/23-animais-estranhos-que-existem-por-ai-e-voce-nunca-viu/>. Acesso em: 24 nov. 2018.

PALMER, Jane. Os animais que conseguem ficar meses (ou anos) sem água. BBC News, Brasil, 9 out. 2016. Disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/vert-earth-37569444>. Acesso em: 24 nov. 2018.

Pangolim se enrola para se proteger de predadores. Programa Animal Planet. Discovery. 4'50" Animal Planet. Disponível em: <https://www.discoverybrasil.com/animal-planet>. Acesso em: 24 nov. 2018.

TEIXEIRA, Ana Paula; BLASQUE, Roberta Garcia; SANTOS, Célia Dias dos. A exposição oral na sala de aula. In: Anais do 7º seminário de pesquisa em Ciências humanas de 17 a 19 de setembro de 2008. Londrina: Eduel, 2008. Disponível em: <http://www.uel.br/eventos/sepech/sepech08/arqtxt/resumos-anais/AnaPTTeixeiraRobertaGBlasque.pdf>. Acesso em: 7 nov 2018.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações:

  • Deixe os alunos colocarem suas hipóteses e seus conhecimentos prévios sobre este inseto. Valorize as informações que eles trazem e as experiências vividas. Logo após, explique que a cigarra é um inseto que não canta até explodir, como muitos pensam. As “casquinhas” das cigarras, encontradas em árvores, nada mais são do que seu processo de crescimento. Esse processo funciona como uma “troca de roupa”. Para que a cigarra cresça, é necessário que o seu velho esqueleto se rompa, aparecendo um novo inseto. Essa dinâmica continuará duas ou três vezes até que ela se torne adulta.

Para esta sequência, foi feito o recorte temático de "natureza estranha", pois é um assunto que instiga a curiosidade e interessa bastante aos alunos. É importante que o estudante tenha afinidade com a temática, pois terá que aprofundar o conteúdo, tendo em vista a realização de rascunhos e ensaios para posteriores exposições orais.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Faça um levantamento dos conhecimentos prévios dos alunos sobre a temática: "Natureza estranha" ou "Curiosidades da Natureza", promovendo uma motivação inicial para a pesquisa. Realize perguntas como:
  • Quem aqui sabe alguma curiosidade sobre a natureza?
  • Já ouviram falar em algum tipo de bicho ou planta estranhos?

Espera-se que os alunos participem respondendo que sim, que já viram na televisão os programas que falam somente dos bichos, ou na internet. Há múltiplas possibilidades de respostas: podem também trazer informações de sua própria vivência ou de algum parente que tenha lhes contado algo. Instigue-os a pensar como a natureza é curiosa e estranha ilustrando com alguns exemplos de bichos e plantas estranhos. Sugerimos um link nos materiais complementares.

2. Peça para que formem grupos de afinidade e escolham uma das curiosidades sobre animais ou plantas citadas pela discussão na turma para fazer um pesquisa mais aprofundada sobre ela e ensaiar uma exposição oral. Diga que é importante que a curiosidade escolhida seja do gosto deles, pois fica mais fácil fazer o trabalho se estiverem interessados no que estão pesquisando.

OBS: Se a turma não participar conforme o esperado, acesse, em materiais complementares, o link de uma matéria que pode instigar o aluno a querer estudar de forma mais aprofundada sobre um determinado animal.

Materiais complementares:

23 coisas incríveis sobre animais que você nunca imaginou. Disponível em: <https://revistagalileu.globo.com/Ciencia/noticia/2017/08/23-coisas-incriveis-sobre-animais-que-voce-nunca-imaginou.html>. Acesso em: 19 nov. 2018.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

Orientações:

  • Explique aos grupos que farão agora a leitura de algumas perguntas e sugestões que vão servir de roteiro para o rascunho da apresentação oral dos grupos.
  • Após a leitura e o esclarecimento de eventuais dúvidas deles sobre as perguntas e sugestões, dê tempo para que realizem a pesquisa, sempre orientando e acompanhando o trabalho dos grupos e intervindo quando necessário. Atenção para os sites de busca sobre animais e plantas curiosos: devem ser sites confiáveis, conceituados, vinculados à alguma universidade, instituto de pesquisa, instituição vinculada ao meio-ambiente, canal de TV reconhecidamente idôneo etc. Há em “Referências sobre o assunto” (slide 1) algumas sugestões de sites.
  • A organização do trabalho deverá ser anotada no caderno. Peça para que os estudantes esquematizem o conteúdo que será exposto nos slides. Como sugestão, foi criado um documento para orientar os alunos na confecção dos slides, o link está na lista dos materiais complementares.
  • Designe um tempo para os estudantes dividirem suas falas e ensaiarem, nos grupos, o que cada membro vai falar. É importante frisar os aspectos que caracterizam a modalidade oral, que vão além dos elementos linguísticos, como: qualidade da voz, maneira de produzir a fala, se há hesitações, risos, respiração ofegante, choro ou irritação. Além desses critérios, é preciso observar como os gestos e as movimentações corporais acompanham os atos linguísticos. É imprescindível observar a postura corporal, troca de olhares, mímicas faciais e outros gestos. Para saber mais sobre o assunto, leia o texto de Suassuna e Marcuschi, disponibilizado em “Referências sobre o assunto”.

Materiais complementares:

Sobre a confecção dos slides, acesse algumas dicas aqui.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Explique aos grupos que farão agora a leitura de algumas perguntas e sugestões que vão servir de roteiro para o rascunho da apresentação oral dos grupos.
  • Após a leitura e o esclarecimento de eventuais dúvidas deles sobre as perguntas e sugestões, dê tempo para que realizem a pesquisa, sempre orientando e acompanhando o trabalho dos grupos e intervindo quando necessário. Atenção para os sites de busca sobre animais e plantas curiosos: devem ser sites confiáveis, conceituados, vinculados à alguma universidade, instituto de pesquisa, instituição vinculada ao meio-ambiente, canal de TV reconhecidamente idôneo etc. Colocamos em “Referências sobre o assunto” (slide 1) algumas sugestões de sites.
  • A organização do trabalho deverá ser anotada no caderno. Peça para que os estudantes esquematizem o conteúdo que será exposto nos slides. Como sugestão, foi criado um documento para orientar os alunos na confecção dos slides, o link está na lista dos materiais complementares.
  • Designe um tempo para os estudantes dividirem suas falas e ensaiarem, nos grupos, o que cada membro vai falar. É importante frisar os aspectos que caracterizam a modalidade oral, que vão além dos elementos linguísticos, como: qualidade da voz, maneira de produzir a fala, se há hesitações, risos, respiração ofegante, choro ou irritação. Além desses critérios, é preciso observar como os gestos e as movimentações corporais acompanham os atos linguísticos. É imprescindível observar a postura corporal, troca de olhares, mímicas faciais e outros gestos. Para saber mais sobre o assunto, leia o texto de Suassuna e Marcuschi, disponibilizado em “Referências sobre o assunto”.

Materiais complementares:

Sobre a confecção dos slides, acesse algumas dicas aqui.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Para fechar a aula, avise que o tempo de ensaio terminou.
  • Solicite que as equipes digam quais foram os maiores desafios e dificuldades na hora do ensaio e faça uma pequena lista. Os alunos podem trazer observações do tipo:

  • Alguns colegas falaram num tom de voz muito baixo;
  • Alguns colegas ficaram lendo os materiais ao invés de tentar falar sem ler;
  • Alguns colegas ficaram rindo e conversando;
  • Alguns colegas estão muito nervosos e com medo de errar.

3. Para cada observação, busque encontrar uma solução com eles, para que consigam superar as dificuldades. Veja algumas possibilidades:

  • Alguns colegas falaram num tom de voz muito baixo: combinem um sinal discreto no grupo para que o colega aumente a voz quando estiver falando muito baixinho. Levantar a cabeça, relaxar os ombros e o trapézio, respirar devagar e abrir bem a boca podem ser boas dicas para projetar a voz.
  • Alguns colegas ficaram lendo os materiais ao invés de tentar falar sem ler: colegas devem ensaiar em casa, ler várias vezes o material e falar para si mesmo, no espelho, ou para a família, isso ajuda bastante a gravar o que irá dizer.
  • Alguns colegas ficaram rindo e conversando: todos devem ter consciência de que é um trabalho de aula e que vai ser bom para todos se levarem a sério, pois vão aprender. É preciso aprender a escutar os colegas e valorizar a fala do outro.
  • Alguns colegas estão muito nervosos e com medo de errar: a solução aqui é o ensaio e falar seu texto para parentes, amigos, treinar bastante para ficar seguro na hora de apresentar. Também ter consciência de que pode errar, estamos em uma escola, um dos únicos lugares do mundo em que podemos errar, pois o erro serve para aprender. Estão no sétimo ano, ainda têm muito a errar e aprender.

4. Conclua a aula dando parabéns aos grupos e diga que tem a certeza de que a exposição oral será um sucesso.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é décima primeira aula aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero exposição oral e nos campos de atuação das práticas de estudo e pesquisa/jornalístico midiático. A aula faz parte do módulo de oralidade.

Materiais necessários: Para esta aula, será necessário utilizar o laboratório de informática. Caso a escola não possua esse espaço, os alunos devem pesquisar em seus aparelhos celulares, utilizando o wi-fi da escola ou ainda, se a instituição não possuir nenhum recurso de internet, os estudantes devem ser levados à biblioteca.

Informações sobre o gênero: A exposição oral é um gênero textual público, relativamente formal e específico, no qual um expositor especialista dirige-se a um auditório, de maneira estruturada, para lhe transmitir informações, descrever ou lhe explicar alguma coisa. O expositor deve, também, ao longo de sua exposição, avaliar a novidade e a dificuldade daquilo que expõe permanecendo atento aos sinais que lhe são enviados pelo auditório, e na medida do necessário reformular o modo de se expressar.

Dificuldades antecipadas: Dificuldade de seguir as especificidades do gênero, tendo em vista que, muitas vezes, a oralidade é negligenciada no ambiente escolar.

Referências sobre o assunto:

Bizarra criatura do mar parece uma cobra com tentáculos. National Geographic. 1'10".Disponível em: <https://www.nationalgeographicbrasil.com/>. Acesso em: 24 nov. 2018.

CAVALCANTE, Marianne Bezerra; MELO, Cristina Teixeira Vieira de. Superando os obstáculos de avaliar a oralidade. In MARCUSCHI, Beth e SUASSUNA, Lívia (orgs.). Avaliação em língua portuguesa: contribuições para a prática pedagógica. Belo Horizonte: Autêntica, 2006, pp. 75-93.

FERNANDES, Thamyris. Animais estranhos que existem por aí e você nunca viu. Segredos do mundo, 03 out.2010. Disponível em: <https://segredosdomundo.r7.com/23-animais-estranhos-que-existem-por-ai-e-voce-nunca-viu/>. Acesso em: 24 nov. 2018.

PALMER, Jane. Os animais que conseguem ficar meses (ou anos) sem água. BBC News, Brasil, 9 out. 2016. Disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/vert-earth-37569444>. Acesso em: 24 nov. 2018.

Pangolim se enrola para se proteger de predadores. Programa Animal Planet. Discovery. 4'50" Animal Planet. Disponível em: <https://www.discoverybrasil.com/animal-planet>. Acesso em: 24 nov. 2018.

TEIXEIRA, Ana Paula; BLASQUE, Roberta Garcia; SANTOS, Célia Dias dos. A exposição oral na sala de aula. In: Anais do 7º seminário de pesquisa em Ciências humanas de 17 a 19 de setembro de 2008. Londrina: Eduel, 2008. Disponível em: <http://www.uel.br/eventos/sepech/sepech08/arqtxt/resumos-anais/AnaPTTeixeiraRobertaGBlasque.pdf>. Acesso em: 7 nov 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações:

  • Deixe os alunos colocarem suas hipóteses e seus conhecimentos prévios sobre este inseto. Valorize as informações que eles trazem e as experiências vividas. Logo após, explique que a cigarra é um inseto que não canta até explodir, como muitos pensam. As “casquinhas” das cigarras, encontradas em árvores, nada mais são do que seu processo de crescimento. Esse processo funciona como uma “troca de roupa”. Para que a cigarra cresça, é necessário que o seu velho esqueleto se rompa, aparecendo um novo inseto. Essa dinâmica continuará duas ou três vezes até que ela se torne adulta.

Para esta sequência, foi feito o recorte temático de "natureza estranha", pois é um assunto que instiga a curiosidade e interessa bastante aos alunos. É importante que o estudante tenha afinidade com a temática, pois terá que aprofundar o conteúdo, tendo em vista a realização de rascunhos e ensaios para posteriores exposições orais.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Faça um levantamento dos conhecimentos prévios dos alunos sobre a temática: "Natureza estranha" ou "Curiosidades da Natureza", promovendo uma motivação inicial para a pesquisa. Realize perguntas como:
  • Quem aqui sabe alguma curiosidade sobre a natureza?
  • Já ouviram falar em algum tipo de bicho ou planta estranhos?

Espera-se que os alunos participem respondendo que sim, que já viram na televisão os programas que falam somente dos bichos, ou na internet. Há múltiplas possibilidades de respostas: podem também trazer informações de sua própria vivência ou de algum parente que tenha lhes contado algo. Instigue-os a pensar como a natureza é curiosa e estranha ilustrando com alguns exemplos de bichos e plantas estranhos. Sugerimos um link nos materiais complementares.

2. Peça para que formem grupos de afinidade e escolham uma das curiosidades sobre animais ou plantas citadas pela discussão na turma para fazer um pesquisa mais aprofundada sobre ela e ensaiar uma exposição oral. Diga que é importante que a curiosidade escolhida seja do gosto deles, pois fica mais fácil fazer o trabalho se estiverem interessados no que estão pesquisando.

OBS: Se a turma não participar conforme o esperado, acesse, em materiais complementares, o link de uma matéria que pode instigar o aluno a querer estudar de forma mais aprofundada sobre um determinado animal.

Materiais complementares:

23 coisas incríveis sobre animais que você nunca imaginou. Disponível em: <https://revistagalileu.globo.com/Ciencia/noticia/2017/08/23-coisas-incriveis-sobre-animais-que-voce-nunca-imaginou.html>. Acesso em: 19 nov. 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

Orientações:

  • Explique aos grupos que farão agora a leitura de algumas perguntas e sugestões que vão servir de roteiro para o rascunho da apresentação oral dos grupos.
  • Após a leitura e o esclarecimento de eventuais dúvidas deles sobre as perguntas e sugestões, dê tempo para que realizem a pesquisa, sempre orientando e acompanhando o trabalho dos grupos e intervindo quando necessário. Atenção para os sites de busca sobre animais e plantas curiosos: devem ser sites confiáveis, conceituados, vinculados à alguma universidade, instituto de pesquisa, instituição vinculada ao meio-ambiente, canal de TV reconhecidamente idôneo etc. Há em “Referências sobre o assunto” (slide 1) algumas sugestões de sites.
  • A organização do trabalho deverá ser anotada no caderno. Peça para que os estudantes esquematizem o conteúdo que será exposto nos slides. Como sugestão, foi criado um documento para orientar os alunos na confecção dos slides, o link está na lista dos materiais complementares.
  • Designe um tempo para os estudantes dividirem suas falas e ensaiarem, nos grupos, o que cada membro vai falar. É importante frisar os aspectos que caracterizam a modalidade oral, que vão além dos elementos linguísticos, como: qualidade da voz, maneira de produzir a fala, se há hesitações, risos, respiração ofegante, choro ou irritação. Além desses critérios, é preciso observar como os gestos e as movimentações corporais acompanham os atos linguísticos. É imprescindível observar a postura corporal, troca de olhares, mímicas faciais e outros gestos. Para saber mais sobre o assunto, leia o texto de Suassuna e Marcuschi, disponibilizado em “Referências sobre o assunto”.

Materiais complementares:

Sobre a confecção dos slides, acesse algumas dicas aqui.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Explique aos grupos que farão agora a leitura de algumas perguntas e sugestões que vão servir de roteiro para o rascunho da apresentação oral dos grupos.
  • Após a leitura e o esclarecimento de eventuais dúvidas deles sobre as perguntas e sugestões, dê tempo para que realizem a pesquisa, sempre orientando e acompanhando o trabalho dos grupos e intervindo quando necessário. Atenção para os sites de busca sobre animais e plantas curiosos: devem ser sites confiáveis, conceituados, vinculados à alguma universidade, instituto de pesquisa, instituição vinculada ao meio-ambiente, canal de TV reconhecidamente idôneo etc. Colocamos em “Referências sobre o assunto” (slide 1) algumas sugestões de sites.
  • A organização do trabalho deverá ser anotada no caderno. Peça para que os estudantes esquematizem o conteúdo que será exposto nos slides. Como sugestão, foi criado um documento para orientar os alunos na confecção dos slides, o link está na lista dos materiais complementares.
  • Designe um tempo para os estudantes dividirem suas falas e ensaiarem, nos grupos, o que cada membro vai falar. É importante frisar os aspectos que caracterizam a modalidade oral, que vão além dos elementos linguísticos, como: qualidade da voz, maneira de produzir a fala, se há hesitações, risos, respiração ofegante, choro ou irritação. Além desses critérios, é preciso observar como os gestos e as movimentações corporais acompanham os atos linguísticos. É imprescindível observar a postura corporal, troca de olhares, mímicas faciais e outros gestos. Para saber mais sobre o assunto, leia o texto de Suassuna e Marcuschi, disponibilizado em “Referências sobre o assunto”.

Materiais complementares:

Sobre a confecção dos slides, acesse algumas dicas aqui.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Para fechar a aula, avise que o tempo de ensaio terminou.
  • Solicite que as equipes digam quais foram os maiores desafios e dificuldades na hora do ensaio e faça uma pequena lista. Os alunos podem trazer observações do tipo:

  • Alguns colegas falaram num tom de voz muito baixo;
  • Alguns colegas ficaram lendo os materiais ao invés de tentar falar sem ler;
  • Alguns colegas ficaram rindo e conversando;
  • Alguns colegas estão muito nervosos e com medo de errar.

3. Para cada observação, busque encontrar uma solução com eles, para que consigam superar as dificuldades. Veja algumas possibilidades:

  • Alguns colegas falaram num tom de voz muito baixo: combinem um sinal discreto no grupo para que o colega aumente a voz quando estiver falando muito baixinho. Levantar a cabeça, relaxar os ombros e o trapézio, respirar devagar e abrir bem a boca podem ser boas dicas para projetar a voz.
  • Alguns colegas ficaram lendo os materiais ao invés de tentar falar sem ler: colegas devem ensaiar em casa, ler várias vezes o material e falar para si mesmo, no espelho, ou para a família, isso ajuda bastante a gravar o que irá dizer.
  • Alguns colegas ficaram rindo e conversando: todos devem ter consciência de que é um trabalho de aula e que vai ser bom para todos se levarem a sério, pois vão aprender. É preciso aprender a escutar os colegas e valorizar a fala do outro.
  • Alguns colegas estão muito nervosos e com medo de errar: a solução aqui é o ensaio e falar seu texto para parentes, amigos, treinar bastante para ficar seguro na hora de apresentar. Também ter consciência de que pode errar, estamos em uma escola, um dos únicos lugares do mundo em que podemos errar, pois o erro serve para aprender. Estão no sétimo ano, ainda têm muito a errar e aprender.

4. Conclua a aula dando parabéns aos grupos e diga que tem a certeza de que a exposição oral será um sucesso.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Oralidade do 7º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 7º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF67LP24 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP38 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano