15161
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 9º ano > Oralidade

Plano de aula - Planejamento de um roteiro de entrevista oral para coleta de dados

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 9º ano do Ensino Fundamental sobre produção de textos jornalísticos orais/ Planejamento e produção de textos jornalísticos orais.

Plano 10 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Fernanda Costa Baccaro Fonseca

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é décima aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero biografia romanceada/entrevista oral e no campo de atuação artístico literário. A aula faz parte do módulo de oralidade. Observe que a entrevista oral tem como objetivo, nesta sequência, a coleta de dados para a produção de um capítulo de uma biografia romanceada.

Informações sobre o gênero: A entrevista pertence ao grupo dos textos informativos. Marcada pela oralidade, revela a interação entre entrevistador e entrevistado por meio do discurso direto. O gênero circula pelos meios de comunicação, como jornais, revistas, televisão, rádio, internet. Por meio das entrevistas, faz-se a difusão de conhecimentos e contribui-se com a formação de opinião.

Materiais necessários: Datashow, caixas de som, materiais de uso diário: papel e caneta.

Dificuldades antecipadas: Os alunos podem encontrar dificuldades para priorizar os aspectos a serem abordados na entrevista. Nesse caso, é importante orientá-los quanto à relevância dos dados a serem coletados e também sobre a possibilidade de se fazer perguntas sobre fatos curiosos e de caráter emocional, para instigar a curiosidade dos leitores; orientá-los também sobre a adequação da escolha do biografado e da seleção do episódio a ser narrado, que precisará despertar o interesse do leitor e garantir o caráter literário do gênero.

Referências sobre o assunto:

CAMPOS, Maria Inês; ROCHA, Regina Braz. Gêneros em rede: leitura e produção de texto. São Paulo: FTD, 2013.

DIONÍSIO, Angela Paiva; MACHADO, Anna Rachel; BEZERRA, Maria Auxiliadora (org.). Gêneros textuais e ensino. São Paulo: Parábola Editorial, 2010.

KÖCHE, Vanilda Salton; MARINELLO, Adiane Fogali. Ler, escrever e analisar a língua a partir de gêneros textuais. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2017.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Da fala para a escrita: Atividades de retextualização. 7a ed. São Paulo: Cortez, 2007.

PACHECO, Letícia Priscila. O gênero entrevista como ferramenta de ensino em aulas de língua portuguesa. Disponível em:

<https://periodicos.ufsm.br/LeC/article/viewFile/28271/15979>. Acesso em: 21 dez. 2018.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações:

  • Leia o tema da aula e explique aos alunos que, nesse momento, eles definirão quem será o escolhido para ser entrevistado e, posteriormente, ter um capítulo de sua vida eternizado em uma biografia romanceada.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 14 minutos

Orientações:

  • Explique aos alunos que eles assistirão a um trecho de uma entrevista com o biógrafo Carlos Didier, em que ele destaca a importância de se escolher bem o biografado e a necessidade de se coletar informações verdadeiras e relevantes sobre ele.
  • Exiba o vídeo, acessando o link abaixo:
    DIDIER, Carlos. O que é uma biografia? 2007. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=_9gnVPCCqhY>.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Reúna os alunos em duplas e peça a eles que respondam às perguntas propostas, que podem ser exibidas no projetor ou distribuídas aos alunos. (O arquivo para cópias está disponível em materiais complementares e as sugestões de resposta ao final das orientações). O trabalho em duplas é aconselhável para uma troca rápida de ideias e também se faz útil na análise de questões de caráter pessoal, dando oportunidade aos alunos de expor seus pontos de vista.
  • Peça a algumas duplas para compartilhar suas respostas, buscando sempre alternar os alunos indicados, estimulando a participação de todos.
  • Observe as respostas e conduza as discussões. Respostas esperadas:

1) - É importante que os alunos percebam que a entrevistadora iniciou sua entrevista apresentando brevemente o entrevistado e dando-lhe boas vindas, criando um ambiente favorável para o início da conversa.

2) - É importante que os alunos notem que a entrevistadora mesclou perguntas de cunho pessoal a outras mais objetivas, relacionadas à sua profissão, o que resultou em uma entrevista capaz de revelar múltiplas facetas do entrevistado.

3) - As respostas atenderam às perguntas. Torne observável aos alunos que o entrevistado sentia-se bastante à vontade e demonstrava satisfação em falar sobre seu trabalho.

4) - Sim. Ela interage com o entrevistado e interpõe novas perguntas a partir de dados fornecidos por ele.
5) - É evidente o trabalho de preparação prévia da entrevistadora. Desde a apresentação do biografado, como ao citar dados concretos em relação ao trabalho do entrevistado (como número de depoimentos colhidos por ele, por exemplo.)

Materiais complementares:

Para cópias das perguntas, clique aqui.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Reúna os alunos em grupos; estipule o número de participantes baseado na quantidade de alunos que há na sala. A partir de agora, os grupos serão fixos até a conclusão dos trabalhos. Como se trata de uma produção que exigirá um planejamento e demandará várias etapas, o trabalho em grupo se mostra adequado para uma melhor divisão de tarefas.
  • Explique aos alunos que cada equipe produzirá um capítulo para compor um livro do gênero biografia romanceada, sobre pessoas que fazem parte da comunidade escolar ou local.
  • Permita que os alunos se reúnam para decidir quem será o escolhido de cada equipe.
  • Torne observável aos alunos que esse momento é muito importante para o sucesso da empreitada, pois a personalidade escolhida deve ser de interesse do público leitor.
  • Reserve cerca de 10 minutos para esse debate.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Explique aos alunos que essa é apenas a primeira etapa do processo de organização para a efetivação da entrevista e que roteiro inicial poderá ser ajustado, de acordo com informações adquiridas futuramente.
  • Peça às equipes que leiam as orientações cuidadosamente.
  • Forneça sugestões aos alunos em relação ao segundo item, relacionado ao recorte a ser feito: falar da infância?/adolescência?/momento da escolha da profissão?/ casamento?/nascimento dos filhos?/mudança de endereço?, dentre outras possibilidades.
  • Deixe claro para as equipes que, durante a entrevista, novos fatos podem surgir e a escolha inicial quanto ao aspecto a ser privilegiado poderá ser modificada.
  • Reserve cerca de 15 minutos para as discussões dessa etapa.
  • Para essa aula, seria interessante que os alunos tivessem acesso à internet, para a coleta inicial de dados. Caso não seja possível, comunique aos alunos que a pesquisa pode ser realizada fora do horário de aula e reforce que ajustes no roteiro serão aceitos.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Peça aos alunos que determinem qual papel cada integrante da equipe assumirá.
  • Esclareça aos alunos que novas funções podem ser necessárias e que as tarefas podem ser compartilhadas por mais de um membro da equipe.
  • Deixe claro para os alunos que o objetivo, nesse momento, é propor uma divisão de tarefas para que o trabalho seja bem executado, mas há flexibilidade nesse roteiro.
  • Reserve cerca de 5 minutos para essa etapa da discussão.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Peça aos alunos que se organizem para produzir - como tarefa de casa - um roteiro da entrevista, discriminando os itens solicitados.
  • Reforce a necessidade de realizarem novas pesquisas sobre o entrevistado/biografado em casa para refinar o roteiro.
  • Combine com a classe que o roteiro deve conter cerca de dez perguntas, que estimulem o entrevistado a falar sobre o evento importante que marcou sua vida e que a entrevista deve durar de 45 minutos a 1 hora; lembre-os ainda que a entrevista não é o único meio de se obter dados para a escrita do capítulo, e que outras formas de coleta de dados podem ser utilizadas (consulta a biblioteca local, leitura de matérias jornalísticas, conversa com pessoas próximas ao biografado etc.).
  • Estipule uma data para a entrega desse roteiro, que deve acontecer antes que a entrevista seja, de fato, gravada, para que você possa avaliar se o roteiro é factível.
  • Recebidas as primeiras versões dos roteiros, faça uma revisão dos documentos. Fique atento à qualidade das perguntas propostas e verifique se elas dão margem ao desenvolvimento do assunto, por parte do entrevistado, e se caminham em uma única direção, com o objetivo de se obter dados suficientes para a composição de um capítulo de uma biografia romanceada sobre um evento importante na vida do biografado.
  • Caso seja necessário, insira orientações para melhorar o trabalho, redirecionando a forma como as perguntas foram formuladas e sugerindo outras questões que achar pertinente.
  • Por fim, agende a data de entrega das reescritas dos roteiros e dê continuidade à sequência. Note que as etapas de revisão e reescrita para determinados grupos podem demandar mais tempo do que foi planejado e, nesse caso, a atividade pode ocupar mais de uma aula. Caso tenha um tempo maior para realizar a sequência de atividades, seria interessante que as etapas de produção e reescrita do roteiro fossem feitas em sala, com o acompanhamento das etapas realizado de forma integralmente presencial pelo professor.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é décima aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero biografia romanceada/entrevista oral e no campo de atuação artístico literário. A aula faz parte do módulo de oralidade. Observe que a entrevista oral tem como objetivo, nesta sequência, a coleta de dados para a produção de um capítulo de uma biografia romanceada.

Informações sobre o gênero: A entrevista pertence ao grupo dos textos informativos. Marcada pela oralidade, revela a interação entre entrevistador e entrevistado por meio do discurso direto. O gênero circula pelos meios de comunicação, como jornais, revistas, televisão, rádio, internet. Por meio das entrevistas, faz-se a difusão de conhecimentos e contribui-se com a formação de opinião.

Materiais necessários: Datashow, caixas de som, materiais de uso diário: papel e caneta.

Dificuldades antecipadas: Os alunos podem encontrar dificuldades para priorizar os aspectos a serem abordados na entrevista. Nesse caso, é importante orientá-los quanto à relevância dos dados a serem coletados e também sobre a possibilidade de se fazer perguntas sobre fatos curiosos e de caráter emocional, para instigar a curiosidade dos leitores; orientá-los também sobre a adequação da escolha do biografado e da seleção do episódio a ser narrado, que precisará despertar o interesse do leitor e garantir o caráter literário do gênero.

Referências sobre o assunto:

CAMPOS, Maria Inês; ROCHA, Regina Braz. Gêneros em rede: leitura e produção de texto. São Paulo: FTD, 2013.

DIONÍSIO, Angela Paiva; MACHADO, Anna Rachel; BEZERRA, Maria Auxiliadora (org.). Gêneros textuais e ensino. São Paulo: Parábola Editorial, 2010.

KÖCHE, Vanilda Salton; MARINELLO, Adiane Fogali. Ler, escrever e analisar a língua a partir de gêneros textuais. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2017.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Da fala para a escrita: Atividades de retextualização. 7a ed. São Paulo: Cortez, 2007.

PACHECO, Letícia Priscila. O gênero entrevista como ferramenta de ensino em aulas de língua portuguesa. Disponível em:

<https://periodicos.ufsm.br/LeC/article/viewFile/28271/15979>. Acesso em: 21 dez. 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações:

  • Leia o tema da aula e explique aos alunos que, nesse momento, eles definirão quem será o escolhido para ser entrevistado e, posteriormente, ter um capítulo de sua vida eternizado em uma biografia romanceada.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 14 minutos

Orientações:

  • Explique aos alunos que eles assistirão a um trecho de uma entrevista com o biógrafo Carlos Didier, em que ele destaca a importância de se escolher bem o biografado e a necessidade de se coletar informações verdadeiras e relevantes sobre ele.
  • Exiba o vídeo, acessando o link abaixo:
    DIDIER, Carlos. O que é uma biografia? 2007. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=_9gnVPCCqhY>.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Reúna os alunos em duplas e peça a eles que respondam às perguntas propostas, que podem ser exibidas no projetor ou distribuídas aos alunos. (O arquivo para cópias está disponível em materiais complementares e as sugestões de resposta ao final das orientações). O trabalho em duplas é aconselhável para uma troca rápida de ideias e também se faz útil na análise de questões de caráter pessoal, dando oportunidade aos alunos de expor seus pontos de vista.
  • Peça a algumas duplas para compartilhar suas respostas, buscando sempre alternar os alunos indicados, estimulando a participação de todos.
  • Observe as respostas e conduza as discussões. Respostas esperadas:

1) - É importante que os alunos percebam que a entrevistadora iniciou sua entrevista apresentando brevemente o entrevistado e dando-lhe boas vindas, criando um ambiente favorável para o início da conversa.

2) - É importante que os alunos notem que a entrevistadora mesclou perguntas de cunho pessoal a outras mais objetivas, relacionadas à sua profissão, o que resultou em uma entrevista capaz de revelar múltiplas facetas do entrevistado.

3) - As respostas atenderam às perguntas. Torne observável aos alunos que o entrevistado sentia-se bastante à vontade e demonstrava satisfação em falar sobre seu trabalho.

4) - Sim. Ela interage com o entrevistado e interpõe novas perguntas a partir de dados fornecidos por ele.
5) - É evidente o trabalho de preparação prévia da entrevistadora. Desde a apresentação do biografado, como ao citar dados concretos em relação ao trabalho do entrevistado (como número de depoimentos colhidos por ele, por exemplo.)

Materiais complementares:

Para cópias das perguntas, clique aqui.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Reúna os alunos em grupos; estipule o número de participantes baseado na quantidade de alunos que há na sala. A partir de agora, os grupos serão fixos até a conclusão dos trabalhos. Como se trata de uma produção que exigirá um planejamento e demandará várias etapas, o trabalho em grupo se mostra adequado para uma melhor divisão de tarefas.
  • Explique aos alunos que cada equipe produzirá um capítulo para compor um livro do gênero biografia romanceada, sobre pessoas que fazem parte da comunidade escolar ou local.
  • Permita que os alunos se reúnam para decidir quem será o escolhido de cada equipe.
  • Torne observável aos alunos que esse momento é muito importante para o sucesso da empreitada, pois a personalidade escolhida deve ser de interesse do público leitor.
  • Reserve cerca de 10 minutos para esse debate.
Slide Plano Aula

Orientações:

  • Explique aos alunos que essa é apenas a primeira etapa do processo de organização para a efetivação da entrevista e que roteiro inicial poderá ser ajustado, de acordo com informações adquiridas futuramente.
  • Peça às equipes que leiam as orientações cuidadosamente.
  • Forneça sugestões aos alunos em relação ao segundo item, relacionado ao recorte a ser feito: falar da infância?/adolescência?/momento da escolha da profissão?/ casamento?/nascimento dos filhos?/mudança de endereço?, dentre outras possibilidades.
  • Deixe claro para as equipes que, durante a entrevista, novos fatos podem surgir e a escolha inicial quanto ao aspecto a ser privilegiado poderá ser modificada.
  • Reserve cerca de 15 minutos para as discussões dessa etapa.
  • Para essa aula, seria interessante que os alunos tivessem acesso à internet, para a coleta inicial de dados. Caso não seja possível, comunique aos alunos que a pesquisa pode ser realizada fora do horário de aula e reforce que ajustes no roteiro serão aceitos.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Peça aos alunos que determinem qual papel cada integrante da equipe assumirá.
  • Esclareça aos alunos que novas funções podem ser necessárias e que as tarefas podem ser compartilhadas por mais de um membro da equipe.
  • Deixe claro para os alunos que o objetivo, nesse momento, é propor uma divisão de tarefas para que o trabalho seja bem executado, mas há flexibilidade nesse roteiro.
  • Reserve cerca de 5 minutos para essa etapa da discussão.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Peça aos alunos que se organizem para produzir - como tarefa de casa - um roteiro da entrevista, discriminando os itens solicitados.
  • Reforce a necessidade de realizarem novas pesquisas sobre o entrevistado/biografado em casa para refinar o roteiro.
  • Combine com a classe que o roteiro deve conter cerca de dez perguntas, que estimulem o entrevistado a falar sobre o evento importante que marcou sua vida e que a entrevista deve durar de 45 minutos a 1 hora; lembre-os ainda que a entrevista não é o único meio de se obter dados para a escrita do capítulo, e que outras formas de coleta de dados podem ser utilizadas (consulta a biblioteca local, leitura de matérias jornalísticas, conversa com pessoas próximas ao biografado etc.).
  • Estipule uma data para a entrega desse roteiro, que deve acontecer antes que a entrevista seja, de fato, gravada, para que você possa avaliar se o roteiro é factível.
  • Recebidas as primeiras versões dos roteiros, faça uma revisão dos documentos. Fique atento à qualidade das perguntas propostas e verifique se elas dão margem ao desenvolvimento do assunto, por parte do entrevistado, e se caminham em uma única direção, com o objetivo de se obter dados suficientes para a composição de um capítulo de uma biografia romanceada sobre um evento importante na vida do biografado.
  • Caso seja necessário, insira orientações para melhorar o trabalho, redirecionando a forma como as perguntas foram formuladas e sugerindo outras questões que achar pertinente.
  • Por fim, agende a data de entrega das reescritas dos roteiros e dê continuidade à sequência. Note que as etapas de revisão e reescrita para determinados grupos podem demandar mais tempo do que foi planejado e, nesse caso, a atividade pode ocupar mais de uma aula. Caso tenha um tempo maior para realizar a sequência de atividades, seria interessante que as etapas de produção e reescrita do roteiro fossem feitas em sala, com o acompanhamento das etapas realizado de forma integralmente presencial pelo professor.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Oralidade do 9º ano :

9º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 9º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP11 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP12 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP10 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano