15151
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 6º ano > Oralidade

Plano de aula - Recursos cinésicos e paralinguísticos em uma exposição oral

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 6º ano do EF sobre Recursos cinésicos e paralinguísticos em uma exposição oral

Plano 10 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Louise Arosa Prol Otero

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é décima aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero anotação/exposição oral no campo de atuação das práticas de estudo e pesquisa. A aula faz parte do módulo de análise linguística e semiótica.

Para contextualizar o ensino da exposição oral como gênero textual que circula no campo das práticas de estudo e pesquisa, esta sequência de 15 planos de aula pode ser usada no desenvolvimento de um projeto de pesquisa e divulgação científica. Nestas aulas, sugerimos textos da área de Arqueologia, mas você poderá modificar o tema, escolhendo novos textos.

Materiais necessários:

Material para anotar (caderno), computador com acesso à internet, projetor de vídeo e amplificador de áudio.

Para esta aula, sugerimos dois vídeos. O primeiro vídeo é “Encontramos o fóssil mais antigo de Homo sapiens fora da África” SUPERNOVAS, disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=eo5XgVU8Mko>, acesso em: 4 nov. 2018.

O segundo vídeo é “O Segredo de Sambaqui - Entrevista com Gabriela Oppitz”, disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=Hk-xeMfteVo>, acesso em: 4 nov. 2018.

Informações sobre o gênero:

A exposição oral é um gênero textual público que circula no campo das práticas de estudo e pesquisa. Quanto à estrutura composicional do gênero, a exposição oral é um texto monologado, apresentado por um orador para uma plateia, com o objetivo de transmitir informações, descrever e explicar um tema ou pesquisa, sobre o qual o orador é um especialista. Quanto ao estilo, a exposição oral é formal e organiza-se a partir da seleção de informações e organização de ideias principais e secundárias. A exposição pode ser organizada em uma fase de abertura, introdução ao tema, apresentação do plano da exposição, desenvolvimento, conclusão e encerramento da exposição oral.

Dificuldades antecipadas:

Os estudantes poderão apresentar dificuldades em considerar as formas de preparação de uma exposição oral, como, por exemplo, se a exposição está sendo lida, se o expositor tem um roteiro de tópicos para organizar sua exposição, ou se a exposição é feita de forma espontânea, ou seja sem nenhuma preparação anterior. Além disso, os alunos podem ter dificuldade de compreender que os elementos paralinguísticos (qualidade da voz, ritmo da fala, pausas, risos, gritos) e cinésicos (movimentos, gestos e expressões faciais) de uma exposição oral podem revelar o tipo e planejamento prévio de uma exposição oral.

Referências sobre o assunto:

MELO, C. V. M.; CAVALCANTE, M. C. B. Superando os obstáculos de avaliar a oralidade. In: MARCURSCHI, B.; SUASSUNA L. (orgs). Avaliação em língua portuguesa: contribuições para a prática pedagógica. Belo Horizonte: Autêntica , 2007.

SCHNEUWLY, B. et al. Gêneros orais e escritos na escola. Tradução e organização de Roxane Rojo e Glaís Sales Cordeiro. São Paulo: Mercado de Letras, 2004.

Linguagens e códigos. ”Práticas e gêneros orais na escola”. Disponível em:

<https://midia.atp.usp.br/impressos/redefor/GestaoCoordenadores/GCVC_LiCo_2011_2012/GCVCLico_v2_Tema3.pdf>. Acesso em: 29 ago. 2018.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações:

  • Apresente aos alunos o tema da aula.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos

Orientações:

  • Organize a turma em duplas ou trios para assistir a dois vídeos de exposições orais. Em grupos, os alunos terão chances de produzir mais anotações e poderão trocar ideias sobre o tema da aula.
  • Mostre o slide de introdução para a turma e permita que os alunos troquem ideias em grupo sobre a pergunta do slide. Permita que os alunos compartilhem com a turma as conclusões a que eles chegaram na conversa em grupos.
  • Observe que na exposição oral, a aparência, as vestimenta, os olhares, os gestos, os movimentos, as pausas, os risos do orador constituem recursos não verbais significativos para a construção de sentido da exposição. Além disso, as qualidades da voz (grave ou aguda), o volume (alto ou baixo), o ritmo da fala (rápido ou lento) são recursos que interferem na recepção do discurso pelo ouvinte.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Explique aos alunos que eles vão assistir a dois vídeos de exposições orais, com o objetivo de observar de que forma o orador fala e se movimenta durante uma exposição oral.
  • Oriente os alunos a fazer anotações rápidas durante as exibições com o objetivo de comparar os recursos das duas exposições. Explique aos alunos que a fala é mais rápida que a escrita, portanto eles deverão anotar usando esquemas, tópicos, palavras que sintetizem as informações que poderão levá-los a reunir as informações necessárias para fazer a comparação.
  • Faça a exibição do vídeo: “Encontramos o fóssil mais antigo de Homo sapiens fora da África” - SUPERNOVAS. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=eo5XgVU8Mko>. Acesso em: 4 de nov. 2018.
  • Permita que os alunos comentem em grupos a forma como o orador fala e se movimenta durante a exposição.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Mostre o segundo vídeo aos alunos. Oriente os alunos a continuar fazendo anotações rápidas durante a exibição com o objetivo de reunir informações sobre como o orador fala e movimenta nesta exposição.
  • Faça a exibição do vídeo: “Essa é a primeira obra de arte da Idade da Pedra” - SUPERNOVAS. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=vLfUEI1cqTU&t=9s>. Acesso em: 24 nov. 2018.
  • Permita que os alunos comentem em grupos a forma como o orador fala e se movimenta durante a exposição.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Depois de assistir aos dois vídeos, permita que os alunos troquem ideias em grupos para fazer comparações entre as exposições.
  • Observe que nos dois vídeos a exposição oral é lida diante de uma câmera. Essa forma de apresentação é diferente de apresentar uma pesquisa diante de um público. Mesmo assim, é possível observar que a fala pode ser planejada para contribuir para o entendimento do público durante uma exposição.

Resolução da atividade:

  • Como é o ritmo da fala no primeiro e no segundo vídeo?

Observe que, na primeira exposição oral, apesar de estar lendo o texto que é falado para o público, o orador comete alguns deslizes: erra algumas palavras, perde o ritmo da fala, faz pausas e risos durante a exposição, demonstrando certo nervosismo. Esses aspectos prejudicam o entendimento do público. Na segunda exposição oral, a fala é mais fluente que a primeira, no entanto o ritmo da fala é rápido, o que pode dificultar um pouco a compreensão do público. Na segunda exposição, o orador enfatiza palavras-chave, mantendo um bom ritmo de fala, o que ajuda o público a compreender as informações principais.

  • Como são os movimentos, gestos e expressões faciais do orador no primeiro e no segundo vídeo?

No primeiro vídeo, o orador não movimenta as mãos, mas movimenta a cabeça e o olhar, o que mostra ao público que ele está lendo o texto da exposição. As expressões faciais do orador mostram que ele fica um pouco nervoso e tenta disfarçar os enganos que comete durante a leitura do texto. No segundo vídeo, os movimentos do orador com as mãos acompanham o ritmo da fala. Em 1:47 minuto, o orador aponta para os dedos, ao enumerar os vestígios encontrados na caverna. Esse é um recurso cinésico importante, que ajuda o público a acompanhar o tema da exposição e construir novos conhecimentos.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Incentive os alunos a compartilhar com a turma as conclusões a que eles chegaram nas discussões em grupo.
  • Faça uma lista no quadro, enumerando os elementos mencionados pelos alunos.
  • Observe que os movimentos, gestos, expressões faciais, olhares, postura corporal do orador podem ajudar ou prejudicar a recepção do tema pelo público à medida em que esses recursos direcionem ou desviem a atenção do público para as informações principais da exposição. Chame a atenção dos alunos para os movimentos com as mãos, sincronizado com o ritmo da fala, a ênfase de algumas palavras, pausas e o contato visual com o público, por exemplo, são recursos que podem contribuir para melhorar a recepção do público, possibilitando que ele acompanhe o desenvolvimento da exposição e construa novos conhecimentos.
  • Explique aos alunos que nas próximas aulas eles deverão planejar e apresentar uma exposição oral sobre um tema de pesquisa desenvolvido pela turma.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é décima aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero anotação/exposição oral no campo de atuação das práticas de estudo e pesquisa. A aula faz parte do módulo de análise linguística e semiótica.

Para contextualizar o ensino da exposição oral como gênero textual que circula no campo das práticas de estudo e pesquisa, esta sequência de 15 planos de aula pode ser usada no desenvolvimento de um projeto de pesquisa e divulgação científica. Nestas aulas, sugerimos textos da área de Arqueologia, mas você poderá modificar o tema, escolhendo novos textos.

Materiais necessários:

Material para anotar (caderno), computador com acesso à internet, projetor de vídeo e amplificador de áudio.

Para esta aula, sugerimos dois vídeos. O primeiro vídeo é “Encontramos o fóssil mais antigo de Homo sapiens fora da África” SUPERNOVAS, disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=eo5XgVU8Mko>, acesso em: 4 nov. 2018.

O segundo vídeo é “O Segredo de Sambaqui - Entrevista com Gabriela Oppitz”, disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=Hk-xeMfteVo>, acesso em: 4 nov. 2018.

Informações sobre o gênero:

A exposição oral é um gênero textual público que circula no campo das práticas de estudo e pesquisa. Quanto à estrutura composicional do gênero, a exposição oral é um texto monologado, apresentado por um orador para uma plateia, com o objetivo de transmitir informações, descrever e explicar um tema ou pesquisa, sobre o qual o orador é um especialista. Quanto ao estilo, a exposição oral é formal e organiza-se a partir da seleção de informações e organização de ideias principais e secundárias. A exposição pode ser organizada em uma fase de abertura, introdução ao tema, apresentação do plano da exposição, desenvolvimento, conclusão e encerramento da exposição oral.

Dificuldades antecipadas:

Os estudantes poderão apresentar dificuldades em considerar as formas de preparação de uma exposição oral, como, por exemplo, se a exposição está sendo lida, se o expositor tem um roteiro de tópicos para organizar sua exposição, ou se a exposição é feita de forma espontânea, ou seja sem nenhuma preparação anterior. Além disso, os alunos podem ter dificuldade de compreender que os elementos paralinguísticos (qualidade da voz, ritmo da fala, pausas, risos, gritos) e cinésicos (movimentos, gestos e expressões faciais) de uma exposição oral podem revelar o tipo e planejamento prévio de uma exposição oral.

Referências sobre o assunto:

MELO, C. V. M.; CAVALCANTE, M. C. B. Superando os obstáculos de avaliar a oralidade. In: MARCURSCHI, B.; SUASSUNA L. (orgs). Avaliação em língua portuguesa: contribuições para a prática pedagógica. Belo Horizonte: Autêntica , 2007.

SCHNEUWLY, B. et al. Gêneros orais e escritos na escola. Tradução e organização de Roxane Rojo e Glaís Sales Cordeiro. São Paulo: Mercado de Letras, 2004.

Linguagens e códigos. ”Práticas e gêneros orais na escola”. Disponível em:

<https://midia.atp.usp.br/impressos/redefor/GestaoCoordenadores/GCVC_LiCo_2011_2012/GCVCLico_v2_Tema3.pdf>. Acesso em: 29 ago. 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações:

  • Apresente aos alunos o tema da aula.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos

Orientações:

  • Organize a turma em duplas ou trios para assistir a dois vídeos de exposições orais. Em grupos, os alunos terão chances de produzir mais anotações e poderão trocar ideias sobre o tema da aula.
  • Mostre o slide de introdução para a turma e permita que os alunos troquem ideias em grupo sobre a pergunta do slide. Permita que os alunos compartilhem com a turma as conclusões a que eles chegaram na conversa em grupos.
  • Observe que na exposição oral, a aparência, as vestimenta, os olhares, os gestos, os movimentos, as pausas, os risos do orador constituem recursos não verbais significativos para a construção de sentido da exposição. Além disso, as qualidades da voz (grave ou aguda), o volume (alto ou baixo), o ritmo da fala (rápido ou lento) são recursos que interferem na recepção do discurso pelo ouvinte.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Explique aos alunos que eles vão assistir a dois vídeos de exposições orais, com o objetivo de observar de que forma o orador fala e se movimenta durante uma exposição oral.
  • Oriente os alunos a fazer anotações rápidas durante as exibições com o objetivo de comparar os recursos das duas exposições. Explique aos alunos que a fala é mais rápida que a escrita, portanto eles deverão anotar usando esquemas, tópicos, palavras que sintetizem as informações que poderão levá-los a reunir as informações necessárias para fazer a comparação.
  • Faça a exibição do vídeo: “Encontramos o fóssil mais antigo de Homo sapiens fora da África” - SUPERNOVAS. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=eo5XgVU8Mko>. Acesso em: 4 de nov. 2018.
  • Permita que os alunos comentem em grupos a forma como o orador fala e se movimenta durante a exposição.
Slide Plano Aula

Orientações:

  • Mostre o segundo vídeo aos alunos. Oriente os alunos a continuar fazendo anotações rápidas durante a exibição com o objetivo de reunir informações sobre como o orador fala e movimenta nesta exposição.
  • Faça a exibição do vídeo: “Essa é a primeira obra de arte da Idade da Pedra” - SUPERNOVAS. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=vLfUEI1cqTU&t=9s>. Acesso em: 24 nov. 2018.
  • Permita que os alunos comentem em grupos a forma como o orador fala e se movimenta durante a exposição.
Slide Plano Aula

Orientações:

  • Depois de assistir aos dois vídeos, permita que os alunos troquem ideias em grupos para fazer comparações entre as exposições.
  • Observe que nos dois vídeos a exposição oral é lida diante de uma câmera. Essa forma de apresentação é diferente de apresentar uma pesquisa diante de um público. Mesmo assim, é possível observar que a fala pode ser planejada para contribuir para o entendimento do público durante uma exposição.

Resolução da atividade:

  • Como é o ritmo da fala no primeiro e no segundo vídeo?

Observe que, na primeira exposição oral, apesar de estar lendo o texto que é falado para o público, o orador comete alguns deslizes: erra algumas palavras, perde o ritmo da fala, faz pausas e risos durante a exposição, demonstrando certo nervosismo. Esses aspectos prejudicam o entendimento do público. Na segunda exposição oral, a fala é mais fluente que a primeira, no entanto o ritmo da fala é rápido, o que pode dificultar um pouco a compreensão do público. Na segunda exposição, o orador enfatiza palavras-chave, mantendo um bom ritmo de fala, o que ajuda o público a compreender as informações principais.

  • Como são os movimentos, gestos e expressões faciais do orador no primeiro e no segundo vídeo?

No primeiro vídeo, o orador não movimenta as mãos, mas movimenta a cabeça e o olhar, o que mostra ao público que ele está lendo o texto da exposição. As expressões faciais do orador mostram que ele fica um pouco nervoso e tenta disfarçar os enganos que comete durante a leitura do texto. No segundo vídeo, os movimentos do orador com as mãos acompanham o ritmo da fala. Em 1:47 minuto, o orador aponta para os dedos, ao enumerar os vestígios encontrados na caverna. Esse é um recurso cinésico importante, que ajuda o público a acompanhar o tema da exposição e construir novos conhecimentos.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Incentive os alunos a compartilhar com a turma as conclusões a que eles chegaram nas discussões em grupo.
  • Faça uma lista no quadro, enumerando os elementos mencionados pelos alunos.
  • Observe que os movimentos, gestos, expressões faciais, olhares, postura corporal do orador podem ajudar ou prejudicar a recepção do tema pelo público à medida em que esses recursos direcionem ou desviem a atenção do público para as informações principais da exposição. Chame a atenção dos alunos para os movimentos com as mãos, sincronizado com o ritmo da fala, a ênfase de algumas palavras, pausas e o contato visual com o público, por exemplo, são recursos que podem contribuir para melhorar a recepção do público, possibilitando que ele acompanhe o desenvolvimento da exposição e construa novos conhecimentos.
  • Explique aos alunos que nas próximas aulas eles deverão planejar e apresentar uma exposição oral sobre um tema de pesquisa desenvolvido pela turma.
Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Oralidade do 6º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 6º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF67LP24 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP38 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano