15133
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Educação Infantil > Creche - Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Atividade - Recontando a história com objetos e acessórios

Nesta atividade, a professora realiza uma contação de história com o apoio de objetos e depois convida as crianças a recontarem o mesmo enredo.

Plano 02 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Danielle Moreira de Oliveira

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Para a realização desta atividade é necessário que as crianças conheçam e já tenham se apropriado da história João e o pé de feijão ou de alguma outra que esteja entre as preferidas da turma.

Materiais:

Confeccione um baú mágico, pode ser uma caixa de papelão ou um pote plástico grande. Você pode pintá-lo ou decorá-lo com os materiais disponíveis na escola, utilizando elementos abstratos como cores, tecidos, texturas etc. Tenha cuidado para não utilizar personagens ou símbolos que reforcem estereótipos.Selecione os objetos e acessórios que ficarão dentro do baú e que serão utilizados durante a contação, por exemplo, fantoches, feijões, tecidos, figuras que representem o pé de feijão, entre outros. É importante que esses acessórios sejam muito bem escolhidos, pois eles enriquecerão a história narrada. Para as atividades de livre escolha separe folhas, giz de cera, jogos de encaixe e almofadas para o momento da contação. Separe um biombo, e cartolinas para confeccionar o cenário (casa, árvores etc).

Espaços:

Planeje um espaço com almofadas e que seja bem confortável para o momento da contação. Monte o cenário e organize-o de modoque todas as crianças possam ter uma boa visão dele. Organize o espaço das atividades de livre escolha de maneira que as crianças tenham autonomia para realizá-las sozinhas enquanto você está com o outro pequeno grupo.

Tempo sugerido:

Aproximadamente uma hora.

Perguntas para guiar suas observações:

As crianças demonstram interesse durante a contação da história? Como elas participam desse momento? Interagem por meio de gestos, expressões, imitações e falas?

Que artifícios as crianças utilizam ao recontar ou criar novos enredos para a história? Utilizam a fala ou outros tipos de linguagem? Recorrem aos adereços disponíveis ou buscam outros?

Como as crianças se organizam para compartilhar os objetos disponíveis na atividade? Acontecem conflitos por disputarem os mesmos objetos? Precisam de auxílio para compartilhar os acessórios ou o mesmo espaço?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender às necessidades e às diferenças de cada criança ou do grupo. Perceba a maneira que as crianças se expressam (fala, gestos, expressões, apontamentos) e verbalize o que querem comunicar. Respeite e acolha as iniciativas de cada uma e observe se alguma não está participando efetivamente da proposta. Interaja com ela e atente-se às suas preferências, estimulando-a a brincar com o grupo.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Em roda, com grande grupo, fale que hoje você contará uma história conhecida pela turma de uma forma diferente. Diga que você trouxe um baú mágico e que dentro dele há objetos e acessórios que te ajudarão a contar a história e a compor um cenário. Fale que a atividade será realizada em pequenos grupos e que, por isso, as crianças precisam se dividir em dois grupos. Utilize uma parlenda de escolher para fazer essa divisão, por exemplo, Uni duni tê. Apresente as atividades de livre escolha planejadas por você, como jogos de encaixe ou pintura com giz de cera. Chame o primeiro grupo para sentar-se em roda e verifique se estão confortáveis e posicionados de forma que todos consigam ver você e o espaço destinado para a contação. Observe também se alguma criança que ficou no grupo das atividades de livre escolha está muito interessada e a acolha.


2

Traga o baú para roda, posicione-o ao seu lado e fale que esse é o baú encantado. Diga o nome da história que será contada enquanto você o abre. Retire o primeiro fantoche e comece a contar a história. Lembre-se de que é importante que tenham poucos objetos ou acessórios bem escolhidos. O foco deve estar na palavra de quem está contando, os objetos trarão um toque especial à narração.Conforme você for retirando os objetos do baú, deixe-os em um local visível para as crianças. É importante que eles sejam manuseados com encantamento, para quem envolvam quem escuta. Aos poucos, eles irão compor o cenário. Algumas crianças podem se levantar querendo mostrar algo ou, ainda, querendo manusear os acessórios ou explorar o baú. Acolha-as e combine que ao final da história elas poderão brincar com os objetos e com o baú.

Possíveis falas e ações do professor neste momento:

Ao começar a contação: Era uma vez uma família muito pobre que vivia em uma casinha. Lá morava um menino chamado João e sua mãe. Nesse momento, o professor retira os fantoches do menino e da mãe, mostrando-os para as crianças e utilizando diferentes vozes e entonações ao representar os papéis.

3

Ao terminar a contação e com o cenário construídocom a inclusão dos objetos tirados do baú durante a contação, converse brevemente com as crianças sobre a história contada, sobre os fatos principais, personagens e cenário. Fique atento ao que elas querem comunicar e verbalize para as outras, se necessário.


4

Convide o pequeno grupo para recontar a história, brincando com seus elementos,e para manusear objetos e acessórios.É importante deixar disponível dois ou mais objetos iguais para o manuseio, pois as crianças podem se interessar por um mesmo objeto. Algumas podem colocar os materiais dentro do baú novamente, para imitar a forma que você contou a história, ou acrescentar novos acessórios e brinquedos. Outras podem imitar algum barulho, como reproduzir o som da vaca, outras ainda podem inventar novos enredos e personagens.Observe essas ações e estimule a brincadeira com ações e falas que promovam a interação.


5

O professor deve ser o adulto brincante e se atentar aos novos elementos e informações que as crianças trazem ao construírem um novo enredo ou utilizarem o original. Para isso, perceba essas ações e as incentive, mostrando-as para as outras crianças e estimulando o faz de conta. Perceba também as diferentes formas com as quais os pequenos se expressam e, sempre que necessário, verbalize o que querem comunicar. Interaja com eles, considerando o personagem que estão representando e incrementando com falas e ações que enriqueçam o faz de conta e que sejam bons exemplos para as crianças.Caso perceba que alguma não está participando, incentive-a a brincar com as demais, mas respeite se não houver interesse na brincadeira com os acessórios. Nesse caso, ofereça outros objetos ou brinquedos e a inclua na proposta.Repita os passos 2, 3 e 4 com o outro pequeno grupo.

Possíveis falas e ações do professor neste momento: Ao observar que uma criança pegou o fantoche do João (menino), interaja: Você é o João. Eu sou o Gigante e não vou deixar você levar a Galinha dos ovos de ouro. Perceba a reação e o interesse dela diante sua fala e continue incentivando a brincadeira.

Para finalizar:

Observe se as crianças ainda estão interessadas em brincar com o cenário e com os acessórios. Caso sim, avise que em dez minutos precisarão ajudar na organização da sala. Passado esse tempo, cante uma música já conhecida sinalizando que chegou o momento da arrumação e de se organizarem para a próxima atividade. Você pode deixar o baú mágico em um canto fixo como atividade de livre escolha. Dessa forma, sempre que quiserem, as crianças poderão brincar e criar histórias com diferentes materiais e objetos.

Desdobramentos

É importante repetir essa atividade para que as crianças tenham oportunidades de brincar com o imaginário utilizando enredos conhecidos, criando novos, desenvolvendo a linguagem oral e se divertindo. Você pode repeti-la deixando as crianças escolherem outros objetos para colocarem no baú e, com o apoio do professor, inventar outras histórias. Outra ideia é brincar com os fantoches e acessórios utilizados na contação por meio de um teatro de sombras.

Engajando as famílias

Escreva um bilhete com a ajuda das crianças, contando a suas famílias sobre a atividade que fizeram e explicando que as crianças irão fazer um rodízio para que levem os fantoches para casa. Liste com as crianças os cuidados que precisam ter com os fantoches e compartilhe com os pais que é importante que apoiem as crianças na manutenção desses cuidados. Para enriquecer a participação das crianças nessa comunicação, você pode enviar também algumas gravações das falas das crianças e de alguns momentos da atividade.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses) :

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02EO03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02EF06 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02EO07 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano