15091
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 8º ano > Oralidade

Plano de aula - A prática da oralidade na encenação de esquetes em aula

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 8º ano do Fundamental sobre oralidade em esquetes

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Carolina Silva

Este plano de aula foi produzido pelo Time de Autores NOVA ESCOLA
Professor-autor: Carolina Silva
Mentor: Mara Emília Gonçalves
Especialista: Isabel Fernandes

Título da aula: A prática da oralidade na encenação de esquetes em aula

Finalidade da aula: Encenar esquetes preparadas com base na adaptação de crônicas ao gênero dramático. Avaliar as apresentações. Desenvolver versões narrativas dos textos dramáticos em gravações similares ao audiolivro.

Ano: 8º ano do Ensino Fundamental

Gênero: Texto dramático

Objetos do conhecimento: Produção de textos orais.

Prática de linguagem: Oralidade

Habilidade da BNCC: EF69LP52  

Sobre esta aula: esta é a 12ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero textual dramático (comédias) e no campo de atuação artístico-literário. A aula faz parte de uma sequência de atividades voltada para texto dramático, teatro e humor.

Informações sobre o Gênero: Texto dramático (comédias): produção artístico-literária que, reunindo texto e espetáculo, organiza e estrutura o humor dentro de uma apresentação, por meio dos elementos/momentos da narrativa e sequências dialogais. É irreverente, retrata o cotidiano e as pessoas comuns. Seu objetivo é entreter, provocando o riso do espectador e ampliando seu imaginário, levando-o a uma maior compreensão da realidade.

Materiais necessários: cópias das adaptações do texto dramático a serem encenadas pelos alunos; materiais para composição de cenários, figurinos e efeitos sonoros. Cabe, ainda, possibilitar a realização das atividades desta aula em espaço adequado à apresentação das esquetes, como uma sala ou um auditório com tamanho satisfatório e boa acústica.

Dificuldades antecipadas: os alunos podem apresentar timidez e ter poucos domínios de leitura dramatizada para a narração que será proposta posteriormente. É importante investigar a viabilidade da turma para gravar suas narrações em ferramentas tecnológicas como celulares ou outros recursos ao alcance.

Referências bibliográficas: 1) BOAL, Augusto. 200 exercícios e jogos para o ator e o não-ator com vontade de dizer algo através do teatro. 10ª edição. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1991. 2) https://novaescola.org.br/conteudo/315/oralidade-a-fala-que-se-ensina - Acesso em: 10/10/2018. 3) https://blog.hotmart.com/pt-br/guia-hotmart-como-narrar-um-audiobook-com-maestria/ - Acesso em: 10/10/2018.


Código: LPO8_02SQA12

(EF69LP52) Representar cenas ou textos dramáticos, considerando, na caracterização dos personagens, os aspectos linguísticos e paralinguísticos das falas (timbre e tom de voz, pausas e hesitações, entonação e expressividade, variedades e registros linguísticos), os gestos e os deslocamentos no espaço cênico, o figurino e a maquiagem e elaborando as rubricas indicadas pelo autor por meio do cenário, da trilha sonora e da exploração dos modos de interpretação.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Oralidade do 8º ano:

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 8º ano:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas