15091
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 8º ano > Oralidade

Plano de aula - A prática da oralidade na encenação de esquetes em aula

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 8º ano do Fundamental sobre oralidade em esquetes

Plano 12 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Carolina Silva

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos; ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é a 12ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero textual dramático (comédias) e no campo de atuação artístico-literário. A aula faz parte de uma sequência de atividades voltada para texto dramático, teatro e humor.

Informações sobre o Gênero: Texto dramático (comédias): produção artístico-literária que, reunindo texto e espetáculo, organiza e estrutura o humor dentro de uma apresentação, por meio dos elementos/momentos da narrativa e sequências dialogais. É irreverente, retrata o cotidiano e as pessoas comuns. Seu objetivo é entreter, provocando o riso do espectador e ampliando seu imaginário, levando-o a uma maior compreensão da realidade.

Materiais necessários: cópias das adaptações do texto dramático a serem encenadas pelos alunos; materiais para composição de cenários, figurinos e efeitos sonoros. Cabe, ainda, possibilitar a realização das atividades desta aula em espaço adequado à apresentação das esquetes, como uma sala ou um auditório com tamanho satisfatório e boa acústica.

Dificuldades antecipadas: os alunos podem apresentar timidez e ter poucos domínios de leitura dramatizada para a narração que será proposta posteriormente. É importante investigar a viabilidade da turma para gravar suas narrações em ferramentas tecnológicas como celulares ou outros recursos ao alcance.

Referências bibliográficas: 1) BOAL, Augusto. 200 exercícios e jogos para o ator e o não-ator com vontade de dizer algo através do teatro. 10ª edição. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1991. 2) https://novaescola.org.br/conteudo/315/oralidade-a-fala-que-se-ensina - Acesso em: 10/10/2018. 3) https://blog.hotmart.com/pt-br/guia-hotmart-como-narrar-um-audiobook-com-maestria/ - Acesso em: 10/10/2018.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 05 minutos.

Orientações: Apresente a proposta da aula para os alunos, lendo o título do presente slide. Pergunte à turma como eles imaginam que a oralidade pode ser praticada por meio da gravação de uma narração dramatizada. (Professor, considere as contribuições dos alunos. Se for preciso, esclareça à turma que um traço fundamental da dramatização se dá pela expressão da oralidade, por meio da leitura expressiva de falas e segmentos narrativos do texto. Assim, colocar em diferentes treinos esse trabalho com a voz e com as habilidades linguísticas pode favorecer um melhor desempenho dos alunos nas performances cênicas e outras atividades orais). Após essa reflexão, diga aos estudantes que é sobre essas questões que a presente aula versará, por meio de atividades práticas.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos.

Orientações:

  • Encaminhe, aos grupos de alunos, a proposta de trabalho abaixo, por meio das orientações a seguir. Explique à turma as presentes indicações:
  • Produza, com seu grupo, uma versão narrativa de seu texto dramático, que deverá ser gravada e disponibilizada ao professor no formato de áudio.
  • Na produção, comece pela construção de um roteiro que deverá servir de base para os narradores. Nele, passe as informações do texto de forma clara. Para isso, apoie-se nos seus conhecimentos prévios sobre elementos e momentos da estrutura narrativa (narrador, tempo, espaço, enredo, personagens; situação inicial, conflito, clímax, desfecho, situação final), além de tipos de discurso (direto, indireto, indireto livre). Os narradores selecionados pelo grupo deverão estudar e ensaiar o roteiro.
  • Grave, com celular ou equipamento equivalente, um trecho do roteiro como teste. Avalie o que pode ser melhorado, como respiração, altura e tom da voz, dicção, sotaque, gaguez, interpretação. Reúna todos os integrantes do grupo para que ouçam a gravação e teçam considerações críticas e relevantes para o aprimoramento do trabalho.
  • Busque materiais de referência, como audiolivros, para que tenha um modelo de proposta similar ao trabalho que será produzido pelo grupo. Escute, perceba e analise diferenças entre o seu material e a(s) referência(s) escolhida(s).
  • Selecione um local sem a interferência de sons externos para que a narração possa ser feita com concentração e sem prejuízos para a qualidade do áudio. É importante não fazer nenhuma outra atividade durante a narração, nem mesmo manuseio de blocos e afins, com o objetivo de garantir a boa entonação e condição da voz.
  • Tenha cuidado com o ritmo da respiração durante a gravação. Narrar em pé e com a coluna reta proporciona melhores resultados. Os integrantes do grupo que não forem narrar poderão ajudar com outros suportes e assistências durante a execução da tarefa. É interessante escolher um revisor para acompanhar os narradores e ir fazendo avaliações e correções em tempo real. Os critérios para a qualidade da gravação poderão ser decididos em grupo.

Professor, dadas as instruções acima, acompanhe os grupos durante a realização da tarefa, a fim de lhes prestar assistências necessárias. Recomenda-se que as atividades de gravação possam ocorrer em local separado da sala de aula, de preferência, em um ambiente mais isolado e de boa acústica a fim de que cada grupo, por vez, possa registrar sua produção em um espaço tranquilo e que possibilite o silêncio e a concentração. É possível ainda, professor, que a turma não tenha familiaridade com esse tipo de trabalho e seja desafiador produzir tudo em uma aula apenas. Nesse caso, é importante tolerar o tempo de desenvolvimento dos discentes e flexibilizar a agenda de produção bem como da entrega final do trabalho. Dessa forma, esses aspectos podem ser combinados, se necessário.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

Nesta etapa de conclusão, convide os alunos a deixarem suas impressões, avaliações, críticas e sugestões ao trabalho bem como à dinâmica desta aula. Você pode listar no quadro, professor, critérios de avaliação que sirvam de norte às análises dos alunos, tais como: organização do conteúdo, construção do texto, qualidade da narração, ferramentas e recursos empregados (para melhorar o som ou apoiar os integrantes na realização da tarefa), presença de aspectos de dramatização, responsabilidade dos integrantes bem como a integração e a harmonia entre eles, dentre outros aspectos que se mostrarem necessários. No caso dos alunos não concluírem toda a atividade nesta aula, a revisão pode avaliar, com base em alguns desses mesmos critérios, aquilo que foi produzido até então, de modo que seja possível indicar as direções nas quais a tarefa deve continuar. É importante usar essa oportunidade para suscitar a troca de conhecimentos e impressões, além de aprofundar noções sobre a oralidade, fomentando o diálogo e o espírito do trabalho em equipe.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos; ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é a 12ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero textual dramático (comédias) e no campo de atuação artístico-literário. A aula faz parte de uma sequência de atividades voltada para texto dramático, teatro e humor.

Informações sobre o Gênero: Texto dramático (comédias): produção artístico-literária que, reunindo texto e espetáculo, organiza e estrutura o humor dentro de uma apresentação, por meio dos elementos/momentos da narrativa e sequências dialogais. É irreverente, retrata o cotidiano e as pessoas comuns. Seu objetivo é entreter, provocando o riso do espectador e ampliando seu imaginário, levando-o a uma maior compreensão da realidade.

Materiais necessários: cópias das adaptações do texto dramático a serem encenadas pelos alunos; materiais para composição de cenários, figurinos e efeitos sonoros. Cabe, ainda, possibilitar a realização das atividades desta aula em espaço adequado à apresentação das esquetes, como uma sala ou um auditório com tamanho satisfatório e boa acústica.

Dificuldades antecipadas: os alunos podem apresentar timidez e ter poucos domínios de leitura dramatizada para a narração que será proposta posteriormente. É importante investigar a viabilidade da turma para gravar suas narrações em ferramentas tecnológicas como celulares ou outros recursos ao alcance.

Referências bibliográficas: 1) BOAL, Augusto. 200 exercícios e jogos para o ator e o não-ator com vontade de dizer algo através do teatro. 10ª edição. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1991. 2) https://novaescola.org.br/conteudo/315/oralidade-a-fala-que-se-ensina - Acesso em: 10/10/2018. 3) https://blog.hotmart.com/pt-br/guia-hotmart-como-narrar-um-audiobook-com-maestria/ - Acesso em: 10/10/2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 05 minutos.

Orientações: Apresente a proposta da aula para os alunos, lendo o título do presente slide. Pergunte à turma como eles imaginam que a oralidade pode ser praticada por meio da gravação de uma narração dramatizada. (Professor, considere as contribuições dos alunos. Se for preciso, esclareça à turma que um traço fundamental da dramatização se dá pela expressão da oralidade, por meio da leitura expressiva de falas e segmentos narrativos do texto. Assim, colocar em diferentes treinos esse trabalho com a voz e com as habilidades linguísticas pode favorecer um melhor desempenho dos alunos nas performances cênicas e outras atividades orais). Após essa reflexão, diga aos estudantes que é sobre essas questões que a presente aula versará, por meio de atividades práticas.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos.

Orientações:

  • Encaminhe, aos grupos de alunos, a proposta de trabalho abaixo, por meio das orientações a seguir. Explique à turma as presentes indicações:
  • Produza, com seu grupo, uma versão narrativa de seu texto dramático, que deverá ser gravada e disponibilizada ao professor no formato de áudio.
  • Na produção, comece pela construção de um roteiro que deverá servir de base para os narradores. Nele, passe as informações do texto de forma clara. Para isso, apoie-se nos seus conhecimentos prévios sobre elementos e momentos da estrutura narrativa (narrador, tempo, espaço, enredo, personagens; situação inicial, conflito, clímax, desfecho, situação final), além de tipos de discurso (direto, indireto, indireto livre). Os narradores selecionados pelo grupo deverão estudar e ensaiar o roteiro.
  • Grave, com celular ou equipamento equivalente, um trecho do roteiro como teste. Avalie o que pode ser melhorado, como respiração, altura e tom da voz, dicção, sotaque, gaguez, interpretação. Reúna todos os integrantes do grupo para que ouçam a gravação e teçam considerações críticas e relevantes para o aprimoramento do trabalho.
  • Busque materiais de referência, como audiolivros, para que tenha um modelo de proposta similar ao trabalho que será produzido pelo grupo. Escute, perceba e analise diferenças entre o seu material e a(s) referência(s) escolhida(s).
  • Selecione um local sem a interferência de sons externos para que a narração possa ser feita com concentração e sem prejuízos para a qualidade do áudio. É importante não fazer nenhuma outra atividade durante a narração, nem mesmo manuseio de blocos e afins, com o objetivo de garantir a boa entonação e condição da voz.
  • Tenha cuidado com o ritmo da respiração durante a gravação. Narrar em pé e com a coluna reta proporciona melhores resultados. Os integrantes do grupo que não forem narrar poderão ajudar com outros suportes e assistências durante a execução da tarefa. É interessante escolher um revisor para acompanhar os narradores e ir fazendo avaliações e correções em tempo real. Os critérios para a qualidade da gravação poderão ser decididos em grupo.

Professor, dadas as instruções acima, acompanhe os grupos durante a realização da tarefa, a fim de lhes prestar assistências necessárias. Recomenda-se que as atividades de gravação possam ocorrer em local separado da sala de aula, de preferência, em um ambiente mais isolado e de boa acústica a fim de que cada grupo, por vez, possa registrar sua produção em um espaço tranquilo e que possibilite o silêncio e a concentração. É possível ainda, professor, que a turma não tenha familiaridade com esse tipo de trabalho e seja desafiador produzir tudo em uma aula apenas. Nesse caso, é importante tolerar o tempo de desenvolvimento dos discentes e flexibilizar a agenda de produção bem como da entrega final do trabalho. Dessa forma, esses aspectos podem ser combinados, se necessário.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

Nesta etapa de conclusão, convide os alunos a deixarem suas impressões, avaliações, críticas e sugestões ao trabalho bem como à dinâmica desta aula. Você pode listar no quadro, professor, critérios de avaliação que sirvam de norte às análises dos alunos, tais como: organização do conteúdo, construção do texto, qualidade da narração, ferramentas e recursos empregados (para melhorar o som ou apoiar os integrantes na realização da tarefa), presença de aspectos de dramatização, responsabilidade dos integrantes bem como a integração e a harmonia entre eles, dentre outros aspectos que se mostrarem necessários. No caso dos alunos não concluírem toda a atividade nesta aula, a revisão pode avaliar, com base em alguns desses mesmos critérios, aquilo que foi produzido até então, de modo que seja possível indicar as direções nas quais a tarefa deve continuar. É importante usar essa oportunidade para suscitar a troca de conhecimentos e impressões, além de aprofundar noções sobre a oralidade, fomentando o diálogo e o espírito do trabalho em equipe.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Oralidade do 8º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 8º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP52 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano