15055
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 8º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Reconhecendo os diferentes tipos de argumentos em textos de opinião

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 8º ano do EF sobre Reconhecendo os diferentes tipos de argumentos em textos de opinião

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Cláudia De Jesus Abreu Feitoza

Sugestão de adaptação para ensino remoto

Recursos indicados
Necessários: canais de envio de mensagens, vídeos e áudios, como WhatsApp ou similares. Dependendo da realidade de cada escola, você também pode encaminhar as atividades como documento impresso.

Tema
Inicie a aula questionando se os alunos sabem a diferença entre esses dois termos: “discutir x argumentar”. Você pode encaminhar para os alunos imagens de pessoas conversando de diversas formas (exaltadas, calmas, atentas…) e questionar se estão discutindo ou argumentando. Se necessário, explique a diferença usando as definições do dicionário Michaelis (versão online). Discutir: Analisar questionando; levantar questões a respeito de (algo). Argumentar: defender pontos de vista contrários sobre (algo); debater.

Introdução
Compartilhe a tirinha da Introdução (veja no plano original) e discuta com os alunos a partir das questões expostas. Contextualize a tirinha explicando que a página de onde ela foi extraída é “Um sábado qualquer”, cujo autor (Carlos Ruas) tem o intuito de “praticar o diálogo, o debate e o livre pensamento filosófico” a respeito das diferentes religiões e deuses que representam seus seguidores (cristãos, judeus, budistas, hindus, egípcios). Considere as seguintes expectativas de respostas para validar as afirmações dos alunos: 1. No sentido literal, “argumento dos deuses” seria um argumento bom/forte/convincente; 2. Deus (o Criador, no cristianismo) e Cronos (Deus do tempo, na mitologia romana); 3. Na tirinha, eles apenas discutem, pois não apresentam argumentos para defender um ponto de vista; 4. Eles discutem sobre quem se acha o verdadeiro Deus, quem é “a verdade”; 5. Não, pois eles não usam bons argumentos, ficam apenas no “é/não é”.

Desenvolvimento
Apresente os conceitos sobre os diferentes tipos de argumento a partir das informações expostas no slide do Desenvolvimento (no plano original). Após ler a definição, lance aos alunos o desafio de relacionar cada tipo de argumento a um trecho do texto “Pesquisas com animais”. Essa atividade está disponível aqui. Em seguida, peça que retomem o texto “Pesquisa com animais.” Aqui, ele será usado com outro objetivo (verificar os tipos de argumento ainda não estudados). Compartilhe com os alunos o arquivo com a atividade do 2º slide do Desenvolvimento (no plano original) e do seguinte. A versão para compartilhamento desse arquivo está disponível aqui. Para verificar o emprego desses argumentos no texto e orientar os alunos sobre a atividade II, acesse a versão comentada da atividade, disponível aqui.

Fechamento
Para encerrar esta aula, peça que os alunos registrem no caderno a resposta à questão do Fechamento (no plano original). Espera-se que eles associem com a discussão inicial, deixando claro que o uso de diferentes argumentos faz como que a “discussão” se torne uma argumentação.

Convite às famílias
Você pode convidar os alunos a conversar com seus familiares sobre as diferenças entre discutir e argumentar. Será que os alunos sabem argumentar? Será que a discussão será sempre destrutiva ou pode ser construtiva também?

Sugestão Enviada Por: Michele Batista


Código: LPO8_06SQA07

(EF69LP17) Perceber e analisar os recursos estilísticos e semióticos dos gêneros jornalísticos e publicitários, os aspectos relativos ao tratamento da informação em notícias, como a ordenação dos eventos, as escolhas lexicais, o efeito de imparcialidade do relato, a morfologia do verbo, em textos noticiosos e argumentativos, reconhecendo marcas de pessoa, número, tempo, modo, a distribuição dos verbos nos gêneros textuais (por exemplo, as formas de pretérito em relatos; as formas de presente e futuro em gêneros argumentativos; as formas de imperativo em gêneros publicitários), o uso de recursos persuasivos em textos argumentativos diversos (como a elaboração do título, escolhas lexicais, construções metafóricas, a explicitação ou a ocultação de fontes de informação) e as estratégias de persuasão e apelo ao consumo com os recursos linguístico-discursivos utilizados (tempo verbal, jogos de palavras, metáforas, imagens).

(EF89LP14) Analisar, em textos argumentativos e propositivos, os movimentos argumentativos de sustentação, refutação e negociação e os tipos de argumentos, avaliando a força/tipo dos argumentos utilizados.

(EF08LP16) Explicar os efeitos de sentido do uso, em textos, de estratégias de modalização e argumentatividade (sinais de pontuação, adjetivos, substantivos, expressões de grau, verbos e perífrases verbais, advérbios etc.).

(EF89LP16) Analisar a modalização realizada em textos noticiosos e argumentativos, por meio das modalidades apreciativas, viabilizadas por classes e estruturas gramaticais como adjetivos, locuções adjetivas, advérbios, locuções adverbiais, orações adjetivas e adverbiais, orações relativas restritivas e explicativas etc., de maneira a perceber a apreciação ideológica sobre os fatos noticiados ou as posições implícitas ou assumidas.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 8º ano:

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 8º ano:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas